É Bíblico a Posse e Uso de Arma para Defesa da Vida.

 

“Nelas, o rei concedia aos judeus que havia em cada cidade que se reunissem, e se dispusessem para defenderem as suas vidas, e para destruírem, e matarem, e assolarem a todas as forças do povo e  província que com eles apertassem, crianças e mulheres, e que se saqueassem os seus despojos,”
 (Ester 8:11 RC)

“E em toda a terra de Israel nem um ferreiro se achava, porque os filisteus tinham dito: Para que os hebreus não façam espada nem lança.” (1 Samuel 13:19 RC)

“E os edificadores cada um trazia a sua espada cingida aos lombos, e edificavam; e o que tocava a trombeta [estava] junto comigo.” (Neemias 4:18 RC)


“Ele é obra-prima dos caminhos de Deus; o que o fez o proveu da sua (própria. espada” (Jó 40:19 RC)

 

A anatomia dos animais é eloqüente a esse respeito, Ela mostra que toda criatura é provida pelo Criador de sua "própria espada". Isso significa que o direito de defesa é o mais sagrado e inviolável dos direitos. Todo crente tem direito de exercer a opção de Esdras (Ed 8:22), mas deve fazê-lo por si mesmo. Ninguém tem o direito de usurpar o direito alheio.  

Como Esdras sempre confiei minha segurança ao meu Senhor e Deus. Trabalhei itinerantemente em cada uma das estações ferroviárias suburbanas, do grande Rio, de São Paulo e de Belo Horizonte. Um sem número de vezes retornava dessas jornadas chegando em casa altas madrugadas atravessando ruas desertas e proverbialmente perigosas. A mão do Senhor sempre me guardou. Sempre confiei que cairiam mil a minha direita e dez mil a minha esquerda e que jamais seria atingido, e assim sempre foi. Nunca temi o "espanto noturno, nem seta que voa de dia" . Aprendi que os que os que servissem bem como diáconos alcançariam para si "uma grande confiança da fé que há em Cristo Jesus" (I Tim 3:13). Entretando,  isso me foi dado por graça, não me dá direito de exigi-lo dos outros. Eu voto NÃO AO DESARMAMENTO.



O Gibeonita



Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARC idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/VidaDosCrentes/ Cinzentas/
(retorne a http://solascriptura-tt.org/ VidaDosCrentes/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )