Especulação Profética

David Cloud




         Recebi, recentemente, um relatório dizendo que Jesus está vindo brevemente, por causa da tecnologia do implante do chip. Supostamente, alguém teria visto, num armazém, um homem apanhar suas compras, colocando a mão sobre o escâner da caixa registradora, como parte desses experimentos do governo.

         Não há dúvida de que têm sido feitos rápidos avanços na tecnologia do implante de chips, porém isso pouco significa no que diz respeito à volta de Cristo. Sua vinda é iminente e não será iniciada por sinais. Além disso, não temos quaisquer meios de saber se o sinal do Anticristo envolverá um chip implantado. A Bíblia diz que este sinal será “uma marca na sua mão direita, ou nas testas”... (Apocalipse 13:16). Um chip de computador não é uma marca. Embasando-nos na simples leitura da Escritura, é provável que o sinal do Anticristo seja uma tatuagem visível, em vez de um chip implantado. 

         Tentar traçar a identidade do Anticristo ou a marca da besta observando os eventos atuais é uma vã especulação e perda de tempo.


         O vídeo de Jack Van Impe de 1993 foi intitulado “AD 2000 - The End?”  Embora ele não tenha assegurado [com todas as letras] que o Senhor iria regressar no Ano 2000, chegou bem perto disso. Em seu catálogo de publicações, ele anunciou o vídeo nestes termos:

* “Um dinâmico vídeo cheio de poder do Dr. Van Impe, expondo o seguinte:
* A teoria do Sexto Dia... conforme predita no Talmude Judaico, pelos apóstolos Pedro e Barnabé e também pelos historiadores das igrejas, inclusive Irineu, no Ano 140 d.C.
* Mapas e calendários cronológicos dos dias santos judaicos, conduzindo ao aparecimento do Messias.
* Misteriosos círculos nos campos [de trigo, milho, etc.].
* Terremotos, fomes, AIDS... e o fim.
Por que os eruditos rabinos judeus, os hindus, os muçulmanos, os novaerenses e os líderes seculares  estão proclamando o Ano 2000 d.C. como sendo o início da era nova e final?

         Embora negasse estar estabelecendo uma data, é óbvio que, em 1993, Van Impe acreditava seriamente que o Senhor iria voltar no Ano 2000.

         No artigo de 1993, editado em sua revista, - “Perhaps Today” - ele expôs a seguinte cronologia, a fim de demonstrar que, provavelmente, o Senhor retornaria em setembro de 1999.

         “Vejamos novamente... 1948.5 mais 51.4, igual a 1999.9... mais ou menos setembro de 1999. Ora, não somos fixadores de data, pois ‘...  Daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos do céu, mas unicamente meu Pai.’(Mateus 24:36). Mas, esperem. Não digam que ninguém pode saber o tempo APROXIMADO, no qual Jesus voltará, pois Jesus também disse, no verso 33, que saberemos, quando Ele estiver próximo, às portas”.

         Van Impe teria feito bem se tivesse citado todo o verso de Mateus 24:33 “Igualmente, QUANDO VIRDES TODAS ESTAS COISAS, sabei que ele está próximo, às portas”. [N.T Todo falso profeta costuma usar um texto, desconsiderando o contexto]: O Senhor Jesus disse que os que vissem cumpridos TODOS os eventos mencionados em Mateus 24 é que iriam saber o tempo de Sua volta. Ele estava se referindo, obviamente, aos que estiverem vivos durante a Grande Tribulação. Quais são “TODAS ESTAS COISAS” que Jesus profetizou em Mateus 24? O verso 15 se refere à “abominação da desolação, de que falou o profeta Daniel”. Já o verso 21 se refere a uma “grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco há de haver”. O verso 24 se refere aos portentosos milagres que serão operados pelos falsos cristos. O verso 29 diz que “o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas”.  Ora, não estamos vendo ainda nenhuma destas coisas acontecerem, hoje em dia, muito menos todas elas.



Mateus 24 e Apocalipse 6-18 não se referem aos eventos da Era da  Igreja 

Conquanto seja verdade que uma parte de Mateus 24 tenha se cumprido através da história da igreja, num sentido preliminar [sentido de uma visão parcial e ilustrativa do que ainda virá de forma completa] (exemplo: os falsos mestres, falsos sinais, falsos cristos, terremotos, guerras, etc.), realmente,  a profecia descreve os eventos da 70ª Semana de Daniel. Cristo falou do “princípio das dores”, nos versos 4-8, dos falsos cristos, falsos mestres, guerras, fomes, pestilências e terremotos. Acreditamos que o termo “princípio das dores” tem uma aplicação dupla, conforme acontece a muitas profecias. As coisas descritas em Mateus 24:4-8 têm sido eventos através da era da igreja, os quais têm crescido em intensidade, particularmente no século passado. Mas, o princípio das dores se refere, mais particularmente, à primeira metade da Tribulação. E Mateus 24:9-30 se refere, particularmente, aos eventos da segunda metade da Tribulação [a metade conhecida como a GRANDE Tribulação], os quais (eventos) não serão vistos pelos santos da igreja.

         Claro que isso expõe o erro que existe nas construções da profecia especulativa. Certamente, é interessante testemunhar os eventos atuais e ESPECULAR sobre quando o Senhor poderia voltar. É interessante ESPECULAR se a União Européia é ou não é o novo Império Romano revivido, porém não creio que o Senhor deseje que o Seu povo se focalize em tais coisas. Em vez disso, Ele deseja que nos focalizemos na Grande Comissão.

        Os escritos dos apóstolos não contêm especulação profética. A especulação profética merece de fato um lugar na pregação da Bíblia e no ministério? Devemos ser ESPECULADORES? Não! Devemos pregar a LEGÍTIMA Palavra de Deus, deixando de lado as especulações dos prognosticadores deste mundo.

         Repetidamente, os pregadores que têm se focalizado na especulação profética têm comprovado que são falsos mestres. Eles observam. Eles especulam, depois prognosticam - e os seus prognósticos acabam se tornando errôneos. Eles profetizaram um pandemônio na Y2K [“bug do ano 2000, nos computadores”] e não houve pandemônio algum. Eles especularam que a invasão do Kuwait pelos Estados Unidos, a fim de expulsar Sadam Hussein, iria deslanchar os eventos do Apocalipse, o que não aconteceu. Eles especularam que a preparação para a construção do templo judaico significa que, certamente, ela vai acontecer nos dias da presente geração (Exemplo, Grant Jeffrey - “The New Temple and The Second Coming”, p. 3).

         Existem muitos pregadores, cujos ministérios são focalizados, exclusivamente, na pesquisa especulativa. Eles são observadores do Oriente Médio, fazem pesquisas de considerações, vêem significação profética no El Nino, especulam sobre a marca da besta e a identidade do Anticristo... E por aí a fora. [N.T. até a tradutora deste artigo já andou especulando! Ach Du, Mein Gott!].

         Existem profecias se cumprindo, hoje em dia. Existem profecias sobre a apostasia (exemplo, 2 Timóteo 3-4; 2 Pedro 2). Existe uma profecia em Daniel 124, dizendo que “Muitos correrão de uma parte para outra, e o conhecimento se multiplicará”, em perfeito cumprimento. Existe a volta de Israel à sua terra, numa condição de cegueira espiritual (Ezequiel 37:7-8). Existe a profecia do ódio das nações “contra o Senhor e contra o seu ungido”, conforme descrito no Salmo 2:2.

         Não há dúvida de que estamos vendo a montagem do palco para o grande cumprimento da profecia bíblica. O palco está sendo preparado para tais coisas, com a tecnologia dos computadores e das comunicações, a tecnologia militar, o sincretismo religioso e o globalismo.

         Mas, quando se chega aos eventos descritos no Livro do Apocalipse 6-8, nada disso vai acontecer antes da igreja ser arrebatada. Esses eventos não se referem ao programa da igreja. Desse  modo, é perda de tempo especular sobre a identidade do Anticristo ou a natureza de sua marca, ou sobre o Armagedom, ou sobre o exército de 200 milhões do Oriente, ou se a União Européia é o revivido Império Romano, ou como os eventos do tempo final vão se encaixar nas 70ª. Semana de Daniel, porque não podemos saber as respostas para essas coisas.



Este período atual é um interlúdio 

As profecias do Velho Testamento sobre a conversão de Israel e o reino glorioso aguardam a 70ª Semana de Daniel e a Segunda Vinda de Cristo. Esta era da igreja é um interlúdio. O relógio profético de Israel tem pulsado durante as 69 Semanas de Daniel 9, semanas de anos, que foram interrompidas com a morte de Cristo. Conforme Daniel 9:25-26, o Messias viria e seria “cortado” após a 69ª semana, o que aconteceu, exatamente. O Senhor Jesus Cristo apresentou-se como o Messias de Israel (e foi “cortado”). João 1:11 diz: “Veio para os seus e os seus não o receberam”. Cristo foi rejeitado pela nação de Israel, conforme a profecia disse que Ele seria, e que Ele se voltaria para os gentios, a fim de chamar um povo para o Seu nome, entre as nações pagãs.  É o que Ele está fazendo hoje, conforme as passagens de Lucas 19:27, Atos 15:13-18 e Romanos 11:1-29.

         Os discípulos de Cristo pensavam que Ele fosse estabelecer, imediatamente, o Seu reino, mas ele explicou que isso ainda não iria acontecer. Cristo voltaria ao Céu; Israel seria dispersa entre as nações e somente mais tarde Cristo voltaria para estabelecer o prometido reino.

         Durante o interlúdio atual, conforme as profecias referentes a Israel, Cristo está chamando um povo para o Seu nome entre as nações gentias (Atos 15:134-18). No final deste período, os crentes do Novo Testamento serão arrebatados ao Céu, quando o relógio profético de Israel voltará a pulsar e a última Semana de Daniel, uma Semana de 7 anos, será cumprida.

         Os eventos da 70ª. Semana de Daniel são descritos nas Escrituras, conforme Isaías 2; Zacarias 12-14; Mateus 24, Lucas 21 e Apocalipse 6-18.  Durante a 70ª semana de Daniel, também chamada “o tempo das dores de Jacó”, Israel e o mundo vão enfrentar graves problemas:  julgamentos do Céu, inenarráveis e horrendas guerras, fomes, pestilências, terremotos e coisa assim.

         O Anticristo fará um pacto de paz com Israel e governará o mundo. Após 3 anos e meio, o falso plano de paz será quebrado e ele profanará o Templo de Israel, ali se assentando como Deus. Isso vai marcar a início da 70ª. Semana de Daniel e o início do período mais tenebroso que o mundo jamais terá visto. (Daniel 9:26-27; Mateus 24:15-28).

         Em algum tempo, durante a 70ª Semana, Israel vai se converter e Jesus Cisto voltará em glória, para estabelecer o prometido reino e julgar todas as nações. (Mateus 24:29-30; 25:31-32; Zacarias 12:9- 14:21).



O dever do cristão não é olhar para os sinais proféticos 

Os cristãos têm um programa totalmente diferente do programa da nação de Israel. Não fomos instruídos a olhar para o cumprimento das profecias sobre Israel. Levar o evangelho às pessoas é o grande objetivo e ocupação do cristão individual e das igrejas. Os cristãos devem estar sempre preparados para ser arrebatados deste mundo. (1 Tessalonicenses 4:13-18; 1 Coríntios 15:51-58). Para os cristãos, a vinda de Cristo é iminente, podendo acontecer a qualquer momento. Cristo nos admoestou em Mateus 24:42,44 e 25:13: “Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor...  Por isso, estai vós apercebidos também; porque o Filho do homem há de vir à hora em que não penseis... Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do homem há de vir.”

