Prova (Pela Lógica Apoiada na Bíblia) De Que
Os Sinais de Mar 16:17-18 Foram Prometidos Exclusivamente Aos 83 Apóstolos + Discípulos,
Sendo Tais Sinais A Marca Identificatória e Exclusiva Deles.




A) Versos 17 e 18 de Marcos 16 asseguram que:
5 grandes tipos de sinais miraculosos seguiriam TODOS AQUELES já havendo CRIDO! TODOS!
Esta é uma profecia que não pode falhar, feita por Cristo, sobre um fato que ocorreria sem exceção, sem condição, sem prazo de validade da promessa em relação aos prometidos!

B) Há apenas duas hipóteses possíveis para a interpretação de quem são estes "todos aqueles" e para a interpretação de a que este "havendo CRIDO" se refere:

POSSIBILIDADE 1: "todos aqueles" se refere a todas as pessoas que creriam de modo totalmente Bíblico no Cristo da Bíblia, independentes de nome de igreja, durante toda a atual dispensação (dispensação das assembleias locais [em contraste com Israel], e da graça [em contraste com a lei]). E
"havendo crido" se refere a haver crido de modo totalmente Bíblico no Cristo da Bíblia, independentes de nome de igreja e do século.

POSSIBILIDADE 2: "todos aqueles" se refere apenas a todos os 11 apóstolos (Matias seria o 12o e Paulo seria o 13o) a quem Cristo estava dirigindo a palavra diretamente, e aos 70 discípulos, ambos os grupos já havendo recebido estas promessas em Mat 10:1-4; Luc 10:1,9. E
"havendo crido" se refere à necessidade destes apóstolos e discípulos realmente crerem que o Cristo havia ressuscitado literal e corporalmente de entre os mortos, eles duvidavam e por isso foram repreendidos e advertidos por Cristo, neste mesmo capitulo 16 de Marcos, nos versos 11, 13 e 14, este é o contexto que tem que ser considerado para os versos que se seguem, particularmente 17 e 18.

C) Suponhamos que a Possibilidade 1 (para a correta interpretação) é que é a verdadeira.
- Ora, nos anos 33 a 100 (depois do Cristo) em que o Novo Testamento ainda estava sendo escrito, há completo silêncio (e isto é muito significativo) quanto qualquer dentre outros muitos milhares de crentes ter o duradouro e infalível dom de realizar estes sinais (o que aconteceu com os samaritanos em Atos 8 foi efeito e confirmação do dom dos apóstolos Pedro e João, e o que aconteceu com Cornélio e sua casa em Atos 10 foi efeito e confirmação do dom do apóstolo Pedro). Isto tem todos os indícios e evidências de uma contradição à Possibilidade 1, fazendo-a praticamente impossível.
- Mais importante ainda, Paulo, em 2Co 12:12,  inspirado pelo Espírito Santo, prova que é um apóstolo usando o fato de que realiza sinais e maravilhas. Ora, se pelo menos 1 (mesmo que apenas 1) outra pessoa que não um apóstolo (ou discípulo) pudesse ter o dom de regularmente realizar tais sinais e maravilhas, então o Espírito Santo estaria mentindo e enganando, o que é impossível. Portanto, isto irretrucavelmente prova que a Possibilidade 1 é totalmente impossível. Quem (senão um insano ou um cego que não quer ver ou um embusteiro que não quer deixar de o ser, ou um teimoso e ingênuo enganado que não quer deixar de o ser) pode argumentar contra esta conseqüência incontornável de 2Co 12?!?!?
- Nos anos 100 até hoje (2008), incontáveis milhões de pessoas com a maior evidência de verdadeiros salvos jamais efetivaram nem sequer 1 só desses sinais, nem mesmo 1 minúscula miniatura desses sinais, sem mesmo 1 só vez em todas suas vidas. Lembro dos milhares de crentes sendo perseguidos e mortos pela sanguinária Roma dos Césares. Lembro dos milhões de crentes sendo perseguidos e mortos pela Grande Prostituta desde seu nascimento no século IV, pela Inquisição que atravessou tantos séculos até o XVI. Lembro de Huss, Wycliffe, Tyndale, dos milhões de Valdenses, dos milhões de Anabatistas (com os muitos nomes que lhes foram dados desde o século I), lembro de Spurgeon, Moody, Jonathan Edwards, e tantos outros grandes cristãos poderosamente usados por Deus, que jamais efetivaram nem sequer 1 só desses sinais.
Tudo isto irretrucavelmente prova que a Possibilidade 1 é totalmente impossível.

D) Então, fica provada a Possibilidade 2:
Na promessa de Deus (sem nenhuma exceção, nem falha, nem término) de dons de sinais miraculosos, promessa feita em Mar 16:17-18, "todos aqueles" se refere apenas a todos os 11 apóstolos (Matias seria o 12o e Paulo seria o 13o) a quem Cristo estava dirigindo a palavra diretamente, e aos 70 discípulos, ambos os grupos já havendo recebido estas promessas em Mat 10:1-4; Luc 10:1,9. E
"havendo crido" se refere à necessidade destes apóstolos e discípulos realmente crerem que o Cristo havia ressuscitado literal e corporalmente de entre os mortos, eles duvidavam e por isso foram repreendidos e advertidos por Cristo, neste mesmo capitulo 16 de Marcos, nos versos 11, 13 e 14, este é o contexto que tem que ser considerado para os versos que se seguem, particularmente 17 e 18.





Em linguagem mais formal, mais próxima da Lógica de Primeira Ordem, todo este argumento pode assim ser expresso:

Regra_A (em referência a Mar 16:17-18):
Possibilidade_1 OU Possibilidade_2,
onde:

Possibilidade_1 é " 'todos aqueles' se refere a 'todas as pessoas que creriam de modo totalmente Bíblico no Cristo da Bíblia', E 'havendo crido' se refere a haver crido de modo totalmente Bíblico no Cristo da Bíblia."

Possibilidade_2 é " 'todos aqueles' se refere apenas a todos os 11 apóstolos (Matias seria o 12o e Paulo seria o 13o) a quem Cristo estava dirigindo a palavra diretamente, e aos 70 discípulos, ambos os grupos já havendo recebido estas promessas em Mat 10:1-4; Luc 10:1,9; E 'havendo crido' se refere à necessidade destes apóstolos e discípulos realmente crerem que o Cristo havia ressuscitado literal e corporalmente de entre os mortos, eles duvidavam."


Regra_B (de acordo com 2Cor 12:12):
Qualquer que seja o homem, ele tem o dom de sempre, infalivelmente, realizar perfeitamente todos os sinais maravilhosos prometidos em Mar 16:17-18, SE-E-SOMENTE-SE é apóstolo [ou discípulo] (e a Bíblia mostra que estes tinham que ter sido testemunhas oculares dos 3 1/2 anos do ministério do Cristo sobre a terra, e da Sua ressurreição).

Fato_1: Existem muitíssimos crentes verdadeiros, salvos verdadeiros, que não são apóstolos [nem discípulos] (e a Bíblia mostra que apóstolos e discípulos tinham que ter sido testemunhas oculares dos 3 1/2 anos do ministério do Cristo sobre a terra, e da Sua ressurreição).

Portanto, pela Regra_B e pelo Fato_1, deduz-se a
Consequência_1:
Existem os tais muitíssimos crentes verdadeiros e que não são apóstolos [nem discípulos], assim não tendo o dom de sempre, infalivelmente, realizar perfeitamente todos os sinais maravilhosos prometidos em Mar 16:17-18.

Portanto, pela Conseqüência_1, deduz-se a
Consequência_2:
A Possibilidade_1 é falsa.

Portanto, pela Regra_A e pela consequência_2, deduz-se a
Conseqüência 3:
A Possibilidade_2 é falsa.
Em outras palavras, fica provado que, em Mar 16:17-18, 'todos aqueles' se refere apenas a todos os 11 apóstolos (Matias seria o 12o e Paulo seria o 13o) a quem Cristo estava dirigindo a palavra diretamente, e aos 70 discípulos, ambos os grupos já havendo recebido estas promessas em Mat 10:1-4; Luc 10:1,9; E 'havendo crido' se refere à necessidade destes apóstolos e discípulos realmente crerem que o Cristo havia ressuscitado literal e corporalmente de entre os mortos, eles duvidavam.
 





Hélio de M. Silva

 



Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARC idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).




(retorne a http://solascriptura-tt.org/Seitas/ Pentecostalismo/
(retorne a http://solascriptura-tt.org/ Seitas/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )