Gnomos




Uma das criaturas do mundo invisível, ser elemental. Espírito que, para os cabalistas, preside à Terra e a tudo o que nela contém. Ser imaginário e fantasioso, habitante das partes mais profundas da Terra e dono de todos os tesouros ali contidos tais como metais e pedras preciosas.

Os gnomos são, dentre os elementais da natureza , os personagens mais conhecidos, e divulgados, juntamente com as fadas . Duas versões reivindicam o significado da palavra. De acordo com a primeira delas, Gnomo seria de origem grega, sendo uma derivação do vocábulo gnosis, que significa “conhecimento” . A segunda delas afirma que a palavra veio de genomus, que tem o sentido de “habitante da Terra”.

Afirma a lenda que o personagem nasceu na Noruega, onde Frederik Ugarph encontrou uma pequena estátua de madeira medindo apenas quinze centímetros de altura com uma inscrição com os seguintes dizeres: “Gnomo, estatura real”.

Os Gnomos são seres de pequena estatura, e por sua íntima ligação com a Terra, desenvolveram grandes habilidades para lidar com ela. Trabalham nas minas escavando minerais valiosos, especialmente ouro e prata, com os quais constroem ferramentas valiosas. Existem gnomos do sexo masculino e gnomos do sexo feminino e, além das diferenças anatômicas, distinguem-se por sua vestimenta. Os gnomos homens vestem-se com uma bata geralmente de cor azul, calças verdes ou marrons e sapatos que variam que, dependendo da localidade onde vivem podem ser botas de feltro, sapatos de casca de bétula ou tamancos de madeira, além de seu chapéu, elemento mais característico de sua indumentária. Trata-se de um pontiagudo gorro vermelho, feito de feltro e sólido desde a base até a ponta. As mulheres gnomas, por sua vez, vestem-se com roupas escuras, mais precisamente cor de cáqui assemelhando-se dessa forma, à folhagem evitando ser presa fácil dos humanos.

Há diversas espécies de Gnomos, entre eles estão os gnomo da floresta, o do deserto, o do jardim, o doméstico, o da fazenda e o gnomo siberiano.

O Gnomo vive aproximadamente 400 anos e quando se aproximam dessa idade, já começam apresentar sinais de envelhecimento tais como perda da memória e da agilidade. Essas criaturas não são imortais e quando é chegada a hora, o gnomo, acompanhado de sua esposa, se encaminham para a Montanha da Morte e então nunca mais são vistos. Depois disso, a árvore que receberam ao nascer, vegetal que todo Gnomo recebe ao nascer chamada de “A Árvore do Aniversário” , começa a definhar até que finalmente seca e morre.

Vivem em perfeita sintonia com os animais, até mesmo os mais ferozes e perigosos, com quem se comunicam com facilidade pois são capazes de falar a linguagem de toda a fauna habitante das floretas e por conseguinte tem a capacidade de entender seus problemas. Eles têm sua própria linguagem e o rúnico antigo é o nome dado à língua utilizada por esse povo, muito embora os gnomos falem e compreendam perfeitamente a língua dos homens.


Copiado de http://www.gomorra.hpg.ig.com.br/



(retorne a http://solascriptura-tt.org/ Seitas/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )