Entendendo o Verdadeiro Significado da Páscoa


Lincoln Máximo Alves




A Páscoa é uma festa de origem Israelita. A raiz da palavra “Páscoa”, no hebraico, significa “saltar ou passar por cima”. Na Bíblia, no livro do Êxodo, capítulo 12, encontramos o relato da primeira Páscoa, onde Deus instrui Moisés a preparar uma refeição com as seguintes instruções:

a)      Um cordeiro ou cabrito, macho, de um ano de idade, sem mancha e defeito;
b)      Um animal para cada família. Se a família fosse pequena demais, a família deveria comer com o vizinho mais próximo;
c)       O cordeiro deveria ficar guardado até o 14º dia do mês. Nesse dia o animal deveria ser sacrificado ao entardecer;
d)      O sangue do animal deveria ser passado nos batentes e viga da porta das casas;
e)      Os israelitas deveriam comer a carne assada, com pães sem fermento e com ervas amargas;
f)       Não poderia ser comido cozido nem cru. Teria de ser assado com a cabeça e vísceras;
g)      Não deveria sobrar nada para o outro dia. O que sobrasse deveria ser queimado;
h)      Os israelitas deveriam comer estando totalmente vestidos e prontos para uma fuga às pressas.



Agora vamos entender o significado disso tudo. Toda festa instituída por Deus ao povo de Israel tinha, na realidade, um significado profético. Algo que apontava para o Messias que viria. É por isso que Jesus morreu no período da Páscoa, para cumprir uma profecia, pois Ele é o verdadeiro “cordeiro de Deus” que tira o pecado do mundo. É por isso que João Batista, o profeta, quando viu Jesus, exclamou: “
Esse é o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo!” (Jo 1:29,36).

O texto acima nos revela que a casa que estivesse com o sangue seria protegida da morte. O anjo destruidor, quando fosse executar o juízo sobre o Egito, saltaria as casas que tivessem o sangue do cordeiro como sinal de proteção. Essa era uma simbologia para o sangue de Jesus que seria derramado nas vigas da cruz do calvário. É por isso que no Novo Testamento o apóstolo Paulo explica que Jesus, o Cristo (Messias), foi nosso sacrifício da Páscoa (1 Coríntios 5:7). Então, uma vez cumprida a profecia, não há mais necessidade de se sacrificar um animal, nem de fazer o ritual antigo. Na véspera de sua morte, Jesus comeu a Páscoa com seus discípulos e alterou o ritual da Páscoa instituindo a Ceia do Senhor. Ele pediu para seus discípulos usarem somente o fruto da videira [fruto direto da videira é o suco pura da uva, sem álcool, que é o produto da fermentação anaeróbica e da engenhosidade do homem] ,representando o sangue Dele, e o pão sem fermento, simbolizando o seu corpo sem pecado.

Para os cristãos, a Ceia do Senhor é um memorial do sacrifício de Jesus na cruz, pois assim está escrito:

“Tomando o pão e tendo dado graças, partiu-o e o entregou a eles, dizendo: Isto é o meu corpo dado em favor de vós; fazei isto em memória de mim. Da mesma forma, depois da ceia, tomou o cálice, dizendo: Este cálice é a nova aliança em meu sangue, derramado em favor de vós” (Lucas 22:19-20).

A profecia foi cumprida. Jesus realmente morreu por causa de nossos pecados e ressuscitou ao terceiro dia para nos salvar da morte e do juízo de Deus contra o pecado. Esse é o evangelho – a boa notícia.

Então, se você crer nisso, e receber a mensagem da cruz com arrependimento e fé, o sangue de Jesus te purificará de todo o pecado e te dará a vida eterna, pois você estará protegido da morte eterna e do juízo, que é a separação eterna da presença de Deus. Portanto, por meio da fé, você estará passando o sangue do cordeiro em sua vida. Nesta Páscoa, meu desejo é que você experimente o verdadeiro cordeiro pascal – Jesus Cristo!



Lincoln Máximo Alves

Abril de 2014
Postado no Blog do Lincoln Máximo Alves

 



Só use as duas Bíblias traduzidas rigorosamente por equivalência formal a partir do Textus Receptus (que é a exata impressão das palavras perfeitamente inspiradas e preservadas por Deus), dignas herdeiras das KJB-1611, Almeida-1681, etc.: a ACF-2011 (Almeida Corrigida Fiel) e a LTT (Literal do Texto Tradicional), que v. pode ler e obter em http://BibliaLTT.org, com ou sem notas.



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ Sermoes/
retorne a http://solascriptura-tt.org/ )