Como Conhecer O Tipo Certo De Música

[para crentes, na igreja ou em casa]

Excerto de "How to Tell the Right Kind of Music", por Alan Ives, que foi um músico de rock antes de ser salvo (Concord & Harmony, 328 Rosalia Street, Oshkosh, WI 54901, 920-235-5400)


"Como você reconhece o que é uma boa música de verdadeiros crentes, salvos? Bem, ela deve soar diferente da estação [de rádio] de rock [ou sertaneja, ou aché, ou samba, ou pagode, ou lambada, ou qualquer música derivada das afro-sexuais], da estação de música suavezinha [efeminadazinha, ou nova-erazinha, ou, mesmo, clássica], e da estação de música de entretenimento. Quando nós cantamos músicas evangélicas num bom estilo antigo, elas não devem soar como [absolutamente] nada que o mundo canta. Esta é a maneira que precisamos conservá-la. Nós não podemos nunca retratar a paz do Senhor com sons turbulentos, disparados, violentos. Não podemos nunca falar do amor de Deus com música cheia de ódio; da bondade do Senhor com música má; da majestade de Deus com música de baixa categoria; do poder de Deus com música insignificante; da sabedoria de Deus com música estúpida; da santidade de Deus com música não santa. Nós nunca podemos falar do que é sagrado com música profana, de coisas celestiais com música terrena e sensual e diabólica. Nós nunca podemos falar da seriedade da cruz e de inferno e da salvação, com música irreverente. Nós nunca podemos falar do sacrifício do nosso Salvador com música centrada no eu. Nós nunca podemos retratar aquilo que deve ser belo com música repulsiva [a Deus], nunca podemos descrever [verdadeira] alegria com música cheia de tristeza, nunca podemos falar de brandura com música tempestuosa, nunca podemos falar da grandeza de nosso Deus com música vil [baixa]. E nós nunca podemos falar de ser um soldado se usarmos música para dançar."


Comentário de Teno Groppi: Esta última analogia exprime uma tonelada. Há uma divisão muito distinta entre música para música para valentes soldados marcharem e música para carnais dançarem. E é este, provavelmente, o caminho mais fácil de discernir entre música sagrada e música profana.

Comentário de Hélio: Ao que eu me lembre agora, no Velho Testamento TODAS as referências a música religiosa entoada por toda a congregação de Israel mas fora (*) do Tabernáculo/Templo, foram preparando para uma batalha militar, ou foram celebrando a vitória nela. Será que isto também não indica que o tipo de música por excelência a ser usado na adoração nas nossas igrejas deve ser bem próximo do tipo de marcha militar convencional! Forte, animada, solene, mas nada, NADA dançável, nada intimista-mística-novaera- efeminada. Não seria um bom exemplo a ser mais ou menos seguido "Já Refulge a Glória Eterna de Jesus o Rei dos Reis ...", do modo que foi originalmente usado nas igrejas?
(*) A música em adoração DIRETA a Deus, no Tabernáculo/Templo, era muito mais solene, só 2 instrumentos eram normalmente usados como acompanhamentos, e estes tinham que ser dedilhados, era impossível fazer batucada e ritmo forte com eles (semelhantes à harpa). Maiores detalhes em http://solascriptura-tt.org/LiturgiaMusicaLouvorCulto/AMusicaSantaNaIgreja-Helio.htm e outros artigos em http://solascriptura-tt.org/LiturgiaMusicaLouvorCulto/ Antes de recusar qualquer coisa que dissemos, ou até de reclamar, por favor leia todos os artigos, devagar, estudando seriamente cada verso, lendo na Bíblia, aberto ao Espírito Santo lhe mostrar o que é o MELHOR [aos olhos de Deus, não nossos].


Traduzido por Valdenira N.M.Silva, 2004




Só use as duas Bíblias traduzidas rigorosamente por equivalência formal a partir do Textus Receptus (que é a exata impressão das palavras perfeitamente inspiradas e preservadas por Deus), dignas herdeiras das KJB-1611, Almeida-1681, etc.: a ACF-2011 (Almeida Corrigida Fiel) e a LTT (Literal do Texto Tradicional), que v. pode ler e obter em BibliaLTT.org, com ou sem notas).




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ LiturgiaMusicaLouvorCulto/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )