Texto: Deuteronômio 21:23

Tema: Nos Bastidores da Cruz

 

 

 

 

Introdução:

1-     Bastidores ó Armação de cenário, feita de madeira e pano, por vezes representando um detalhe do ambiente.

2-     Existem duas palavras no original que revelam dois tipos de Cruz:

a-      Stauros é Refere-se literalmente a uma estaca ou pau pontiagudo, fincado verticalmente.

b-     Xylon Û Que geralmente significa madeira ou árvore.

3-     Estas duas palavras referem-se a uma forma especialmente cruel de pena, chamada crucificação.

4-     A crucificação consistia na elevação do condenado sobre um poste, ou uma armação ou estrado, ou árvore natural, expondo o penalizado a zombaria do público.

5-     Em muitos casos o indivíduo era morto por algum outro método, e o corpo, ou parte dele (geralmente a cabeça), era então elevada.

6-     Já em outros casos era o próprio meio de execução. (Morte).

7-     O efeito da crucificação sobre o corpo, e o longo período que antecipava a morte, ela representava a forma de execução mais dolorosa e cruel.

8-     É de origem desconhecida, qual dos povos começou executar seus criminosos através destes métodos: Alguns dos povos que matavam criminosos pelo método da crucificação foram: Indianos, citas, germanos, britanos, taurianos, cartagenses, fenícios, gregos e com especial crueldade os romanos.

9-     As formas mais antigas de formas de cruz são:

a-      A cruz tipo  “Y”, encaixando a cabeça da pessoa condenada

b-     No Novo Testamento, havia várias formas de cruzes comumente usadas pelos romanos.

c-      As duas formas que mais os romanos usavam eram a cruz de Santo Antônio (cruz comissa), na forma de um  “T”, ou a cruz latina (cruz imissa), em que a peça vertical, ultrapassava a altura não somente da peça colocada na horizontal como também da cabeça da vitima.

d-     EXPLICAÇÃO: A declaração em Mateus 27:37, cf Lucas 23:38, de que a inscrição foi colocada por cima da cabeça.

10- A morte na cruz geralmente era lenta, era comum pessoas sobreviverem durante alguns dias na cruz.

11- A doença, a fome, a desidratação, cansaço e consequentemente a asfixia, eram as causas comum de morte.

12- Geralmente com uma ato de misericórdia, a morte era apressada quebrando-se as pernas do condenado. (asfixia).

13- No caso de Jesus, a morte ocorreu muito mais rápido que o normal. Uma lança foi espetada do seu lado para se ter certeza de que Ele realmente estava morto, antes de o corpo ser removido. (João 19:31-37)

a-      Para que se cumprisse o que foi dito pelos profetas, que nenhum dos seus ossos (Jesus) seriam quebrados. (João 19:36, é uma citação do Salmo 34:20) (Êxodo 12:46).

14- Os corpos crucificados eram freqüentemente deixados insepultos, sendo devorados por aves e animais carnívoros, aumentando, assim, a vergonha do ato.

15- Havia uma vergonha social ligada com a crucificação no mundo antigo.

16- Geralmente só quem eram crucificado era, os escravos, os piores tipos de criminosos dos níveis mais baixos da sociedade, os desertores militares e os traidores. Para que se cumprisse (Isaías 53:9).

17- A crucificação entre os judeus tinha um significado mais profundo, “O que for pendurado num madeiro é maldito de Deus” (Cf Deut 21:23, Isa 53:5-6).

 

 

 

Tese à Verdades Que Se Evidenciam Nos Bastidores da Cruz.

 

 

I-                   É a verdade de um Deus amoroso para com a humanidade perversa e pecadora! (Romanos 5:8)!

 

A-    “Mas Deus prova” = Ele demonstrou, mostrou ou realizou em prol da humanidade (morte de cruz) “Prova” = Synistano = Demonstrar, mostrar, realizar.

B-    “Seu próprio” = Ele mesmo, Eles mesmos. (Heauteu).

1-     Deus colocou a prova o amor dEle mesmo.

a-      Exemplo de Juliana, suco de cajú com Rodolfo.

2-     Provas do amor de Deus!

a-      Jesus era Seu Filho unigênito.

b-     Jesus era o Filho amado em que Deus teve prazer.

3-     É fácil desfazer-mos de algo que não gostamos!

a-      Objetos, pessoas ou negócios.

C-    “Cristo morreu por nósã Este é o amor que levou Deus mandar Jesus para receber a maldição do pecado no lugar de toda humanidade.

1-     “Por nós” = hyper = (caso genitivo).

2-     Significa: Por em lugar de, em prol de, uma pessoa de pé ou encurvada sobre outra para protege-la ou guarda-la ou de um escudo levantado acima da cabeça que sofre o golpe ao invés da pessoa.

 

 

 

 

II- É a verdade de um Deus substituiu a humanidade levando na cruz a maldição que deveria recair sobre o homem! (Gal 3:13).

 

A-    Para entender-mos melhor sobre mais uma das verdades que se evidenciam nos bastidores da cruz, é preciso que entenda-mos as verdades contidas neste versículo.

B-    Há uma maldição sobre todos os homens. (Gal 3:13 a “Cristo nos resgatou da maldição da lei”)

1-     Maldição â É uma imprecação. No grego é Katara.

a-      Imprecação å  Pedir a Deus ou a poder superior, que envie sobre alguém males.

2-     Aqueles que observavam a lei perfeitamente, mas ofendessem em um único ponto, são culpados de todos os demais. (Tg 2:10, Deut 27:27)

3-     Paulo mostra que a lei só é benéfica na suposição que tudo seja cumprido, afim de que a corrente da obediência não tenha elos quebrados.

4-     Portanto nenhum homem pode cumprir a lei por causa da seu condição (Rom 3:23), então concluímos que a maldição está sobre a humanidade.

 

C-    Para que esta maldição fosse tirada de cima de toda humanidade, Deus precisou agir em nosso favor, como:

1-     Com um resgate (Gal 13 a “Cristo nos resgatou”)

a-      Resgatar = Eksarorazo ú Comprar de, comprar de volta, libertar.

2-     Pagando o resgate (Gal 13 b “fazendo-se maldição em nosso lugar”).

a-      “em nosso lugar” = em substituição a nós. Leia (2ª Cor 5:21, 1ª Tim 2:5-6, Heb 2:9)

b-     Aplicação à Cristo sofreu em nosso lugar a maldição que a lei impõe, e, tendo absorvido em si mesmo todo o pecado do mundo, não podendo o pecado mais exercer domínio sobre nós.

c-      Explicação æ No mundo da época de Paulo, uma maldição era criada como uma entidade viva, que gerava um clima venenoso ao redor da vitima. Uma das maldições mais terríveis era aquela que pairava sobre um criminoso cujo corpo, após a sua execução, era dependurado em uma cruz.

 

 

III- É a verdade de um que acalmou a ira que Ele sentia pelo pecador, descarregando-a em Seu filho Jesus Cristo (1ª João2:2, 4:10).

A-    Propiciação = Iliasmos = Aplacar, conciliar consigo mesmo.

B-    Explicação ó Ou seja: “Aplacando um Deus irado”. O aplacamento impede que sobrevenha o terrível juízo.

C-    Deus prova mais uma vez o grande amor que ele sente pela humanidade, descarregando em Cristo sua ira. (1ª João 4:10).

1-     Aspectos da essência do amor de Deus!

a-      Este amor é incondicional! (10 b “Não em que nós tenhamos amado a Deus”).

b-     Este amor é sacrificial! ( 10 d “e enviou seu Filho como propiciação pelos nossos pecados”)

c-      Enviar o Filho (encarnação) é o marco na demonstração do amor divino.

D-    Deus exibiu publicamente para que todos vissem a sua ira e a única maneira de acalmar a mesma. (Rom 5:25) (na cruz).

1-     As palavras “aquém”, refere-se a Jesus Cristo. Foi Cristo quem Deus “propôs ou exibiu” como propiciação. Essa palavra  “propôs” significa:

a-      Exposto publicamente, para todos verem”.

 

 

 

     IV- É a verdade de um Deus que quer reconciliar consigo mesmo uma humanidade pecadora e rebelde. (Rom 5:10)

 

A-    Dois conceitos de reconciliação.

1-     Secular ø Estabelecer a paz entre, tornar amigos pessoas que se malquistaram.

2-     Bíblico Û Katallassõ = Mudar completamente, mundança de relação de hostilidade que pode existir entre dois indivíduos, passando eles a serem amigos entre si.

B-    Quatro coisas que você precisa saber sobre a reconciliação !

1-     A reconciliação é um ato de Deus þ (2ª Cor 5:18)

a-      Ele é quem tomou a iniciativa, ele é quem leva essa obra ao seu final determinado.

b-     A reconciliação diz respeito a hostilidade que havia entre Deus e o homem, por causa do pecado, produzindo um estado de paz.

 

2-     O objetivo da reconciliação é o homem ä (Rom 5:10 a)

a-      Por causa do pecado, o homem tornou-se inimigo de Deus. (Rom 3:23)

 

3-     A reconciliação, muda a situação entre Deus e os homens ò  (2ª Cor 5:19)

a-      Inimigos (Deus e os homens), fazem as pazes por meio de Cristo.

 

4-     O meio eficaz e inerrante da reconciliação é a morte de Cristo õ (Rom 3:24-25)

a-      Explicação ã  V: 24 onde fala redenção= Apolutrosis Ü É a compra de um escravo para dar-lhe liberdade.

b-     Explicação à V: 25 onde fala Propiciação =  Hilasterion  æ Através da morte de Cristo, Deus remove o pecado do homem, limpando a sua consciência e eliminando a culpa do mesmo perante Deus.

 

C-    Deus confiou nas mãos de todos os reconciliados (Igreja), o privilégio de anunciar essa boa nova de reconciliação. (2º Cor 5:18).

 

V- É a verdade de um Deus que pode justificar (inocentar) a humanidade pecadora, condenada a destruição. (Rom 3:24).

 

A-    Vejamos a situação moral e espiritual do homem perante Deus antes de sermos justificados.

1-     O homem tem uma divida para com Deus. (Col 2:14)

a-      O que Deus fez com a dívida ?

b-     Ele cancelou = Apagar, remover (“tendo cancelado o escrito de dívida)

c-      Onde esta dívida estava decretada contra nós ? (“que era contra nós e que constava de ordenanças”)

Explicação + Ordenança = Grego = dogma, decreto, mandamento.

d-     Qual o efeito da dívida sobre nós ? (v: 14 c “o qual nos era prejudicial”)

Prejudicial * Grego = Upenatios = Hostil, oposto, contrário.

e-      Qual a providência que Deus tomou para acabar definitivamente com a dívida da humanidade ? (v: 14 d “removeu-o inteiramente, encravando-o na cruz”).

 

Remover â Grego = Airo = Levantar, tirar, levar, tirar do meio, pôr de lado.

 

Explicação e Aqui esta em destaque o antigo costume de encravar um prego no papel que constava a dívida, que era então pendurada em um lugar alto para que todos quanto passassem as vissem.

 

Aplicação f Aplique mostrando Jesus cravado na cruz.

 

B-    Vejamos a situação moral e espiritual do homem perante Deus depois de serem  justificados !

1-     Para que você entenda melhor esta declaração, quero explicar o que significa o  termo justificar ou justificação.

a-      Há dois usos da palavra justificar:  

æ Justificar, poderia ser usado em pronunciamentos forenses, sem que isso indique, necessariamente, a condição real da pessoa envolvida.

å Justificar, no sentido bíblico, trata-se de uma declaração judicial de que agora, qualquer indivíduo pode esta em correta posição diante de Deus, pela expiação feita por Cristo, e na fé no sangue vertido por Ele na cruz.

 

2-     Vejamos agora a situação espiritual do homem perante Deus depois dele ter sido justificado !

a-      Os seus pecados são perdoados. (Rom 4:7,8)

b-     O homem passa ter direito a vida eterna. (Rom 5:18)

 

3-     A garantia da nossa justificação. (Rom 4:24,25).

a-      O “por causa de” nas duas vezes em que foi empregado neste versículo, pode ser entendido “devido a”

b-     O pecador não é justificado fora de Cristo, mas somente em Cristo. (Rom 5:1)

 

 

  VI- É a verdade de um Deus, que por meio de Jesus Cristo, nos adotou como seus filhos. (Ef 1:5)

 

A-    O que significa Adoção ?

1-     No grego = Huiothesia, significa: “Colocar em posição de filho”

B-    A adoção é adquirida mediante e tão somente pela fé em Cristo. (Gal 3:26, 4:4e5, Heb 2:10,13)

1-     Em Gálatas 3:26, a palavra grega Uios, significa: filhos por transformação espiritual.

2-     Em Gálatas 4:4,5, quero esclarecer algumas palavras importantes.

a-      “Deus enviou Seu Filho” = (Gal 4:4 , João 3:17)

* Deixa entendido a doutrina da pré-existência de Cristo

ò Jesus foi enviado ao mundo com um propósito de vida (Morrer pelos pecadores) João 3:17

ó Esta declaração, aparece mais de 40 vezes no Evangelho de João.

å A encarnação, morte e ressurreição de Cristo, é a garantia que Deus nos dá para nos colocar na posição de filhos adotivos.

b-     “para resgatar os que estavam debaixo da lei” (Gal 4:5 a)

à “Resgatar” Grego = Ekasarorazo = Comprar de volta, resgatar, libertar, libertação por compra de um escravo.

â “debaixo da lei” (maldição) Gal 3:10 LEIA.

·        Quando a maldição da lei entrava em ação ?

·        Quando a lei era desobedecida em um só ponto (Tg 2:10)

·        Porque a maldição da lei existe ?

·        Resposta em (Gal 3:19)

·        Qual é a finalidade da lei ?

·        Resposta em (Gal 3:24)

·        Aio Û Era o escravo que conduzia as crianças à escola seguramente e vigiava todas as suas atividades com disciplina severa. A lei conduz o homem a Cristo, porem ela não tira o pecado.

 

c-      Benefícios recebidos por aqueles que são adotados !

¨      Os adotados, serão unidos em um só corpo em Cristo (João 11:52)

¨      Os adotados, serão guiados pelo Espírito Santo, sendo esta uma das maiores evidências de filiação (Rom 8:14-15)

¨      Os adotados são confirmados como filhos, através do Espírito Santo (Rom 8:16)

¨      Os adotados serão co-herdeiros com Cristo (Rom 8:17, Gal 3:29, Tito 3:7, Gal 4:7)

¨      Que herança é esta?

v     Jesus está preparando (João 14:1-4)

v     São coisas que o homem nem imagina (1ª Cor 2:9)

¨      Provas que nem todos são filhos de Deus !!

ü      João 1:12

ü      1ª João 3:1-2

ü      João 8:44

 

v     Como posso me tornar filho de Deus por adoção ?

q       João 1:12

q       João 3:17-18

 

 

Conclusão:

1-     Recapitule os pontos principais

 

 

 

 

 

Pr. Aureliano Colaço da Costa Neto.



(retorne à PÁGINA ÍNDICE de SolaScripturaTT / Evangelisticas)