A Homeopatia e seu Fundador


[HOMEOPATIA: Seu Fundador e seus Maiores Defensores reconhecem que é ESPIRITISMO]






Cristiano Frederico Samuel Hahnemann nasceu em Meissen, Saxônia, em 11 de abril de 1755. Desencarnou em Paris, em 1843. Formou-se em medicina na Universidade de Erlanger. Freqüentou as Universidades de Leipzig e Viena.

Possuía conhecimentos profundos de ciências físicas e naturais além da medicina. José Bonifácio se correspondia com Hahnemann. Conhecia também línguas vivas e mortas – latim, grego, hebraico, alemão, inglês, francês, espanhol, italiano, sírio e árabe. Era, portanto, de conhecimento invulgar, não aceitando a medicina de sua época.

Abandona a profissão médica e dedica-se a tradução de obras científicas. Nesse período passa por grandes privações. Ao traduzir Matéria Médica, de Cuien, no que se refere ao tratamento da febre intermitente pela quina, discorda e resolve aplicar a droga em si mesmo. Conclui que doses elevadas da quina podiam provocar febre intermitente no homem são, e pequenas doses curam o homem doente. Surgiu então a nova doutrina terapêutica – a homeopatia. Revive a Lei dos Semelhantes, pregada por Hipócrates, 400 anos antes de Cristo. Estávamos em 1796.

Foi o primeiro que teve a idéia de experimentar em um indivíduo saudável as substâncias consideradas medicamentosas. Experimentou-as, durante quinze anos, em si próprio e em amigos.

Admite um princípio vital que sustém e harmoniza as funções de todo ser vivo.

Em seu livro Organom, afirma que o corpo material deve ao ser imaterial que o anima, tanto no estado de saúde como no de doença, todas as suas sensações, que o Espiritismo explica como sendo o perispírito.

Os médicos alopatas, que eram seus contemporâneos, não o aceitaram, polemizaram e, inclusive, o perseguiram.

Hahnemann tinha fé em Deus, uma fé profunda e verdadeira.

Em seu trabalho, recomenda a aplicação de magnetismo como recurso terapêutico.

No mundo espiritual, esteve presente na obra da codificação, através de mensagens psicografadas, inclusive no Evangelho segundo o Espiritismo. [De Alan Kardec]

Em terras brasileiras, nos narra Humberto de Campos, a homeopatia chegou em 1840, por intermédio dos médicos Bento Mure e Vicente Martins. Esses médicos eram espíritas de grande envergadura, pois fizeram da medicina verdadeiro apostolado, “conheciam ambos os transes mediúnicos e o elevado alcance da aplicação do magnetismo espiritual. Introduziram vários serviços de beneficência... indescritível foi o devotamento de ambos à coletividade brasileira...

Conforme explica o Dr. Lauro S. Thiago, “ a ação dos medicamentos homeopáticos não é de natureza material, química, mas sim de ordem dinâmica, verdadeiramente imaterial; ela decorre não da massa ou das propriedades químicas da substância medicamentosa, mas de um dinamismo próprio de algo que, no seu âmago, se encontra com a sua potencialidade de ação como que reprimida e oculta, precisando, para manifestar-se livremente e em toda a sua plenitude de força, que a substância natural que lhe serve de base à preparação seja submetida a um processo especial de desmaterialização”.

Assim vemos que a homeopatia age fundamentalmente sobre o perispírito. Tal a razão de afirmar-se: “mente sã, corpo são”.




Texto extraído da Agenda Espírita 2000 - Ed. Espírita Caminho da Luz
Boletim Informativo - C.E.I.J – Agosto de 2000


 http://universoespirita.org.br/novos_textos/vanessa/a_homeopatia_e_o_seu_fundador.htm




Enviado por Julio Severo -


 

http://www.cacp.org.br/barras.gif

CENTRO APOLOGÉTICO CRISTÃO DE PESQUISAS

© Copyright CACP 2003 



Só use as duas Bíblias traduzidas rigorosamente por equivalência formal a partir do Textus Receptus (que é a exata impressão das palavras perfeitamente inspiradas e preservadas por Deus), dignas herdeiras das KJB-1611, Almeida-1681, etc.: a ACF-2011 (Almeida Corrigida Fiel) e a LTT (Literal do Texto Tradicional), que v. pode ler e obter em BibliaLTT.org, com ou sem notas).



(retorne a http://solascriptura-tt.org/ Seitas/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )