Alguns Métodos de Ensino Bíblico [em família]

Pastor Calvin Gardner




Existem várias maneiras a ensinar um fato para uma pessoa. Quero mencionar umas maneiras que são úteis no ensino bíblico doméstico.

A primeira maneira é a usada pelos judeus e pelos apóstolos em várias ocasiões. Este método envolve uma instrução minuciosa, mesmo sem longas palestres, que resulta em alunos conhecedores de sistemas de doutrina. O alvo é que estes alunos sejam responsáveis a por em prática o que recebem em teoria. Essa maneira que é útil para o uso no lar e nas escolas bíblicas nas igrejas vem de uma palavra grega (#2727, katanchew, Strong’s) da qual temos, em português, a palavra catecismo.

Vejamos este método usado nas seguintes ocasiões:

Este método é um dos mais eficazes e portanto, o primeiro na lista.

O segundo método é de falar abertamente ou exortar (#1256, dielegomai, Strong’s) as doutrinas bíblicas no lar. Esse pode ser quando a família está assentada para o ensino bíblico doméstico, para as refeições ou nas horas livres que possa ter. Pode ser também quando está andando pelo caminho, deitando ou levantando (Deut 6:6-9).

Vejamos como aproveitar desse método nas seguintes maneiras:

Um terceiro método de ensino da Palavra de Deus no lar é abrir um assunto nos detalhes (#1272, dianoigwn, Strong’s). Esse método procura não somente de ‘falar’ abertamente mas expor todas as suas partes diante todos que estão nas reuniões.

Como Deus "abriu" (#1272) o coração da Lídia para entender o que Paulo dizia (Atos 16:14), este método procura de detalhar o ensino da verdade ao ponto que sejam ‘vistas’ com os olhos da mente, a lógica, o equilíbrio e a colocação correta dos fatos (#1272 – Luc 24:32 "abria", 45 "abriu-lhes o entendimento"; Atos 17:3, "expondo").

O entendimento verdadeiro de qualquer verdade é do Espírito Santo (João 16:7-11), e não o resultado de um método eficaz de ensino. Todavia, o Espírito Santo não ensina sem uma apresentação dos fatos. Portanto, aquele que lidera o ensino bíblico doméstico deve pedir o auxilio do Espírito Santo enquanto demonstra as doutrinas.

Nada errado para o professor ensinar com a esperança que os alunos entendam e usufruem o que foram ensinados (Tiago 5:7).

O último método tratado neste estudo é o método exemplificado por Jesus quando propunha (#3908, paratiqemnos, Strong’s) parábolas (Mat. 13:24). Através desse método, a verdade é apresentada em situações por quais os alunos podem se identificar. Paulo também usou este método em Tessalônica (Atos 17:3, "demonstrando", #3908).

Esse método procura de por diante os alunos, com exemplos de situações proveitosas, a verdade. Palavras difíceis, ou exemplos fora do contexto das vidas dos alunos, são evitados. O que é procurado é de "dar" claramente (I Tim 1:18) os mandamentos. Se for feito corretamente, e com persistência, os que são formados com esse método entenderão as suas responsabilidades para com a verdade e a ensinarão aos outros (II Tim 2:2).

Conclusão: Com as bênçãos do Senhor Deus pelo Seu Espírito e com o auxílio dos exemplos bíblicos nos dirigindo, podemos ser prontos a ensinarmos as verdades de Deus no ensino bíblico doméstico. Que tais esforços sejam frutíferos tanto na salvação das almas na família quanto na edificação dos crentes ao ponte que tenham a imagem de Cristo em suas vidas (Col. 3:10; II Pedro 3:18).

Que sejam animados os que tenham famílias a procurar a preciosa fruta de vidas estabelecidas na Rocha pela prática constante de um ensino bíblico doméstico (Mat. 7:24-27).

Bibliografia

BÍBLIA SAGRADA, Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil, São Paulo, 1/94

CONCORDÂNCIA FIEL DO NOVO TESTAMENTO, Editora Fiel, S. José dos Campos, 1994

INTERLINEAR GREEK-ENGLISH NEW TESTAMENT, Baker Book House. MI, 1982

STRONG, James, ABINDON’S STRONG’S EXHAUSTIVE CONCORDANCE OF THE BIBLE, Abingdon, Nashville, 1980




(retorne à página ÍNDICE de www.solascriptura-tt.org/VidaDosCrentes/ComFamilia/)