PRINCIPAIS ACONTECIMENTOS PROFÉTICOS
AINDA NÃO CUMPRIDOS

JOHN F. WALVOORD





1°. Arrebatamento da Igreja (1Co 15.51-58; 1Ts 4.13-18)


2°. Renascimento do Império Romano, reiniciado pela formação da confederação de dez reinos (Dn 7.7,24; Ap 13.1;    Ap 17.3,12,13 )

3°. Ascensão do Anticristo, o ditador do Oriente Médio (Dn 7.8; Ap 13.1-8)

4°. Tratado de “sete anos” assinado com Israel, período que antecede a segunda vinda de Cristo, para estabelecer o Milênio (Dn 9.27; Ap 19.11-16)

5°. Estabelecimento da Igreja mundial (Ap 17.1-15)

6°. A Rússia lança um ataque surpresa contra Israel, "quatro anos" antes da segunda vinda de Cristo (Ez 38 e 39)

7°. O tratado de paz com Israel é rompido, depois de "três anos e meio" começo do governo mundial, por meio de um sistema econômico e religioso unificados, nos últimos "três anos e meio" que antecedem a segunda vinda de Cristo      (Dn 7.23; Ap 13.5-8,15-17; Ap 17.16-17)

8°. Muitos cristãos e judeus [convertidos depois do Arrebatamento dos salvos das igrejas. Hélio] são martirizados, por se recusarem a adorar o ditador mundial (Ap 7.9-17; Ap 13.15)

9°. Juízos divinos catastróficos representados pelos selos, trombetas e taças são derramados sobre a terra (Ap 6 a 18)

10°. Irrompe um conflito militar mundial centrado no Oriente Médio “batalha do Armagedom (Dn 11.40-45; Ap 9.13-21; Ap 16.12-16)

11°. Babilônia é destruída (Ap 18)

12°. Segunda vinda de Cristo para estabelecer o Milênio (Mt 24.27-31; Ap 19.11-21)

13°. Julgamento dos judeus e gentios ímpios (Ez 20.33-38; Mt 25.31-46; Jd 14,15; Ap 19.15-21; Ap 20.1-4)

14°. Satanás é amarrado por “1000 anos” (Ap 20.1-3)

15°. Ressurreição dos “santos da Grande Tribulação” (Dn 12.2; Ap 20.4)

16°. Começa o reino milenar (Ap 20.5-6)

17°. Rebelião final, ao término do Milênio (Ap 20.7-10)

18°. Ressurreição dos ímpios e juízo final diante do “trono branco” (Ap 20.11-15)

19°. Começa a eternidade “novo Céu, nova Terra, Nova Jerusalém” (Ap 21.1-2)

“E agora vós sabeis o que o detém, para que a seu próprio tempo seja manifestado. Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora resiste até que do meio seja tirado; (ESPÍRITO SANTO); (A IGREJA)

E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda;” (2Ts 2.6-8)ACF

                                                   

QUEM ESTÁ DETENDO SATANÁS DE APRESENTAR O ANTICRISTO AO MUNDO COMO DEUS?

É A IGREJA, O SAL DA TERRA, QUE DERROTA A CORRUPÇÃO



**********************************************



EVENTOS PREDITOS EM RELAÇÃO ÁS NAÇÕES

 
1. As nações Unidas são organizadas em 1946, como um primeiro passo em direção a um governo mundial.
 
2. Israel torna-se uma nação reconhecida em 1948.
 
3. A Europa é reconstruída depois da segunda guerra mundial, a fim de preparar o cenário para o futuro renascimento do Império Romano.
 
4. A Rússia surge no cenário mundial como potência militar e política.
 
5. Organizações de âmbito mundial, como o "MERCADO COMUM EUROPEU E O BANCO MUNDIAL" preparam o cenário para os futuros acontecimentos políticos e financeiros.
 
6. A China Continental torna-se uma potência militar.
 
7. O Oriente Médio e a nação de Israel tornam-se o foco da tensão mundial.
 
8. O primeiro embargo de petróleo promovido pelos árabes faz o mundo perceber o poder da riqueza no Oriente Médio.
 
9. A falta de um poderoso líder impede que o Oriente Médio se organize como poder político.
 
10. O Arrebatamento da "Igreja" remove o principal obstáculo á expansão do poder político e financeiro do mundo mediterrâneo.
 
11. Um novo líder, mais tarde identificado como o "ANTICRISTO" sobe ao poder no Oriente Médio, depois de dominar "três nações" e assumir o controle de mais "dez" a fim de fazê-las uma"confederação mediterrânea".
 
12. O novo líder do mundo mediterrâneo impõe um tratado de "paz" para "Israel" com a duração de "sete anos".
 
13. Exércitos "russos e de várias outras nações" invadem "Israel" e são destruídos por meio dos juízos divinos.
 
14. O acordo de "paz" no Oriente Médio é quebrado depois de "três anos e meio".
 
15. O líder do Oriente Médio governa o mundo como o "Anticristo".
 
16. O líder do Oriente Médio alega ser "Deus" e exige adoração, sob pena de morte.
 
17. O líder do Oriente Médio profana o templo em "Jerusalém".
 
18. Começam os terríveis julgamentos da "GRANDE TRIBULAÇÃO" descritos nos "selos" "trombetas" e "taças" da ira de Deus, no "livro de Apocalipse".
 
19. As muitas catástrofes provocam descontentamento generalizado contra o líder do Oriente Médio e promovem a revolta e o ajuntamento dos exércitos do mundo em "Israel" para uma batalha decisiva, com o "Armagedom" considerado o centro do conflito.
 
20. Acontece a "segunda vinda de Cristo" que retorna acompanhado dos "exércitos celestiais".
 
21. Os exércitos do mundo tentam lutar contra as "milícias celestiais", mas são totalmente destruídos.
 
22. O "reino mundial de Cristo" é estabelecido, como o clímax dos julgamentos sobre todos os infiéis e da remoção do poder político dos gentios.
 
23. Todos os salvos "judeus e gentios" são colocados na "NOVA JERUSALÉM" onde passarão a eternidade.



ORDEM PREDITA DOS EVENTOS PROFÉTICOS RELATIVOS A ISRAEL

 
1. O holocausto e o sofrimento dos israelitas na Alemanha, durante a segunda guerra mundial, provocam o apoio mundial ao estabelecimento de uma pátria para os judeus.
 
2. A ONU reconhece Israel como nação e concede-lhe ( 12.500 Km ) de território, excluindo Jerusalém, em 1948.
 
3. Israel, embora imediatamente atacado pelas nações circunvizinhas, consegue ampliar seu território em guerras subseqüentes.
 
4. Embora inicialmente a Rússia fosse simpática á causa de Israel, os EUA tornam-se o principal benfeitor e fornecedor de ajuda financeira e militar.
 
5. Israel faz surpreendentes progressos na recolonização de sua terra, na agricultura, na indústria e no poderio bélico, militar e político.
 
6. Numa série de conflitos militares, Israel demonstra que seu exército é superior aos das nações circunvizinhas.
 
7. O poderio militar árabe, que se opõe a Israel, é suficiente para impedir que os judeus desfrutem de uma coexistência pacífica com outras nações no Oriente Médio.
 
8. Israel continua em um estado de conflito e confusão, "até que a igreja seja arrebatada".
 
9. Com a formação de uma confederação de "dez nações" no Oriente Médio, constituída por um líder político gentio, Israel será forçado a aceitar um acordo de paz de "sete anos".
 
10. O mundo e o povo judeu celebrarão o que parece ser um acordo de "paz" permanente para o Oriente Médio.
 
11. Israel prospera e muitos judeus retornam á sua pátria, após a celebração da paz.
 
12. Próximo do fim dos "primeiros três anos e meio" do acordo de paz, a Rússia, acompanhada por várias outras nações, tenta invadir Israel, mas é destruída numa série de juízos divinos.
 
13. Após os "três anos e meio" de paz, o acordo é quebrado e o líder político gentio no Oriente Médio torna-se um ditador mundial e o principal perseguidor de Israel.
 
14. O ditador mundial profana o templo de Israel e coloca ali uma imagem sua, a fim de exigir a adoração como se fosse um deus.
 
15. Começa uma perseguição mundial aos "judeus" e dois em cada três deles em Israel serão mortos.
 
16. Surge um remanescente israelita, o qual aceita "Jesus Cristo" como seu messias.
 
17. Embora o ditador mundial massacre os "judeus" que se recusarão a adorá-lo como Deus, alguns sobreviverão e serão resgatados por "Jesus Cristo" para viver no Milênio.
 
18. Em sua segunda vinda, "Cristo" liberta os "judeus" e traz juízo divino contra a impiedade do mundo e dos descrentes.
 
19. O reino prometido sobre a terra, com a presença de "Jesus como o Messias de Israel e de Davi como o príncipe regente" inicia-se, e os judeus serão reunidos de todas as nações, para habitar na terra prometida. cf. (Ez 34.23-24; Ez 37.24-25; Jr 30.9)
 
20. Por 1000 anos, Israel experimentará bênçãos incomuns como objeto do favor especial de Cristo.
 
21. Com o fim do reino milenar e a destruição do presente mundo, Israel tem o seu lugar no estado eterno, ou seja, "no novo céu" e na "nova terra".
 
22. Os israelitas salvos de todas as gerações também entrarão na "nova terra".


FONTE:
Todas as Profecias da Bíblia (John F. Walvoord - Ed. Vida)






Só use as duas Bíblias traduzidas rigorosamente por equivalência formal a partir do Textus Receptus (que é a exata impressão das palavras perfeitamente inspiradas e preservadas por Deus), dignas herdeiras das KJB-1611, Almeida-1681, etc.: a ACF-2011 (Almeida Corrigida Fiel) e a LTT (Literal do Texto Tradicional), que v. pode ler e obter em BibliaLTT.org, com ou sem notas).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ EscatologiaEDispensacoes/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )