A Última Trompa ou a Sétima Trombeta?


Herb Evans

http://evans.landmarkbiblebaptist.net/21-EndTimeControversy/THE%20LAST%20TRUMP%20OR%20THE%20SEVENTH%20TRUMPET%202.doc






Num. 10: 2
Faze-te DUAS trombetas de prata; de obra batida as farás, e elas te servirão para a convocação da congregação, e para a partida dos arraiais.  - Num. 10: 2

1 Co 15:52
Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última TROMPA (G4536); porque a trombeta SOARÁ (G4537), e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.

1 Tes 4:16,17: 16 Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com VOZ (G5456) de arcanjo, e com a TROMPA (G4536) de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.17 Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.

Uma vez que nós pré-tribulacionistas [podemos] usar a argumentação a respeito de o que é encontrado nas trombetas do Apocalipse não são TROMPAS (como o são em 1Co 15:52 e 1 Tes 4:16-17), mas sim TROMBETAS, a resposta pós-tribulacionista é que não há nenhuma diferença entre uma TROMPA e uma TROMBETA, enquanto eles tentam usar os dicionários de Webster [em inglês] e do grego para dar sustentação a tais afirmações. Basta que tenhamos dito isto, quanto autoridades externas às Escrituras.

A fim de provar que não existe uma última trompa para o Arrebatamento pré-Tribulação, defensores do pós-tribulacionismo e daquela negação [acima] têm se esforçado para fazer a última trompa e o Arrebatamento ocorrerem, ambas, ao soar da sétima trombeta do Apocalipse. Então, devemos nós acreditar que os anjos tinham sete TROMPAS e não sete TROMBETAS? Ou podemos assumir que a Sétima Trombeta tinha mais do que uma trompa deixou nela? E devemos nós acreditar que Paulo esteve errado ao usar tanto TROMPA como SOM DE TROMBETA em 1 Cor 15, ao invés de ter usado TROMPA (ou TROMBETA) em ambos os lugares? Não é necessário [que digamos] [pois o leitor já sabe, mas] parece que as DUAS trombetas no Livro dos Números [simbolizam,] tipificam, uma delas, o Arrebatamento pré-milenarista de santos do Novo Testamento, e, outra delas, o Arrebatamento [dos salvos] de Israel.



Pós-tribulacionistas Argumentam Usando as Definições do Dicionário Webster (Inglês)

Webster 1828 (dicionário de inglês): trompa TROMPA, substantivo.

1. Uma trombeta; um instrumento musical de sopro; uma palavra poética usada para trombeta. Ela raramente é usada em prosa, no discurso comum; mas é usado na Escritura, onde parece peculiarmente apropriado para a grandeza do assunto. Ante a última trompa; porque a trompa soará, e os mortos ressuscitarão. - 1 Cor.15, 1 Tessalonicenses 4.

2. [uma forma contrata de "trunfo".] A carta vencedora [em jogo de cartas]; uma carta do naipe de cartas que ganha de qualquer um dos outros naipes.

3. Um antigo jogo de cartas.



Moderno dicionário Webster / Merriam: TROMPA

1 a: trombeta; b principalmente na Escócia: harpa judaica
2: um som de ou como se de trombeteando "a trompa do juízo final." Origem de TROMPA: Inglês Médio "trompe", de "Trompae" anglo-francês, de origem germânica; semelhante a "trumba", " trompete trompa," no Antigo Alemão Alto. Primeiro uso conhecido: século 14.


Eu não sei quanto a vocês, mas eu odeio pensar que, no Arrebatamento, vou ser despertado por uma harpa de judeus. Eu não sou um grande fã de música caipira, embora eu não me importe com a rabeca [violino], mesmo que Nero tenha feito mau uso dele durante a queima de Roma.



A Última Trombeta Judaica

Is 27:12 E será naquele dia que o SENHOR debulhará seus cereais desde as correntes do rio, até ao rio do Egito; e vós, ó filhos de Israel, sereis colhidos um a um. ACF2007

Is 27:13 E será naquele dia que se tocará uma grande trombeta, e os que andavam perdidos pela terra da Assíria, e os que foram desterrados para a terra do Egito, tornarão a vir, e adorarão ao SENHOR no monte santo em Jerusalém. ACF2007

Mt 24:31 E ele enviará os seus anjos com rijo clamor (G5456) de trombeta (G4536), os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus. ACF2007

Hb 12:18 Porque não chegastes ao monte palpável, aceso em fogo, e à escuridão, e às trevas, e à tempestade, ACF2007

Hb 12:19 E ao sonido (G2279) da trombeta (G4536), e à voz (G5456) das palavras, a qual os que a ouviram pediram que se lhes não falasse mais; ACF2007

Ap 8:6 E os sete anjos, que tinham as sete trombetas (G4536), prepararam-se para tocá-las (G4537). ACF2007

Ap 1:10 Eu fui arrebatado no Espírito no dia do Senhor, e ouvi detrás de mim uma grande voz (G5456), como de trombeta (G4536), ACF2007

Ap 4:1 Depois destas coisas, olhei, e eis que estava uma porta aberta no céu; e a primeira voz (G5456) que, como de trombeta (G4536), ouvira falar comigo, disse: Sobe aqui, e mostrar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer. ACF2007

Ap 10:7 Mas nos dias da voz do sétimo anjo, quando ele começar a tocar (G4537) a sua trombeta, se cumprirá o segredo de Deus, como anunciou aos profetas, seus servos. ACF2007

Ap 11:12 E ouviram uma grande voz (G5456) do céu, que lhes dizia: Subi para aqui. E subiram ao céu em uma nuvem; e os seus inimigos os viram. ACF2007

Ap 11:15 E o sétimo anjo tocou (G4537) a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes (G5456), que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre. ACF2007


Soando ou soprando [ou trombeteando] uma trombeta, e o som e voz de uma trombeta, parecem claros o suficiente até mesmo para aqueles de nós que não são musicalmente inclinados ou SEJAM musicalmente desafiados. Nossa carne, no entanto, está com os tambores na igreja. [O tradutor pensa que esta sentença é ironia, ou não a entendeu.] O Arrebatamento [ENTRE AQUELES, provenientes de dentro das igrejas locais, que realmente tenham sido salvos] acontecerá na última "trompa" (a trompa de vitória para a igreja). Também a segunda trombeta [referida em Números 10:2] soará uma vitória para os judeus na Tribulação (Números 10:2; Isa 27:12-13), nenhuma das quais [em Números ou Isaías] devem ser torcidas ou confundidas com a sétima "trombeta".



Donald Trombeta versus Donald Trompa

[O tradutor pensa que esta sentença é uma brincadeira, pois há um Donald John Trump que é um empresário norte-americano, muito conhecido por apresentar o reality show de negócios, The Apprentice.]


Dizer que uma TROMPA e uma TROMBETA são a mesma coisa é um jogo de desorientação pelos pós-tribulacionistas, quer em inglês [, ou português, ] ou grego. Não só é o substantivo G4536 σάλπιγξ salpinx (trombeta ou trompete ou trompa) usado em 1 Coríntios 15:52, mas também o verbo dele derivado, G4537 σαλπίζω salpizo (soprar e fazer soar um trombeta/ trompete/ trompa) é usado ali. Note que "trompa, som e voz" são usados como sinônimos em muitas passagens. Note-se que o sonido da trombeta em Hebreus 12:18,19, ao invés de ser uma chamada para [o bem-aventurado, feliz] Arrebatamento, é uma chamada para profunda tristeza e desgraça que poderiam muito bem ser a sétima trombeta do Apocalipse para [anunciar sofrimentos para] os perdidos, tais como são as outras seis trombetas. Veja as seguintes listas:


G4536 σάλπιγξ SALPINX (substantivo trombeta ou trompete ou trompa)


1. Mat 24:31 - grande som (grego phone) de uma trombeta

2. 1 Coríntios 14: 8 - trombeta der som incerto (grego phone) (ISV, ESV - "bugle" (corneta))

3. 1 Coríntios 15:52 trompa (bíblia Webster - trompa), (YLT, ASV, ISV, ESV - som do trompete) *

4. 1 Tessalonicenses 4:16 trompa (YLT, ASV, bíblia Webster - trompa), (ISV, ESV - som do trompete)

5. Heb 12:19 som (grego - echos) da trombeta. . . a voz (grego - phone) de ...

6. Apocalipse 1:10 de voz (grego - phone) como de uma trombeta

7. Apocalipse 4:1 voz (grego - hone) como se fosse uma trombeta ... der som incerto (G-telefone)

8. Apocalipse 8:2 sete trombetas

9. Apocalipse 8:6 sete trombetas

10. Rev 8:13 vozes da trombeta. . . que ainda estão para soar (grego - salpizo)

11. Rev 9:14 trombeta



Obviamente, cada um dos termos [em inglês e português] "trompa", "som", "som da trombeta", "trombeta", "voz", "vozes de uma trombeta", e "como se fosse um trompa" têm o mesmo significado que os outros, mas não são sinônimos do instrumento trombeta no contexto


[isto é, não força que os instrumentos, mesmo da mesma família de instrumentos de sopro, são exatamente os mesmos]

[note que o contexto de feliz e bem-aventurado Arrebatamento [daqueles, provenientes de dentro das igrejas locais, que realmente tenham sido salvos, em 1Co 15:52 e 1Ts 4:16-17] é diferente do contexto de sofrimento dos judeus durante a Tribulação, leia-os, por exemplo, em Ap 13-14].

Claro, forçando a trompa [de 1Co 15:52 e 1Ts 4:16-17] e a [sétima] trombeta [de Apocalipse] a serem sinônimos [mesmo instrumento, mesmo evento] apenas para provar pós tribulationalismo é demonstrar o que isso vale: nada.


G4537 σαλπίζω SALPIZO (verbo soprar e fazer soar um trombeta/ trompete/ trompa. Derivado de G4536, logo acima)


1. Mateus 6: 2 trombeta soará (trombeta)

2. 1 Coríntios 15:52 última trombeta (salpinx), porque a trombeta (nenhuma palavra subjacente) soará (G - salpizo)

3. Apocalipse 8:6 tocar as trombetas (a trombeta, G - salpizo)

4. Apocalipse 8: 7 soou (trombeteou - salpizo)

5. Apocalipse 8: 8 soou (trombeteou - salpizo)

6. Apocalipse 08:10 soou (trombeteou - salpizo)

7. Apocalipse 08:12 soou (trombeteou - salpizo)

8. Apocalipse 08:13 soou (trombeteou - salpizo)

9. Apocalipse 9: 1 soou (trombeteou - salpizo)

10. Apocalipse 10: 7 soou (trombeteou - salpizo)

11. Apocalipse 11:15 soou (trombeteou - salpizo)



A palavra [substantivo] grega para trombeta [G4536 σάλπιγξ salpinx] é usada apenas 5 vezes como o instrumento [o tradutor acha que são as letras vermelhas e realces amarelos, acima: Heb 12:19; Ap 1:10;4:1; 8:13; 1Co 15:52], enquanto que [ela mesma e palavras dela derivadas, tais como] "o som da trombeta, "voz como de trombeta", "vozes da trombeta", "como se fosse uma trombeta" são usadas, mais as duas vezes em que ela é traduzida como TROMPA ou é usada como o som que faz a trombeta [dando o total de 19 vezes nos 22 versos acima].
Eu estou contente em permitir [aceitar] que a KJB seja a autoridade na matéria, ao passo que outros não estão, [como é evidente] em que eles demonstram suas reservas mentais sobre a veracidade da KJB ao longo de suas objeções. Os tradutores da KJB foram muito melhores no uso de substantivos e verbos gregos do que os pós-tribulacionistas parecem ser.
Primariamente, a trompa é o som da trombeta ou a voz, ao passo que uma trombeta é o chifre que faz com que o som ou voz. Um trompetista é aquele que sopra ou soa o trompete.



O Arrebatamento da Eleitos versus o Arrebatamento dos Maus

Mateus 24:31   
 E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus.
[Este rijo clamor de trombeta pode ser comparado ao que causou terror a todos, Heb 12:19
   E ao sonido da trombeta, e à voz das palavras, a qual os que a ouviram pediram que se lhes não falasse mais]

Bem, Mateus 24 é o quadro errado quanto ao tempo para o Arrebatamento, o som errado de uma trombeta, a voz errada, e os arrebatados errados, apesar do esforço de esticamento pós-tribulacionista para conectar Mateus 24 a Mateus 13 e a Apocalipse 14. [Provemos isto:]
- Este ato de ajuntar, em Mateus 24, é imediatamente após a Tribulação, após os fenômenos da lua, do sol e das estrelas, e após a vinda de Jesus em poder e glória.
- Seus anjos não tomam os eleitos para fora do mundo, nem os tomam e arrebatam para encontrar no ar o Salvador deles; em vez disso, os anjos reúnem os eleitos JUNTAMENTE, desde os quatro ventos, de horizonte a horizonte.
- [somente] Depois de Sua vinda é que o Armagedom ocorre Mt 24:28.
- Tudo isso acontece APÓS a Tribulação.
- [somente] Depois da coleta desses eleitos é que as nações são julgados.
- Os eleitos que foram reunidos não estão no céu, mas sim estão presentes na terra naquilo que é o julgamento das nações (note, em Mt 25:40, que a base deste julgamento será como cada um tratou "
estes meus pequeninos irmãos")



Mateus 13 como a Ceifa do Arrebatamento [dos Maus,] Após a Tribulação

Mateus 13:38-42:  
38 O campo é o mundo; e a boa semente são os filhos do reino; e o joio são os filhos do maligno;39 O inimigo, que o semeou, é o diabo; e a ceifa é o fim do mundo; e os CEIFEIROS são os anjos.40 Assim como o joio é colhido e queimado no fogo, assim será na consumação deste mundo.41 Mandará o Filho do homem os seus anjos, e eles colherão do seu reino tudo o que causa escândalo, e os que cometem iniqüidade.42 E lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá pranto e ranger de dentes.

Mateus 13 é o "fim do mundo" e os que ali são reunidos PARA FORA DO SEU REINO são os maus, o JOIO. Este é um Arrebatamento para o inferno e não para o céu. Uma vez que eles estão reunidos para fora do Seu reino, então a Tribulação, e a segunda vinda, e o Armagedom já têm [antes] sido encerrados.



Apocalipse 14 como a Ceifa do Arrebatamento [dos Maus,] Após a Tribulação

Ap 14: 1-3 (1)
1 E olhei, e eis que estava o Cordeiro sobre o monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil, que em suas testas tinham escrito o nome de seu Pai.2 E ouvi uma voz do céu, como a voz de muitas águas, e como a voz de um grande trovão; e ouvi uma voz de harpistas, que tocavam com as suas harpas.3 E cantavam um como cântico novo diante do trono, e diante dos quatro animais e dos anciãos; e ninguém podia aprender aquele cântico, senão os cento e quarenta e quatro mil tendo sido comprados (em redenção) para- longe- da terra.

Ap 14:14-20
14 E olhei, e eis uma nuvem branca, e assentado sobre a nuvem um semelhante ao Filho do homem, que tinha sobre a sua cabeça uma coroa de ouro, e na sua mão uma foice aguda.15 E outro anjo saiu do templo, clamando com grande voz ao que estava assentado sobre a nuvem: Lança a tua foice, e sega; a hora de segar te é vinda, porque já a seara da terra está madura.16 E aquele que estava assentado sobre a nuvem meteu a sua foice à terra, e a terra foi segada.17 E saiu do templo, que está no céu, outro anjo, o qual também tinha uma foice aguda.18 E saiu do altar outro anjo, que tinha poder sobre o fogo, e clamou com grande voz ao que tinha a foice aguda, dizendo: Lança a tua foice aguda, e vindima os cachos da vinha da terra, porque as suas uvas estão maduras.19 E o anjo lançou a sua foice à terra e vindimou as uvas da vinha da terra, e atirou-as no grande lagar da ira de Deus.20 E o lagar foi pisado fora da cidade, e saiu sangue do lagar até aos freios dos cavalos, pelo espaço de mil e seiscentos estádios.

Ap 10: 7
Mas nos dias da voz do sétimo anjo, quando tocar a sua trombeta {*}, se cumprirá o segredo de Deus, como anunciou aos profetas, seus servos. {* a sétima trombeta}

Ap 11:15
E o sétimo anjo tocou a sua trombeta {*}, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre. {* a sétima trombeta}

Como podem Ap 11:15 e Ap 14:1-20, ambos, serem ditos ser o [único e mesmo] Arrebatamento?. Se Ap 11:15 é a última trombeta e é o Arrebatamento pós- Tribulação, então como pode também Apocalipse 14:1-3 ser o final da Tribulação (que supostamente termina em Rev 14:14, de acordo com alguns pós tribulacionistas)? [Supor que Ap 11:15 e Ap 14:1-20 tratam de um único e mesmo Arrebatamento levaria à contradição de que] a Tribulação não é encerrada na última trombeta e no Arrebatamento de Ap 11:15.
Ademais, a última trombeta e o Arrebatamento ocorrem ANTES [que o derramamento] DOS VASOS sejam iniciados. Assim, são os vasos parte da Tribulação, ou não? Se eles ainda estão na Tribulação, então ela não acabou em Apocalipse 11:15. Portanto, como pode o Arrebatamento [daqueles, provenientes de dentro das igrejas locais, que realmente tenham sido salvos] ser pós-Tribulação? O que acontece agora? Oh, eu acho que as midi-tribulacionistas vão agora entrar em cena e propagandear seu cenário midi-tribulacionista.



Quem são os 144.000 comprados para longe da terra, em Ap 14:1-3? São os Testemunhas de Jeová?
Bem, todos temos que reconhecer, aqui [em Ap 14], estamos [aprendendo sobre] um Arrebatamento [dos maus, para longe da terra e para o inferno] pós-Tribulação, e alguns pós tribulacionistas ainda estão pressionando por um Arrebatamento [daqueles, provenientes de dentro das igrejas locais, que realmente tenham sido salvos] em Apocalipse 14, onde as vinhas são colhidas daqui com uma foice. Doutrina estranha e  inconsistente! A tentativa de fazer de Apocalipse 14 o Arrebatamento [daqueles, provenientes de dentro das igrejas locais, que realmente tenham sido salvos] está repleta de problemas. Claro que semear e colher significam o que você planta e os resultados que obtém. No entanto, se contarmos esta colheita dos grãos maduros e bons como se fosse a reunião dos eleitos [que se suponha que esteja descrita] em Mateus 24, ainda seremos confrontados com o problema de Apocalipse 14 [acima tratado] e essas videiras terem perdido uvas que são destinadas para o lagar da IRA de Deus, em vez de terem sido arrebatadas para o céu através de qualquer Arrebatamento pós-Tribulação. A colheita dos grãos, aqui em Ap 14, é um processo de duas etapas:
1) cortar e agrupar juntos os resultados, e
2) lançar aquela colheita no inferno.
Os acontecimentos de Apocalipse 14 não podem ser os acontecimentos de 1 Cor 15 ou 1 Tessalonicenses 4: O evento [de Ap 14] não é o Arrebatamento dos salvos, mas sim o metafórico ajuntamento dos ímpios no Armagedom e a IRA de Deus, e envolve o sangue derramados pelos soldados, na batalha, chegar à altura dos freios dos cavalos, em Apocalipse 14.



Armagedom e a Colheita na Ressurreição

Mt 24:27-30:     27 Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem. 28 Pois onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão as águias. 29 E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas. 30 Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória. ACF2007

Mc 13:24-27:     24 Ora, naqueles dias, depois daquela aflição, o sol se escurecerá, e a lua não dará a sua luz. 25 E as estrelas cairão do céu, e as forças que estão nos céus serão abaladas. 26 E então verão vir o Filho do homem nas nuvens, com grande poder e glória. 27 E ele enviará os seus anjos, e ajuntará os seus escolhidos, desde os quatro ventos, da extremidade da terra até a extremidade do céu. ACF2007

Ap 16:14-17     14 Porque são espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis da terra e de todo o mundo, para os congregar para a batalha, naquele grande dia do Deus Todo-Poderoso. 15 Eis que venho como ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia, e guarda as suas roupas, para que não ande nu, e não se vejam as suas vergonhas. 16 E os congregaram no lugar que em hebreu se chama Armagedom. 17 E o sétimo anjo derramou a sua taça no ar, e saiu grande voz do templo do céu, do trono, dizendo: Está feito. ACF2007

Ap 19:7-9     7 Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demos-lhe glória; porque vindas são as bodas do Cordeiro, e a sua esposa se aprontou. 8 E foi-lhe dado que se vestisse de linho fino, puro e resplandecente; porque o linho fino são as justiças dos santos. 9 E disse-me: Escreve: Bem-aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro. E disse-me: Estas são as verdadeiras palavras de Deus. ACF2007

Ap 19:11-21  11 E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele chama-se Fiel e Verdadeiro; e julga e peleja com justiça. 12 E os seus olhos eram como chama de fogo; e sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito, que ninguém sabia senão ele mesmo. 13 E estava vestido de uma veste tingida em sangue; e o nome pelo qual se chama é A Palavra de Deus. 14 E seguiam-no os exércitos no céu em cavalos brancos, e vestidos de linho fino, branco e puro. 15 E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso. 16 E no manto e na sua coxa tem escrito este nome: Rei dos reis, e Senhor dos senhores. 17 E vi um anjo que estava no sol, e clamou com grande voz, dizendo a todas as aves que voavam pelo meio do céu: Vinde, e ajuntai-vos à ceia do grande Deus; 18 Para que comais a carne dos reis, e a carne dos tribunos, e a carne dos fortes, e a carne dos cavalos e dos que sobre eles se assentam; e a carne de todos os homens, livres e servos, pequenos e grandes. 19 E vi a besta, e os reis da terra, e os seus exércitos reunidos, para fazerem guerra àquele que estava assentado sobre o cavalo, e ao seu exército. 20 E a besta foi presa, e com ela o falso profeta, que diante dela fizera os sinais, com que enganou os que receberam o sinal da besta, e adoraram a sua imagem. Estes dois foram lançados vivos no lago de fogo que arde com enxofre. 21 E os demais foram mortos com a espada que saía da boca do que estava assentado sobre o cavalo, e todas as aves se fartaram das suas carnes. ACF2007


Armagedom ocorrerá depois da Tribulação ser encerrada, após o casamento do Cordeiro, e após a ceia do casamento. Não será senão após a Tribulação que o Senhor virá em poder e glória para julgar as nações, o que será o segundo dos quatro julgamentos que ainda faltam ocorrer [e ocorrerão de forma literal, pois todas as profecias que já se cumpriram o fizeram de forma literal]:

1. O tribunal de Cristo para [galardoamento de] os crentes após serem arrebatados.
2. O julgamento no Armagedom
3. O julgamento do trono de Cristo, sobre as nações [gentios]
4. O Julgamento do Grande Trono Branco para os perdidos [de todos os séculos].

O julgamento das nações é precedido pelo Arrebatamento pré Tribulação e pela Tribulação, e é seguido pelo Reino Milenar (isto é, de 1.000 anos). Este será seguido pelo julgamento do Grande Trono Branco.
A primeira ressurreição [primeira em tipo, havendo dois tipos, o primeiro tipo para a vida eterna e o segundo tipo para a morte eterna] é composta de [3 etapas]:

a) as primícias [a ressurreição do Cristo],
b) a colheita [a ressurreição daqueles que morreram EM o Cristo, isto é, daqueles que, provenientes de dentro das igrejas locais, realmente tenham sido salvos], e
c) os rabiscos [isto é, a ressurreição daqueles que creram mas não foram da dispensação das igrejas].

Estas [etapas] não ocorrem simultaneamente, mas sim em momentos diferentes.

Um pós-tribulacionista que não pode encaixar isso [os fatos da Bíblia referentes a estes 4 julgamentos por vir] em seu esquema de coisas, mas um pré-tribulacionista pode. Ademais, a primeira ressurreição é concluída antes do Milênio, e não durante a Tribulação.
As primícias são aqueles crentes ressuscitados logo após a ressurreição de Jesus.
A colheita principal é no Arrebatamento.

Os rabiscos são a(s) ressurreição (ões) no livro do Apocalipse.



O Julgamento das Nações

Mt 25:31-34  31 E quando o Filho do homem vier em sua glória, e TODOS os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória; 32 E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas; 33 E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda. 34 Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; ACF2007

Mt 25:46 E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna. ACF2007


São os salvo e perdidos dessas nações, aqueles que tenham sobrevivido [aos 7 anos de engano e grande Tribulação] que são julgados depois do Armagedom. Alguns acabam [indo morar] no reino e na vida eternos, e alguns acabam [indo morar] no castigo eterno.

A Tribulação é seguida pela vinda de Cristo em poder e glória, [seguido por Armagedom], seguido por Ele reunir Seus eleitos.

Mt 24:29     E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas.
Mt 25:31-46.    E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes....45 Então lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim.46 E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna. Mt 25: 31- 46).




Autor: Herb Evans

Tradutor: HMSilva, jun.2015.








Só use as duas Bíblias traduzidas rigorosamente por equivalência formal a partir do Textus Receptus (que é a exata impressão das palavras perfeitamente inspiradas e preservadas por Deus), dignas herdeiras das KJB-1611, Almeida-1681, etc.: a ACF-2011 (Almeida Corrigida Fiel) e a LTT (Literal do Texto Tradicional), que v. pode ler e obter em http://BibliaLTT.org, com ou sem notas.



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ EscatologiaEDispensacoes/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )