A Salvação Eterna do Crente

Pr. Luis Antônio Silva







Depoimento de religiosos

Se você não cuidar em fazer boas obras, não poderá se salvar!  (católico)

Sem caridade não há salvação! (espírita).

A doutrina ensinada que, uma vez salvo sempre salvo, não é bíblica! (testemunhas de Jeová).

A doutrina mais satânica que eu já ouvi, é esta de que a salvação não se perde! (adventista do 7º dia).

Eu sei que estou salvo, mas se eu pecar vou para o inferno! (pentecostal da Igreja Universal).

É claro que o crente pode perder a salvação, pois está escrito. "Sê fiel até a morte e dar-te-ei a coroa da vida." (pentecostal da Igreja do Nazareno).

Prá ser salvo tem que ser fiel até o fim. Eu pelo menos creio assim! (pentecostal da Assembleia de Deus).

O crente não perde a salvação se ele estiver predestinado! (Congregacional).

O crente que é salvo nunca deixa de ser, pois Deus o sustenta. Se ele cair em pecado, é porque não era salvo! (pseudo batista).



Os verdadeiros batistas baseados nas sagradas escrituras, sabem que todas as afirmações acima são falsas. Pois a salvação do crente é eterna Jo 5:24. E é obtida somente através da cruz. I Co 1:18.
     “Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida.” (Jo 5:24 ACF)
     “Porque a
palavra da cruz é loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus.” (1Co 1:18 ACF)


A Perda da Salvação e as Escrituras

Não existe sequer uma passagem bíblica falando em perda de salvação [isto é, que clara, explícita e indiscutivelmente declare que alguém foi salvo e destinado ao céu, depois voltou a ser perdido e destinado ao inferno. Ou que isto pode vir a acontecer em certos casos e condições]; levando em consideração o Deus cuidadoso com o seu povo como é o nosso, se fosse possível que a salvação pudesse ser perdida pelo salvo, acredito eu que haveria inúmeras advertências nas Escrituras dizendo que tivéssemos cuidado para não perdê-la.

Assim como o catolicismo tem na sua interpretação alguns textos para dizer que a salvação é por meio de obras. (Mateus 25:34-36); os religiosos intitulados de evangélicos, também têm os seus (Mateus 24:13).
     “34  Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; 35  Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; 36  Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me.” (Mt 25:34-36 ACF)
     “Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo.” (Mt 24:13 ACF)


Sabemos que estes textos acima, são de assuntos escatológicos, porém mal compreendidos e usados para distorcer as Escrituras e negar a graça de Deus. [Por exemplo, o contexto de Mt 24:13 bem pode ser visto como o de perda ou conservação da vida física, nas perseguições da Tribulação; o verbo "hupomeno" bem pode significar "continuar a existir", e o verbo "sozo" bem pode significar libertar do perigo de morte física. Não é uma afirmação indiscutível tal como "aquele que creu e foi salvo, e depois jamais fraquejou nem cedeu, e veio a ser morto estando em plena fé sem ter caído demais, este será salvo do inferno e irá para o céu, eternamente". Compare com a indiscutibilidade escrito de Paulo em], Ef 2:8,9.
8  Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. 9  Não vem das obras, para que ninguém se glorie;” (Ef 2:8-9 ACF)


Os Salvos do Antigo Testamento

Vocábulos como: "a alma que pecar essa morrerá" Ez 18:4, muito usado pelos defensores da perda da salvação, referem-se à morte física Dt 13:5. É a mesma expressão de a alma ser extirpada Nm 15:31-35. Pessoas eram apedrejadas quando cometiam sacrilégios no Antigo Testamento.

Encontramos na vida do piedoso rei Davi um grave pecado de adultério e homicídio. No entanto, no Salmo 51 ele faz sua confissão. Ele não perdera a salvação, mas a alegria da mesma, e a pediu de volta a Deus Sl 51:12.
Torna a dar-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário.” (Sl 51:12 ACF)

No Velho Testamento a pessoa do Espírito Santo na vida, era privilégio de alguns e não habitava em todo crente, nem ninguém era selado com Ele. Por isso não era permanente. Poderia entrar e sair das pessoas. Por isso Davi pediu a Deus que não o retirasse dele Sl 51:11.

Sansão perdeu este privilégio quando quebrou o pacto do nazireado Jz 16:17-20, mas era um salvo pela fé. Hb 11:32. Apesar do seu suicídio.
“E que mais direi? Faltar-me-ia o tempo contando de Gideão, e de Baraque, e de Sansão, e de Jefté, e de Davi, e de Samuel e dos profetas,” (Hb 11:32 ACF)


Confirmação de Deus Pai e Deus Filho

As promessas de Jesus Cristo são firmes e confiáveis no tocante a este assunto.
Todo o que o Pai me der vem a mim, e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora. Jo 6:37. Portanto, defender a perda da salvação, como fazem os religiosos citados acima, é, pela insensatez, chamar Cristo de mentiroso, e negar que ele é Deus.

Jesus só prometeu que a salvação de suas ovelhas verdadeiras era eterna (prá sempre), pelo fato dele ser Deus.
Dou-lhes a vida eterna e nunca hão de perecer e ninguém os arrebatará da minha mão. Meu Pai que mas deu, é maior do que todos e ninguém as arrebatará da mão do meu Pai. Eu e o Pai somos um. Jo 10:28-30.

Esta é uma verdade que não pode ser negada. Quando Jesus diz que, quem ouve a sua palavra e crê no Pai, tem a vida eterna Jo 5:24, (não é terá), o verbo ter, está no presente. Se é eterna, é para sempre. Quando citamos este versículo os filhos do diabo sempre acrescentam: tem, se o crente permanecer.



A Promessa do Espírito Santo

Ao aceitar Cristo o crente recebe o Espírito Santo. O mesmo não o abandona mais. Gostaria que tais religiosos citassem um só versículo afirmando que o crente perde a habitação do Consolador em vida. Sei que é impossível encontrar tal passagem na bíblia. Pelo contrário, veja só a promessa do Senhor.
Eu rogarei ao Pai e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre. Jo 14:16.

De acordo com as palavras de Paulo em Efésios 1:10,11, recebemos o Espírito quando cremos em Jesus Cristo, como selo. É Ele o penhor (garantia) da nossa herança (o céu).Quando o crente peca, o Espírito de Deus não sai dele, apenas se entristece. Pois este selo é para sempre, até o dia da redenção. Veja:
E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, com o qual estais selados para o dia da redenção. Ef 4:30.

Paulo também adverte:
não extingais o Espírito, I Ts 5:19. Isto porque muitos crentes anulam toda ação do Espírito Santo na sua vida. Todavia, no Novo Testamento não existe um vocábulo referente ao Santo Espírito sair do crente.



Os Danos Sofridos Pelos Salvos Que Pecam

A Perda de Galardões

Aqueles que são fiéis até a morte receberão a coroa da vida Ap 2:10, o que muitos incautos intitulados de pastores pensam que se trata da salvação. Porém esta trata-se apenas de um galardão, a coroa pode ser tomada do crente Ap 3:11. Não por Satanás, mas por outro crente, que seja mais digno.

A salvação não se perde, pois é um dom gratuito de Deus, no entanto o galardão sim [pode ser perdido]. Vejamos a advertência do apóstolo João.
Olhai por vós mesmos, para que não percamos o que temos ganho. Antes recebamos o inteiro galardão II João 8. E mais. Se a obra que alguém edificou nessa parte permanecer, esse receberá galardão. Se a obra de alguém se queimar, sofrerá detrimento, mas o tal será salvo, todavia como pelo fogo. I Co 5:14,15.



A Morte

Para o salvo existe também uma grave punição quando ele comete pecados graves. Louvo a Deus pela passagem bíblica de I Coríntios 5:1-5. Onde um crente daquela igreja foi entregue a Satanás para destruição da carne, para que o espírito fosse salvo no dia do Senhor Jesus Cristo (ver 5). Somente o corpo do crente pode ser chamado de templo de Deus, não o dos incrédulos. Sabendo disto vejamos o que Paulo diz:
Não sabeis que sois o templo de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá (morte), porque o templo de Deus que sois vós é santo. I Co 3:16,17. Com estes textos, entendemos que não são todos os pecados dos salvos que trazem estes prejuízos extremos, mas somente os graves e escandalosos. O apóstolo João afirma que há pecados para morte, e pecado que não é para a morte I Jo 5:16,17.



Salvos Como Pelo Fogo

Aquele que, depois de salvo {*}, pecar voluntariamente, é na verdade um náufrago, esta é a situação da segunda semente da parábola do semeador Lc 8:13. Os da terceira semente continuam firmes, mas voltados para seus próprios negócios Lc 8:14. {* Hélio não entendeu. Será que o autor quis dizer "depois de ter sido convencido do pecado, da justiça e do juízo, depois de ter entendido o evangelho, o posto na boca e provado o gosto dele, mas sem o engolir?}

Estudaremos sobre a salvação pelo fogo exposta na bíblia:
Se a obra de alguém se queimar, sofrerá detrimento, mas o tal será salvo como pelo fogo I Co 3:15. Entendemos que a expressão “como pelo fogo” significa que não há fogo real, é como se tivesse. O sofrimento é de tal semelhança.

Mas a terra que produz espinhos e abrolhos, é reprovada e perto está da maldição e seu fim é ser queimada Hb 6:8. Como estamos vendo, o crente que está fora da vontade de Deus, não é brincadeira. Pois não foi para isso que ele foi salvo.

Porque se pecarmos voluntariamente depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta sacrifício pelos pecados, mas uma certa expectação de ardor de fogo que há de devorar os adversários, Hb 10:16,27. O escritor sagrado está falando para crentes, pois ele está se incluindo, pois diz: “se pecarmos”, e não “se alguém pecar”, não haverá mais sacrifício pelo pecado, isto é, Jesus não poderá morrer outra vez pelo pecador. O sacrifício na cruz foi perfeito. Não pode ser repetido, nem perde a eficácia. Acredito que esta salvação pelo fogo, ao contrário do que muitos pensam, é com o crente vivo. Pois Judas fala sobre ter piedade dos duvidosos, arrebatando-os do fogo. Jd 22,23. Isto se refere ao presente, e não ao futuro fogo do inferno ou ao lago de fogo.



As Obras Que Acompanham A Salvação

Sempre foi do feitio de Satanás fazer com que as pessoas achem que os efeitos são causas. Por isso os religiosos sempre esperam obter a salvação por meio de suas obras. Porém a salvação vem primeiro e as obras acompanham a mesma, isso de acordo com Hebreus 6:9. Também Paulo fala em
Filipenses 2:12: ...operai a vossa salvação com temor e tremor.

Em seus escritos as testemunhas de Jeová traduzem tendenciosamente e erradamente por
Produzi a vossa salvação...Operar – é desenvolver ou movimentar o que já existe. Produzir – é dar origem ao que não existe. O diabo, na sua astúcia, consegue fazer os homens crerem que a salvação é causada por obras, porém estas são o efeito daquela.

Além das obras não trazerem salvação (Ef 2:9) também não a credencia perante Deus Rm 4:3. Embora fortaleça o testemunho diante dos homens, não oferece nenhuma segurança para o salvo. Sabemos que todas as religiões: Protestantes {*}, Pentecostais, Adventistas, Russelistas, Mórmons, etc. têm tudo a ver com o catolicismo. Os católicos acreditam que a salvação vem pela prática de obras; aquelas outras dizem que as obras não salvam, mas sustentam a salvação. Tal mãe tais filhas Ap 17:5. O crente verdadeiro reconhece o seu dever da prática do bem, em obedecer as orientações de Deus através da sua palavra. Ele está plenamente consciente de suas obrigações de servo de Jesus Cristo. Tudo isto por ser um salvo. {* Hélio acredita que o N.T. só ensina uma doutrina, a doutrina batista ideal [se não fosse assim, ele não seria batista]. Mas acredita [e pensa que também o Pr. Luís] também que, mesmo errados em algumas áreas herdadas do Romanismo, há muitos salvos entre os melhores reformados.}



O Mau Uso Da Bíblia Contra A Verdade

Existe um pensamento que atribuem a Lutero. “Se alguém procura na Bíblia a, a palavra de Deus, achá-la-á, porém se procura nela, justificação para seus erros, tê-la-á do diabo."

São muitos textos da bíblia que são usados para satisfazer a doutrina da salvação por obras. Veremos como os religiosos os usam, para negar a eternidade [portanto imperdibilidade] da salvação. Afirmando que o salvo hoje pode não estar salvo amanhã.

Hebreus 5:9 E sendo ele consumado, veio a ser a causa da eterna salvação para todos os que lhe obedecem. Lendo um artigo de preparação para “batismo” de uma igreja pentecostal, observamos as explicações sobre a salvação do crente. A explicação era: a salvação é eterna para os que lhe obedecem, citavam este versículo argumentando que a salvação dependia da obediência a alguns princípios. Gostaria que o amado leitor abrisse sua bíblia em Lucas 18:9-14, e veja que nesta parábola de Jesus, o homem que não estava obedecendo ao evangelho era justamente aquele fariseu; que não era injusto, nem adúltero, nem roubador. Porém para um pentecostal ou adventista, seria mais fácil dizer que este era o obediente. O texto de Hebreus se refere àquela obediência, onde o pecador aceita Jesus, nascendo de novo. A bíblia fala também da obediência da fé Rm 1:5, obediência ao evangelho II Ts 1:8, e a obediência à verdade Gl 3:1.

I Coríntios 6:10 Não erreis, nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem, os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus. Em um programa de rádio, após ler um artigo sobre a salvação eterna do crente, enviado por um verdadeiro batista, o pastor apresentador e adventista do 7º dia, fez o seguinte comentário: - Eu também já cri desta maneira, mas um certo dia encontrei-me com uma irmã que me dizia ter visto um irmão da igreja embriagado, mas acreditava que ele era um salvo. Comentei com ela o trecho ...os bêbados não herdarão o reino de Deus I Co 6:10. Nenhum de nós dois, pudemos explicar este versículo diante do fato. Daí por diante deixei de acreditar que a salvação não se perde. É lamentável tal fato de que aquele apresentador não pudesse explicar I Co 6:10, mas que com certeza também ele não pode explicar Jo 6:37 e Jo 10:28,29,
     “Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora.” (Jo 6:37 ACF)
     “
28  E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão. 29  Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai.” (Jo 10:28-29 ACF)

e teve a ousada opção de achar que Jesus estava mentindo. Digo o inverso deste apresentador, eu creio que a salvação não se perde por não ter como explicar os textos de João. Sabemos que no texto de Coríntios, Paulo faz referência a situação do homem que ainda não crê em Jesus e, em consequência, pratica tudo aquilo. Ele estava advertindo aos coríntios a não voltarem a estas práticas. Pois a situação do salvo está descrito no verso 11. Mas se alguém tem sido... I Co 6:11. Muitas vezes pessoas voltam a praticar certos pecados, saem da igreja, porém nunca foram realmente salvos I Jo 2:19. Mas aquele que é realmente salvo, nunca deixará de ser, mesmo se vier a cair. É bom que se saiba que Noé embriagou-se Gn 9:20,21; e isto depois de ter alcançado testemunho pela fé. O escritor de Hebreus exalta a fé de Noé, Hb 11:7; mesmo sabendo que depois disto ele cometera erro. Também o patriarca Abraão tem sua fé exaltada no seu chamado Hb 11:8. Mesmo depois tendo mentido para Faraó sobre sua mulher Gn 12:11-13. Sua justificação não foi anulada. Maior confiança tem o crente da atualidade por sua confiança na cruz. A não ser que estes descrentes de bíblia na mão, achem que a graça no Velho Testamento seja superior à graça dos nossos dias, que é conhecido como o tempo da graça. Muitos outros textos isolados e mau interpretados pelos falsos mestres, estão sendo freqüentemente usados para colocar a salvação do pecador nas mãos do próprio homem. Fazendo-os duvidar das promessas de Cristo.



A Glória e a Alegria de Ser Um Salvo Obediente

Glória

Tudo sofro por amor dos escolhidos, para que também eles alcancem a salvação que está em Cristo Jesus com glória eterna. II Tm  2:10.Os escolhidos a quem Paulo se refere são os que já são salvos. A luta do apóstolo seria para que a salvação deles fosse com glória eterna. Sabemos que a nossa infidelidade não anula a fidelidade de Deus II Tm 2:13. Muitos crentes apesar de salvos, chegarão no céu sem coroa, sem galardão; decerto sem glória alguma.



Alegria

Ora aquele que é poderoso para vos guardar de tropeçar, e apresentar-vos irrepreensíveis, com alegria perante a sua glória. Jd 24.Bom é para o crente estar alegre perante o Senhor na sua vinda. Pois para o salvo é possível perder a alegria da salvação Sl 51:12. A exortação da Bíblia é para o crente vigiar e não dormir I Ts 5:6, mas que ele irá viver com Cristo, quer vigie quer durma I Ts 5:10.



A Crença Dos Batistas na Salvação Eterna

Cremos que a salvação do crente é eterna, que Cristo nos salvou da ira vindoura I Ts 1:10, como também do presente século mau Gl 1:4. Século este, cujo deus é o diabo II Co 4:4. Que fomos salvos para viver para Deus, não para nós mesmos II Co 5:15. Cremos e pregamos que a salvação não se perde, mas que o crente que se entrega ao pecado, além de ser punido por Deus com perda de galardão e até mesmo com a morte. O mesmo deve ser excluído da igreja Mt 18:17; I Co 5:2, II Ts 3:6.Quando falamos desta doutrina para os pentecostais ou outros, uma das frases que sempre escutamos é: “então assim seria muito bom!” isso só nos mostra como eles acham o pecado bom, muitos estão mais preocupados com medo do inferno, do que no amor a Cristo. O que [todos que assim pensam] precisam mesmo, é aceitar Jesus como Salvador. [Senão,] No Juízo, o Senhor afirmará para eles:
Nunca vos conheci... Mt 7:25. O crente verdadeiro tem essa doutrina da salvação eterna, não para viver pecando, pois sabemos que fomos chamados por Deus, para viver para Ele II Co 5:15; I Ts 4:7.
     “E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou.” (2Co 5:15 ACF)
     “Porque
não nos chamou Deus para a imundícia, mas para a santificação.” (1Ts 4:7 ACF)

Amém. Cremos que a igreja batista não salva, porém ela, por ser a igreja de Deus, é a única que não impede que o homem seja salvo {* Hélio admite que existam salvos nas melhores igrejas reformadas [e batistas] cujas doutrinas têm alguns erros herdados do romanismo, mas eles foram salvos por dobrada graça de Deus, e APESAR das igrejas serem diferentes daquelas do Novo Testamento, pois que contaminadas por doutrinas não do NT, não foram salvas GRAÇAS a tais igrejas e doutrinas derivadas não do NT crido em cada palavra, da forma mais simples e literal, observados os contextos e todo o NT}.

Eu, Pastor Luís Antônio Silva, da Igreja Batista Bíblica das Malvinas, estou pronto para esclarecer dúvidas daquele que nos procurar. Não sou batista por opção [isto é, não por haverem várias alternativas igualmente aceitáveis, e eu ter escolhida uma delas mas achando que todas são perfeitas], mas por causa da Palavra de Deus [isto é, o fato de eu crer literalmente em cada palavra da Bíblia foi que me obrigou a ser batista, e não o contrário]. Passei 7 anos em uma igreja pentecostal, onde conheci minha esposa e me casei. Mas o Senhor nos libertou daquela seita. Obreiro em Campina Grande, autorizado e enviado pela igreja Batista Bíblica em Prazeres PE. Hoje sou batista, por reconhecer nesta a verdadeira igreja de Cristo. Mesmo sabendo que muitas igrejas têm esse nome, mas não são de fato batistas. Pois caíram no modernismo, ecumenismo, renovação e até mesmo em incredulidade, duvidando da eterna salvação dada por intermédio de Jesus Cristo. Mas isso é o cumprimento da Sua palavra Lc 18:8b.
“Digo-vos que depressa lhes fará justiça. Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?” (Lc 18:8 ACF)





Luís Antonio Silva





ENDEREÇO
Rua Alcides Avelino de Medeiros 221
Bairro das Malvinas – Campina Grande PB
Fone (083) 3339.5072
Email
prluissilva@terra.com.br
prlussilva@yahoo.com.br
prluissilva@hotmail.com







Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARC idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)



(retorne a http://solascriptura-tt.org/ SoteriologiaESantificacao/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )