Eclesiologia em 2200 Palavras


Hélio de Menezes Silva



AS ASSEMBLEIAS LOCAIS:

-Cada assembleia local tem por única Rocha e Fundamento não Pedro 1Co 3:10-11; Ef 2:20; 1Pe 2:4,6-8 mas Cristo Mt 16:18! (cf. At 15:14; Ef 5:23; Cl 1:18; Ap 1:12-20), Aquele que estabeleceu o conceito e protótipo dos quais cada assembleia é concretização e cópia, portanto cada assembleia está fundada sobre (e é edificada e garantida por) Ele. O NT não autoriza denominação/ convenção/ associação/ presbitério/ etc., nada que possa estar sobre/ entre/ "ajudante ao lado" de uma assembleia LOCAL.

- Definição: "ekklesia", nos dicionários, era "um ajuntamento concreto de pessoas chamadas para fora [de um universo maior]". No NT, cada assembleia (ekklesia) neotestamentária de crentes é um grupo local , um corpo local e organizado de pessoas que já foram salvas, depois pediram e foram submersas em água e arroladas como membros daquela assembleia. Os membros de cada assembleia se reúnem física e CORPORALmente, 1 OU MAIS VEZES POR SEMANA, num mesmo LOCAL FÍSICO, para, TODOS eles JUNTOS, cultuarem a Deus com uma só doutrina e prática (perfeitamente definidas; e unanimemente cridas e defendidas entre os seus membros; e absolutamente neotestamentárias).

- Das 110 ocorrências de "ekklesia" no NT em sentido religioso, 109 têm o sentido acima Ap 2:1; 1Co 16:1 e/ou o do conceito geral, a instituição conceitual (o conceito, o padrão a ser copiado, como quando dizemos "a instituição da família") da assembleia local Ef 5:2. Em He 12:23 "paneguris", "o [festejante] ajuntamento de todos", refere-se aos anjos de v.22, e "assembleia dos primeiros- nascidos tendo sido inscritos nos céus" refere-se à assembleia LOCAL totalizada FUTURA. Nenhuma vez "ekklesia" se refere à inadmissível contradição de termos "Igreja Universal" (difusa e invisível)!

- Em nenhum sentido, assembleia é substituição/ continuação/ expansão de Israel, nem da Lei Mt 9:17; Rm 10:1; 11:1;11:18,25,26; 1Co 10:32; Gl 3:24-26; Ef 2:15; Cl 3:11.    Simplesmente pela definição em grego, não há, hoje e na terra, "igreja universal e invisível" nem "organização difusa" cujos membros não se reúnem";    Deus não deseja grupos que não têm definidas e unânimes convicções doutrinárias e práticas 2Tm 2:2; 1Co 1:10 (todas elas derivadas da Bíblia) (na interpretação literal, claro).

- Principais figuras [dos 3 tipos] das assembleias (sempre locais): Edifício, ou Templo de Deus Ef 2:19-22; 1Co 3:9-17; Ec 11:1-10; 2Co 6:16; 1Tm 3:15; Corpo do Cristo 1Co 12:27; Ef 1:22-23; 4:12; Cl 1:24; Noiva a ser unida ao Cristo 2Co 11:2-3; Ef 5:24-32; Ap 19:7-9; 20:6.

-
"Em Mt 16:18 'edificarei ...' é futuro e esperou cumprir-se no dia de Pentecostes?" Não: a edificação vai até o Arrebatamento, portanto este futuro é contínuo 'estarei edificando a Minha assembleia'; Atos 2:41 ('acrescentadas') prova que a assembleia já existia antes de Pentecostes; Mt 18:17 fala da assembleia usando tempo presente; portanto, o início das assembleias foi durante o ministério do Cristo na terra.    "Mas os discípulos ainda não tinham sido submersos no Espírito Santo!" Isto não anula os fatos acima! E só depois de Pentecostes é que submersão no e habitação pelo Espírito Santo aparecem como identificatórios dos verdadeiros membros de uma verdadeira assembleia Rm 8:9; 1Co 12:13.

- Submersão pelo Espírito Santo, de alguns crentes, e para dentro do corpo do Cristo???? nenhum versículo ensina isso, mas que TODOS nós, os crentes desta dispensação das assembleias, já fomos definitivamente submersos 1Co 12:13 por Cristo e com/ em/ dentro do Espírito Santo Mr 1:8, e por Este já fomos definitivamente habitados Rm 8:9.    Quem quiser creia que isto foi individualmente, no instante da sua salvação, não há mal nisso. Mas há evidências de que foi CORPORATIVAMENTE (um ou uns representando todos de uma classe), de uma vez por todas, na manhã de Pentecostes Atos 1:5; 11:15-17; 1Co 12:13: compare estrutura de 1Co 12:13 com a de 1Co 10:2.

- "Anciãos" (presbuteros): varões membros da própria assembleia local, testados e comprovados como espiritualmente maduros. "Presbíteros": anciãos da própria assembleia local, por ela longamente testados 1Tm 5:22 e formalmente reconhecidos como tendo especial maturidade espiritual (diferente de idade, diplomas de seminário, zelo, entusiasmo, ...), tendo sido reconhecidos por toda a assembleia local (em votação por erguer de mãos e praticamente unânime Atos 14:23) que foram chamados por DEUS , depois empossados Tt 1:5 para exercerem 1 de 2 ofícios: de presbítero- pastor (= bispo) (1 pastor supervisor, 0 ou vários pastores auxiliares) 1Pd 5:1-2, ou de presbítero- diácono Atos 6:3,5-6; Fp 1:1. Os maus presbíteros devem ser disciplinados e destituídos 1Tm 5:19-20.

- O presbítero- pastor provém da própria assembleia local At 1:26; 14:23, que reconheceu o chamamento dele por DEUS Atos 13:2-3. Ele tem que eternamente satisfazer todas as 25 exigências de 1Tm 3:1-7,11 + Tt 1:5-9 (inclusive ser varão casado, com esposa e filhos exemplares, não novato), e não acrescentemos nem 1 mm de nenhuma outra (ter se graduado em seminário famoso, etc.). Deve ser respeitado 1Co 4:1; Gl 4:14, obedecido 1Co 16:16; He 13:17, sustentado 2Cr 31:4; 1Co 9:7-11; Gl 6:6.

- O presbítero- diácono- serviçal tem que eternamente satisfazer todas as 18 exigências de Atos 6:1-6 + 1Tm 3:8-13 (inclusive ser varão casado, com esposa e filhos exemplares, não novato). É serviçal do seu presbítero- pastor- supervisor, liberando-o das tarefas materiais repetitivas e consumidoras de seu tempo; mas é varão de extraordinário vigor e frutos espirituais, tais como Estêvão e Felipe At 6:8,10; 8:4-6,40; 21:8. Em Rm 16:1, a mulher FEBE foi uma SERVIÇAL da assembleia local apenas no sentido AMPLO (no qual TODOS os crentes são serviçais uns dos outros, da assembleia local, e escravos de Deus), não no sentido ESTRITO, de OFICIAL da assembleia: em At 6, que quase todos concordam que descreve a escolha dos sete primeiros serviçais de uma assembleia, eles têm que ser ANDROS (machos adultos); 1Tm 3, ao dar os requisitos de um serviçal, exige que ele seja MARIDO de uma só ESPOSA; o substantivo que sempre é usado na Bíblia, "diakonos", é da 2ª declensão e termina em "os", portanto normalmente é masculino, e o substantivo feminino "diakonissa" existe no Grego mas jamais foi usado por Deus no Novo Testamento!

- Cada assembleia tem governo local e congregacional, por votação universal e igualitária de todos seus membros (ativos, adultos, e não sob disciplina), sem haver nenhuma associação/ convenção/ denominação/ etc. acima/ à frente/ "ajudando ao lado"
At 1:23,:26; 6:3-6; 13:1-3; 15:22-23; 1Co 5:3-6; 16:3; 2Co 2:6-8; 8:19,23 (mas o seu presbítero- pastor não precisa de prévia aprovação dela sobre suas pregações ou para nenhum aspecto de sua liderança espiritual).

- Ordenanças: não temos sacramentos (rituais objetivando conceder ou aumentar graça, contr. Rm 3:24; Ef 2:8-9; Tt 3:5), mas somente (2) ordenanças (ordens diretamente dadas e exemplificadas por Cristo nos evangelhos, que são cumpridas somente por uma assembleia local em reunião, simbolizam nossa salvação e união com Cristo,
têm natureza puramente simbólica (da nossa união com Cristo) e memorial, são sinais externos da graça e da verdade já dadas ao interior do salvo):    1) Submersão- completa é a ideia primeira (ou única) dos verbos 907 baptizo e 911 bapto, e do substantivo 908 baptisma (mas não de 909 baptismos) Mr 1:5,8,10; Jo 3:23; Atos 8:38; Rm 6:1-5. Foi ordenada Mt 28:19-20; Mr 16:15-16; Atos 2:38. É em 1 só movimento (e não 3), com rosto para cima (como sendo sepultado) e (simultaneamente) em nome de: o Pai, e o Filho, e o Espírito Santo Mt 28:19. Difere da submersão por João, o Submersor Ml 3:1; 4:5-6; Mt 3:1-12; Mr 1:2-8; Lc 3:2-17; Jo 1:19-36. Implica identificação com Cristo  (e, independentemente, com o grupo) Atos 19:4-5,7. Só é feita após (mas cedo após) crer e ser salvo, e pedir Atos 2:41; 8:12; 9:18; 10:44-48; 16:15, 31-34; 18:8. Há palavras gregas no NT para aspergir (pulverizar gotas) (rhantizo He 9:13) e para derramar- em- um- fluxo- contínuo (efusão, katacheo Mr 14:3) mas o Espírito Santo nunca as usou referindo-se à ordenança.    2) Ceia do Senhor: Instituída pelo próprio Senhor Mt 26:26-28; Mr 14:22-24; Lc 22:17-20; 1Co 11:23-26. Obedecida pelos apóstolos Atos 2:42; 20:7;   Natureza: não transubstanciação (repetição do assassinato) (He 10:10-18); não consubstanciação (pelas mesmas razões); não uma especial presença espiritual; mas somente é  memorial, relembrando 1Co 11:24-25.    É um olhar para trás, passado, memorial, histórico 1Co 11:24,26 (o pão sem fermento, partido- rasgado e mastigado, lembra o corpo do Cristo, quebrado e moído Is 53. O suco fresco de uva esmagada lembra o Cristo vertendo seu sangue por nós, como o cordeiro imolado na Páscoa Ex 12 ou Nu 9); para dentro, interior, purificador, pessoal 1Co 11:28; Sl 139:23 + 1Jo 1:9; para frente, futuro, profético 1Co 11:26; Mt 26:29.    Participantes: "ceia restrita" (ou "ceia dos de mesma doutrina"), convidando "todo o presente que tenha crido e sido salvo, depois pediu e foi submerso biblicamente At 2:41-42, e está em obediência e comunhão com Cristo e com sua assembleia local, a qual, sendo rigorosamente neotestamentária de interpretação literal, é re-submersora, separatista (em 2º grau) do erro, e basicamente com mesma doutrina e prática nossas."    Modo Mt 26:26-29 ou Mr 14:22-24; Lc 22:17-20; 1Co 11:17-34: um só grande pão, sem fermento 1Co 5:7-8, quebrado com as mãos em pequenos pedaços, todos o comendo (mastigando) ao mesmo tempo, de modo digno; suco de uvas cor de sangue, não fermentado, de um só grande cálice tendo sido passado para pequenos cálices, todos os tomando ao mesmo tempo, de modo digno.

- Disciplina: Cada crente deve constantemente disciplinar a si mesmo
Sl 139:23-24; 1Co 11:28-31, para evitar a dor de ser disciplinado pela assembleia e, se necesário, pelo Pai Jo 15:2; At 5:5,10; 1Co 11:32; He 12:9-10; 1Pe 4:17. Deus ordenou a disciplina pela assembleia Rm 2:24; 1Ts 5:14; Ap 2:2, 12-17, 20 (reter o fermento e tolerar Acã nunca darão certo). A base da disciplina é a santidade de Deus Sal 93:5; 1Pe 1:15-16. Seu propósito é glorificar a Cristo, Sua assembleia e Seu evangelho 1Sm 15:22; advertir o ofensor de mais e mais graves consequências Jo 15:1-14; At 5:1-12; 1Co 11:30-31; 2Ts 3:14,15; Tt 3:10,11; exortá-lo e animá-lo; recuperar, reganhar o ofensor Mt 18:15; 1Co 5:5; 2Co 2:6-8; Gl 6:1; combater o fermento infectante e favorecer a pureza da assembleia e da sua adoração Js 7 (Acã); 1Co 5:6-8; desestimular outros de pecarem Dt 13:11; 17:12-13; 1Tm 5:20; evitar o castigo de Deus contra a assembleia local Js 7:1,13; Ap 2:12-17; manter o testemunho da assembleia ante os olhos do mundo , Rm 2:24; 1Ts 5:22.    A atitude de coração, ao disciplinarmos, seja de amor sincero e humildade 1Co 5:2 + 2Co 2:4; Gl 6:1-3; 2Ts 3:15. Normalmente, a disciplina (advertir, exortar, repreender, suspender da comunhão- identificação, excluir do rol de membros) segue as 3 etapas de Mt 18:15-17, mas passa-se logo à 3ª etapa se a ofensa foi por líderes ou foi gravíssima 1Tm 5:20; 3:2 e escandalizou até mesmo descrentes 1Co 5:1-5. Logo que o ofensor expressar e evidenciar arrependimento, o ofendido e a assembleia devem expressar-lhe e evidenciar-lhe pleno perdão e plena restauração da comunhão Mt 18:34-35; Mt 6:14-15; Lc 17:3-4; 2Cor 2:6-8,11; 2Cor 7:10-11. (Mas, em certos casos, será melhor que o ofendido não assuma, ao menos por algum tempo, certas funções e cargos...). Pecados sobremaneira graves devem ser castigados mesmo depois do ofensor pedir e receber perdão Js 7:20; 2Sm 12:13-14.

- Propósito de cada assembleia local: Não é: salvar/ combater/ imitar/ reinar sobre o mundo/ isolar-se dele/ servi-lo por obras sociais Mt 6:1-4. É: glorificar a Deus Ef 1:12,14; 3:21; 2Ts 1:12 (amando-O, adorando-O, Louvando-O, dando-Lhe graças, pregando-O); evangelizar o inteiro mundo Mt 28:18-20; Mr 16:15; Lc 24:46-48; At 1:8; enviar missionário da própria assembleia At 13:1-3; 14:26; Rm 10:15; sustentá-lo (excepcionalmente, a missionário de outra igreja local idêntica à nossa, sendo ele por nós examinado) Fp 4:15-18; doutrinar, treinar, edificar seus membros Mt 28:19-20; Ef 4:11-16; Cl 2:7; Fp 4:8-9; purificar/ disciplinar a si mesma Ef 5:26-27; restringir e iluminar o mundo Mt 5:13-16; 2Ts 2:6-7; 2Co 5:19; Jd 1:3; ajudar os incapazes desvalidos dela 2Co 8:9; Gl 6:10; Tg 2:15-16// 1Tm 5:3-16; Tg 1:27; ajudar verdadeiros irmãos de outras assembleias em incontornáveis catástrofes Rm 15:25-28; demonstrar a graça de Deus Ef 2:7; 3:6,10; 1Pd 2:9.

- Futuro das assembleias locais: não converterão o mundo Lc 18:8; Mt 24:12; 1Tm 4:1; Mt 13:24-30,36-43,47-50; 2Pd 3:3-4; cada salvo do NT (independentemente de estar num dos seus "pontos altos" ou "pontos baixos") será arrebatado 1Ts 4:15-17; 1Co 15:51-53; Ap 4:1; será examinado e recompensado no Bema 1Co 3:12-15; Rm 14:10-12; 1Co 3:13; 2Co 5:10; todos os salvos do NT formarão uma só assembleia (LOCAL), uma só Noiva 1Ts 4:15-17; 1Co 15:51-53; Ap 4:1; ela será unida ao Noivo nas Bodas do Cordeiro Ap 19:7-8; 2Co 11:2; Ef 5:22-23; com Ele reinará no Milênio e estará na eternidade.

- Lugar da mulher na igreja local: A mulher não pode, ante toda ou parte da igreja local, em reunião onde haja homem presente: a) sequer falar sobre assunto doutrinário, ou espiritual, ou da administração da igreja: (não pode pregar/ ensinar/ questionar/ desafiar/ discordar/ retrucar/ acusar/ propor/ redargüir/ corrigir/ repreender/ exortar/ sugerir/ liderar/ exercer autoridade, em reunião com homem presente) 1Tm 2:11-12; 1Co 14:34-35; b) aparecer de cabelo curtinho descoberto 1Co 11:3-15; c) usar traje que não seja exemplo de modéstia/ pudor/ recato/ comedimento 1Tm 2:9-10 d) ser pastora 1Tm 3:2,6 ou diaconisa Atos 6:3; 1Tm 3:11-12; e) Dirigir oração ante ou representando a igreja: 1Tm 2:8.    Mas deve ensinar a mulheres e crianças Tt 2:3-5, hospedar 2Rs 4:10, servir 27:55-56, doar Mr 14:3, 2Rs 4:10, adorar, louvar, cantar. E (juntamente com seu esposo ou uma irmã madura na fé) pode testemunhar e ensinar a 1 homem adulto At 18:26.





Hélio de Menezes Silva

 



Só use as duas Bíblias traduzidas rigorosamente por equivalência formal a partir do Textus Receptus (que é a exata impressão das palavras perfeitamente inspiradas e preservadas por Deus), dignas herdeiras das KJB-1611, Almeida-1681, etc.: a ACF-2011 (Almeida Corrigida Fiel) e a LTT (Literal do Texto Tradicional), que v. pode ler e obter em http://BibliaLTT.org, com ou sem notas.



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ EclesiologiaEBatistas/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )