Trata da concepção virginal de Jesus Cristo, Maria, Texto Crítico TC, Texto Tradicional TT Recebido TR, Textus Receptus, Bíblia, King James, Almeida, Sinaiticus, Vaticanus, Escrituras

CRISTO NASCEU DE UMA VIRGEM

(Mas TC adultera este ensino)

 

1. Afirmado categoricamente no N.T.:

 Mateus 1:18-25

Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: Estando Maria, sua mäe, desposada com José, antes de se ajuntarem, achou-se ter concebido do Espírito Santo.    19- Entäo José, seu marido, como era justo, e a näo queria infamar, intentou deixá-la secretamente.    20- E, projetando ele isto, eis que em sonho lhe apareceu um anjo do Senhor, dizendo: José, filho de Davi, näo temas receber a Maria, tua mulher, porque o que nela está gerado é do Espírito Santo;    21- E dará à luz um filho e chamarás o seu nome JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados.    22- Tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que foi dito da parte do Senhor, pelo profeta, que diz;    23- Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, E chamá-lo-äo pelo nome de EMANUEL, Que traduzido é: Deus conosco.    24- E José, despertando do sono, fez como o anjo do Senhor lhe ordenara, e recebeu a sua mulher;    25- E näo a conheceu até que deu à luz seu filho, o primogênito; e pós-lhe por nome Jesus.

2. Profetizado no V.T.

Gênesis 3:15 

E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a SUA semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.

Isaías 7:14

Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que a VIRGEM conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu nome Emanuel.

3. Mas DESPREZE as traduções do Texto Crítico (mudado sempre para pior, pervertido pelo Diabo, mesmo se alguns dos instrumentos que usou não tenham tido consciência disto):

Isa 7:14

Almeida Fiel, Almeida R.Corrigida:

"Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que a VIRGEM conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu nome Emanuel."

Revised Standard Version [1982], mãe da “A. ... Melhores Textos” e que cedo será completamente imitada:

Adultera “virgem” para “jovem”!!

Ora, que sinal seria este? Quantas fornicárias e prostitutas bem jovens existem? A todo ano há menininhas de 10 anos perdendo a virgindade, muitas engravidando, algumas dando uma nova vida à luz! A RSV e suas imitadoras fazem de Maria uma fornicária, de Jesus um filho ilegítimo, um bastardo!

Luke 1:34:

Almeida Fiel, Almeida R.Corrigida:

"E disse Maria ao anjo: Como se fará isto, visto que näo conheço homem algum?"

Revised Standard Version [1982], mãe da “Almeida ...Melhores Textos” e que cedo será completamente imitada:

Adultera “visto que eu não conheço [sexualmente] homem” para “visto que eu não sou casada”!!

Ora, quantas mocinhas bem jovens vivem fazendo sexo sem serem casadas! A RSV e suas imitadoras fazem de Maria uma fornicária, de Jesus um filho ilegítimo, um bastardo!

 

Luke 2:33

Almeida Fiel, Almeida R.Corrigida:

"E JOSÉ, E SUA MÄE, se maravilharam das coisas que dele se diziam".

O Texto Crítico (de 1881, e que foi seguido pelas Almeida Atualizada, Almeida Melhores Textos, NVI, Jerusalém, Viva [O Mais Importante é o Amor], enfim, todas as Bíblias recentemente introduzida, excetuando-se apenas as seculares ACRFiel   e  ARC, citadas logo acima):

"E estavam O PAI  E A MÃE do menino admirados do que dele se dizia."

Aqui, estas Bíblias-TC fazem de José o PATER de Cristo [1]; José seria um miserável abusador e caluniador da noiva; Cristo um homem qualquer, herdando a natureza pecaminosa de Adão, a maldição de Conias, e não seria Deus.



[1] Note que

A.     O Texto Recebido (e, portanto, a VRTiago, a Almeida 1753, a ACFiel, e a ARCorr), nos versos 27 e 41, implicitamente se refere a José como “pai” de Jesus, usando a palavra grega “goneo”. Mas isto, na sabedoria de  Deus, é contrabalançado e explicado quando, nos versos em questão (33 e 43), a palavra “pater” (pai), que implica um relacionamento todo especial, NÃO é aplicada a José. Em todo o Texto Recebido, nunca o Espírito Santo chama José de “pater” de Jesus. (Maria, aflitamente errou ao chamá-lo, no verso 48, mas Cristo gentilmente a corrigiu, no verso 49: Só Deus deve ser chamado pater de Jesus). Portanto, o trecho 2:21-52 deixa claro que José é pai e não é pai de Jesus. É pai no sentido de goneo, e não é pai no sentido de pater.

B.     O Texto Crítico destroi tudo que dissemos acima, ao chamar José de “pater” de Jesus, nos versos 33 e 43, eliminando o contrabalançamento que havia.

C.     Goneo pode talvez ter vindo de raiz que implicaria “gerador”, mas isto não tem importância (afinal, vilão vem da raiz latina villanu, habitante de pequena vilagem ou aldeia, mas dizer que Hitler é um vilão tem um significado completamente diferente de dizer que ele é um 'villager', aldeão!). Na BÍBLIA, goneo só significa pai genericamente (podendo ser o pai adotivo, etc.), e pater implica uma relação toda especial, que só Deus-Pai tem com Deus-Filho.





[Por que o "altos escalões" dos seminários, da AIBREB - Associação das Igrejas Batistas Regulares do Brasil, e associações estaduais (APIBRE, AIBRECE, etc.) das Igrejas Batistas Regulares, ao invés de estudarem + agradecerem + aprofundarem + divulgarem alertas como este, os temem tanto e tentam a todo custo proibir que se os façam ante todos os membros de suas igrejas batistas regulares?!?! Hélio, 2011]


 

 

(retorne à PÁGINA ÍNDICE de SolaScripturaTT / Bibliologia-PreservacaoTT)