Ierroshua e o "NT em hebraico/aramaico".







Quem argumenta que o NT foi escrito em hebraico, e depois "passado a limpo" em grego, são os fanáticos de um grupo de seitas re-judaizantes, que podemos chamar de "nome sagrado".



O NT [foi escrito] em hebraico, [e] passado a limpo em grego??

Acho que a prova não se sustenta nem pela própria Bíblia, nem materialmente.

- A posição geográfica das 7 igrejas da Ásia está no mundo helênico, só olhar qualquer mapa.

Observe essas passagens, provam que o conteúdo original de João não foi escrito em hebreu

Jo 5:2  Ora, em Jerusalém há, próximo à porta das ovelhas, um tanque, chamado em hebreu Betesda, o qual tem cinco alpendres.
Jo 19:13  Ouvindo, pois, Pilatos este dito, levou Jesus para fora, e assentou-se no tribunal, no lugar chamado Litóstrotos, e em hebraico Gabatá.
Jo 19:17  E, levando ele às costas a sua cruz, saiu para o lugar chamado Caveira, que em hebraico se chama Gólgota,
Ap 9:11  E tinham sobre si rei, o anjo do abismo; em hebreu era o seu nome Abadom, e em grego Apoliom.
Ap 16:16  E os congregaram no lugar que em hebreu se chama Armagedom.



O evangelho de Lucas também é escrito por um não Judeu, e é dedicado a alguém chamado Teófilo, evidentemente grego.

Lc 1:3  Pareceu-me também a mim conveniente descrevê-los a ti, ó excelente Teófilo, por sua ordem, havendo-me já informado minuciosamente de tudo desde o princípio;
At 1:1  FIZ o primeiro tratado, ó Teófilo, acerca de tudo que Jesus começou, não só a fazer, mas a ensinar,


Um fato que merece nota está em Atos 2:- Lá há uma grande relação de idiomas, e tinha razão para ser assim, as pessoas que visitavam Jerusalém na festa do Pentecostes eram judeus vindos de todos os lugares onde havia Judeus da diáspora, se todos falassem o hebraico, como pretendem alguns, bastaria que se falasse hebraico e todos entenderiam, mas o fato é que o hebraico nem mesmo é citado no referido texto.

A partir dai todo o livro dos atos dos apóstolos está preocupado em trazer informações que seriam úteis aos gentios, o texto é muito claro em que não é dirigido aos Judeus, mas aos Gentios

As cartas de Tiago e Judas, aos Hebreus, seriam escritas em aramaico ou se fossem universais, seriam escritas em grego e nunca em hebraico ou mesmo aramaico.


A carta aos Romanos, pelo próprio nome não seria escrito em hebraico, até por que o preconceito contra os judeus sempre foi forte em Roma.



Os mais anti-bíblicos de todos são os seguidores de YAHOUSHUA (IAORRÚSHUA), que afimam que o VT foi adulterado e que o NT foi adulterado também, e criaram uma "mentira" para eles mesmos, seguindo fábulas artificialmente compostas por homens corruptos de entendimento.

Is 8:20  À lei e ao testemunho! Se eles não falarem segundo esta palavra, é porque não há luz neles.




 

História da Igrejas de Deus das Testemunhas de Iehoshua, // Testemunhas de Iehoshua.

O movimento foi fundado em 1987, em Curitiba, PR, por Ivo Santos de Camargo, e o fundador não possui formação teológica formal, diz que estudou hebraico durante dois anos, após uma suposta “revelação”.

Atualmente dirige a Igreja, segundo ele, com cerca de 100 membros.

Afirma que seu movimento está do Rio Grande do Sul ao Rio Grande do Norte.

O fundador afirma nunca pertencer a uma igreja evangélica, mas diz haver visitado algumas delas.

Diz que recebeu uma “revelação” de Deus sobre a pronúncia exata do tetragrama (nome divino, as quatro consoantes [YHWH] e que esse nome é o mesmo do Salvador.

Segundo o fundador, o nome "Jesus" é uma abominação, é o paganismo do catolicismo romano.

O nome que veio do céu, diz, é Iehoshua.

Afirma ainda "ser filho direto da revelação", portanto sua ordenação é direta com Deus.

Admite que a salvação “depende do conhecimento e da revelação do nome Iehoshua” e mesmo assim, dentro de sua organização religiosa.

Adotam o sabelianismo modal, negam a doutrina da Trindade, embora defendam a deidade absoluta de Jesus.

São sabatistas, defendem a guarda do sábado.

É uma seita inexpressiva e seus argumentos só podem convencer as pessoas mais simples e desinformados.

Suas crenças são inconsistentes e de uma pobreza franciscana.

Lembremos que C. T. Russell, fundador das Testemunhas de Jeová, começou com suas idéias subjetivas, posteriormente transformando suas ficções em "verdades", pelo processo de lavagem cerebral, e sua religião conta hoje com quase seis milhões de adeptos em todo o mundo.

A Igreja do final do século passado e do início do século vinte subestimou o tal grupo.

Com o trabalho ferrenho de casa em casa, aos poucos eles vão crescendo.

Se as igrejas da atualidade subestimarem a seita Testemunhas de Iehoshua, poderemos ter o mesmo problema no futuro, pois a mentira repetida vinte vezes se torna "verdade", como dizia Mussolini.

Apesar das crenças dessas seitas serem ficções, doutrinas subjetivas, sem base bíblica, todavia elas estão fazendo proselitismo.



Em outra literatura dizem:

"No fim do III século da era cristã, quando o bispo Jerônimo traduziu as Escrituras para o latim, a língua oficial do império romano.

Nesta ocasião o nome original IERROCHUA foi substituído pelo nome grego-romano (IESOUS)".

É pena que essas vítimas estejam tão mal-informadas.

Há textos do Novo Testamento anterior a data apresentada pela seita, que mostram que a informação dessas vítimas não é verdadeira.

Por exemplo: Os papiros 45, 46 e 47, conhecidos como Chester Beatty, que se encontram atualmente no museu Beatty, em Dublin, Irlanda, são do início do terceiro século, e trazem a forma abreviada de (Iesus) — IS ou IC.

Da mesma forma os Papiri Bodmeriani, 66, 75 e 76, que se encontra na Biblioteca Bodmer, em Geneve, Suiça.

O papiro 75 contém os evangelhos de Lucas e João, é datado entre 175 e 225 AD.

Esse argumento de que o nome Iesus é coisa de Jerônimo, no fim do século III não procede.



 

Tumultos

Os adeptos costumam visitar os templos evangélicos em grupos, para tumultuar as igrejas.

Um membro do grupo pergunta ao pregador sobre Iehoshua e Jesus.

É óbvio que dificilmente vai encontrar alguém que saiba hebraico, nem elas mesmas o sabem, são ignorantes.

Quando o pregador se embaraça os demais membros do grupo começam a gritar criando uma verdadeira balbúrdia no culto.

Estão preocupados em arrebanhar os cristãos evangélicos, pois são pescadores de aquários.



 

Transliterações e outros nomes

Com relação à necessidade do nome ser em hebraico, o que dizer desta passagem?

Lc 23:38  E também por cima dele, estava um título, escrito em letras gregas, romanas, e hebraicas: ESTE É O REI DOS JUDEUS.
Jo 19:19 ¶  E Pilatos escreveu também um título, e pô-lo em cima da cruz; e nele estava escrito: JESUS NAZARENO, O REI DOS JUDEUS.
Jo 19:20  E muitos dos judeus leram este título; porque o lugar onde Jesus estava crucificado era próximo da cidade; e estava escrito em hebraico, grego e latim.




 

Conclusões

[Eles dizem que] o VT e o NT foram adulterados, e só eles sabem a ‘verdadeira verdade’, informados por uma ‘revelação divina’ que um pastor teria recebido.

UGH!

O que nos espanta é o fato de alguém afirmar de maneira aleatória que "isso é aquilo" sem sustentação alguma baseado exclusivamente no subjetivismo e em cima disso criar uma religião




Marcelo Gross



Só use as duas Bíblias traduzidas rigorosamente por equivalência formal a partir do Textus Receptus (que é a exata impressão das palavras perfeitamente inspiradas e preservadas por Deus), dignas herdeiras das KJB-1611, Almeida-1681, etc.: a ACF-2011 (Almeida Corrigida Fiel) e a LTT (Literal do Texto Tradicional), que v. pode ler e obter em BibliaLTT.org, com ou sem notas).




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ Seitas/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )