Batalhemos pela Palavra de Deus, a Bíblia Almeida Corrigida Fiel do Textus Receptus TR Texto Tradicional TT, só-TT só-TR kj-only, contra a Revisada Atualizada Viva NVI BLH do Texto Crítico





"Amo o Texto Tradicional, a Bíblia Almeida Corrigida Fiel, mas não creio em lutar por ela"

 

David Cloud

Way of Life Literature, 1701 Harns Rd., Oa k Harbor, WA 98277, http://wayoflife.org/~dcloud.

Traduzido e adaptado por Valdenira N. M. Silva, de "I love the KJV but I don't believe in fighting over it" 





 

- Uma das coisas [mais] confusas em nossos dias é a estranha  posição tomada por alguns que dizem que:

  1. [Crêem que Deus, como prometeu, preservou de forma perfeita Sua Palavra em uso incessante pelas igrejas fiéis durante os séculos, portanto a preservou através dos manuscritos que, com o advento da Imprensa, vieram a ser compilados e impressos com o nome de Textus Receptus e que serviram de única base para todas as Bíblias "protestantes" em todos os idiomas e todas as nações, até que, recentemente, foi introduzido o Texto Crítico e as Bíblias alexandrinas, modernas nele baseadas];
  2.  Crêem que a infalível Palavra de Deus é a Bíblia Almeida Corrigida (Fiel) 1, perfeita; e 
  3.  Usam somente esta Bíblia Almeida Corrigida (Fiel) nas suas leituras, estudos e pregações. 

mas eles NÃO tomam uma posição contra as versões alexandrinas, modernas, e  não gostam da divisão que tem resultado da controvérsia das versões bíblicas. Esta é uma situação absurdamente ridícula. Realmente, pois coisas que são diferentes NÃO são a mesma coisa! Um texto ou versão bíblica, por exemplo, que remove ou questiona (através de colchetes ou de notas marginais) dúzias de versos chaves, não é a mesma que uma versão que os inclui e honra. Um texto ou versão que inclui a palavra "Deus" em 1Timóteo 3:16, não é o mesmo que um texto ou versão que a omite. Uma escolha tem que ser feita e uma posição deve ser tomada [,por cada crente digno].

E, sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade: Deus se manifestou em carne, foi justificado no Espírito, visto dos anjos, pregado aos gentios, crido no mundo, recebido acima na glória. (1 Timóteo 3:16 ACF = Almeida Corrigida Fiel)

Evidentemente, grande é o mistério da piedade: aquele que foi manifestado na carne, foi justificado em espírito, contemplado por anjos, pregado entre os gentios, crido no mundo, recebido na glória. (1 Timóteo 3:16 ARA = Almeida Revista e Atualizada)

No entanto, alguns não querem se arriscar a levar nenhum arranhão no conflito sobre a questão das versões da Bíblia. Amigos, se a Bíblia mesma não é digna de por ela batalharmos, o que é que o é? A divindade de Cristo? (Mas o que sabemos nós sobre a divindade de Cristo senão o que aprendemos DA BÍBLIA?) Salvação somente pela graça através somente da fé? (Mas o que sabemos nós sobre salvação que não o aprendemos DA BÍBLIA?) A Bíblia é o fundamento de todas as coisas que cremos e fazemos, como crentes, e, se não estamos desejosos de lutar por uma Bíblia pura, estaremos [como covardes baratas] nos escondendo nas sombras em todas as demais coisas. É a Bíblia que Deus tem dito que Ele tem ENGRANDECIDO ACIMA DE TODO SEU NOME (Salmos 138:2).

Inclinar-me-ei para o teu santo templo, e louvarei o teu nome pela tua benignidade, e pela tua verdade; pois engrandeceste a tua palavra acima de todo o teu nome. (Salmos 138:2 ACF)

À luz disto, não posso entender como poderia ser possível ser DEMASIADAMENTE zeloso pelos detalhes da Palavra de Deus.

Pregador, se você está cansado de lutar pela Verdade, então você precisa fazer uma dessas duas coisas: aposente-se do ministério, ou [re-] ative o seu chamado e renove o seu zelo. A verdade está sendo ferozmente atacada por tremendos exércitos, e qualquer pregador que não deseje se alistar no exército de Deus e lutar denodadamente pela Sua verdade, é um traidor e um covarde. Guerrear pode ser bom ou mau, depende do motivo e do objetivo; mas é um fato que a verdade sempre tem sido e tem que ser defendida até ao ponto de guerra total e sem tréguas (1Tes 2:2) e Deus exige que Seu povo guerreie fervorosamente pela verdade (Jud 3).

Mas, mesmo depois de termos antes padecido, e sido agravados em Filipos, como sabeis, tornamo-nos ousados em nosso Deus, para vos falar o evangelho de Deus com grande combate. (1 Tessalonicenses 2:2 ACF)

Amados, procurando eu escrever-vos com toda a diligência acerca da salvação comum, tive por necessidade escrever-vos, e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos. (Judas 1:3 ACF)

Por que tantos homens que usam a Bíblia Almeida Corrigida (Fiel) recusam lutar por ela? Na raiz da questão, a razão é simples: total falta ou insuficiência de convicção. Eles usam a Almeida Corrigida (Fiel), mas realmente não crêem que é a preservada Palavra de Deus em português. Eles usam a Corrigida (Fiel) mas não têm uma convicção dada por Deus e sentida no coração, sobre sua autoridade. Eles usam a ACF mas, realmente, não se importam muito por ela. Se um homem de Deus realmente crê em alguma coisa e realmente se importa por ela, ele teria que lutar por ela.

Se um homem está convencido de que a Bíblia Almeida Corrigida (Fiel) é a preservada Palavra de Deus em português, sua convicção o motiva [e obriga] a lutar por ela e contra tudo aquilo que intenta solapá-la. (Tal homem não diz para si mesmo: "Eu preciso causar um bocado de problemas entre os irmãos e tornar-me muito impopular com um bocado deles, por fazer firme questão a respeito da Almeida Corrigida (Fiel)." Sofrer problemas e impopularidade não é  conscientemente procurado. É um subproduto de tomar posição por uma convicção).

Eu compreendo o que significa não ter uma convicção sobre a Bíblia Almeida Corrigida (Fiel), porque isto foi basicamente minha condição quando eu me graduei na Escola Bíblica (Seminário), em 1977, com a idade de 27 anos. Durante o meu treinamento bíblico (no Seminário Batista Pseudo-Fundamentalista 2 ) não me ensinaram nada sobre a história dos vários textos e versões. A Bíblia Almeida Corrigida (Fiel) era a única versão usada no púlpito, mas alguns de nossos professores freqüentemente a [criticavam e] "corrigiam". Um dos meus professores usava, na sala de aula, a Bíblia Almeida Atualizada 3 [reles e descarada ladra do nome de Almeida, divergindo dele em  centenas ou milhares de pontos, por seguir o Texto Crítico]. Na aula de grego, foi-me dado um texto da United Bible Societies e, embora tivéssemos assumido que era a inspirada Palavra de Deus, não fomos alertados de que diferia do Texto Recebido, a base da Bíblia Almeida Corrigida (Fiel) (e de todas as Bíblias desde a Reforma até recentemente). Meu professor de grego mantinha a posição de que tanto o TR [da Almeida Corrigida e da Almeida Corrigida Fiel] quanto o Texto Eclético [da NVI - Nova Versão Internacional] [e todos os Textos Críticos, da Almeida Atualizada, Almeida Revisada, Bíblia Viva, BLH - Bíblia na Linguagem de Hoje, Bíblia Novo Mundo dos Testemunhas de Jeová, Bíblias Católicas, etc.], são todas elas Bíblias conservadoras e acuradas, portanto aceitáveis. Ele não cria que nenhum texto ou versão fosse a perfeita Palavra de Deus, mas que todas, de um modo geral, o eram.

Como resultado de assim ser treinado, comecei a questionar a absoluta fidedignidade da Almeida Corrigida (Fiel). Eu me pegava questionando o texto ao invés de crendo-o. Em vez de apenas analisar o significado do texto da Bíblia, eu me pegava questionando a autenticidade dele.

Em 1978, quando comecei a visitar igrejas em busca de apoio para ir para o sul da Ásia como missionário, eu tinha certo preconceito contra a posição "Só Bíblias do TT" 4 . Eu usava somente a Almeida Corrigida Fiel nas minhas pregações, mas era muito ignorante sobre a questão do texto e das versões da Bíblia, e estava cheio de concepções erradas. Telefonei para um pastor pedindo-lhe para me conceder  uma reunião, e ele disse: "Filho, eu tenho uma pergunta para você. O que você crê sobre a Bíblia Almeida Corrigida (Fiel)?" Eu não me lembro que resposta lhe dei, mas sei que ele discerniu, pela minha resposta, que eu não sabia sobre o que estava falando! Após desligar, me lembro de ter pensado que aquele pastor era obviamente um daqueles matutos "Só Bíblias do TT". (Orgulho é um companheiro íntimo da posição pró Texto Crítico grego e pró versões modernas.)

O que estou dizendo é que, como um jovem pregador, não fiz da questão da Bíblia Almeida Corrigida (Fiel) uma prioridade pessoal, e não gostava da divisão causada pela defesa desta versão, secularmente consagrada, contra as versões modernas. A razão de eu não fazer prioridade pessoal daquilo, é que me faltava entendimento e convicção sobre o assunto.

Um homem que tem convicção sobre a autenticidade da Bíblia Almeida Corrigida (Fiel) como a preservada Palavra de Deus em português, não precisa ser odioso, mas precisa pôr-se de pé, expressar bem alto, e lutar pelas suas convicções. E ele não deverá se surpreender de que o homem a quem falta tal convicção o entenderá mal e o representará mal [deturpará] [e caluniará e odiará e procurará destruí-lo].


1 - Nota da Tradutora: Esta é uma adaptação, o original sempre traz "King James Bible", referindo-se àquela de 1611.

2 - Nota da Tradutora: Esta é uma adaptação, o original sempre traz "Tennessee Temple".

3 - Nota da Tradutora: Esta é uma adaptação, o original sempre traz "New American Standard Version".

4 - Nota da Tradutora: Esta é uma adaptação, o original sempre traz "King James Only".



(retorne à PÁGINA INDEX de Sola Scriptura TT / Bibliologia-Traducoes)