História + Lógica (Apoiada na Escritura) Provam a Perfeita Preservação da Bíblia. No Texto Tradicional





Por mais de 1400 anos

{desde cerca de 100 dC
até depois da invenção da imprensa + advento da Reforma contra o Romanismo + impressão das primeiras Bíblias
(a partir de Lutero 1522 e Tyndale 1525) traduzidas que seriam usadas (numa escala sem precedentes) pelos batistas e reformados},

basicamente todas as igrejas locais verdadeiras e fiéis,

{tais como as centenas de igrejas locais dos VALDENSES que, desde cerca de 150 dC até próximo da Reforma, sobreviveram às perseguições refugiados nos Alpes Italianos de difícil acesso, e as centenas de igrejas locais dos vários grupos e tipos de ANABATISTAS (rebatizadores)},

perseguidas de morte pelas igrejas infiéis, usaram o Texto Tradicional ou TT (conjunto de palavras pré-existentes em manuscritos e que, depois da invenção da imprensa, foi impresso e passou a ser chamado de Texto Massorético de Ben Chayyim (VT) e Textus Receptus (NT)), e suas fiéis traduções.

Por mais de 1900 anos

{desde cerca de 100 dC, passando pelo Cisma em 1054, até hoje},

a Igreja Católica Ortodoxa GREGA, mesmo infiel em muitos aspectos (posto que filha do catolicismo romano), usou e usa um texto grego basicamente idêntico ao Texto Tradicional.

Por mais de 1600 anos

{desde cerca de 405 dC até hoje},

a Igreja Católica Apostólica ROMANA, mesmo extremamente infiel em quase todos os aspectos, basicamente usa apenas a Vulgata e suas traduções (mais recentemente, alguns setores da ICAR também começaram a aceitar bíblias ecumênicas que são traduzidas de diferentes misturas da Vulgata e do Texto Crítico, o TC. Mas este é um curso novo, pequeno, secundário). Notemos que a Vulgata difere talvez 1% em relação ao TT, mas difere muito mais, talvez 6%, do TC. Portanto, no cômputo global, podemos dizer que, nos últimos 1600 anos, a ICAR, a dominante apostasia da doutrina deixada no Novo Testamento, usa predominantemente o TT. Ademais, antes disso, quando a apóstata ICAR ainda estava se formando e fortalecendo, usava o mesmo texto grego dos gregos e a Antiga Versão Itálica, portanto também o usava o TT.

Por mais de 359 anos, desde a Bíblia de Lutero-1522 até antes do TC de Westcott-Hort e da English Revised Version, ambos de 1881, todas as igrejas BATISTAS E DA REFORMA, em todos os países, em todas as línguas, usaram somente o TT como base de todas as traduções, sem sombra de nenhum concorrente!

Juntando-se todos estes inegáveis fatos históricos, não podemos fugir de uma conclusão extremamente importante:
Se os eruditólatras que têm seguido a descrente teoria de Westcott-Hort estivessem corretos, então todos os crentes verdadeiros e fiéis teriam estado muitíssimo longes da perfeita Palavra de Deus durante pelo menos 1731 anos (desde a Versão Antiga Italiana, de cerca do ano 150 dC, até antes da ERV [English Revised Version] de1881, quando o gênio do homem teria vindo em socorro do Deus impotente, para começar a Lhe salvar, Lhe fazer o enorme favor de recuperar o texto que Ele não conseguiu, por incapacidade (ou não quis, por maldade) preservar!!! Isto seria uma horrível prova de que a Bíblia NÃO teria sido preservada pura através dos séculos, mediante o maravilhoso cuidado e providência do Deus onipotente e que nunca falha no perfeito cumprimento de Suas promessas, nunca mente de modo, nem grau, nem durante tempo nenhum.

DE QUE LADO VOCÊ VAI FICAR?





Séculos:

TODAS as igrejas locais fiéis (Valdenses, Anabatistas, ...) PRÉ-REFORMA

usavam (e consideravam perfeitas) Bíblias manuscritas traduzidas (para suas línguas) a partir dos seguintes manuscritos gregos e hebraicos (e aramaico)

TODAS as igrejas do mundo grego (ou, depois de 1054, de propriedade da hierárquica Igreja Católica (Universal) GREGA)

usavam e usam (e consideram perfeitas até onde não contrariem suas “tradições”, tidas como de maior valor) Bíblias (manuscritas ou impressas) baseadas nos seguintes manuscritos gregos e hebraicos (e aramaico)

TODAS as igrejas de propriedade da hierárquica Igreja Católica (Universal) ROMANA

usavam (e consideravam perfeitas até onde não contrariassem suas “tradições”, tidas como de maior valor) Bíblias (manuscritas ou impressas) traduzidas (para Latim, depois para outros idiomas) a partir dos seguintes manuscritos em Latim

TODAS as igrejas locais BATISTAS PÓS-REFORMA e TODAS as igrejas pertencentes às hierárquicas Igrejas REFORMADAS

usavam (e consideravam perfeitas) Bíblias IMPRESSAS traduzidas (para suas línguas) a partir dos seguintes manuscritos gregos e hebraicos (e aramaico)

Século II (anos 101 a 200)

somente o TT (Texto Tradicional)

somente o TT (Texto Tradicional)

ICAR não existia

 

Século III (anos 201 a 300)

somente o TT

somente o TT

ICAR não existia

 

Século IV (anos 301 a 400)

somente o TT

somente o TT

ICAR não existia

 

Século V (anos 401 a 500)

somente o TT

somente o TT

Vulgata, que tende mais para o TT que para o TC

 

Século VI (anos 501 a 600)

somente o TT

somente o TT

Vulgata, que tende mais para o TT que para o TC

 

Século VII (anos 601 a 700)

somente o TT

somente o TT

Vulgata, que tende mais para o TT que para o TC

 

Século VIII (anos 701 a 800)

somente o TT

somente o TT

Vulgata, que tende mais para o TT que para o TC

 

Século IX (anos 801 a 900)

somente o TT

somente o TT

Vulgata, que tende mais para o TT que para o TC

 

Século X (anos 901 a 1000)

somente o TT

somente o TT

Vulgata, que tende mais para o TT que para o TC

 

Século XI (anos 1001 a 1100)

somente o TT

somente o TT

Vulgata, que tende mais para o TT que para o TC

 

Século XII (anos 1101 a 1200)

somente o TT

somente o TT

Vulgata, que tende mais para o TT que para o TC

 

Século XIII (anos 1201 a 1300)

somente o TT

somente o TT

Vulgata, que tende mais para o TT que para o TC

 

Século XIV (anos 1301 a 1400)

somente o TT

somente o TT

Vulgata, que tende mais para o TT que para o TC

 

Século XV (anos 1401 a 1500)

somente o TT

somente o TT

Vulgata, que tende mais para o TT que para o TC

 

Século XVI (anos 1501 a 1600)

- Igrejas foram sucedidas por outras.
- Bíblias manuscritas foram sucedidas por impressas.

somente o TT

Vulgata, que tende mais para o TT que para o TC

somente o TT  (Texto Tradicional, conforme compilado e IMPRESSO por Erasmo, Stephanus, Beza, Elzevir’s, Ben Chayyim-Bomberg, etc.)

Século XVII (anos 1601 a 1700)

- Igrejas foram sucedidas por outras.
- Bíblias manuscritas foram sucedidas por impressas.

somente o TT

Vulgata, que tende mais para o TT que para o TC

somente o TT

Século XVIII (anos 1701 a 1800)

- Igrejas foram sucedidas por outras.
- Bíblias manuscritas foram sucedidas por impressas.

somente o TT

Vulgata, que tende mais para o TT que para o TC

somente o TT

Século XIX (anos 1801 a 1900)

- Igrejas foram sucedidas por outras.
- Bíblias manuscritas foram sucedidas por impressas.

somente o TT

Vulgata, que tende mais para o TT que para o TC

somente o TT.

Mas
1 Bíblia traduzida a partir dos 2 piores mss (Sinaiticus e Vaticanus, rasurados, adulterados por dezenas de pessoas, com apócrifos) surge em 1881.

Século XX (anos 1901 a 2000)

- Igrejas foram sucedidas por outras.
- Bíblias manuscritas foram sucedidas por impressas.

somente o TT

Vulgata, que tende mais para o TT que para o TC

Bíblias baseadas nos mss Sinaiticus e Vaticanus crescem entre os desavisados.

Século XXI (anos 2001 a HOJE)

- Igrejas foram sucedidas por outras.
- Bíblias manuscritas foram sucedidas por impressas.

somente o TT

Vulgata, que tende mais para o TT que para o TC

Bíblias baseadas nos mss Sinaiticus e Vaticanus crescem ainda mais, entre os desavisados.





   Lembrai-vos perpetuamente da Sua aliança e da palavra que prescreveu para mil gerações;  (1Cr 16:15)
(Note: ainda não chegamos a 300 gerações desde Adão! Menos ainda desde que Gên e 1Cro foram escritas! E "mil gerações" quer dizer "eternamente"!)

  As palavras do S
ENHOR são palavras puras, como prata refinada em fornalha de barro, purificada sete vezes. Tu AS guardarás, SENHOR; desta geração AS livrarás para sempre. (Sl 12:6-7)
Fale a gramática: “As” (referindo-se às PALAVRAS DE DEUS) e “os” (referindo-se aos crentes fiéis) são, ambas, traduções perfeitamente possíveis! (Aliás, "as" é melhor, pois pronomes usualmente se referem ao mais próximo antecedente que lhes casa! Ver "Preservation and Psalm 12:6-7”, em www.bibleword.org/preservation.htm)
Fale a hermenêutica, a ciência da sã interpretação: Se, por um lado o contexto iniciado no versículo 1 poderia parecer levar o 7 a se aplicar ao povo de Israel, por outro lado a história desse povo (idolatria, derrotas, escravidão, deportação e quase aniquilamento, poucas gerações depois deste Salmo ser escrito) não favorece tal interpretação, sendo mais lógico e espiritual, no contexto de TODA a Bíblia (incluindo o que Jesus disse), aplicar o versículo 7 às PALAVRAS de Deus.
Sumariando: [até mesmo por segurança] temos que crer AMBAS as doces aplicações alternativas! (Louvado seja Deus pelas maravilhosas promessas que representam!) Não descartemos, não joguemos no lixo nenhuma delas!
Note: Qualquer que seja sua posição, a análise do hebraico é dificílima (confio mais nos 54 mais competentes tradutores que jamais foram reunidos, os da KJV), pois há um pronome masculino e um feminino que podem (e, aparentemente, têm que) se referir somente ao homem bom (gênero masculino) ou somente à palavra (gênero feminino) de Deus...

   As obras das Suas mãos são verdade e juízo, seguros todos os Seus mandamentos.    Permanecem firmes para todo o sempre; e são feitos em verdade e retidão.   (Sl 111:7-8)

   Lámed. Para sempre, ó S
ENHOR, a Tua palavra permanece no céu.  (Sl 119:89).
Alguns Hebraístas dizem que a ênfase pode estar em que o céu [portanto, Deus] é a ORIGEM da permanência / estabelecimento / firmeza inabalável da Palavra, não em que o céu é o LOCAL em que esta permanência / estabelecimento / firmeza inabalável ocorre. Assim, poderíamos entender "Para sempre, ó S
ENHOR, a Tua palavra permanece, [e a origem disto é] do céu."
Mas não temos que recorrer a isto: Todos os outros versos da Bíblia sobre o assunto, estudados, justificam que a Bíblia permanece, é perfeita e continuamente preservada: no céu E na terra!; tanto no céu quanto na terra!

   Acerca dos Teus testemunhos soube, desde a antiguidade, que Tu os fundaste para sempre.  (Sl 119:152)

   A Tua palavra é a verdade desde o princípio, e cada um dos Teus juízos dura para sempre.  (Sl 119:160)

   Inclinar-me-ei para o Teu santo templo, e louvarei o Teu nome pela Tua benignidade, e pela Tua verdade; pois engrandeceste a Tua PALAVRA acima de todo o Teu nome.  (Sl 138:2)
(Note, em todos estes versos: "palavra", não "conceitos gerais", não "pensamento principal conforme quisermos interpretar", não "manuscrito original", etc.)

   Seca-se a erva, e cai a flor, porém a palavra de nosso Deus subsiste eternamente.  (Is 40:8)

   Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de TODA a PALAVRA que sai da boca de Deus. (Mt 4:4, cf. Lc 4:4)
(Note que, como não temos os originais, cada palavra destes tem que ter chegado perfeitamente preservada às mãos de cada fiel, para que vivamos!)

   Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido. (Mt 5:18)
(O Novo Testamento é melhor e mais glorioso que a Lei!  [2Co 3:8,7; He 7:22; 8:6] Portanto, também nenhuma letra do NT jamais sucumbiu!)

   O céu e a terra passarão, mas as Minhas palavras não hão de passar. (Mt 24:35, cf. Lc 21:33)

   E é mais fácil passar o céu e a terra do que cair um til da lei. (Lc 16:17)

(O NT é melhor e mais glorioso que a Lei! [2Co 3:8,7; He 7:22; 8:6] Portanto, também nenhuma letra do NT jamais sucumbiu!)

   ... (e a Escritura não pode ser anulada), (Jo 10:35b)

   Sendo de novo gerados, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela palavra de Deus, viva, e que permanece para sempre. (1Pd 1:23)

   Mas a palavra do Senhor permanece para sempre. (1Pd 1:25)

   Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro;     E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro. (Ap 22:18-19)





Hélio de Menezes Silva.

 




Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARC idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ Bibliologia-PreservacaoTT/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )