Os Padrões De Deus Para Os Pastores

 

Pr David Cloud



(1) Ele deve ser um homem (I Tim. 2:12; 3:1).

(2) Ele deve ter um chamado divino (I Tim. 3:1).

(3) Ele deve ser provado (I Tim. 3:10).

(4) Ele deve ser irrepreensível nas áreas listadas em I Tim. 3:2-5 e Tito 1.6-8 – em seu relacionamento com sua esposa (I Tim 3:2), no relacionamento com os seus filhos (I Tim. 3:4; Tito 1:6), em sua vida pessoal (I Tim 3:2-3; Tito 1:8).

(5) Ele deve ser capaz de ensinar (I Tim. 3:2).

(6) Ele deve apegar-se à doutrina apostólica (Tito 1:9).

(7) Ele deve ser capaz de lidar com os falsos ensinos (Tito 1:9-11).

(8) Ele não deve ser um neófito (I Tim. 3:6).

(9) Ele deve ter uma boa reputação na comunidade (I Tim. 3:7).

(10) A esposa deve ser espiritual (I Tim. 3:11). Estudaremos maiores detalhes sobre esse na próxima seção sobre os Diáconos e suas qualificações.
 

A Responsabilidade das Igrejas Para com Seus Pastores

 

(1) Respeitá-los e amá-los (I Tess. 5:12-13).

(2) Obedecer a seus ensinos (Ef. 4:11-12).

(3) Seguir os seus exemplos (Heb. 13:7; I Ped. 5:1-3).

(4) Submeter-se à sua supervisão (Heb. 13:17). Embora seja importante que os membros da igreja submetam-se à autoridade dada por Deus ao pastor, também devemos ressaltar que a autoridade do pastor vem somente da Bíblia. Se um líder de igreja tenta dar instruções contrárias à Palavra de Deus, ele não deve ser obedecido. Se ele tentar corrigir alguém, mas não tem base bíblica para o seu julgamento, suas advertências não têm peso verdadeiro diante de Deus. Os líderes cristãos existem para liderar e corrigir de acordo com a Bíblia, não de acordo com seu próprio pensamento falível. Cada cristão tem a responsabilidade de “provar todas as coisas” e de "examinar as Escrituras diariamente se essas coisas são assim” (Atos 17:10 e 11; I Tess. 5:21), e não cegamente seguir a um homem.

(5) Orar por eles (Heb. 13:18,19; Ef. 6:18,19; Col. 4:2,3; II Tes. 3:1,2)

(6) Suprir suas necessidades físicas (I Tim. 5:17,18). “Uma igreja que é mesquinha e avara com o seu pastor viola as Escrituras. Raramente tal igreja manifestará poder e progresso espiritual. Os princípios revelados em II Cor. 9:6-10 são dignas de consideração”. (Paul Jackson, A Doutrina e Administração da Igreja)

(O texto a seguir, em azul, não faz parte do livro de Cloud. Foi acrescentada pelo tradutor, por achar pertinente).

 

O Dr Paul R. Jackson, em seu livro A Doutrina da Igreja Local publicado pela Imprensa Batista Regular, adverte:

"A responsabilidade da igreja local para com o pastor inclui sustento financeiro adequado que o possibilite a viver, pelo menos, como a sua congregação. É bom lembrar que ele tem mais despesas de transporte, vestuário, hospitalidade e outras coisas do que a maior parte dos membros imaginam. (Veja I Tim. 5:17 e 18; Gálatas 6:6; I Cor. 9:1-14, especialmente o versículo 14).
Devemos também obedecer à sua liderança piedosa (Hebreus 13.17) e orar por ele (I Tess. 5:12, 13). O respeito e a estima mencionados nestes versículos podem muito bem incluir algumas palavras de encorajamento de vez em quando (ele recebe bastante críticas para mantê-lo humilde). É necessário ter-se consideração pelo seu tempo. Um pastor deleita-se em ajudar e ter comunhão com o seu povo, mas é bom lembrar que ele tem muitas responsabilidades e que não devemos desperdiçar o seu tempo.
Temos de defender o pastor dos mexericos (I Tim. 5:19), sabendo que Satanás muito se alegraria em arruinar o testemunho de Cristo com mentiras. Um pastor, entretanto, não é imune ao pecado e, se ele é culpado, deve ser repreendido. (v. 20)
Estas responsabilidades para com os servos de DEUS, sejam pastores, evangelistas ou [missionários], não terminam quando o mesmo tira férias, adoece ou chega à idade avançada. Muita oração e consideração de tais necessidades financeiras ou outras, resultarão em maiores benção para a igreja."

(JACKSON, Dr Paul R. A DOUTRINA DA IGREJA LOCAL, páginas 30 e 31. IBR. SP.)

 

 

UMA IGREJA DEVE SER COMO UMA ESPOSA EM MATÉRIA DE RELACIONAMENTO COM O SEU PASTOR.

 
A submissão à autoridade pastoral não é uma questão fácil. Os pastores nunca são homens perfeitos. Eles têm pecados e defeitos, como todos os outros homens. Eles cometem erros. Eles são imaturos em alguns aspectos, e devem crescer em Cristo, como outros cristãos devem. Submeter-se a autoridade pastoral nunca é uma questão simples.
A seguinte comparação entre uma igreja submissa à autoridade pastoral e uma esposa se submetendo ao seu marido pode ajudar:

1. A mulher é responsável diante de Deus em se casar somente com o homem que ela sabe ser a vontade de Deus para sua vida - um salvo, o homem espiritual, que vai liderar a sua família pela vontade de Deus e para a glória de Deus. Da mesma forma, a igreja deve ter cuidado em selecionar apenas os pastores que estão qualificados pelos padrões de Deus no Novo Testamento. A igreja deve esperar para ser completamente convencida, depois de fervorosa oração e em busca da mente de Deus, para que eles encontrem o homem exato para a igreja naquele momento em particular. Pressa na escolha de um pastor é tão desastroso para a congregação como é para uma mulher a escolha de um marido.

2. Após o casamento, a mulher deve estar sob a autoridade de seu marido. Esta é uma ordem explícita de Deus (Ef. 5:22-24; Colossenses 3:18; Tito 2:5; I Pedro 2:1-6). E se o marido comete erros? Sem dúvida, ele vai cometê-los! Mas e se a sua liderança e amor não são perfeitos? Sem dúvida, não serão! Mesmo assim, ela deve submeter-se a ele como a Cristo. Da mesma forma, a igreja deve submeter-se a seu pastor, embora, sem dúvida, ele cometerá erros e, sem dúvida, será imperfeito de muitas maneiras.

3. A esposa deve se recusar a seguir o marido apenas em questões em que ele está claramente comandando-a a desobedecer a Bíblia.Em tais casos, a esposa deve obedecer a autoridade superior - Deus e Sua Palavra. Da mesma forma, a única ocasião em que uma igreja pode corretamente se recusar a seguir um pastor é quando ele está tentando liderar em contradição direta com o ensino claro das Escrituras. Em tais casos, a Igreja deve recusar-se a segui-lo. Deus não exige a submissão cega à autoridade pastoral. Sua autoridade para liderar está atada à sua fidelidade às Escrituras. Hebreus 13:7a diz: “Lembrai-vos dos vossos pastores, que vos falaram a palavra de Deus...”.  É pela Palavra de Deus que o pastor supervisiona sobre o rebanho. A instrução de Deus para a igreja é “Examinai tudo. Retende o bem.” (I Tessalonicenses 5:21). Quando a Bíblia é pregada pelos pastores, a pregação deve ser examinada pelos ouvintes (I Coríntios. 14:29).

4. A esposa deve para manter-se bem com Deus e, assim, ter força espiritual. A esposa não é deixada em uma posição de impotência, ela pode caminhar com Deus. Não é verdade que “Como ribeiros de águas assim é o coração do rei na mão do SENHOR, que o inclina a todo o seu querer.” (Provérbios 21:1)? Se o coração do rei está na mão do Senhor, que se dirá do coração do esposo! A mulher pode ter uma vida de oração eficaz e, assim, trazer ricas bênçãos de Deus sobre a sua família e ajudar o seu esposo ser o que ele deve ser. Da mesma forma, os membros da igreja podem se manter bem com Deus e em uma posição em que Deus pode e vai abençoar e ajudar seu pastor por causa de suas vidas e orações. A vida de um pastor geralmente é refletida em sua igreja, e a vida de uma igreja geralmente é refletida em seu pastor. Sim, tem sido frequentemente observado que à congregação é dada o pastor que ela merece!




CLOUD, David. A IGREJA NEO TESTAMENTÁRIA - Série de Estudos da Way of Life Literature

Obs.: Tradução do livro em andamento pelo Pr Miguel Maciel, com autorização do autor, ainda sujeito à revisão gramatical, para aplicação na Escola Bíblica Dominical aos domingos pela manhã. 
 



Só use as duas Bíblias traduzidas rigorosamente por equivalência formal a partir do Textus Receptus (que é a exata impressão das palavras perfeitamente inspiradas e preservadas por Deus), dignas herdeiras das KJB-1611, Almeida-1681, etc.: a ACF-2011 (Almeida Corrigida Fiel) e a LTT (Literal do Texto Tradicional), que v. pode ler e obter em http://BibliaLTT.org, com ou sem notas.



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ EclesiologiaEBatistas/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )