A vida financeira do cristão

Princípios Bíblicos sobre Finanças

Tanto em Tempo De Crise como de Fartura

-         TESE:

     à Este estudo bíblico com seus princípios, exemplos e  perguntas tem por finalidade ajudar a três tipos de cristãos em situações diferentes:

O crente endividado que precisa de ajuda para sair do buraco em que caiu;

Aquele que ainda não está, mas se continuar passando por cima dos princípios bíblicos mas cedo ou mais tarde vai ser arrastado para o  desastre financeiro.

E aquele que não está endividado, para que tome cuidado e permaneça fiel aos princípios bíblicos;

-              à A ajuda só acontecerá realmente se cada  crente:

Se deixar examinar e confrontar pela Palavra de Deus, de modo, que em arrependimento sincero, se aperceba das razões porque está se afogando em dívidas, perdendo sua paz, seu testemunho, e muitas bênçãos, vindo a partir de então, a ser fiel,  obediente e auto-disciplinado pela Palavra de Deus;

E para o que não está endividado, que descubra como permanecer sem dívidas, não necessariamente para ser abençoado, mas, principalmente para que o nome de Deus seja glorificado através de suas finanças.

-         INTRODUÇÃO -  A ILUSÃO DAS RIQUEZAS E DO DINHEIRO

Somente os pobre têm a ilusão de que os ricos são felizes por que são ricos. à "A vida de um homem não consiste na abundância dos bens que tem"- Lc 12.15

Cristo era feliz e não tinha onde reclinar a cabeça - Mt 8.20

O homem espiritual sabe que o dinheiro não pode comprar e nem jamais pode dá:

Verdadeira alegria (Pv 15:16-17)

Espiritualidade genuína (At 8:18-20)

Estabilidade permanente, pois ele mesmo não é permanente (Pv 23:4-5)

A resposta final e o propósito real para viver (Pv 28:22)

O Um paradoxo: Tanto amar o dinheiro quanto desprezá-lo são igualmente negar a fé

à Paulo disse:

 Que o dinheiro mal usado fatalmente faz o crente:

"cair em  tentação e cilada... "

muitas concupiscência insensatas [loucas] e perniciosas [difíceis de se livrar],

as quais afogam os homens na ruína e perdição."

assim não só  destruindo sua vida, naufragando sua fé, mas conduzindo-o a perdição" (I Tm 6:9)

à Por isso, solenemente Paulo adverte:  "o amor ao dinheiro é raiz de todos os males - I Tm 6.10

 Que, aqueles que não dão um valor e uso correto [Bíblico] ao dinheiro, acabarão negando a fé e prejudicando a muita gente, em vez, de ser uma bênção e ajuda para elas. - "Ora, se alguém não tem cuidados seus e especialmente aos da sua própria casa, tem negado a fé e é pior que o incrédulo" - I Tm 5.8

O que ama o dinheiro passa por cima da justiça, de tudo e de todos para conseguí-lo, multiplicá-lo e conservá-lo;

 Muitos caem em penúria, dívidas e às vezes em desonestidade, porque desprezam ou não valorizam o dinheiro ganho com o próprio suor, no sentido de:

Ter cuidado de trabalhar com perseverança e conseguir o necessário para o sustento pessoal;

Ter um gasto racional: Gastar sempre menos do que ganha, para que haja sobras;

        à Uma das condenações do filho pródigo [esbanjador], além de deixar a casa do Pai, foi gastar alem do podia gastar de um modo louco e imprevidente, mais do que podia e devia gastar. (Lc 15:13-14)

Reservar dessas  sobras para ajudar pessoas carentes, (Ef 4:28)

E fazer dentro do possível alguma previdência ou poupança, para os imprevistos e surpresas da vida - Gn 41:34-36

Evitar decididamente quaisquer dívidas, prestações, empréstimos, soltar cheques, uso de cartões de créditos que:

Tenham a menor possibilidade de estourar o orçamento mensal;

Que, através de um imprevisto, tal dívida tenha a possibilidade de não ser honrada

Casos que podem ser classificados como  USO DE MÁ FÉ [desonestidade]:

Fazer qualquer dívida, seja a quem for [crente, descrente, parente, igreja, departamento da igreja, mocidade, senhoras, senhores, encontros de casais, piquiniques, retiros, etc..,

mesmo que se tenha a intenção de pagar,

-  mas que de antemão já se sabe que não vai ter o dinheiro para pagar

ou faz a dívida comprometendo-se a  paga-la em determinado prazo que não pode ser cumprido, mas já faz isso contando com a tolerância e paciência do credor, pelo fato dele ser um parente, amigo,  irmão de fé, ou a igreja;

Ainda, há o engano, de achar porque a dívida é de valor muito pequeno [irrisório] não é má fé e desonestidade deixar de pagá-la, ou fazê-lo  no prazo acertado. à Para Deus é infiel [usou de má fé] o que faz isso em quantias pequenas ou grandes - (Mt 16:10)

E finalmente, alguns já de antemão já se viciaram a viver fazendo dívida para pagar dívida, de modo, que acabam se tornando caloteiros profissionais inveterados, que nem percebem que saíram daquele campo dos que por uma infelicidade caíram em dívidas, para o campo daqueles que de má fé, vivem às custas de sucessivos calotes e negócios enrolados. àPara esses só há uma esperança: UM ARREPENDIMENTO RADICAL, SINCERO E TRANSFORMADOR.

 Para que lidemos com o dinheiro sem amá-lo e ao mesmo tempo usá-lo de modo correto é necessário seguir vários princípios bíblicos simples, mas, vitais, cuja transgressão ou obediência poderão ser avaliados através das perguntas do segundo ponto:

-         I - PRINCÍPIOS BÁSICOS E CONSEQüÊNTES PROMESSAS

-              1O)   DETERMINE QUEM É O SEU SENHOR - Mt 6:24

Se escolher Deus - a riqueza perde a primazia e o brilho, diante da glória resplandecente de Deus.

Se escolher as riquezas ? - revelará incredulidade e que o dinheiro é o seu ídolo, o deus por quem você viverá e comprometerá a sua alma.

     2o)   SIGA A LÓGICA DAS PRIORIDADES DE DEUS - Mt 6:33

O Reino de Deus sempre em primeiro lugar

Aqueles que agradam [priorizam] a Deus, tem a promessa dEle, de lhes dá os desejos certos que no tempo certo serão satisfeitos. (Sl 37:4,5)

Aqueles que se tornam servos obedientes deste Reino, com certeza usufruirão as bênçãos deste reino nesta vida e na porvir (Mt 19:29)

As outras coisas são de prioridade secundário

  à Podemos passar sem coisas, mas, não sem as Pessoas (principalmente Deus e em segundo lugar as pessoas).

-              3o)    ENTENDA O QUE DEUS  VALORIZA - Mt 6:26

Deus valoriza pessoas - Ele amou ao mundo [pessoas] a tal ponto, acima de todas as coisas, que deu pelas pessoas o seu próprio Filho (Jo 3:16)

Coisas devem vir sempre em segundo plano

- Colocar coisas em primeiro plano significa

Egocentrismo - manipulação das pessoas para se obter o que se deseja;

Orgulho - é valorizar tanto a si mesmo que as pessoas passam a ser apenas "meios" manipulados para se atingir os fins egocêntricos ou para se sair de ciladas.

Deus ama pessoas e usa coisas - Por isso, Deus está mais interessado no que nós somos, do que nós temos e fazemos;

Nós, também, devemos amar pessoas [Deus e o próximo] e usar coisas.

Não devemos nunca fazer acepção de pessoas baseado em possessões materiais ou em tirar possível vantagem financeira daquela amizade (Tg 2:1-9);

Paulo avaliou as melhores coisas que este mundo pode oferecer como esterco, quando comparadas as coisas espirituais (Fp 3:8)

-              4o)    DEUS É QUE REALMENTE SUPRE AS NOSSAS NECESSIDADES - Mt. 6:31,32

Deus supre a necessidade de todos - Mt 5:45

Supre especialmente a necessidade do fiéis (Sl 37:25

Não há  nenhuma razão para os fiéis andarem ansiosos - Mt 6:31,32

Todavia os preguiçosos e infiéis devem sempre esperar tempo ruim (Pv 20:4)

-         Passemos agora a uma avaliação da nossa vida financeira, numa confrontação com a Palavra de mediante perguntas que nos ajudaram a ver se estamos sendo fiéis e sábios com nossas finanças ou se estamos sendo infiéis e carnais:

-        

II - AUTO-AVALIAÇÃO DA VIDA FINANCEIRA PELA BÍBLIA

     à
PERGUNTAS PARA QUEM:

Está endividado e não tem como pagar as dívidas;

Está deslizando rapidamente para a inadimplência;

Está equilibrado em suas finanças e que continuar assim.

-              1a)   VOCÊ CUMPRIU A SUA RESPONSABILIDADE ? - TRABALHOU PARA GANHAR DINHEIRO ?- Mt 17:24-27) - Note algumas coisas neste texto:

Deus faz provisão milagrosa para quem estava TRABALHANDO;

Cristo não fará aquilo que é da nossa responsabilidade fazer.

à Antes que Pedro falasse da sua necessidade, Cristo se antecipou a ele, mostrou quem entendia o problema e que tinha uma solução dupla:

Vá trabalhar: "vá ao mar, lance o anzol, tira o primeiro peixe, abrindo-lhe a boca, encontras."(v.27)

Siga fielmente as minhas orientações, embora no momento pareçam esquisitas.

Quando obedecemos fielmente a responsabilidade que ele nos confiou à Ele age sobrenaturalmente em nosso favor;  (Mt  27b)

 Esta era a provisão sobrenatural de Cristo - "abrindo-lhe a boca, encontrarás um estáter,"

 O resultado foi benção para Pedro e para o próprio Cristo - " toma-o e dá-o por mim e por ti."

-        

      2a)   VOCÊ OROU ? à "Nada tendes, porque não Pedis ?- (Tg 4:2)

Você gosta dos cultos de orações ?

Pedidos de oração diante da igreja são uma fonte de poder e de alegria, pois Deus se alegra em glorificar o seu nome;

-                3a)   VOCÊ BUSCOU AJUDA E ORIENTAÇÃO DO CORPO DE CRISTO ? à "- (Cl 3:16; Hb 10:24)

 Você recebe bem as exortações e sugestões dos irmãos ?

à Deus também é glorificado, quando deixamos o corpo de Cristo [irmãos e liderança da igreja] nos ministrar aconselhamento e ajuda dentro dos princípios bíblicos.

Há pessoas que nem oram pedindo ajuda e orientação a Deus e nem aos irmãos, fazendo assim um grande mau a si mesmos e ao corpo de Cristo.

-                   4a)   VOCÊ SABE A DIFERENÇA ENTRE NECESSIDADE E COBIÇA? à "- (Tg 4:3)

"Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para esbanjardes em vossos prazeres."

Lembra-se do filho pródigo? (Lc 15:13-14)

-  OS PRAZERES vieram em primeiro lugar.

-  AS DÍVIDAS vieram por último.

O mundo e até a igreja moderna se tornaram HEDONISTAS [a filosofia do prazer a qualquer custo ou até sem poder pagá-lo]

Outra filosofia do mundo e da igreja moderna é o IMEDIATISMO CARNAL (Total impaciência em esperar o tempo certo para que aconteça ou se possa ter alguma coisa)

       - O imediatismo é condenado em Ec 3:1 -"Tudo tem seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu".

- conseqüências desse imediatismo carnal:

O CRÉDITO FÁCIL passa a ser a tentação irresistível

Ninguém quer mais juntar dinheiro para comprar alguma, tem de ser comprada já, mesmo que o preço triplique, quadruplique e se fique com uma montanha de prestações e juros sobre juros;

empresário impaciente com o crescimento de sua empresa, para vê-la crescer, se afoga em empréstimos e negociatas das quais é quase impossível sair;

 O empregado compromete o seu salário as vezes muitos anos na frente, vivendo em constante aflição e ansiedade, o que com certeza não é a vontade de Deus;

Inicia-se um ciclo vicioso, de fazer dívida para pagar dívida, arrastando a pessoa para baixo num redemoinho de prestações, duplicatas, contas a pagar, cheques e cartões de crédito para cobrir, que o puxam implacavelmente para o fundo do poço da angustia, depressão, medo e às vezes desespero, e em muitos casos de descrentes o pânico e desespero são tão grandes para a alma, que sem forças alguns apelam para o suicídio;

A IMPACIÊNCIA e incapacidade de esperar em Deus cobra juros altíssimos.

Ficam as sérias e importantes lições:

 Muitas coisas que estamos querendo [cobiçando mesmo], não são de fato uma real necessidade para cumprir o meu ministério e bem cuidar da minha família.

  Muitas das dívidas que tiram o sono e a paz de muitos crentes hoje em dia, não existiriam se tivessem feito a diferença em necessidade e cobiça.

 Que em vez de HEDONISMO e IMEDIATISMOS devemos cultivar a PACIÊNCIA em esperar a PROVISÃO DE DEUS.

  Que em vez de se AFUNDAR EM PRESTAÇÕES devemos aprender juntar [poupar] pacientemente para comprar aquilo que precisamos;

-                  5a)   VOCÊ AGIU EGOCENTRICAMENTE ? - SEMEOU PARA A CARNE?

                 à "...ceifará corrupção"- (Gl 6:7,8)

O ter dinheiro no bolso não significa que AQUI e AGORA seja o momento certo para gastá-lo? (Lc 15:13-14)

Comprei porque sei que essa compra foi da vontade de Deus e meus motivos eram para a glória de Deus ?

ou quis mostrar pra pessoas que quando eu quero eu consigo ?

Tudo que não provém de fé, embora seja, honesto e feito da maneira certa, com certeza é pecado (Rm 14:23).

Exemplo 1:  Comprar legalmente uma chácara para descansar com a família em dias de lazer, o que não tem nada de errado em si mesmo, mas que,  eu me conhecendo, já sei que será uma irresistível tentação ficar todo o domingo nela, em vez de vir a igreja adorar e desempenhar meu ministério.

Exemplo 2:  Assumir compromisso ou fazer determinado negócio legalmente, mas que para cumprir terá de forçar a vontade própria  egoísta sobre a família, a igreja, ou outras pessoas que de uma maneira direta ou indireta serão prejudicadas.

-                  6a)   VOCÊ COMPRA A PRAZO?

                 à "...Vós não sabeis o que sucederá amanhã."- (Tg 4:14)

                  - Lições vitais ensinados por Tg 4:13-17 e Mt 4:7

Comprar a prazo ou fazer negócios ou dívidas para um período prolongado futuro a dentro é pelo menos três  coisas:

JACTÂNCIA MALIGNA (v. 16)- Pois está baseada em segurança carnal quanto ao futuro

- Seria o equivalente a atitude do ímpio de gabar-se do amanhã.

PECADO (v. 17) - Se quando os prazos se findarem não houver os recursos disponíveis, com o quais possa quitar o débito ?

TENTAR A DEUS (Mt 4:7) - Pular do pináculo e comprar a prazo sãos iguais!

à Isso é chantagem espiritual. Você compra a prazo, sem levar em conta os riscos, baseando-se em falsa confiança (carnal)  do tipo: 

- Deus quando me ver em apertos e me ouvir gritar por socorro acabará vindo me socorrer, sem se importar muito, como foi que eu me enrosquei  nessa confusão.

-         A conduta esperada do cristão fiel é: Esperar Deus providenciar o recurso para poder comprar a vista e mais barata, ou pelo menos, em condições de pagamento sensatos e a curto prazo.

-                  7a)   VOCÊ É HONESTO COM OS HOMENS? - TEM SIDO FIEL COM O QUE NÃO É SEU?

                 à "...Se não vos tornastes fiéis na aplicação do alheio, quem vos dará o que é vosso?."- (Lc 16:12)

                  - Lições vitais sobre a Fidelidade do crente:

Deus, a igreja e o mundo observam aquele que é fiel no uso daquilo que lhe foi confiado, seja dinheiro,  tempo, talentos e reputação;

à Paulo disse: " pois o que nos preocupa é procedermos honestamente, não só perante o Senhor, como também diante dos homens". (II Co 8:21)

O apostolo João, elogia a Gaio com as  seguintes palavras: " Amado, procedes fielmente naquilo que praticas para com os irmãos... " (III Jo 1:5)

O Egito (símbolo do mundo) ficou impressionado com a fidelidade e honestidade de José e Daniel - daí terem recebido elevados cargos de confiança, além de terem trazido grande glória para o nome de Deus (Gn 41:41-44; Dn 6:3-5,28)

Igualmente o mundo fica escandalizado e o nome de Deus é blasfemado, quando um crente deixa de honrar os seus compromissos (Rm 2:21-24)

O cidadão do céu [o crente] é o único indivíduo que tem a promessa de jamais ser abalado, por que uma das facetas do seu caráter é cumprir a palavra dada mesmo que tenha prejuízo.

- "o que jura com dano próprio e não se retrata... Quem deste modo procede não será jamais abalado.   (Sl 15:4,5)

-                  8a) VOCÊ É HONESTO COM DEUS? - VOCÊ ROUBOU A DEUS?

                 à "Roubará o homem a Deus?... Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais  Trazei todos os dízimos... provai-me nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas dos céus, e não derramar sobre vós bênção sem medida " - (Ml 3:8-10)

                  - Lições vitais sobre o texto de Malaquias:

Que o não é fiel dizimista é ladrão [desonesto, que se apropria indebitamente do que não é dele, no caso, do bem que é de Deus];

Que o crente não dizimista é amaldiçoado mesmo, ou seja, não tem jeito, de evitar que ele se dê mal na sua vida financeira

-  Quem não crer nisso, não crer no que claramente a Bíblia diz: "sois amaldiçoados".

Não adianta usar erradamente a doutrina da graça para anular os princípios da Lei (que é a expressão da santidade de Deus):

O mandamento e o princípio do dízimo e a maldição [castigo] para os transgressores nunca foram suspenso.

Foi praticado antes da lei (Lv 27:30-33);

Reforçado pela Lei (Lv 27:30-33);

Aprovado por Cristo (Mt 23:23; Lc 11:42);

Incluídos nos ensinos do Novo Testamento

         - "Conforme a prosperidade", mas nunca inferior a décima parte,

        -   isto seria viver uma  santidade e justiça abaixo da lei,

        -   e foi exatamente isso que Cristo condenou, uma justiça inferior a dos escribas e fariseus (Mt 5:20; I Co 16:2; Hb 7:2-9)

A maldição da lei, da qual Cristo nos resgatou, foi a condenação eterna - "Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se ele próprio maldição em nosso lugar" (Gl 3:13)

      à o contexto mostra claramente, que trava-se da maldição para a perdição eterna, quando em Gl 3:11 é dito: " pela lei, ninguém é justificado diante de Deus", ou seja, a salvação pela graça, não nos livra dos castigos da lei, quando ela é transgredida.

Logo adiante Paulo adverte aos transgressores da lei: "Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará." (Gl 6:7)

O próprio Cristo disse que não tinha vindo acabar com a lei, mas cumpri-la, ou seja, o crente não é salvo pela lei, porém não está sem lei, pois a lei de Cristo não é menos santa que a Lei de Moisés, na realidade é a mesma Lei vista depois do Calvário:

Há aspectos da lei [cerimonial] que foram cumpridos tipologicamente em Cristo [findando-se a sua validade a partir da vida, mistério e sacrifício vicário de Cristo] e que foram claramente listados no Novo Testamento como não sendo mais da obrigação dos cristão. Por exemplo: os sacrifícios cruentos, os sábados e festas judaicas.

Todavia, aqueles mandamentos que não tinham um caráter tipológico que exigia um cumprimento final no ministério de Cristo, e que foram reafirmados no Novo Testamento, como no caso do dízimo, as conseqüências da sua desobediência serão as mesmas que para os crentes do Velho Testamento, ou seja, maldição para os não dizimistas.

Mt 5:17-20 - "Não penseis que vim revogar a Lei ou os Profetas; não vim para revogar, vim para cumprir. Porque em verdade vos digo: até que o céu e a terra passem, nem um i ou um til jamais passará da Lei, até que tudo se cumpra.  Aquele, pois, que violar um destes mandamentos, posto que dos menores, e assim ensinar aos homens, será considerado mínimo no reino dos céus; aquele, porém, que os observar e ensinar, esse será considerado grande no reino dos céus. Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder em muito a dos escribas e fariseus, jamais entrareis no reino dos céus."

I Co 9:21 -  "Aos sem lei, como se eu mesmo o fosse, não estando sem lei para com Deus, mas debaixo da lei de Cristo, para ganhar os que vivem fora do regime da lei."

 Gl 6:2 - "Levai as cargas uns dos outros e, assim, cumprireis a lei de Cristo."

-         Por isso, o crente não dizimista não deve se admirar, ou estranhar se sua vida financeira é um desastre contínuo;

-                  9a)   VOCÊ PROCUROU E SEGUIU O CONSELHO DOS SEUS PAIS, DO SEU CÔNJUGE, E DOS IRMÃOS ANTES DE COMPRAR?

                 à "Na multidão de conselhos a segurança.. mas o sábio dá ouvidos aos conselhos... Onde não há conselho fracassam os projetos, mas com os muitos conselheiros há bom êxito... na multidão de conselheiros está a vitória. " - (Pv 11:14; 12:15; 15:22; 24:6 )

                  - Lições vitais sobres esses textos:

Este textos podem ser resumidos com o que alguém disse com muita sabedoria: "A obra de Deus feito segundo as regras de Deus nunca faltará o recurso de Deus"

Outra pessoa disse: "Se faltar recurso, dinheiro, verifique se esta obra é realmente de Deus ou se as regras estão sendo violadas.

-                10a)   VOCÊ ESCOLHEU UM ESTILO DE VIDA BASEADO NA SIMPLICIDADE OU NA SOFISTICAÇÃO?

"O SENHOR vela pelos simples" (Sl 116:6) "Mas receio que, assim como a serpente enganou a Eva com a sua astúcia, assim também seja corrompida a vossa mente e se aparte da simplicidade e pureza devidas a Cristo." (II Co 11:3) "Eis que eu vos envio como ovelhas para o meio de lobos; sede, portanto, prudentes como as serpentes e símplices como as pombas." (Mt 10:16)

-                  - Lições vitais sobres esses textos ou razões porque somente a vida baseada em simplicidade é verdadeiramente abençoada:

Deus cuida de modo especial dos simples (Sl 116:6)

Torna-se uma vítima fácil de Satanás, o crente que abandona a vida de simplicidade, (II Co 11:3)

Duas virtudes básicas são necessárias, para a vitoria nas várias áreas da vida cristã em meio a toda sorte de perigos espirituais, especialmente na vida financeira do cristão, para que se torne um enganador e nem seja enganado.  (Veja Mt 10:16):

 SIMPLICIDADE - Sem maldade - Sl 19:7 Mt 10:16.

 PRUDÊNCIA - Qualidade de encarar situações com cuidado e MODERAÇÃO - Pv 16:16 Ef 1:8.

-                11a)   VOCÊ TEM INVESTIDO EM MISSÕES?

 à "O fruto do justo é árvore de vida, e o que ganha almas é sábio... Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra...  mas ajuntai para vós outros tesouros no céu...; Bem-aventurados os mortos que, desde agora, morrem no Senhor... Sim, diz o Espírito, para que descansem das suas fadigas, pois as suas obras os acompanham" - (Pv 11:30; Mt 6:19,20; Ap 14:13)

                  - Lições vitais sobres esses textos:

Há mais sabedoria em juntar almas no céu, do que ouro e prata na terra;

O dinheiro e bens daqueles crentes que evidenciam falta de dependência de  Deus, que só se sentem seguros [carnalmente] quando estão  investindo em coisas da terra, com certeza verão seu investimento acabar em nada, porém os bens investidos nas coisas de Deus terão duração eterna;

Muitas almas crentes sairão deste mundo de mãos vazias, quase nada as acompanha, hão de chorar sua falta de compromisso e de amor para com as coisas de Deus, hão de chorar pelo tempo e os recursos mau investidos e lamentarão envergonhados pelo fato de não terem nenhum galardão  a receber. (I Co 3:12-15)

Ganhar almas é uma das muitas evidencias que comprovam a salvação de um crente. O verdadeiro salvo não pode se calar, pois o amor de Cristo o constrange a falar e o comove a promover, inclusive através de seus recursos, as glorias de Cristo e de seu evangelho - (II Co 5:14-15; At 20:23,24; Rm 9:1-3; II Tm 2:9,20)

Muitos de fato, hão de chorar tardiamente a sua falta de conversão, comprovada pelo seu HEDONISMO de só se preocupar com as coisas terrenas. (Hb 12:17; Fp 3:18, 19)

A mentalidade do verdadeiro crente é voltada para as coisas do céu - Mesmo quando está a ganhar dinheiro, está a pensar como pode investi-lo de modo prudente nas coisas daquele Reino Eterno. (Cl 3:1-4)

Muitos crentes sem muita visão espiritual não percebem porque trabalham muito, ganham muito, mas parece que colocam este dinheiro em um saco furado, tudo acaba em nada e muitas vezes em muitas dívidas. à Eles não aprenderam ainda a lição de Ageu 1:6-11

"Tendes semeado muito e recolhido pouco... o que recebe salário, recebe-o para pô-lo num saquitel furado. Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Considerai o vosso passado...  Esperastes o muito, e eis que veio a ser pouco, e esse pouco, quando o trouxestes para casa, eu com um assopro o dissipei. Por quê? --diz o SENHOR dos Exércitos; por causa da minha casa, que permanece em ruínas, ao passo que cada um de vós corre por causa de sua própria casa"

-         12a)   VOCÊ PLANEJA BEM AS SUAS DESPESAS?

          - Faz séria pesquisa de preço ? Avalia os custos ?

 à " ...sede, portanto, prudentes como as serpentes... Pois qual de vós, pretendendo construir uma torre, não se assenta primeiro para calcular a despesa e verificar se tem os meios para a concluir?   Para não suceder que, tendo lançado os alicerces e não a podendo acabar, todos os que a virem zombem dele, dizendo: Este homem começou a construir e não pôde acabar...  Quanto melhor é adquirir a sabedoria do que o ouro! E mais excelente, adquirir a prudência do que a prata! ... no qual [Cristo] temos ... a riqueza da sua graça, ...em toda a sabedoria e prudência,      " - (Mt 10:16; Pv 16:16; Ef 1:7,8)

-                           - Lições vitais sobres esses textos:

-         A prudência no crente é uma das bênçãos da riqueza da graça de Cristo, que o faz encarar todas as situações da vida sem precipitação ou ansiedade, porém com cuidado, avaliação e  MODERAÇÃO. Evita se comprometer levianamente e desavisadamente.

Em se tratando de finanças toda prudência e cuidados são poucos. A carnalidade e a ambição cega de agir precipitadamente sem avaliar preços e custos nas compras e compromissos financeiros tem custado muitíssimo caro a muitos cristãos pouco espirituais, que acabam em situações de penúria,  zombaria e escárnio da parte dos próprios ímpios;

A vida financeira mau administrada acabará em escravidão para o mau gestor. A lei mosaica mostra que Israel estava cheio de casos de pessoas que imprudentemente caiam em dívidas e se tornavam escravos dos seus credores.

à   A própria criação do Ano Jubileu visava aliviar a escravidão de muitas pessoas que  cairão em dívidas as quais não podiam saldar, ao ponto que tinham de se vender a si mesmos e a esposa e os próprios filhos aos seus credores até saldar a dívida. (Lv 25:39-41,48)

-                 13a)   CRISTO É SUFICIENTE PARA VOCÊ? VOCÊ É CONTENTE EM QUALQUER SITUAÇÃO?

                 - Ou você sofre do câncer da sórdida ganância?

                 - Ou você está sendo aniquilado pela AIDS da soberba da vida [tanto tenha, tanto valha nada tenha nada valha] ?

                 - Que é mais importante para você SER ou TER

 à " é necessário que sejam... não cobiçosos de sórdida ganância... Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação ...portanto nele habita corporalmente toda a plenitude da Divindade....Também nele estais aperfeiçoados... Visto como, pelo seu [de Cristo] divino poder, nos têm sido doadas todas as cousas que conduzem à vida e à piedade, pelo conhecimento completo daquele que nos chamou para a sua própria glória e virtude " - (I Tm 3:8; Fp 4:11; Cl. 2:9-10a; II Pe 1:3)

-                           - Lições vitais sobres esses textos:

-         A infeliz e trágica atitude do personagem de Walt Disney chamado Tio Patinhas, é a atitude condenada na Bíblia como "sórdida ganância" [fazer do alvo da vida inteira juntar dinheiro, mesmo que tenha de sacrificar os mais elevados valores espirituais, familiares e até morais]

-  O Tio Patinhas é um infeliz-miserável, que quanto mais ajunta dinheiro mais se sente pobre, de fato ele é um eternamente pobre, pois sempre achará insuficiente o que conseguiu juntar. Essa é a desesperadora realidade de grande multidão neste mundo.

Em todas as circunstâncias, problemas, necessidade, dificuldades da vida, temos em Cristo todos os recursos que precisamos para agradar a Deus e sermos vitoriosos

Todo verdadeiro cristão, encontra em Cristo e   suas provisões plena suficiência para as suas necessidades . Não existe tal coisa como um cristão, incompleto ou deficiente. No momento da Salvação, cada cristão recebe tudo quanto precisa; Ele só precisa crescer e amadurecer, mas nenhum dos recursos necessários falta. O poder Divino do nosso Salvador já nos outorgou tudo relacionado a vida e as piedade

O QUE TEMOS EM CRISTO - POR SUA OBRA COMPLETA NO CALVÁRIO.

Salvação perfeita e completa. Ele disse: “Está consumado” - Jo 19:30; Hb. 7:25)

NELE somos abençoados como toda sorte de bênção. Ef. 1:3

Tudo nos é concedido através do verdadeiros conhecimento de Cristo - II Pe. 1:3

Através de uma única oferta Ele nos aperfeiçoou para sempre. Hb. 10:14

NELE temos sabedoria, justiça e santificação e redenção (I Cor. 1:30)

Somos perfeitos em Cristo. Cl. 2:10

A graça de Jesus é suficiente para cada situação (II Cor. 12:9)

NELE tudo podemos. Fl. 4.13

Em Deus temos tudo - 2 Co. 9:8

Cada crente está em Cristo - 2 Co. 5:17

Cristo está no Crente - 1 Co. 6:19

O crente é santuário do Esp. Santo - Jo 1:16

Cristo é Todo-Suficiente - 2 Co. 11:3

A confiança no conselho dos homens sempre terminará em fracasso

A INVEJA DA PROSPERIDADE DO ÍMPIO tem feito muitos crentes se desviarem e viverem buscando valorização pessoal e status social através da busca desenfreada de bens materiais, caindo igualmente na mesma situação de todos os ímpios, uma sensação constante de insegurança, medo, ansiedade, amargura e continua insatisfação (Sl 73).

à   O salmista quase se desviava por causa dessa inveja, até que se arrependeu e passou a descansar na suficiência de Deus. Ele testemunhou: "Quanto a mim, porém quase me resvalaram os pés, pouco faltou para que se desviassem os meus passos. Pois eu invejava... a prosperidade dos perversos... até que entrei no santuário de Deus e atinei com o fim deles. Tu certamente os pões em lugares escorregadios, e os fazes cair em destruição... eu estava embrutecido e ignorante... Todavia, estou sempre contigo, tu me seguras pela minha mão direita. Tu me guias com o teu conselho, e depois [Tu]me recebes na glória. Quem mais tenho eu no céu? Não há outro em que eu me compraza na terra. Ainda que a minha carne e o meu coração desfaleçam, Deus é a fortaleza do meu coração e a minha herança para sempre".(Sl 73:2,3,17,23-26)

Para Cristo é mais importante para o homem SER  seu discípulo, do que TER muitos bens. Por isso disse: "Assim aquele que dentre vós não renuncia a tudo quanto tem não pode ser meu discípulo " (Lc 14:33). Portanto, ser discípulo de Cristo vale mais que todos os bens deste mundo.

-                 14a)   VOCÊ É HONESTO EM SEUS NEGÓCIOS ?

                 - Ou você para levar vantagem usa de engano?

 à "Balança enganosa é abominação para o SENHOR, mas o peso justo é o seu prazer... Tortuoso é o caminho do homem carregado de culpa, mas reto, o proceder do honesto... Como a perdiz que choca ovos que não pôs, assim é aquele que ajunta riquezas, mas não retamente; no meio de seus dias, as deixará e no seu fim será insensato... pois o que nos preocupa é procedermos honestamente, não só perante o Senhor, como também diante dos homens... a exercer ocupações honestas para suprir as suas necessidades} para não se tornarem infrutíferos... ao observar o vosso honesto comportamento cheio de temor" - (Pv 11:1; 21:8; II Co 8:21; Tt 3:14; I Pe 3:2; Jr 17:11)

-                           - Lições vitais sobres esses textos:

Uma abominação para Deus, é uma coisa contrária a sua natureza santa, algo profundamente detestável, que de forma nenhuma ele pode abençoar. Assim são os negócios com usam de má fé, engano, ou que de alguma forma prejudicam o próximo;

Deus condena toda espécie de corrupção, suborno, extorsão, opressão e engano para usufruir vantagens financeiras. Deus considera este tipo de coisa como  esquecer-se ou desviar-se dele. Quem faz isso está desviado de Deus.

- Exemplos deste tipo de coisa: Passar cheques sem provisão de fundos, Sonegação de imposto, propina para subornar guarda de transito ou outras autoridades, mentir para evitar multas ou responsabilidade financeira, sonegação de direitos trabalhistas, falsificar informações curriculares sobre si mesmo ou por outros para obtenção de emprego,  etc.

- "No meio de ti, aceitam subornos para se derramar sangue; usura e lucros tomaste, extorquindo-o; exploraste o teu próximo com extorsão; mas de mim te esqueceste, diz o SENHOR Deus." (Ez 22:12

-  Eis que o salário dos trabalhadores que ceifaram os vossos campos e que por vós foi retido com fraude está clamando; e os clamores dos ceifeiros penetraram até aos ouvidos do Senhor dos Exércitos.

15a)   VOCÊ É UM BOM MORDOMO CRISTÃO ?

Deus é realmente o dono de tudo que você tem?

Deus é realmente o dono do seu negócio ?

Você entregou, de verdade, todos os seus direitos a Deus ficando assim despreocupado ?

 à " Agora, pois, se diligentemente ouvirdes a minha voz e guardardes a minha aliança, então, sereis a minha propriedade peculiar dentre todos os povos; porque toda a terra é minha...  O homem não pode receber coisa alguma se do céu não lhe for dada... Toda boa dádiva e todo dom perfeito são lá do alto, descendo do Pai das luzes" - (Ex 19:5; Jo 3:27; Tg 1:17)

-                           - Lições vitais sobres esses textos:

Certo pastor baseando-se nos princípio bíblicos de mordomia cristã escreveu: "Se tudo vem do Senhor (veja João 3:27 e Tiago 1:17) e pertence a Ele, então não só o que damos, mas também o que guardamos e gastamos é dEle. É errado pensar que quando damos uma parte de nosso dinheiro ao Senhor, o restante pertence a nós.  Tudo pertence a Ele. Na verdade, Ele simplesmente nos permite usar o restante para o nosso sustento." (Lourenço E.k)

A vida de insatisfação tem uma causa: Não querer ouvir ao Senhor, tendo como resultado certo acabar gastando o dinheiro de modo errado ou anti-bíblico. E se há desobediência ao Senhor não importa no que ou aonde seja você invista seu dinheiro, você sempre acabará insatisfeito e frustrados. - Escute o Deus diz em Is 55:2-3:

     à "Por que gastais o dinheiro naquilo que não é pão, e o vosso suor, naquilo que não satisfaz? Ouvi-me atentamente, comei o que é bom e vos deleitareis com finos manjares. Inclinai os ouvidos e vinde a mim; ouvi, e a vossa alma viverá;"


-         x CONCLUSÃO: Aqui iremos dar alguns conselhos e dicas de natureza prática e recapitular todos os princípios já dados.

-         DICAS PARA POR EM PRÁTICAS OS PRINCÍPIOS BÍBLICOS QUE O AJUDARÃO A SAIR DO BURACO DAS DÍVIDAS

à Estes, mandamentos que enumero a seguir foram são uma adaptação com acréscimos  da página 75 do livro "COMO NEGOCIAR DÍVIDAS com bancos, financeiras,  cartões de crédito, agiotas, fornecedores, pessoais. O autor do livro é Emanuel Gonçalves da Silva, e embora seja  consultor financeiro, especialistas em negociação de dívidas, com larga experiência, , ele não é crente, por isso tive de fazer várias adaptações do que ele escreveu a realidade bíblica. 

"OS DEZ MANDAMENTOS DO DEVEDOR"

1O)
   Procurar não dever nunca a ninguém, exceto a Deus, cuja dívida é absolutamente impagável, e o amor com que devemos amar ao nosso próximo;

                    -   "A ninguém fiqueis devendo coisa alguma, exceto o amor com que vos ameis uns aos outro... "( Rm 13:8)

-         2o)    Evitar a todo custo, contrair mais dívidas para pagar outras dívidas;

3o)    Não aceitar propostas de credores fora de suas reais possibilidades de pagamento;

4o)    Procurar não dever a amigos, irmãos, parentes, familiares em geral e principalmente a sua mulher (se você não vier a cumprir sua palavra começará a perder o respeito diante dela)

5o)    Não formalizar acordos de dívidas com cheques pré-datados (se você não tiver dinheiro no dia... sua conta vai encerrar e seu nome vai ficar sujo no mercado)

6o)    Não dever a agiotas (Eles emprestam dinheiro a juros tão altos que quem os procura está querendo se enterrar)

7o)    Não fique apavorado e nem aja precipitadamente por causas de ameaças de protestos, SPC, execuções, etc.. (Só negocie um plano de pagamento racional, ou seja, um plano que seja possível ser honrado)

8o)    Não se deixe envolver por gerentes de bancos: eles só lhe agradam quando você tem dinheiro;

-         9o)    Se sua situação está preta, não fique desesperado.

SE tiver agido de modo culposo ao contrair estas contas, em sincero arrependimento confesse seus pecados;

Comprometa-se a voltar a agir biblicamente;

Volte a entregar todos os seus bens e diretos a Deus;

Procure aconselhamentos de pessoas espiritualmente sábias da igreja.

Juntamente com seus conselheiros cristãos tente esboçar um plano em que possa pagar de maneira realista os seus débitos;

Não seja preguiçoso nem relaxado, trabalhe! Trabalhe! e o resto deixe com Deus.

          10o)    Dê satisfação as pessoas que você deve, garantindo honestamente que está fazendo tudo a seu alcance para pagar seus débitos;

-         CONSELHOS PRÁTICOS PARA EVITAR CAIR EM  DÍVIDAS

- Aqui aproveitei sugestões do livro: "O manual do conselheiro Cristão" do Pr. Jay Adms, pg. 406 (também fiz adaptações)

1o)   Procure conhecer o seu PERFIL FINANCEIRO

       à Faça em um caderno comum um espécie de caixa ou orçamento onde você mensalmente registra todas as receitas e despesas do mês. POR EXEMPLO:

-                RECEITAS ou ENTRADAS

             Salário mensal (quanto você leva para casa......R$  0,00

             Renda mensal adicional.(Bicos).........................R$   0,00

                      TOTAL DAS RECEITAS............................R$   0,00

-                      Dinheiro em conta corrente . . . . . . . . . . . . . . .  .R$  0,00

             Dinheiro em poupança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .R$  0,00

                       TOTAL DAS RECEITAS Em Bancos........R$   0,00

-        

       DESPESAS ou SAÍDAS

             Dívidas maiores aliste-as primeiro...................... R$  0,00

             Aliste em seguida obrigações regulares ou certas:

                  Igreja............................................................... R$  0,00

                  Seguros . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . R$  0,00

                   Colégio dos filhos ou próprio  . . . . . . . . . . . . R$  0,00

                   Gás, eletricidade, água e esgoto  . . . . . . . . . R$  0,00

                   Telefone . . . . . . . . . . . . .  . . . . . . . . . . . . . . . R$  0,00

                   Alimentos e itens domésticos . . . . . . . . . . . . .R$  0,00

                   Recreação da família . . . . . . . . . . .  . . . . . . . R$  0,00

                   Médico, dentista, medicamentos .  .. . . . . . . . R$  0,00

                   Vestuário . . . . . . . . . . . . . .  . . . . . . . . . . . . . .R$  0,00

                   Manutenção do automóvel  . . . . . . . . . . . . . . R$  0,00                   

                   Pagamento ou aluguel da casa. . . . . . . . . . . .R$  0,00

                   Despesas eventuais ou imprevistas  . . . . . . . R$  0,00

                   Outros . . . . . . . . . . . . .  . . . . . . . . . . . . . . . .  .R$  0,00

                           TOTAL DAS DESPESAS  .......................R$   0,00

-          PERGUNTAS A FAZER QUANDO SE PREPARA UM ORÇAMENTO - E O AJUDARÃO A SER UMA PESSOA ECONÔMICA

Posso passar sem estas coisas? (filé mignon, telefone celular, dois carros, etc.);

Preciso usar tanto ?(pasta de dentes, detergente)

Posso usar um produto mais barato, quando a qualidade não é essencial? (papel de embrulho, etc..)

Há outro modo de fazê-lo ? (costurar, ao invés de comprar vestidos feitos.)

Posso suspender tal prática por algum tempo? (diversões, jornais, internet)

-         RECAPITULAÇÃO TODOS OS PRINCÍPIOS JÁ DADOS

1O)   DETERMINE QUEM É O SEU SENHOR -
Mt 6:24

2o)   SIGA A LÓGICA DAS PRIORIDADES DE DEUS -
Mt 6:33

3o)    ENTENDA O QUE DEUS  VALORIZA - Mt 6:26

4o)    MANTENHA-SE CONSCIENTE DE DEUS É QUE REALMENTE SUPRE AS NOSSAS NECESSIDADES - Mt. 6:31,32

5a)   CUMPRA A SUA RESPONSABILIDADE. - TRABALHE PARA GANHAR DINHEIRO - Mt 17:24-27

6a)   ORE, ORE, E ORE à "Nada tendes, porque não Pedis ?- (Tg 4:2)

7a)   BUSQUE AJUDA E ORIENTAÇÃO DO CORPO DE CRISTO

8a)   SAIBA FAZER  DIFERENÇA ENTRE NECESSIDADE E COBIÇA
(Tg 4:3)

9O)  FUJA DO IMEDIATISMO QUE O ARRASTA PARA O CREDIÁRIO E PARA AS O PRESTAÇÕES - APRENDA A JUNTAR DINHEIRO  - Ec 3:1

10a)   NÃO AJA AGIU EGOCENTRICAMENTE, - NÃO SEMEI PARA A CARNE?

                 à "...ceifará corrupção"- (Gl 6:7,8)

11a)   FAÇO TUDO PARA EVITAR  COMPRAS A PRAZO?

                 à "...Vós não sabeis o que sucederá amanhã."- (Tg 4:14)

12a)   SEJA SEMPRE HONESTO COM OS HOMENS? - SEJA FIEL COM O QUE NÃO É SEU? à "...Se não vos tornastes fiéis na aplicação do alheio, quem vos dará o que é vosso?."- (Lc 16:12)

13a) SEJA SEMPRE HONESTO COM DEUS?? - NÃO ROUBE A DEUS?

                 à "Roubará o homem a Deus?... Com maldição sois amaldiçoados,

14a)   PROCURE E SIGA O CONSELHO DOS SEUS PAIS, DO SEU CÔNJUGE, E DOS IRMÃOS ANTES DE COMPRAR?

15a)  DECIDA-SE POR UM ESTILO DE VIDA BASEADO NA SIMPLICIDADE E NÃO SOFISTICAÇÃO?

16a)   INVISTA ABUNDANTEMENTE EM MISSÕES?

17a) PLANEJE BEM AS SUAS DESPESAS. Faça séria pesquisa de preço. Avalie antes os custos.  à " ...sede, portanto, prudentes como as serpentes..."

18a)   SEJA CONSCIENTE DA BENDITA REALIDADE DE CRISTO É SUFICIENTE PARA VOCÊ - SEJA CONTENTE EM QUALQUER SITUAÇÃO - Evite o câncer da sórdida ganância.  - Valorize mais o SER do que o  TER

19a)   NÃO TENTE LEVAR VANTAGEM  EM SEUS NEGÓCIOS


20a)   SEJA  UM BOM MORDOMO CRISTÃO ?

Faça de Deus o dono de tudo que você tem.

Faça de Deus realmente o dono do seu negócio

Entregue, de verdade, todos os seus direitos a Deus ficando assim despreocupado.


Pr. José Laérton - Fone: (085) 292-6204
Igreja Batista Regular Emanuel - [Fortaleza-Ce)

 

(retorne à PÁGINA ÍNDICE de SolaScripturaTT / VidaDosCrentes / ComRiquezas )