Versos sobre o pecado imperdoável e a imperdibilidade, certeza, firmeza, garantia, inabalabilidade, preservação, seguridade da salvação, uma vez salvo sempre salvo, salvação não pode ser perdida, é imperdível.

i. Esta passagem se refere a o pecado imperdoável [aquele pecado super específico, cometido só uma vez em todos os séculos, por alguns poucos, e eles nunca creram nem foram salvos, e viveram nos dias de Jesus na terra]

Mat 12:31-32 (= Mar 3:28-30 = Luc 12:10)
[essas passagens em nada afetam a Imperdibilidade da Salvação, garantida por Deus]


Estes versículos têm preocupado tanto a muitos cristãos como também a não salvos. Duas questões básicas têm que ser examinadas, aqui.

   31 Portanto, eu vos digo: Todo o pecado e blasfêmia se perdoará aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada aos homens. 32 E, se qualquer disser alguma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste século nem no futuro. (Mateus 12:31-32)

   28 Na verdade vos digo que todos os pecados serão perdoados aos filhos dos homens, e toda a sorte de blasfêmias, com que blasfemarem; 29 Qualquer, porém, que blasfemar contra o Espírito Santo, nunca obterá perdão, mas será réu do eterno juízo 30 (PORQUE diziam: Tem espírito imundo). (Marcos 3:28-30)

   E a todo aquele que disser uma palavra contra o Filho do homem ser-lhe-á perdoada, mas ao que blasfemar contra o Espírito Santo não lhe será perdoado. (Lucas 12:10)

(1) A quem Jesus falou estas palavras?

Elas foram dirigidas aos ímpios fariseus [mais especificamente, a aqueles ímpios fariseus que viviam nos dias de Jesus sobre a terra e que cometeram um terrível e irrepetível pecado específico, que veremos abaixo] Mat 12:24-25;

   24 Mas os fariseus, ouvindo isto, diziam: Este não expulsa os demônios senão por Belzebu, príncipe dos demônios. 25 Jesus, porém, conhecendo os seus pensamentos, disse-lhes: Todo o reino dividido contra si mesmo é devastado; e toda a cidade, ou casa, dividida contra si mesma não subsistirá. (Mateus 12:24-25)

(2) Que pecado grave eles tinham cometido?

[      Há muita especulação sobre o que pode ter sido este pecado, uns dizem "é não poder falar em línguas", outros "é não crer nas visões e obedecer ao pastor, mesmo que este esteja ridicularmente errado", outros "é o divórcio, mesmo que do tempo de descrente", outros debatem uma lista de 100 pedados imperdoáveis. Mas toda essa especulação só ocorre a quem esquece de ler um verso da Bíblia que diz claramente qual foi a natureza daquele pecado, este verso dá a definição do que foi o pecado chamado de imperdoável, e o verso é "(PORQUE diziam: 'Tem espírito imundo'). (Marcos 3:30)". (leia todo o contexto, particularmente versos 28-30)
      Entendeu bem? É isto mesmo, o verso claramente estabelece a razão pela qual aquele pecado específico jamais seria  perdoado a aqueles homens específicos daquele tempo e situação específicos. Era imperdoável "porque eles diziam", referindo-se a Jesus que diariamente viam em Seu próprio corpo, "tem espírito imundo".
      Deixemos Willmington falar:]

Por muitos meses [ou mesmo uns poucos anos], eles tinham tido o grande privilégio de ouvir os sermões do Salvador e ver Seus poderosos milagres [alguns desses fariseus fizeram isso quase todos os dias, com ódio seguindo Cristo de aldeia em aldeia, tentando achar algum pecado nEle, e somente vendo, com seus próprios olhos, como Ele é o maravilhoso Deus todopoderoso, santo, de sublime amor, de maravilhosos milagres]. Mas, ao invés de crerem, eles degradaram o Filho de Deus [da forma mais tremendamente blasfema e injuriosa imaginável], acusando-O de realizar milagres somente através de energia do próprio Satanás!!! Foi ao fazer isto que eles cometeram o pecado imperdoável. O que mais poderia o próprio Deus fazer para convencê-los? [O grave pecado deles] não foi, com toda certeza, que eles não podiam crer [devido a falta de informações, provas e chamado] mas que eles determinaram-se jamais querer crer [por mais abundantes e irresistíveis que fossem as informações, provas e chamado].

À luz do que foi dito acima, o pecado imperdoável não pode ser cometido, hoje, porque Jesus não está andando por aqui, com Seu corpo terreno, fazendo milagres.

[Se um descrente em prantos lhe disser cometeu um pecadão e agora chora porque anela ser salvo e Deus não lhe permite, explique que sua aflição é evidência da ação do Espírito Santo o chamando à salvação, explique tudo o acima, e lhe fale do doce convite do maravilhoso Evangelho.]
[Se alguém que já creu biblicamente (portanto, mesmo que não saiba, foi salvo irreversivelmente) lhe disser que cometeu um pecadão do qual se arrependeu mas agora chora porque pensa que foi o pecadão imperdoável, explique tudo o acima e o guie ao caminho da confissão e do pedir perdão, para seguramente voltar a ter restauradas as comunhão com Deus e os irmãos, ter de volta a alegria da salvação que ele nunca perdeu (mesmo tendo  temporariamente perdido a sua alegria e comunhão)]

   NOTA DE HÉLIO: O próprio Cristo explica que fez a advertência sobre o pecado imperdoável "PORQUE diziam: 'tem espírito imundo'." (Mar 3:30). Não posso pensar em nada mais claro, que mais salta imediatamente ao nosso entendimento: o pecado imperdoável foi o daqueles que viram com seus próprios olhos o Deus Filho encarnado, gozaram e viram com seus próprios olhos os poderosos milagres do próprio Deus Filho em carne, e os atribuíram a Cristo estar possuído pelo próprio Satanás! Chamaram o próprio Deus Filho de "cavalo" de Satanás!

   22 ¶ E os escribas, que tinham descido de Jerusalém, diziam: Tem Belzebu, e pelo príncipe dos demônios expulsa os demônios. 23 E, chamando-os a si, disse-lhes por parábolas: Como pode Satanás expulsar Satanás? 24 E, se um reino se dividir contra si mesmo, tal reino não pode subsistir; 25 E, se uma casa se dividir contra si mesma, tal casa não pode subsistir. 26 E, se Satanás se levantar contra si mesmo, e for dividido, não pode subsistir; antes tem fim. 27 Ninguém pode roubar os bens do valente, entrando-lhe em sua casa, se primeiro não maniatar o valente; e então roubará a sua casa. 28 Na verdade vos digo que todos os pecados serão perdoados aos filhos dos homens, e toda a sorte de blasfêmias, com que blasfemarem; 29 Qualquer, porém, que blasfemar contra o Espírito Santo, nunca obterá perdão, mas será réu do eterno juízo 30 (PORQUE diziam: Tem espírito imundo). (Marcos 3:22-30)
FIM DE NOTA.




Extraído do excelente livro Guide to the Bible, de H.L. Willmington. Traduzido por Valdenira Nunes de M. Silva, para seu esposo Hélio ensinar na sua igreja. Temos certeza de que o autor não fará objeção à tradução (sem fins lucrativos e para grande benefício de crentes que só lêem português) desta pequena parte do seu monumental livro, mas não conseguimos seu endereço. Rogamos a quem o saiba que no-lo envie, para que possamos contatar o autor.


Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB), autêntica herdeira da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753) e traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma) como o Textus Receptus. Para começar a ter uma idéia da gravidade de muitas das MILHARES de deturpações de todas as modernas "Bíblias" alexandrinas (baseadas no Texto dos incessantes Críticos), em relação às Bíblias do TR, leia, por EXEMPLO, http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traducoes/AAlmeidaAtualizadaExposta-Helio.htm
http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-PreservacaoTT/ExpondoErrosNVI-Jun2000-Emidio.htm





(retorne a http://solascriptura-tt.org/SoteriologiaESantificacao/ 00-Soteriologia-Curso-Helio-index.htm
retorne a http://solascriptura-tt.org/SoteriologiaESantificacao/
retorne a http://solascriptura-tt.org/)