PORQUE EU NÃO DEVO DAR O DÍZIMO

Antonio Carlos Barro



"Quem primeiro me deu, para que eu haja de retribuir-lhe? Tudo o que está debaixo do céu é meu" (Jó 41:11).

Porque o trabalho que a minha igreja está desenvolvendo não é bom.

Porque eu não creio que os missionários precisam mesmo de ajuda. Acho que eles estão mais é passeando e tendo uma boa vida. Eles não sabem o que é sacrifício e assim, não dando o dízimo, eles não vão receber sustento.

Porque eu acho que nós não precisamos gastar nada com evangelização. Esse negócio de trazer mais gente para a igreja só perturba a nossa paz.

Porque eu não gosto de misturar religião com dinheiro. Deus não precisa de dinheiro e o que importa mesmo é que eu venha a igreja e cante louvores a ele.

Porque os dias estão difíceis e eu ganho o suficiente ou nem o suficiente para viver. Assim sendo, eu deixo para aqueles que têm mais do que eu assumirem esse compromisso.

Porque eu ganho até bem, mas se der o dízimo vai começar a me fazer falta e pode ser que, no futuro, eu venha a quebrar financeiramente.

Porque as igrejas são todas iguais e a única coisa que elas querem é o dinheiro do povo, mas eu sou muito esperto para cair nessa lorota.

Porque eu estou economizando para comprar ou trocar alguma coisa para minha família.

Porque eu não gosto da maneira como a igreja está sendo administrada.

Finalmente, porque eu não creio que Deus é forte o suficiente para suprir as minhas necessidades. Eu tenho que cuidar de mim mesmo se quiser ter um futuro melhor do que o meu presente.

Se você persistir em não ser fiel a Deus no pouco, muito provavelmente você jamais experimentará o poder de Deus no muito.

Orar: "Pai querido, ser dizimista é uma bênção, e não uma maldição. Peço perdão pela falta de temor com a qual muitas vezes me posiciono em relação ao dízimo."






(retorne à página ÍNDICE de www.solascriptura-tt.org/VidaDosCrentes/ComRiquezas/)