NORMAS BÍBLICAS SOBRE VESTUÁRIO

(título original: BIBLE GUIDELINES ABOUT CLOTHING)




 

D.W. Cloud: O artigo que se segue, de autoria do falecido Dr. Bruce Lackey, é hoje como um grito no deserto [quase ninguém o ouve]. Houve um tempo, apenas poucos anos atrás, quando uma mensagem como esta era ouvida de púlpitos fundamentalistas através de toda região. Não faz muito tempo. Muito freqüentemente, o padrão de modelos para vestidos tem se tornado uma extravagância, um embaraço. As pressões do feminismo do século XX são espantosas e têm afetado mesmo as melhores igrejas. Muitos pregadores têm decidido deixar as mulheres se vestirem do jeito que elas querem. Se elas querem vestir calças compridas, isto é problema delas. Se elas querem usar shorts, isto é problema delas. Se elas querem ir meio despidas para a praia ou para a piscina, isto é problema delas. Se a mulher quer cortar seu cabelo como um homem, isto é problema dela. Ainda assim ela também é permitida ensinar numa classe da Escola Dominical e cantar no coral.

O padrão moral para crentes não é um assunto que é para ser deixado [para ser falado apenas] pelos crentes "comuns" e em suas casas [longe das igrejas]. É uma obrigação do pregador expor estas coisas. Deus não tem dado padrões claros? Nós sabemos que santidade é uma questão de coração, mas não é também uma questão do corpo? Cada homem sabe que é. Que homem tem jamais cobiçado pelo coração de uma mulher! Como, então, podemos nós ignorar esta parte das Escrituras e recusar pregá-la corajosamente e descompromissadamente? Isto é o que o neoevangélico faz. Ele tem determinado que há algumas coisas que ele não pregará. Separação é uma delas. Mas a Bíblia fala tanto sobre separação moral quanto sobre separação eclesiástica. Os fundamentalistas fiéis não podem ignorar [nenhuma dessas duas coisas].

Deixemos que as pessoas nos chamem de fora de moda e de estranhos. Deixemos que as pessoas fiquem com raiva de nós, se elas quiserem. Deixemos que elas saíam [mo meio] do culto [quando pregamos a verdade] e se mudem para uma igreja abaixo na rua, se elas quiserem. Deixemos que elas nos chamem de legalistas. Vamos encarar [os fatos]. Isto é o que os Batistas Fundamentalistas têm sempre sido chamados. Eu estou me lembrando daquilo que os amigos de Jeú disseram do profeta que o ungiu rei sobre Israel. Ele chamaram o profeta de "este louco"  (2Reis 9:11). Crentes bíblicos fundamentalistas têm sempre sido considerados "pessoas loucas" pelo resto do mundo. Se o crente contemporizador com o mundo, hoje, não mais pensa que nós somos estranhos, então nós estamos fazendo alguma coisa errada!

Vamos fazer uma clara diferença entre nós mesmos e o mundo. Postemo-nos firmemente nas velhas linhas de conduta. Aqueles que estão deixando os elevados e simples padrões de santidade no vestir e estão se movendo mais perto e mais perto da moda do mundo devem se lembrar que o mundo está se afastando mais e mais da Palavra de Deus.


Eu lhe recomendo a excelente mensagem que se segue.

 

********************************** AQUI TERMINA CLOUD E COMEÇA LACKEY ********************************



 
A coisa que eu quero lhes falar esta noite é sobre vestuário cristão. O que queremos dizer quando falamos "vestuário cristão"? É este um artigo particular? Não, nós não podemos levantar aqui, esta noite, uma roupa em particular ou um vestido em particular e dizer: "Isto [e só isso] é vestuário de crente". Em vez disso, há cinco perguntas que precisamos fazer a vocês para responder à pergunta: "Que tipo de vestimenta devo eu usar?" Há cinco perguntas e eu irei defendê-las pela Palavra de Deus.


Eu espero que vocês coloquem isto em suas cabeças, porque vocês irão encarar isto [este problema de discernir o que é vestuário cristão e o que não o é] por toda a vida de vocês. A moda muda e novas coisas serão trazidas todo o tempo. Não há nenhuma utilidade em eu compor uma lista do que é bom e do que não é, porque isto mudaria no próximo ano. Assim, estes cinco princípios da Palavra de Deus ajudarão vocês a decidir cada simples item, se isto é certo ou errado para vestir, seja você um homem ou uma mulher, um adulto ou jovem ou criança.




 

1) Isto é usado pelo sexo oposto?

 
A primeira pergunta é esta: Isto é usado pelo sexo oposto? Volte para Deuteronômio 22:5 para começarmos. Aqui está nosso primeiro princípio. Quando eu estou tentando decidir se eu devo ou não vestir uma certa coisa, minha primeira pergunta é: "Este item é usado pelo sexo oposto?" Em outras palavras: Eu, como um homem, não devo vestir nada que uma mulher vestiria. E uma mulher não deveria vestir nada que um homem vestiria.

“Não haverá traje de homem na mulher, e nem vestirá o homem roupa de mulher; porque, qualquer que faz isto, abominação é ao SENHOR teu Deus.” (Dt 22:5 ACF)


 Eu estou bem ciente de como que as pessoas ficam indignadas por se usar este versículo porque é do Velho Testamento. E, muitas vezes, as pessoas dizem que nós não podemos usar versículos sem que usemos o capítulo inteiro. Por exemplo, nós não quereríamos usar o versículo nove: muitas pessoas violam este versículo [9] plantando dois ou três tipos diferentes de sementes no mesmo pedaço de terra. Similarmente, nós todos temos violado o versículo onze sobre usar vestimenta com tipos diferentes de tecido. Quase todas as coisas que usamos são feitas de um tecido de composto de diferentes tipos de fibras. Então, como podemos escolher [para obedecer] o versículo cinco e não escolher [para obedecer] o versículo nove ou o versículo onze?

Aqui está o princípio que muita gente não sabe. Todo mundo sabe que a Bíblia diz que nós devemos dividi-la corretamente, mas as pessoas certamente discordam sobre como dividi-la corretamente. Na maior parte do tempo eles terminam fazendo isto: Você escolhe [para obedecer] o que você gosta e rejeita o que você não gosta. Mas isto não é dividir corretamente as Escrituras.

 Eis aqui o princípio para honesta, corretamente dividir a Palavra da Verdade: Qualquer princípio encontrado no Velho Testamento que é repetido no Novo Testamento é para nós, hoje. Deixe-me provar isto para você. Marque [onde você está] em Deuteronômio e vá até 1 Coríntios 10. Em 1 Coríntios 10 nós temos um livro escrito por alguém [inspirado, Paulo] pregava a graça [de Deus e não a Lei]. Ninguém pode negar que o apóstolo Paulo foi um pregador da graça [de Deus]. Ele pregou que nós não estamos sob a lei mas sob a graça,  e escreveu sobre isto vezes e vezes. Sem dúvida ele é um pregador do Novo Testamento. Mas eu quero que você perceba que em todo este capítulo de 1 Coríntios 10, ele constantemente usa a Escritura do Velho Testamento para provar alguma coisa. Olhe os versículos um e dois: "Ora, irmãos, não quero que ignoreis que nossos pais estiveram todos debaixo da nuvem, e todos passaram pelo mar. E todos foram batizados em Moisés, na nuvem e no mar." Isto foi tirado de Êxodo 13 e 14, na qual passagem nós lemos sobre a nuvem e sobre o Mar Vermelho se abrindo, e como eles atravessaram [o mar pisando] sobre terra seca, que foi similar a ser batizado. Eles foram cobertos com a água, mesmo embora nenhuma gota dela os tocou. Paulo está se referindo ao Velho Testamento. Observem o versículo três: "E todos comeram de uma mesma comida espiritual." Este se refere a Êxodo 16, quando Deus deu o maná dos céus. Isto foi chamado de comida espiritual. O versículo quatro: "E beberam todos de uma mesma bebida espiritual, porque bebiam da pedra espiritual que os seguia; e a pedra era Cristo." Isto se refere a Êxodo 17, quando Moisés tomou sua vara e bateu na rocha, e Deus fez jorrar água desta dura rocha.

Note que ele está se referindo a muitos incidentes do Velho Testamento. O versículo cinco [diz]: "Mas Deus não se agradou da maior parte deles, por isso foram prostrados no deserto." Este está se referindo a Números 13 e 14. Eles se recusam a ir para a terra de Israel e herdá-la, e eles disseram: "Não poderemos subir contra aquele povo..." e então o Senhor os destruiu no deserto. Muitos deles morreram.

Agora, olhem para o versículo seis: "E estas coisas foram feitas em figura, para que não cobicemos as coisas más, como eles cobiçaram." Vejam. Não é errado usar o Velho Testamento para ensinar aos crentes do Novo Testamento a fazer alguma coisa certa. Paulo fez isto.

Continuemos. Versículo sete: "Não vos façais, pois, idólatras, como alguns deles, conforme está escrito:O povo assentou-se a comer e a beber, e levantou-se para folgar." Aqui ele se refere a Êxodo 22:6. O apóstolo diz: "Não vos façais como estes." Versículo oito [de 1Co 10]: "E não nos prostituamos, como alguns deles fizeram; e caíram num dia vinte e três mil." Isto está falando de Números 25. Versículo nove [de 1Co 10]: "E não tentemos a Cristo, como alguns deles também tentaram, e pereceram pelas serpentes." Isto está falando de Êxodo 17. Você se lembra da serpente de bronze sendo erguida no meio do campo, e assim por diante.


Olhe o versículo dez [de 1Co 10]: "E não murmureis, como também alguns deles murmuraram, e pereceram pelo destruidor." Isto é encontrado em Êxodo 15, 16 e 17, entre muitos outros lugares; eles murmuraram muitas vezes.

Agora, olhem o versículo onze [de 1Co 10]: "Ora, tudo isto lhes sobreveio como figuras, e estão escritas para aviso nosso, para quem são chegados os fins dos séculos." Duas vezes neste capítulo, no versículo seis e no versículo onze, ele nos diz, sem nenhuma dúvida, que aqueles escritos do Velho Testamento foram para nós, hoje. É uma louca e falsa oposição quando alguém diz que nós não podemos usar o Velho Testamento para nós, hoje. Aqui, ele muito claramente delineia versículo após versículo, experiência após experiência no Velho Testamento, para provar algo que os crentes devem fazer, agora mesmo. E isto não é o fim. No restante do capítulo ele faz isto de novo e de novo.

Nós podemos nos reger pelo Velho Testamento. Qual é nossa regra? Qualquer princípio do Velho Testamento [que é também] repetido no Novo Testamento é [aplicável] para nós, hoje. Agora, você jamais encontraria um versículo no Novo Testamento que diga: "guarde o dia do sábado." Eis a razão porque nós não fazemos isto. Você não encontraria nenhum versículo que diga que nós devemos matar um animal e ter o sacrifício do sangue. Eis a razão porque não fazemos isto. Mas qualquer coisa ordenada no Velho Testamento e repetida no Novo Testamento é [aplicável] para nós, hoje.

 Tendo examinado todo o capítulo de 1Coríntios 10 para estabelecer princípios, nós, agora, vamos ao capítulo 11 onde ele se refere a este assunto da aparência do homem e da mulher. Especificamente, ele fala sobre cabelo, mas muito, claramente, em 1Coríntitos 11 o apóstolo diz que o homem e a mulher devem ter aparências diferentes. Note os versículos quatro e cinco: "Todo homem que ora ou profetiza, tendo a cabeça coberta, desonra a sua própria cabeça. Mas toda mulher que ora ou profetiza com a cabeça descoberta, desonra a sua própria cabeça, porque é como se estivesse rapada."

Você vê o que ele está dizendo? Tem que haver uma diferença entre homem e mulher quando eles oram e profetizam. Tem que haver uma diferença. Este é o mesmo princípio que vimos atrás em Deuteronômio 22:5: "Não haverá traje de homem na mulher, e nem vestirá o homem roupa de mulher..." É a mesma idéia.

Paulo continua a falar sobre o comprimento do cabelo. Note os versículos quatorze e quinze: "Ou não vos ensina a mesma natureza que é desonra para o homem ter cabelo crescido? Mas ter a mulher cabelo crescido lhe é honroso, porque o cabelo lhe foi dado em lugar de véu." Novamente, ele destaca o princípio de que a aparência de homens e de mulheres é para ser diferente. Conseqüentemente, temos o mesmo princípio em Deuteronômio 22:5 repetido exatamente aqui no Novo Testamento.

Deixe-me compartilhar com vocês algo que é muito interessante. Eu tenho em minha biblioteca um livro chamado "O Tesouro de Conhecimento das Escrituras" (The Treasury of Scripture Knowledge). É um dos livros mais úteis que eu possuo. É, simplesmente, um livro de referências paralelas, exatamente como a coluna central de referência que você tem em sua Bíblia, mas é grandemente expandida. Este livro foi editado há mais de cem anos atrás, no passado quando eles não tinham muitos dos problemas que estamos tendo, hoje, com mulheres vestindo roupas de homens e vice versa. Assim, vocês não podem dizer que eles foram preconceituosos acerca deste tema quando eles colocaram referências cruzadas naquele volume. O "Tesouro de Conhecimento das Escrituras" (The Treasury of Scripture Knowledge) em Deuteronômio 22:5 tem uma referência paralela de 1Coríntios 11:13-14. É interessante, não é? Vocês sabem o que isto prova? Isto prova que homens que estudam a Bíblia, não somente de nossos dias mas nos dias de anos [e séculos] atrás, têm visto que 1Coríntios 11 contém o mesmo princípio estabelecido em Deuteronômio 22:5.


Eu não hesito em usar Deuteronômio 22:5 para provar que as mulheres não devem usar roupas de homens, e os homens não devem usar roupas de mulheres, da mesma maneira que eu não hesitaria em usar o Salmo 23 em um funeral. Veja, as verdades são repetidas no Novo Testamento

Eu também estou interessado no que eu encontro no comentário de Keil e Deiletch no que se refere a este assunto. Este comentário foi primeiramente editado há mais de cem anos atrás [no século XIX]. Charles Spurgeon se refere a Keil e Deiletch. Também Keil e Deiletch dizem que Deuteronômio 22:5 foi escrito para manter a santidade da distinção dos sexos que foi estabelecido pela criação de homem e mulher. Em outras palavras, qualquer pessoa que lê a Bíblia pode ver que através de todo o caminho em cada época e em cada testamento Deus tem dito que Ele quer que homens e mulheres se pareçam diferentes. Conseqüentemente, cada um de nós não deve vestir roupa que pode ser usada pelo sexo oposto.

Certamente, o principal problema que estamos enfrentando aqui é o uso de calças por mulheres. Não importa como vocês as chama, se jeans, ou pantalona, ou terninho. É  um problema sério, hoje. As pessoas gostam de calorosamente discutir sobre isto. Elas dizem que você não pode condenar calças compridas em mulheres sem que você diga também que mulheres não podem usar cintos, porque homens usam cintos. Da mesma maneira, você teria que dizer que mulheres não podem usar meias, ou blusas, porque os homens usam meias e camisas.

O que dizemos sobre isto? Considere algumas coisas simples para você conservá-las em mente. Primeiramente, nós estamos falando sobre o óbvio. Não estamos falando sobre alguma coisa escondida, como um cinto, que não tem nada a ver com o gênero [masculino ou feminino] da pessoa, que não tem nada a ver com o corpo.

Em segundo lugar, com que você se parece quando você usa estas roupas? Com que você se parece à distância? Você teve a mesma experiência que eu tive de estar fora, em público, e ver alguém à distância e não estar, realmente, seguro se aquela pessoa é do sexo masculino ou do sexo feminino. Vocês não podem dizer pela roupa, porque as moças usam calças que são exatamente como aquelas que os rapazes usam. Elas usam camisetas que são exatamente como aquelas que rapazes usam. Os rapazes muitas vezes usam 'seus cabelos tão compridos quanto os das meninas [ou as meninas os usam exatamente tão curtos quanto os dos meninos], então você olha para alguém à distância e você, muitas vezes, não pode dizer se a pessoa  é do sexo masculino ou do sexo feminino. A única maneira de você poder dizer é olhando para aquelas partes do corpo que distinguem entre masculino e feminino e, a propósito, este é o propósito do diabo por trás de tudo. Isto é o que ele quer que você olhe. Ele não quer que vocês olhem para a cabeça de alguém; ele quer que vocês olhem para outros lugares. Isto é uma das coisas que faz tudo isto tão errado. E nós precisamos ver isto. Nós nunca devemos usar roupas que à distância faria alguém querer saber se nós somos do sexo masculino ou do sexo feminino.

O melhor tempo para começar a ensinar sobre isto é quando a criança nasce. Se vocês começarem quando a criança nasce, vocês nunca precisarão ter que fazer qualquer mudança. Se vocês não começar a ensinar sobre isto desde quando a criança nasce, você sempre estará querendo saber quando você faria esta mudança. Apenas comece certo no começo. Corte o cabelo do bebê que é menino como um cabelo de menino deve ser cortado, e não coloque um vestido nele. Coloque calças nele. E se for uma menina, não coloque calças compridas nela, coloque vestido.

Veja, todas estas questões sobre as quais as pessoas calorosamente discutem podem ser resolvidas pelo simples antigo senso comum [o bom senso]. O princípio é deixar a aparência ser bastante diferente de modo que as pessoas não tenham nenhuma dúvida. Eis a maneira de responder tudo. Vocês não têm que conseguir o O.K. de todo o mundo nesta peça do vestuário, ou naquela, apenas trace a linha [de fronteira] e se determine [somente] usar alguma coisa que ninguém jamais terá dúvidas. Algo que vai parecer com vestuário [somente] de homem. Algo que vai parecer com vestuário [somente] de mulher.

Que tal mulheres trabalhando no campo? Que tal mulheres trabalhando em fábricas? Que tal mulheres que têm que subir escadas? Elas não necessitam de alguma coisa que impeça algumas partes de suas peles serem vistas? Sim, elas necessitam de alguma coisa que impeça algumas partes de suas peles serem vistas. Eu costumava ver mulheres no campo colhendo algodão e assim por diante. Eu costumava vê-las usar macacões, mas eu também via algumas delas usando vestidos sobre seus macacões. Isto era uma coisa comum quando eu era um menino. Agora, eu sei que algumas delas não usavam vestidos sobre seus macacões. Algumas delas também faziam outras coisas que eram erradas. Você também sabe que há algumas coisas de vestir, tais como [femininíssimas] calças frouxas [culotes ou pantalonas] [ou saias-calça], que são exatamente tão pudicas [quanto os mais grosseiros macacões], e ainda parecem femininas. É isto que vocês deveriam [e têm que] usar. Se você não as encontra para vender, pegue uma máquina de costura e aprenda a costurá-las. A despesa e/ou o trabalho para fazer estas mudanças valem a pena, se é que você quer mesmo desenvolver suas convicções.

 Não use roupas que o sexo oposto usa. E se você está em dúvida [sobre usar ou não usar uma certa roupa], apenas não a use e você não errará. Apenas certifique-se de que o que você veste o (a) identifica como um homem ou como uma mulher, e [isto] não [ocorre] de um modo em que a pessoa teria que olhar para as zonas de tentação do corpo para dizer se você é homem ou mulher. Isto é o que o diabo quer que você faça, e seguramente você não quer cooperar com o diabo neste assunto.



 

2) O que isto faz os outros pensarem de mim?

Aqui está a segunda questão que você necessita perguntar a você mesmo sobre o vestuário do crente: O que isto faz os outros pensarem de mim? A fim de que você não diga "Não importa o que as outras pessoas pensam de mim", deixe-me ler um versículo ou dois das Escrituras, e então deixe-me ler para você algumas ilustrações da literatura moderna que dizem que importa [a Deus o que as pessoas, com certa razão, pensam mal de você]. Em Provérbios 7:10 as Escrituras têm um aviso ao rapaz contra imoralidade: "E eis que uma mulher lhe saiu ao encontro com enfeites de prostituta, e astúcia de coração." Deus está avisando sobre uma mulher vestida como uma prostituta. Agora, a pergunta  que fazemos é: Como é que uma prostituta se veste? Tem você, por acaso, visto em um programa de televisão onde eles mostram uma mulher posando como uma prostituta? Certamente que sim, se você tem assistido televisão até altas horas da noite. Se você tem assistido algum programa policial, você vê isto. Ela pode ser realmente uma prostituta, ou ela pode estar posando como uma; ela pode ser um agente secreto, ela pode ser a heroína, ela pode ser a vítima, ela pode ser a garota má, qualquer uma. Você tem visto isto e você sabe como elas se vestem. Você sabe exatamente que ela é uma prostituta antes mesmo que eles digam. Certamente, eles não usam este termo, eles usam a palavra "mulher de vida fácil." Talvez você tenha visto uma TV de notícias que mostra estas mulheres nas ruas como que procurando por emprego. Tudo que vocês têm que fazer é olhar para o modo como elas estão vestidas. Uma coisa ruim sobre isto é que algumas pessoas crentes se vestem do mesmíssimo jeito. Agora, vocês não querem que ninguém pense isto de vocês. Vocês devem querer saber se as pessoas realmente pensam isto de vocês. Sim, eles pensam.

Aqui está um artigo da revista McCall’s. McCall’s não é uma revista cristã. Se você já a tem lido, você sabe disto. Os editores não estão tentando defender a fé cristã ou propagar a Bíblia. Aqui está um artigo na revista McCall’s entitulado "O Que O Seu Comportamento Íntimo Diz Sobre Você." Eu vou lê-lo. Ele pode ser  ofensivo para alguns, mas as palavras não são nem de perto tão ofensivas como o modo de algumas pessoas se vestirem. Nós necessitamos ser honestos e francos sobre esta coisa. Não é ser vulgar, mas sincero. O autor diz:

"As pernas femininas têm também sido o assunto de considerável interesse masculino como sendo um mecanismo de sinalização sobre comportamento sexual. A mera exposição de um pedaço da perna tem sido suficiente para transmitir sinais sexuais. É desnecessário dizer que quanto mais extensa for a exposição das pernas, mais estimulante ela se torna pela simples razão de que ela então se aproxima da primária zona genital
 
Esta é toda a verdade da questão, amigos, e é melhor que nós acordemos e a compreendamos. O autor continua, falando sobre a primária zona genital do corpo:
"A primeira maneira de acentuar é empregar artigos do vestuário que destaquem a natureza do órgão escondido debaixo deles. Para as mulheres isto significa usar calças compridas."

Agora, a pessoa que escreveu isto não é um pregador. Como é notório neste artigo, ele está lhe ensinando como enviar sinais sexuais pela maneira de como você se veste. Ele continua:
O modo de enfatizar a natureza dos órgãos do corpo é vestindo estas roupas: calças compridas, shorts, ou maiôs, ou biquinis, etc., as quais, por serem tão justas e apertadas,  revelam..."

Isto é o que as pessoas pensam quando eles a vêem vestida desta maneira.


Na revista Family Weekly, eles têm uma seção de perguntas e respostas do tipo falsas ou verdadeiras.
"Pergunta: O que você transmite sem palavras tem mais efeito nas pessoas do que o que você diz?
Resposta: Isto é verdade...
Pergunta: As pessoas usam roupas como um meio de se comunicar com os outros?
Resposta: Verdade. Estudos psicológicos da University of Newcastle, na Inglaterra,
têm demonstrado que as pessoas usam roupas para dizer aos outros o que elas querem que eles creiam sobre elas.
 
Em outras palavras, o vestuário não está tentando dizer aos outros o que ele realmente é, mas está tentando comunicar o seu ideal de auto-imagem, o tipo de pessoa que ele deseja ser. Isto é o que estes especialistas dizem. O que você veste diz alguma coisa sobre você.

Eu sei muito bem que nem todo mundo que usa estes itens de vestuário mencionados no artigo de
McCall’s tem um motivo imoral. Eu sei isto muito bem. Aqui está o que eu estou tentando fazê-los ver: Quer você goste disto ou não, isto é o que as outras pessoas pensam. Como um crente, alguém interessado em santidade, em ganhar pessoas para Cristo e conseguir tirar das mentes das pessoas o pecado, necessitamos ser inteiramente diferentes, agir de modo inteiramente diferente.

Quer você compreenda isto ou não, os homens olham para certas partes do corpo, e não interessa se você pensa que isto é bom, mau ou de outra maneira, eles farão isto. E se você usa roupas que atraia a atenção para aquilo, você está apenas os ajudando no pecado deles. Eis porque um vestido, a não ser que seja muito apertado, é melhor do que calça comprida, porque um vestido não chama a atenção para aquela parte do corpo que o povo olha e entrega-se à luxúria depois.

Eu tenho um bocado de outros artigos [de revistas], mas eu tenho tempo para somente um mais. Um artigo surgiu em Richmond Times-Dispatch, Richmond, Virginia, e o autor do artigo foi Anthony Surbony, um gerente de recursos humanos de uma grande corporação. Ele entrevistou mais do que 14.000 homens para vaga de emprego, nos últimos anos que ele tem estado lá. Ele disse que o comprimento do cabelo de uma pessoa diz muito coisa sobre ela. Aqui está um homem após 14.000 entrevistas. Ele disse que os da ala esquerda têm cabelos longos.
"Eles rejeitam a auto-disciplina, autoridade, regras, lógica comprovada, e raciocínio. Eles são mais facilmente influenciados por opiniões e propaganda populares. Eles tendem a aceitar e fazer qualquer coisa se alguém simplesmente sugere que é moda. Muitos empregadores descobrem que eles tendem a ser mais sonhadores do que fazedores (onde o contrário é a tendência de homens com cabelos curtos). Por que as coisas são assim? Principalmente isto se deve a uma personalidade centrada em si mesmo [nos homens que usam cabelos longos]."
 
Eu tenho estado dizendo isto por muito tempo.

Há certas coisas que eu gosto nas mulheres que eu não gosto nos homens. Eu gosto que as mulheres pareçam bonitas, e não me aborrece de jeito nenhum ver uma mulher em frente a um espelho ajeitando e fixando seu cabelo. Mas me faz querer vomitar ver um homem fazer isto, e eu tenho visto homens fazerem esta mesma coisa, exatamente como uma mulher.

Eu cito mais do artigo mencionado acima. Ele disse que cabelo longo indica uma personalidade centrada em si mesmo.
"Os liberais esquerdistas parecem ser mais egoístas e aspiram somente as metas que os beneficiarão individualmente, indiferente ao que custe aos outros. Eles, realmente, crêem que cabelo longo é bonito em um homem e eles se sentem nus sem ele. Eles tentam compensar, por falta de habilidade, atraindo a atenção, ou se tornando um símbolo sexual. Liberais de cabelos longos também rejeitam as responsabilidades básicos do homem ser o caçador/ defensor/ guerreiro. Parece que eles pensam que a sociedade deve produzir para eles e que alguém mais deve garantir proteção. Ou, ainda mais, eles, realmente, não crêem que haja quaisquer inimigos. De fato, alguns tendem a se ajoelhara e rebaixar diante de inimigos, esperando ganhar a amizade [deles]."
 
Os homens têm perdido a básica responsabilidade que Deus inseriu no ser humano de lutar pelo que é seu e de suprir para os que são seus. Os homens rejeitam isto, e a primeira coisa que você notará depois disso é que eles passam a pensar que o governo deve a eles um sustento. Eles não mais sentem a responsabilidade de sair [para as intempéries e riscos] e eles mesmos [descobrirem e trabalharem e] ganharem um sustento. Tudo [o desejo de cabelos longos, a rejeição do padrão caçador/ defensor/ guerreiro, etc.] vai junto. Nós temos que nos lembrar que este homem [o autor do artigo] é um expert no negócio de analisar pessoas. Ele fez 14.000 entrevistas para uma grande companhia. Você apenas esteja atento e veja que este [cenário ideal] não é como as coisas são [realmente]. Tudo vai junto.

Quando estou considerando que tipo de roupas usar, eu necessito fazer a mim mesmo esta pergunta: O que isto faz as outras pessoas pensarem sobre mim?




 

3) Predominantemente, que tipos de pessoas se vestem deste jeito?

Aqui está a terceira questão que necessitamos perguntar: Predominantemente, que tipos de pessoas se vestem deste jeito?

Você pensa que o policial que vai ser um agente secreto se vestiria como eu estou vestido? Você pensa que o cabelo dele seria tão curto quanto é o meu? Não, senhor. Todo policial que eu sempre tenho visto ou ouvido falar, durante cerca de vinte anos, e que se tornou um agente secreto ao redor de bares e especulando covis, deixou seu cabelo crescer, e vestiu roupas sujas, roupas relaxadas, porque este é o tipo de pessoa que eles estão tentando pegar. Eu não quero parecer com este tipo de pessoa. Não é porque eu pense que eu sou melhor do que eles. É porque quando Jesus me salvou, Ele me arrancou para fora disto. Aquilo é o que eu costumava ser. Eu não quero ser isto nunca mais. Eu não quero, amigos, nem pensar em voltar para aquilo.

Veja, aqui está a terceira questão. Predominantemente, que tipo de pessoa usa o tipo de roupas que você está pensando em usar? Se for o tipo errado, você, seguramente, não quer se identificar com ele.



 

4) Tenho que usar os argumentos do mundo para justificar que vista isto?

Aqui está a quarta questão: Tenho que usar os argumentos do mundo para justificar que eu vista isto?

"Onde está o sábio? Onde está o escriba? Onde está o inquiridor deste século? Porventura não tornou Deus louca a sabedoria deste mundo?" (1Coríntios 1;20)
"Para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria dos homens, mas no poder de Deus." (1Coríntios 2:5)
"Por esta razão, nós também, desde o dia em que o ouvimos, não cessamos de orar por vós, e de pedir que sejais cheios do conhecimento da Sua vontade, em toda a sabedoria e inteligência espiritual." (Colossenses 1:9)

Se você ler estes versículos, você vai ver que há uma diferença entre a sabedoria do mundo e a sabedoria espiritual. E um crente está em má forma [espiritual] quando ele tem que lançar mão da sabedoria do mundo para justificar o que ele está fazendo. Nós [já] devemos ser capazes de usar a sabedoria de Deus. Se eu estou defendendo minha posição, eu devo ser hábil ao ir até a Bíblia e usar a sabedoria espiritual para defendê-la. É uma [vergonha e] desgraça para mim e uma [vergonha e] desgraça para você se você tiver que justificar seu vestuário ou suas ações usando os mesmos argumentos que o mundo usa. Que Deus nos socorra se tivermos que usar a sabedoria do mundo.




 

5) Há o risco disto fazer outros tropeçarem?


Aqui está a quinta questão: Há o risco disto fazer outros tropeçarem?
"Bom é não comer carne, nem beber vinho, nem fazer outras coisas em que teu irmão tropece, ou se escandalize, ou se enfraqueça." (Romanos 14:21)

O rei Davi andou no seu terraço. Ele estava ocioso; ele estava sendo desobediente [não quis sair e se arriscas na guerra contra os inimigos dele e de Deus, mandou outros em seu lugar]; ele estava fora da vontade de Deus. Mas também ele viu uma mulher se lavando. Ela estava também fora em um pátio onde todos poderiam vê-la, ou então ela estava na casa sem as cortinas abaixadas. E ela foi igualmente culpada naquela concupiscente experiência. Eu sei que Davi estava fora da vontade de Deus e deveria estar fora lutando nas batalhas, porque a Bíblia começa aquele capítulo dizendo que era o tempo em que os reis saíam para lutar mas Davi ficou em casa.


Eu sei que isto foi errado, e ela da mesma maneira ela estava errada em tomar banho onde um homem pudesse vê-la.

O que você faz ou o que você veste motivará alguém de tropeçar? Agora você pode dizer que o outro tem que olhar para ele mesmo. Isto não é o que a Bíblia diz. A Bíblia diz:
"Bom é não comer carne, nem beber vinho, nem fazer outras coisas em que teu irmão tropece, ou se escandalize, ou se enfraqueça." Nós somos responsáveis.






Nós temos considerado cinco bons testes referentes a vestuário. É isto usado pelo sexo oposto? O que isto faz outras pessoas pensarem de mim? Predominantemente, que tipo de pessoas se vestem deste jeito? Sou forçado a usar o argumento do mundo para defender isto? Há o risco disto fazer alguém mais tropeçar?

Para terminar, deixe-me encorajá-lo a ter alguma convicções cristãs baseadas na Bíblia. Deixe-me dar a você algumas fortes sugestões sobre convicções.




 

Número um, certifique-se de que suas convicções são baseadas na Bíblia.

Quando você crer que alguma coisa está errada, você deve ter uma boa razão bíblica para crer naquilo. Você deve saber onde a Bíblia fala sobre aquilo, e se você pensa que não pode se lembrar, escreva abaixo e assim você pode mostrar às pessoas. Tenha convicções baseadas na Bíblia, não apenas opiniões.



 

Número dois, quando você tiver uma convicção, seja firme.

Não vacile, não importa qual a multidão com a qual você esteja, não importa em que ambiente você se encontre. Se é errado vestir um certo tipo de roupa de banho andando pelas ruas, é errado vesti-la numa piscina. A proximidade da água não tem nada com isto. Eis porque você tem que ser cuidadoso sobre onde você vai nadar. Você expõe seu corpo para pensamentos luxuriosos dos outros [pessoas do sexo oposto]? [Então] eles vão ter estes pensamentos, quer você gosta de tais pensamentos ou não. Seja firme em suas convicções.



 

Número três, seja amável quando você tem convicções.

Não seja um "extremamente presunçoso geniozinho da escola". Quando chegar o tempo de expressar você mesmo, ou de dizer não, ou de dar um motivo, seja amável. Aprenda suas razões, e conheça-as, e não seja nervoso, e não seja raivoso, e não seja de linguajar irritante. Seja amável.



 

Número quatro, não aja com superioridade.

 Não haja como se você fosse melhor do que todo o mundo. Esta é a primeira acusação que eles farão contra você, eu lhe garanto. A qualquer tempo que você tenha uma convicção sobre alguma coisa, seja sobre música, ou beber álcool, os outros irão dizer que você pensa que você é melhor do eles são. As pessoas têm dito isto por séculos. Isto não é algo novo. Assim, não haja com superioridade. Apenas deixe-os saber que você não está indo fazer esta coisa.



 

Número cinco, se você tem que conversar com alguém sobre estas coisas lide primeiro com o coração .

 Tudo isto é um problema de coração. Você pode conseguir que alguém fique agindo super corretamente na questão das roupas que eles devem usar e eles ainda serão tão perdidos quanto eles eram antes de você os encontrar [as freira católicas, por exemplo]. Antes de eu falar com alguém sobre roupas ou alguma coisa mais, a primeira coisa que eu quero saber é: Como é o seu coração [espiritual]? Você é salvo? Atos 15:9 [“E não fez diferença alguma entre eles e nós, purificando os seus corações pela fé.” (At 15:9 ACF)]. Seu coração tem sido purificado pela fé? Romanos 10:9 [“Mas que diz? A palavra está junto de ti, na tua boca e no teu coração; esta é a palavra da fé, que pregamos,” (Rm 10:8 ACF)]. Você crê em seu coração que Deus ressuscitou Cristo da morte? A primeira coisa que eu quero saber é sobre o coração e salvação. Tudo que eu disse aqui esta noite aplica-se àqueles que são salvos. Se você não é salvo, isto não vai ajudá-lo de jeito nenhum. Se Jesus não vive em seu coração, esta é sua primeira necessidade. Você primeiramente tem que vir para Cristo.

Se você é salvo, a questão ainda é um problema de coração. Se eu estivesse falando a um crente sobre isto, a primeira coisa que eu quereria falar para ele seria o coração. Seu coração está certo com Deus? Se seu coração não está certo com Deus, você não será capaz de entender qualquer coisa disto. Você irá se ressentir com cada argumento, e se ressentir contra mesmo qualquer pessoa trazendo à tona esta discussão.

A Bíblia fala a respeito do coração. Hebreus 10:22: "Cheguemos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé, tendo os corações purificados da má consciência, e o corpo lavado com água limpa." Deus está falando ali a pessoas crentes. E nos versículos 24 25: "E consideremo-nos uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras. Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia." É uma questão de coração.







Autor: Pr. Bruce Lackey

Tradutora: Valdenira N. de M. Silva


Copiado de Way of Life Literature, Bible Baptist Church, 1701 Harns Road, Oak Harbor, Washington 98277. http://wayoflife.org/~dcloud .]





 



Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARC idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).




(retorne a http://solascriptura-tt.org/VidaDosCrentes/ Comigo/
(retorne a http://solascriptura-tt.org/ VidaDosCrentes/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )