As Conseqüências e Possíveis Sinais da MASTURBAÇÃO



(THE CONSEQUENCES AND POSSIBLE SIGNS OF SELF-POLLUTION)





Neste estudo, farei menção a um assunto muito importante – especialmente para os adolescentes nestes dias tão perigosos. Há dois erros concernentes a ele. De um lado, temos muitos pregadores e autores cristãos que se mostram orgulhosos de sua “abertura” em usar uma franca, ou ainda obscena, linguagem e expõem o assunto em frente de grupos mistos (jovens e adultos, homens e mulheres). Muitas megas-igrejas estão entrando neste arriscado carro alegórico desfilando nele sua “abertura” fantasiada de virtude como numa parada diante do mundo. Do outro lado, há muitos pastores e professores que nunca confrontam os reais pecados desta época; e eles não percebem que quanto mais os cristãos bebem nas latrinas de divertimentos deste mundo, seus hábitos vão se tornado igualmente corruptos. Eles continuam a brincar de igreja enquanto as pessoas (especialmente os jovens) rumam para a destruição.

Portanto, neste estudo, haverá algumas palavras que os jovens mais crescidos precisam ouvir. Contudo, em linguagem sadia. A Versão Autorizada é simples e direta, portanto pura e recatada em sua linguagem. Pregadores podem usá-la para trovejar contra o pecado, exortar à santidade em áreas do viver que exigem pureza, e ainda manter um comportamento apropriado entre grupos mistos (de amigos).

 

COM ESTA INTRODUÇÃO, INICIEMOS:

I Coríntios 6.9,10 Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus? Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem, os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus

Certamente que vemos nestes versículos a condenação ao efeminismo e à sodomia. Webster, seguindo o decoro próprio (é vergonhoso sequer falar de tais coisas as quais são feitas em secreto) simplesmente define sodomia como “crime contra a natureza”.Certamente, aquilo que tem sido historicamente conhecido por onanismo e masturbação é um crime contra a natureza. Veja outro versículo:

Provérbios 14.9: Os insensatos zombam do pecado...

Em outras palavras, os tolos criticarão de vários pecados como se eles fossem pequenos e sem conseqüências. Esta será especialmente a situação nos últimos dias antes da volta de Cristo:

II Timóteo 3.1-3/13: Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Por que haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons,...Mas os homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados.

Talvez a expressão amantes de si mesmos não condene apenas o movimento psicológico [NT: liberal e humanista] de auto-ajuda  mas também alerta que a sodomia e o onanismo será crescente nos últimos dias.

Veja que a sua afeição não será natural (vide II Timóteo 3.3).

Outras passagens avisam que a fornicação se alastrará grandemente quando O Senhor começar a julgar a terra...

Apocalipse 9.21: E não se arrependeram... da sua prostituição...

Na bíblia, as palavras fornicação e adultério têm tanto um sentido geral quanto específico.

Estas palavras também condenam o pecado da masturbação:

Adultério: “Biblicamente todo tipo de obscenidade e incontinência, como é visto no sétimo mandamento” (Webster, 1828)

“Fornicação é geralmente entendida no que consiste em... intercurso entre duas pessoas não-casadas; mas é usada por Cristo num sentido igual ao adultério, quando Ele diz: Eu, porém, vos digo que qualquer que repudiar sua mulher, a não ser por causa de prostituição, fez que ela cometa adultério, e qualquer que casar com a repudiada comete adultério.’ (Mateus 5.32)[Nt: Na nossa versão bíblica do autor, fornicação está no lugar de prostituição]. É usado também pelo apóstolo Paulo significando incesto, quando ele diz: ‘Geralmente se ouve que há entre vós fornicação, e fornicação tal, que nem ainda entre os gentios se nomeia, como é haver quem abuse da mulher de seu pai.’ (I Coríntios 5.1). Tudo isso, a masturbação, sodomia, sexo-bestial, e qualquer tipo de práticas sexuais impuras são condenadas por esta passagem; e os castigos prescritos para esses atos na Escrituras era a morte por algumas formas violentas tais como apedrejamento e ser queimado pelo fogo. (Levítico 20.11-21). Essas severíssimas punições demonstravam o descontentamento dO SENHOR para com esse pecado e todos os seus desdobramentos, e a necessidade da pureza em toda raça humana.
” (John Locke, A System of Theology, 1866)

Portanto, o pecado da masturbação (também às vezes chamado de onanismo) é condenado também pelas expressões bíblicas fornicação, adultério, imundícia e devassidão quando elas são usadas em um sentido geral.

II Pedro 2.10: Mas principalmente aqueles que segundo a carne andam em concupiscências de imundícia, e desprezam as autoridades; atrevidos, obstinados, não receando blasfemar das dignidades.

Colossenses 3.5,6: Mortificai, pois, os vossos membros, que estão sobre a terra: a prostituição, a impureza, a afeição desordenada, a vil concupiscência, a avareza, que é idolatria; pelas quais coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência; (...).

DEUS não deixou uma brecha sequer para a masturbação. Ele condenou TODAS as impurezas com várias palavras e preceitos:

 Efésios 5.3-6: Mas a prostituição, e toda a impureza ou avareza, nem ainda se nomeie entre vós, como convém a santos; nem torpezas, nem parvoíces, nem chocarrices, que não convém; mas antes, ações de graças. Porque bem sabeis isto: que nenhum devasso, ou impuro, ou avarento, o qual é idólatra, tem herança no reino de Cristo e de Deus. Ninguém vos engane com palavras vãs; por que por estas coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência.

Romanos 1.27: E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao erro.

O Espírito Santo também inclui tais palavras nessa lista de pecados declarando “... coisas semelhantes a estas...” em:

Gálatas 5.19/21: Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia, (...) invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.

Com essa introdução geral e bíblica, façamos uma abordagem mais específica nas Escrituras.

A imundícia da polução noturna

Levíticos 15.16: Também o homem, quando sair dele o sêmen da cópula, toda a sua carne banhará com água, e será imundo até à tarde.

Se um homem torna-se imundo por uma emissão/polução noturna involuntária, como Deus não considerará imundo aquele que ejacula propositadamente, masturbando-se?

Quando sair dele... durante o seu sono, o que chamamos de polução noturna, que, mesmo involuntária, pode ser fruto da imaginação ou de um sonho luxurioso.

Mas, se foi voluntário, ocorrido pelo próprio desejo do jovem quando acordado, foi considerado abominável...”(Matthew Poole, d. 1679)

É óbvio e certo que se trata de algo abominável. Se o efeminismo é também abominável (Deuteronômio 22.5), quanto mais não será o pecado da “emissão voluntária”, a masturbação?

Mas, nestes dias, nos quais há painéis e cestinhas de revistas com mensagens pornográficas bem próximos dos caixas dos supermercados literalmente bombardeando nossos filhos (cogitando-se estarem eles distantes da tv, da internet, etc.), alguém pensaria que a liderança cristã poria a boca no trombone, protestando. Contudo, tem acontecido o contrário!Muitos vêem isso como algo comum e tratam vagamente do assunto. Outros, que se dizem cristãos, hoje até apóiam o pecado!

O posicionamento liberal e apóstata favorável ao onanismo

Como um assustador sinal do fim dos tempos, multidões de autores modernos, pregadores, conselheiros (cristãos ou não) desconsideram a masturbação como pecado. A opinião do Dr. James Dobson é a de que a masturbação é algo normal, e deveria simplesmente ser ignorada pelos pais e que afeta em nada o relacionamento de alguém com DEUS!(Fonte: www.focusonthefamily.com ). Este é o mesmo “conselheiro” que sugere que os pais deveriam tomar banho com os seus filhos. Que reviravolta de valores! As Escrituras, em II Pedro 2.10/14/19 (e Judas), têm se confirmado diante de nossos olhos: “Mas principalmente aqueles que segundo a carne andam em concupiscências de imundícia, e desprezam as autoridades; atrevidos, obstinados, não receando blasfemar das dignidades/ Tendo os olhos cheios de adultério, e não cessando de pecar, engodando as almas inconstantes, tendo o coração exercitado na avareza, filhos de maldição; /Prometendo-lhes liberdade, sendo eles mesmos servos da corrupção. Porque de quem alguém é vencido, do tal faz-se também servo”.

Eles têm simplesmente redefinido a linguagem bíblica de forma que o pecado não é mais exposto e reprovado. Os argumentos do Dr. Dobson em defesa dessa prática são que todos estão praticando isso – e que é muito difícil de resistir, e que alegações cientificamente infundadas têm sido levantadas a respeito disso, etc. Todavia, tais argumentos justificariam todas as formas de fornicação (ou qualquer pecado) se fossem eles “explicáveis”! O Dr Dobson ao invés de confrontar a cultura decadente deste mundo, está se conformando com ela.

O Dr Mendelsohn em Confessions of a Medical Heretic diz o melhor:

“Graças às sanções da medicina moderna, aquilo que outrora era pecado não é mais considerado como tal. Portanto, homossexualismo agora é um ‘estilo de vida alternativo’... Durante minha vida, tenho visto as atitudes da sociedade referentes à prática da masturbação, por exemplo, analisemos três diferentes fases. Quando eu era bem jovem, era considerada pecaminosa e perigosa (“ Vai te deixar cego... “, etc.) Os cientistas ainda não precisaram se isso é verdade ou mentira. Mais tarde, quando eu estava no científico, não havia definição... Agora, contudo, estamos na terceira fase... é considerada normal, saudável...”

Com certeza o leitor ficará surpreso ao ver a documentação a seguir que mostra que quase toda humanidade tem bradado contra este pecado como o mais vil conhecido entre os homens. É apenas nesta era “iluminada” que tais abominações provocam riso – mesmo entre os pregadores e conselheiros chamados “conservadores”.

A VISÃO HISTÓRICA

“O próprio pecado, o qual é aqui particularmente descrito pelo Espírito Santo, que pode instruir os homens no tocante à natureza e grande mal que é o da masturbação... o qual é condenado não apenas nas Escrituras, mas até mesmo à luz da natureza, e pelo julgamento dos não-crentes, que têm expressamente censurado-a como um grande pecado... Pela qual podemos compreender suficientemente quão abominável e perversa é tal prática entre os cristãos e na luz do evangelho, que impõe-nos grandes e severas obrigações à pureza e constantemente proíbe toda forma de polução, seja voluntária ou ‘mental’” (Matthew Poole, d. 1679)

 

“... o crime por si só é monstruoso e desnaturado; sórdido em sua prática, extremamente odioso; sua culpabilidade é gritante e suas conseqüências são perniciosas...” (Onania; or the Heinous Sin of Self-Pollution, 1707-1717).

“Você pensa que isso é nada! Isso é um crime, acredite! Um crime tão grande, que você nem pode imaginar”.(Enciclopaedia Britannica, 1823).

“É um dos mais destrutivos males praticados pelo homem decaído”.(Adam Clarke)

“Enquanto pecado sexual é o mais destrutivo de todos os vícios humanos, esta forma em particular é a, de longe, pior dentre elas, porque é o maior ultraje... Sodomia é outro exercício dessa paixão, se possível, ainda pior...” (Orson Squire Fowler, 1870).

“Como pecado contrário à natureza, não há paralelo exceto com a sodomia [veja Gênesis 19.5, Juízes 19.22]... Mesmo que nenhum aviso possa ter sido feito, o transgressor parece saber, instintivamente, estar cometendo ele um erro enorme...” (John Harvey Kellogg, Plain Facts for Old and Young, 1872).

“... essa prática vergonhosa e criminosa é o mais freqüente, bem como o mais fatal, de todos os vícios...”
(Nicholas Francis Cooke, M.D., Satan in Society: A Plea for Social Purity, 1873).

“Esse mal também é denominado… auto-abuso, onanismo, auto-polução... polução voluntária, etc... Indulgência solitária é um mal... deplorável...” (R.V. Pierce, Common Sense Medical Advisor, 1874).

“Onanismo está... bem além de toda comparação da mais errônea forma de indulgência luxuriosa... Seu pecado consiste em desprezível gratificação, não ao modo viril, esse que é designado... para um propósito divino;... e fraudulentamente... separando os fins dos meios... o termo onanismo é todo um trocadilho errado para a sórdida prática da masturbação. O crime de Onã em sua essência fora recusar suscitar a semente de seu irmão defunto, de acordo com a exigência da Lei Divina, ‘... portanto O Senhor o matou...’ Seu nome não deve ser usado para designar o pecado que de longe é o mais obsceno, vulgarmente sensual, humilhante, e mais antinatural, a prática da masturbação...”
(D.F. Bright, M.D., Medical Brief: A Monthly Journal of Scientific Medicine, 1898).

 

Comportamento Abatido, Efeminado, Esquivo, Nervoso, etc.

Quanto maior o pecado, maior o acanhamento e a vergonha de seu praticante.

Gênesis 3.8 “... e esconderam-se Adão e sua mulher da presença do Senhor Deus...”

Gênesis 4.6,7  E o Senhor disse a Caim: Por que te iraste? E por que descaiu o teu semblante? Se bem fizeste, não é certo que serás aceito?(...)

Adolescentes necessitam de que papais e pregadores intrépidos, audazes, os alertem, para que possam seus filhos crescer num contexto viril, saudável e PURO.

“Jovens que se masturbam tornam-se pálidos, efeminados, indispostos à prática física, estúpidos e ainda imbecis...” (Arateus, um antigo médico grego).

Com certeza, estes não são sintomas absolutos. A (pré-)adolescência pode ser uma fase desajeitada, sem pecados ocultos. Mesmo assim, os pais devem saber que são sintomas possíveis, e os jovens devem saber que sua autoridade diante do mundo (e diante dO Senhor ao orarem,etc.) depende da sua pureza como cristãos:

“Esse vício especificamente, mais do que os outros, afeta o cérebro, a cabeça, os nervos...”
( Of the crime of Onan, or the heinous vice of self-defilement, 1720)

“As faculdades mentais todas se debilitam…
Estão continuamente sob um tipo de inquietude interior… espinhas na face… são uns dos sintomas mais comuns... a própria alma torna-se manchada...” ( Encyclopaedia Britannica, 1823).

A maioria desses antigos pregadores e médicos esclarecem que acne não é um sintoma único dessa prática pecaminosa. Mas quando vem junto com muitos outros sintomas, os pais devem vigiar e ficar, no mínimo, preocupados. Interessante é que a ciência moderna – enquanto debocha orgulhosamente das “velhas crenças” – acaba muitas vezes por confirmá-las! Por exemplo, eles recentemente descobriram que “óleo de cobra” faz bem ( Embora eu sugerisse trocar por óleo de peixe em vez do de cobra para terem-se os mesmos benefícios!). E descobriram uma relação entre o estresse e as espinhas. Portanto, ao menos para alguns adolescentes, estresse pode ser causado por sua consciência culpada e pode no mínimo aumentar seus problemas cutâneos.

“ ‘Cientistas descobrem que o estresse está relacionado às espinhas...’ Seriam suas erupções cutâneas causadas pelo estresse? Até agora nenhuma evidência científica sustentou que sim. Mas pesquisadores alemães dizem que descobriram o principal indício de que estresse e acne, também como outras condições da pele, estão relacionadas. ‘No início achamos que fosse uma hipótese louca, que algo conectado ao sistema nervoso central poderia ter algo a ver com a pele’ , disse Christos Zouboulis, um professor da Free University em Berlim. As espinhas se formam quando  secreções oleosas das glândulas sebáceas sob a pele tapam os poros. Mas o que faz o óleo se formar em primeiro lugar? Os pesquisadores alemães descobriam que um hormônio do estresse chamado liberador de corticotropina (CRH), é liberado nas glândulas sebáceas – produzindo oleosidade na pele, o que inicia o processo de formação de acne... Dr. Jerome Litt, um dermatologista que tem estado em serviço por mais de 50 anos  e escreveu o livro ‘Tua pele de A a Z’, diz que acredita firmemente que o estresse agrava a formação de acne.”(http://archives.cnn.com/2002/HEALTH/conditions/05/14/acne.stress/)

E mais, deveria se mencionar que acne pode ser presente com ou sem estresse, culpa, etc. Mas como Dr. Kellogg (do famoso Korn Flakes) diz abaixo, quando há múltiplos sintomas, os pais devem ficar no mínimo preocupados:

“ Se um menino que antes era bem-humorado, cortez, prestativo.. de repente torna-se... adverso, rabugento, irritadiço e desobediente, tenha certeza de que alguma nefanda influência está operando sobre ele... Um menino saudável será ativo, brincalhão, cheio de vida e gosto por brincar com animais. Se um jovem manifesta indisposição para atividades, um desgosto por brincadeiras, apatia e langor, suspeite desses hábitos dele,  se não há outro motivo razoável para o qual atribuir seu desejo incomum por esse descontentamento pueril... Quando uma criança que antes aprendia prontamente, fazia facilmente seus exercícios, e tinha uma boa memória, demonstra um visível declínio nestas atitudes, falha em aprender sua lições, torna-se estúpida, esquecida, e desatenta, ela provavelmente tornou-se vítima de um terrível vício... Esse vício tem uma incrível influência no desenvolver da mentira. Uma criança outrora honesta, sob tal influência funesta se tornará um mentiroso contumaz... Amor pela solidão é um sintoma bem suspeito.Timidez não está ocasionalmente ligada a isso.Seria bem distante da verdade dizer que toda pessoa excessivamente modesta ou tímida é um onanista; mas  há um certo temor que parece surgir de uma sensação envergonhadora ou um medo de ser descoberto que muitas vítimas desse vício exibem. Um modo bem comum de manifestação dessa timidez é a hesitação ao olhar para um superior, ou uma pessoa considerada pura, diretamente nos olhos. Quando conversa, ao invés de olhar diretamente para a pessoa  à qual dirige uma resposta, ele olha  para um lado, ou deixa seu olhos voltados para o chão, ao que parece consciente de que o olhar é um maravilhoso delator dos segredos da mente... o vício aumenta grandemente o medo natural... Ele pode ser superficialmente  esquivo e lépido, mas é incapaz de pensar bem... Fracassa geralmente o interesse por brincadeiras bem como seus gracejos certamente se tornam inapropriados ou vulgares...A postura encurvada ao sentar é característica do jovem que se masturba... Sempre que o jovem se assenta, cabeça e ombros encurvam-se... Ao andarem rápido eles... andam com seu quadris como que enrijecidos...[ Acnes não são um sintoma absoluto mas uma possível marca]... Roer as unhas é uma prática muito comum entre onanistas...Linguagem impura e atração por estórias obscenas são sintomas... Nenhum dos sintomas acima por si só deveria ser considerado como evidencia conclusiva do hábito em qualquer indivíduo, mas cada uma delas pode, e deveria, provocar suspeita e observação...” ( John Harvey Kellogg, Plain Facts for Old and Young, 1872)”.

“Danifica o sistema nervoso... a prática é seguida de uma visível perda de força mental... a indicação desse vício em meninos... é irritabilidade, impaciência e agitação... ficam pálidos, de olhos fundos, tímidos e com olhar cabisbaixo. O intelecto se debilita. São deprimidos, facilmente desanimados e preferem ficar a sós... resumindo, respostas irritadas dadas às suas mães... é indicativo da perda de firmeza mental ocasionada por esse hábito... o ‘sexo solitário’ nunca desperta sentimentos de alegria ou de prazer... apenas mergulha o indivíduo numa experiência egoísta e sensual.. e seu afastamento faz as pessoas se afastarem também... leva a mente para um desespero melancólico... reservado, tímido, distante, desconfiado, sem intrepidez... Quando isso domina uma pessoa, é como se um espírito imundo estivesse nela... Acaba com todos os outros interesses... As indicações da prática da masturbação são perda de força mental, lerdeza de suas faculdades intelectuais e interesse por estórias obscenas... movimentos tornam-se lentos... o temperamento, irritadiço e preocupado... o rapaz pigarreia freqüentemente... não há desejo por brincadeiras e trabalho mas um crescente desgosto por atividades... os olhos sem brilho... há despreocupação com sua aparência pessoal, e desleixo no que diz respeito ao asseio... ele deseja estar só...”

(R.V. Pierce, Common Sense Medical Advisor, 1874)

Lallemand descreve assim a pessoa que tem praticado continuamente esse vício: ‘ Sua aparência é pálida... ele é patético... tropeça ao andar, parecendo temeroso a cada passo; é nervoso...’
” (D.F. Bright, M.D., Medical Brief: A Monthly Journal of Scientific Medicine, 1898).

“Há muitas caras empalidecidas e sentimentos de languidez e nervosismo atribuídos a outras causas, quando todos esses males se ajuntam são atribuídos à masturbação”. ( Sir W.C. Ellis)

“A natureza parece ter colocado uma forte marca naqueles dispostos a qualquer prazer antinatural, não obstante quão secreta sua prática possa ser... não podem escapar de uma detecção... seu peculiar abatimento nos olhos... Por exemplo, um paciente queria sentar em uma mesma posição quase todos os dias; ele parecia relutante mesmo para responder por monossílabos... não conseguiria olhar no rosto de seu amigo mais íntimo, mas sempre inclinava seu olhar, baixando a cabeça... Acidentalmente descobri por um amigo seu que ele era viciado na mais repulsiva das práticas... Um outro jovem viciou-se nisso, era melancólico e habitualmente calado, evitava seus amigos e certamente toda sociedade, buscava solidão, estava sempre cabisbaixo – certamente tinha todo um aspecto miserável...” (Edward L. Baker, M.D., The Medical Examiner, 1846).

“Eles têm toda uma expressão apática... tornam-se indiferentes aos folguedos que outrora os alegravam, e privam-se do toda sociabilidade, preferindo estar a sós...”

 (Alfred Vogel, Henry Raphael, A Pratical Treatise on the Diseases of Children, 1870)

“… seu ânimo se torna dolorosamente deprimido e soturno... Um cavalheiro percebeu num jovem certa vez, pela sua aparência, que ele estava se destruindo com essa antinatural e sórdida indulgência... Ele abandonou prontamente o mau hábito... todos os que são culpados disso, sentem uma vergonha instintiva, um profundo peso de consciência... Eles não desfrutam de uma consciência viril... são continuamente oprimidos por sentimentos depreciadores... seu Sistema Nervoso, conjuntamente, leva-os ao sofrimento... As faculdades nervosas principais sofrem na devida proporção – variando em diferentes indivíduos, com diferentes particularidades... ele será mais passível de tais depressões de ânimo...”( Sylvester Graham, A Lecture to Young Men on Chastity, 1838).

“Um distinto médico alemão, Gottlieb Wogel, mostra-nos a seguinte realidade: ‘ o onanista perde gradualmente suas faculdades, adquire uma vergonhosa, lerda, efeminada e triste aparência. Torna-se ocioso... é alarmado e tomado de surpresa mesmo quando necessário simplesmente responder ao questionamento de uma criança... sua memória perde-se diariamente mais e mais, é incapaz de compreender as coisas mais corriqueiras... eles freqüentemente mergulham em total apatia... Diz o Dr. Debreyne: ‘ Considere agora este indivíduo embrutecido e degradado... Ele tem pecado contra Deus, contra a natureza e contra si mesmo... seu olhar estúpido e lerdo não pode mais erguer-se aos céus; não mais ousa levantar sua miserável testa...’... Não permita que alguém o iluda com a falsa suposição de que ele está livre dessa lei universal. É impossível haver exceção!... aqueles que se masturbam o mais limitada e ocasionalmente serão proporcionalmente punidos por seus pecados; enquanto muitos indivíduos parecem se livrar,são aqueles que mais certamente carregam o castigo pelo resto de suas vidas... para que não sejamos acusados de exagerar os danos da prática da masturbação, juntamente com as autoridades acima citadas, reportaremo-nos a seguir, do pai medicina até aos mais eminentes médicos de nossa era, os quais todos sustentam cada palavra que temos adicionado referente às horríveis conseqüências desse crime: Hipócrates...Arateus...Lomnius...Boerhaave...Hoffman...Ludwig...Kloekhof...e muitíssimos outros.”(Nicholas Francis Cooke, M.D., Satan in Society: A Plea for Social Purity, 1873)   

“ ‘Uma consciência culpada não necessita de acusadores’... tal humilhante, oculto e culposo sentimento de autocomiseração marca profundamente suas vítimas e persegue-as até à igreja... não importa o que façam ou aonde vão; fita-os bem diretamente na face... Enquanto um menino é puro, ele adora estar próximo de sua mãe, tia, ou daquela que por ele tem amor... Enquanto normal ele será gentil e bondoso para com as meninas... cortez para com o sexo feminino... mas esse vício... torna-o desrespeitoso, desobediente, arredio, e odioso com elas... Espinhas vermelhas na face...são um... sinal de... onanismo... É imensuravelmente importante que  pais sejam capazes de perceber esses hábitos em seus filhos para conte-lo... Um sentimento evasivo, envergonhado e zombador é um dos mais patentes...” (Orson Esquire Fowler, 1870)   



Cada pai e ministro cristão devem desejar que seus jovens filhos e filhas sejam cheios de intrepidez e vida. Apenas isso os levaria a reprovar e reprimir todas as formas de fornicação nesses tempos desrespeitosos. Mas esse pecado ainda leva a maiores conseqüências, e muitas outras fontes têm testificado a veracidade das seguintes recomendações:

PROVÁVEIS E ABRANGENTES CONSEQUÊNCIAS DA MASTURBAÇÃO



“Destrói a atração conjugal, perverte a inclinação natural...” (Onania, 1.700 AC).

“As funções... são sobremodo prejudicadas por essa prática antinatural... o apetite por ela aumenta... é um habito que tiraniza a mente e perverte a imaginação... Quando o mancebo está pronto para cortejar, falsos ideais estão estabelecidos em sua mente por tanto tempo de forma que o relacionamento natural com moças lhe parece repulsivo...” (R.V. Pierce, Common Sense Medical Advisor, 1874).

“... a gratificação antinatural afeta o corpo, ao ponto finalmente de prejudicar o relacionamento matrimonial. Também desenvolve... um grau doentio de sensibilidade...” (D.F. Bright, M.D., Medical Brief: A Monthly Journal of Scientific Medicine, 1898).

“Você nunca pode se livrar completamente dos terríveis males que isso acarreta... palavras não podem descrever adequadamente as misérias perpetradas por essa prática... você mau consegue inflamar ou embotar teus desejos; pois esta é a tua única medida e fonte de futuras satisfações...” (Orson Squire Fowler, 1870)

“Isso coloca o homem de volta dentro da prisão que é ele mesmo... isso não demanda sacrifícios ou decoro próprio... nada exige-se em função de seu desinteresse... No fim seus pensamentos pervertidos tornam-se o mero meio através do qual ele adora gradativamente a si mesmo...” (C.S. Lewis)    



NÃO É APENAS UMA FORMA VARIADA DE SODOMIA MAS PODE LEVAR AO HOMOSSEXUALISMO

Autores históricos constantemente incluíram relatos de pessoas que foram praticantes deste pecado. Com freqüência eles confessaram que sua prática, por fim, fê-los sentir o apego natural a mulheres uma coisa indesejável, quando a imaginação foi forçada a crescer em perversão demoníaca ( como com um viciado em drogas). A bíblia condena a sodomia desde que é uma abominação um homem

“deitar-se com outro homem”:

Levíticos 20.13: “Quando também um homem se deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue será sobre eles.”

O fato de um parceiro masculino pretender ser mulher (ou agir como) não diminui o pecado da sodomia. De igual modo, tais pensamentos específicos da pessoa não justificam a homossexualidade inata no pecado da masturbação. Até mesmo os pesquisadores ‘seculares’ viram a masturbação como um portal de acesso para a homossexualidade latente, da mesma forma que nós! James Foster Scott, M.D. (1899) escreve:

“Isso separa mais e mais a vítima do contato com mulheres e põe-na numa relação peculiarmente antinatural em relação a elas... Ele se torna uma morosa, solitária, tímida e acovardada caricatura de um varão... torna-se cada vez menos um homem... Há perda de virilidade, e inclinação constante a ruborizar-se... Pureza é, de fato, a coroa de toda verdadeira intrepidez. Manter-se num estado constantemente luxurioso torna-o passível de cair como vítima de homens sedutores...” (Heredity and Morals).

O influente médico suíço, Tissot (1728-1787) também argumentou que a masturbação é um portal para o homossexualismo (Onanism, 1760). Muitos outros subseqüentes pesquisadores concordaram e corroboraram com este ponto de vista.(Richar Von Krafft-Ebing).



CONSIDERAÇÕES FINAIS:

 MORTIFICAÇÃO E ABSTINÊNCIA DO PECADO

“É freqüentemente propagado de um menino a outro, e às vezes um único garoto corromperá muitos...” (D.F. Bright, M.D., Medical Brief: A Monthly Journal of Scientific Medicine, 1898).

“O mau exemplo de um menino pode ser imitado… ‘O que observadores atentos da natureza humana têm visto é garotos mais velhos [como quando sob u’a má influência]... citarem a prática desse vício, como o sórdido hábito de fumar e mascar tabaco, como uma coisa pra ‘homens’... é muito mais corajoso evitar... Deixe que os meninos disputem entre si naquilo que for proveitoso... justo, legal e certo; tal luta trará à tona atributos elevados – aqueles excelentes galardões que distinguem honra e HOMBRIDADE... Os pais esperam que seus filhos rapazes não serão culpados de entregar-se a tão enojante vício... É uma falsa delicadeza a que impede os pais de cumprir o dever de adverti-los... Meninos devem saber que eles podem ser lançados na companhia de outros rapazes que, talvez, tenham praticado este vício e os tentarão a fazerem o mesmo... Devem ser ensinados a resistir a essas influencias... ou serão levados... totalmente a uma ruína moral e física... Deixe os seus pensamentos se direcionarem aos canais adequados, e entregarem-se ao gosto por esportes apropriados... [futebol, caça, exercícios, jardinagem, atividade rural, cuidar de animais, etc.]... vitória requer batalha... a virtude apenas é adquirida quando conquistada pela força... Inocência pode ser passiva, mas a virtude é... ativa... Assim como não há descanso da alma sem que se venha aO Salvador, também não pode haver restauração da saúde sem a devida observância das leis do corpo – abandonando a prática da masturbação. Deve haver restrição e disciplina mentais... estórias... excitadoras que relatam as concupiscências de amantes – e outras obras obscenas devem ser abandonadas. Algo prático deve ocupar os pensamentos e as mãos... Exercícios regulares e vigorosos são necessários... juntamente com uma simples, completa dieta... abster-se de tais estimulantes como chá, café... tabaco... Nem sequer recomendo seu uso moderado... qualquer faculdade torna-se mais forte quando exercitada.Vale o mesmo no tocante à luxúria. Sua dependência a tornará uma paixão controladora e mais e mais forte... É aumentada pela leitura de livros obscenos, ou por permitir à mente abrigar pensamentos lascivos... relacione-se apenas com aqueles que são rigidamente castos... em suas conversas...” (R.V. Pierce, Common Sense Medical Advisor, 1874)

“Os pais deveriam atentar para essa prática do mal o quão difícil possa ser exercendo uma estrita vigilância sobre os jovens filhos... punindo-os com detenção... muitas vezes... mas mantenha seu pecado em segredo de outras crianças...”
(Alfred Vogel, Henry Raphael, A Pratical Treatise on the Diseases of Children, 1870).

“Por favor, atentem para uma singela e pequena conversa de alguém que te ama paternalmente... Não por que, segundo o Dr.Woodward, ‘é mais influente na produção de insanidade. Os relatórios das instituições dão um apavorante catálogo das causas atribuídas a isso.’... O pecado da masturbação é um dos mais destrutivos males praticados pelo homem decaído... Diminui a dignidade, virilidade, nobreza, aspiração, eficiência e poder do varão... Masturbação é tanto um pecado quanto a Fornicação... Deus colocou os filhos sob a custódia dos pais e os fez responsáveis diante de Si e dos homens pelos pecados de seus filhos... Neste quesito, meus escritos tem salvado centenas de milhares. De que maneira? Seguindo a política de fazer vista grossa? Não, mas a de ‘grite-e-não-se-cale’. Pastores, não foram vocês ordenados para expressamente exporem os vícios e pecados do povo e pregar contra eles? Ou, se não, para que foram vocês ordenados? (...)Beba desse cálice amargo ou renunciem de seus pastorados... mostrando aos jovens que masturbação é um grande pecado contrário às leis morais de Deus, irá efetivamente tolhê-los de formar esse hábito, e quase sempre interrompê-lo após ter se estabelecido...” (Orson Squire Fowler, 1870). 

“As causas mais freqüentes são as más associações... quando ele se associa com seus colegas de escola, cedo os descobre praticando um hábito novo para ele, e desavisado, rapidamente segue seu exemplo degradante... Um cavalheiro uma vez declarou que se ele percebesse alguém ensinando esse crime a seu filho, ele o acertaria à queima-roupa; e se homicídio é aceitável sob certas circunstancias, parece-nos aqui que isso seria justificável... Confinar os meninos sozinhos num quarto deixando-os por sua própria conta é... reprovável... O uso de estimulantes de qualquer tipo é uma profícua causa para o vício. Chá e café têm levado muitos à perdição por esse caminho. A influência do tabaco é... fortemente apontada nessa direção... A vítima recorrerá de todas as maneiras a artifícios astutos para esconder seu vício, e não hesitará em mentir quando questionada... Se um pensamento obsceno entra na mente, afugente-o de uma vez... vinho, cerveja, chá e café não deveriam ser tomados sob quaisquer circunstâncias. É notória a influência do café na estimulação dos órgãos genitais. Chocolate deve ser descartado também... contém um veneno praticamente igual àquele do chá e do café...”

( John Harvey Kellogg, Plain Facts for Old and Young, 1872)

Tito 2.6: Exorta semelhantemente os jovens a que sejam moderados.

II Timóteo 2.22: Foge também das paixões da mocidade; e segue a justiça, a fé, o amor, e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor.

Finalmente, deixe o temor dO senhor ser simplesmente ensinado. Alerte sobre a condenação e o fogo eternos. Nosso mestre não se calou no tocante a tais assuntos com Seus discípulos:

Mateus 18.9: E, se o teu olho te escandalizar, arranca-o, e atira-o para longe de ti; melhor te é entrar na vida com um só olho, do que, tendo dois olhos, seres lançado no fogo do inferno.

Salmos 119.9: Com que purificará o jovem o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra.

Provérbios 16.6: Pela misericórdia e verdade a iniqüidade é perdoada, e pelo temor do Senhor os homens se desviam do pecado.

(...)Devemos pregar a perseverança eterna dos salvos pela graça, misericórdia e pelo Sangue de Cristo.(...)E mais, com tudo isso, devemos avisar os crentes de forma que eles não transformem a graça dO Senhor em libertinagem. Que O Senhor abençoe muitos jovens através de seus pais, pastores e professores usando este material para conter o espírito maligno atual que desculpa qualquer tipo de pecado.

P.S.: U’a mãe solteira que trabalhava numa loja de xerox admitiu depois que pegou uma cópia deste material para sua própria instrução, e foi abençoada com novo direcionamento de como lidar com o seu filho adolescente. É minha oração que muitos outros acharão este material proveitoso, e O Senhor será glorificado.





Chaplain Thomas Gilbert Cole
em
http://www.resistnet.com/forum/topics/how-can-we-stop-obama-from?page=3&commentId=2600775:Comment:323907&x=1#2600775Comment323907

Traduzido por Salomão Mariano, 2009.



Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARC idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/VidaDosCrentes/ VidaAmorosa/
(retorne a http://solascriptura-tt.org/ VidaDosCrentes/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )