O Sábado foi primeiramente dado a Israel,
e é o Sinal de Deus para
Israel


Pr. David Cloud





Os Adventistas do Sétimo Dia ensinam que os homens guardavam o sábado desde os dias de Adão, mas isso contradiz o registro da própria Bíblia.

Embora seja verdade que o sábado se originou no final dos seis dias da criação (Gênesis 2:1-3), ele foi o descanso1 de Deus, não do homem. Não há registro em Gênesis de que Deus deu o sábado ao homem. Os santos em Gênesis construíram altares, oravam, ofereciam sacrifícios, e dizimavam, mas a Escritura mantém-se silenciosa em relação à guarda do sábado.

Neemias 9:13-14 diz claramente que o sábado foi dado pela primeira vez a Israel no deserto:

 "E sobre o monte Sinai desceste, e dos céus falaste com eles, e deste-lhe juízos retos e leis verdadeiras, estatutos e mandamentos bons. E o teu sábado lhes fizeste conhecer; e preceitos, estatutos e lei lhes mandaste pelo ministério de Moises, teu servo." (ACF)

 Se Abraão, Isaque e Jacó guardavam o sábado, seus filhos estariam familiarizados com a prática, mas Neemias nos diz que este não foi o caso.

Êxodo 31:12-18 diz claramente que o sábado foi um sinal especial entre Deus e Israel.

“12 ¶ Falou mais o SENHOR a Moisés, dizendo: 13 Tu, pois, fala aos filhos de Israel, dizendo: Certamente guardareis meus sábados; porquanto isso é um sinal entre mim e vós nas vossas gerações; para que saibais que eu sou o SENHOR, que vos santifica. 14 Portanto guardareis o sábado, porque santo é para vós; aquele que o profanar certamente morrerá; porque qualquer que nele fizer alguma obra, aquela alma será eliminada do meio do seu povo. 15 Seis dias se trabalhará, porém o sétimo dia é o sábado do descanso, santo ao SENHOR; qualquer que no dia do sábado fizer algum trabalho, certamente morrerá. 16 Guardarão, pois, o sábado os filhos de Israel, celebrando-o nas suas gerações por aliança perpétua. 17 Entre mim e os filhos de Israel será um sinal para sempre; porque em seis dias fez o SENHOR os céus e a terra, e ao sétimo dia descansou, e restaurou-se. 18 E deu a Moisés (quando acabou de falar com ele no monte Sinai) as duas tábuas do testemunho, tábuas de pedra, escritas pelo dedo de Deus.” (Êx 31:12-18 ACF)

Se o sábado tivesse sido dado a humanidade em geral após a criação, ele não poderia ter sido um sinal exclusivo para Israel. O fato é que o sábado pertence à nação de Israel e não a qualquer outro povo. Também é importante notar que o sábado será uma eterna possessão de Israel (Ex 31:16).

Este sinal nunca vai ser anulado ou transferido para outro povo. Isso explica por que os profetas anunciam que Israel guardará o sábado, mesmo após o reino de Cristo ter sido estabelecido na terra (Is 66:23). Isso também explica por que Jesus Cristo mencionou o sábado em sua profecias a respeito da tribulação (Mt. 24:20). Judeus, ainda hoje, guardam o sábado e não há restrições para sua observância na terra de Israel. As linhas aéreas El Al não possui vôos aos sábados, por exemplo.

O SÁBADO E OS SANTOS DO NOVO TESTAMENTO

Em seus escritos para as igrejas, os apóstolos só mencionaram o sábado três vezes:
1. O sábado é um símbolo de descanso na salvação em Cristo (Hb 4). Assim como os judeus não trabalham no sábado, assim o crente é salvo pela graça de Deus sem as obras.
2. O crente do Novo Testamento não é obrigado a guardar o sábado (Col.2:16). Quando Paulo fala de "dias de sábado", no plural, ele está se referindo a todos os dias de descanso que Deus deu a Israel, incluindo aqueles associados com as festas. Por exemplo, o Pentecostes sempre caia no primeiro dia da semana, mas era um sábado especial em que o trabalho não era realizado (Lv 23:16 -21). Os adventistas do sétimo dia e outros guardadores do sábado afirmam que Colossenses 2:16 não se refere ao sábado semanal regular, mas não há evidências de que seja este o caso.2
3. O crente do Novo Testamento tem a liberdade na questão dos dias santos (Romanos 14:4-6).

Aqueles que afirmam que o sábado é imposto ao cristão, estão ensinando uma doutrina contrária à dos apóstolos.

"O sábado se relaciona com a velha criação e foi dado exclusivamente a Israel; o Dia do Senhor refere-se à nova criação, e pertence especialmente à igreja. O sábado fala da lei, seis dias de trabalho que são seguidos do repouso, mas o Dia do Senhor fala da Graça, pois começamos a semana com o repouso, que é seguido então pelas obras." (Wiersbe do Antigo Testamento Outlines).

Por que, então, Jesus guardou o sábado? Ele guardou o sábado pela mesma razão pela qual Ele guardou todas as outras leis de Moisés. (Ele também observou as festas.) Jesus fez estas coisas, porque Ele nasceu judeu, nascido sob a lei, para que pudesse cumpri-las perfeitamente e resgatar seu povo de sua penalidade e escravidão (Gálatas 4:4, Rm 9:5).

EVIDÊNCIAS BÍBLICAS DE QUE OS CRISTÃOS PRIMITIVOS ADORAVAM NO DOMINGO


1. Jesus ressuscitou dos mortos no primeiro dia da semana (Mc 16:9).

2. Jesus apareceu aos seus discípulos no primeiro dia da semana (Mc 16:9).

3. Jesus várias vezes se encontrou com os discípulos após a ressurreição, em locais diferentes, no primeiro dia da semana (Mc 16:9-11; Mt 28:8-10; Lc 24:34;. Mar. 16:12-13; Jo. 20,19-23).

4. Jesus abençoou os discípulos no primeiro dia da semana (Jo 20:19).

5. Jesus deu aos discípulos o dom do Espírito Santo no primeiro dia da semana (Jo 20:22).

6. No primeiro dia da semana, Jesus comissionou os discípulos a pregarem o evangelho a todo o mundo (Jo 20:21; com Mc16:9-15).

 7. No primeiro dia, Jesus subiu ao Céu, setou-se à destra do Pai e foi feito a Cabeça de todos (Jo 20:17; Ef 1:20).

8. No primeiro dia da semana, muitos dos santos mortos ressuscitaram e saíram dos túmulos (Mt 27:52-53).

9. O primeiro dia da semana se tornou o dia de alegria e de regozijo para os discípulos (Jo 20:20; Lc 24:41).
  
10. No primeiro dia da semana, o evangelho de Cristo ressuscitado foi primeiramente pregado (Lc 24:34).

11. No primeiro dia da semana, Jesus explicava as Escrituras para os discípulos (Lc 24:27, 45).

12. No primeiro dia da semana o pagamento da nossa redenção foi completado (Rom. 4:25). 13. No primeiro dia o Espírito Santo desceu (Atos 2:1).

13. Foi no primeiro dia da semana que o Espírito Santo fez sua descida (At 2:1): A festa de Pentecoste era realizado no 50-ésimo dia depois do sábado que se seguia à oferta movida (Lv 23:15-16), portanto Pentecoste era sempre num Domingo.

14. Os cristãos reuniam-se para adorar no primeiro dia da semana (Atos 20:6-7, 1 Coríntios. 16:02)

(D.M. Canright, Ex-Adventista do Sétimo Dia).


Desde aqueles dias, a grande maioria dos cristãos tem sempre se reunido para o culto no dia do Senhor. Eles fazem isso em honra à ressurreição do Salvador. Cristo estava no túmulo, durante o sábado, e levantou-se como o primogênito dentre os mortos no primeiro dia da semana. O sábado significa o último dia da velha criação (Gn 2:2). O Domingo é o primeiro dia da nova criação.

EVIDÊNCIAS HISTÓRICAS DE QUE CRISTÃOS PRIMITIVOS ADORAVAM NO DOMINGO


A Epístola de Barnabé (cerca de 100 dC) - "Portanto, também nós mantemos o oitavo dia com alegria, o dia também em que Jesus ressuscitou dos mortos. "

A Epístola de Inácio (cerca de 107 dC) - "Não vos enganeis com estranhas doutrinas, nem com as fábulas antigas, que não são proveitosas. Porque, se nós ainda vivemos segundo a Lei Judaica, nós reconhecemos que não temos recebido Graça... Portanto, aqueles que foram educados na antiga ordem das coisas vieram à posse de uma nova esperança, não mais observando o sábado, mas vivendo na observância da Dia do Senhor, em que também a nossa vida surgiu novamente por Ele e por Sua morte. "

Justino Mártir (cerca de 140 dC) - "E no dia chamado domingo todos os que vivem nas cidades ou no campo se reúnem em um só lugar, e as memórias dos apóstolos ou os escritos dos profetas são lidos. ... Mas o Domingo é o dia em que todos têm uma assembleia em comum, porque é primeiro dia da semana em que Deus ... fez o mundo; e Jesus Cristo, nosso Salvador no mesmo dia ressuscitou dos mortos. "

Bardesanes, Edessa (180 dC) - "No primeiro da semana, nós nos reunimos juntos, em assembleia. "

Clemente de Alexandria (194 dC) - "Ele, em cumprimento do preceito, segundo o evangelho, mantém o Dia do Senhor ... glorificando ao Senhor pela Sua ressurreição. "

Tertuliano (200 dC) - "Nós tornamos solene o dia depois do sábado, em contradição com aqueles que chamam este dia o seu sábado."

Irineu (cerca 155-202 dC) - "O mistério da ressurreição do Senhor não pode ser comemorado em qualquer dia senão no Dia do Senhor, e somente nele devemos observar o descanso da festa de Páscoa ".

Cipriano (250 dC) - "O oitavo dia, isto é, o primeiro dia após o sábado, é o Dia do Senhor ".

Anatólio (AD 270) - "Nossa preocupação com a ressurreição do Senhor, que teve lugar no Dia do Senhor nos levará a celebrá-lo."

Pedro, Bispo de Alexandria (306 dC) - "Mas o Dia do Senhor, nós celebramos como um dia de alegria, porque nele, Ele [o Senhor] ressuscitou. "

Pr David Cloud

Traduzido pelo Pr. Miguel Ângelo Maciel , dez.2010.


1.  A palavra hebraica sabbath significa cessar. DEUS descansou não por que estava cansado, humanamente falando, mas por ter descansado (cessado) da obra da criação.

2.
  Para uma excelente explicação a respeito de Col. 2:16-17 (e Oseias 2:11), ler o capitulo A EXTINÇÃO DO SÁBADO, do livro A GUARDA DO SÁBADO, do Dr Aníbal Pereira Reis (publicado pela Edições Caminhos de Damasco e recentemente re-publicado pelas Edições Cristãs). O Dr Aníbal de forma conclusiva identifica os dias de festas (cerimônias ANUAIS), as luas novas (cerimônias MENSAIS) e os sábados (cerimônias SEMANAIS), com as atividades cerimoniais exclusivamente judaicas, demonstrando que desde o Antigo Testamento DEUS já havia prometido fazê-las cessar.

 






Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARC idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ Seitas/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )