A BLH Bíblia na Linguagem de Hoje da Sociedade Bíblica Brasileira, Good News Bible, Good News for Modern Man, TEV, são infames paráfrases do Texto Crítico, por Bratcher, e enfraquecem o juízo de Deus e o evangelho.


 

 

O Justo Juízo de Deus Sobre o Mundo Pecaminoso, Deturpado na Bíblia na Linguagem de Hoje

 

Waldemar Janzen 5 de Setembro de 2000

 

 

 

 

 

Sem o Juízo de Deus, que na Bíblia sempre é sinônimo de castigo/punição, o que resta do Cristianismo?

 

Observem, atentamente, quando lerem as duas colunas abaixo, lado a lado, o uso seletivo das palavras “Juízo” e “julgamento” em relação ao povo Judeu, gentios e a justiça secular.

 

 

JFA – João Ferreira de Almeida (Fiel)

BLH – Bíblia na Linguagem de Hoje

Mat.10: 15

Em verdade vos digo que, no dia do juízo, haverá menos rigor para o país de Sodoma e Gomorra do que para aquela cidade.

Lembrem-se disto: no Dia do Juízo, Deus terá...

    Mat.11:22,24

Por isso eu vos digo que haverá menos rigor para Tiro e Sidom, no dia do juízo, do que para vós.

Eu vos digo, porém, que haverá menos rigor para os de Sodoma, no dia do juízo, do que para ti.

Pois eu afirmo que, no Dia do Juízo, Deus terá mais pena ...

 

Pois eu afirmo que, no Dia do Juízo, Deus terá mais pena ...

Mat.12: 18,36

Eis aqui o meu servo, que escolhi, o meu amado, em quem a minha alma se compraz; porei sobre ele o meu espírito, e ele anunciará aos gentios o juízo.

Mas eu vos digo que de toda palavra ociosa que os homens disserem hão de dar conta no dia do juízo.

... julgamento...

 

 

 

 

... ...Dia do Juízo......

Mat.12:41, 42

Os ninivitas ressurgirão no juízo com esta geração, e a condenarão, porque se arrependeram com a pregação de Jonas. E eis que está aqui quem é mais do que Jonas.

A rainha do meio-dia se levantará no dia juízo com esta geração, e a condenará; porque veio dos confins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão. E eis que está aqui quem é maior do que Salomão.

No Dia do Juízo o povo de Nínive vai se levantar e acusar vocês, pois eles se arrependeram dos seus pecados quando ouviram a pregação de Jonas. E eu afirmo que o que está aqui é maior do que Jonas.

No Dia do Juízo a Rainha de Sabá...

 

 

... E eu afirmo que o que está aqui é maior do que...

 

O “se levantarão... ... com esta geração”  se refere à ressurreição mas o “ vai se levantar” se refere a um protesto.

 

O “eis aqui quem” se refere a Jesus e o “o que está aqui” se refere às obras de Jesus!

 

Jo.5: 24, 29

Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna e não entra em condenação, mas passou da morte para a vida.

os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida, e os que fizeram o mal, para a ressurreição da condenação.

....não será julgado...

 

 

 

 

 

 

... vão ressuscitar e ser condenado.

Jo.9: 39

E disse-lhe Jesus: Eu vim a este mundo para juízo, a fim de que os que não vêem vejam, e os que vêem sejam cegos.

...Eu vim a este mundo a fim de julgar. ...

Jo.12: 31

Agora é o juízo deste mundo; agora será expulso o príncipe deste mundo.

Chegou a hora de este mundo ser julgado, e aquele que manda nele será expulso.

Jo.16: 8 - 11

E quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo: do pecado, porque não crêem em mim; da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais, e do juízo, porque o príncipe deste mundo já está julgado.

Quando o Espírito Santo vier, ele convencerá a gente do mundo de que eles tem uma idéia errada a respeito do pecado e do que é direito e justo e também do julgamento de Deus. Estão errados a respeito do pecado porque não crêem em mim; estão errados a respeito do que é direito e justo porque eu vou para o Pai, e vocês não me verão mais.

E também estão errados  a respeito do julgamento porque aquele que manda neste mundo já está julgado.

 

Será que a BLH se refere a Bill Clinton, o povo judeu, Alan Greespan ou ainda outro, quando cita: “Aquele que manda neste mundo”?

 

Atos 24: 25

E tratando ele da justiça, e da temperança, e do juízo vindouro, Félix, expavorido, respondeu: Por agora vai-te, e em tendo oportunidade te chamarei.

Mas Quando Paulo começou a falar da bondade, o domínio próprio e o dia do Juízo Final, Felix ficou com medo e disse: ...

Rom.2: 2,3,5

E bem sabemos que o juízo de Deus é segundo a verdade, contra os que tais coisas fazem.

E tu, ó homem, que julgas os que fazem tais coisas, cuidas que, fazendo-as tu, escaparás ao juízo de Deus?

Mas, segundo a tua dureza e teu coração impenitente, entesouras ira para ti no dia da ira e da manifestação do justo juízo de Deus,

Nós sabemos que Deus é justo quando condena o que fazem estas coisas.

 

 

... Você pensa que escapará do julgamento de Deus? ...

Mas o seu coração é duro e teimoso, e por isso você está aumentando ainda mais o castigo que  vai sofrer no dia em que o castigo e os julgamentos justos de Deus forem revelados.

Rom.3: 19

Ora, nós sabemos que tudo o que a lei diz, aos que estão debaixo da lei o diz, para que se cale toda boca e todo o mundo fique sujeito ao juízo de Deus;

 

 

... para que todas as pessoa do mundo fiquem sujeitas ao castigo de Deus.

Rom.5: 16, 18

E não foi assim o dom como a ofensa, por um só que pecou. Porque o juízo veio de uma só ofensa, na verdade, para condenação, mas o dom gratuito veio de muitas ofensas para justificação.

Pois assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também por um só ato de justiça veio a graça sobre todos os homens para justificação e vida.

E existe uma diferença entre o que Deus dá e o pecado de um só homem. Porque, no caso do pecado, a condenação veio por causa de um só pecado. Porém, no caso da salvação, Deus aceita de graça os que têm cometido muitos pecados.

Portanto, assim como um pecado condenou todos os seres humanos, assim também um ato de salvação libertou todos e lhes deu vida.

Rom.11: 33

Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos!

 

 

... Como são profundos o seu conhecimento e a sua sabedoria! Quem pode explicar as suas decisões? Quem pode entender os seus planos?

I.Cor.6: 1

Ousa algum de vós, tendo uma queixa contra outro, ir a juízo perante os injustos, e não perante os santos?

... pedir justiça a juízes que não são cristãos? ...

 

Ah! Agora os tradutores da BLH se lembraram da justiça, logo quando ela não se aplica à Deus e sim aos homens! Dá para duvidar das intenções?

 

II.Tess.1: 5

Prova clara do justo juízo de Deus, para que sejais havidos por dignos do reino de Deus, pelo qual também padeceis;

Essa é uma prova de que Deus é justo na sua maneira de julgar. Como resultado de tudo isso, vocês se tornarão merecedores do seu Reino, pelo qual estão sofrendo.

Hebr.6: 2

E da doutrina dos batismos e da imposição de mãos, e da ressurreição dos mortos, e do juízo eterno.

 

 

... e o  julgamento eterno.

Hebr.9: 27

E, como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo depois disso o juízo,

 

 

... e depois ser julgada por Deus.

Hebr.10: 27

Mas uma expectação horrível do juízo, e ardor de fogo que há de devorar os adversários.

Ao contrário, resta apenas medo do que acontecerá: medo do Julgamento e do fogo ardente que destruirá os que são contra Deus.

Tiago 2: 13

Porque o juízo será sem misericórdia para aquele que não fez misericórdia; a misericórdia triunfa do juízo.

Quando Deus julgar, não terá misericórdia dos que não tiveram pena dos outros. Mas os que tiveram pena dos outros não serão condenados no Dia do Juízo Final.

II Pedro 2: 4, 9

Porque se Deus não perdoou aos anjos quando pecaram, mas havendo-os lançado no inferno, os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo;

Assim sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reservar os injustos para o dia do juízo, que já estão sendo castigados;

Pois Deus não deixou escapar os anjos que pecaram, mas os jogou no inferno e os deixou presos com correntes na escuridão, esperando o Dia do Julgamento.

Assim o Senhor sabe como livrar das aflições as pessoas dedicadas a ele e também sabe como guardar os maus debaixo do castigo para o Dia do Julgamento.

 

A BLH prega prisão preventiva até o dia do julgamento, mas já com punição!

 

II.Pedro 3: 7

Mas os céus e a terra que agora existem pela mesma palavra, se reservam como tesouro, e se guardam para o fogo, até o dia do juízo e da perdição dos homens ímpios.

 

... .Estão sendo guardados para o Dia do Julgamento e da destruição das pessoas más.

I Jo.4: 17

Nisto é perfeito o amor para conosco, para que no dia do juízo tenhamos confiança; porque, qual ele é, somos também nós neste mundo.

O amor é aperfeiçoado em nós para que tenhamos coragem no Dia do Juízo, porque a nossa vida neste mundo é como a vida de Cristo.

 

Coragem para que? Para não temer perseguir os Judeus no Dia do Juízo deles e em nome de Deus ?

 

Judas 4, 6, 15

Porque se introduziram alguns, que já antes estavam escritos para este mesmo juízo, homens ímpios, que convertem em dissolução a graça de nosso Deus, e negam a Deus, único dominador e Senhor nosso, Jesus Cristo.

E aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, reservou na escuridão e em prisões eternas até ao juízo daquele grande dia,

Para fazer juízo contra todos e condenar dentre eles todos os ímpios, por todas as obras de impiedade, que impiamente cometeram, e de todas as duras palavras que ímpios pecadores disseram contra ele.

 

 

... as Escrituras Sagradas anunciaram essa condenação que eles já receberam.

 

 

 

 

 

... onde Deus os está guardando para aquele grande  Dia em que serão condenados.

... para julgar todos

Apoc.14: 7

Dizendo com grande voz: Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é chegada a hora do seu juízo; e adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas.

 

...Pois já chegou a hora de Deus julgar a humanidade.  ...

 

Julgamento: (Do dicionário) Ato ou efeito de julgar. Sentença judicial. Decisão. Apreciação, exame.

 

Processo de apuração/avaliação. De duas uma: É julgado e absolvido ou é julgado e condenado.

 

Determina o que cabe por direito ao caso mas não implica na execução da pena.

Juízo: (Do dicionário) Julgamento + Foro em que se administra justiça. Lugar onde se exerce ou pratica a justiça, ... .

 

Aplicação da sentença do julgamento ao condenado.

 

Determina o que cabe por direito ao caso e implica na aplicação da pena. No caso do juízo divino sempre implica em aplicação da pena de condenação. O que varia é o grau de condenação.  Mat. 10:15 Em verdade vos digo que, no dia do juízo, haverá menos rigor para a terra de Sodoma e Gomorra do que para aquela cidade.

 

Ex.: O réu comparece perante um tribunal para julgamento. Durante o julgamento o réu é apenas objeto de apreciação/averiguação. O tribunal, na apuração dos fatos, pode ou absolver ou condenar o réu. Só depois de provado culpado sua sentença é promulgada pelo juiz e executada pela justiça.

 

O Dia do Juízo de Deus não investiga mais nada, a não ser o grau de condenação, promulga e executa a sentença! Não há mais julgamento de verificação de culpabilidade. Portanto não é o Dia do Julgamento, porque não se julga mais nada para efeito de absolvição.

 

Mas é esta a impressão que a BLH nos transmite, de que as pessoas ainda serão avaliadas pelas suas obras e, eventualmente absolvidas. ...Eu vim a este mundo a fim de julgar. ... Jo.9:39. Chegou a hora de este mundo ser julgado, Jo. 12:31  ... e o  julgamento eterno.  ... Hebr.6:2 ... e depois ser julgada por Deus. Hebr. 9:27, etc.

 

Em todas estas passagens o texto fiel fala em Juízo e não julgamento.

 

É por isto e outras coisas que ela é uma boa Bíblia ecumênica: Salvação pelas obras.

 

Se a BLH tem razão então a morte de Cristo foi um sacrifício desnecessário e inútil. Deus, neste caso, foi o mentor de um assassinato!

 

Se o homem pode se salvar a si mesmo a morte de Cristo foi inútil e o cristianismo é um conto de fadas perverso e pré-conceituado.

 

A queda do homem, portanto, também é uma invenção e a condenação eterna uma injustiça, porque todos pecamos, uns mais, uns menos. Neste caso caberia apenas um tipo de castigo temporário, algo como um purgatório ou processo de melhoramento do karma.

 

De fato, em Tiago 2: 13 a BLH prega salvação pelas obras.

 

O que resta do Cristianismo se o juízo de Deus é retirado? Pense um pouco sobre isto.

Respondeu?                  Nada resta!

 

Se não há juízo, apenas julgamento, não há o que temer. Vou me reconciliar com Deus a troco de que? Por qual motivo?

 

Vamos acordar povo de Deus!

 

Jesus nos exortou: Eis que vos envio como ovelhas ao meio de lobos; portanto, sede prudentes como as serpentes e simples como as pombas. Mat. 10:16

 

Não se enxerga mais lobos a não ser aos que competem/concorrem com os  nossos cargos nas igrejas!

 

Vamos pedir a Deus para enxergarmos novamente os verdadeiros lobos que nos perverteram a Palavra de Deus, nos forçaram-na guela abaixo, e nós a aceitamos de bom grado. Será que o conteúdo da exortação de Jesus se inverteu? Por acaso nos tornamos tolos como as pombas e falsos como as serpentes? Deus nos salve!

 

Porque os tradutores mudaram de “Dia do Juízo” (execução da sentença) nos evangelhos, exceto Mat. 12:18,  para “Dia do Julgamento” (avaliação do mérito) nas cartas, exceto I.Jo.4: 17?

 

Será que eles querem fazer referir o primeiro aos Judeus e o segundo aos Gentios? Porque parece que nestas circunstâncias há a mudança do uso das palavras. Será que os judeus merecem o extermínio mas não os gentios serão apenas averiguados?

 

Isto também acontece na BLH com o uso das palavras “Messias” quando se refere ao líder dos Judeus, e “Cristo” quando se refere ao espiritual, algo como consciência crística.

 

Se isto for comprovado ela é uma Bíblia racista. (Os judeus terão sobre si, segundo a BLH, o Dia de Juízo (execução) mas os gentios devem ser avaliados pelas suas obras e eventualmente, ao menos em parte, absolvidos!)

 

Dizem alguns entendidos que os “irmãos”  ao que se refere: “Nós sabemos que já passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos. Quem não ama permanece na morte.” I. João 3:14  se refere principalmente aos Judeus incrédulos e só em segundo plano aos que estão em Cristo.

 

Teria um motivo para isto?

 

Não os amamos, os honramos, pelas suas obras mas pelo que sofreram para preparar o berço para o Salvador o qual nos providenciou a remissão dos pecados a qual nos permitiu reconciliação com Deus através de sua morte na cruz, se bem que Deus vai julgar as sua obras e incredulidade.

 

Na virada do século IXX o teólogo liberal H. Richard Niebuhr escreveu:  O cristianismo liberal é reduzido “a um Deus sem ira, o qual leva as pessoa com a ajuda de Cristo sem a cruz, sem (consideração pelos) pecados para um Reino sem juízo.”

 

II. Cor. 5:19 da BLH reflete fielmente este espírito: “A nossa mensagem é esta: Deus não leva em conta os pecados dos seres humanos e, por meio de Cristo, ele está fazendo que eles sejam seus amigos: E Deus nos mandou entregar a mensagem sobre a maneira como ele faz que eles se tornem seus amigos.”

 

Na tradução fiel: “Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes não imputando os seus pecados e pôs em nós a palavra da reconciliação.

Comparando as duas:

 

                                              BLH                                                            JFASBT         

1-Divindade de Cristo:     por meio de Cristo                             Deus estava em Cristo

2-Pecado:                         não leva em conta                             não imputando

3-Reconciliação: está fazendo que eles sejam seus amigos       reconciliando

 

Compare isto mais uma vez com a afirmação de Niebuhr.

 

No entanto, necessita-se ser reconciliado com um Deus irado. Esta reconciliação só pode ser feito com meios legítimos. É apenas o próprio Deus que poderia oferecer este meio se tornando carne e pagando por nós. Desta forma ele levou em conta, sim, e muito, ao ponto de oferecer o seu filho amado em sacrifício pelos nossos pecados, apenas não nos imputando-os mais porque Cristo já pagou pelos mesmos.

 

A BLH certamente é a materialização da teologia modernista, pois, além da retirada do justo Juízo de Deus sobre o mundo pecaminoso também não reconhece os vocábulos: reconciliação (com Deus), expiação, justificação, propiciação, ira de Deus, além de expulsar o Senhor Jesus Cristo da trindade até no Velho testamento através da tradução da palavra “Elohim” (Deus no plural, que aparece em torno de 2500 vezes.) por “o Eterno”, igual ao Talmude que foi, em parte, a inspiração para a Teosofia, a qual por sua vez é a central mentora do movimento da Nova Era.

 

Vê o que acontecerá aos que assim pervertem a Palavra de Deus, ativamente quando a traduzem e vendem, passivamente quando a usam depois de devidamente alertados:  “Eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro: Se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus lhe acrescentará as pragas que estão escritas neste livro; e se alguém tirar qualquer coisa das palavras do livro desta profecia, Deus lhe tirará a sua parte da árvore da vida, e da cidade santa, que estão descritas neste livro.”  Apoc. 22:18-29

E se esta ameaça do Apocalipse não precisa mais ser levada a sério, porque levar a sério qualquer outra doutrina da Palavra de Deus? como, p.ex., sobre a condenação eterna, o justo Juízo sobre o mundo pecaminoso, o inferno, o arrebatamento, a perdição, a ressurreição, a morte substituta de Cristo, o sangue de Jesus Cristo, etc., etc.

 

O que das nossas pregações? Contudo, eu vos digo que no dia do juízo haverá menos rigor para a terra de Sodoma do que para ti. Mat.11:24.

 

 

 

 

 

 

(retorne à página index de http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traduções/)