            
Trata-se de uma verdade bíblica muito importante.  É essencial que o cristão esteja pronto para partir, a qualquer momento, preparado para comparecer diante de Jesus Cristo: “Mas vós, irmãos, já não estais em trevas, para que aquele dia vos surpreenda como um ladrão; Porque todos vós sois filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite nem das trevas. Não durmamos, pois, como os demais, mas vigiemos, e sejamos sóbrios; Porque os que dormem, dormem de noite, e os que se embebedam, embebedam-se de noite. Mas nós, que somos do dia, sejamos sóbrios, vestindo-nos da couraça da fé e do amor, e tendo por capacete a esperança da salvação; Porque Deus não nos destinou para a ira, mas para a aquisição da ... salvação, por nosso Senhor Jesus Cristo...” (1Tes 5:4-9)

         O cristão pode conhecer o tempo e as estações, mas não para saber quando Cristo vai voltar. Não sabemos qual será o dia, nem o ano, nem a década em que isso acontecerá. Na verdade, nem mesmo sabemos o século!

* O Espírito Santo está restringindo o programa do Diabo  no mundo, este é o elemento da profecia que nos impossibilita saber quando Cristo voltará -  “E agora vós sabeis o que o detém, para que a seu próprio tempo seja manifestado. Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora resiste até que do meio seja tirado”. (2 Tessalonicenses 2:6-7).

CREIO QUE ESTES VERSOS DIZEM QUE O ESPÍRITO SANTO ESTÁ RESTRINGINDO O MINISTÉRIO DA INIQUIDADE (O QUE MAIS PODERIA SER O PROGRAMA DO DIABO?) E ELE O RESTRINGIRÁ, ATÉ SER LEVADO, JUNTO COM OS SANTOS DO NOVO TESTAMENTO. DESSE MODO, MUITO EMBORA ACONTECIMENTOS MUNDIAIS ESTEJAM COMEÇANDO A SE CUMPRIR NOS ATUAIS DIAS, AINDA NÃO PODEMOS SABER, AO OBSERVAR OS EVENTOS, QUANDO CRISTO VOLTARÁ.

         A presença controladora do Espírito Santo é o elemento em falta para essa hora. Não sabemos até quando Ele vai restringir o mal. Ele tem poder para atrasar o programa do Diabo e evitar que as coisas se precipitem.

         A Bíblia diz em Tiago 5:7: “Sede pois, irmãos, pacientes até à vinda do Senhor.” O principal objetivo do Senhor, nesta era, é chamar entre as nações um povo para o Seu nome. O Espírito de Deus é Onipresente. Ele sempre tem estado no mundo, em certo sentido; mas Ele veio no Pentecoste num sentido especial, a fim de equipar as igrejas para a Grande Comissão (Atos 1:8), convencer os pecadores de sua condição perdida e conduzi-los a Cristo. (João 16:8-14). Ele está controlando os eventos da história com este objetivo. Ele o fará, enquanto desejar, sendo impossível saber quando este programa será completado e qual o tempo em que a profecia se cumprirá.

         A Bíblia diz que o motivo de Cristo não ter ainda voltado é o Seu desejo de salvar os pecadores: “Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia. O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se.” (2 Pedro 3:8-9).

         Não saberemos o tempo da volta de Cristo, até que ela aconteça.   Ela será uma surpresa. Não veremos o Anticristo fazer a sua aliança com Israel. Não veremos as duas testemunhas postadas em Jerusalém, para denunciar o Anticristo e convocar os homens ao arrependimento. Não as veremos sendo mortas, nem as veremos sendo ressuscitadas. Não veremos o Anticristo se assentar no Templo, declarando-se como Deus. Não veremos a marca da besta sendo impingida ao mundo. Não veremos os grandes julgamentos sendo derramados sobre a Terra. Não veremos o poderio do Norte, de Ezequiel 38-39, descendo contra Israel e sendo destruído por Deus. Não veremos os exércitos do mundo congregados no Oriente Médio, para lutar contra Cristo, no Armagedom. Estes eventos pertencem à 70ª semana de Daniel, a qual é uma exclusiva parte do programa de Israel.

         Todos os cristãos fazem parte de outro programa e precisamos ter em mente este programa, e devemos nos esforçar para que cumpramos a obra que Deus nos deu para fazer. Temo que haja uma porção de tempo desperdiçada pelos cristãos no estudo dos eventos atuais, tentando encontrar neles o cumprimento profético. Às vezes, eu mesmo tenho feito isso, embora achando que é perda de tempo. Certamente é bom ver que a hora se atrasa, mas o fato é que ela está atrasada há 2000 anos. Temos vivido nas últimas horas, o tempo inteiro. Deus tem sido longânimo com este mundo mau (2 Pedro 3:9). Ele tem chamado um povo para o Seu nome. Por isso, o evangelho deve ser pregado no mundo inteiro, em cada geração. Este é o meio pelo qual Deus está salvando pessoas e acrescentando-as às igrejas. Ele as está chamando através do evangelho (2 Tessalonicenses 2:14). Por isso, a pregação da Palavra de Deus deve ser a prioridade de cada crente e de cada assembleia cristã bíblica.

         Pouco antes de Cristo subir ao Céu, os apóstolos Lhe indagaram:

... Senhor, restaurarás tu neste tempo o reino a Israel?” Ao que Jesus respondeu: “Não vos pertence saber os tempos ou as estações que o Pai estabeleceu pelo seu próprio poder. - Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra” (Atos 1:6-8).

         O Senhor lhes disse que não procurassem conhecer os detalhes proféticos, mas que fossem pregar o evangelho, até os confins da Terra.

         Em conclusão, permitam-se enfatizar exatamente o que eu estou dizendo:

         Primeiro, não creio que seja errado estudar a profecia. Ela constitui grande parte da Escritura, sendo importante para a vida do cristão. A profecia é uma grande luz encorajadora e motivadora. Ao mesmo tempo, não creio que devamos ir além do que nela está escrito, entregando-nos à especulação.

         Segundo, não creio que possamos determinar o tempo do Arrebatamento, observando os eventos. Creio que ele será uma surpresa e que não será precedido por sinais específicos.

         Finalmente, qualquer coisa que nos afaste da Grande Comissão é perigosa, mesmo que seja o estudo dos eventos atuais à luz da profecia bíblica.  Muitos dos que têm assistido conferências sobre a profecia bíblica não têm demonstrado zelo algum por Cristo, nem preocupação com missões mundiais. Eles são apanhados num entusiasmo carnal pela especulação profética, tornando-se amplamente desinteressados em um negócio muito mais importante, ou seja, numa vida santa, no discipulado, na edificação da igreja e no evangelismo mundial. Isto não é bíblico!

 

David Cloud - “Prophetic Speculation”

Traduzido por Mary Schultze, em 13/09/2012.

maryonlybible.

 


Só use as duas Bíblias traduzidas rigorosamente por equivalência formal a partir do Textus Receptus (que é a exata impressão das palavras perfeitamente inspiradas e preservadas por Deus), dignas herdeiras das KJB-1611, Almeida-1681, etc.: a ACF-2011 (Almeida Corrigida Fiel) e a LTT (Literal do Texto Tradicional), que v. pode ler e obter em BibliaLTT.org, com ou sem notas).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de 
http://solascriptura-tt.org)



(retorne a http://solascriptura-tt.org/ EscatologiaEDispensacoes/ 
retorne a http:// 
solascriptura-tt.org/ )