Apostasia




Apostasia é uma palavra grega que significa rebelião, abandono, negar a fé, uma deserção. Encontramos vários homens, apóstatas, mencionados na Bíblia, tais como: o rei Saul (I Sm 15:11), Himeneu e Alexandre (I Tm 1:19,20); Demas (II Tm 4:10).

Se existe uma pessoa a quem um apóstata poderia chamar de pai, este seria Judas, o Iscariotes, que traiu o Senhor Jesus, A paga recebida pela apostasia, deve ser horrível, pois o Senhor disse sobre Judas: “Bom seria para esse homem se não houvera nascido” (Mt 26:24). Assim se refere em Hebreus 10:31 – “Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo”, para com aqueles que se rebelam voluntariamente contra os ensinos da Palavra de Deus, após terem recebido o conhecimento da verdade.

Hebreus 10:29 nos mostra a apostasia em “pisar o Filho de Deus”, “tiver por profano o sangue da aliança” e, “fizer agravo ao Espírito da graça”.

Pisar o Filho de Deus, quer dizer espezinhar, humilhar a pessoa de Jesus Cristo, por meio de rejeitar os Seus ensinos, ser insubmisso ao Cabeça de todo homem, e ignorar Sua Soberania para com a igreja, seu Corpo aqui na terra. – Assim agem aqueles que se dizem pastores, mas causam divisão no corpo por introduzirem heresias, modismos, instrumentos musicais no culto cristão, bíblias com traduções espúrias, neófitos e ensoberbecidos com seus títulos de mestres e doutores.

Tiver por profano o sangue da aliança é atribuir outros valores de salvação que não o “sangue de Cristo”, mercadejando a fé, agregando outras formas de se conseguir o perdão dos pecados. Negando a eficácia e suficiência do “sangue de Cristo”.

Fazer agravo ao Espírito Santo, significa ofender, magoar, entristecer o Espírito Santo pela desobediência á Palavra de Deus, por não procurar crescer na fé, e no desenvolvimento do Seu fruto em nosso espírito, mente e coração. Não cultivar um espírito perdoador, viver em descontentamento e permitindo  que o ódio e a amargura criem raízes no coração.

O desejo de insubmissão e rebelião, que conduzem á apostasia vêm do próprio coração do homem, que cedendo, permite que Satanás passe a encher e tomar conta do seu ser.

A apostasia (rebeldia e desobediência) deliberada na vida de alguém que diz ser salva por Cristo, e que ama a Deus, nada mais é do que uma prova evidente da sua perdição, de que nunca foi salva realmente por Cristo, nem regenerada pelo Espírito Santo.

A prova de salvação está na fé, na confiança e perseverança em se fazer toda á vontade de Deus, pois sabe que ao final irá desfrutar do galardão prometido aos que amam e guardam a Palavra do nosso Deus e Salvador Jesus Cristo.

O apóstata é incapaz de sentir um arrependimento profundo e sincero no seu espírito, porque isto é prova evidente da sua salvação, pelo contrário, a única coisa capaz de ser produzida pela sua consciência é apenas um terrível remorso, a expectação do castigo de Deus que o aguarda no dia do Juízo, para ser lançado no inferno do tormento eterno.

O que um verdadeiramente salvo tem no seu espírito é a certeza de que:

“Nós, porém, não somos daqueles que se retiram para a perdição, mas daqueles que creem para a conservação da alma.”  Hebreus 10:39

Considere os seus feitos, encontrando pecado, arrependa-se sinceramente, peça perdão a Deus, volte-se para Ele, que é rico em perdoar, é pródigo em abençoar. Ame a Jesus.



Pr. José Sérgio Ackel



Só use as duas Bíblias traduzidas rigorosamente por equivalência formal a partir do Textus Receptus (que é a exata impressão das palavras perfeitamente inspiradas e preservadas por Deus), dignas herdeiras das KJB-1611, Almeida-1681, etc.: a ACF-2011 (Almeida Corrigida Fiel) e a LTT (Literal do Texto Tradicional), que v. pode ler e obter em http://BibliaLTT.org, com ou sem notas.



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ SoteriologiaESantificacao/
retorne a http://solascriptura-tt.org/)