O Texto Tradicional (TT TT-1611 Textus Receptus TR TR-1611) da KJV 1611 é pixel-perfect, pixel-perfeito. Suas traduções fieis são inspiradas. Mas admitem sinônimos, às vezes melhores.



TT-1611 é Pixel-Perfeito, Suas Traduções são Inspiradas (mas Admitem Sinônimos)




(Esta é uma resposta a uma hipotética carta de um hipotético KJV-Only, fidelíssimo crente, aflito com a possibilidade de a ACF ou a KJV, em raríssimos pontos, poderem ter tradução melhorável)




++++++++++++++++++++++++++++++
KJV-ONLY: Caro irmão Hélio, concordo plenamente com seu primeiro ponto:

1) Deus PRESERVOU PERFEITAMENTE Suas Palavras. (prometeu fazê-lo, e o cumpriu).

- Deus jurou e realmente PRESERVOU Suas palavras, de um modo absolutamente PERFEITO, de maneira que cada palavra do TEXTO HEBRAICO E GREGO por Ele preservado e que eu tenho agora escrito em papel, nas minhas mãos, é plenária, exclusiva, inerrável, infalível e verbalmente a própria Palavra eterna do próprio Deus! Esta preservação só requereu a infalível e incessante PROVIDÊNCIA de Deus, não Seu MILAGRE contínuo. E falamos de TEXTO, de PALAVRAS, não de suas representações, nem de manuscritos e outros meios físicos.
1Cr 16:15; Sl 12:6-7; 19:7-8; 33:1; 100:5; 111:7-8; 117:2; 119:89,152,160; 138:2b; Is 40:8; 59:21; Mt 4:4; 5:18; 24:35; Lc 4:4; 16:17; 21:33; Jo 10:35b; 16:12-13; 1Pd 1:23,25; Ap 22:18-19.


Muito confidencialmente, o seguinte:

Em relação ao afirmado acima, tenho fortes dúvidas se deveria ser assim definido o problema. Tenho estudado e orado sobre este tema e ainda não obtive uma resposta concisa do Senhor. Por isso, como digo, deixe-me expor o assunto confidencialmente, ainda que não tenha 100% a certeza dele.

Veja o seguinte:

Nós declaramos que só o Texto Original é que é 100% correto e infalível.




------------------------------
HÉLIO:
Ôpa, precisamos fazer algumas explicações e uma importante retificação:

1) Sim, nós dois cremos que o Texto Hebraico e o Texto Grego (que é quase [mas não exatamente] o de Beza, última edição) que foram coligidos pelos tradutores da KJV e lhes servem de base, são "pixel"-perfect. Nem sequer uma palavra, nem sequer uma letra, nem sequer o menor tracinho ou sinalzinho da menor letra no TT-1611 (TEXTO MASSORÉTICO BEN CHAYYIM e TEXTUS RECEPTUS compilados pelos tradutores da KJV1611) tem a menor possibilidade de ser o mais levemente aperfeiçoável, muito menos de estar francamente errado.



2) Quanto à definição de inspiração, eu estou voltando atrás no tempo (embora não tenha tido tempo de refazer meus escritos sobre o assunto) e acho que discordo da grande maioria dos autores modernos que conheço. Eles, mesmo muitos dos chamados "fundamentalistas", crêem que a inspiração consistiu em Deus deixar o autor (Moisés, etc.) ter plena liberdade de escolher SUAS próprias palavras e vocabulário e estilo, Deus apenas PROTEGENDO-o de cometer o menor erro DOUTRINÁRIO de qualquer tipo; isto explicaria a enorme diferença de vocabulário e estilo entre os autores.

- Ora, esta teoria é bonitinha, mas não casa com toda a Bíblia, por exemplo, não casa com "
Toda a Escritura é DIVINAMENTE INSPIRADA, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça;" (2 Timóteo 3:16), onde "divinamente inspirada" (2315 theopneustos) significa ASSOPRADA POR DEUS; a teoria também não casa com "Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo" (2 Pedro 1:21), onde "vontade"{2307 thelema} significa escolha, decisão ativa, e "inspirados" (5342 phero) significa MOVIDOS, carregados, levados pelo Espírito Santo.

- Bem, eu estou voltando a crer naquela que, pejorativamente, os que nos odeiam chamam de "TEORIA DO DITADO MECÂNICO". Estou voltando a crer como se cria alguns séculos atrás, isto é, que Deus ditou as SUAS exatas PALAVRAS à mente e esta à mão do autor, e este foi usado como um mero instrumento usado por Deus para registrar as palavras originadas diretamente no próprio Deus. Deus poderia sempre ter usado absolutamente um mesmo vocabulário e estilo, em todos os 66 livros da Bíblia, mas soberanamente (talvez para testar as fé dos ouvintes e nossa?) escolheu usar, em cada livro, o vocabulário e estilo do autor do livro (Moisés, etc.). Alguém duvida que Deus tenha o poder de fazer isso? Ou discorda que Ele tem o direito de fazer isso?
Ver todos os versos sobre inspiração, por exemplo:

- "... pois engrandeceste a TUA PALAVRA acima de todo o teu nome." (Salmos 138:2 ACF). A ênfase é em cada PALAVRA, não em "conceitos gerais, que podemos reinterpretar e expressar em melhores palavras". E cada palavra é literalmente de Deus, toda dEle, só dEle. Cada palavra é total e exclusivamente de propriedade de Deus, e originada em Deus. Quem as falou, ou escreveu, ou copiou ou recopiou com absoluta precisão, foi mero instrumento usado por Deus.

- "... Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a PALAVRA que sai da BOCA de DEUS." (Mateus 4:4).
A ênfase é em cada PALAVRA, não em "conceitos gerais, que podemos reinterpretar e expressar em melhores palavras". E cada palavra é literalmente da boca de Deus, toda dela, só dela. Quem as falou, escreveu, copiou e recopiou, foi mero instrumento nas mãos de Deus.

- "... convinha que se cumprisse a Escritura que o ESPÍRITO SANTO predisse PELA boca de Davi, ..." (Atos 1:16)
Cada letra da Escritura é do Espírito Santo, toda dEle, só dEle, mesmo que a tenha posto na boca de Davi. Quando este as falou e escreveu, e quando alguém as copiou e recopiou, foi mero instrumento nas mãos de Deus.

- "As quais também falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as [PALAVRAS] que o Espírito Santo ensina, ..." (1 Coríntios 2:13).
Cada palavra da Escritura é literalmente de Deus, toda dEle, só dEle. Quem as falou, escreveu, copiou e recopiou, foi mero instrumento nas mãos de Deus.

- "Toda a Escritura é DIVINAMENTE INSPIRADA {2315 theopneustos = "assoprada por Deus"}, e proveitosa para ..." (2 Timóteo 3:16).
Cada palavra da Escritura é literalmente assoprada por Deus e é toda dEle, só dEle. Quem as falou, escreveu, copiou e recopiou, foi mero instrumento nas mãos de Deus.

- "E também o ESPÍRITO SANTO no-lo testifica, porque depois de haver DITO: Esta é a aliança que farei com eles Depois daqueles dias, DIZ o SENHOR: Porei as minhas leis em seus corações, E as escreverei em seus entendimentos; acrescenta: ..." (Hebreus 10:15-17).
Cada palavra da Escritura foi dita pelo Espírito Santo e pelo Senhor, portanto é toda dEle, só dEle. Quem as falou, escreveu, copiou e recopiou, foi mero instrumento nas mãos de Deus.

- "... a profecia nunca foi produzida por vontade {2307 thelema, escolha ativa} de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados [ou MOVIDOS] pelo Espírito Santo." (2 Pedro 1:21).
Nenhuma palavra da Escritura foi uma escolha ativa do homem, uma decisão de quem as falou ou escreveu; ao contrário, estes homens santos de Deus falaram e escreveram totalmente movidos pelo Espírito Santo. Portanto, cada palavra da Escritura é literalmente de Deus, toda dEle, só dEle. Quem as falou, escreveu, copiou e recopiou, foi mero instrumento nas mãos de Deus.



3) Ainda quanto à definição de inspiração, eu também estou discordando da maioria dos autores que conheço, mesmo muitos dos chamados "fundamentalistas", que somente aplicam o termo inspirado aos ORIGINAIS (AUTÓGRAFOS) escritos pelas mãos de Moisés, etc., logo a seguir chamando a atenção que nenhum destes originais existe, e ensinando quee de nenhum se tem a certeza exata de quais foram todas as suas palavras exatas, certeza textual é inalcançável, é uma quimera. Mesmo Thiessen, considerado um dos expoentes do fundamentalismo, diz "e (6) inspiração é afirmada apenas dos autógrafos das Escrituras, não de nenhuma das versões, quer antiga ou moderna, nem de nenhum manuscrito Hebraico ou Grego em existência, nem de nenhum texto crítico conhecido. Todos estes são sabidos ser faltosos em alguns particulares, ou não se tem certeza de estarem livres de todo erro."

- Ora, esta teoria é bonitinha, mas não casa com toda a Bíblia, por exemplo, não casa com "
Toda a Escritura É divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça;" (2 Timóteo 3:16). Não é dito, aqui, que toda a Escritura FOI divinamente inspirada, mas sim que É (tempo presente; e, para quem liga para isto, presentes são contínuos) divinamente inspirada. Isto não se refere somente aos autógrafos nem somente às línguas originais: possivelmente Timóteo lia algum tipo de tradução do Hebraico para o Grego (mesmo não sendo a farsa da Septuaginta LXX) ou para o Aramaico, e seguramente não lia nos autógrafos mas sim em cópias; mas o que ele lia É inspirado por Deus!!! É a Bíblia que o diz!!!

- Nunca, na Bíblia, uma cópia ou fiel tradução da Bíblia foi tratada como menos que inspirada!

- Portanto, creio que o TT-1611 (TEXTO MASSORÉTICO BEN CHAYYIM e TEXTUS RECEPTUS compilados pelos tradutores da KJV1611) é INSPIRADO por Deus, creio que esta inspiração é total, plenária, verbal, infalível e inerrável, creio que o TT-1611 é perfeito ao nível de cada letrinha, é PIXEL-PERFECT.

- Creio, também, que toda TRADUÇÃO fiel e competente do texto perfeitamente preservado pela providência de Deus, pode legitimamente ser chamada de INSPIRADA, pelo simples fato de que é uma tradução fiel e competente do texto perfeitamente inspirado e perfeitamente preservado pela providência de Deus!!!



4) Se, por "inspirada tradução" se quer dizer que as palavras da tradução são exatamente as palavras de Deus, as palavras escolhidas diretamente por Deus, eu NÃO diria que tradução alguma é inspirada, neste exato sentido.

- Mas, se por "inspirada tradução" se quer dizer que ela é uma fidelíssima e competentíssima tradução feita por homens santos de Deus, fidelíssimos e competentíssimos, tradução a partir do inspirado TT, eu creio e ensino que toda e qualquer tradução assim feita para qualquer idioma é INSPIRADA, pelo simples fato de que é uma tradução fiel e competente do texto inspirado!...



5) Um exemplo específico deixará as coisas mais cristalinamente claras:
- Se uma tradução fiel de um verso do TT-1611 para o idioma I1 traduz a palavra grega baptisma para a palavra de I1 equivalente à palavra portuguesa "batismo" (que é uma transliteração), e se outra tradução fiel do mesmo verso do TT-1611 para o idioma I2 usa a palavra equivalente à palavra portuguesa "submersão", eu não tenho nenhum problema em considerar as duas traduções literalmente inspiradas por Deus. Não considero que nenhuma tenha erro franco.

- Mas não considero que nenhuma tradução é tão pixel-perfect que seria uma blasfêmia modificar a primeira para "submersão" ou a segunda para "batismo" (eu conheço os argumentos querendo provar que "batismo" é melhor que "submersão" [dizendo que submersão pode ser confundida como ficar totalmente debaixo d'água para todo sempre, mas batismo somente significa ficar ali por poucos segundos] mas, francamente, acho tais argumentos fracos).

6) Tentando resumir, creio que:
- O TT-1611 (T. Massorético Ben Chayyim + o T. Receptus 1611) é pixel-perfect.

- Depois da invenção da imprensa, quando os batistas e a Reforma atingiram cada nação (com sua língua), Deus providenciou que o T. Massorético Ben Chayyim + o TR mais perfeito então disponível fossem fiel e competentemente traduzidos para aquela língua-nação. Vejamos um  exemplo que esclarece o que significa "o TR mais perfeito então disponível": o TR editado por Stephens em 1550 tem apenas cerca de uma centena de palavras diferentes do TR-1611, mas estas diferenças usualmente são tão pequenas (de acentuação [como Hélio e Helio] ou de grafia alternativa [como Hélio e Élio]) que somente umas poucas dezenas podem ainda transparecer em uma tradução, o que é muitíssimo diferente das cerca de 10.000 omissões / adições / modificações que o TC de Westcott-Hort perpetraram contra as cerca de 140.000 palavras do NT grego, milhares dessas corrupções sendo graves, muitas centenas sendo gravíssimas e afetando doutrinas fundamentais. Ver, por exemplo, o livro "NVI/NIV/TC - Porque Continuamos Com As Bíblias Tradicionais; ou NVI/NIV/TC - 1602+ Ultrajes À Palavra De Deus", em http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traducoes/NVI-PqContBibTrad-Completo.zip .
Deus, na Sua providência, permitiu ou fez com que o TR de Erasmo de 1516 fosse a base para a Bíblia Lutero-1522,
permitiu ou fez com que o TR de Erasmo 2ª e 3ª edição de 1522 fosse a base para a Bíblia de Tyndale-1525,
permitiu ou fez com que o TR de Stephens 3ª edição de 1550 fosse a base para a Bíblia de Genebra, etc.

- Cada nação (com sua língua) já alcançada pelos batistas e pela Reforma tem UMA só tradução que alcançou perfeição como tradução do TR (em Português, a Almeida 1681/1753, sendo a ACF-2011 sua única herdeira perfeita; em Inglês a KJV-1611; em Espanhol a Reina-Valera original, sendo a Reina Valera Gomes sua herdeira perfeita; em Alemão, a Bíblia de Lutero versão 1545 (faltando apenas 1Jo 5:7); etc.)

- esta tradução é INSPIRADA por Deus pelo simples fato de que é uma tradução fiel e competente de um mesmo TT que foi inspirado por Deus.

- esta tradução não tem nem sequer um erro franco.

- mas toda tradução pode ser aperfeiçoada um pouquinho pelo uso de um melhor SINÔNIMO, aqui e ali.

- nenhuma tradução pode dizer que nenhum sequer dos seus pixels pode ser mudado para um SINÔNIMO levemente melhor.

- esta minha posição está mais próxima daquela de Waite (TR-only) do que daquilo que os inimigos de Ruckman dizem que é a posição dele (nos 2 livros de Ruckman que eu tenho e li, nunca o vi defendendo certas coisas que os seus inimigos lhe atribuem ...).

  - esta "minha" posição é a única que se harmoniza com alguns fatos:
  . Não há nada individualmente na Lutero-1545 (que só precisa da adição de 1Jo 5:7), na KJV-1611, na Almeida-1681/1751, etc. que se possa chamar de "ERRÃO GROSSEIRÃO E INADMISSÍVEL!"; mas talvez haja, em cada uma delas, umas 10 ou 20 palavras que poderiam ter suas traduções levemente melhoradas para SINÔNIMOS melhores.
  . Não há nada individualmente na Lutero-1545 (que só precisa da adição de 1Jo 5:7), na KJV-1611, na Almeida-1681/1751, etc., que seja realmente um " ERRÃO GROSSEIRÃO E INADMISSÍVEL!", mas elas não casam entre si de modo absolutamente perfeito.




++++++++++++++++++++++++++++++
KJV-ONLY: Tudo bem, exceto que vamos dar sustento a essa afirmação citando versos não em Hebraico e Grego mas de uma tradução, neste caso, na nossa língua!

 
------------------------------
HÉLIO: Nenhum problema, quando adotamos as definições acima.





++++++++++++++++++++++++++++++
KJV-ONLY:  Por isso, o livro que citamos para suportar a dita afirmação de fé, É 100% CORRETO, ou deveria ser. Caso contrário, a nossa tese cai por terra. Daí, irmão Hélio, qual a direção a tomar?

------------------------------
HÉLIO: Novamente, nenhum problema quando adotamos as definições acima.





++++++++++++++++++++++++++++++
KJV-ONLY:  Sabemos bem, pela palavra de Deus e pela fé, que o Texto Recebido e sustentado pela Igreja Verdadeira dos santos do Senhor É A PURA PALAVRA DE DEUS como foi originalmente entregue à Igreja. Mas, agora, uma vez que hesitamos em declarar qualquer tradução desse Texto Recebido e transmitido pelos séculos adentro, ser a pura palavra de Deus TRADUZIDA (!), o nosso argumento a favor DESSE TEXTO não é consistente com a lógica. Como resolver o problema?

  Confesso que dou voltas à cabeça e ao coração e não encontro uma solução "lógica".


 ------------------------------
HÉLIO: Novamente, nenhum problema quando adotamos as definições acima. Em particular, toda TRADUÇÃO fiel e competente do texto (em Hebraico e Grego) perfeitamente preservado pela providência de Deus (e que serviu de base para a KJB), pode legitimamente ser chamada de INSPIRADA, pelo simples fato de que é uma tradução fiel e competente do texto perfeitamente inspirado e perfeitamente preservado pela providência de Deus!!!





++++++++++++++++++++++++++++++
KJV-ONLY: Na língua inglesa, o problema é menos grave, devido à "posição" tomada em relação à King James Version, a qual, "posição", estabelece que esta é uma TRADUÇÃO PERFEITA do dito original "Recebido", nas línguas originais.


 ------------------------------
HÉLIO: Realmente! Nunca encontrei um "ERRÃO GROSSEIRÃO E INADMISSÍVEL!" na KJV, mas acho que isto não impede de admitirmos que, nuns 10 casos, um sinônimo poderia ser um pouquinho melhor, para a língua definida no dicionários e gramática de hoje em dia. Mas vamos ser sinceros e encarar os fatos: a ACF-1995 ainda tinha alguns pouquíssimos pontos que chegam mais próximos de ERRO do que a KJV. Eu gostaria muito de conseguir uma Almeida 1753, ou no máximo 18**, minha expectativa é que deve ser tão isenta de ERROS quando a KJV-1611. Esta minha expectativa se apóia no fato de que uma Almeida Revista e Corrigida 1948 da IBB, que tenho, embora tendo palavras obsoletas que talvez inviabilizassem sua ampla aceitação se reimpressa como era, não tem uma boa parte dos raros e pequenos "errinhos" da ACF, nem os erros mais graves da ARC atual da SBB (embora as ARCs atuais ainda sejam anos luz melhores que todas as Bíblias totalmente baseadas no TC).

(Atualização em 2014: A ACF-2011 foi rigorosamente corrigida, analisei seu NT e o considero tão perfeito quanto o da KJB. Veja http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traducoes/AnalisePrimeira.PorAmostragem.DoNTestamentoACF-2011-Helio.htm )


 ++++++++++++++++++++++++++++++
KJV-ONLY: Irmão Hélio, este é, para mim, um problema dificílimo de resolver, e ando constantemente com ele na cabeça.

  Veja que, se eu disser que a Almeida Fiel contém alguns erros (e contém), vou cair num barranco textual de onde não tenho escada para escapar. Por isso, baseado na KJV, vou "corrigindo" a minha Almeida Fiel, a fim de garantir àqueles que me interrogam sobre a fidelidade da dita Almeida, que, sim, a MINHA Almeida Fiel está certa. É uma "escada" construída com materiais muito frágeis e pode partir na tentativa de escapar do dito barranco. Como resolver o problema, meu irmão?

------------------------------
HÉLIO:  Eu acho muito melhor a posição que abracei. A propósito, se é legítimo "corrigir" a ACF-1995, por que nos enfurecermos tanto se alguém apontar uma minúscula "correção" na KJV, correção que se harmoniza com todas as outras traduções da Reforma??? É por isso que eu sou TR-1611-only e não exatamente KJV-1611-only. Sim, eu digo que a KJV-1611 é inspirada por ser uma tradução fiel do TT perfeito, mas não digo que é absolutamente perfeita a ponto de um SINÔNIMO melhor não poder ser achado nem ser usado. Sim, eu digo melancolicamente que nenhuma outra Bíblia melhor (nem sequer de valor comparável) será produzida em Inglês nestes dias de Laodicéia, mas não digo que a KJV-1611 foi DITADA por Deus, letra por letra, na mente dos tradutores. Ela não tem ERROS FRANCOS, mas tem pixels que poderiam ser tornados mais nítidos e exatos.





++++++++++++++++++++++++++++++
KJV-ONLY:  Por exemplo, um irmão perguntou-me há uma semana por que é que a ACF não traduziu "Lúcifer" em Isaías 14:12. Claro que esta Bíblia está errada nessa passagem. A MINHA Almeida Corrigida Fiel está "corrigida" para "Lúcifer". É um assunto que muito me preocupa e que a SBTB poderia com alguma perspicácia resolver, mas acho que terá receio de "endireitar" estes versículos. (Acredito que "Lúcifer" estava na Almeida original. Temos também o caso de "ensinar" em vez de "doutrina" em 2 Tim 3:16 - o qual, versículo, o irmão cita no seu estudo.)

  Outro ponto que considero importante é o seguinte:

  Afirmamos que apenas os "originais" é que são 100% corretos.


 ------------------------------
HÉLIO: Só para clarificar, referimo-nos às PALAVRAS, nas LÍNGUAS originais, não nos restringimos aos MANUSCRITOS que saíram das mãos de Moisés etc. Nós dois cremos que o TT-1611, mesmo sendo uma cópia, é absolutamente perfeito.





++++++++++++++++++++++++++++++
KJV-ONLY:  E os originais são 100% corretos, não há dúvida. [Mas] implica esta afirmação que NENHUMA tradução é dita corretíssima. Implica também que, em DOIS milênios, o Senhor não "permitiu" correção absoluta noutra língua, senão as dos originais. Implica, portanto, que essa perfeição total e absoluta que o irmão refere no parágrafo acima, nunca será alcançada na nossa língua. Isto, porque quando me disponho a "traduzir" qualquer versículo, aí vou cair no mesmo erro de todos os outros tradutores, e, conseqüentemente, também a minha tradução jamais será perfeita!


------------------------------
HÉLIO: Sim e não.
- Se alguém me der a frase "Tenho saudade do Brasil" e eu traduzir para "I miss Brazil" estará perfeito, mas se o irmão traduzir para "I am homesick for Brazil" também estará perfeito! A primeira tradução não está errada, mas a segunda é melhor. Ambas são fiéis e sinceras, mas a segunda é mais competente!

- Perfeição no copiar a Escritura em Hebraico e Grego é diferente de perfeição no traduzir!!! O critério para dizermos que uma CÓPIA (em Hebraico ou Grego) é perfeita é cada letra dela ser igual à letra na mesma posição, no original. Por exemplo, se o original que servirá de padrão no julgamento, for "Porque Deus amou o mundo de tal maneira", então a cópia "Porque Deus amou o mundo de tal maneira" estará perfeita, mas "Porque Deus tanto amou o mundo" será totalmente inaceitável como cópia.

- Mas o critério para dizermos que uma TRADUÇÃO é perfeita é muito diferente! Por exemplo, se o original a traduzir for "outwv gar hgaphsen o yeov ton kosmon", então a tradução de Almeida "Porque Deus amou o mundo de tal maneira" é perfeita, a tradução na ordem da KJV "Porque Deus tanto amou o mundo" também é perfeita, e a tradução na ordem do Grego "Porque tanto amou Deus o mundo" também é perfeita, enquanto que a tradução "Deus amava muito o sistema mundial" é totalmente inaceitável.

- Eu não tenho nenhum problema em dizer que creio que a KJV-1611, a ACF-2011, a Reina-Valera-Gomes, etc., posto que são traduções fiéis do TT pixel-perfect, além de serem INSPIRADAS por Deus, são também PERFEITAS (embora, como traduções, possam ter um melhor SINÔNIMO ou ordem de palavras, sem por isto deixarem de ser perfeitas, como traduções).




++++++++++++++++++++++++++++++
KJV-ONLY: Justifica-se, portanto, que, sim, devemos tentar mais e mais traduções para "melhorar" a nossa Bíblia, ainda que jamais sejamos capazes de atingir a perfeição dos ditos "originais", dos quais traduzimos! Afinal, nenhum de nós lê oficialmente os originais como originais: o que fazemos todos é, de uma maneira ou de outra, TRADUZIR daquelas línguas que se falavam no primeiro século. Aí, as leis de tradução aplicam-se a todos os tradutores e a todas as tentativas: traduzir provoca imperfeição! Queremos, e devemos, condenar as traduções alexandrinas, moderninhas (como o irmão diz), baseadas em textos adulterados, mas ao definirmos perfeitos como sendo somente os "originais", oferecemos terreno ao inimigo e, até, justificamos, assim, a necessidade de mais material traduzido. Estamos a tentar escapar por um beco sem saída, penso.


------------------------------
HÉLIO:  Mais uma vez, absolutamente nenhum problema quando adotamos as definições acima. Mas repetimos melancolicamente que não esperamos que nenhuma outra Bíblia melhor que as da Reforma (KJV-1611, Lutero 1522, Almeida 1681/1753, etc.)  serão produzidas nestes dias de Laodicéia.





++++++++++++++++++++++++++++++
KJV-ONLY: Deve haver uma solução espiritual para este problema, mas ainda não a descortinei. Tenho uma impressão espiritual no meu coração que este gravíssimo problema de só declarar  os originais recebidos 100% puros e sem erro, tem a ver com a atmosfera apóstata em que vivemos e nos movemos dentro da igreja estabelecida. Sendo assim, ou aplicamos "lógica" demasiada ao problema, ou insistir em pureza textual é errado. De qualquer modo, este é um problema que julgo parte integrante da apostasia de Laodicéia.

Resumindo,

  1) só os originais é que são 100% sem erro;


------------------------------
HÉLIO: Eu diria "Só os ORIGINAIS, perfeitamente preservados pela providência de Deus e hoje conhecidos como o T. Massorético - 1611 e o T. Receptus - 1611, é que são PIXEL-perfect. E falamos de texto, a sucessão de caracteres, em Hebraico e Grego. Deus jurou preservar o TEXTO (a sequência de caracteres), não o material em que foram manusscritos: não o papiro em que Moisés escreveu, não a pele de boi em que João escreveu, etc., nem mesmo a pedra escrita pelo dedo de Deus."





++++++++++++++++++++++++++++++
KJV-ONLY: 2) nenhuma tradução é 100% sem erro;


HÉLIO:  Eu diria "Toda tradução fiel dos T.Massorético-1611 e T.Receptus-1611 é INSPIRADA por DEUS, é livre de "ERRÃO GROSSEIRÃO E INADMISSÍVEL!", mas isto não quer dizer que não se possa, aqui e ali, trocar uma palavra por um sinônimo mais preciso, por exemplo, aperfeiçoar batismo para submersão, SENHOR para Jeová (ou vice-versa), cruz para madeiro (ou vice-versa), etc., nem significa que não se pode tocar na ordem das palavras."




++++++++++++++++++++++++++++++
KJV-ONLY:  3) afirmamos tal declaração citando versículos de uma tradução com erros!


------------------------------
HÉLIO:  Mais uma vez, absolutamente nenhum problema quando adotamos as definições acima.
- Se você e eu citarmos
. "
E, sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade: DEUS se manifestou em carne, foi justificado no Espírito, visto dos anjos, pregado aos gentios, crido no mundo, recebido acima na glória. (1 Timóteo 3:16, ACF)",
.  mas outra pessoa citar "
E, sem controvérsia, grande é o mistério da piedade: DEUS foi manifestado em a carne, foi justificado em o Espírito, visto de anjos, pregado a os gentios, crido em o mundo, recebido acima para dentro da glória. (1 Timóteo 3:16, traduzido da KJV)"

- então eu diria que ambas as traduções são PERFEITAS, pelo simples fato de traduzirem fielmente o mesmo TT perfeito!!! Afinal, onde está dito que duas traduções têm que ser iguais ao nível dos pixels para serem perfeitas??? Onde está dito que cada idioma só poderá ter UMA tradução, e ela tem que ser "sem controvérsia" ao invés de "sem dúvida alguma". Onde? Ambas as TRADUÇÕES são perfeitas, mesmo que uma seja levemente mais literal ou mais precisa! Dois crentes, um deles adotando a primeira tradução, o outro a segunda, nunca se deveriam ver como inimigos nem gastarem suas energias lutando um contra o outro.

- Mas, se um terceiro crente quisesse impor a tradução do TC, parece-me que assim "
E, sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade: AQUELE que se manifestou em carne, foi justificado no Espírito, visto dos anjos, pregado aos gentios, crido no mundo, recebido acima na glória. (1 Timóteo 3:16 TC)", aí sim teríamos um ERRÃO GROSSEIRÃO E INADMISSÍVEL, aí sim os dois primeiros crentes deviam se unir e lutar juntos, com todas as forças, contra esta tradução diabólica, que extirpou do verso a prova da divindade de Cristo! "Deus" é muito diferente de "aquele". "Deus se manifestou em carne" prova que Cristo é Deus, enquanto "aquele que se manifestou em carne" não prova nada, pois todo homem e até animal se manifestaram em carne!!!.Tenho um cão, Punch, um belo boxer, e, neste instante ele está sentado aos meus pés, manifestado em carne ...




 ++++++++++++++++++++++++++++++
KJV-ONLY: 4) Ao traduzirmos dos originais sem erro, introduzimos, automaticamente, os ditos erros de tradução!


 ------------------------------
HÉLIO: Já comentei. Em traduções, diferençazinhas de palavras sinônimas NÃO são erros!





++++++++++++++++++++++++++++++
KJV-ONLY-  5) Só aqueles indivíduos que lêem os originais, como originais, sem tentar traduzi-los, é que têm acesso à puríssima palavra de Deus.


------------------------------
HÉLIO:  Toda tradução fiel do TT-1611 (que é pixel-perfeito) será por isto a  inspirada Palavra de Deus, para este novo idioma.

Há muito tempo eu pensei e até comecei a aprender Grego e Hebraico, ao menos para poder debater com os apóstatas do TC, mas não continuei, achei perda de tempo para alguém tão "velho" e ocupado como eu. Tudo que preciso saber, me satisfaço lendo a ACF-1995, no máximo comparo com a KJV, com a Reina-Valera, com Berry's Interlinear Greek-English New Testament, com Young's Literal Translation, com Zeola's Literal Translation, com o Parsed-TR with Strong`s Numbers, etc. Muito raramente consulto "Vines' Expository Diccionary ...", "Thayer`s Lexicon", etc. ...Nunca encontrei um ERRÃO GROSSEIRÃO E INADMISSÍVEL em nenhuma dessas 6 traduções, embora aqui e ali cada uma delas (mais a ACF-1995) pudesse ser melhorada se adotasse uma palavra sinônima que seja um pouquinho melhor, inclusive casando melhor com as outras traduções.




 ++++++++++++++++++++++++++++++
KJV-ONLY:  6) Uma vez que ninguém lê os originais sem pelo menos os traduzir na sua própria cabeça, nem esses leitores têm acesso à dita pura palavra de Deus!


------------------------------
HÉLIO:  Mesmo comentário acima.




 Irmão Hélio, qual a solução para este "problema"?

------------------------------
HÉLIO:  Amadíssimo irmão X, a posição que abracei é rigorosamente bíblica e evita todos estes problemas!
- O TT-1611 é pixel-perfect, as KJV-1611, Reina-Valera-Gomes,  Lutero1545, etc. são INSPIRADAS, são sem ERRO, são PERFEITAS, mas não são PIXEL-intocáveis, tanto que uma tem SENHOR onde outra tem Jeová, etc.!!!

- Eu aceito e amo todas estas traduções, sem me embaraçar com estas tão pequeninas diferenças. Aliás, sempre que alguém me joga em face uma destas diferencinhas, elas sempre me levam a estudar mais profundamente e me fazem entendê-las melhor. No exemplo, me fazem lembrar que SENHOR, com todas as letras maiúsculas, é tradução de Jehovah.

- Mas odeio todas as traduções TC, todas as traduções do T.Majoritário de Hodges-Farstad, até mesmo, até mesmo todas as traduções NÃO por Equivalência Formal, que se vierem a fazer mesmo do TT-1611. Particularmente, eu gostaria de ver traduções ainda mais LITERAIS do que as correntes.

- Por exemplo, gostaria que fizessem distinção entre alparcas e sapatos em Mat 10:10 versus Mar 6:9, entre bordão (singular) e bordões (plural) em Mat 10:10 versus Mar 6:8, ver meu comentário em Mat 10:10:
. Mat 10:10 "
Nem alforjes para o caminho, nem duas túnicas, nem SAPATOS, nem BORDÕES [plural]; porque digno é o operário do seu alimento." Foi proibido levar, "hupodema" (sapatos - de - sola - de - couro, confortáveis, nobres) não "sandálias". Mas Cristo não exigiu que os discípulos sangrassem os pés descalços nas estradas de pedregulhos: Mc 6:9 permitiu-os usar "sandalion" (alparcas - de - solado - de - madeira, baratas, não nobres). Também não podemos usar o singular "bordão", criando grave conflito com Mc 6:8, que permitiu levar UM bordão (explicação: o discípulo podia levar “bengalinha” para firmar os pés nas subidas acidentadas, só não podia levar o bordão extra, pesado, de luta, teria que confiar na proteção do Senhor).



Deus te abençoe ricamente. Foi ótimo termos a liberdade de falar livremente sobre este assunto.

Hélio de Menezes Silva



(primeiro escrito em cerca de 2004 ou 2005)

*******************

Em 2014 alguém me pediu para me "reexplicar mais uma vez, não importa se eu temer estar sendo repetitivo", e eu respondi:

Creio que o TR é a perfeita PALAVRA de DEUS, absolutamente perfeita no sentido de que nem um traço de uma só letra tem nenhuma imperfeição e pode ser mudado. É pixel-perfeia.

E creio que o NT da ACF-2011, a Reina-Valera Antiga, e Bíblias antigas em milhares de idiomas, cada delas é a perfeita Palavra de Deus, é INSPIRADA no sentido de que foi competente e fielmente traduzida a partir do TR perfeito (não no sentido que Deus dominou a mente e os dedos dos tradutores para os fazer escrever as palavras escolhidas por Ele, como fez com Moisés, etc.).

Mas a tradução é perfeita no sentido apenas de que não tem nenhum ERRÃO GROSSEIRÃO (do tipo trocar sim por não, trocar 2 por 3, trocar entrou por saiu, etc.), mas podemos, talvez 1 vez a cada século,  tomar 10 ou 20 palavras que se tornaram obsoletas (por exemplo, enxúndia) e atualizá-las parra seus novos equivalentes exatos (por exemplo, gordura). Podemos aceitar SINÔNIMOS quando for provado que um deles é superior a uma palavra antiga. Por exemplo, "homens de pequena fé" é melhor que "homens de pouca fé." O que não podemos aceitar é se trocar toda a referência ao SANGUE de Cristo para passar a ser MORTE de Cristo, como foi feito na BLH.

Quanto ao VT da ACF-2011, é de longe melhor que todos os outros, mas acredito que fez uma ou outra concessão à beleza de estilo, e que deveria voltar a ser precisa mesmo que não seja tão elegante. Oro que a SBTB dê este polimento final no seu VT, falta tão pouco para ficar tão perfeito quanto seu NT.



Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (até 1948) são as autênticas Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), são as únicas que o crente deve usar, pois são fielmente traduzidas somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).


(retorne a http://solascriptura-tt.org/ Bibliologia-Traducoes/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )