(Defesa da KJB e LTT)

5. Filipenses 2:6-7:

... Não cogitou do ato- de- manter- retido- agarrado o (fato de) ser Ele igual a Deus,
... , a Si mesmo fez de nenhuma reputação...




Will Kinney



(“A Semelhança das Versões Moderninhas com a Tradução dos Testemunhas de Jeová”)

 

KJB (King James Bible, 1611):
“6 Who, being in the form of God, thought it not robbery to be equal with God: 7 But made himself of no reputation, and took upon him the form of a servant, and was made in the likeness of men:”

LTT (Bíblia Literal do Texto Tradicional, 2008):
6 O Qual, sendo {*} {**} no Seu perfil {***} de Deus, não cogitou do ato- de- manter- retido- agarrado {****} o (fato de) {**} ser {*} {**} Ele igual a Deus,
{* KJB} {** desde antes da criação, desde a eternidade passada, sem início} {*** forma exterior refletindo permanentes essência e natureza} {**** ato de manter-Se agarrado a algo de Sua natureza e legítima propriedade, não abrindo mão de 1mm dela nem por 1 segundo}

7 Contudo, a Si mesmo fez de nenhuma reputação {*}, perfil {**} de escravo havendo Ele tomado (sobre Si), na semelhança {***} de homens havendo-Se tornado;
{* KJB} {** forma exterior refletindo permanentes essência e natureza} {*** ou "vestimenta- característica- de"}



A frase "
não cogitou do ato- de- manter- retido- agarrado o (fato de) ser Ele igual a Deus", como se encontra na Bíblia King James, ensina claramente que Jesus Cristo era de fato Deus.

Note os comentários de alguns comentaristas ortodoxos.



John Gill:
“Não julgou como usurpação o ser igual a Deus" o Pai, pois se ele era na mesma forma, natureza e essência, ele tem que ser igual a ele, como ele é, porque ele tem as mesmas perfeições, como a eternidade, onisciência , onipotência, onipresença, imutabilidade, e auto-existência: portanto, ele tem os mesmos nomes gloriosos, como Deus, o poderoso Deus, o verdadeiro Deus, o Deus vivo, Deus sobre todos, Jeová, o Senhor da glória. As mesmas obras de criação e providência são atribuídas a ele, e a mesma adoração, homenagem, e honra lhe foram dados: ser "em forma de Deus", e ser "igual a Deus", significam a mesma coisa, uma [expressão] é explicativo da outra: e esta forma divina e igualdade, ou verdadeira e própria divindade, ele não conseguiu pela força e rapina, por roubo e usurpação, como Satanás tentou fazer, e como Adam, por sua instigação, também efetuou;”

Matthew Henry:
"Ele não julgou como usurpação o ser igual a Deus; não pensou-se culpado de qualquer invasão do que não lhe pertence, ou de assumir o direito de outro. Ele disse: Eu e o Pai somos um, Jo 10:30. É o pior grau de assalto, para qualquer homem ou mera criatura, fingir ser igual a Deus, ou professar ser um com o Pai. Isto equivale a um homem roubar a Deus, não nos dízimos e ofertas, mas nos direitos de sua Divindade. "



“Não
cogitou do ato- de- manter- retido- agarrado o (fato de) ser Ele igual a Deus não é apenas a leitura da Bíblia King James, mas também de
Tyndale 1525,
Coverdale 1535,
a Bíblia do Bispo 1568,
a Bíblia de Genebra 1587,
Young,
a Versão com Nomes Hebraicos,
a tradução Lamsa da Peshitta Siríaca,
a Bíblia do Terceiro Milênio,
a tradução de Webster de 1833,
Wycliffe, e
a NKJV edição 1982 (mas não a NKJV 1979).

Ao ser igual a Deus, Jesus Cristo não estava roubando ou tomando algo que não lhe pertencia. Ele [sempre] foi e é [e será] igual a Deus Pai.

No entanto muitas versões modernas dão-nos uma tradução fabricada que significa exatamente o oposto. Eu estou atualmente em um debate [pela internet] com um Testemunha de Jeová que, é claro, nega que Jesus Cristo é Deus. Ele diz: "Quanto a Filipenses 2:6, a ambiguidade é simplesmente aquele que é compartilhada por muitos tradutores e exegetas. A Bíblia de Estudo Harper Collins NRSV (New Revised Standard Version) afirma que algumas das palavras-chave utilizadas aqui "têm intrigado os tradutores" e são "problemáticas."

A Tradução Novo Mundo, que os TJ usam, diz: "o qual, embora existisse em forma de Deus, não deu consideração a uma usurpação, a saber, que devesse ser igual a Deus."

Em seguida, ele passa a mostrar as leituras encontradas em muitas versões modernas.


NASB "não considerou a igualdade com Deus uma coisa a ser tomada- e- agarrada com as mãos"

Revised Standard Version "não contou igualdade com Deus uma coisa que a ser tomada- e- agarrada com as mãos"

Nova Bíblia de Jerusalém [em inglês] " não contou igualdade com Deus algo a ser tomado- e- agarrado com as mãos "

Diaglott Enfático "todavia não meditou uma usurpação ser igual a Deus"

21st Century Free "ele nunca nem sequer considerou a possibilidade de ser igual a Deus."

Versão Revisada "não antecipou como recompensa ser em pé de igualdade com Deus."

Goodspeed "não estendeu-se para agarrar com as mãos a igualdade com Deus."

NKJV edição 1979 "não considerou a igualdade com Deus algo a ser tomado- e- agarrado com as mãos."

NIV "não considerou igualdade com Deus algo a ser tomado- e- agarrado com as mãos.".


[Como um exemplo em português, veja a BLH, a Bíblia em Linguagem de Hoje: “6  Ele tinha a natureza de Deus, mas não tentou ficar igual a Deus.”]

Tenha em mente que este é um Testemunha de Jeová que está usando essas versões moderninhas para apoiar a sua visão de que Jesus Cristo não era Deus!

Para se ter uma ideia mais clara de quanto o significado da frase "
não cogitou do ato- de- manter- retido- agarrado o (fato de) ser Ele igual a Deus” [da KJB e da LTT] é diferente do significado da frase “não considerou a igualdade com Deus algo a ser tomado- e- agarrado com as mãos” [das bíblias moderninhas], compare as seguintes declarações

"O homem negro não julgou como ação de roubar o fato de [incessantemente] ser ele igual ao homem branco." Em outras palavras, ele não estava roubando algo que não pertencia a ele, ele é, em tudo, igual ao homem branco.

"O homem negro não considerou a igualdade com o homem branco algo a ser tomado- e- agarrado com as mãos." Em outras palavras, ele [nunca foi, não era, e] nem mesmo tentou ser igual [ao homem branco], ele pensou que isto estava muito além dele [era inalcançável].

O significado encontrado na NASB, NIV, NKJV edição 1979, ESV, RSV é totalmente diferente do encontrado na Bíblia King James e outras que [nesta passagem] revelam a plena divindade de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Outra mudança de significado é encontrada no versículo 7, onde nos é dito por Deus [traduzido na KJB, na LTT, e similares] que Cristo "fez a Si Mesmo de nenhuma reputação". Esta é uma daquelas que o cara TJ chamou de "passagens problemáticas e ambíguas” e diz que tem deixado os tradutores perplexos. O verbo usado aqui tem sido traduzido de variadas maneiras: "esvaziou-se a si mesmo", "fez a si mesmo de nenhum efeito", "ser em vão" e "fez si mesmo de nenhuma reputação". Os tradutores da King James traduziram corretamente e muitas outras versões nos dão uma tradução que não faz nenhum sentido [ou colide frontalmente contra muitas passagens das Sagradas Escrituras].

Outras Bíblias que nos exortam a seguir o exemplo de Cristo, que "fez a Si Mesmo de nenhuma reputação", são Tyndale 1525, Coverdale 1535, a Bíblia do Bispo 1568, a Bíblia de Genebra 1587, a NKJV edição 1982 (mas não a NKJV 1979), a tradução Lamsa da Peshitta Siríaca, a tradução Webster 1833, a KJV do século 21º, e a Bíblia do Terceiro Milênio. A Bíblia Wycliffe de 1395 diz: "Ele humilhou a Si mesmo, tomando a forma de um servo".

No entanto, em vez de "fez a Si Mesmo de nenhuma reputação", a NIV, NASB, RSV e NVI edição 1979 novamente correspondem à Tradução Novo Mundo dos Testemunhas de Jeová. Elas dizem que Cristo "esvaziou a si mesmo" (NASB, NKJV 79, RSV, TNM) ou "se fez nada" (NIV). [Como exemplos em português, as NVI e ARA (e ACF, infelizmente) dizem que Jesus “esvaziou-se a si mesmo”. Não admira que Pr. AAAA me contou que uma seminarista, no Ceará, entendia que o tórax de Jesus ficou oco, vazio de tudo, sem nenhum órgão interno, só a casca por fora]. Agora, se Cristo se fez nada ou esvaziou a si mesmo, então NÃO HAVIA NADA LÁ. Se eu esvaziar uma caixa, o que resta? Nada.

O Senhor Jesus Cristo não estava vazio nem se exterminou, nem se aniquilou e transformou em nada quando Ele veio à Terra. Ele era cheio de graça e de verdade. Nele [sempre] habitou [e habita e habitará] toda a plenitude da Divindade, corporalmente. Mas Ele fez si mesmo de nenhuma reputação. Ele nasceu em um estábulo, de uma família comum e pobre; Ele não veio para buscar a Sua própria glória, mas a de Seu Pai, e Ele disse muitas vezes às pessoas que Ele tinha curado para não contarem a ninguém. Quando as multidões queriam fazê-lo rei [por motivos errados], Ele retirou-se para ficar sozinho em uma montanha. Quão diferente da nossa tendência pecaminosa de querermos ser reconhecido, fazer um nome para nós mesmos, e ter os outros homens olhando para nós como se fôssemos uma grande personagem.

Nem todas as bíblias ensinam a mesma coisa. Muitas versões moderninhas continuamente diminuem a glória e a divindade de nosso Senhor Jesus Cristo. A Bíblia King James exalta o Senhor Jesus Cristo para o Seu lugar de direito, ensinando que "DEUS se manifestou em carne" 1 Timóteo 3:16. Compare a NASB, NIV e TNM (dos TJ’s) aqui para um exemplo. Veja também Romanos 14:10, 1João 5:7, 1 Coríntios 15:47 e Lucas 23:42.

ACF

ARA

NIV

TNM (dos TJ’s)

“E, sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade: Deus se manifestou em carne, foi justificado no Espírito, visto dos anjos, pregado aos gentios, crido no mundo, recebido acima na glória.” (1 Timóteo 3:16 ACF)

“Evidentemente, grande é o mistério da piedade: Aquele que foi manifestado na carne foi justificado em espírito, contemplado por anjos, pregado entre os gentios, crido no mundo, recebido na glória.” (1 Timóteo 3:16 RA)

“Beyond all question, the mystery of godliness is great: He appeared in a body, was vindicated by the Spirit, was seen by angels, was preached among the nations, was believed on in the world, was taken up in glo” (1 Timothy 3:16 NIV)

Deveras, o segredo sagrado desta devoção piedosa é admitidamente grande: ‘Ele foi manifestado em carne, foi declarado justo em espírito, apareceu a anjos, foi pregado entre nações, foi crido no mundo, foi recebido acima em glória.’ (1 Timóteo 3:16 TNM)

“Mas tu, por que julgas teu irmão? Ou tu, também, por que desprezas teu irmão? Pois todos havemos de comparecer ante o tribunal de Cristo.(Romanos 14:10 ACF)

 

“Tu, porém, por que julgas teu irmão? E tu, por que desprezas o teu? Pois todos compareceremos perante o tribunal de Deus.” (Romanos 14:10 RA)

 

“Portanto, você, por que julga seu irmão? E por que despreza seu irmão? Pois todos compareceremos diante do tribunal de Deus.” (Romanos 14:10 NVI)

 

10 Mas, por que julgas tu o teu irmão? Ou, por que menosprezas também o teu irmão? Porque nós todos ficaremos postados diante da cadeira de juiz de Deus; (Rm 14:10 TNM)

“Porque três são os que testificam no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um.” (1 João 5:7 ACF)

 

“Pois há três que dão testemunho [no céu: o Pai, a Palavra e o Espírito Santo; e estes três são um.” (1 João 5:7 RA)

(colchetes [] significam que o que está dentro deles não é parte do texto grego que os editores consideram a melhor opção)

“Há três que dão testemunho:” (1 João 5:7 NVI)

 

7 Porque são três os que dão testemunho: (1Jo 5:7 TNM)

“O primeiro homem, da terra, é terreno; o segundo homem, o SENHOR, é do céu.” (1 Coríntios 15:47 ACF)

 

“O primeiro homem, formado da terra, é terreno; o segundo homem é do céu.” (1 Coríntios 15:47 RA)

 

“O primeiro homem era do pó da terra; o segundo homem, dos céus.” (1 Coríntios 15:47 NVI)

O primeiro homem é da terra e feito de pó; o segundo homem é do céu. (1 Coríntios 15:47 TNM)

“E disse a Jesus: Senhor, lembra-te de mim, quando entrares no teu reino.” (Lucas 23:42 ACF)

 

“E acrescentou: Jesus, lembra-te de mim quando vieres no teu reino.” (Lucas 23:42 RA)

 

“Então ele disse: “Jesus, lembra-te de mim quando entrares no teu Reino”.” (Lucas 23:42 NVI)

 

42 E ele prosseguiu a dizer: “Jesus, lembra-te de mim quando entrares no teu reino.” 43 E ele lhe disse: “Deveras, eu te digo hoje: Estarás comigo no Paraíso. (Lucas 23:42 TNM)

 




Finalizamos lembrando, solenemente:
9 Por isso também, Deus O exaltou supremamente e Lhe deu o nome {*} que é sobre todo o (outro) nome;
{* "Jesus" = "Jeová, o Salvador" = "o Senhor, o Salvador", ver v. 10. Mas comp. Sl 138:2}
10 A fim de que, ao {*} nome de Jesus, todo o joelho se dobre (de seres de os céus, e de sobre a terra, e de debaixo da terra), {* KJB}
11 E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus (o Pai).
Is 45:23






Will Kinney
(traduzido por Valdenira N.M. Silva, 2012)




(
http://www.blessedquietness.com/journal/resource/issueskjv.htm)

 





Só use as duas Bíblias traduzidas rigorosamente por equivalência formal a partir do Textus Receptus (que é a exata impressão das palavras perfeitamente inspiradas e preservadas por Deus), dignas herdeiras das KJB-1611, Almeida-1681, etc.: a ACF-2011 (Almeida Corrigida Fiel) e a LTT (Literal do Texto Tradicional), que v. pode ler e obter em BibliaLTT.org, com ou sem notas).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de
http://solascriptura-tt.org)

(retorne a http://solascriptura-tt.org/ Bibliologia-Traducoes/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )