Versos sobre os nunca salvos (necessitam salvação, ela é definitiva) versus a imperdibilidade, certeza, firmeza, garantia, inabalabilidade, preservação, seguridade da salvação, uma vez salvo sempre salvo, salvação não pode ser perdida, é imperdível.

b. Estas passagens tratam da necessidade de conversão dos que NUNCA FORAM SALVOS [não implicam que verdadeiros salvos possam se perder, precisando ser novamente salvos]:

Mat 10:32-33; João 8:51; 1Co 15:1-2; 2Co 13:5; Col 1:23; Heb 2:1-4; 12:25,29; Tia 2:14-26; 1Jo 3:6,8-9; 5:18; 2Jo 1:9; Ap 2:7,11,17,26; 3:5,12,21
[as passagens em nada afetam a Imperdibilidade da Salvação, garantida por Deus]

   Examinai-vos a vós mesmos, se permaneceis na fé; provai-vos a vós mesmos. Ou não sabeis quanto a vós mesmos, que Jesus Cristo está em vós? Se não é que já estais reprovados. (2 Coríntios 13:5)
[NOTA DE HÉLIO 2Co 13:5:
- quanto ao contexto, não é seguro que trata da salvação ou perdição, pode estar tratando da usabilidade dos salvos dentro da igreja; e, observando-se as passagens correlatas sobre a irreversibilidade da salvação, e a página "Provas da Imperdibilidade da Salvação", tudo nos leva concluir que:
- "a fé" se refere à soma de todas as doutrinas da Bíblia;
- "Jesus Cristo está em vós" se refere à igreja local, e não a cada um dos professos membros deste grupo que se reúne habitualmente para adorar a Deus;
- "já estais reprovados" se refere não à salvação eterna mas sim ao ser usado no serviço do Senhor.]

   1 ¶ Portanto, convém-nos atentar com mais diligência para as coisas que já temos ouvido, para que em tempo algum nos desviemos delas. 2 Porque, se a palavra falada pelos anjos permaneceu firme, e toda a transgressão e desobediência recebeu a justa retribuição, 3 Como escaparemos nós, se não atentarmos para uma tão grande salvação, a qual, começando a ser anunciada pelo Senhor, foi-nos depois confirmada pelos que a ouviram; 4 Testificando também Deus com eles, por sinais, e milagres, e várias maravilhas e dons do Espírito Santo, distribuídos por sua vontade? (Hebreus 2:1-4)
   Vede que não rejeiteis ao que fala; porque, se não escaparam aqueles que rejeitaram o que na terra os advertia, muito menos nós, se nos desviarmos daquele que é dos céus; (Hebreus 12:25)
   Porque o nosso Deus é um fogo consumidor. (Hebreus 12:29)


Examinemos algumas destas passagens [Mat 10:32-33; João 8:51; 1Co 15:1-2; Col 1:23; 1Jo 3:6,8-9; 5:18; Ap 3:5,12,21]. [Depois disso, você mesmo facilmente entenderá que as demais [2Co 13:5; Heb 2:1-4; 12:25,29; Tia 2:14-26; 2Jo 1:9; Ap 2:7,11,17,26;] também se referem à necessidade do nunca salvo ser salvo, não implicam que a salvação possa ser perdida]:

   14 ¶ Meus irmãos, que aproveita se alguém disser que tem fé, e não tiver as obras? Porventura a fé pode salvá-lo? 15 E, se o irmão ou a irmã estiverem nus, e tiverem falta de mantimento quotidiano, 16 E algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos, e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí? 17 Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma. 18 Mas dirá alguém: Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras. 19 Tu crês que há um só Deus; fazes bem. Também os demônios o crêem, e estremecem. 20 Mas, ó homem vão, queres tu saber que a fé sem as obras é morta? 21 Porventura o nosso pai Abraão não foi justificado pelas obras, quando ofereceu sobre o altar o seu filho Isaque? 22 Bem vês que a fé cooperou com as suas obras, e que pelas obras a fé foi aperfeiçoada. 23 E cumpriu-se a Escritura, que diz: E creu Abraão em Deus, e foi-lhe isso imputado como justiça, e foi chamado o amigo de Deus. 24 Vedes então que o homem é justificado pelas obras, e não somente pela fé. 25 E de igual modo Raabe, a meretriz, não foi também justificada pelas obras, quando recolheu os emissários, e os despediu por outro caminho? 26 Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta. (Tiago 2:14-26)

   Todo aquele que prevarica, e não persevera na doutrina de Cristo, não tem a Deus. Quem persevera na doutrina de Cristo, esse tem tanto ao Pai como ao Filho. (2 João 1:9)

1) João 8:51 A que "palavra" (ensinamento, mandamento) está Jesus se referindo, aqui? Numa conversação anterior (João 6:28) uma multidão tinha-Lhe perguntado: "... Que faremos para executarmos as obras de Deus?" Nosso Senhor respondeu: "A obra de Deus é esta: Que CREIAIS naquele [Cristo] que Ele [o Pai] enviou" (João 6:29). [Portanto, Jo 8:51 apenas fala da necessidade dos nunca salvos serem salvos]

   Em verdade, em verdade vos digo que, se alguém guardar a minha palavra, nunca verá a morte. (João 8:51)

2. 1Co 15:1-2 Aqui, a frase chave é "se não é que crestes em vão." O que significa isto? Paulo o explica em 15:12. Claramente, havia  na [igreja de] Coríntios algumas pessoas que professavam ser crentes mas negavam a ressurreição de Cristo [e a vindoura ressurreição dos crentes]. Por isso, logo ao começar [a corrigir toda esta heresia], o apóstolo diz que eles não eram salvos e a fé deles era vã, desde que é impossível àquele que nega a ressurreição de Cristo ter experimentado o novo nascimento.

A pequena palavra "se" em 15:2
"... sois salvos SE o [evangelho] retiverdes ..." , também tem incomodado alguns. Mas, aqui, no Novo Testamento grego, ela é um "condicional de primeira classe" e deve ser traduzida "desde que". [De acordo com Willmington, a tradução deve ser: "Pelo qual também sois salvos DESDE QUE o RETÉNS tal como vo-lo tenho anunciado; A NÃO SER QUE crestes em vão."]

Isto também é verdadeiro, referindo-se ao "se" de Col 1:23.

   1 Também vos notifico, irmãos, o evangelho que já vos tenho anunciado; o qual também recebestes, e no qual também permaneceis. 2 Pelo qual também sois salvos se o retiverdes tal como vo-lo tenho anunciado; se não é que crestes em vão. (1 Coríntios 15:1-2)

   NOTA DE HÉLIO 1Co 15:1-2. À luz dos fatos de: (a) "Provas da Imperdibilidade da Salvação"; (b) que crer nunca é em vão quanto à salvação eterna; (c) o contexto de todo cap 15 (ver especialmente v. 12) é corrigir o ensino herético que não há ressurreição; (d) o contexto de 15:1-11 é que a essência do evangelho é "
que Cristo morreu EM SUBSTITUIÇÃO E EM BENEFÍCIO POR nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado, e que RESSUSCITOU ao terceiro dia, segundo as Escrituras.",
concluo que, no v. 2: "retiverdes" se refere a reter em memória e no ensinar; "em vão" se refere a não guardar e não pregar o evangelho absolutamente puro; e "salvos" se refere não à salvação eterna, mas à salvação das conseqüências de permitir a propagação daquela heresia.

   Ora, se se prega que Cristo ressuscitou dentre os mortos, como dizem alguns dentre vós que não há ressurreição de mortos? (1 Coríntios 15:12)

[2.A.  Col 1:23  O "se" tem incomodado alguns. Mas, aqui, no Novo Testamento grego, a palavra "se" é um "condicional de primeira classe" e deve ser traduzida "desde que". A tradução deve ser entendida: "DESDE QUE, na verdade, PERMANECEIS fundados e firmes na fé, e não ESTAIS SENDO MOVIDOS da esperança do evangelho que tendes ouvido, o qual foi pregado a toda criatura que há debaixo do céu, e do qual eu, Paulo, estou feito ministro."]

   Se, na verdade, permanecerdes fundados e firmes na fé, e não vos moverdes da esperança do evangelho que tendes ouvido, o qual foi pregado a toda criatura que há debaixo do céu, e do qual eu, Paulo, estou feito ministro. (Colossenses 1:23)
   NOTA DE HÉLIO Col 1:23: as "Provas da Imperdibilidade da Salvação", o contexto e passagens correlatas, nos levam concluir que "a fé" se refere à soma de todas as doutrinas da Bíblia.

3. 1Jo 3:6,8-9; 5:18 [ver NOTA, ao lado]
 
  Qualquer que permanece nele não peca; qualquer que peca não o viu nem o conheceu. (1 João 3:6)
   8 Quem comete o pecado é do diabo; porque o diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo. 9 Qualquer que é nascido de Deus não comete pecado; porque a sua semente permanece nele; e não pode pecar, porque é nascido de Deus. (1 João 3:8-9)
   Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não peca; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca. (1 João 5:18)


 O erudito do grego, Kenenth Wuest, diz [do verso 9]:
"O infinitivo no presente do indicativo grego sempre fala de ação contínua, habitual, nunca do mero fato da ação. ... a tradução, por esta razão, é: 'não é capaz de pecar habitualmente.' Aqui, o texto grego não dá nenhuma garantia para o ensino errôneo de [se poder e ter que alcançar, nesta vida, a] perfeita incapacidade de pecar [a perfeita impecabilidade]." (In The Last Days, p. 150)

A mesma construção grega também ocorre em 1Jo 3:6; 5:18.

[de acordo com Wuest, apoiado por Willmington, a tradução deve ser:
   Qualquer que permanece nele NÃO É CAPAZ DE PECAR HABITUALMENTE; qualquer que PECA HABITUALMENTE não o viu nem o conheceu. (1 João 3:6)
   8 Quem COMETE O PECADO HABITUALMENTE é do diabo; porque o diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo. 9 Qualquer que é nascido de Deus NÃO PODE COMETER PECADO HABITUALMENTE; porque a sua semente permanece nele; e NÃO PODE PECAR HABITUALMENTE, porque é nascido de Deus. (1 João 3:8-9)
   Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus NÃO PODE PECAR HABITUALMENTE; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca. (1 João 5:18)]

NOTA DE HÉLIO 1João 3:9 (ou 3:06-14); 5:18:
- A maioria dos estudiosos que lemos diria: {"- A ACF bem poderia inserir
(A) um asterisco "*" após cada verbo no tempo presente [3:6 ... não peca (*); ... peca (*) .... 8 Quem comete (*) ... 9 ... não comete pecado (*); ... não pode pecar (*), ... 10 ... (*) não pratica a justiça, e (*) não ama a seu irmão ... 14 .... (*) não ama a seu irmão ...; 5:18 ... (*) não peca ...] e
(B) a seguinte nota de rodapé: (*) Lembre que todo tempo presente, em grego, implica que a ação é usual, costumeira, às vezes mesmo contínua. Assim, poderíamos aqui entender a palavra "COSTUMEIRAMENTE"
}

- Mas esta tão difundida ideia que, a cada verbo no tempo presente, sempre deveríamos adicionar ou subtender a palavra "continuamente" ou "COSTUMEIRAMENTE", causa grandes problemas se a tentarmos aplicar consistentemente (sempre e uniformemente):
A) No uso afirmativo, centenas de expressões tais como "
At 16:31 ... crê CONTINUAMENTE no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, ..." dariam margem à falsa interpretação de que é possível se crer para a salvação, depois se interromper mesmo que temporariamente de crer, sendo necessária nova salvação; e a pessoa só seria salva se, ao morrer, estivesse num desses estirões de crer!
B) No uso negativo também temos centenas de grandes problemas, por exemplo: se
"João 3:18 ... mas quem não crê já está condenado ..." significa "quem, de modo incessante, não está crendo, já está condenado", então isentamos todo o mundo, pois todos, durante pelo menos um instante, de algum modo, creem em pelo menos uma coisa de Deus; mas, se significa "quem não se caracteriza por crer de modo incessante já está condenado", então condenamos todo o mundo, pois todos, durante pelo menos um instante, de algum modo fraquejam em crer pelo menos uma coisa de Deus (lembre de Pedro afundando, negando, duvidando da ressurreição, etc.).
A coisa não é simples! Toda esta "regra inflexível do grego" é IMPOSSÍVEL de ser usada inflexivelmente, tem que ser uma ficção, não pode ter imperado na mente grega!
- Qual a solução? Cremos que é traduzirmos exatamente como a ACF (sem pormos milhares de "costumeiramente" na Bíblia) mas simplesmente entendermos que esta difícil passagem de 1Jo se refere ao NOVO HOMEM que existe em cada crente (mesmo que temporariamente acompanhado do velho homem) e que a passagem também antecipa nosso abençoado ESTADO ESCATOLÓGICO (quando para sempre estaremos livres do homem velho e do pecado). Somente assim há segurança, pois o que é nascido de Deus não peca nem sequer pode pecar. Esta interpretação harmoniza-se com o contexto [1João 2:28-3:10] circundando a passagem, que contrasta a nova contra a velha natureza do crente, em uma antecipação escatológica.

4. Mat 10:32-33 No começo deste capítulo Jesus está instruindo Seus apóstolos, antes de enviá-los a pregar pela primeira vez. Nos versículos 32-33, Ele os faz lembrar da seriedade de suas tarefas. Eles têm que advertir a seus ouvintes que, se pessoalmente rejeitarem o Messias enquanto estão aqui na terra, isto significará que, algum dia, Ele [Cristo] os rejeitará no Céu. [Portanto, Mat 10:32-33 apenas fala da necessidade dos nunca salvos serem salvos.]

   32 Portanto, qualquer que me confessar diante dos homens, eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus. 33 Mas qualquer que me negar diante dos homens, eu o negarei também diante de meu Pai, que está nos céus. (Mateus 10:32-33)

[5. NOTA DE HÉLIO:Ap 3:5,12,21
O que vencer será vestido de vestes brancas, e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida; e confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos.” (Ap 3:5 ACF)
      “
A quem vencer, eu o farei coluna no templo do meu Deus, e dele nunca sairá; e escreverei sobre ele o nome do meu Deus, e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu, do meu Deus, e também o meu novo nome.” (Ap 3:12 ACF)
      “
Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono.” (Ap 3:21 ACF)
À luz do contexto local (e de toda a Bíblia), nada afeta o verdadeiro salvo, da dispensação das assembleias, quanto à segurança da salvação:
      Em primeiro lugar, note que, primariamente, as passagens referem-se ao testemunho dos 7 mensageiros (homens literais, na terra) das assembleias locais nomeadas; secundariamente, aplicam-se a essas 7 assembleias específicas; somente terciariamente, talvez, por extensão (talvez algo forçada), a todas as assembleias (e crentes individuais) por elas tipificadas através dos séculos.
      Em segundo lugar, note que as condições exigidas ("ÀQUELE QUE ESTÁ VENCENDO", etc.) equivalem à VERDADEIRA REGENERAÇÃO (comp. Rm 8:37); 2:26 também refere-se às RECOMPENSAS E GALARDÕES dos salvos.]

Ap 2:7,11,17,26
“Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida, que está no meio do paraíso de Deus.” (Ap 2:7 ACF)
      “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas:
O que vencer não receberá o dano da segunda morte.” (Ap 2:11 ACF)
      “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas:
Ao que vencer darei a comer do maná escondido, e dar-lhe-ei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe.” (Ap 2:17 ACF)
      “E
ao que vencer, e guardar até ao fim as minhas obras, eu lhe darei poder sobre as nações,” (Ap 2:26 ACF)
Tudo isto trata de GALARDÕES




Extraído do excelente livro Guide to the Bible, de H.L. Willmington. Traduzido por Valdenira Nunes de M. Silva, para seu esposo Hélio ensinar na sua igreja. Temos certeza de que o autor não fará objeção à tradução (sem fins lucrativos e para grande benefício de crentes que só lêem português) desta pequena parte do seu monumental livro, mas não conseguimos seu endereço. Rogamos a quem o saiba que no-lo envie, para que possamos contatar o autor.


Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB), autêntica herdeira da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753) e traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma) como o Textus Receptus. Para começar a ter uma idéia da gravidade de muitas das MILHARES de deturpações de todas as modernas "Bíblias" alexandrinas (baseadas no Texto dos incessantes Críticos), em relação às Bíblias do TR, leia, por EXEMPLO, http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traducoes/AAlmeidaAtualizadaExposta-Helio.htm
http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-PreservacaoTT/ExpondoErrosNVI-Jun2000-Emidio.htm





(retorne a http://solascriptura-tt.org/SoteriologiaESantificacao/ 00-Soteriologia-Curso-Helio-index.htm
retorne a http://solascriptura-tt.org/SoteriologiaESantificacao/
retorne a http://solascriptura-tt.org/)