Por Que Você Condena Toda MCSD

 ["Música Cristã Sensual/ Dançável", também conhecida como MCC = "Música Cristã Contemporânea"] ?


[Título original: “WHY DO YOU CONDEMN ALL CCM?”]




Respondendo às nossas advertências contra Música Cristã Sensual/ Dançável, alguns têm nos acusado de "deitar fora o bebê juntamente com a água do banho." Eles argumentam que estamos errados em condenar toda MCSD. Segue-se a minha resposta a esta acusação:

Em primeiro lugar, tenho pessoalmente analisado centenas de canções da MCSD, e eu descobri que A VASTA MAIORIA delas é inaceitável. No livro Contemporary Christian Music Under the Spotlight (Música Cristã Sensual/ Dançável sob o Holofote) e nas apresentações do nosso vídeo sobre este assunto, não precisamos usar exemplos extremos para descrever todo o movimento da MCSD com um amplo pincel. É um facto incontestável que o movimento como um todo é, esmagadoramente: ecumênico, carismático, superficial, e mundano. Exceções não invalidam a regra geral.

Em segundo lugar, eu não condeno música sadia, independentemente de quão nova ou contemporânea ela é. Há algumas músicas cristãs boas e espirituais sendo escritas por músicos cristãos contemporâneos. Algumas músicas de louvor, por exemplo, são graciosas e bíblicas. Um pequeno punhado destas é verdadeiramente sagrado, em oposição aos sons das músicas mundanas. Se uma peça da música é boa, eu não a condeno, embora eu avise sobre suas associações perigosas.

Em terceiro lugar, apresso-me em acrescentar que para encontrar verdadeiramente música santa no MCSD é preciso chapinhar através de toneladas de poluição musical. Por exemplo, o álbum de Carman, I Surrender All, contém um medley [arranjos e poupourri] de "Old Rugged Cross (Rude Cruz)" que tem algumas belas peças, mas a próxima peça do álbum lança uma pesada, sensual modificação boogie-woogie de "Peace Like a River"! A música de Twila Paris é um outro exemplo do perigo do MCSD. Embora algumas das canções dela tenham orquestração satisfatória, cordas acústicas, nenhum baixo ou bateria com batidas de rock, há canções de rock no mesmo álbum. Por exemplo, a modificação dela de "When the Roll Is Called up Yonder” é cantado com um toque funky com baixo pesado e constante rufara de um snare drum (um tipo de tambor). A canção "We Seek His Face" é cantada com um forte ritmo de discoteca estilo rock. Também muitas das suas canções que começam num estilo tradicional e santo se misturam com um estilo rock. "Be Thou My Vision", por exemplo, começa com Paris cantando com acompanhamento musical de um sacro e tradicional órgão, depois muda para um ritmo forte com bateria e baixo. Portanto, quem compra os álbuns deTwila Paris por causa das canções que não são rock, serão induzidos a aceitar a música rock nos mesmos álbuns.

Quarta, a MCSD cria um apetite por música profana e é uma ponte para o rock secular. A Música Cristã Sensual/ Dançável usa a música sensual dançável do mundo, e esta música apela para a carne. A carne, por sua vez, nunca está satisfeita. Observe a rápida progressão da música rock em si mesma, desde a relativamente amena característica do rock dos anos 50 para o estranho rock dos anos 60 para o violento rock dos anos 70 e para a insanidade do rock dos anos 80. No nosso livro Contemporary Christian Music Under the Spotlight (Música Cristã Sensual/ Dançável sob o Holofote) temos documentado que os próprios músicos da MCSD amam a música rock secular. Eles também executam e gravam a música rock. Não há absolutamente nenhuma separação entre MCSD e o rock secular, e aqueles que ouvem a MCSD estão criando e sustentando apetites diabólicos para as coisas do mundo e pontes para o mundo.

Em quinto lugar, a MCSD mundana está constantemente mudando, e o movimento é na direção do rock insuportável e mensagem mais obscura, mais não bíblica. Os músicos da MCSD mudam continuamente na direção de um estilo de rock mais forte e mais eclético. Muitos daqueles que começaram com um rock suave têm progredido par um rock mais forte. Os Gaithers ilustram isto,. Sandi Patty ilustra isso. Ela tem ido cada vez mais profundo e mais profundo na música de rock pesado. O álbum dela “Le Voyage” de 1993 não menciona o nome de Jesus, mas ele tem um rock pesado que o CCM Magazine fez esta declaração: "As fãs de Patty, as que compram seus álbuns, procuram restituições em massa, ou estão boquiabertas vendo um lado inteiramente novo dela ... " (CCM Magazine, Maio de 1993, p. 40). Evidentemente, o que na realidade acontece é que as "fãs" apoiaram-na ao longo de todo o trajeto. As dramáticas mudanças que ocorreram na MCSD, em uma mera duas décadas, foram descritas por João Fischer na revista “CCM Magazine”: "Em 1978, a música cristã foi, sem dúvida, cristã no conteúdo. ... Quase cada música tinha uma mensagem distintamente evangélica de algum tipo. Muitas canções [dos anos 90], no entanto, eram dificilmente reconhecidas como músicas 'cristãs', pelo menos não no sentido tradicional do termo. Letras eram algumas vezes ininteligíveis; nem toda canção eram sobre Jesus "(John Fischer," Two Nights Out ", CCM Magazine, julho de 1998, p. 145). Considere o seguinte objetivo que Talk tinha para o seu vídeo "Jesus Freak": "A intenção do clipe foi o de ‘EMPURRAR O ENVELOPE’ da comunidade da música cristã... eles esperam alguns dos mais conservadores membros da comunidade cristã exprimirem desagrado quanto ao aventureiro clipe " (Billboard, Nov. 11, 1995). CCM Magazine admite que Amy Grant tem continuamente empurrado as barreiras da música cristã (CCM Magazine, julho de 1998, p. 42).

Como roqueiros da MCSD "empurram o envelope" da aceitabilidade, eles estão arrastando gerações de cristãos professos mais profundamente, bem junto a eles em completa e total aceitação de todo tipo de música rock sensual, e cada vez mais próximos do mundo.

A MCSD é perigosa. Tudo isso é perigoso. Ela está se afastando mais e mais da Palavra de Deus em cada década que passa. Ela está se voltando progressivamente e cada vez de modo mais profundo para o mundo. Ela está tomando seus ouvintes não somente para mais perto, mas está unindo-os em comunhão com o não bíblico movimento ecumênico - carismático. A única certeza de proteção de seus aspectos não bíblicos e diabólicos é a separação de tudo deles.

“Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes.” (1Co 15:33 ACF)






David Cloud

traduzido por Valdenira N.M.Silva, jan.2008.


__________________________


CONTEMPORARY CHRISTIAN MUSIC UNDER THE SPOTLIGHT (D.W. CLOUD). [ISBN 1-58318-057-5] To our knowledge, this 450-page book is the most extensive examination of Contemporary Christian Music in print. It features: The spiteful anti-fundamentalist attitude which permeates CCM. The intimate connection between end-time apostasy and CCM. Southern gospel yesterday and today. The love affair between CCM musicians and secular rock music. The ecumenism of Contemporary Christian Music. The close association of CCM with Roman Catholicism. The intimate connection between CCM and the Charismatic Movement. An encyclopedia of 200 CCM musicians, containing profiles of their lives and ministries, church affiliations, philosophies, ecumenical associations, music, etc. Documentation proving that CCM is owned largely by secular corporations. Lyrics to CCM songs illustrating the vagueness and heresy of their message. Twenty-three key CCM arguments answered (we must use rock music to win young people, music is neutral, people are getting saved, God doesn't look on the outward appearance, Luther used tavern music, God created all music, Christians are not to judge, etc.). Careful documentation of every fact presented. How to keep Contemporary Christian Music out of churches. Where Christians should draw the line with music. The book contains a list of Suggested Resources on Music, listing sources for sound Christian music, hymnals, resources for song leading, and materials for further reading on the topic of Contemporary Christian Music. There is also an extensive bibliography on the subject of Christian music. 450 pages, 7X8, perfect bound. $19.95.

David Cloud



Só use as duas Bíblias traduzidas rigorosamente por equivalência formal a partir do Textus Receptus (que é a exata impressão das palavras perfeitamente inspiradas e preservadas por Deus), dignas herdeiras das KJB-1611, Almeida-1681, etc.: a ACF-2011 (Almeida Corrigida Fiel) e a LTT (Literal do Texto Tradicional), que v. pode ler e obter em BibliaLTT.org, com ou sem notas).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ LiturgiaMusicaLouvorCulto/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )