LÍDIA - A PRIMEIRA CONVERTIDA DE PAULO NA EUROPA

Valdenira Nunes de Menezes Silva





"E uma certa mulher chamada Lídia... nos ouvia, e o Senhor lhe abriu o coração para que estivesse atenta ao que Paulo dizia" (Atos 16:14).




Muitas mulheres da Bíblia foram usadas pelo Senhor para que Seu plano se tornasse realidade. A Europa precisava ser evangelizada e a semente do evangelho foi lançada naquelas terras pelo apóstolo Paulo através de uma mulher forte porém de coração meigo. O seu nome era Lídia.
Foi, exatamente, em Filipos, um lugar improvável para a palavra de Deus ser semeada, que ela ouviu da boca do apóstolo as palavras do shema: "Ouve, Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor. Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças" (Deuteronômio 6:4).
Podemos imaginar Paulo usando estas palavras introdutórias do seu sermão para falar do Senhor Jesus àquele povo sedento que não tinha nem mesmo lugar para adorar a Deus (as mulheres se reuniam à beira de um rio para, ali, orarem ao Pai e Lídia orava com elas).
Lídia, comerciante de grande destaque que viera da Ásia Menor, vendia, em Filipos, tecidos finos tingidos de um tom de púrpura que variava de vermelho escarlate a um púrpura escuro.
Ela não era judia mas tinha o coração aberto para conhecer este Deus que tanto fizera e fazia pelo povo judeu. Ela sabia dos milagres e do perdão contínuo a este povo que Ele chamava de Seu povo.

Lídia, atenta às palavras de Paulo, conheceu Jesus, o próprio Deus, que desceu da Sua glória no céu, da Sua majestade para lhe dar as boas novas do evangelho e derramar o Seu precioso sangue e morrer numa cruz para lhe salvar e dar a vida eterna.

Ah, irmã! Podemos imaginar a doce Lídia com lágrimas nos olhos, adorando Aquele que morreu por muito amá-la, cantando hinos de louvor ao seu Salvador. Entendendo as sábias palavras do apóstolo Paulo, ela decidiu, mais tarde, juntamente com toda a sua família, ser batizada.
Agora, como uma mulher de Deus, e com um espírito hospitaleiro, ofereceu e insistiu com o apóstolo para ele, juntamente com Lucas e Timóteo, se hospedar em sua casa.

Amada irmã, quem dentre nós, mulheres crentes que, assim como Lídia, aceitamos Jesus como nosso Salvador, convidamos, sem hesitar e com muito amor, um pastor ou missionário com sua família (esposa e filhos) para se hospedarem em nossa casa? Esta é uma situação que nos deixa, muitas vezes, apreensivas, não é? Apreensivas e preocupadas com o que temos para oferecer, como teremos tempo para "fazer sala", que roupa de cama ou toalhas usaremos... "Marta, Marta, estás ansiosas e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária; e Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada" (Lucas 10:41).
Observando este versículo, o que você acha que o Senhor desejaria que você fizesse numa situação desta? Você deve ou não convidar o pastor e sua família para se hospedarem em sua casa?
Lídia não apenas convidou Paulo e os que estavam com ele para se hospedarem em sua casa mas sabemos que, provavelmente, o seu lar se transformou na sede da igreja em Filipos.
Este segundo grande passo dado por Lídia (permitir que a igreja se reunisse em sua casa) nos mostra o tamanho do seu coração e o seu amor pela obra.
A igreja se reunir em minha casa? Usar os meus banheiros? Tirar a minha privacidade?
Foi, exatamente, isto que Lídia permitiu que acontecesse em sua casa. Para ela, era um privilégio ter o seu lar como a "casa de Deus", onde se reunia a igreja. Para ela, não existia maior bênção... Deus escolher a sua casa para se reunir o Seu povo?

Não sei, amada irmã, se você aceitaria este desafio ou mesmo privilégio de ter a sua casa transformada no lugar onde se reuniria o povo de Deus. Mas... sabe de uma coisa? Eu tive este privilégio e aceitei o desafio de ver, todos os domingos e quartas-feiras, pessoas vindo à minha casa ouvir a palavra de Deus. Esta minha decisão foi uma bênção em minha vida.
Eu e meu marido aceitamos Jesus como nosso Salvador em João Pessoa, capital da Paraíba, e, pouco tempo depois, tivemos que nos mudar para a cidade de Campina Grande. O missionário americano Charles Smith, sua esposa Elsie e seus três filhos, vinham uma vez por semana em nossa casa para nos discipular. Sempre que eles viajavam de João Pessoa para Campina Grande, eles nos pediam para convidar pessoas para estudar conosco a palavra de Deus. Pouco a pouco este número de pessoas foi aumentando e, como tínhamos uma sala bem grande (até a construção desta sala estava nos planos de Deus), compramos dez bancos de igreja (cinco de um lado e cinco do outro) e, lá na frente, tínhamos o púlpito. Literalmente, nossa casa se transformou no lugar escolhido por Deus para se reunir a igreja que se iniciava. A igreja ficou usando a nossa casa por uns sete anos. Depois, a própria igreja comprou um galpão antigo e ficamos nos reunindo lá.
Lembro que Deus colocava em meu coração uma paz "que excede todo o entendimento" (Filipenses 4:7), quando tínhamos que desentupir vasos sanitários, arrumar e limpar quartos que serviam de Escola Dominical. Tudo isto, em nosso coração, era um privilégio, pois fazíamos tudo como se estivesse fazendo para o Senhor, não para homens. Agradeço ao Senhor por ter sentido por um longo período o mesmo que Lídia sentiu quando teve a igreja em sua casa.

Irmã, não hesite quando o Senhor lhe chamar para fazer algo para Ele mas encare tudo como um privilégio e com muita alegria.

Observando a vida de Lídia, em que aspecto você se parece com ela?
1- Com certeza, você se parece com ela em um aspecto... você é mulher assim como ela era.
2- Assim como Lídia, você fica atenta aos cultos para aprender, honrar e adorar o Senhor? Ou você "sempre" se levanta para beber água, se distrai conversando e nem sabe que assunto foi falado no culto de adoração ao Senhor?
3- Assim como Lídia, você já aceitou Jesus como seu único e suficiente Salvador? Você tem certeza de salvação?
4- Assim como Lídia, você já decidiu obedecer ao Senhor, sendo batizada e, deste modo, testemunhando ao mundo que você está enterrando a sua natureza velha (o homem velho) e se tornando uma nova mulher com uma nova natureza? A Bíblia nos diz ... "Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo" (2 Coríntios 5:17).
5- Assim como Lídia, você é hospitaleira? Você acolhe aquelas pessoas que estão precisando de sua hospitalidade?
Assim como Lídia, irmã, não abra apenas o seu coração para os que precisam de você mas abra , também, as portas da sua casa para "os obreiros do Senhor e Seu povo".
Então, em qual destes aspectos você se parece com Lídia?

Amadas irmãs sejamos...
1) mulheres corajosas como Lídia que se tornou a "mãe fundadora" da igreja na Europa;
2) mulheres que estão atentas ao chamado do Senhor para a realização de Seus planos enquanto peregrinamos aqui na terra.

A minha oração é que o Senhor me transforme numa mulher atenta e obediente ao Seu chamado.

"Obrigada, Pai querido, pelo missionário que colocaste no meu caminho e que me apresentou as novas do evangelho. Foi através dele que pude conhecer o Teu tão grande amor por mim, enviando o Teu Filho unigênito para morrer no meu lugar.
Obrigada porque preparaste o meu coração para crer, pela fé, que Jesus veio ao mundo para me dar a vida eterna no céu.
Que assim como Lídia e aquelas mulheres que oravam às margens de um rio, eu também possa ter um lugar de paz e tranqüilidade onde poderei derramar a minha alma diante do Teu altar.
Amém!"
---------------------------------------------------------------------

Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARC idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org/ )


Retorne a solascriptuta-tt.org/DoCoracaoDeValdenira/