MARTA OU MARIA? COM QUAL DELAS VOCÊ SE PARECE?

Valdenira Nunes de Menezes Silva





"... e certa mulher, por nome Marta, O recebeu em sua casa; E tinha esta uma irmã chamada Maria ..." (Lucas 10:38,39).




Dentre tantas mulheres deixadas por Deus na Bíblia e que nos servem de exemplo , vamos conhecer mais duas que viveram no tempo de Jesus e que foram amadas por Ele. Marta e Maria viveram em um povoado chamado Betânia. Elas eram irmãs de Lázaro, grande amigo do nosso Senhor.
Ambas tinham personalidades diferentes mas, cada uma a seu modo, amava Jesus. O Senhor também amava muito esta família

Certo dia, quando Jesus chegou à casa delas, Marta o convidou para jantar.
Como era de se esperar, tanto Marta como Maria deveriam cuidar dos hóspedes preparando a comida, arrumando a casa e fazendo tudo aquilo que era serviço próprio da mulher. Mas ... tudo aconteceu de modo diferente, pois enquanto ...

1- Marta se preocupava com coisas materiais ... Maria se deliciava com as coisas espirituais oferecidas por Jesus ;
2- Marta estava inquieta por estar trabalhando sozinha sem a ajuda da irmã ... Maria repousava aos pés do próprio Deus sabendo que Ele supriria as necessidades materiais;
3- Marta se esforçava para cozinhar uma boa alimentação ... Maria se esforçava para aprender mais do Senhor;
4- Marta foi censurada por Jesus ... Maria foi elogiada por Ele.

Vendo Marta que ela fazia tudo sozinha, decidiu ir reclamar de sua irmã a Jesus. Ela disse: "Senhor, não se te dá que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe que me ajude" (Lucas 10:40b)
Apesar de Marta ter reclamado de Maria a Jesus por ela estar trabalhando sozinha, sabemos que ela O amava. A sua maneira de demonstrar amor a Ele era sendo produtiva em seu trabalho, era suprindo as Suas necessidades físicas e, isto, ela fazia de todo o coração. Ela jamais imaginava que Ele a amava de qualquer jeito, pois ela já pertencia a Ele.
Apesar dela ter reclamado, Jesus respondeu amorosamente, indiferente aos costumes de Sua época, dizendo: "Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária; E Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada" (Lucas 10:41b-42).

Jesus aconselhava Marta a pensar nas coisas espirituais que são eternas e colocar as prioridades em seu lugar certo. Tudo tem seu tempo certo ... tempo de cozinhar ... tempo de descansar ... tempo de aproveitar a presença do próprio Deus em sua casa e ouvir dEle lições preciosas para sua vida. Isto Maria fez e foi elogiada por Jesus. enquanto Marta ansiosa e afadigada não escolheu a boa parte que jamais lhe seria tirada.
É importante termos o nosso cantinho para, diariamente, nos deliciarmos com os momentos de comunhão com o Senhor.
Em nossa vida temos que colocar Deus em primeiro lugar, depois vem nosso marido e, depois, vem "o bebê" e os outros filhos maiores (muitas mulheres quando estão com um filhinho recém nascido esquecem que têm um marido que necessita dela, da sua atenção, do seu amor). Tenho que organizar a minha vida de modo que eu coloque todas as coisas em seu lugar certo, não esquecendo que tenho que ter também minha casa organizada, a comida sempre pronta e eu bem bonita para meu marido.

Por que, então, ficar afadigada e ansiosa com o muito trabalho esquecendo-nos da boa parte que nunca nos será tirada? A Bíblia nos diz que "A ansiedade no coração deixa o homem abatido" (Provérbios 12:25) mas, por outro lado ... "O coração alegre aformoseia o rosto ..." (Provérbios 15:13).
Marta, naquele momento, não tinha um rosto bonito, pois a ansiedade tomava conta do seu coração e ela estava abatida enquanto que Maria tinha um semblante bonito, pois o seu coração estava alegre.
Marta estava ansiosa, preocupada, mas a Bíblia nos diz que não devemos estar inquietas por nada ... "Não estejais inquietos por coisa alguma ..." (Filipenses 4:6).

Ao lermos esta história sobre Marta e Maria, sempre vemos Marta de modo negativo e Maria de modo positivo. Talvez eu e você tivéssemos reagido do mesmo jeito que Marta reagiu - reclamando de alguém que poderia estar nos ajudando e correndo para deixar tudo pronto na hora certa. Alguém tinha que preparar a comida mas Marta estava trabalhando com um espírito revoltado e não com um espírito cheio de júbilo pela oportunidade de servir ao próprio Deus.
Quantas vezes nos sentimos como Marta quando vamos receber alguém em nossa casa? Não devemos ficar apreensivas se não temos ninguém para nos ajudar mas devemos encarar estes momentos como momentos especiais e como uma oportunidade de mostrar o nosso carinho e afeto por aqueles que nos darão o privilégio de tê-los conosco.
Quando lemos em Lucas 10:38b que "Marta O recebe em sua casa", vemos nela uma qualidade que é rara, hoje em dia, mesmo nas mulheres crentes ... a hospitalidade.
Em 1 Pedro 4:9 nós lemos: "Sendo hospitaleiros uns para com os outros, sem murmurações."
Você é uma mulher hospitaleira?
Você fica tranqüila mesmo sabendo que seu marido convidou alguém para almoçar com vocês, sem avisar?
A hospitalidade é um dom e ter este dom agrada a Deus.
Há uma poesia de Bonnie Wheeler que fala sobre ...

HOSPITALIDADE

É claro que creio em hospitalidade, Senhor.
Mas não na minha casa.

Não posso oferecer refeições caprichadas,
Meu pratos não combinam.
O sofá da sala precisa de conserto,
E o que vou fazer com as crianças?
O Senhor não compreende?

Mas, minha filha, eu compreendo.
Nunca tive casa, mas jamais mandei alguém embora;
Alimentei multidões com a comida mais simples -
Peixes e pães tomados de empréstimo.
É você que não compreende, filha.

Hospitalidade não é oferecer comida mais sofisticada
Nos pratos mais finos,
Numa casa imaculada, sem crianças.
Meu tipo de hospitalidade é especial:
Não são coisas, nem bens, nem tesouros.

Minha hospitalidade é compartilhar -
Você mesma,

Como eu fiz.

Amada irmã, apesar dos contratempos que houve, Marta foi uma mulher hospitaleira. Sua palavras proferidas após a morte do seu irmão Lázaro nos mostra que, realmente, ela era além de hospitaleira ... uma mulher que amava o Senhor e que O aceitou como o seu Salvador. Ela disse: "Sim, Senhor, creio que Tu és o Cristo, o Filho de Deus, que havia de vir ao mundo" (João 11:27).

Maria era o oposto de Marta. Observando-a, vemos nela o tipo de mulher que gostaríamos de ter coragem de ser, pois foi ela quem ...
1- Aproveitou aqueles momentos em que o próprio Deus estava em sua casa, apesar dos tantos afazeres que ela tinha;
2- Escolheu a boa parte, sem se preocupar com o serviço de casa que a estava esperando;
3- Assentou-se aos pés de Jesus para ouvir a Sua palavra sem se incomodar com as reclamações que viriam sobre ela.

Aos olhos da sua irmã Marta, ela estava sendo uma pessoa ociosa. Mas aos olhos de Deus, ela estava tendo coragem de colocá-Lo em primeiro lugar em sua vida.
Maria era dócil, corajosa e sabia que Deus deveria ser a pessoa mais importante para ela.

Em certa ocasião, seu irmão Lázaro adoeceu gravemente. Ela e sua irmã Marta mandaram chamar Jesus que chegou em Betânia quando ele (Lázaro) já havia falecido. O Senhor conversou com Marta e, depois, mandou chamar Maria que, chegando junto a Ele ... "lançou-se aos Seus pés, dizendo-Lhe: Senhor, se Tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido" (João 11:32).
A Bíblia nos diz que Jesus perturbou-Se ao vê-la chorar. E Ele também "... chorou" (João 11:35).

Na hora da necessidade, Marta e Maria recorreram ao Senhor e é assim que eu e você devemos fazer quando tristezas, temores, medo ... aparecem em nossas vidas. Devemos recorrer ao Senhor, abrir nosso coração e derramar sobre Ele todos os nossos anseios e desejos.
Jesus ressuscitou Lázaro mas não se sabe qual foi a reação das duas irmãs. Certamente, elas se alegraram e agradeceram ao Senhor e Deus de suas vidas.

Irmã, já aconteceu algo em sua vida que a deixou triste mas que depois você foi inundada de grande alegria? Um casamento refeito? A cura de uma doença em seu filho? Mas, qual foi a sua reação? Certamente, você agradeceu ao Senhor pelas bênçãos que recebeu, não foi?

Um outro acontecimento sucedeu também em Betânia quando Jesus decidiu ficar na casa de Lázaro, seis dias antes da Páscoa. "Fizeram-Lhe, pois, ali uma ceia, e Marta servia, e Lázaro era um dos que estava à mesa com Ele" (João12:2). Maria entrou na sala onde se encontrava Jesus, Lázaro e outros e ungiu a cabeça do Senhor com um perfume muito caro e enxugou com seus próprios cabelos. Esta foi a maneira que ela encontrou de adorá-Lo e demonstrar seu amor por Ele.
Marta e Maria amavam Jesus. Cada uma demonstrava este amor que sentiam por Ele de modos diferentes. Enquanto Marta servia procurando suprir todas as necessidades do Senhor, Maria, corajosamente, O adorava com um amor inigualável sentando a Seus pés ou ungindo-O com o que ela tinha de melhor ... um perfume muito caro.

E você, amada irmã, de que modo demonstra o seu amor Àquele que lhe deu a vida eterna? Como você demonstra que ama Jesus?

Que o Senhor nos dê capacidade para adorá-Lo com um amor que chegue até Ele como um perfume suave.

Que possamos tirar destas duas mulheres de Deus aqueles atributos que agradam ao Senhor.
Que possamos também refletir em tudo que conhecemos delas e, em seguida, nos fazer a seguinte pergunta ...
COM QUAL DELAS EU ME PAREÇO?
-------------------------------------------------------------


 

Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARC idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org/ )


Retorne a solascriptuta-tt.org/DoCoracaoDeValdenira/