Angelologia, demonologia, a doutrina dos anjos caídos, anjos maus, batalha espiritual, Belzebu, Belial, demônio, demônios, demonismo, Diabo, demoníaco, demoníaca, espíritos, espiritismo, exorcismo, exorcista, expulsão de demônios, expulsar demônios, exorcizar, exorcista, endemoninhado, endemoninhada, endiabrado, guerra espiritual, Lúcifer, maligno, possessão, possuir, possesso, possessa, Satanás, satanismo

III. DEMONOLOGIA, A DOUTRINA SOBRE OS DEMÔNIOS

A. Pontos de vista sobre a origem dos demônios:

1. A alma dos homens perversos que morreram (Gregos).

2. Espíritos duma raça pré-Adãmica.

3. Descendência [do intercurso] dos anjos caídos com as mulheres, antes do dilúvio (Gen. 6:1-4).

4. Aqueles anjos que seguiram Satanás na sua queda (posição bíblica).

Todos os Anjos

Anjos não-Caídos Anjos Caídos (demônios)
  a. demônios livres
  b. demônios confinados [2Pe 2:4; Jud 1:6]
  c. demônios temporariamente confinados (Apo 9:14 e Luc 8:28-31)

 

   "E aconteceu que, como os homens começaram a multiplicar-se sobre a face da terra, e lhes nasceram filhas, Viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram. Então disse o SENHOR: Não contenderá o meu Espírito para sempre com o homem; porque ele também é carne; porém os seus dias serão cento e vinte anos. Havia naqueles dias gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de Deus entraram às filhas dos homens e delas geraram filhos; estes eram os valentes que houve na antiguidade, os homens de fama."(Gên 6:1-4)

   Porque, se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas, havendo-os lançado no inferno, os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo; (2 Pedro 2:4)

   E aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, reservou na escuridão e em prisões eternas até ao juízo daquele grande dia; (Judas 1:6)

   A qual dizia ao sexto anjo, que tinha a trombeta: Solta os quatro anjos, que estão presos junto ao grande rio Eufrates. (Apocalipse 9:14)

   28 E, quando viu a Jesus, prostrou-se diante dele, exclamando, e dizendo com grande voz: Que tenho eu contigo, Jesus, Filho do Deus Altíssimo? Peço-te que não me atormentes. 29 Porque tinha ordenado ao espírito imundo que saísse daquele homem; pois já havia muito tempo que o arrebatava. E guardavam-no preso, com grilhões e cadeias; mas, quebrando as prisões, era impelido pelo demônio para os desertos. 30 E perguntou-lhe Jesus, dizendo: Qual é o teu nome? E ele disse: Legião; porque tinham entrado nele muitos demônios. 31 E rogavam-lhe que os não mandasse para o abismo. (Lucas 8:28-31)
 

B. Características dos demônios:

1. Seres espirituais (Mat17:18, compare com Mar 9:25).

2. Conhecem Jesus Cristo (Mar 1:24).

3. Conhecem o seu próprio fim (Mat 8:29).

4. Conhecem o plano da salvação (Tia 2:19).

5. Têm um sistema de doutrina (1Ti 4:1-3).

6. Imorais, perversos, imundos (1Ti 4:1-3).
 

   E, repreendeu Jesus o demônio, que saiu dele, e desde aquela hora o menino sarou. (MT 17:18)
   E Jesus, vendo que a multidão concorria, repreendeu o espírito imundo, dizendo-lhe: Espírito mudo e surdo, eu te ordeno: Sai dele, e não entres mais nele. (Mar 9:25)
   Dizendo: Ah! que temos contigo, Jesus Nazareno? Vieste destruir-nos? Bem sei quem és: o Santo de Deus. (Mar 1:24)
   E eis que clamaram, dizendo: Que temos nós contigo, Jesus, Filho de Deus? Vieste aqui atormentar-nos antes do tempo? (Mat 8:29)
   Tu crês que há um só Deus; fazes bem. Também os demônios o crêem, e estremecem. (Tia 2:19)
   Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência; Proibindo o casamento, e ordenando a abstinência dos alimentos que Deus criou para os fiéis, e para os que conhecem a verdade, a fim de usarem deles com ações de graças; (1Ti 4:3)

C. Atividades dos demônios:

1. Em geral:

a. Tentam opor-se à obra de Deus (Apo 16:13-16 e Daniel 10:11-14).

b. Estendem a autoridade de Satanás (Efé 6:11,12).

c. Demônios podem ser usados por Deus para levar a cabo Seus propósitos (2Co 12:7; 1Ti 1:20; 1Co 5:5 e 1Sa 16:14).
 

   13 E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta vi sair três espíritos imundos, semelhantes a rãs. 14 Porque são espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis da terra e de todo o mundo, para os congregar para a batalha, naquele grande dia do Deus Todo-Poderoso. ... 16 E os congregaram no lugar que em hebreu se chama Armagedom. (Apo 16:13-16)
   11 E me disse: Daniel, homem muito amado, entende as palavras que vou te dizer, ... 12 ... desde o primeiro dia em que aplicaste o teu coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, são ouvidas as tuas palavras; e eu vim por causa das tuas palavras. 13 Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu vinte e um dias, e eis que Miguel, um dos primeiros príncipes, veio para ajudar-me, e eu fiquei ali com os reis da Pérsia. ... (Dan 10:11-14)
   ... 12 Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais." (Efé 6:11-12)
   E entre esses foram Himeneu e Alexandre, os quais entreguei a Satanás, para que aprendam a não blasfemar. (1 Timóteo 1:20)
   "E, para que não me exaltasse pela excelência das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás para me esbofetear, a fim de não me exaltar." (2Co 12:7)
   "Seja entregue a Satanás para destruição da carne, para que o espírito seja salvo no dia do SENHOR Jesus." (1Co 5:5)
   "E o Espírito do SENHOR se retirou de Saul, e atormentava-o um espírito mau da parte do SENHOR." (1Sa 16:14)

2. Algumas em particular:

a. Podem infligir doença (Mat 9:33).

b. Podem possuir humanos (Mat 4:24).

c. Podem possuir animais (Mar 5:13).

d. Espalham falsa doutrina (1Ti 4:1).

e. Opõem-se ao crescimento espiritual dos filhos de Deus (Efé 6:12 [acima]).
 

   E, expulso o demônio, falou o mudo; e a multidão se maravilhou, dizendo: Nunca tal se viu em Israel. (Mat 9:33)
   E a sua fama correu por toda a Síria, e traziam-lhe todos os que padeciam, acometidos de várias enfermidades e tormentos, os endemoninhados, os lunáticos, e os paralíticos, e ele os curava. (Mat 4:24)
   E Jesus logo lho permitiu. E, saindo aqueles espíritos imundos, entraram nos porcos; e a manada se precipitou por um despenhadeiro no mar (eram quase dois mil), e afogaram-se no mar. (Mar 5:13)
   Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; (1Ti 4:1)

D. Possessão demoníaca:

1. Definição: Um demônio residindo dentro de uma pessoa, exercendo controle diretamente na mente/corpo dessa pessoa.

2. Resultado: Doença física ou deficiência (Mat 9:32,33), desarranjo/perturbação mental (Mat 17:15).

3. Marcas de possessão demoníaca de Marcos 5 (o endemoninhado gadareno):

a. Habitado por um espírito imundo (verso 2).

b. Força física invulgar (verso 3).

c. Ataques de fúria (verso 4).

d. Desintegração ou divisão da personalidade  (versos 6 e 7). O endemoninhado correu para Jesus para obter ajuda, contudo gritava de medo.

e. Resistência às coisas espirituais (verso 7).

f. Poderes de clarividência (verso 7) -- sabia imediatamente quem Jesus era.

g. Alteração da voz (verso 9).

h. Transportação pelo ocultismo (verso 13) -- os demônios deixaram o homem e entraram nos porcos.
 

   E, havendo-se eles retirado, trouxeram-lhe um homem mudo e endemoninhado. E, expulso o demônio, falou o mudo; e a multidão se maravilhou, dizendo: Nunca tal se viu em Israel. (Mat 9:32-33)
   15 Senhor, tem misericórdia de meu filho, que é lunático e sofre muito; pois muitas vezes cai no fogo, e muitas vezes na água; ... 18 E, repreendeu Jesus o demônio, que saiu dele, e desde aquela hora o menino sarou. (Mateus 17:15-18)
   2 E, saindo ele do barco, lhe saiu logo ao seu encontro, dos sepulcros, um homem com espírito imundo; 3 O qual tinha a sua morada nos sepulcros, e nem ainda com cadeias o podia alguém prender; 4 Porque, tendo sido muitas vezes preso com grilhões e cadeias, as cadeias foram por ele feitas em pedaços, e os grilhões em migalhas, e ninguém o podia amansar. 5 E andava sempre, de dia e de noite, clamando pelos montes, e pelos sepulcros, e ferindo-se com pedras. 6 E, quando viu Jesus ao longe, correu e adorou-o. 7 E, clamando com grande voz, disse: Que tenho eu contigo, Jesus, Filho do Deus Altíssimo? conjuro-te por Deus que não me atormentes. 8 (Porque lhe dizia: Sai deste homem, espírito imundo.) 9 E perguntou-lhe: Qual é o teu nome? E lhe respondeu, dizendo: Legião é o meu nome, porque somos muitos. 10 E rogava-lhe muito que os não enviasse para fora daquela província. 11 E andava ali pastando no monte uma grande manada de porcos. 12 E todos aqueles demônios lhe rogaram, dizendo: Manda-nos para aqueles porcos, para que entremos neles. 13 E Jesus logo lho permitiu. E, saindo aqueles espíritos imundos, entraram nos porcos; e a manada se precipitou por um despenhadeiro no mar (eram quase dois mil), e afogaram-se no mar. (Marcos 5:2-13)

E. Destino dos demônios:

1. Temporariamente alguns estão confinados. Por exemplo, alguns que eram livres durante a vida de Cristo, foram lançados para o abismo (Luc 8:31) e serão libertos para fazerem a sua obra, durante os dias da Tribulação que se avizinha (Ap. 9:1-11 e 16:13-14).

2. Todos os demônios serão lançados com Satanás no Lago de Fogo, para sempre (Mat 25:41 e Apo 20:10).
 

   E rogavam-lhe que os não mandasse para o abismo. (Luc 8:31)
  1 ¶ E o quinto anjo tocou a sua trombeta, e vi uma estrela que do céu caiu na terra; e foi-lhe dada a chave do poço do abismo. 2 E abriu o poço do abismo, e subiu fumaça do poço, como a fumaça de uma grande fornalha, e com a fumaça do poço escureceu-se o sol e o ar. 3 E da fumaça vieram gafanhotos sobre a terra; e foi-lhes dado poder, como o poder que têm os escorpiões da terra. 4 E foi-lhes dito que não fizessem dano à erva da terra, nem a verdura alguma, nem a árvore alguma, mas somente aos homens que não têm nas suas testas o sinal de Deus. 5 E foi-lhes permitido, não que os matassem, mas que por cinco meses os atormentassem; e o seu tormento era semelhante ao tormento do escorpião, quando fere o homem. 6 E naqueles dias os homens buscarão a morte, e não a acharão; e desejarão morrer, e a morte fugirá deles. 7 E o parecer dos gafanhotos era ... 11 E tinham sobre si rei, o anjo do abismo; em hebreu era o seu nome Abadom, e em grego Apoliom. (Apocalipse 9:1-11)
   13 E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta vi sair três espíritos imundos, semelhantes a rãs. 14 Porque são espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis da terra e de todo o mundo, para os congregar para a batalha, naquele grande dia do Deus Todo-Poderoso. (Apocalipse 16:13-14)
   Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos; (Mateus 25:41)
   E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre. (Apocalipse 20:10)



 
Gary E. Gilley, Pastor-teacher, Southern View Chappel, http://www.svchapel.org/svchapel.html

traduzido por: Humberto Rafeiro 




Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB), autêntica herdeira da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753) e traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma) como o Textus Receptus.



(retorne a http://solascriptura-tt.org/ Angelologia/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )