Respostas a "Contradições na Bíblia", Parte 1/10: Gn 1 a Gn 49


Dave Woetzel

Acusações: http://www.genesispark.com/essays/contradictions/zathras/
Respostas:
http://www.genesispark.com/essays/contradictions/answered/ (Dave Woetzel)



Se isto (http://www.genesispark.com/essays/contradictions/zathras/) é o melhor que Zathras pode fazer, ele pode pegar um velho livro centenário em alto criticismo. Pelo menos esses argumentos contra a inspiração possuem alguma profundidade. As supostas contradições apontadas por Zathras são muito fáceis de responder.


Gn 1:3-5 No primeiro dia, criou Deus a luz, então separou a luz e as trevas.
Gn 1:14-19 O sol (que separa a noite e o dia) não foi criado até o quarto dia.
[Resposta:] E daí? Deus é luz e Ele será a luz do céu muito tempo depois do sol ter desaparecido (Ap 21:23). Obviamente Ele pode ter criado um fluxo de luz antes Dele ter criado o sol. Dr. Russel Humphrey’s sugeriu uma intrigante explanação da luz de Deus iniciada no primeiro dia. Ela é detalhada em sua teoria da cosmologia White Hole (buraco branco).

Gn 1:11-12, 26-27 As árvores foram criadas antes do homem ser criado.
Gn 2:4-9 O homem foi criado antes das árvores serem criadas.
Gn 2:8-9 não descreve a criação das árvores e sim a criação do Jardim do Éden para Adão viver nele. Nele Deus plantou muitas árvores, entre elas a árvore do conhecimento do bem e do mal e a árvore da vida.
Gn 1:20-21, 26-27 Os pássaros foram criados antes do homem ser criado.
Gn 2:7,19 O homem foi criado antes dos pássaros serem criados.
[Resposta:] Gn 2:19 não descreve a criação dos pássaros (que saíram dos mares). Melhor, Deus fez cada tipo de criatura diretamente do solo antes de Adão, que pode nomeá-los. Isto foi um segundo ato criativo que familiarizou Adão com todos os tipos de animais sobre os quais ele reinaria.
[Gn 2:19 não diz que o SENHOR Deus CRIOU nenhum animal naquele instante: apenas diz que os *TROUXE* até Adão, e pode ter trazido somente um exemplar de cada espécie, ao invés de todos os exemplares de uma delas].

Gn 1:24-27 Os animais foram criados antes do homem ser criado.
Gn 2:7, 19 O homem foi criado antes dos animais serem criados.
[Resposta:] Já explicado anteriormente.

Gn 1:26-27 O homem e a mulher foram criados ao mesmo tempo.
Gn 2:7, 21-22 O homem foi criado primeiro, a mulher algum tempo depois.
[Resposta:] Gn 1:26-27 não fala que eles foram feitos exatamente ao mesmo tempo, somente que ambos foram feitos.

Gn 1:28 Deus encoraja a reprodução.
Lv 12:1-8 Deus requer ritos de purificação seguido ao nascimento de uma criança, portanto, na realidade, faz do nascimento de uma criança um pecado. (Nota: O período para purificação seguido ao nascimento de uma filha é o dobro em relação a um filho).
[Resposta:] [Isto é um] disparate. Zathras não pode distinguir entre realizar uma limpeza cerimonial e pecar? Eu faço meu filho lavar suas mãos depois de brincar em uma caixa de areia. Isto faz ele ser desobediente? Uma mulher com fluxo de sangue é também chamada impura, somente alguns capítulos depois. Isto faz ela ser pecadora?

Gn 1:31 Deus estava contente com sua criação.
Gn 6:5-6 Deus não está satisfeito com sua criação.
(Nota: Que Deus poderia estar descontente é inconsistente com o conceito de onisciência).
[Resposta:] Deus estava contente de dar ao homem liberdade de escolha. Ele não estava satisfeito do homem usar isso para rebeldia.

Gn 2:4, 4:26, 12:8, 22:14-16, 26:25 Deus já era conhecido como “o Senhor” (Jahveh ou Jehovah) muito antes do tempo de Moisés.
Ex 6:2-3 Deus foi pela primeira vez conhecido como “o Senhor” (Jahveh ou Jehovah) no tempo da Escravidão Egípcia, durante a vida de Moisés.
Moisés escreveu Gênesis [conforme lhe foi revelado por Deus mais de 2450 anos depois da criação] e usou o nome de Deus como foi revelado a ele [a Moisés, pela primeira vez em toda História].

Gn 2:17 Adão morreu no mesmo dia em que comeu o fruto proibido.
Gn 5:5 Adão viveu 930 anos.
Existe a morte física (a separação da alma do corpo) e a morte espiritual (a separação da alma de Deus). Em um senso físico, Adão INICIOU sua morte naquele dia. Em um senso espiritual, que Deus consistentemente usa depois (veja Ef 2:1 e Jo 8:51) Adão morreu imediatamente; isto é, seu pecado o separou do Criador no instante que ele comeu o fruto.

Gn 2:15-17, 3:4-6 É errado querer diferenciar entre o bem e o mal.
Hb 5:13-14 É imaturo não saber diferenciar o bem do mal.
Sua interpretação [a de Zathras] de Gênesis 2 é totalmente deturpada. O pecado deles [Adão e Eva foi desobediência (fazer o mal) não procurar conhecer algo.

Gn 4:4-5 Deus prefere a oferta de Abel e rejeita a de Caim.
2 Cr 19:7, At 10:34, Rm 2:11 Deus mostra imparcialidade.
Ele trata todos igualmente. DEUS de FATO trata a todos de igual modo. Aqueles que oferecem sacrifícios inapropriados (como Caim) são rejeitados. Se Abel tivesse oferecido um sacrifício sem sangue, ele também teria sido rejeitado.

Gn 4:9 Deus pergunta a Caim onde estava seu irmão Abel.
Pv 15:3, Jr 16:17, 23:24-25, Hb 4:13 Deus é onipresente. Ele vê tudo. Nada escapa de sua vista.
Deus dá a Caim a chance de se redimir. É pelo mesmo motivo que eu PERGUNTO a meu filho mais novo se ele pegou um biscoito que eu vi ele roubou.

Gn 4:15, Dt 32:4, Is 34:8 Deus é vingativo.
Ex 15:3, Is 42:13, Hb 12:29 Deus é um guerreiro. Deus é um consumidor de fogo.
Ex 20:5, 34:14, Dt 4:24, 5:9, 6:15, 29:20, 32:21 Deus é ciumento.
Lv 26:7-8, Nm 31:17-18, Dt 20:16-17, Js 10:40, Jz 14:19, Ez 9:5-7 O Espírito de Deus é (algumas vezes) assassino e matador.
Nm 25:3-4, Dt 6:15, 9:7-8, 29:20, 32:21, Sl 7:11, 78:49. Jr 4:8, 17:4, 32:30-31, Sf 2:2 Deus é zangado. Sua ira é algumas vezes intensa.
[Resposta:] 2Sm 22:7-9 (KJV e ACF) “invoquei ao Senhor; … ouviu Ele a minha voz; … A Terra se abalou e tremeu, … porque Ele se irou. Subiu fumaça de Suas narinas, e da sua boca um fogo devorador; carvões se incendeiam dele.”

Ez 6:12, Na 1:2, 6 Deus é ciumento e furioso. Ele reserva sua ira para, e realiza a vingança em seus inimigos. “… quem persistirá diante do ardor de sua ira? A sua cólera se derramou como um fogo, e as rochas foram por ele derrubadas.”
2 Co 13:11, 14, 1 Jo 4:8, 16 Deus é amor.
Gl 5:22-23 “Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra estas coisas não há lei.”
Deus odeia o pecado e o mal, e Deus ama a bondade. Então qual o problema? Sua santidade significa que Ele executa uma justa penalidade pelo pecado. O amor de Deus provê um meio de perdão em Cristo para todos que quiserem se beneficiar de tal perdão [com a condição de crerem nele e o receberem]. Não existe contradição aqui.

Gn 4:16 Caim saiu da presença do Senhor.
Jr 23: 23-14 Um homem não pode se esconder de Deus. Deus preenche os céus e a Terra.
Deus assumiu uma forma [portanto, visível] para falar com Caim (da mesma maneira que com Moisés no arbusto ardente ou com Abraão em sua tenda). Caim foi embora de seu encontro com Deus.

Gn 6:4 Existiam Nefilins (gigantes) antes do Dilúvio.
Gn 7:21 Todas as criaturas [seres humanos] que não Noé e seu clã foram aniquiladas pelo Dilúvio.
Nm 13:33 Existiam Nefilins depois do Dilúvio.
Alguns descendentes de Adão eram gigantes. Alguns descendentes de Noé eram gigantes. Alguns gigantes têm vivido na história recente. E daí?

Gn 6:6, Ex 32:14, Nm 14:20, 1Sm 15:35, 2Sm 24:16 Deus muda seu pensar.
Nm 23: 19-20, Is 15:29, Tg 1:17 Deus nunca muda seu pensar.
Deus [isto é, sua essência, seu ser, sua natureza e atributos] nunca muda. Suas ações em nossa direção mudam em resposta às NOSSAS mudanças (tanto quanto o sol muda quando eu coloco cortinas ou lentes em minhas janelas).

Gn 6:19-22, 7:8-9, 7:14-16 Dois de cada tipo [de animais] eram pegos, e eram colocados a bordo da Arca de Noé.
Gn 7:2-5 Sete pares de alguns tipos [de animais] eram pegos (e eram colocados) a bordo da Arca.
Zathras realmente se atrapalha todo (pisa na bola) desta vez. Se sete de *alguns* são tomados, então isto inclui o fato de dois de *cada* SÃO tomados. Não existe contradição. A contradição requereria que dois de algum tipo NÃO fossem tomados! [quem tem 7 reais no bolso também tem 2 reais]

Gn 7:1 Noé era justo.
Jó 1:1,8, Jó 2:3 Jó era justo.
Lc 1:6 Zacarias e Isabel eram justos.
Tg 5:16 Alguns homens são justos, (aqueles que fazem suas orações efetivas).
1Jo 3:6-9 Cristão são tornados justos (ou não são verdadeiros Cristãos).
Rm 3:10, 3:23, 1Jo 1:8-10 Ninguém foi ou é justo.
Esta pelo menos é uma razoável objeção … muitas vezes já refutada, porém razoável. Deus é totalmente, completa e impecavelmente justo. Ele sozinho é perfeitamente santo. Quando um homem é descrito como “justo,” é sempre de uma forma comparativa (ou seja, Jó 2:3 “E disse o Senhor a Satanás: Observaste o meu servo Jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, temente à Deus e que se desvia do mal, e que ainda retém a sua sinceridade, havendo-me tu incitado contra ele, para o consumir sem causa). O homem somente pode tornar-se inocente diante do tribunal do Todo Poderoso se tiver crido para ser perdoado através do sangue de Cristo.

Gn 7:7 Noé e seu clã entram na Arca.
Gn 7:13 Eles entram na Arca (de novo?).
Ora, vamos! No verso 13 a Bíblia está repetindo a narrativa do evento, agora com um outro esquema específico de datação na vida de Noé.

Gn 11:7-9 Deus semeia discórdia.
Pv 6:16-19 Deus odeia quem semeia discórdia.
Deus não semeia discórdia (contenda). Ele confundiu as línguas. A propósito, existem várias coisas que deus faz que Ele proíbe o homem de fazer. E daí? Isto é simplesmente justo.

Gn 11:9 Em Babel, o Senhor confundiu a língua de todo mundo.
1Co 14:33 Paulo disse que Deus não é autor de confusão.
Isto foi tirado fora de contexto. Deus não é autor de confusão NA IGREJA. [e entre os seus salvos fiéis, mas pode pôr seus inimigos em confusão].

Gn 11:12 Arfaxade foi o pai de Selá.
Lc 3:35-36 Cainã foi o pai de Selá [Salá]. Arfaxade foi o avô de Selá.
Cainã foi excluído de Gênesis. Há a possibilidade de que tenha sido propositalmente da genealogia. Enquanto isto parece incomum, existem alguns reis excluídos em Mt 1:8. Parece também que na tradição Judaica, a designação “filho” é algumas vezes bastante flexível. Existem múltiplas situações nas escrituras onde o neto é chamado de filho ou um genro é chamado de filho. [ A solução é simples: ARFAXADE, através de seu filho CAINÃ, gerou seu neto SELÁ (ou Salá). Dizer que um avô "gerou" seu neto era usual.]

Gn 11:16 Terá tinha 70 anos quando seu filho Abrão nasceu.
Gn 11:32 Terá tinha 205 anos quando morreu (fazendo Abrão com 135 anos neste tempo).
Gn 12:4, At 7:4 Abrão tinha 75 anos quando saiu de Harã. Isto foi depois da morte de Terá.
Assim, Terá não poderia ter mais de 145 anos quando morreu; ou Abrão tinha somente 75 anos depois dele ter vivido 135 anos.
Este é um ponto que Zathras pode estar sendo sincero e honesto em sua reclamação, uma vez que a Bíblia pode parecer contraditória superficialmente. Contudo, Terá pode ter COMEÇADO a ter filhos na idade de 70 anos (seguindo o padrão genealógico em que os anos sem filhos eram mencionados primeiro) e Abrão deve ter nascido depois quando Terá tinha 130 anos. Isto não é absurdo uma vez que Abrão próprio produziu filhos despois disto [dessa idade]. (Gn 17:17 indica que ele era dez anos mais velho de Sara. Gn 23:1 diz que Sara morreu com 127 anos. Gn 25:1-2 fala-nos que Abraão ainda continuou a produzir filhos com sua esposa subsequente anos depois.) Além disso, o irmão de Abraão casou, teve Ló, e morreu TODOS antes de Abrão casar. Então o irmão de Abrão, Harã, poderia ser MUITO MAIS velho.

Gn 12:7, 17:1, 18:1, 26:2, 32:30, Ex 3:16, 6:2-3, 24:9-11, 33:11, Nm 12:7-8, 14:14, Jó 42:5, Am 7:7-8, 9:1 Deus é visto.
Ex 33:20, Jo 1:18, 1Jo 4:12 Deus não é visto. Ninguém pode ver a face de Deus e viver. Ninguém viu Deus.
É uma coisa maravilhosa que estes versos resolvem nossa confusão eles mesmos! Ninguém viu Deus em toda sua glória. Em Êxodo, Deus ocultou Moisés de ver sua face. Isaias, João e outros viram uma visão de Deus. Deus tomou uma forma (como um arbusto ardente, para Moisés, ou como um redemoinho para Jó) antes de conversar com o homem.

Gn 10:5, 20, 31 Existiam muitas línguas antes da Torre de Babel.
Gn 11:1 Existia somente uma língua antes da Torre de Babel.
Genesis 10 é uma genealogia que cobre séculos. Ela engloba um período antes de Babel quando existia somente uma língua (descrita no capítulo 11) ela continua bem depois de Babel detalhando a divisão das línguas como resultado de Babel. [ou seja, esta parte do capítulo 11 está contido no 10]

Gn 15:9, Ex 20:24, 29:10-42, 1-7, 38, Nm 20:1-29, 40 Deus detalha as ofertas sacrificiais.
Jr 7:21-22 Deus fala que nunca fez tal coisa.
O contexto em Jeremias 7:21-22 está discutindo as primeiras prioridades de Deus. Note a frase “no dia em que os tirei da terra do Egito.” Isto foi ANTES da entrega da lei. De fato em Êxodo 19:1-8, muito pouco antes da entrega da lei e do sistema sacrificial, Deus de novo focaliza a primeira prioridade a obediência. É essencialmente a mesma mensagem do Salmo 40:6-8. Deus obviamente poderia mandar eles oferecerem sacrifícios, porém Ele enfatiza o ponto de que O PRIMEIRO FOCO era a atitude do coração. [Ou seja o que estava no coração de quem oferecia os sacrifícios]

Gn 16:15, 21:1-3, Gl 4:22 Abraão teve dois filhos, Ismael e Isaac.
Hb 11:17 Abraão teve somente um filho.
A passagem de Hebreus está sendo amputada na metade para forçar uma contradição. “Pela fé ofereceu Abraão a Isaque, quando foi provado; sim aquele que recebera as promessas ofereceu seu unigênito”

Gn 17:1, 35:11, 1Cr 29:11-12, Lc 1:37, Deus é onipotente. Nada é impossível com (ou para) Deus.
Jz 1:19 E estava o SENHOR com Judá, e despovoou as montanhas; porém não expulsou aos moradores do vale, porquanto tinham carros de ferro.
O que esta suposição significa? Se Zathras está reclamando que Deus não deu a eles a vitória facilmente sobre os carros de ferro, é ridículo. O verso não diz que Deus lutou ao lado de Judá, somente que estava “com ele.” Deus sempre delega poderes a nós para termos vitória em certas áreas e deixa outras áreas com contínuos desafios que ainda persistirão, para nós trabalharmos nelas (2Co 12:8-9). Isto ensina humildade, dependência, etc.

Gn 17:7, 10-11 A aliança da circuncisão é para ser eterna.
Gl 6:15 Ela não tem consequência.
Você está comparando longevidade de uma aliança com sua potência (comparando maçãs com laranjas). Circuncisão é uma aliança eterna [para os Israelitas]. Porém é sem valor para retirar o pecado. Ela nunca salvou ninguém.

Gn 17:8 Deus promete a Abraão a terra de Canaã como uma “possessão eterna.”
Gn 25:8, At 7:2-5, Hb 11:13 Abraão morre com a promessa não cumprida.
Abraão tinha em possessão grande parte de Canaã quando morreu. Porém você perde o ponto chave do verso. A promessa seria cumprida em Abraão E sua semente. Uma das mais maravilhosas e totalmente cumpridas profecias é o renascimento da nação de Israel em sua terra natal ancestral.

Gn 17:15-16, 20:11-12, 22:17 Abrão e sua meia irmã, Saraí, casaram-se e receberam as bênçãos de Deus.
Lv 20:17, Dt 27:20-23 Incesto é errado.
E daí? Pessoas boas podem errar. Além disso, a lei citada não foi dada senão muito tempo depois da morte de Abraão.

Gn 18:20-21 Deus decide “descer” para ver o que estava acontecendo. [em Sodoma]
Pv 15:3, Jr 16:17, 23:24-25, Hb 4:13 Deus é onipresente. Ele vê tudo. Nada escapa de sua vista.
Deus desceu para checar Sodoma para dar a Abraão a chance de interceder por ela, e demonstrar a maldade dos Sodomitas; não devido Ele estar impossibilitado de checá-la olhando desde o céu.

Gn 19:30-38 Enquanto estava bêbado, as duas filhas de Ló “deitaram-se com ele,” engravidaram e deram à luz os seus descendentes.
2Pe 2:7 Ló era “justo” e “correto.”
Lembrem-se que sempre que a palavra “justo” é usado em relação a homens, é de forma comparativa. Pessoas boas não são sempre perfeitas. Se sua ÚNICA falha cometida em toda sua vida fosse ter ficado bêbado algumas noites, eu poderia dizer que você era muito justo.

Gn 22:1-12, Dt 8:2 Deus tenta (testa) Abraão e Moisés.
Jz 2:22 Deus mesmo diz que Ele não testa (tenta).
1Co 10:13 Paulo diz que Deus controla a extensão de nossas tentações.
Tg 1:13 Deus não testa (tenta) ninguém.
Note Hebreus 11:17. A melhor tradução do grego “peirazo” é provado” (ou experimentado, testado). Deus nos examina de modo semelhante ao de um professor mestre … para demonstrar a nossa fé (ou falta dela) e para nos amadurecer. Tiago usa “peirazo” nesse sentido no início do capítulo (Tiago 1:2-3). Há uma [palavra] grega muito diferente usada no versículo 13. “Peirasmos” significa “uma solicitação para fazer o mal.” Ela é baseada em nossos desejos ou seduções satânicas.

Gn 27:28 “Assim, pois, te dê Deus do orvalho dos céus, e das gorduras da terra, e abundância de trigo e mosto.”
Dt 7:13 “E amar-te-á, e abençoar-te-á, e te fará multiplicar; e abençoará o fruto do teu ventre, e o fruto da tua terra, o teu grão, e o teu mosto, …”
Sl 104:15 “E o vinho que alegra o coração do homem, e o azeite que faz reluzir o seu rosto, e o pão que fortalece o coração do homem.”
Jr 13:12 “Portanto, dize-lhes esta palavra: Assim diz o Senhor Deus e Israel: Todo o odre se encherá de vinho; e dir-te-ão: Por ventura não sabemos nós muito bem que todo odre se encherá de vinho?”
Jo 2:1-11 De acordo com o autor de João, o primeiro milagre de Jesus foi transformar água em vinho.
Rm 14:21 É bom se refrear de tomar vinho.
De novo você [Zathras] cria uma contradição distorcendo a sentença. O ponto aqui não é que tem algo errado em comer certos alimentos ou beber vinho. O problema é fazer isso desnecessariamente de forma a ofender um irmão cristão.
[Nota do tradutor: discordo completamente quanto ao beber vinho. Ver
http://solascriptura-tt.org/VidaDosCrentes/Cinzentas/CrentesNenhumAlcoolOficiaisNenhumaGlutonaria-Helio.htm]

Gn 35:10 Deus disse que Jacó não seria mais chamado Jacó; a partir dali seu nome seria Israel.
Gn 46:2 Mesmo depois disso, Deus mesmo usava o nome Jacó.
A tradição oriental de mudar nomes significava um marco na vida de alguém. Era uma mudança oficial. O ponto NÃO era que Deus não proibiu as pessoas de chamarem ele de Jacó (de fato ele é chamado de Jacó novamente quatro verso depois); ou melhor a ideia era que ele não deveria ser CONHECIDO como “enganador” (Jacó) mas como “lutando com Deus” (Israel).

Gn 36:11 Os filhos de Elifaz foram Temã, Omar, Zefô, Gaetã e Qenaz.
Gn 36: 15-16 Temã, Omar, Zefô e Qenaz.
1Cr 1:35-36 Temã, Omar, Zefi, Gaetã, Quenaz, Timna e Amaleque.
Tome um tempo para ler a passagem cuidadosamente e você poderá responder seu próprio questionamento. Gn 36:12 adiciona Amaleque (nascido de uma concubina) para a lista iniciada no verso 11. Você pode claramente reencontrar Gaetã e Amaleque em Gn 36:16. Depois em passagem posterior (talvez adotado com um filho) Timna é adicionado com um príncipe (Gn 36:40). Portanto Gn 36 combina com Crônicas perfeitamente.

Gn 49:2-28 Os pais das 12 tribos de Israel são: Rúbem, Simeão, Levi, Judá, Zebulom, Issacar, Dã, Gade, Aser, Naftali, José e Benjamim.
Ap 7:4-8 (Deixa de fora a tribo de Dã, porém adiciona Manassés.)
Isto não é uma contradição. É uma troca. Alguns tem postulado que essa troca é devido a idolatria ter começado pela tribo de Dã que eventualmente causou o juízo de Israel e sua ida para o cativeiro.

Continua …
Fonte:
http://www.genesispark.com/essays/contradictions/answered/
Texto: Dave Woetzel.
Tradução: Cristiano Quaresma da Silva.






Só use as duas Bíblias traduzidas rigorosamente por equivalência formal a partir do Textus Receptus (que é a exata impressão das palavras perfeitamente inspiradas e preservadas por Deus), dignas herdeiras das KJB-1611, Almeida-1681, etc.: a ACF-2011 (Almeida Corrigida Fiel) e a LTT (Literal do Texto Tradicional), que v. pode ler e obter em http://BibliaLTT.org, com ou sem notas.



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-InspiracApologetCriacionis/
retorne a http://solascriptura-tt.org/)