A Iniciativa de Deus na Graça



Leitura: Efésios 1.3-13

Texto: Efésios 1.11, “Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade”

 

Introdução – Deus é soberano sobre tudo. Deus revela-Se a Si mesmo pelo Filho (Jo. 1.18, “18 Deus nunca foi visto por alguém. O Filho unigênito, que está no seio do Pai, esse o revelou.”). Portanto, Cristo se declara, como Deus: “Eu sou o Alfa e o Omega, o princípio e o fim, diz o Senhor, que é, e que era, e que há de vir, o Todo-Poderoso.”, Ap. 1.8; 22.13; Is. 41.4; 44.6; 48.12.

Deus não é apenas soberano sobre tudo, nEle também está o total de tudo (Cl. 2.3; I Tm. 1.17; Hb. 1.2-3; Jd. 25) . Não deve surpreender que o divino Deus é mencionado no primeiro e no ultimo versículo da Palavra de Deus (Gn. 1.1; Ap. 22.20-21).

Esta verdade apresenta problemas para o raciocínio do homem. Sendo criado, o homem é finito e tem dificuldades perceber ou entender o infinito. Por isso, em misericórdia, Deus o deu a Bíblia. Esse livro vivo, sempre atual, conciso e preciso, eterno e extraordinário mostra tudo que Deus deseja ao homem saber (Dt. 29.29, “As coisas encobertas pertencem ao SENHOR nosso Deus, porém as reveladas nos pertencem a nós e a nossos filhos para sempre, para que cumpramos todas as palavras desta lei.”).

Assim, juntamente com essa revelação de Si mesmo como soberano, Ele requer que o homem seja responsável com aquilo que Ele revelou, “para que cumpramos todas as palavras desta lei”. Quer dizer, não apenas temos um Deus soberano, mas Ele fez o homem responsável a este Deus Único.

Pode ser útil estudar a bíblia e aprender como esse soberano e eterno Deus toma a iniciativa para com o homem pecador na graça e qual responsabilidade o homem tem diante seu Criador e Salvador.

Deus Vestiu o Homem – Gn. 3.21, “E fez o SENHOR Deus a Adão e à sua mulher túnicas de peles, e os vestiu.”

A graça é vista pelo sacrifício de o inocente para cobrir as vergonhas da conseqüência do pecado. Adão e Eva necessitavam ser vestidos mas só fizeram para si aventais.

As obras do homem nunca podem satisfazer o infinito, justo e santo Deus. Mas o homem continua oferecendo as obras das suas mãos para resolver a sua situação diante desse soberano Deus. É uma ocupação fútil. Jó 14.4, “Quem do imundo tirará o puro? Ninguém.” Is. 64.6, “Mas todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças como trapo da imundícia; e todos nós murchamos como a folha, e as nossas iniqüidades como um vento nos arrebatam.” Adão e Eva fizeram para si aventais! Acharam suficientes mas mesmo assim esconderam-se de Deus entre as árvores  do jardim. Na verdade se declararam culpados e condenados; injustos e desobedientes; perdidos e sem forças.

Você e eu, como pecadores, estamos numa situação crucial. Ofendemos o Santo Deus, desobedecemos a Sua Lei, e não podemos a nós mesmos, remediar a situação. Como Adão e Eva, reconhecemos as nossas vergonhas, e para cobrir-las fazemos para nós meros aventais e buscamos esconder-nos da presença do SENHOR Deus (Gn. 3.7-8). Inventamos boas intenções, sacrifícios dolorosos, viramos a página, filosofias convincentes, etc. As nossas próprias tentativas de remediar a situação diante de Deus é uma declaração alta: Sou culpado! Sou pecador! Ofendi o Santo Deus!  Sou perdido!

A Iniciativa de Deus na Graça - Nessa condição de desespero, culpa, condenação, impossibilidade de agradar a Deus (Rm. 5.6-8), Deus entra com a Sua iniciativa: a graça.

É dito na Palavra de Deus: “E fez o SENHOR Deus a Adão e à sua mulher túnicas de peles, e os vestiu.” – Gn. 3.21.

Deus tomou as peles dos animais inocentes para cobrir as conseqüências vergonheiras do homem. Nesse ato Deus estabeleceu a forma pelo qual o homem poderia se apresentar diante de Deus, ou seja, o sacrifício do inocente no lugar do culpado fará com que o homem pecador seria salvo eternamente. Estabelecido a forma que Deus quer, são descartadas todas as outras, qualquer que sejam.

Esta forma, este Sacrifício é Cristo. O Inocente Jesus tomou sobre Si as iniqüidades do Seu povo e com Seu sangue precioso os remiu, os lavou, os apresenta justos diante de Deus (Is. 53.6-10; I Pe. 1.19-20; 3.18).

A Responsabilidade do Homem Diante Deus - Arrependimento dos pecados e fé nEste Único Salvador é a responsabilidade do homem se deseja ser salvo. O Justo foi dado no lugar do injusto, para levar o pecador arrependido a Deus: “Porque também Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus; mortificado, na verdade, na carne, mas vivificado pelo Espírito;”, I Pe. 3.18.

A Responsabilidade do Homem é Revelada pois Deus por Cristo clama: “Vinde a Mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei” – Mt. 11.28. Deus pelo profeta, ordena: “Buscai ao SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto. Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno os seus pensamentos, e se converta ao SENHOR, que se compadecerá dele; torne para o nosso Deus, porque grandioso é em perdoar.” – Is. 55.6-7. Deus, através dos salvos, declara: “E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação; Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pós em nós a palavra da reconciliação. De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós rogasse.Rogamo-vos, pois, da parte de Cristo, que vos reconcilieis com Deus.” – II Co. 5.18-20.

Já está com as vergonhas dos seus pecados cobertas pelo sacrifício que agrada a Deus? Deus em graça tomou a iniciativa. Você já foi obediente a chamada de Deus para a salvação por Jesus Cristo? Já está vestido?

Depois de serem vestidos era a responsabilidade de Adão e Eva de andarem vestidos. A nossa responsabilidade como cristãos é de andar vestidos! Não apenas fisicamente, mas moral e espiritualmente. O lavado deve andar limpo; o justificado viver em justiça; o santo amar a santificação; os mortos, sepultados e ressurretos com Jesus andarem em novidade de vida (I Co. 6.11; Rm. 6.4-11; Gl. 2.20; 5.25).

Louvado seja Deus por tomar a iniciativa quando éramos mortos em pecados e ofensas, ainda fracos, ímpios, pecadores; já condenados por amarmos as trevas mais do que a Luz (Ef. 2.1-2; Rm. 5.6-8; Jo. 3.16-19). Deus deu o Seu Filho único (Jo. 3.16). O Filho se deu a Si mesmo (“Eis aqui venho, para fazer, ó Deus, a Tua vontade”, Hb. 10.9). O Pai se satisfaz com este sacrifício do Filho, Is. 53.10-11. Está vestido por Ele? Então andem vestidos.

Noé achou graça aos olhos de Deus – Gn. 6.1-12; 6.8, “Noé, porém, achou graça aos olhos do SENHOR.”

A maldade do homem se multiplicara sobre a terra de forma abominável. Toda a imaginação dos pensamentos do seu coração era só má continuamente! Não restou nenhum justo na face da terra (Sl. 14.2-3). Entristeceu Deus de ver o mundo inteiro só mau continuamente (Gn. 6.5-6).

O que pode esperar do homem pecador? Assim que os seus filhos nascem falam mentiras (Sl. 58.3, “Alienam-se os ímpios desde a madre; andam errados desde que nasceram, falando mentiras.”; Rm. 5.12, “Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram.”)

Como então pode este que é destituído da glória de Deus agradar o ofendido, santo, justo e irado Deus? “Quem parará diante do seu furor, e quem persistirá diante do ardor da sua ira? A sua cólera se derramou como um fogo, e as rochas foram por ele derrubadas”, Na 1.6.

A Iniciativa de Deus em Graça - Nessa situação é claro que a iniciativa para com a salvação tem que vir de Deus. É isso que aconteceu, para o louvor de Deus. A iniciativa da graça é percebida em que entre todos os ímpios, Deus escolheu um para conhecer a Sua graça. Por isso Gênesis 6.8-9 diz: “Noé, porém, achou graça aos olhos do SENHOR. Estas são as gerações de Noé. Noé era homem justo e perfeito em suas gerações; Noé andava com Deus.”

Deus não achou graça aos olhos de Noé, mas o inverso é verdadeiro. Somente após da menção da graça é relatado que Noé era justo, perfeito e andava com Deus. Antes da graça “toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente”.

A Responsabilidade do Homem Diante Deus - A graça operou na vida de Noé e Noé andava com Deus. Andava mais de cem anos obedecendo A Deus, pregando a justiça. Através de Noé, Cristo pregou pelo Espírito aos que agora estão no inferno (I Pe. 3.18-20). Pela graça Noé ensinou a sua família da ira e da graça de Deus (Gn. 5.32; 7.6). A graça estabeleceu uma aliança com Noé e a sua família (Gn. 6.18). Pela graça Noé fez conforme a tudo o que o SENHOR lhe ordenara (Gn. 6.22).

Deus tem sido gracioso contigo? Entre os que andavam somente nas concupiscências da sua carne, dos seus olhos, e a soberba da vida (I Jo. 2.16), você foi escolhido para achar graça aos olhos de Deus? Qual a sua responsabilidade agora? Andar com Deus! Ser um instrumento de pregar aos perdidos. Pela graça de Deus seja justo e perfeito em suas gerações! Pregue a justiça! Ficar fiel à Palavra de Deus!

Você deseja que Deus esteja gracioso contigo? A sua responsabilidade é clara, ou seja, se arrependa dos seus pecados e creia no Evangelho! O evangelho é Cristo! Jesus Cristo é o único substituto dos ímpios. Ele levou no seu corpo as iniqüidades que condenam. Cristo é o único que satisfaz o Justo Deus pelo trabalho da sua alma (Is. 53.6-10). Confiando em Cristo Jesus conhecerá a Sua graça. Sendo salvo reconhecerá a Sua iniciativa.

Você já conhece a Sua graça? Dê louvor a Deus pois ele não escolha todos. Se já foi contemplado por Deus é para que viva justo e perfeito publicamente; que anda com Ele.

Se estiver conhecendo a graça de Deus por Jesus Cristo agora, pode confessar-lO publicamente pelo batismo neotestamentário. Assim torna-se membro desta igreja e responsável andar com Deus diante do mundo corrupto para a glória de Deus (Ef. 3.20-21, “Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera, a esse glória na igreja, por Jesus Cristo, em todas as gerações, para todo o sempre. Amém.”





Pr Calvin Gardner

www.PalavraPrudente.com.br





Só use as duas Bíblias traduzidas rigorosamente por equivalência formal a partir do Textus Receptus (que é a exata impressão das palavras perfeitamente inspiradas e preservadas por Deus), dignas herdeiras das KJB-1611, Almeida-1681, etc.: a ACF-2011 (Almeida Corrigida Fiel) e a LTT (Literal do Texto Tradicional), que v. pode ler e obter em http://BibliaLTT.org, com ou sem notas.



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ SoteriologiaESantificacao/
retorne a http://solascriptura-tt.org/)