Agustinho [ou Agostinho]: Fundador do Catolicismo Romano





Aconselho fortemente todo e qualquer que se vê como crente (batista ou reformado ou pentecostal; calvinista ou não) a ler: "Augustine: Founder of Roman Catholicism", em
     http://www.wayoflife.org/fbns/augustinefather.htm ,
e ler os livros e artigos lá citados.

Em resumo, Agustinho [ou Agostinho]:
- Foi um dos maiores incentivadores e inspirador de perseguições da Igreja- estabelecida contra as igrejas e crentes dissidentes, particularmente contra os Donatistas, aos quais chamava, pejorativamente e com muito ódio, de "rebatizadores".
- Foi grande disseminador do alegorismo de Orígenes, talvez uma das mais destrutiva doutrinas que pode entrar aos poucos e destruir uma igreja antes sã.
- Foi o pai do terrível amilenarismo, terrível porque é a ponta do iceberg de piores desvios, 7 vezes piores.
- Pregava salvação somente pela graça, mas se contradizia ao pregar a necessidade dos sacramentos como meios da graça, e que esta só podia vir pelo canal da Igreja Católica.
- Ensinava a doutrina do purgatório.
- Pregava que Maria era sem pecado.
- Foi um dos pais da heresia do batismo infantil, e depois pregou regeneração batismal e indispensabilidade do batismo para salvação.
- Pregou que a autoridade da Igreja é maior que a da Bíblia.
- Foi o maior defensor do eclesiasticismo, do sacerdotalismo e do sacramentalismo, tudo isto distorcido em proporções monstruosas.


Eu creio na segurança da salvação, em "uma vez [verdadeiramente] salvo, sempre salvo". Mesmo sendo contrário tanto ao arminianismo como ao calvinismo, eu posso conviver pacificamente e ter certa comunhão e cooperação com um batista calvinista moderado e evangelista e apoiador de missões, como Spurgeon e Calvin Gardner.
Mas é uma das coisas que mais me deixa sem fôlego de surpresa e tristeza, senão indignação, ver [outros] calvinistas, aqueles mais apaixonadamente cegos, defendendo cegamente essas manchas aberrantes que foram Agustinho e Calvino, tão cheios de terríveis erros de conduta pessoal e tão defensores de graves heresias.
Por que os melhores desses [outros] irmãos calvinistas não tomam o que consideram de melhor em seus sistemas doutrinários, mas rejeitam com todas as forças as pessoas e os nomes de heréticos como Agustinho e Calvino??? Nunca entenderei a apaixonada cegueira desses meus irmãos.


Hélio.
(estou preparado para receber insultos cegos: há quem se sinta tão ofendido com se expor os erros de Agustinho, de Calvino, de Lutero, dos fundadores e grandes nomes de suas denominações, quanto se ofenderiam com um vitupério ou terrível calúnia contra Cristo...)


************************************************

Caro irmão Hélio,

Além de Pai do Catolicismo, Agostinho foi o pai do anti-semitismo e pai do sofismo na igreja cristã, importando juntamente com Crisóstomo o sofismo grego que atingiu definitivamente a corrente sanguínea do cristianismo. [Sofista é aquele que, valendo-se da fama de sábio que lhe atribuem, enfeita mentiras para que pareçam verdade. É mestre da retórica, a arte de tornar convincente qualquer causa, mesmo má. Usa as piores técnicas de propagandista, defendendo o que lhe é conveniente, internamente considerando perda de tempo ficar procurando o bem absoluto ou a absoluta verdade. ]

Toda e qualquer crítica feita aos pais da igreja, aos reformadores, puritanos e até teólogos católicos, caem como um malho [de ferreiro] na moleira de muitos crentes que não conseguem ver os erros diabólicos que esses cometeram, envenenando de vez a igreja do Senhor! Embora haja muita coisa prestável que produziram, não dá para fechar os olhos para os erros e o banho de sangue que fizeram correr sobre seus oponentes. Na verdade, quando não mataram fisicamente, o fizeram espiritualmente. Os seus defensores se sentem tão ofendidos quando lêem alguma crítica ao reformadores, puritanos e cia que se sentem eles mesmos ofendidos e atingidos. Eu gostaria que algum defensor do regime protestante justificasse tanto sangue derramado e toda herança católica que, diga-se, até HOJE permanece no seio da igreja.

Um cristão verdadeiro tinha que arrepiar os cabelos ou no mínimo "arder a cara de vergonha" ao defender a unhas e dentes um modelo genocida como o protestante. Talvez digam que hoje não há isso mais, mas alguém se lembra da Irlanda? Não tem muito tempo que era notícia freqüente nos jornais a guerra Católicos X Protestantes.... será que não houve herança!

Se nos voltarmos para o campo teológico e litúrgico, então as vítimas são ainda maiores. Temos que continuar a denunciar os erros de todos grupos que se apresentam como cristãos, para evidenciar que somente a Bíblia, escrita por Deus, é 100% fiel. Nenhum grupo, nenhuma instituição, nenhuma denominação, nenhum teólogo, nada e ninguém tem o direito de se colocar acima da palavra de Deus. Seja quem for! Quando os homens são desmascarados, o que fica evidente é o Senhor. E, tendo somente Ele a Quem glorificar, os descendentes dos idólatras de santos não terão ninguém para venerar! Aliás, a idolatria é tanta e o enraizamento católico é tanto, que muitos orgulhosos reformados se referem a Paulo como São Paulo, a João como São João e assim por diante... só faltam chamar Maria de Santa Maria cheia de graça!

Um grande abraço em Cristo,

Ricardo


 




Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARC idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ PessoasNosSeculos/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )