Citações de Defensores do TR e de Suas Traduções






"Faria alguma diferença se você soubesse que o Novo Testamento da sua Bíblia moderna não tem a Primeira nem a Segunda Epístola de Pedro? Todavia, se o número total de palavras que faltam fosse somado, isto seria o quanto as traduções modernas ficariam mais curtas do que a VRTiago [e do que as Almeidas 1753 e CFiel]. (...) Muitos têm se passado para as novas Bíblias sem compreender que mais, muito mais está envolvido do que a questão do inglês [e português] moderno. Todo o tecido tem sido afetado! O texto subjacente está substancialmente diferente. A filosofia e metodologia dos tradutores está em contraste acentuado [quando comparadas] com aquelas da Versão Autorizada [e das Almeidas 1753 e CFiel]" - Jack Moorman


"Eu conheço centenas de pessoas cuja inteligência e níveis educacionais não são tão elevados quanto os de algumas daquelas ... pessoas [intelectuais] que dizem que não podem entender a Bíblia do Rei Tiago [e a Almeida CFiel], no entanto estas pessoas [comuns, de fato] a entendem. Como podemos compreender isto? Relembremos 1Co 2:14 que diz 'Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.' Este verso ainda é verdadeiro, não importa qual tradução seja usada" - Dr. Donald Waite


A Bigorna da Palavra de Deus
"Ontem à noite eu parei à porta de um ferreiro,
E ouvi a bigorna a tocar o repique vespertino;
Então, olhando para dentro, eu vi no assoalho
Martelos velhos, gastos pelas batidas dos anos.
"Quantas bigornas você já teve," eu disse
"Para assim desgastar todos esses martelos?"
"Apenas um," ele disse e, com um piscar de olhos
"É a bigorna que acaba com os martelos, você sabe."
E assim, pensei, a bigorna da Palavra de Deus,
Por séculos os golpes dos céticos têm batido nela;
Mas, embora o ruído dos golpes fossem ouvidos,
A bigorna continua, sem danos, e os martelos se foram."
- John Clifford

"Eu estou completamente contrário a crer (tão grosseiramente improvável isto parece) que, ao final de 1800 anos, 995 de cada 1000 cópias, suponhamos, irão ser provadas como inconfiáveis, e que a uma, duas, três, quatro, ou cinco [cópias] restantes, cujos conteúdos foram até ontem nada mais que desconhecidas, ocorrerão terem mantido o segredo do que o Espírito Santo originalmente inspirou. Em resumo, eu sou completamente incapaz de crer que a promessa de Deus tenha tão inteiramente falhado que, ao fim de 1800 anos, muito do texto do Evangelho tenha de fato de ser tirado de dentro de uma cesta de lixo cheia de papéis, por um crítico alemão, no convento de Santa Catarina; e que todo o texto [do Novo Testamento] tenha de ser remodelado segundo o padrão estabelecido por um par de cópias que tinha permanecido em desprezo durante quinze séculos (provavelmente devendo suas sobrevivências a este desprezo), enquanto centenas de outros [manuscritos] tinham sido tão folheadas [pelo uso] a ponto de serem [fisicamente] desintegradas, e tinham conferido seus testemunhos a cópias delas feitas." - John Burgon




Só use as duas Bíblias traduzidas rigorosamente por equivalência formal a partir do Textus Receptus (que é a exata impressão das palavras perfeitamente inspiradas e preservadas por Deus), dignas herdeiras das KJB-1611, Almeida-1681, etc.: a ACF-2011 (Almeida Corrigida Fiel) e a LTT (Literal do Texto Tradicional), que v. pode ler e obter em http://BibliaLTT.org, com ou sem notas.



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ Bibliologia-PreservacaoTT/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )