Resposta à Tentativa de Desculpar 1609++ Distorções da NVI com
2 Distorcidas Acusações Contra as Boas Almeida's

(estas são desde a Almeida 1681/1753 até à ACF).


 

Se o leitor for no site http://www.bibliaworldnet.com.br/ , clicar em SBI | NVI (embaixo de "Parceiros"), clicar em artigos(embaixo de "diretoria da SBI") e, por fim, ler o artigo "Bíblia Antiga, Teologia Liberal?", encontrará uma tentativa de Luiz Sayão (um dos culpados pela NVI) para atacar a ACF (Almeida Corrigida Fiel) e todas as Bíblias da família "Corrigida", nascida com a Almeida 1681/1753. Esta tentativa é, na maior parte, tão ridícula, e seus fracos argumentos e distorções já tão bem respondidos em dezenas ou centenas de artigos em sites tais como http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-PreservacaoTT/index.htm e http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traducoes/index.htm e http://www.baptistlink.com/creationists/ e http://www.luz.eti.br/ e http://www.expondoapalavra.net/ e em dezenas de sites defendendo a King James Bible, em inglês, que nos deteremos somente em 2 parágrafos do ataque de Sayão. Colocaremos em verde as palavras dele, e em vermelho as nossas respostas.



 

Bíblia Antiga, Teologia Liberal?

...

O primeiro texto que merece ser citado é o Atos 4.25. As versões mais recentes acompanham a NVI: "Tu falaste pelo Espírito Santo por boca do teu servo, nosso pai Davi:". Já a versão corrigida antiga "omite" o Espírito Santo, e diz: "Que disseste pela boca de Davi". Por que isso acontece? Será que o tradutor não cria na inspiração da Bíblia? Ou talvez negasse a inspiração pela ação do Espírito Santo? Por que "excluir" o Espírito Santo num texto messiânico tão importante? Como diz a linguagem popular: "Aí tem!". Na verdade, nem a versão bíblica antiga nem os tradutores negam as verdades bíblicas. O fato é que neste versículo o texto dos manuscritos encontrados mais recentes traz a referência direta ao Espírito Santo. Em outros textos, as versões mais antigas vão confirmar que crêem na inspiração das Escrituras e no Espírito Santo.

RESPOSTA: As palavras gregas base da NVI só existem nos mais corrompidos manuscritos bíblicos que já foram vistos, Sinaiticus e Vaticanus (considerados lixo e desprezados durante muitos séculos, oriundos de Alexandria, o berço das maiores apostasias, influenciados pelos hereges Orígenes e Clemente, e cheios de dezenas ou centenas de milhares de raspagens e reescritas feitas por pelo menos 20 mãos diferentes, cheios de contradições um manuscrito com o outro e até mesmo de cada um consigo mesmo), e em mais meia dúzia de manuscritos de menor importância, ao passo que as palavras gregas base da Almeida original e da família Almeida Corrigida estão em cerca de 5000 de manuscritos que constituem a pura família bizantina. A frase de Sayão "o texto dos manuscritos encontrados mais recentes" traz a sentença de morte para a escolha da NVI: a) Deus jurou preservar perfeitamente cada tracinho e sinalzinho de cada uma das palavras da Bíblia; b) Tal preservação, sendo perfeita, tem que ter sido contínua, ininterrupta; c) Tem também que ter sido aqui na terra (não nos faria bem algum, se fosse apenas no céu...), portanto em uso contínuo, ininterrupto, nas mãos físicas dos verdadeiros crentes fiéis, mesmo que tenham sido poucos e perseguidos pela apóstata igreja católica dominante; d) Ora, depois do advento da imprensa (1450?) e da Reforma (1517), TODAS as Bíblias de TODOS os crentes fiéis de TODAS as igrejas fiéis (subconjunto dos descendentes espirituais dos anabatistas, dos valdenses, e dos reformados) de TODAS as línguas de TODOS os países, foram baseadas nos cerca de 5000 manuscritos basicamente idênticos e que passaram a ser conhecidos como trazendo o Texto Recebido e o Texto Massorético; e) Somente no século XX é que os super-adulterados manuscritos Sinaiticus e Vaticanus foram "redescobertos" pelos amantes de novidades, e crescentemente passaram a servir de bases a Bíblias espúrias; f) Portanto, por razões teológicas (mais especificamente, razões da Bibliologia, mais particularmente da doutrina da perfeita preservação da Bíblia em incessante uso nas mãos dos fiéis) incontornáveis, são somente o T.Recebido e o T.Massorético que constituem a pura Palavra de Deus, nos menores tracinhos de cada letra, e é o Texto Crítico, baseado no punhado de manuscritos alexandrinos, que é a falsificação grosseira e inaceitável; g) O crente fiel tem que apegar-se a Bíblias como a King James Bible, a Almeida original, a ACF, etc., fielmente traduzidas por equivalência formal a partir do T.Recebido e do T.Massorético; e tem que rejeitar todas as outras Bíblias.

Um outro exemplo interessante está em Judas 25. Compare as versões: "Ao único Deus, nosso Salvador, sejam glória, majestade, poder e autoridade, mediante Jesus Cristo, nosso Senhor, antes de todos os tempos, agora e para todo o sempre! Amém! Aqui está o texto da NVI, acompanhado por todas as versões, exceto pela versão corrigida, que traz: "25 Ao único Deus sábio, Salvador nosso, seja glória e majestade, domínio e poder, agora, e para todo o sempre. Amém. (Corrigida Fiel). Como se pode ver, na versão corrigida "omite-se" Jesus Cristo, nosso Senhor, e antes de todos os tempos. O que se poderia concluir disso? Será que eles têm outro Senhor que não é Jesus? Esse Senhor não existe "antes de todos os tempos"? Seria uma versão herética e demoníaca? Podemos julgá-la plenamente por este versículo? Conforme já demonstramos, é claro que não.

RESPOSTA: Idem à acima, aumentando-se o punhado de maus manuscritos para Aleph, A, B, C, L, 5, 378, 436, 467, 623, 808, 1827, 1845, 1852.
Ademais, quanto a Judas 25, a teologia (não mais me restrinjo à Bibliologia, mais especificamente à doutrina da perfeita preservação da Bíblia em incessante uso nas mãos dos fiéis) do Texto Crítico (e, portanto, da NVI) é que é estranha, pois (A) em local nenhum minha Bíblia diz que devemos dar glória a Deus ATRAVÉS DE, MEDIANTE Jesus Cristo; (B) o T. Crítico e a NVI omitem que Deus é sábio; e (C) desejar que sejam dadas glória, etc. a Deus, "ANTES DE TODOS OS TEMPOS", não tem similar na Bíblia enão parece fazer sentido pois, antes da criação do tempo e do espaço e da matéria nos 6 dias literais de Gênesis capítulo 1 (e a Teoria da Brecha é uma mito louco e contradizente da Bíblia), só existiam as três pessoas da Trindade, não havia nenhum outro ser para Lhes tributar glória, etc. Será que alguma seita em Alexandria cria em alguma tolice tal como a ateística teoria do "big-bang, big-collapsing, outro big-bang, outro big-collapsin, etc., ad infinitum"? (big-bang = "grande explosão criando e espalhando toda a matéria e espaço e energia, todo o universo";
big-collapsing = "grande implosão condensando toda a matéria, toda a energia, todo o universo, para formar um quase nada, menor que uma cabeça de alfinete")

 ...

Quanto às outras duas ou três distorcidas acusações menores de Sayão contra as legítimas Almeida's, eu prometo que as analisarei, mas somente o farei depois que o pessoal da NVI justificar, sem exceção, todos os mais de 1609 ultrajantes erros e distorções da NVI (centenas deles muito graves) que estão denunciados no meu artigo que tem dois títulos:
  
"NVI/ NIV/ TC  - Porque Continuamos com as Almeidas Tradicionais (Almeida C. Fiel e A. R. Corrigida 1894")  ou
   "NVI/ NIV/ TC - 1609+ Ultrajes à Palavra de Deus"
e que está em http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traducoes/NVI-PorqueContinuamosBibliasTradicionais-Helio-Completo.doc
  



Hélio de Menezes Silva, fev. 2007



Só use as duas Bíblias traduzidas rigorosamente por equivalência formal a partir do Textus Receptus (que é a exata impressão das palavras perfeitamente inspiradas e preservadas por Deus), dignas herdeiras das KJB-1611, Almeida-1681, etc.: a ACF-2011 (Almeida Corrigida Fiel) e a LTT (Literal do Texto Tradicional), que v. pode ler e obter em BibliaLTT.org, com ou sem notas).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ Bibliologia-Traducoes/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )