Tarô, cartas, jogo de cartas, baralho



É um jogo de cartas que é utilizado por alguns como forma de adivinhação e por outros, como forma de descobrir potencialidade latentes e de ampliar o auto conhecimento.Sua origem é controvertida e incerta e provavelmente está ligada intrinsecamente à invenção do jogo de cartas, mas se atribui a Curt de Gébelin a autoria do primeiro livro sobre o assunto, Monde Primitif, em 1781.

O Tarô é um baralho de 78 cartas, sendo que as 22 primeiras são chamadas de arcanos maiores e as 56 denominadas arcanos menores.Existem muitos tipos de baralhos, o de Marselha, e o dos Bohemios, por exemplo, mas todos eles são compostos de cartas com figuras e imagens repletas de símbolos capazes de refletir as diversas experiências da vida do homem.

Os arcanos menores são compostos por cartas que vão do dois ao Ás, passando pelas chamadas cartas da corte, rei, dama, cavaleiro e pajem, nos quatro naipes, copas, ouros, espadas e paus, representados pelo coração, pentáculo, espada e bastão, respectivamente.Todas essas figuras contém um simbolismo próprio que analisa minuciosamente as inúmeras atividades do ser humano bem como abrange as diversas experiências a que ele se submete no mundo.

As cartas dos arcanos maiores descrevem as condições de vida de um indivíduo num determinado momento:elas dizem respeito tanto ao momento interior e à situação vigente no meio em que ele se encontra, quanto descreve o tipo de experiências que ele poderá atrair para sua vida nessas circunstâncias.As 22 cartas são, em ordem numérica crescente:O Mago, A Papisa, O Imperador, A Imperatriz, O Papa, O Enamorado, O Carro, A Justiça, O Eremita, A Roda da Fortuna, A Força, O Enforcado, A Morte,A Temperança, O Diabo , A Torre, A Estrela, A Lua, O Sol, O Julgamento, O Mundo e O Louco.




Copiado de http://www.gomorra.hpg.ig.com.br/



(retorne a http://solascriptura-tt.org/ Seitas/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )