"Por que colocar a carapuça na cabeça?

Por que magoar-se, odiar-me sem eu ter lhe ofendido pessoalmente?"

ou

"Quatro Tipos de Reação à Verdade Pregada Sem Direcionamento Explícito, Sem Dar Nomes Às Pessoas"




Caro irmão em Cristo:


Fiquei muito aflito e triste depois que o irmão fez perceber que está profundamente magoado e mesmo irado comigo, porque pensa, há tempos, que eu intensamente desejei ofendê-lo, e o fiz intensa, planejada e conscientemente.

Bem, amado irmão, se um pastor pregasse do púlpito ou escrevesse (sem mencionar nomes!): "Mas, se alguém não tem cuidado dos seus, e principalmente dos da sua família, negou a fé, e é pior do que o infiel." (1Tim 5:8), haveriam várias reações possíveis, entre elas as seguintes:

A- Se eu estivesse ouvindo e tivesse "culpa no cartório", poderia:
A1. REAÇÃO "CARAPUÇA DE CULPA", amargurada: Botar a carapuça na cabeça, me levantar exaltado e gritar: "Como você descobriu minha baixeza, seu ...? Não me chame de pior que descrente, seu ..."
A2. REAÇÃO "CONFISSÃO DE CULPA", humilde: Silenciosamente humilhar-me a Deus, arrepender-me, prometer acertar as coisas, depois dizer ao pregador: "Muito obrigado, Deus lhe usou para me corrigir e mudar, sua pregação foi uma verdadeira e grande bênção para mim".

B- Se eu tivesse ouvindo e não tivesse "culpa no cartório", poderia:
B1. REAÇÃO "MAGOADO SEM CULPA NEM ATAQUE": Sem necessidade alguma, retirar-me exaltado, dizendo-me: "Eu sei a mente deste pregador, ele não disse meu nome explicitamente, mas tenho certeza de que só está pensando em mim, e todo o mundo percebeu isto! Ele está querendo insinuar a todos que **EU** faço este pecado. Que mentiroso perverso. Vou castigá-lo isolando-me dele e odiando-o até destruí-lo".
B2. REAÇÃO DO LIMPO: Orar, tranquilamente: "Amém! Obrigado, meu Deus, por não ter me deixado caído neste pecado. Pela Tua graça, guarda-me dele. Abençoa este pregador, para continuar tendo coragem de pregar assim".



Creio que o irmão, um dos que mais amo, magoou-se sem causa (B1), isto é, sem ter culpa e sem ter sido atacado. Magoou-se com uma bala dirigida bem para longe, para os liberais e modernistas dentro do neo-evangelicalismo e do pseudo-fundamentalismo.

Reafirmo solenemente que amo profundamente os valorosos comandantes defensores da fé bíblica e fundamentalista (tal como o irmão). Nunca quis ofender propositadamente a nenhum deles, particularmente ao irmão. Eu tinha ponderado tudo e sabia que provavelmente 1 ou outro da retaguarda poria a carapuça na cabeça por ter "culpa no cartório". Mas procurei ser o menos ofensivo possível, dentro dos limites de ser fiel a Deus. Não ataquei a ninguém por nome, o problema é de quem porventura pôs a carapuça na cabeça, por lhe servir. Também nunca desejei que os meus melhores e mais valorosos e sem dolo irmãos ficassem amargurados sem causa, por mera solidariedade a quem pôs a carapuça na cabeça. Lembremos que "espírito de corporação" (que significa "defesa dos colegas de farda, mesmo que errados"), é coisa de exércitos em guerra, de extremistas políticos, mas é totalmente contrário à Bíblia!



Deus lhe abençoe, caro irmão.

Hélio.

(retorne à PÁGINA ÍNDICE de SolaScripturaTT / SeparacaoEclesiastFundament)