Música: Distinguindo os Estilos Sacro e Contemporâneo

David Cloud






 

Eu tenho orado muito pelo culto desta noite. Na verdade, tenho estado preparando esta mensagem durante vários meses:
 

    "Distinguindo Entre os Estilos Sacro e Contemporâneo, em Música Cristã"





O texto desta noite é Salmos 119, verso 128.     (Salmos 119, verso 128).

Eu estava pregando em algumas igrejas nas Filipinas, em janeiro passado. Realmente apreciei minha visita àquele país. Entre os irmãos filipinos, há algumas igrejas muito fortes na doutrina (que estão se esforçando para lutar em defesa dos antigos caminhos da Palavra de Deus, nas Filipinas), e eu preguei várias vezes [a elas] sobre o tema de música de adoração no estilo contemporâneo, e todas as igrejas para as quais eu fui convidado para pregar concordaram comigo que elas NÃO queriam usar música de adoração contemporânea. Mas, mesmo assim, eu notei que algumas delas a estavam usando! E a razão disto é que eles não sabem como distinguir ente os estilos de música.

(Quando falamos sobre Música Cristã Contemporânea, não estamos falando sobre música que é escrita hoje. Não estamos falando sobre a data das músicas. O que estamos falando é sobre o ESTILO de música. Há muitas boas músicas cristãs que estão sendo escritas hoje. Não importa quando uma música foi escrita: Se em 2003, ou em 1823. Isto é irrelevante, desde que a música soe como sã e sólida música cristã. Estaremos falando sobre ESTILOS DE MÚSICA, estaremos falando contra Música Cristã Contemporânea)

Nosso texto é Salmos 119, verso 128. Este é um dos meus versos favoritos. Davi era um homem segundo o coração de Deus, ele amava o Senhor. E esta era a sua atitude de coração para com a verdade:
 

“Por isso estimo TODOS os teus preceitos, acerca de TUDO, como RETOS, ... .” (Sl 119:128a)
 

[Em outras palavras], Davi disse: "Todas as coisas na Palavra de Deus são certas, do princípio ao fim!" Esta é a verdadeira atitude de coração daqueles que crêem na Bíblia. Tudo na Bíblia é sem erro, de Gênesis a Apocalipse

Mas notem que Davi também disse:
 

... e ODEIO      TODA falsa vereda.” (Sl 119:128b)
 

"Eu ODEIO      TUDO que é contrário à Palavra de Deus!" Esta é a verdadeira atitude espiritual para com a verdade. Não apenas amar a verdade, mas também ODIAR tudo aquilo que é contrário à verdade.

E este é o nosso texto para hoje à noite. Isto é o que devemos e queremos fazer em todas as áreas de nossa vida.

Nossa meta é ajudar o crente, hoje, dando-lhe algumas ferramentas simples para ajudá-lo a distinguir entre um estilo de música contemporâneo e sensual, e um estilo de música sagrado, tradicional e bíblico.

Esta apresentação baseia-se em e continua 3 nossas apresentações anteriores sobre música.
Tais apresentações anteriores focalizam-se nos músicos e nas suas associações (os aspectos do ecumenismo e do carismatismo hoje associados a de onde aquela música está vindo).

A atual apresentação focalizará na música, ela própria. Nos ESTILOS de música.

O esboço [da atual apresentação] é muito simples:
 

- Primeiro de tudo: "Estabelecendo um princípio, um alicerce da música cristã" (algo muito importante para entendermos sobre música cristã).

- Segundo: "Diz a Bíblia alguma coisa a respeito de ESTILO de música?" Eu recebo muitos emails dos defensores da Música Cristã Contemporânea, e eles dizem "a Bíblia não diz nada a respeito de ESTILOS de música". Bem, eu creio que ela diz.

- Terceiro: "Aprenda princípios básicos de música, que precisamos entender para que possamos avaliar e escolher música."

- E então, finalmente, o quarto [ponto do esboço]: "Três principais características da música mundana hoje, precisamos aprender a reconhecê-las".




 

O princípio fundamental da música cristã é esse:
 

            "Música é uma linguagem".
 


A música em si mesma (sem as palavras) é uma linguagem. E, na boa música cristã, a mensagem da música tem que casar com a mensagem das palavras, e elas complementam uma à outra, se encaixam juntamente, e pregam a mesma mensagem.

E esta é a boa música cristã: Música e letra não estão em conflito uma com a outra.

Mas a Música Cristã Contemporânea nega tudo isto. A Música Cristã Contemporânea diz que a música é neutra. A música, dizem eles, não é nada em si mesma, não tem moral (boa ou má), não significa nada quando separada das palavras. Portanto, não é importante que estilo de música você usa, dizem eles. E, se você vai a uma grande livraria evangélica, você pode achar, na seção da assim chamada música cristã, todos os gêneros que o mundo tem. Para cada categoria de música que o mundo tem, há uma alternativa dela na assim chamada música cristã.

Quero começar, hoje à noite, tocando uns poucos clips que vão nos relembrar onde exatamente está a música cristã e quão mundana ela está se tornando.

Se você vai a uma grande livraria evangélica em uma grande cidade como Oklahoma City, encontra uma cadeia de lojas chamada "Livraria Evangélica Mordeo", e nela a seção de música cristã é de 4 a 6 vezes maior do que este auditório desta igreja. (Somente a seção de música [cristã] desta grande livraria!). Dentro dessa seção, você acha um departamento [de Rock] chamado de "Aquilo Que é Quente." E aqui estão alguns exemplos do departamento chamado de "Aquilo Que é Quente", da livraria evangélica:
 

O primeiro exemplo é P.O.D. - Um grupo chamado Payable On Death ("Pagável Na Morte").
[Ouçamos] ... P.O.D.! ... Música cristã!

O segundo clip é por D.C. TALK, um de grupo muito popular da assim chamada música de Rock Cristão.
[Ouçamos] ...

Na seção de Rock Cristão você também encontra uma seção de Música Cristã Contemporânea, e eu uso MICHAEL W. SMITH como o exemplo disto. [Ouçamos] ...  Michael W. Smith ... muito influencial em círculos de música cristã.

E você também encontra uma seção cristã de RITHMS AND BLUES, e aqui usamos como exemplo CURT FRANKLIN.
[Ouçamos] ... Curt Franklin. Gritaria cristã.

Depois disso, temos uma seção de TECHNO CRISTÃ. Techno! THE RAVING LUNATICS ("Os Lunáticos Delirantes"), este é o nome deste grupo.
[Ouçamos] ... The Raving Lunatics. ... um grupo cristão! Esta é a capa de um CD deles.

Então você chega à seção de RAP/HIP-HOP Cristão, da livraria de música cristã. Aqui temos THE HEAVEN´S HIP-HOP ("Os Pulos Pélvicos do Céu").

E há a seção de MODERNOS LOUVOR E ADORAÇÃO. Este é BRIAN, de Garden, Pensacola, Flórida.
[Ouçamos] ... Louvor e Adoração Modernos, do supermercado de música cristã!
 

Portanto, eles tomarão qualquer coisa que o mundo tem, e a cristianizarão. Creio que vimos algo a respeito disto ontem à noite, como, no início da igreja católica romana, eles tomaram as coisas pagãs e as cristianizaram. A mesma coisa está acontecendo hoje [quanto à música].



Bem, nós sabemos que música é uma linguagem, nós sabemos que música não é neutra. Há muitas razões pelas quais sabemos disto e pelas quais podemos provar isto. Mas hoje, somente queremos dizer 2 coisas simples para ilustrar o fato de que MÚSICA É UMA LINGUAGEM, de que música em si mesma (sem palavras) é uma linguagem e fala ao coração do homem.

A primeira ilustração disto é com MÚSICA ORQUESTRAL.
 

Música Orquestral. Todas as partituras de música orquestral [que lhes vou mostrar] não não têm palavras. São apenas Música! Nós temos somente os instrumentos, todos eles. Temos somente a música. E, tocando esta música e mudando os estilos da música, podemos criar todos os tipos de diferentes sentimentos e experiências emocionais. E vamos ilustrar hoje de noite. Você pode ilustrar vários tipos de atividades humanas com música do tipo orquestral.

E aqui está um exemplo disto: THE BOSTON POP´S, em um dos seus ajuntamentos,
[Ouçamos] ... O que é isto? Bem, que tal um passeio a cavalo? Isto não é um bombardeiro mergulhando e jogando uma bomba que explode por aí. Não é uma locomotiva correndo nos trilho. Definitivamente é um passeio a cavalo ou alguma coisa como isto. Muitas atividades humanas podem ser demonstradas como e através da música. Elas criam algumas imagens em sua mente, criam experiências emocionais. E cada tipo de emoção pode ser demonstrada com a música: Tristeza, felicidade, desencorajamento, solidão, medo, ira, amor, ternura, ferocidade.

Aqui está um exemplo de uma peça de música popular em estilo clássico.
[Ouçamos] ... E... é um tipo alegre de música, não é uma música triste. Não há nada triste a respeito dela. Você conhece que é uma coisa alegre, é um tipo de situação de gozo. Música é uma coisa que expressa e provoca emoções.

Aqui está um outro exemplo de música popular em estilo clássico.
[Ouçamos] ... E isto é uma música mais serena, de emoções mais profundas.

E todos os tipos de emoções podem ser criados com música, somente a música, sem palavras algumas. As estações, o tempo... podem ser ilustrados.

Para ilustrar, o que é isto?
[Ouçamos] ... É uma canção chamada MORNING ("Manhã"). Chamada Morning. Por que? Muito óbvio. O nascer do dia, coisas despertando, começando, os pássaros cantando. É chamada Morning. Não é chamada "Tempestade, Furiosa Tempestade"

Praticamente tudo na criação pode ser representada através da música. Música é uma linguagem. Como esta muita famosa peça de música. Isto é a respeito de um rio na Europa chamado DANÚBIO AZUL. O Danúbio é um rio vagaroso. Esta é apenas uma peça de música, demonstrando essa coisa quieta desse rio ali.

Aqui está um outro exemplo muito diferente:
[Ouçamos]... Eu sei o que isso é: É uma caminhada de elefantes. Não, talvez não. É chamado THE BUMBLE BEES ("As Abelhas do Bambuzal"). E demonstra o vôo das abelhas no bambuzal. Somente uma peça de música. Porque música é uma linguagem.

Os militares usam música. Aqui está uma MARCHA MILITAR.
[Ouçamos] ... É uma marcha famosa, Stars and Stripes ("Estrelas e Listras") [na bandeira americana]. Demonstra uma atitude militar, sentimentos, emoções deste tipo. E a orquestra demonstra para nós o fato que música não é neutra.



Música (sem as palavras), é uma linguagem. Uma poderosa linguagem de emoções. E o fato que música é usada pelos criadores de filmes e shows de televisão prova-nos que música é uma linguagem. Vocês sabem, nos velhos tempos do cinema mudo, eles usavam músicas e elas não tinham palavras. Músicas que demonstravam o que estava ocorrendo ao longo do filme.

Você tem um tipo de MÚSICA PARA O HERÓI.
[Ouçamos] ... Aqui você tem somente o piano. Este é nosso amigo Alan Ives tocando o piano, demonstrando o tipo de música para o herói.

E aqui nós temos a heroína, a amável heroína, o tipo de MÚSICA PARA A HEROÍNA. São diferentes tipos de música [a do herói e a da heroína]. Você não gostaria de ter essas coisas confundidas. Senão você teria um herói efeminado aparecendo. A música fala uma mensagem muito clara, lá.

Agora nós temos o vilão. E esta é MÚSICA DE VILÃO. Não é música de heroína. E se a heroína aparece e você toca isso, será como uma comédia, imagem e som não se encaixam. Por que? Porque a música diz alguma coisa. Música é uma linguagem. E assim temos que nos perguntar a nós mesmos que tipo de mensagem esta música está pregando, apresentando.

Aqui estão mais um par de exemplos tirados de filmes.
[Ouçamos] ... Que tipo de cena isto descreve? PERIGO. Um cara sorrateiramente se aproximando de uma mocinha dormindo, ou alguma coisa como isto. Perto, mais perto, perigo, medo, porque a música traduz terror, nada feliz vai acontecer ali.

Aqui está um outro clip de música, uma situação diferente.
[Ouçamos]... Se você tem a música anterior tensa e esquisita, e toca esta música, o que você tem? Você tem confusão. Você tem confusão, conflito. A cena está dizendo uma coisa, a música está dizendo outra coisa. Isto é confusão. Cada compositor de pautas de música sabe que música é linguagem, do mesmo modo que palavras são uma linguagem, e representação é uma linguagem. Portanto, a mensagem da música deve casar com a mensagem das palavras, senão você terá conflito e confusão.
 





Será que a Bíblia diz alguma coisa a respeito do estilo de nossa música? Eu acho que sim.




Efésios 5:19.    (Efésios 5:19).

Uma das passagens do Novo Testamento que fala sobre a nossa música. Efésios 5:19: "Falando entre vós em salmos, e hinos, e CÂNTICOS ESPIRITUAIS; ..." CÂNTICOS **ESPIRITUAIS**. E esse é um tipo muito particular de música. Isso não é música de Rock.

Você pergunta como eu sei disso? Bem, entendendo o que a palavra "espiritual" significa. A palavra "espiritual" é uma palavra grega e significa algo que é DIFERENTE DO MUNDO. Este é o sentido básico de "espiritual". Alguma coisa que é colocada à parte [exclusivamente] para Deus, algo que é santo, agradável ao Deus Santo e separado deste mundo. Basicamente, este é o sentido de "espiritual".

Esta é a mesma palavra que é usada em 1Coríntios 2, verso 13. A mesma palavra grega "espiritual" é usada aqui, em 1Coríntios 2:13. "As quais também falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais". Portanto, o que significa "espiritual", de acordo com este verso? É o oposto da sabedoria natural do homem. Exatamente o oposto disto.

Agora, olhe em 1Coríntios 3, verso 1. A mesma palavra é usada aqui, e nós encontramos o que é que "espiritual" significa:  “E eu, irmãos, não vos pude falar como a ESPIRITUAIS, mas como a CARNAIS ...” Então, o que é espiritual é oposto ao que é da carne. Exatamente o oposto, eles são opostos. Você anda no Espírito ou você anda na carne. Você é um crente espiritual ou você é um crente carnal, isto é o que a Bíblia diz. Isto quer dizer que eu posso ser carnal, eu posso andar segundo a carne, mesmo se sou um crente. Portanto, "espiritual" é o oposto da sabedoria natural do homem, é o oposto das coisas da carne. Esta é a definição de "espiritual", pela Bíblia.

O que significa que o estilo da nossa música cristã tem que ser diferente do estilo das músicas que são usadas pelos homens desse mundo, para o propósito da carne, as coisas pecaminosas da carne.

E a Palavra de Deus é muito clara a respeito disto, e vemos isto mesmo no Velho Testamento. A adoração que Israel tinha que oferecer a Deus foi ordenada ser diferente, ser separada das outras nações.

Olhe comigo para Êxodo capítulo 33, verso 16. (Êxodo 33, verso 16.) Israel foi separada das outras nações, todas as outras nações. Separada. Êxodo 33:16: “Como, pois, se saberá agora que tenho achado graça aos teus olhos, eu e o teu povo? Acaso não é por andares tu conosco, de modo a sermos SEPARADOS, eu e o teu povo, DE TODOS os povos que há sobre a face da terra?” Eles foram separados para Deus, diferentes de todas as outras nações. A adoração deles tinha que ser santa.

Vemos isto em Êxodo 40, verso 9. A adoração de Israel tinha que ser santa. Em Êxodo 40, verso 9, nós vemos isto: “Então tomarás o azeite da unção" [O óleo que era usado para a adoração de Deus no Tabernáculo], "e ungirás o tabernáculo, e tudo o que há nele; e o SANTIFICARÁS com todos os seus pertences, e será SANTO.” Não era para haver nenhum outro óleo como aquele em todo o mundo. Ele era diferente, era santo. Todas as coisas que foram usadas para a adoração a Deus em Israel eram diferente de quaisquer outras coisas do mundo, eram santas, eles não tomaram emprestado nada do mundo e chegaram e disseram "Hei, aqui estamos nós, Deus, e aqui está!" Deus não aceitaria. Tinha que ser santo e separado para Deus, tinha que ser celestial, celestial.

Vemos isto em Êxodo 25, verso 40. Nada foi tomado emprestado dos pagãos ao redor deles. Era uma adoração celestial. A adoração que eles ofereciam a Deus era algo que tinha descido para eles do céu. Em Êxodo 25, verso 40, nós vemos isto. Muito importante! Prova, pelo Velho Testamento, sobre o assunto de adoração: “Atenta, pois, que o faças CONFORME ao SEU modelo, que te foi mostrado no monte.” Equivale a Deus ter dito a Moisés "Não faça nada que você tem visto na adoração dos pagãos. Assegure-se de fazer tudo segundo a revelação que você tem recebido no Monte Sinai", a Revelação que Deus deu a Moisés. Era uma adoração proveniente do céu, e santa. E a adoração do Velho Testamento tinha que ser diferente de tudo que o mundo tinha.

Isto é exatamente o que Deus exige das igreja hoje. Nada mudou. Nossa adoração é para ser separada e celestial e santa. De fato, vejamos algumas Escrituras [do Novo Testamento]

Em 1Jo 5:19 ... "separada!" A igreja é para ser separada das coisas do mundo, para Deus. Em 1Jo 5:19, aqui está um poderoso verso a respeito das igrejas de crentes que realmente crêem na Bíblia. Isto é o que o apóstolo João disse a respeito de si mesmo e para os seus companheiros crentes dos seus dias: “Sabemos que ..." [saber as coisas de Deus, isto não é orgulho, Deus mostrou a nós na Sua Palavra] “Sabemos que somos de Deus, e que TODO o MUNDO está no MALIGNO.” Isto é muito severo. Mas é o que a Palavra de Deus disse sobre a nossa adoração. Nós somos separados, nós somos celestiais.

Col 1:24. Temos uma adoração celestial. Como devemos adorar a Deus? É uma adoração celestial, é uma adoração que Deus nos deu nas Escrituras, esta adoração é procedente dos céus, não é nada que nós imitamos pelo que vemos neste mundo. Em Col 1:24 nós lemos isto “Regozijo-me agora no que padeço por vós, e na minha carne cumpro o resto das aflições de Cristo, pelo seu corpo, que é a igreja;” E agora olhe no verso 26 [a igreja,] O mistério que esteve oculto desde todos os séculos, e em todas as gerações, e que agora foi manifesto aos seus santos;” A igreja procede do céu. O homem não concebeu a igreja. Jesus disse: "EU edificarei a minha igreja". O padrão [a seguir] está aqui, revelado nas Escrituras. A igreja é uma coisa celestial. Não tem nada a ver com nada que possamos encontrar no mundo.

E a Igreja é suposta, tem que ser santa. Em 1Pedro 1:15 nós vemos isto. Santos, separados, celestiais. Em 1Pedro 1:15 “Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também SANTOS em toda a vossa maneira de viver;” Adoração santa, separada! Adoração celestial. Isto é o que Deus diz a respeito da igreja. Portanto, a nossa adoração é para ser inteiramente diferente daquela do mundo, separada, diferente em caráter de tudo que encontramos no mundo. Nunca devemos vir à igreja para sermos lembrados do mundo, pelo que ouvimos e vemos. Devemos ter uma tipo de adoração celestial, santa, separada.

Vejamos algumas outras Escrituras [do Novo Testamento]. A Bíblia é tão simples, tão clara a respeito disso! Em Romanos 12, verso 2, Deus diz como devemos viver. E isto se aplica a  todas a partes da nossa vida, certamente à música. Romanos 12 verso 2: “E não sede conformados com este mundo, ....” Isto equivale a "Não siga o padrão desse mundo." Basta este verso, ele completamente destrói toda a filosofia de Música Cristã Contemporânea. Não se conforme, não siga o padrão do mundo. Este mundo está em inimizade contra Deus

Efésios 5, verso 11. Vemos a mesma coisa. Efésios 5, verso 11. Eis novamente o sólido alicerce escriturístico para o que estamos fazendo. Efésios 5, verso 11 “E não comuniqueis com as obras infrutuosas das trevas, mas antes CONDENAI-AS.” Meu amigo, se música de Rock não uma obra infrutuosa das trevas, então nada o é!!! E não existe nada assim! Na Palavra de Deus é claramente dito “E não comuniqueis com as obras infrutuosas das trevas, mas antes CONDENAI-AS.”

Em 1 Tessalonicenses 5:22, nós vemos a mesma coisa. 1 Tessalonicenses 5:22 “Abstende-vos de toda a APARÊNCIA do mal.” Temos que nos abster não somente do mal em si mesmo, mas até mesmo da aparência do mal. Esse único verso aniquila todo o Rock Cristão, toda a filosofia do Rock Cristão é destruída com apenas este verso!

Em Tito 2, versos 11 e 12, vemos isto. (Tito 2, versos 11 e 12.) A graça de Deus é algo a respeito de que se fala muito hoje em dia. Fala-se muitíssimo dela em círculos de Rock, também. Mas note o que a Bíblia diz, como ela define a graça de Deus. Tito 2, verso 11 diz “Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens ...".  E o que isto nos ensina, verso 12? "Ensinando-nos que, RENUNCIANDO à impiedade e às concupiscências MUNDANAS, vivamos neste presente século SÓBRIA, e JUSTA, e PIAMENTE,” Isto não é Rock Cristão.

Tiago 4, verso 4, é ainda mais poderoso a respeito disso. Tiago não se escondeu atrás da moita. Tiago 4:4 "Adúlteros e adúlteras..." (2000 anos atrás!) "Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? ..." Portanto, o filho de Deus tem uma decisão para fazer, quanto a ser amigo do mundo ou ser O amigo de Deus. Você tem que fazer uma decisão, você não pode ser amigo dos dois ao mesmo tempo. "Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.” É uma escolha, em muitos casos uma escolha muito difícil.

1 João 2, versos 15 e 16 (1 João 2, verso 15) diz: "Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele." Portanto, novamente, há uma clara escolha que tem que ser feita. [Agora, verso 16:] "Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo." E o sistema deste mundo está em rebelião contra Deus. Você não pode amar o mundo e amar o Deus Santo, ao mesmo tempo. Há uma escolha que tem que ser feita. Nossa adoração tem que ser separada para Deus, separada de [todas] as coisas desse mundo. Abstermos-nos até mesmo da aparência do mal.

E note que nem tudo neste mundo é mau. As coisas que Deus criou não são más: As lindas árvores, a grama, os rios e lagos, isto não é mau, o pôr do sol... Quando Deus diz "Não ameis o mundo", Ele está falando a respeito das coisas MÁS do mundo: A concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos, e a soberba da vida, não são do Pai. E quando você aplica isto à música, há estilos de música no mundo que não são necessariamente errados, contrários à Palavra de Deus. Há alguns [poucos] bons hinos [patrióticos] ou músicas folclóricas, [há] algumas das músicas clássicas, marchas e coisas semelhantes, que não são errados, elas não estão fazendo isto em rebelião contra Deus, nem tentando pecar e fornicar ou coisa semelhante, não estão usando a música para este propósito. Quando Deus diz "Não ameis o mundo", Ele está falando a respeito das coisas MÁS do mundo. E se música é usado pelo mundo para seus propósitos lasciviosos, este estilo de música não pode jamais se encaixar na adoração a um Deus santo.

Quando estávamos na Itália, dirigindo através da Itália, vimos este gigante anúncio à beira da estrada (em inglês, na Itália!), de uma estação de Rádio:
SEX, FUN, AND ROCK'N'ROLL ("Sexo, Divertimento, e Rock'N'Roll").
"Sexo, Divertimento e Boa Música Cristã Dos Antigos Tempos"? Não, essas coisas não andam juntas.
"Sexo, Divertimento e Bons Hinos Dos Antigos Tempos"? Não, essas coisas não andam juntas.
"Sexo, Divertimento, e Rock'N'Roll"? Sim, essas coisas andam juntas. Sempre têm andado juntas, desde 1950 até estes exatos dias de hoje.

"Oh, eu tenho uma idéia. Vamos tomar este velho Rock'N'Roll e usá-lo para o Senhor!" ("Sexo, Divertimento, e Rock'N'Roll")

Portanto, DANUK RENEE  saiu do meio do Movimento de Louvor e Adoração. Ele era o Dirigente de Louvor e Adoração , e ele foi instrumental em levar duas igrejas, duas igrejas cristãs tradicionais (igrejas batistas), da música cristã tradicional para a Música Cristã Contemporânea, com os tambores e o Rock'N'Roll colocados sobre a plataforma. Ele foi um instrumento para isto. E ele se arrependeu disto. Deus lidou com ele, e ele abandonou o erro. Ele escreveu um excelente livro Why I Left The Contemporary Christian Music Moviment ("Porque eu Deixei o Movimento de Música Cristã Contemporânea") Poderoso, excelente livro, eu altamente o recomendo. E isto é o que ele disse, este é o seu testemunho:
 

"Eu estou agora convencido de que Deus não aceitará nossa adoração quando ela é oferecida com estilos de música que também são usados pelos pagãos, para as suas práticas imorais. Ele é o Deus zeloso. Se você apreender somente este princípio, ele sozinho mudará para sempre o modo com que você dirige um culto de adoração, Deus é um Deus santo e zeloso, e Ele não aceitará estilos de música usados pelos pagãos para suas práticas imorais."
 

ALAN IVES foi um músico de Rock'N'Roll antes de ser salvo, ele mora em Wisconsin. Deus o salvou e agora Alan viaja ao redor do país e prega sobre música cristã realmente sagrada, adverte contra estilos mundanos de música cristã, e ele fez esta declaração:

"Como você entende o que música cristã é?
Você nota que ela soa diferente da estação de rádio de Rock, da estação de música dolente, da estação de música de entretenimento. Quando cantamos cânticos espirituais na boa maneira dos tempos antigos, elas não se parecerão com nenhuma outra coisa que o mundo canta."

(Você nunca encontrará o que nós cantamos nessa igreja, nestas 3 noites, sendo cantado em nenhum outro local do mundo. Nada como o que cantamos. Esta é verdadeiramente a música santa. Esta é a maneira que nós precisamos conservá-la)

Não podemos nunca pintar o retrato da paz de Deus com sons selvagens, violentos e discordantes.

(E alguns dos clips que nós tocamos hoje à noite são sons selvagens, violentos e discordantes.)

Não podemos nunca falar do amor de Deus com música cheia de ódio; da bondade de Deus com música de mal caráter; da majestade de Deus com música de baixa classe; do poder de Deus com música insignificante; da sabedoria de Deus com música estúpida.

(Isto é música estúpida: Pum-pum-pum, bop-bop-bop, você já ouviu isto? Há demasiada música estúpida.)

Não podemos nunca falar da santidade de Deus, com música profana; não podemos nunca falar de piedade, com música ímpia; de coisas celestiais com música terrestre, sensual e diabólica. NÃO PODEMOS NUNCA FALAR DE SERMOS SOLDADOS, QUANDO USAMOS MÚSICA DE DANÇA."


Eu acredito nisto com todo meu coração.

Ives está percebendo que música é uma linguagem. E este princípio básico de música cristã (que música é uma linguagem, e que a mensagem da música em si, e a mensagem das palavras que estamos cantando, ambas precisam casar perfeitamente) pode ser aplicado em qualquer parte do mundo Temos aplicado isto à música cristã em Pol (Índia), e ela não soa exatamente como nossa música cristã. Mas a música cristã, a boa música cristã que cantamos na nossa igreja lá, é distintamente diferente de qualquer coisa que a sociedade Hindu e secular tem. Este princípio pode ser aplicado em todos os locais, em todos os séculos, é um princípio bíblico sobre música.




E agora, o que precisamos entender se vamos aprender como avaliar e escolher música, são alguns simples princípios, blocos básicos de música.





Você não tem que aprender um monte de Teoria de Música para entender as coisas [necessárias].

Estes são alguns princípios simples, blocos básicos de música. Há 3 princípios básicos de música (há muitos outros, mas estes 3 simples blocos básicos de música têm que ser entendidos se você quer aprender qualquer coisa sobre como avaliar música), e eles são:
    Melodia, harmonia, e ritmo.
    (Melodia, harmonia, e ritmo.)
E eles não são difíceis de entender:

Melodia é a linha musical seqüencial, é a parte da música que você pode assobiar - solfejar (de boca fechada: hum, hum, hum).

Harmonia é a combinação de notas simultâneas formando os acordes.

E ritmo é o movimento da música, é o tempo da música. A batida, o galope da música: 1 por 2, 3 por 4, 4 por 4, 6 por 8 ... . É o tempo, o pulsar da música. Movimento. Pode ser lento, rápido, suave, sacudido, ... Isto é ritmo.

Podemos ilustrar isto com uma canção tocada de tal maneira que primeiro você ouve a melodia, depois você ouve a harmonia (os acordes) chegando, finalmente você ouve o ritmo enfatizado.

Ouçamos Sweet Hour of Prayer ("HORA BENDITA"), Hino 148 do Cantor Cristão dos batistas brasileiros, no compasso 6 por 8. (Por favor, irmão, pode tocar isto?) [Ouçamos] ...

. Isto é a melodia, a melodia, a parte mais simples da música.
. Isto é a harmonia, os acordes.
. 1, 2, 3, 4, 5, 6. Este é o ritmo. O pulsar da música.

Conceitos muito simples!

Nossa música tem estes [3 elementos]. Se você aprender a os identificar, você ganhará um monte de discernimento a respeito de música: Se você mudar QUALQUER uma dessas partes em certo cântico, então você mudou a mensagem do cântico, mesmo se você tiver as mesmas palavras.

Por exemplo, se você mudar a MELODIA (Lembre, a melodia é assim ... Esta é a melodia original, esta é uma doce melodia, é melodia perfeita para a mensagem que você quer passar. Esta é uma melodia que casa com oração, faz desejar orar.  Música é uma coisa poderosa. E esta melodia perfeitamente casa com essa mensagem, não é?)
Mas se você tenta cantar Hora Bendita em notas de melodia de brincadeira assim...
Bem, isto é uma melodia (dá certo com as sílabas), poderia ter sido a melodia para esta canção, mas ela não daria certo. Seria uma música em 2 linguagens [contraditórias], esta melodia não lhe incentivaria a orar. Não lhe incentiva a orar.

Agora, se você muda a HARMONIA e a transforma em tons menores, como a seguir, você muda a mensagem.
[Ouçamos] ... É a mesma, a mesma melodia, tudo que mudou foi a harmonia, mas o resultado é diferente...
Você poderia ter feito esta harmonia ser adotada (muito melhor do que usar a má melodia), mas ela muda a mensagem. Mesmo conservando tudo o mais, a mudança da harmonia muda o resultado.

E, se você muda o RITMO,  você definitivamente muda a mensagem. Ao invés de usarmos "Hora Bendita" para ilustrarmos isto, nós vamos usar "NOITE DE PAZ" (Cantor Cristão 30). Uma canção de Natal. [Ouçamos] ... "Noite de Paz", do modo tradicional, da maneira que foi escrita. ... noite feliz, noite feliz... uma bela peça de música. Há melodia, harmonia e ritmo aqui. É uma peça de música muito contemplativa. Casa muito bem com as palavras. Agora, tudo que vamos fazer aqui, basicamente, é mudarmos o ritmo da música.

Note a CONTRABATIDA [pulsar sensual em background dominante] (o "BACKBEAT")

Temos basicamente a mesma melodia, somente com alguns deslizamentos para cima e para baixo. É a mesma melodia, mas o ritmo é todo diferente. E você não sabe o que fazer com esta música. Definitivamente transmite uma diferente mensagem, uma mensagem diferente, e tudo que fizemos foi mudar o ritmo um pouco.



E podemos ilustrar isto com a "ABERTURA DA ÓPERA DE GUILHERME TELL". A abertura de Guilherme Tell é uma longa peça de música e a maior parte dela não é muito rápida nem entusiasmante. Mas há um par de minutos que são entusiasmantes. [Ouçamos]... E isto certamente casa com o grande herói, montando e empinando seu cavalo.

Agora, ouçamos a mesma coisa... é a mesma melodia... mas não é a mesma coisa, o grande herói não vai a lugar nenhum. Ha, ha, ha. Algo está errado com ele. Nunca vai alcançar o bandido desta maneira. Nunca! E tudo que fizemos foi "apenas" mudar o ritmo [para lento, cansado, fraco, medroso].

Aqui está outra abertura de Guilherme Tell, [Ouçamos]... Atenção à contrabatida! Era música clássica mas as pessoas não gostam de clássicos hoje em dia, aí colocam a contrabatida do Rock nelas, e o que ela faz? Ela simplesmente arruína tudo. Não é a mesma coisa! O que é que o grande herói vai fazer com isso? Ha, ha, ha. Ele está numa pista de discoteca? Está dançando com Tonto?

Boa música clássica pode usar ritmo forte, mas somente em moderação [durante pouco tempo]. Esta última parte da abertura de Guilherme Tell é poderosa, tem ritmo, mas somente em moderação. Tem 12 minutos de duração, a abertura tem 12 minutos de duração, mas somente 2 e meio minutos têm esta poderosa, forte, música de grande herói (no restante da abertura, você não vê nada como isto, de modo nenhum, você sabe disso).

E a boa música cristã enfatiza melodia e mensagem! Não ritmo! Isto é o que eu vejo em Efésios 5:19. O que é devemos estar fazendo com nossa música cristã? Bem, Deus nos diz onde a ênfase deve repousar:
Efésios 5:19 “Falando entre vós em salmos, e hinos, e cânticos espirituais; cantando e FAZENDO MELODIA" (Melodia!)
Isto é o que diz: Melodia! Simples melodia, a parte que você solfeja enquanto está trabalhando. Você tem que estar solfejando algum hino enquanto você faz seus trabalhos, não é?. Você não tem a harmonia nem tudo o mais, mas você tem aquele simples solfejo, a melodia). E esta é a parte onde Deus diz que nossa ênfase deve estar em nossa música cristã. Não na harmonia, e certamente não no ritmo.

E, a propósito, se você conserva o foco na melodia e na mensagem (que são onde a Bíblia nos diz que nosso foco deve estar), não será tentado a ter uma elaborada música de background. Você não precisa dele, ele não ajuda a melodia nem um pouco, não ajuda a mensagem nem um pouco.





Façamos um breve intervalo. Depois, iremos examinar as características de música mundana.




 



O que vamos fazer agora é examinar algumas características principais da música do mundo





Três principais características [da música mundana hoje], que irão, eu acredito, nos ajudar a estarmos alertas contra tipos sensuais de música, aprender a reconhecê-los

E a primeira característica é que



 

Enfatiza um estilo de ritmo de DANÇA, [estilo] que FAZ VOCÊ QUERER DANÇAR.
 

[Ouçamos] ...

Bem, FRANK GARLOCK tem um doutorado em música, é um perito em música, e ele diz que:
"Se o corpo e os sentidos, as coisas físicas, são prioridades na vida de uma pessoa, esta pessoa é sensual [isto é, é dominada pelos sentidos]. Se o ritmo é a parte principal, a parte dominante de qualquer peça de música, então esta música é sensual [isto é, agrada os sentidos, não o Espírito]"

O ritmo, veremos, determina se e quão sensual uma peça de música é.

SIMON FRITZ escreveu o livro Sound Effects ("Efeitos de Som"), e ele diz:
"A sexualidade da música [sexualidade da música!] é usualmente referida em termos de ritmo [ritmo!]"

Bem, o que é uma batida, um pulsar de Rock'N'Roll? (Rock'N'Roll tem estado ao nosso redor por um longo tempo. Música Rock'N'Roll sabe-se ter começado nos anos 50.)

Podemos simplificar a batida do Rock'N'Roll em duas coisas diferentes. E estas coisas são:

  -  A CONTRABATIDA (BACK BEAT); e
  -  A batida de BREAK (BREAK BEAT) [décimos de segundos fora do tempo, nas músicas Break, Hip-Hop, Funk, Techno, etc.]

Há um montão de tipos [disfarçados] de batida de Rock ... Mas eu acredito que podemos simplificar Rock'N'Roll desta maneira [que acabamos de falar].

A contrabatida também é chamada de "batida ANAPÁSTICA". É chamada anapástica porque este é um termo da poesia, que descreve poesias que usam grupos de 3 sílabas, com ênfase na terceira sílaba:
    da-da-DA, da-da-DA, da-da-DA, ...
Em música, podemos ter:
    um - DOIS - três - QUATRO, um - DOIS, ...
anapástica, com ênfases fora dos tempos clássicos.

Irmão, toque aquela mesma peça de música, por favor. Basta tocar o ritmo... [Ouçamos...] Muito típico do Rock:
    DOIS ... DOIS ... DOIS ... DOIS ...
    Batida Fora ... Fora ... Fora [dos padrões corretos e clássicos]! ... A ênfase é sempre fora do ritmo [clássico]!

Isto é Rock'N'Roll! Isto é a contrabatida! Ao invés de
    um - dois - três - quatro,
temos
    um - DOIS - três - QUATRO.
Isto é a contrabatida! A contrabatida vem antes ou depois da batida principal [UM]. A contrabatida é
    um - DOIS - três - QUATRO, um - DOIS - três - QUATRO, um - DOIS - três - QUATRO, ...

E aqui está uma ilustração por SANTANA. [Ouçamos] ... A batida forte está em todos os locais, todos os locais. Está fora da batida principal, está sempre fora de onde devia estar a batida principal.

Isto é contrabatida, portanto é Rock'N'Roll. Rock vem em todos os tipos de formas. Pode ser pesado ou suave, lento ou rápido, ... E temos que aprender a prestar atenção e identificarmos a batida do Rock  Não importa se é suave ou forte , se é rápido ou lento, ...

Aqui está um exemplo de ROCK SUAVE. [Ouçamos] ... (Rock suave) Isto é Rock'N'Roll ... um - DOIS - três - QUATRO ... Esta é a batida do Rock A batida fora [do clássico]. A contrabatida. Um montão de Rock'N'Roll é suave, terno, mas é a mesma contrabatida, a mesma energia, sensualidade.

E você pode ouvir a batida melhor neste OUTRO CLIP, começa suave depois fica um pouco mais pesada. [Ouçamos] ... Esta é a batida do Rock suave ... Agora fica um pouco mais pesada, porque aparecem o baixo e os tambores enfatizando a batida, de modo que você possa ouvi-lo melhor. Mas é sempre Rock'N'Roll. É Rock'N'Roll no início, é Rock'N'Roll no final.

E esta batida de Rock, esta contrabatida, esta batida de break, é diferente da batida direta da Marcha, que enfatiza ou a primeira batida, ou todas as batidas igualmente. É:
    um - dois - três - quatro, um - dois - três - quatro, ...
ou é:
    UM - dois - três - quatro, UM - dois - três - quatro, ...
Esta [última] é a batida da Marcha. A ênfase está na PRIMEIRA batida

Esta é SEPTEMBER MARCH ("Marcha de Setembro"), por Sousa. [Ouçamos]  ... Enfatiza ordem ...
        UM - dois - três - quatro, UM - dois - três - quatro, ...
A ênfase está.na PRIMEIRA batida. De modo nenhum em outra batida. Isto é uma Marcha. Ninguém deseja dançar, somente marchar.

E naturalmente todos os diferentes tipos de batidas afetam o corpo. E esta contrabatida é a principal característica de Rock'N'Roll.

Aqui estão algumas CITAÇÕES DOS PAIS DO ROCK'N'ROLL, dos próprios músicos do Rock dizendo-nos o que a música do Rock'N'Roll é, qual é a sua principal característica.

BILL HALLEY [veja a foto], nos primeiros dias do Rock. "Bill Halley e Seus Cometas." Ele disse:
"Eu sinto que posso tomar uma música [qualquer], e omitir a primeira e a terceira batidas [atenção, omitir a primeira e o terceira batidas], e acentuar a segunda e a quarta [um - DOIS - três - QUATRO], e adicionar uma batida para que os ouvintes possam DANÇAR. (E isto pode ser tudo o que eles estavam atrás. Ah, então é isto! Isto deveria me prender a atenção. O que eles estavam procurando.)
Bill diz que Rock'N'Roll é contrabatida. Forte contrabatida.

CHUCK BERRY, que escreveu canções, disse:
"Eu aprofundei-me na música de Rock'N'Roll, toda ela tem uma contrabatida." [Isto não pode faltar].
Que é Rock'N'Roll? Pergunte a Chuck Berry: Rock'N'Roll é contrabatida!.

Aqui está HUGH LEWIS, nos jornais (ele escreveu uma canção The Heart of Rock'N'Roll (O Coração do Rock'N'Roll)):
"Quando eles tocam esta música, Oh, esta moderna música, eles gostam dela tendo um montão de estilizações, mas ainda é aquele mesmo ritmo de contrabatida que realmente me enlouquece."
Ele disse que músicas de contrabatidas o enlouquecem. Ele está falando a respeito de farras da carne, a respeito de sensualidade, de entregar-se à carne, etc.
Ele disse: "Bem, o que é Rock'N'Roll? É a contrabatida.

ELVIS PRESLEY sabia muito a respeito de Rock'N'Roll (O "Rei do Rock'N'Roll", como eles dizem!). Ele disse que a batida é que lhe controla:
"Se você gosta dela, se você a sente, então você não pode impedir de se mover com ela. Ela faz isso. Isto é o que acontece comigo. Eu não posso impedir. Aquela batida me controla."

O que é Rock'N'Roll? É a contrabatida, aquela forte contrabatida. Você deseja dançar, ele quase o faz dançar, quase o força a dançar.

Eu lembro minha filha (está agora com 27 anos de idade), quando ela era uma bebê. Nós não tínhamos uma televisão, ela nunca tinha ouvido Rock'N'Roll, não tínhamos nenhum rádio, nunca tínhamos tido nenhum Rock'N'Roll em nosso lar, nunca, e ela não sabia nada a respeito disso. E nós fomos para a casa da minha mãe, a casa da avó dela. A Televisão estava ligada, e algum comercial tinha Rock'N'Roll nele, e ela começou a balançar boogie-woogie!!! Ela era um bebê de colo, quem a fez fazer aquilo? Foi a cultura? Não, ela nunca tinha visto ninguém dançar. Foi aquela música que a fez fazer aquilo. A música, sua contrabatida)

FRANK GARLOCK observa que a batida tradicional de música (a batida reta-corrida, ou a que enfatiza a primeira parte do compasso), reflete o pulsar do coração, o ritmo do nosso próprio corpo, o ritmo natural do nosso próprio corpo, enquanto a contrabatida, a batida do Rock, vai contrário ao ritmo do corpo, eis aí porque ela é tão sensual. Isto foi a observação dele. Um Doutor em Música. Ele estudou na Faculdade de Música.

E isto é a razão porque esta música de Rock é tão física, e é a razão porque os roqueiros chamam sua música de "música para sexo."

Aqui estão algumas poucas citações de DEBORA HERR, que é a líder do grupo Blonde Beat ("Batida Loura"). Ela pode não estar mais lá, mas ... Debora Herr [disse]:
"Os principais ingredientes em Rock são SEXO E SEXO."
Os principais ingredientes em Rock são sexo e sexo! Eu não vejo como Rock pode ter qualquer parte na vida de um cristão!

JAN BERRY e Jan Bean , do antigo grupo Berry & Bean, Jan Berry é este que tem a logomarca [na camiseta, na foto], ele agora está paralítico... Ele disse:
"A pulsante batida do Rock provê uma liberação sexual vital nas festas de adolescentes."
E isto é verdade, ele fez uma declaração verdadeira. Ele está nos dizendo o que Música de Rock é.

O primeiro livro que eu escrevi, "Mom and Dad Sleep, While the Children Rock ..."  [Mamãe e Papai Dormem, Enquanto Seus Filhos Dançam Rock ..."], estabelece isto claramente. Adverte os pais.

CHRIS STEIN (ele foi o guitarrista [do grupo] de Lee, esta foto mostra como ele está hoje) [disse]:
"Todo mundo toma como indiscutível que Rock'N'Roll é sinônimo de SEXO"

E aqui vamos nós ...Lembra de "The Rapper"? LOUIS CAMPBELL, do grupo "True Life", [disse]:
"Sexo definitivamente está na música [Rock]. E sexo está em todos os seus aspectos"
Será que ele não conhece daquilo de que está falando? Eu acredito que sim. Ele e este pessoal da música Rock. Acredito que todas essas pessoas sabem do que estão falando. Eles não têm nenhuma agenda [plano de objetivos e meios]. Eles não estão tentando fingir que Música Rock é algo que realmente não é, não estão tentando torná-la espiritual, eles sabem que Rock não pode ser espiritual de jeito nenhum! É música para sexo! Música de farras da carne! E eles estão admitindo, expressando a verdade a respeito da música de Rock'N'Roll.

ERWIN SIMPLER, ele foi eleito o cantor Pope Mack da revista Sing Out (Sing Out!). E ele disse:
"A grande força do Rock'N'Roll repousa na sua batida. É uma música que é basicamente sexual e impura." [anti cristã]
O que eles fazem? Balançam e balançam e rolam. Vocês acham que ele não sabe o que está dizendo? Eu acredito que ele sabe muito bem. Na verdade, Rock'N'Roll SEMPRE tem sido música SEXUAL. Este tem sido seu atrativo





E esta contrabatida sexual vem desde o início do século XX, e foi a característica de todas aquelas correntes de música que se encaixavam e eventualmente criou Rock'N'Roll nos anos 1950. Houve muitas correntes de Músicas para Dançar que eventualmente amalgamaram-se no Rock'N'Roll. Vamos ilustrar isto.

Houve o RAG TIME ("Tempo da Rasgação"). Início dos anos 1900. Tempo do Rag. Já ouviu falar dos rugentes 1920? Qual a razão deles rugirem? Foi o Tempo de Rag ... Também houve o Piano Cigano. E o nome Tempo de Rag foi uma descrição do ritmo. Era rasgado, era fora [do clássico]. Pecado era rasgação. E as sementeiras para Tempo de Rag foram as casas de prostituição, os covis de jogatina e bebida, as tavernas e bares. Tempo de Rag. [Ouçamos] ... Aqui temos JERRY LOUIS MORTON
    DOIS - QUATRO, DOIS - QUATRO, ...
Esta é a contrabatida. Tem tanta contrabatida quanto Rock'N'Roll jamais teve. E isto foi no princípio do século 1900, e era usada nas música para farras da carne, para bebedeiras, para se embebedar, para cometer adultério contra sua esposa, e tudo semelhante. Originou BOOGIE-WOOGIE, BLUES, boogie-woogie ...

E esta é a característica que chamam de WALKING BASE (base caminhante): No piano, a mão esquerda estará tocando o boogie-woogie TUM -TUM -TUM - TUM ... E a mão direita estará tocando alguma melodia ou alguma coisa que o valha.

Aqui está um exemplo: [Ouçamos] ... Este é Professor LONG HAIR. Isto é Música Rock'N'Roll da pesada. Isto é Música Rock'N'Roll da pesada. Ouça aí aquela pesada contrabatida, pesada batida fora [do clássico], que encontramos nas batidas sexuais, batidas sexuais.

Então houve JAZZ. Jazz. Todos estes estilos de música vieram das casas das prostitutas, das tavernas e dos covis de jogatina. E havia uma forte contrabatida<.

Aqui está KENNY G. [Ouçamos] ... Isto é exatamente Jazz. Enfatiza o uso de POLI-RITMOS. A idéia de tocar a melodia [um pouco] separadamente ou adiantada do ritmo.
 
E houve BIG BAND, a era do SWING. Big Band. Ouçamos ... . Big Band, a era do Swing. Anos 1940. Segunda Guerra Mundial.
     ... DOIS ... QUATRO.
A batida está fora [do clássico].

Oeste? HONK TONK. O vagão do Oeste estava lá. Música para Dançar. [Ouçamos] ... Naturalmente, HANK WILLIAMS, eles apenas deram um nome diferente, Música Rural (Country) do Oeste.
    DOIS - QUATRO.  DOIS - QUATRO.
Você tem aquela batida fora [do clássico] . Música para Dançar. E isto era música para bebedeiras, música para farras da carne. De qualquer maneira, música para trair a esposa.

Então, quando todas estas correntes fluíram junto, eventualmente se amalgamaram, algumas mais que outras, formando ROCK'N'ROLL, nos anos 1950. Elvis Presley tomou pesadamente emprestado dos Blues, e Rock'N'Roll foi influenciado por tudo isto, Rock'N'Roll sempre foi influenciado por tudo isto.

E houve Música CARIBENHA e Música LATINA. Aqui está Wyco-Wyco [ouçamos] ... A Rumba, a Salsa, o Cha-Cha, o Congo, a Limba, o Mambo, o Calipso, ... Vieram da América Latina, do Caribe, e têm este pesado ... Você dificilmente pode seguir isto, estes  ritmos. Têm tudo fora dos lugares [do clássico]. Nunca, nunca são sólidos, nunca seguem a batida reta clássica. Somente batidas fora, batidas fora [do clássico].

E esta tem sido a característica de música sensual, para dançar, todo o caminho desde o princípio do século XX até este dia de hoje:
A contrabatida,
a contrabatida,
a contrabatida.



Mas há a 2a e a 3a características da música mundana de hoje, e a 2a. delas é:


 

Um estilo de VOZ SUSSURRANTE E COM SOM DE RESPIRAÇÃO
 

O microfone é segurado extremamente perto à boca do cantor, e há uma sensação de intimidade assim criado, e é exatamente uma coisa sexual.

No livro The Art of Rock'N'Roll ("A Arte do Rock'N'Roll"), CHARLIE BROWN fala a respeito dos truques vocais que Elvis Presley usou. Charlie diz:
"Suavizando sua voz em certas passagens, ele pode criar um efeito [de intimidade] pessoal que fazia as mulheres na multidão sentirem que ele estava cantando diretamente [e somente] para elas"
Aí está [Ouçamos] ... Ele nunca cantou "melhor" ... Ele nunca esteve melhor do que aqui, quanto à intimidade. Isto é o que o fez tão popular. É isto que ainda faz a loucura por ele, hoje. Ele está terminado, também. Ele era sexual! Isto era sexual!

FRANK GARLOCK adverte que há 3 zonas de comunicação humana:
A ZONA SOCIAL, que vai tão longe até onde a maior parte da nossa conversação ocorre;
A ZONA PESSOAL, que é muito mais próxima, é usada somente por nossos amigos mais achegados e membros da família;
e então há a ZONA DE INTIMIDADE, considerada somente 2 polegadas, 5 centímetros de nos tocar, esta é a zona de intimidade.
Ele diz:
"Quando foi a última vez que você teve cerca de 4 minutos de conversação com um membro do sexo oposto diferente de sua esposa ou seu marido somente a 2 ou 5 centímetros de distância?"

Pastor, se uma mulher que não é sua esposa, é membro da igreja, chega para você e fica a cerca de 5 centímetros de você, isto não é certo, não me importa quão dificilmente você ouve ou vê, esta é a zona de intimidade.

Garlock diz:
"Esta conversação ocorreu a última vez que você ouviu a qualquer um dos populares vocalistas cristãos que empregam esta técnica de respiração [ao pé do ouvido]. Pode ter sido uma conversação unidirecional, mas ocorreu em sua zona de intimidade. Sua zona foi violada, ao você sorver daquele som. Ouvir esse tipo de música sensual não apenas envolve entretenimento, mas é semear [luxúria] para os sentimentos do coração, para a alma e para a imaginação."

Irmãos, este é onde o campo de batalhas está! Por que as pessoas se tornam homossexuais? Porque elas se demoram em suas imaginações. Romanos capítulo 1 diz isto.
O mundo usa esta técnica [som de respiração] para alimentar a carne

Aqui está um exemplo disto, [alegadamente] cristão [ouçamos] ...:
JACI VELASQUEZ: Música Popular, Contemporânea, Cristã. Ela está cantando a respeito do Senhor (você dificilmente saberia disso, não é? Me parece que está cantando para seu namorado). Esta canção é chamada Sweet Surrender ("Doce Entrega")

E terminamos de ver o estilo vocal de som de respiração.




E há uma 3a e final característica da música mundana que eu gostaria de mencionar hoje à noite e que você deve estar prevenido e em guarda contra ela e ele é:


 

Um estilo de SCULPTING ou SLIDING (ESCULPINDO ou DESLIZANDO) COM A VOZ.
 

ESCULPIR é deslizar e subir para uma nota, a partir de um ponto mais grave, até alcançar seu verdadeiro tom, e isto é uma característica [exclusiva e] bastante usual da música mundana.

Ouçamos um exemplo .. ELVIS PRESLEY, cantando Peace in the Valley ("Paz no Vale")
Temos que ficar parados, este é Elvis Presley cantando algo lento. Essencialmente este é o estilo de SOUL.
Isto NÃO é música espiritual, meus amigos, isto NÃO é música espiritual. Isto é música que antes era cristã, agora cantada um estilo sensual, sexual. E isto alimenta alguma coisa, mas não é espiritual.

Que tal os GATORS? [Ouçamos] ... I CRIED HOLY ("Eu Chorei Santo"). Ele é este de cabelo comprido
"Eu chorei, santo"... Isto não é santo!

Esta é JOYCE GENA. [Ouçamos] ... Esculpindo, deslizando. Sensualidade, nada mais que isto. Esculpindo, deslizando, não acertando direto nas notas claramente, mas subindo um pouco, descendo um pouco, uma técnica MUITO sensual, muda toda a mensagem da música.





Estas são as 3 principais característica da música do mundo, que vimos hoje à noite, [características] que precisamos aprender a identificar e nos guardar contra elas, porque elas não são espirituais. Elas não são usadas pelo mundo para propósitos espirituais, são usadas para propósitos sexuais, sensuais e pecaminosos. Esta é a razão pela qual elas são empregadas, é a razão pela foram concebidas, e criadas, e são usadas pelo mundo hoje à noite. E sensualidade não tem parte nenhuma em boa música cristã.





Ouçamos algumas poucas peças de música e pensemos sobre tudo isto.



Estes são os STATEMEN ... Os Statemen. Anos 1950. E aí eles vão. Isto é chamado de Gospel Sulista!!! O grupo Statemen foi um dos grandes nomes do Gospel Sulista nos anos 1950. Todos eles já morreram. Bem, o grupo Statemen canta I Walk With Jesus ("Eu Caminho Com Jesus") Toquemos isto novamente ...
    DOIS - QUATRO - DOIS - QUATRO - DOIS ...
Esta é a contrabatida. É a contrabatida. É a contrabatida. Faz com que ... Você deseja dançar ... Você deseja justamente ... É a contrabatida.

Aqui está o grupo CATHEDRAL ... "Pisando Através das Águas". Você acha que têm guitarras ungidas e o Espírito Santo? Parecem cantar para prostitutas. Toquemos novamente ...
    DOIS - QUATRO - DOIS - QUATRO ...
Esta é a contrabatida. É a contrabatida. É a batida do Rock'N'Roll.

THE GAITHERS: ... Boogie-Woogie! É puro Boogie-Woogie! Eles pensam que terão uma maravilhosa farra lá em cima. "Farra lá no céu", isto é o que a música diz.

Aqui está algo mais contemporâneo, da VINEYARD (A Videira): ... Rock of My Salvation ("A Rocha da Minha Salvação"): ... Muito suave. Muito, muito suave. Uma rocha que atrai [as fáceis emoções]. Mas ouça a contrabatida;
    DOIS - QUATRO,
Isto é contrabatida.
    DOIS - QUATRO - ...
Mas ouçamos esta próxima, digo, esta mesma canção
    DOIS - QUATRO - DOIS ...
Agora você pode ouvir melhor, mas é a mesma canção, apenas fica um pouco mais pesada, mais pesada quando se aproxima do final. Mais e mais pesada, você tem mais das guitarras chegando, mais dos tambores chegando. Esta é a música do Rock'N'Roll, é a música que os roqueiros chamam de música sensual, música sexual.

Aqui está um outro exemplo vindo da VINEYARD, que já ouvimos hoje: This is Love ("Este é Amor") ... Está fora do tempo [do clássico]
esta é a batida fora, esta é a batida fora.
Temos um pequeno tambor ou algo como isto. Muito enfatizado. Aqui está a mesma canção depois, quando fica um pouco mais pesada, portanto, fica mais fácil de ouvir. Um problema é o zigzag, o cara do tambor está realmente fora do tempo [do clássico]. Isto é música de Rock'N'Roll, é Rock'N'Roll. Não importa quão doce e suave ele é, o problema é a batida que é característica do Rock'N'Roll, a contrabatida. Nós já a vimos com os músicos de Rock'N'Roll, é a característica do Rock.

Aqui está o piano [sozinho!] fazendo a contrabatida. A música é chamada View (Visão). Isto é Rock'N'Roll. Aqui está a mesma canção pouco depois. Já tem os tambores, tambores, é mais fácil perceber a contrabatida. Mas não importa se os tambores estão lá ou não. Tambores não são necessários para se ter Rock'N'Roll.Você tem Rock'N'Roll de todos os tipos mesmo sem tambores. Rock'N'Roll é contrabatida. Contrabatida pode ser tocada com praticamente qualquer instrumento.





Bem, agora ouçamos um diferente tipo de música.

Aqui não há contrabatida. Não há nada que faça você querer dançar.
Nada. Não há nada sensual, nada errado nesta música. Ela é diferente de qualquer outra coisa do mundo. É espiritual. É espiritual. Não porque foi escrita 100 anos atrás, ou seja lá quando foi escrita. Mas, por causa deste estilo, e porque a mensagem que a música tem dentro dela encaixa-se com a mensagem da Palavra.

Aqui está outro exemplo, Like a River Glorious ("Como um Rio Glorioso"). ... Batida reta-direta, batida reta-direta. Nenhuma contrabatida, nenhuma batida de break, nenhuma batida fora [do clássico], nada de esculpir e deslizar com as vozes. Somente .. doce, linda melodia, linda harmonia, e ritmo simples e direto. Lindas letra "Como um Rio Glorioso" e a mensagem da música casa perfeitamente com a mensagem das palavras. Isto é boa música cristã. Não importa quando foi escrita.

Aqui está outro exemplo, The Love of God ("O Amor de Deus"). ... Nenhuma contrabatida, nenhuma batida de break, só batida reta-direta, nada alimentando a carne, nada fazendo querer dançar, nada. A música casa com as palavras perfeitamente, aqui você tem música cristã perfeitamente boa. Esta é a maneira que esta canção lhe ajuda.




E assim ... Essas são as lições de como avaliar e escolher música. Como discernir a contrabatida que a Música Cristã Contemporânea sempre usa. É simples assim.

E se você sabe o que a batida do Rock é, e sabe como estar em guarda contra ela, então você nunca mais será iludido por Música Cristã Contemporânea.





E eu quero concluir, hoje à noite, dizendo que:

 

Precisamos TRAÇAR LINHAS INTRANSPONÍVEIS em relação à música em nossas igrejas, em nossos lares cristãos, e em nossas vidas pessoais.
 

Precisamos estabelecer certas linhas intransponíveis, erigir alguns muros, e o melhor local para se deitar uma linha intransponível na área de música, é exagerando para o lado da segurança maior possível. Este não é um conceito difícil. Filipenses 1:10 diz que “Para que aproveis as coisas EXCELENTES,  ...”. Não coisas que estão na fronteira, que são questionáveis, que ninguém sabe ao certo ... "Que tal esta música? É ela realmente tão ruim assim?" Bem, se uma só pessoa pode questioná-la, então nunca a use. É simples assim. Use apenas música cristã que inquestionavelmente é BOA, SAGRADA, ESPIRITUAL, música que não tem a menor aparência com a do mundo. A música que usamos em nossas igrejas não deve nunca parecer 1 milímetro com a do mundo. Só use música que não tem nenhuma associação com carismáticos. Nunca devemos estar tomando emprestado deste tão perigoso movimento carismático, que é de onde a maior parte da Música Cristã Contemporânea está vindo. Só usemos música que tem uma mensagem clara e inquestionavelmente Escriturística. Este é o tipo de música que devemos usar. Esta é a linha intransponível que devemos traçar. Se traçarmos esta linha e nunca a transpusermos, nunca nunca teremos certos problemas

Deixem-me dizer em conclusão, hoje à noite, que:



 

Precisamos ESTAR EM GUARDA CONTRA A BATIDA DE ROCK, porque é uma coisa carnal e carnal. É uma droga.
 


Música de Rock'N'Roll é uma droga e inquestionavelmente alimenta a carne, este é o poder de atração daquela música. Nisto ela é uma música poderosa, mas não alimenta o espírito. (Nós já tocamos demais dela, hoje à noite)



 

Precisamos ESTAR EM GUARDA contra INCREMENTALISMO e DESSENSIBILIZAÇÃO (estas são nossas áreas mais fracas).
 

É dessas duas maneiras que o mundo entra na nossa vida cristã, nas nossas famílias, e nas nossas igrejas. O mundo não entra em grandes montões cada um de uma só vez. Ele vem se infiltrando, sorrateiramente, em pouquinhos, sorrateiramente e aos pouquinhos. Temos que estar SEMPRE em guarda. O Diabo nunca se dá por vencido. Se ele não tem sucesso de um modo, ele sempre virá de outra maneira. Está sempre tentando entrar, sempre tentando nos trazer o mundo.

Um homem me escreveu, no ano passado:
"Eu vejo este declínio de padrões, em minha igreja local. À medida que a mania pela música contemporânea ganha mais e mais aceitação, e os pastores e os diáconos se abstêm de fixar alguns limites."

Pastores se abstêm de fixar limites! Os pastores, este é o campo onde ruge a batalha! Mais e mais. Parecido com contemporâneo, depois francamente contemporâneo, finalmente todo o Rock'N'Roll. Ele continua:

"Nos últimos 15 anos, estas tendências da [má] música, a princípio dadas de mamar, têm crescido e ficado adultas em freqüência, força e aceitação."

É assim que [música mundana] vem entrando, e esta é a razão pela qual precisamos ser muito cuidadosos a respeito da música e do seu uso nas nossas igrejas.



 

Precisamos ser particularmente cuidadosos em relação a FITAS/CD´S DE BACKGROUND e "NÚMEROS ESPECIAIS"
 

Quando eu estava nas Filipinas, nós cantávamos boa música com toda a congregação, tudo era tradicional, sagrado, santo, espiritual, não nos lembravam do mundo de modo algum. E então o pastor dizia "Venham aqui para a plataforma, jovens, eu quero ouvir vocês cantando agora", e então chegavam e ligavam a fita de background e a contrabatida  começava, e estávamos numa casa noturna. Instantaneamente, na mesma hora. Por que? Por causa da música de background [em fita/CD], dos "números especiais", de não se ser cuidadoso a respeito deles.

Muitas das fitas de background foram feitas por uma organização chamada Sound Tracks. Eu telefonei para eles, um dia, e Dan, o Dan de lá, disse ... Bem, eu lhes perguntei: "Que padrões vocês têm para para os seus músicos, padrões espirituais?" [Nós já falamos deste assunto, não é?] Ele respondeu: "O que você quer dizer com isto?" Eu perguntei "Que tipo de igrejas eles freqüentam? Que tipo de crentes eles são?". Dan disse "Oh, não! Nós não temos nenhum padrão espiritual em relação aos músicos. Não é necessário que eles freqüentem uma igreja. Alguns são de Nashville [capital mundial da música country]. Nós simplesmente contratamos quem canta e toca bem." Eles usam músicos que são perdidos [descrentes]! Não é de admirar que eles não saibam disso, que não exijam padrões espirituais de acordo com as Escrituras.

Seja especialmente cuidadoso em relação a música de background (fitas e CD's) e números especiais.




 

Precisamos estar em guarda contra a escorregadia ladeira pra baixo da FALHA PARA SE AGARRAR A ALTOS PADRÕES MORAIS.


GORDON SEARS, antes de morrer, eu o vi 1 dia antes disso, ele morreu à noite, e eu tinha desejado aquela reunião durante um longo tempo, finalmente pude ter aquele encontro com ele. Sua filha disse que ele ficou muito entusiasmado. Isto foi o que ela disse. Ele foi como um irmão mais velho, foi como um irmão mais velho para mim, por muito tempo. [Ele disse:]

"Quando o padrão de música em uma igreja se rebaixa, então o padrão de vestimenta também se rebaixa.
Quando o padrão de vestimenta se rebaixa, então o padrão de conduta também se rebaixa."

(Como você se veste é um assunto de moral. Sempre foi)

"Quando o padrão de conduta se rebaixa, então a percepção de valor na verdade de Deus também se rebaixa.
Quando a percepção de valor na verdade de Deus se rebaixa, então temos anarquia espiritual."

[Tudo isto] começando com música???... Isto foi o que o fez preocupado, um homem muito sábio.

"Precisamos ter muito cuidado para não estarmos construindo pontes para o mundo."

Pontes para mundo?! A partir das nossas igrejas?! Penso que vocês são bastante sábios para não fazerem isto.
Eu conheço um homem na Bíblia que fez isto. Desgraça para o sobrinho de Abraão, seu nome era Ló.



"Antes que Deus salvasse minha alma," um JOVEM escreveu, "eu escapulia por detrás das costas de meus pais para ouvir Música Cristã Contemporânea. Esta música me amoleceu e preparou para a música que eu depois ouviria"

Música Country Western é tão mundana e pervertida quanto Rock ou Rap.




 

Precisamos checar, hoje à noite, se não somos RELIGIOSOS mas PERDIDOS
 

De onde vem o discernimento espiritual? De onde vem a convicção espiritual para voltarmos as costas contra o mundo? Não de religião. Mas sim de salvação.

Eu tive uma conversação com um dos diretores da Sociedade Bíblica em Calcutá, Índia, anos atrás, nos anos 1980. E eu lhe disse como eu fui salvo, quando eu tinha 23 anos de idade, num quarto de hotel, na praia de Daytona, Flórida, eu descrevi isto para ele, como minha vida foi mudada. E então eu lhe perguntei: "Que tal você? Como você se tornou um crente?" Ele disse: "Oh, comigo não foi assim. Eu sou um crente de terceira geração!" De acordo com a Bíblia, não há nenhuma coisa como isto. Jesus disse que você tem que nascer de novo.

Você precisa checar se é religioso mas perdido. É a salvação, é o novo nascimento que nos dá discernimento espiritual.

Se você fica ofendido quando alguém fala da necessidade de se separar do mundo, você deve se perguntar a si mesmo por que [você se ofende]? Eu certamente era assim. Não escutava nada do meu pai. Ele se importou, ele cuidou. Ele disse para mim uma coisa, que nenhuma outra pessoa cuidara em dizer. Ele me mostrou que eu estava perdido.



Deixem-me lhes dizer em conclusão, hoje à noite, que


 

A música que ouvimos PRIVADAMENTE, e viver SANTAMENTE, são a CHAVE para a batalha da MÚSICA em nossas igrejas
 

Isto é tudo que precisamos fazer todos os dias. Se nós (a maioria dos membros da igreja) ouvimos e amamos música de estilo mundano todos os dias, não demorará muito para que esta música esteja dentro de nossas igrejas.

GORDON SEARS disse que "A mente do crente de hoje tem se tornado tão amalgamada em pensar justo como o mundo, que ele não mais sabe diferenciar entre música que é santa e música que é profana, que alimenta a carne. Tolerância gera pecado quando a família gravita assistindo imoralidade, vulgaridade, obscenidade, e violência, que ao mesmo tempo promove música ímpia dentro dos lares por meio de televisão. Todos logo ficam acostumado com isto e isto não mais lhes ofende."

A música que você ouve privadamente, e viver santamente, são a chave para a vitória em relação à música em nossas igrejas.

Precisamos ser muito cuidadosos.





Way of Life Literature
PO Box 610368
Port Huron, MI 48061-0368
866-295-4143

www.wayoflife.org
fbns@wayoflife.org





 


Esta é uma tradução da transcrição da excelente fita VHS, que altamente recomendamos, Music - Distinguishing Between Sacred and Contemporary Styles, de David Cloud.

A tradução e transcrição foram feitas por Valdenira Silva, Rayssa Leal, e Judith Gordon,

com o objetivo de ser lida em apresentação da fita em nossas duas igrejas batistas regulares, e também com o objetivo do texto (ascii ou html simples) ser divulgado pela Internet a fim de incentivar crentes de fala portuguesa a comprarem a fita diretamente de Way Of Life, tal fita é insubstituível pela apresentação de várias dezenas de breves clips ilustrativos.
 




Só use as duas Bíblias traduzidas rigorosamente por equivalência formal a partir do Textus Receptus (que é a exata impressão das palavras perfeitamente inspiradas e preservadas por Deus), dignas herdeiras das KJB-1611, Almeida-1681, etc.: a ACF-2011 (Almeida Corrigida Fiel) e a LTT (Literal do Texto Tradicional), que v. pode ler e obter em BibliaLTT.org, com ou sem notas).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ LiturgiaMusicaLouvorCulto/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )