"Que É Necessário Que Eu Faça Para Me Salvar?" - A Clara Resposta de Deus

Atos 16:19-40 [22 versos. Ler ao menos 25-34, 10 versos]

Introdução:

Há muita discussão sobre o que a salvação é e o que não é. Aqui está uma fácil explanação [por Deus!]

1. As Circunstâncias (do Carcereiro) (a soberania de Deus)

a. Deus Sabia Onde o Carcereiro Estava - vs 23-24 (No Cárcere Interior [Subterrâneo])
b. Deus Sabia O Que Seria Necessário Para Levar Paulo E Silas Lá - 19-24
c. Deus Sabia O Que Paulo E Silas Fariam Lá - vs 25-27
c. Tudo Que Você Pode Dizer é "MAS DEUS!"

2. A Conversão (do Carcereiro)

a. A Profunda Necessidade Percebida E O Profundo Desejo Do Carcereiro - 28-30 (Como ele soube que eles eram "salvos"?)

1. Ele percebeu o que eles tinham, e quanto o desejou!
2. Deus não vai salvá-lo contra sua vontade, amigo [Ele oferece um antídoto, mas você tem que querer aceitá-lo, e fazê-lo]!

b. O Testemunho De Paulo E Silas - vs 31-32

1. O Método da Salvação - "crê .. palavra do Senhor"

[Citar também? 4 Mas quando apareceu a benignidade e amor de Deus, nosso Salvador, para com os homens, 5 Não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo, 6 Que abundantemente ele derramou sobre nós por Jesus Cristo nosso Salvador; 7 Para que, sendo justificados pela sua graça, sejamos feitos herdeiros segundo a esperança da vida eterna. (Tito 3:4-7)]

2. A Pessoa da Salvação - "Senhor Jesus Cristo"

a. "Senhor" - Sua Soberania (Você não pode separar ser Salvador de ser Senhor, controlador total, dono!)
b."Jesus" - Seu Salvador, Pelo Seu Sacrifício (que foi suficiente, e foi aceito!)
c. "Cristo" - Sua Singularidade, Unicidade. (Cristo significa "O Ungido") (Ele é o único caminho para a salvação)

3. A Contra-direção Tomada (pelo Carcereiro)

  1. a. Vs 24 - "O qual, tendo recebido tal ordem, os lançou no cárcere interior, e lhes segurou os pés no tronco"
    Vs 33 - "tomando-os ele consigo [para fora] naquela mesma hora da noite"
  2. b. Vs 23 - "havendo-lhes dado muitos açoites"
    Vs 33 - "lavou-lhes os vergões"
  3. c. Vs 24 - ele os encarcerou: "O qual, tendo recebido tal ordem, os lançou no cárcere interior, e lhes segurou os pés no tronco"
    Vs 33 - ele passou a segui-los, seguindo a Deus: "E, tomando-os ele consigo naquela mesma hora da noite, lavou-lhes os vergões; e logo foi batizado, ele e todos os seus"
  4. d. Vs 24 - Colocou, apertou e prendeu os pés dele no tronco "O qual, tendo recebido tal ordem, os lançou no cárcere interior, e lhes segurou os pés no tronco"
    Vs 34 - Colocou os pés dele assentados sob sua mesa "E, levando-os à sua casa, lhes pós a mesa; e, na sua crença em Deus, alegrou-se com toda a sua casa."
  5. e. Vs 24 - Ele rejeitava a Deus [e torturava Seus filhos] "O qual, tendo recebido tal ordem, os lançou no cárcere interior, e lhes segurou os pés no tronco."
    Vs 34 - Creu em Deus ""E, levando-os à sua casa, lhes pós a mesa; e, na sua crença em Deus, alegrou-se com toda a sua casa.""



Esboço para sermão. Título original "God's Simple Plan of Salvation".
Copiado da apibs. Traduzido e adaptado por Hélio M. S.

19 E, vendo seus senhores que a esperança do seu lucro estava perdida, prenderam Paulo e Silas, e os levaram à praça, à presença dos magistrados. 20 E, apresentando-os aos magistrados, disseram: Estes homens, sendo judeus, perturbaram a nossa cidade, 21 E nos expõem costumes que não nos é lícito receber nem praticar, visto que somos romanos. 22 E a multidão se levantou unida contra eles, e os magistrados, rasgando-lhes as vestes, mandaram açoitá-los com varas. 23 E, havendo-lhes dado muitos açoites, os lançaram na prisão, mandando ao carcereiro que os guardasse com segurança. 24 O qual, tendo recebido tal ordem, os lançou no cárcere interior, e lhes segurou os pés no tronco. 25 ¶ E, perto da meia-noite, Paulo e Silas oravam e cantavam hinos a Deus, e os outros presos os escutavam. 26 E de repente sobreveio um tão grande terremoto, que os alicerces do cárcere se moveram, e logo se abriram todas as portas, e foram soltas as prisões de todos. 27 E, acordando o carcereiro, e vendo abertas as portas da prisão, tirou a espada, e quis matar-se, cuidando que os presos já tinham fugido. 28 Mas Paulo clamou com grande voz, dizendo: Não te faças nenhum mal, que todos aqui estamos. 29 E, pedindo luz, saltou dentro e, todo trêmulo, se prostrou ante Paulo e Silas. 30 E, tirando-os para fora, disse: Senhores, que é necessário que eu faça para me salvar? 31 E eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa. 32 E lhe pregavam a palavra do Senhor, e a todos os que estavam em sua casa. 33 E, tomando-os ele consigo naquela mesma hora da noite, lavou-lhes os vergões; e logo foi batizado, ele e todos os seus. 34 E, levando-os à sua casa, lhes pós a mesa; e, na sua crença em Deus, alegrou-se com toda a sua casa. 35 ¶ E, sendo já dia, os magistrados mandaram quadrilheiros, dizendo: Soltai aqueles homens. 36 E o carcereiro anunciou a Paulo estas palavras, dizendo: Os magistrados mandaram que vos soltasse; agora, pois, saí e ide em paz. 37 Mas Paulo replicou: Açoitaram-nos publicamente e, sem sermos condenados, sendo homens romanos, nos lançaram na prisão, e agora encobertamente nos lançam fora? Não será assim; mas venham eles mesmos e tirem-nos para fora. 38 E os quadrilheiros foram dizer aos magistrados estas palavras; e eles temeram, ouvindo que eram romanos. 39 E, vindo, lhes dirigiram súplicas; e, tirando-os para fora, lhes pediram que saíssem da cidade. 40 E, saindo da prisão, entraram em casa de Lídia e, vendo os irmãos, os confortaram, e depois partiram. (Atos 16:19-40 ACF - 1996)
(retorne a http://solascriptura-tt.org/Sermoes/
retorne a http://solascriptura-tt.org/)