Opinião de Jesus sobre as Escrituras
 

por John A. Kohler, III


 

 

 

Opinião de Jesus sobre as Escrituras

Versos

Ele acreditou no [literal] relato da criação segundo Gênesis (Mat 19:4-6; Mar 10:6-8) “4 Ele, porém, respondendo, disse-lhes: Não tendes lido que aquele que os fez no princípio macho e fêmea os fez, 5 E disse: Portanto, deixará o homem pai e mãe, e se unirá a sua mulher, e serão dois numa só carne? 6 Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem.” (Mt 19:4-6 ACF) (no princípio, foram criados: um macho, uma fêmea!)

“6 Porém, desde o princípio da criação, Deus os fez macho e fêmea. 7 Por isso deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á a sua mulher, 8 E serão os dois uma só carne; e assim já não serão dois, mas uma só carne.” (Mc 10:6-8 ACF)
Acreditou que o autor do Pentateuco foi Moisés (Mat 8:4; João 5:46; 7:19). “Disse-lhe então Jesus: Olha, não o digas a alguém, mas vai, mostra-te ao sacerdote, e apresenta a oferta que Moisés determinou, para lhes servir de testemunho.” (Mt 8:4 ACF)

“Porque, se vós crêsseis em Moisés, creríeis em mim; porque de mim escreveu ele.” (Jo 5:46 ACF)

Não vos deu Moisés a lei? e nenhum de vós observa a lei. Por que procurais matar-me?” (Jo 7:19 ACF)
Acreditou na [literal] historicidade e na universalidade do Dilúvio de Noé (Mat 24:37-39). “37 E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem. 38 Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, 39 E não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem.” (Mt 24:37-39 ACF)

 

Acreditou no historicidade de Abraão (João 8:56). Abraão, vosso pai, exultou por ver o meu dia, e viu-o, e alegrou-se.” (Jo 8:56 ACF)
Acreditou no historicidade de Sodoma e de Gomorra (Mat 10:15; 11:23-24). “Em verdade vos digo que, no dia do juízo, haverá menos rigor para o país de Sodoma e Gomorra do que para aquela cidade.” (Mt 10:15 ACF)

“23 E tu, Cafarnaum, que te ergues até aos céus, serás abatida até aos infernos; porque, se em Sodoma tivessem sido feitos os prodígios que em ti se operaram, teria ela permanecido até hoje. 24 Eu vos digo, porém, que haverá menos rigor para os de Sodoma, no dia do juízo, do que para ti.” (Mt 11:23-24 ACF)
Acreditou que esposa do Ló foi [literalmente] transformada em uma coluna do sal (Luc  17:32). “Lembrai-vos da mulher de Ló.” (Lc 17:32 ACF)
Acreditou que Deus deu o [literal] maná do céu a Israel (João 6:31,49,58). “Nossos pais comeram o maná no deserto, como está escrito: Deu-lhes a comer o pão do céu.” (Jo 6:31 ACF)

“Vossos pais comeram o maná no deserto, e morreram.” (Jo 6:49 ACF)

“Este é o pão que desceu do céu; não é o caso de vossos pais, que comeram o maná e morreram; quem comer este pão viverá para sempre.” (Jo 6:58 ACF)
Acreditou que Davi foi um autor de Salmos (Mat 22:43). “Disse-lhes ele: Como é então que Davi, em espírito, lhe chama Senhor, dizendo:” (Mt 22:43 ACF)
Acreditou no historicidade de Jonas e da [literal] baleia (Mat 12:39-41). “39 Mas ele lhes respondeu, e disse: Uma geração má e adúltera pede um sinal, porém, não se lhe dará outro sinal senão o do profeta Jonas; 40 Pois, como Jonas esteve três dias e três noites no ventre da baleia, assim estará o Filho do homem três dias e três noites no seio da terra. 41 Os ninivitas ressurgirão no juízo com esta geração, e a condenarão, porque se arrependeram com a pregação de Jonas. E eis que está aqui quem é mais do que Jonas.” (Mt 12:39-41 ACF)
Acreditou que o escritor do livro Daniel foi o real Daniel (Mat 24:15). “Quando, pois, virdes que a abominação da desolação, de que falou o profeta Daniel, está no lugar santo; quem lê, atenda;” (Mt 24:15 ACF)
Acreditou na unidade do livro de Isaías (Mat 13:14-15; Mar 7:6; João 12:38-41) “14 E neles se cumpre a profecia de Isaías, que diz: Ouvindo, ouvireis, mas não compreendereis, E, vendo, vereis, mas não percebereis. 15 Porque o coração deste povo está endurecido, E ouviram de mau grado com seus ouvidos, E fecharam seus olhos; Para que não vejam com os olhos, E ouçam com os ouvidos, E compreendam com o coração, E se convertam, E eu os cure.” (Mt 13:14-15 ACF)

“E ele, respondendo, disse-lhes: Bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-me com os lábios, Mas o seu coração está longe de mim;” (Mc 7:6 ACF)

“38 Para que se cumprisse a palavra do profeta Isaías, que diz: Senhor, quem creu na nossa pregação? E a quem foi revelado o braço do Senhor? 39 Por isso não podiam crer, então Isaías disse outra vez: 40 Cegou-lhes os olhos, e endureceu-lhes o coração, A fim de que não vejam com os olhos, e compreendam no coração, E se convertam, E eu os cure. 41 Isaías disse isto quando viu a sua glória e falou dele.” (Jo 12:38-41 ACF)
Acreditou que os judeus tiveram um história de rejeitar a Palavra do Deus (Luc  11:47-51). “47 Ai de vós que edificais os sepulcros dos profetas, e vossos pais os mataram. 48 Bem testificais, pois, que consentis nas obras de vossos pais; porque eles os mataram, e vós edificais os seus sepulcros. 49 Por isso diz também a sabedoria de Deus: Profetas e apóstolos lhes mandarei; e eles matarão uns, e perseguirão outros; 50 Para que desta geração seja requerido o sangue de todos os profetas que, desde a fundação do mundo, foi derramado; 51 Desde o sangue de Abel, até ao sangue de Zacarias, que foi morto entre o altar e o templo; assim, vos digo, será requerido desta geração.” (Lc 11:47-51 ACF)
Aceitou o Cânon judaico do Velho Testamento, mas rejeitou o Apócrifa (Luc 24:44) “E disse-lhes: São estas as palavras que vos disse estando ainda convosco: Que convinha que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, e nos profetas e nos Salmos.” (Lc 24:44 ACF)
Severa e publicamente repreendeu os Saduceus por sua ignorância das Escrituras (Mat 22:29). “Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus.” (Mt 22:29 ACF)
Ensinou que cada palavra das Escrituras procede de Deus (Mat 4:4). “Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus.” (Mt 4:4 ACF)
Ensinou a doutrina da [perfeita e incessante] preservação das Escrituras (Mat 5:17-18; 24:35; Luc  16:17). “17 ¶ Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-rogar, mas cumprir. 18 Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido.” (Mt 5:17-18 ACF)

O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar.” (Mt 24:35 ACF)

“E é mais fácil passar o céu e a terra do que cair um til da lei.” (Lc 16:17 ACF)
Ensinou que as Escrituras do Velho Testamento apontavam para Ele (Luc  24:27,44). “E, começando por Moisés, e por todos os profetas, explicava-lhes o que dele se achava em todas as Escrituras.” (Lc 24:27 ACF)

“E disse-lhes: São estas as palavras que vos disse estando ainda convosco: Que convinha que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, e nos profetas e nos Salmos.” (Lc 24:44 ACF)
Ensinou que o homem será julgado pela Palavra de Deus (João 12:47-48). “47 E se alguém ouvir as minhas palavras, e não crer, eu não o julgo; porque eu vim, não para julgar o mundo, mas para salvar o mundo. 48 Quem me rejeitar a mim, e não receber as minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o há de julgar no último dia.” (Jo 12:47-48 ACF)
Ensinou a autoridade absoluta das Escrituras (João 10:34-36). “34 Respondeu-lhes Jesus: Não está escrito na vossa lei: Eu disse: Sois deuses? 35 Pois, se a lei chamou deuses àqueles a quem a palavra de Deus foi dirigida (e a Escritura não pode ser anulada), 36 Àquele a quem o Pai santificou, e enviou ao mundo, vós dizeis: Blasfemas, porque disse: Sou Filho de Deus?” (Jo 10:34-36 ACF)
Pre-autenticou os escritos do Novo do Testamento como [realmente sendo] Escrituras (João 14:26; 16:12-13) “Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.” (Jo 14:26 ACF)

“12 Ainda tenho muito que vos dizer, mas vós não o podeis suportar agora. 13 Mas, quando vier aquele Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir.” (Jo 16:12-13 ACF)
Nunca corrigiu ou criticou as Escrituras, mesmo que não possuísse os autógrafos originais (João 17:17). “Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade.” (Jo 17:17 ACF)
Nunca envolveu-se em Alto Criticismo nem com Baixo Criticismo, nem tentou recuperar os autógrafos originais.



Há somente 3 possibilidades:

a) Ele sabia que as Escrituras eram a [perfeita] Palavra de Deus, e disse que elas eram; ou
b) Ele não sabia se as Escrituras eram ou não eram a [perfeita] Palavra de Deus, mas disse que elas eram [, mentiu!]; ou
c) Ele sabia que as Escrituras não eram a Palavra de Deus e, mesmo assim, Ele disse que elas eram [, mentiu!].


A primeira possibilidade é toda a verdade sobre o assunto [: Ele SABIA que as Escrituras [continuamente preservadas em uso pelos fiéis] eram a [PERFEITA] Palavra de Deus, e disse que elas eram.]



Aqueles que reivindicam ser seguidores do Senhor Jesus Cristo têm que ter a mesma opinião sumamente elevada sobre as Escritura, que Cristo teve. Que direito têm de ter qualquer outra opinião?




(traduzido por Valdenira N.M.Silva, out.2005)



Só use as duas Bíblias traduzidas rigorosamente por equivalência formal a partir do Textus Receptus (que é a exata impressão das palavras perfeitamente inspiradas e preservadas por Deus), dignas herdeiras das KJB-1611, Almeida-1681, etc.: a ACF-2011 (Almeida Corrigida Fiel) e a LTT (Literal do Texto Tradicional), que v. pode ler e obter em BibliaLTT.org, com ou sem notas).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ Bibliologia-PreservacaoTT/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )