Gnosticismo:
O Fundamento Doutrinário das Novas Versões da Bíblia


 
Autora: Mrs. Jane Moser

 

Tradução, com permissão do Título Original: GNOSTICISM – The Doctrinal Foundation of The New Bible Versions, publicado pela The Bible for Today Ministrires – DBS Society.Diretor: Pastor D. A. Waite, Th.D., Ph.D.

 “Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora resiste até que do meio seja tirado;" – II Tessalonicenses 2.7

IDENTIFICANDO "O MISTÉRIO DA INIQUIDADE" COMO GNOSTICISMO. II Tess. 2

 

1.   Terminologia e Conceito Gnóstico



II Tess. 2:7 – O Mistério da Iniqüidade
 
O Gnosticismo é uma religião de Mistério que procurou se identificar com o cristianismo, a fim de fazer os cristãos seus discípulos. Ele usa termo o "mistério" termo em relação às suas Escrituras e doutrinas secretas.

2.   Raízes Históricas Gnósticas


II Tess. 2:7 – Porque JÁ o mistério da injustiça OPERA;... 
 
O gnosticismo é a incorporação das antigas religiões de mistérios e estava sendo praticado como Filosofia, Cabalismo, e Essenismo antes do primeiro advento de Cristo. Ele continuou até o período apostólico e se tornou conhecido como o Gnosticismo, e mais tarde surgiu como os Cavaleiros Templários, Jesuítas, Maçonaria, Rosacruzes, e o movimento    
 

3.   Cartas Gnósticas


II Tess. 2:2 – Que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por EPÍSTOLA, COMO DE NÓS, como se o dia de Cristo estivesse já perto.
 
O Gnosticismo depende de cartas "apostólicas" extra-Canônicas para [embasar] suas doutrinas, como as encontradas em "A Biblioteca de Nag Hamadi" e nos Manuscritos do Mar Morto:

A oração do apóstolo João
O Apócrifo de Tiago
O Apócrifo de João
O Evangelho de Tomé
O Evangelho de Filipe
O Livro de Tomé, o Contendor
O Apocalipse (Primeiro) de Tiago
O Apocalipse (Segunda) de Tiago
Os Atos de Pedro e dos Doze Apóstolos
O Apocalipse de Pedro
A Carta de Pedro a Filipe
A Lei de Pedro
O Evangelho Secreto de Marcos

4.   Doutrina Gnóstica


II Tess. 2:4 – "...de sorte que se assentará, COMO DEUS, no templo DE DEUS, QUERENDO PARECER DEUS." [parte b. do versículo]
 
A Doutrina principal do gnosticismo, e seu objetivo final, é a de que o homem se tornará Deus (cf. Gn 3:5)
 

5.   Propagação Gnóstica / Método de Operação


II Tess. 2:3 – Ninguém de maneira alguma vos ENGANE;... [parte a. do versículo]

II Tess. 2:2 - Que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer POR ESPÍRITO, quer POR PALAVRA, quer POR EPÍSTOLA, COMO DE NÓS...
[parte a. do versículo]

II Tess. 2:9 – A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, como todo PODER, e SINAIS e PRODÍGIOS DE MENTIRA.

 
Os principais métodos de operação do Gnosticismo ocorrem por meio do engano e da mágica
 
Ele busca enganar seus próprios discípulos sobre quem eles realmente adoram (Satanás), referindo-se a ele como o deus das forças e exaltando Lúcifer, o anjo de luz, como [se fosse o] deus da sabedoria (Gnose).
 
Ele busca influenciar a igreja [local] secretamente com a introdução de doutrinas gnósticas através de alterações das palavras no Canon verdadeiro da Bíblia (ver II Pe 2:1;. Judas 4).
 
Ele busca enganar a humanidade através do uso dos ESPÍRITOS GUIAS (médiuns proféticos), e através de SINAIS E PRODÍGIOS (magia hermética) às quais eles se referem como sendo um Novo Pentecostes.
 
 

6.   A influência Gnóstica


II Tess. 2.3 - Ninguém de maneira alguma vos ENGANE; por que não será assim sem que ANTES VENHA A APOSTASIA...[primeira parte do versículo]
 
A "queda", como visto em seu contexto do verso 2, tem que se referir à apostasia da CRISTIANISMO PARA DENTRO DO GNOSTICISMO, que vemos ocorrendo no mundo de hoje.
 

7.   Os propósitos Gnósticos


II Tess. 2:4 – O qual SE OPÕE, E SE LEVANTA CONTRA tudo que se chama Deus, ou se adora; de sorte que SE ASSENTARÁ, COMO DEUS, NO TEMPLO DE DEUS, querendo parecer Deus.
 
 
 Os principais objetivos do Gnosticismo tem sido:
 
1.                    Derrubar e destruir o Deus da Bíblia (que eles vêem como o maléfico Criador do mal (ver Salmo 2)
 
2.                    Reconstruir o templo em Jerusalém para colocar um dos seus no trono de Deus dentro do templo, o qual se tornará o governante Messiânico do mundo, aquele a quem conhecemos como o Anticristo.


OS PROPAGADORES DA DOUTRINA GNÓSTICA


 
(Visões doutrinárias específicas desses homens serão mais bem detalhadas na Seção 2. DOUTRINAS DE DEMÔNIOS)
 

1. CLEMENTE (Professor na Escola de Alexandria)


"O Stromata, Miscellanias, de São Clemente são a nossa fonte de informação sobre os Mistérios em seu tempo. Ele mesmo fala destes escritos como uma ‘miscelânea de NOTAS gnósticas, de acordo com a verdadeira filosofia’, e também os descreve como memorandos dos ensinamentos que ele mesmo recebeu de Pantaenus...‘O Senhor...permitiu-nos comunicar destes MISTÉRIOS divinos, e daquela santa luz, para aqueles que são capazes de recebê-los. Ele certamente não divulgará aos muitos aos quais não lhes pertencem, mas aos poucos a quem Ele sabia que lhes pertenciam, que eram capazes de receber e serem moldados de acordo com eles. Mas as COISAS SECRETAS são confiadas à fala, não à escrita, como é o caso com Deus. E se se dizer que está escrito: ‘Não há nada de secreto que não deve ser revelado, nem oculto que não deve ser divulgado,’ deixe-o também ouvir de nós, que àquele que ouve SECRETAMENTE, mesmo o que é SECRETO se manifestará. Isto é o que foi previsto por este oráculo. E para aquele que é capaz SECRETAMENTE de observar o que é entregue a ele, o que está VELADO deve ser divulgado como verdade; e o que está ESCONDIDO para muitos deve aparecer manifesto para poucos ... Os MISTÉRIOS são entregues MISTICAMENTE, aquilo que é falado pode estar na boca daquele que fala; de fato não em sua voz, mas em seu entendimento ... O escrito destes meus memorandos, eu bem sei, é fraco quando comparado com aquele espírito ... que tive o privilégio de ouvir. Mas será uma imagem para recordar o arquétipo àquele que foi atingido com os Tirso. (O Tirso, podemos aqui interpor, era a varinha de condão mantida pelos Iniciados, com a qual os candidatos eram tocados durante a cerimônia de Iniciação. Ela possuía um significado místico simbolizando a medula espinhal e a glândula pineal nos Mistérios Menores, e era uma Vara muito conhecida pelos Grandes. Dizer, portanto, ‘àquele que foi atingido com o Tirso’ era exatamente o mesmo que dizer, ‘àquele que foi iniciado nos Mistérios’.) .. ‘Nós não professamos explicar as COISAS SECRETAS suficientemente - longe disso - mas só trazê-las à memória, se temos esquecido de alguma coisa ou se temos o propósito de não esquecê-las. Muitas coisas, eu sei bem, nos tem escapado através dos períodos de tempo, que se afastaram do não escrito ... Há, então, algumas coisas das quais não temos nenhuma lembrança, pois o poder que estava nos benditos homens era grandioso ... Há também algumas coisas que permaneceram há muito tempo despercebidas ... ESSAS EU REVIVO EM MEUS COMENTÁRIOS. Algumas coisas que eu PROPOSITADAMENTE OMITO, no exercício de uma escolha sensata, COM MEDO DE ESCREVER O QUE EU TENHO GUARDADO CONTRA O QUE É FALADO; não relutando...mas temendo por meus leitores, para que não tropecem, levando-os a um sentido incorreto, e, como o provérbio diz, devemos ser encontrados  ‘estendendo uma espada [para dá-la] a uma criança’. Porque é impossível que o que tem sido escrito não escape (se torne conhecido), embora permanecendo impublicável por mim ... Algumas coisas em meu tratado serão sugeridas; em alguns serão insinuadas; alguns, serão apenas mencionadas. ELAS IRÃO TENTAR FALAR IMPERCEPTIVELMENTE, EXPOR SECRETAMENTE, E DEMONSTRAR SILENCIOSAMENTE’.
Esta passagem, se permanecesse sozinha, seria suficiente para demonstrar a existência de um ensinamento secreto na Igreja Primitiva. Mas ela não está de maneira nenhuma sozinha. No capítulo XII do mesmo livro I, no cabeçalho, ‘Os Mistérios da Fé NÃO SÃO DIVULGADOS A TODOS’, Clemente declara que, ninguém mais a não ser apenas os sábios serão capazes de ver seu trabalho, ‘faz-se necessário, portanto, ESCONDER EM UM MISTÉRIO A SABEDORIA FALADA, que o Filho de Deus ensinou’.... Depois de muito examinar os escritores gregos, e de uma investigação pela filosofia, S. Clemente declara que a GNOSE ‘transmitida e revelada pelo Filho de Deus, é sabedoria ... E a GNOSE em si é aquela que se transmitiu pela herança a poucos, tendo sido repassada de forma NÃO ESCRITA PELOS APÓSTOLOS’. Uma exposição muito longa da vida do Gnóstico, o Iniciado, é dada, e S. Clemente a conclui dizendo: ‘Deixe à amostra o suficiente para aqueles que têm ouvidos. Para isso não é necessário desvendar o mistério, mas apenas indicar o que é suficiente àqueles que são participantes no conhecimento, a fim de trazê-las à mente’."(# 1, p.55-62 - Annie Sesant, uma ocultista).

 

OS PROPAGADORES DA DOUTRINA GNÓSTICA


 
(Visões doutrinárias específicas desses homens serão mais bem detalhadas na Seção 2. DOUTRINAS DE DEMÔNIOS)

4. WESTCOTT (Novo Testamento Grego de 1881, Versão Inglesa Revisada 1881)


"Ele se apegou a um estranho interesse... NO MORMONISMO... Recordo-me de sua aquisição e estudo do Livro de Mórmon por volta de 1840.”
 (#23, Vol.1, p. 19-20, escrito pelo filho de Westcott)
 
 “O sermão de Stanley sobre São João, que eu extremadamente admiro, e que ainda é chamado de ‘HERESIA’ em Oxford. "(#23, Vol.1, p.53)
 
“ Eu nunca pude olhar minha vida passada em Cambridge com suficiente gratidão. Acima de tudo, aquelas horas que foram gastas com PLATÃO e Aristóteles têm forjado esta gratidão em mim pela qual eu oro que nunca possa se desvanecer."
 (# 23, Vol.1, p.175-176)
 
“ Mas desde os dias em Cambridge, eu tenho lido os escritos de muitos que são chamados MÍSTICOS, COM MUITO PROVEITO." (# 23, Vol.1, p.231)
 
 “Eu sinto com mais intensidade a desgraça da circulação daquilo que eu tenho a impressão de SEREM CÓPIAS FALSIFICADAS DAS SAGRADAS ESCRITURAS. (* 23, Vol.1, p.228-229, sobre o Texto Recebido Tradicional - Base da King James Version).
 
“ A ortodoxia do meu pai foi NOVAMENTE posta em questão dois anos depois. Em 1867, ele escreveu um folheto intitulado ‘A ressurreição como um fato e uma Revelação’.... e já estava pronto, quando um dos juízes da Sociedade episcopal detectou HERESIA nele. O escritor foi incapaz de omitir a passagem suspeita, como ele assegurou ser essencial para o seu argumento." (# 23, Vol.1, p.25.6, escrito pelo filho de Westcott)
 
 “Eu vejo os líderes eclesiásticos elogiarem o livro a respeito do Canon como um artigo necessário à biblioteca de um clérigo. É estranho, mas, TODAS AS DOUTRINAS QUESTIONÁVEIS QUE EU TENHO, SEMPRE MANTIDAS ESTÃO NELE."
 (# 23, Vol.1, p.290)
 
“ As contribuições prometidas por meu pai, no entanto, foram ... seus artigos sobre os TEÓLOGOS DE ALEXANDRIA, INCLUINDO CLEMENTE...E O MAIOR DE TODOS, ORÍGENES. POR MUITOS ANOS AS OBRAS DE ORÍGENES ESTIVERAM EM SUAS MÃOS, E ELE CONTINUAMENTE SE VIROU PARA ELAS A CADA OPORTUNIDADE. "
 (# 23, Vol.1, p.319 - escrito pelo filho de Westcott)

5. PHILIP SCHAFF (Versão Padrão Americana. 1901)


"Seria considerado HERESIA para qualquer historiador... sugerir que um estudo apreciativo da história do Catolicismo tenha qualquer valor ou qualquer relevância para os Protestantes...Essa mentalidade nunca poderia envolver a idéia de que a Igreja Católica, antiga ou medieval, tenha desempenhado o papel principal no desenvolvimento orgânico do Cristianismo desde os dias de Jesus até os dias de Lutero e Calvino...A abordagem de Schaff sobre a história Cristã estava moralmente obrigada a sofrer mal-entendidos e oposições neste contexto.”

 (# 11, p.18)
 
 “Isso significa, em parte, que O PROTESTANTISMO NÃO ERA NEM UMA REVOLUÇÃO, NEM UMA RESTAURAÇÃO; Ele organicamente evoluiu do CATOLICISMO MEDIEVAL, QUE A SEU MODO TEM SIDO O PORTADOR DO CRISTIANISMO NO PERÍODO MEDIEVAL ... Ele valorizava a igreja empírica e ainda esperava por alguma união ou pela era do CATOLICISMO EVANGÉLICO no futuro, quando O MELHOR DAS TRADIÇÕES PROTESTANTES E CATÓLICAS EVOLUIRÃO PARA A MAIS ELEVADA DAS ERAS.”
 (* 11. P.22)
 
 (O JULGAMENTO DAS HERESIAS de Schaff começa, no qual ele é exonerado de todos os cargos em 1845 - N º 11, p.24)
 
 “(Ele) foi convidado a presidir o comitê cuja principal responsabilidade era uma revisão da Bíblia em Inglês...Foi um de seus ESFORÇOS MAIS ECUMÊNICOS, reunir muitos dos melhores estudiosos das principais denominações protestantes da Grã-Bretanha e dos Estados Unidos ... Schaff estava profundamente comprometido com o projeto, pois ele estava convencido de que tal REVISÃO ECUMÊNICA promoveria o vínculo da UNIÃO INTERDENOMINACIONAL E INTERNACIONAL..." (# 11, p.71-73)
 
 “AS MUDANÇAS, até agora, estão indo na direção correta e devem CONTER OS GERMES DE UMA NOVA TEOLOGIA. Cada época deve produzir sua própria teologia. Tal teologia irá preparar o caminho para a reunião de toda Cristandade." (# 34, p.142, citado em A VIDA DE PHILIP SCHAFF.)
 
 “As energias restantes de Schaff foram reservadas para uma grande tarefa que tinha sido atribuída a ele, a apresentação de um documento no sem precedentes Parlamento Mundial das Religiões, a ser realizada em Chicago... Desde os estágios iniciais de planejamento Schaff tinha apoiado o conceito de uma reunião de representantes de todas AS MAIORES E MAIS IMPORTANTES RELIGIÕES DO MUNDO. Ele acreditava que iria oferecer uma ‘plataforma mais abrangente para o mais amplo estudo comparativo da religião’. ELE NUNCA ACREDITOU QUE ESTIVESSE COMPROMETENDO QUALQUER UM DE SEUS PRINCÍPIOS CRISTÃOS ATRAVÉS DA PARTICIPAÇÃO EM DIÁLOGO COM OUTRAS RELIGIÕES. ELE PODERIA FACILMENTE SENTAR EM UMA PLATAFORMA AO LADO DE MUÇULMANOS, HINDUS E BUDISTAS SEM O CONSTRANGIMENTO DA AFLIÇÃO DE SUA CONSCIÊNCIA." (# 11, p.102-103)
 
 “Mesmo na esteira do Primeiro Concílio Vaticano de 1870, ele insistiu que o futuro traria uma atmosfera modificada para com a Igreja Católica Romana que se prestaria aos esforços da união... Schaff estava convencido de que qualquer futura união orgânica deveria ser precedida de uma união espiritual... O movimento ecumênico do século 20 comprometeu-se desde o início com este ideal... Essa percepção também se apropriou da VERDADE BÁSICA DE QUE A PRIORIDADE DA COMUNHÃO CRISTÃ ESTÁ ACIMA DA ‘PUREZA DOUTRINÁRIA’ " (# 11, p.110)

"Ele insistiu que cada divisão da Cristandade deve chegar à percepção de que a suas tradições não possuem toda a verdade, nem a plenitude da catolicidade. (# 11, p.112)
 
"Schaff admitiu que o sistema ortodoxo do cristianismo é ‘um sistema humano que requer REFORMA CONSTANTE’. Contrapondo-se a todos os ‘TRADICIONALISTAS CEGOS’, ele declarou ser a grande missão da teologia alemã ‘RESTAURAR A VELHA FÉ (Gnosticismo), mas de uma forma nova, que deve fazer um progresso real em direção à reconciliação final, e em acordo livre e inteligente, da mente humana com a verdade divina". (#19, 187)
 
"Portanto, há um GNOSTICISMO FIEL E CRISTÃO, bem como o anti-(ou pseudo-) Gnosticismo Cristão da incredulidade. (# 19, p.207)


 

Só use as duas Bíblias traduzidas rigorosamente por equivalência formal a partir do Textus Receptus (que é a exata impressão das palavras perfeitamente inspiradas e preservadas por Deus), dignas herdeiras das KJB-1611, Almeida-1681, etc.: a ACF-2011 (Almeida Corrigida Fiel) e a LTT (Literal do Texto Tradicional), que v. pode ler e obter em BibliaLTT.org, com ou sem notas).

(Copie e distribua ampla as gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)

 

(retorne a http://solascriptura-tt.org/ Bibliologia-PreservacaoTT/

retorne a http://solascriptura-tt.org/)