ÊRROS DE ALGUNS (OS MAIS EXTREMADOS) NOIVA-BATISTA E BATISTAS-MARCO



Este é um esboço não concluído, talvez eu só o vá polir e concluir dentro de alguns anos. Peço e agradeço correções, extensões, versos pertinentes, etc.







Os Baptist Briders, que surgiram nos Estados Unidos no início deste século XX (e que, no Brasil, são chamados de Noiva-Batista, Batistas da Noiva, Batista-Noiva, Super-Batistas, Hiper-Batistas, Mega-Batistas, Batistões, etc.) são zelosos, cheios de boas intenções e defendem corretamente muitas das mais críticas doutrinas sob ataque do Diabo (inclusive a boa doutrina “só- assembleias locais”);
em muitos aspectos são uma das mais puras estirpes entre aquelas dos batistas mais fundamentalistas;
mas, alguns deles, mais extremados, pregam alguns erros graves, sendo o que primeiro e mais dá na vista aquele que ensina que a Noiva de Cristo é constituída EXCLUSIVAMENTE pelos Batistas legítimos (legítimos, segundo a definição dos próprios Noiva-Batista, que praticamente só inclui eles mesmos).

Seus precursores e inspiradores, os Old Landmarkers (no Brasil pouco conhecidos, os chamaremos de Batistas-Marco), surgiram nos Estados Unidos em torno de 1850, da pregação e escritos de James Robinson Graves.
O nome Landmarkers foi apelido ridicularizante dado pelas outras pessoas e que eles orgulhosamente adotaram.
Tal nome vem de um artigo de J.M. Pendleton: “An Old Landmark Reset: Ought Baptists To Recognize Pedobaptist Preachers As Gospel Ministers?” (“Um Antigo Marco Restabelecido: Devem Batistas Reconhecer Pregadores Batizadores de Criancinhas, Como Se Fossem Ministros do Evangelho?”)
Os Landmarkers são zelosos, cheios de boas intenções e defendem corretamente muitas das mais críticas doutrinas sob ataque do Diabo, inclusive defendem a boa doutrina “só- assembleias locais”;
em muitos aspectos são uma das mais puras estirpes entre aquelas dos batistas mais fundamentalistas;
mas, alguns deles, mais extremados,
passaram mais comumente a ser chamados de Briders e pregam erros, sendo dois deles os que primeiro e mais dão na vista:


1) Ensinam que a assembleia local, e só ela, tem TODA a autoridade, nada restando fora dela [por exemplo, nenhum crente, jamais, em caso nenhum, pode fazer alguns aspectos de evangelismo (por exemplo, começar a semanalmente pregar em alta voz numa praça, ou semanalmente sair a evangelizar com um parceiro, ou escrever e distribuir literatura, ou manter blog evangelístico, ou batizar e dar ceia quanto passar 10 anos em um campo de concentração, etc.), sem prévio conhecimento e autorização de sua igreja local.”];
Nenhum crente, jamais, em caso nenhum, pode fazer alguns aspectos de evangelismo (por exemplo, começar a semanalmente pregar em alta voz numa praça, ou semanalmente sair a evangelizar com um parceiro, ou escrever e distribuir literatura, ou manter blog evangelístico, ou batizar e dar eia quanto passar 10 anos em um campo de concentração, etc.), sem prévio conhecimento e autorização de sua igreja local.”

e
2) Ensinam que uma igreja batista local e seu batismo só são válidos se puderem provar dar evidências muito plausíveis que vieram por SUCESSÃO INQUEBRADA, DESDE OS APÓSTOLOS, de igrejas batistas válidas [segundo a definição deles].


Neste pequeno estudo, primeiramente veremos rapidamente alguns ensinos, relevantes ao tema, que batistas de todos os séculos têm crido (nossa Igreja Batista de linha local, independente, evangelista, missionária, bíblica, fundamentalista, separada do mundo e dos erros, inclusive combatendo contra o ecumenismo, a música secular-evangélica, o pragmatismo religioso, o pentecostalismo, etc.) crê todos estes pontos, mas só alguns dos Noiva-Batista e Batistas-Marco creem alguns deles;
Depois, veremos os principais erros dos mais extremados Noiva-Batista e Batistas-Marco, e, sem nos estendermos muito, provaremos porque são erros.






*****************************************************

1. ALGUMAS DAS DOUTRINAS CONCORDES COM TODA A BÍBLIA E CRIDAS pela minha igreja batista local e POR a maioria dos BATISTAS ATRAVÉS DOS SÉCULOS:


(As precedidas por NB também são cridas por muitos Noiva-Batista)

1.0 Definição Bíblica de Igreja

No Novo Testamento, cada e toda igreja (ekklesia) de crentes é:


(1) um grupo, um corpo, um organismo (diferente de organização)
(2) local (isto é, que se reúne num local físico, seja uma caverna ou prédio ou seja o que for, numa determinada rua de uma determinada cidade) e
(3) organizado de
(4) pessoas que já foram salvas do caminho do Inferno (isto é, o Espírito Santo já as "chamou para fora" do mundo e do pecado, e elas biblicamente arrependeram-se, creram, foram regeneradas, convertidas [He 12:23], foram feitas novas criaturas radicalmente diferentes de antes), depois
(5) pediram e foram submersas em água, e
(6) foram aceitas e arroladas como membros daquela assembleia local (o corpo de Cristo local).

(7) Os membros de cada igreja se reúnem física e corporalmente,
(8) uma ou mais vezes por semana, sob a liderança de um ancião-pastor, mestre,
(9) num local físico, para,
(10) todos eles (física e espiritualmente juntos),
(11) cultuarem ao Deus verdadeiro, o da Bíblia, com
(12) uma só doutrina + prática
(13) perfeitamente definidas,
(14) absolutamente neotestamentárias, e
(13) unanimemente cridas e convictamente defendidas por todos os seus membros.

(14) E tendo os objetivos de: proclamar e expandir o Evangelho de nosso Senhor e Salvador Jesus, o Cristo de Deus;
(15) organizar outras igrejas da mesma fé e prática;
(16) edificar seus membros espiritualmente (isto inclui pregação, exortação, repreensão e, quando necessário, disciplinamento);
(17) praticar amor, comunhão e beneficência entre os irmãos da igreja local (o corpo de Cristo local);
(18) praticar beneficência entre outros irmãos de outras igrejas de mesma fé e práticas, e, dentro de suas possibilidades, a quantos dela precisem; e
(19) observar as 2 ordenanças memoriais simbólicas (submersão e ceia).


Maiores detalhes em http://solascriptura-tt.org/EclesiologiaEBatistas/03Os3SentidosDeIgreja-Helio.htm

1.1. TODO CRENTE FOI BATIZADO POR CRISTO,
COM / EM / DENTRO DO ESPÍRITO SANTO,
FORMANDO O CORPO DE CRISTO:

Todos aqueles verdadeiramente salvos (mesmo que foram salvos somente há 1 segundo atrás) já foram submersos por Cristo com / em / dentro do Espírito Santo, para dentro do Corpo de Cristo, isto é, já foram batizados “tanto para dentro da sua assembleia local (o corpo de Cristo local), como para dentro da igreja local totalizada futura (o corpo de Cristo totalizado futuro), que será composta por todos os salvos desta dispensação, a assembleia local que está se formando no céu e que se manifestará nesta terra somente na dispensação do reino, quando já terá sido completada no Arrebatamento”. Esta assembleia local reunirá TODOS os que, nesta dispensação das igrejas locais, verdadeiramente receberam o Cristo (o da Bíblia) como Salvador e Senhor.

E eu, em verdade, vos batizo com água, para o arrependimento; mas aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu; cujas alparcas não sou digno de levar; ELE VOS BATIZARÁ COM O ESPÍRITO SANTO, e com fogo.  (Mateus 3:11 ACF)

(Mt 3:11 [LTT]) [E] *eu*, em verdade, estou submergindo  a vós outros dentro de água, em consequência d[o] [vosso] arrependimento; Aquele [Varão], porém, [que] após mim [está] vindo, mais poderoso do que eu é, de Quem não sou digno de carregar os sapatos; *ELE* VOS SUBMERGIRÁ DENTRO DE [O] ESPÍRITO SANTO, e [dentro do] fogo.

Essa é uma submersão onde
- o submersor (quem submerge) é Cristo,
- o submergido (quem é submerso) é o crente,
- o meio ou substância onde a submersão é feita é em/ com/ para dentro do Espírito Santo; 1Cor 12:13 também mostra que:
- a direção (propósito) em que esta submersão é feita é para (formar) o corpo de Cristo (a igreja local do crente, ou a igreja local totalizada futura).

 Porque, na verdade, João batizou com água, MAS VÓS SEREIS BATIZADOS COM O ESPÍRITO SANTO, não muito depois destes dias.  (Atos 1:5)

Porque eu sou o menor dos apóstolos, que não sou digno de ser chamado apóstolo, pois que persegui A IGREJA de Deus. (1 Coríntios 15:9)
. (Paulo havia se voltado ao menos contra duas igrejas locais (a de Jerusalém e a de Damasco), mas aqui usa o singular “A igrejA de Deus”) (*[1])

Porque já ouvistes qual foi antigamente a minha conduta no judaísmo, como sobremaneira perseguia A IGREJA de Deus e a assolava.  (Gálatas 1:13) ).(idem) (*)

Segundo o zelo, perseguidor DA IGREJA, segundo a justiça que há na lei, irrepreensível.  (Filipenses 3:6).(idem) (*)

E ele é a cabeça do corpo, DA IGREJA; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência.  (Colossenses 1:18) (*)

Regozijo-me agora no que padeço por vós, e na minha carne cumpro o resto das aflições de Cristo, pelo SEU CORPO, que é A IGREJA;    Da qual eu estou feito ministro segundo a dispensação de Deus, que me foi concedida para convosco, para cumprir a palavra de Deus;    O mistério que esteve oculto desde todos os séculos, e em todas as gerações, e que agora foi manifesto aos seus santos;    Aos quais Deus quis fazer conhecer quais são as riquezas da glória deste mistério entre os gentios, que é Cristo em vós, esperança da glória;  (Colossenses 1:24-27) (*)

Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei A MINHA IGREJA, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;  (Mateus 16:18) (**[2])

Ainda tenho outras ovelhas que não são deste aprisco; também me convém agregar estas, e elas ouvirão a minha voz, e HAVERÁ UM REBANHO E UM PASTOR.  (João 10:16) (***[3])

E não somente pela nação, mas também para REUNIR EM UM CORPO OS FILHOS DE DEUS QUE ANDAVAM DISPERSOS.  (João 11:52) (***)

E sujeitou todas as coisas a seus pés, e sobre todas as coisas o constituiu como CABEÇA DA IGREJA,    que é O SEU CORPO, a plenitude daquele que cumpre tudo em todos.  (Efésios 1:22-23)
(*, **)

HÁ UM SÓ CORPO e um só Espírito, como também fostes chamados em uma só esperança da vossa vocação; (Efésios 4:4
) (*)

Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação dO CORPO DE CRISTO;  (Efésios 4:12) (*)

Porque assim como em um corpo temos muitos membros, e nem todos os membros têm a mesma operação,    Assim nós, que somos muitos, SOMOS UM SÓ CORPO EM CRISTO, mas individualmente somos membros uns dos outros.  (Romanos 12:4-5) (*)

Saúda-vos Gaio, meu hospedeiro, e de TODA A IGREJA. saúda-vos Erasto, procurador da cidade, e também o irmão Quarto.  (Romanos 16:23) (***)

P
orque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também.    Pois TODOS NÓS FOMOS BATIZADOS EM UM ESPÍRITO, FORMANDO UM CORPO, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito.  (1 Coríntios 12:12-13) (***)

De maneira que, se um membro padece, todos os membros padecem com ele; e, se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele.    Ora, VÓS SOIS O CORPO DE CRISTO, e seus membros em particular.    E a uns pós Deus na igreja, primeiramente apóstolos, em segundo lugar profetas, em terceiro doutores, depois milagres, depois dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas.    Porventura são todos apóstolos? são todos profetas? são todos doutores? são todos operadores de milagres?    Têm todos o dom de curar? falam todos diversas línguas? interpretam todos?    Portanto, procurai com zelo os melhores dons; e eu vos mostrarei um caminho mais excelente.  (1 Coríntios 12:26, 27-31)
(**)

Para que agora, pelA igrejA, a multiforme sabedoria de Deus seja conhecida dos principados e potestades nos céus,  (Efésios 3:10) (**)

Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça dA IGREJA, sendo ele próprio o salvador dO corpO.    De sorte que, assim como A IGREJA está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos.    Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou A IGREJA, e a si mesmo se entregou por ela,    Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra,    Para a apresentar a si mesmo IGREJA gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível.    Assim devem os maridos amar as suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo.    Porque nunca ninguém odiou a sua própria carne; antes a alimenta e sustenta, como também o Senhor à igreja;    Porque somos membros do seu corpo, da sua carne, e dos seus ossos.    Por isso deixará o homem seu pai e sua mãe, e se unirá a sua mulher; e serão dois numa carne.    Grande é este mistério; digo-o, porém, a respeito de Cristo e dA IGREJA.  (Efésios 5:23-32)  (**)

E não ligado à cabeça, da qual todo O CORPO, provido e organizado pelas juntas e ligaduras, vai crescendo em aumento de Deus.  (Colossenses 2:19) (*)


(Todos nós, batistas de linha independente- fundamentalista (o que inclui os Noiva-Batista e os Batista-Marco), cremos que todos os crentes, mesmo somente 1 segundo depois da salvação, já foram batizados com/ em/ para dentro do Espírito Santo.
A maioria dos batistas independentes- fundamentalistas crê que este batismo ocorre no instante da salvação.
Bem, nós não queremos discutir sobre isto agora, mas nós cremos que este batismo ocorreu uma só vez na História, em Pentecostes, e que todos os crentes (de salvação passada, presente ou futura) foram CORPORATIVAMENTE batizados então. Para maiores detalhes, por favor, vá em http://www.solascriptura-tt.org/EclesiologiaEBatistas/index.htm e estude
o Batismo Com o Espírito Santo [foi Só Em Pentecostes] – Herb Evans).



Há uma só Noiva de Cristo:

     Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demos-lhe glória; PORQUE VINDAS SÃO AS BODAS DO CORDEIRO, E JÁ A SUA ESPOSA SE APRONTOU.  (Apocalipse 19:7).
“A sua esposa” implica uma só Noiva.
Ademais, nunca (ao menos na Bíblia) houve as bodas de um homem com duas mulheres ao mesmo tempo.

(NB) 1.2. BATISMO POR SUBMERSÃO.
AJUNTAMENTO DO SUBMERSO A UMA DAS MUITAS IGREJAS LOCAIS
:

Depois de salvos, a nosso convicto pedido devemos ser batizados (i.é., submersos em água, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo),
por uma assembleia local (o corpo de Cristo local),
da qual nos tornaremos membros.

Provas de Batismo somente depois de salvo,
a pedido dele,
e por submersão:

36  E, indo eles caminhando, chegaram ao pé de alguma água, e disse o eunuco: EIS AQUI ÁGUA; QUE IMPEDE QUE EU SEJA BATIZADO?  37  E disse Filipe: É lícito, se crês de todo o coração. E, respondendo ele, disse: CREIO QUE JESUS CRISTO É O FILHO DE DEUS.  38  E mandou parar o carro, e DESCERAM AMBOS À ÁGUA, TANTO FILIPE COMO O EUNUCO, E O BATIZOU.  39  E, QUANDO SAÍRAM DA ÁGUA, o Espírito do Senhor arrebatou a Filipe, e não o viu mais o eunuco; e, jubiloso, continuou o seu caminho. (Atos 8:36-39)
At 8:36-39  36 E, enquanto eles iam ao longo do caminho [deles], chegaram acima de certa água, e diz o eunuco: "Vê, [aqui há] água. Que me impede de ser submerso?" 37 E disse Filipe: "Se crês proveniente- de- dentro- de todo o [teu] coração, [então] é lícito." E, havendo respondido, disse ele: "Eu creio Jesus Cristo ser o Filho de Deus." 38 E ele ordenou parar a carruagem, e desceram ambos para dentro da água, tanto Filipe como o eunuco, e [Filipe] o submergiu. 39 Quando, porém, vieram- para- cima, para- fora- da água, [o] Espírito de [o] Senhor arrebatou- para- longe a Filipe, e não mais o viu o eunuco; porque continuava o seu caminho, jubilando. LTT-ComNotas



Provas de que batismo é em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo:

Mat 28:18-20 18  E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra.  19  Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, BATIZANDO-OS EM NOME DO PAI, E DO FILHO, E DO ESPÍRITO SANTO;  20  Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.

Provas de que batismo é através de uma assembleia local (o corpo de Cristo local), da qual [talvez pouco depois?] nos tornaremos membros:

Atos 2:37-47 E, ouvindo eles isto, compungiram-se em seu coração, e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos, homens irmãos? 38  E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo;  39  Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos, e a todos os que estão longe, a tantos quantos Deus nosso Senhor chamar.  40  E com muitas outras palavras isto testificava, e os exortava, dizendo: Salvai-vos desta geração perversa.  41  De sorte que FORAM BATIZADOS OS QUE DE BOM GRADO RECEBERAM A SUA PALAVRA; e naquele dia AGREGARAM-SE QUASE TRÊS MIL ALMAS,  42 ¶ E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.  43  E em toda a alma havia temor, e muitas maravilhas e sinais se faziam pelos apóstolos.  44  E todos os que criam estavam juntos, e tinham tudo em comum.  45  E vendiam suas propriedades e bens, e repartiam com todos, segundo cada um havia de mister.  46  E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração,  47  Louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E TODOS OS DIAS ACRESCENTAVA O SENHOR À IGREJA AQUELES QUE SE HAVIAM DE SALVAR.

1.3. A PRESENÇA OU A AUSÊNCIA DO BATISMO,
O MODO E O AGENTE DO BATISMO,
NÃO CAUSAM / INTERFEREM COM A SALVAÇÃO.

A Noiva de Cristo será composta de TODOS AQUELES, DESTA DISPENSAÇÃO, que nEle creram.
Mesmo aqueles que, depois, não tenham se batizado validamente, nem se tornado membros de assembleia local (o corpo de Cristo local).
Todos temos falhado [em algum ponto de doutrina e/ou prática] como crentes, mas Cristo apresentará
CADA UM E TODOS nós a Si mesmo como uma só assembleia local [totalizada, no futuro], imaculada!


Vós bem sabeis que éreis gentios, levados aos ídolos mudos, conforme éreis guiados.    Portanto, vos quero fazer compreender que ninguém que fala pelo Espírito de Deus diz: Jesus é anátema, e ninguém pode dizer que Jesus é o Senhor, senão pelo Espírito Santo.  (1 Coríntios 12:2-3)

Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus; porque VOS TENHO PREPARADO PARA VOS APRESENTAR COMO UMA VIRGEM PURA A UM MARIDO, A SABER, A CRISTO.  (2 Coríntios 11:2)

Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou A IGREJA, e a si mesmo se entregou por ela,    Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra,    Para a apresentar a si mesmo IGREJA gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível. (Efésios 5:25-27)

(NB) 1.4. REPÚDIO A TODA ORGANIZAÇÃO QUE INTENTA ESTAR ACIMA/ AO LADO DA IGREJA LOCAL (O CORPO DE CRISTO LOCAL)

 

(NB) 1.4.1. Aqui & agora, não há igreja universal, ecumênica,


O ensino de que, presentemente e começando aqui na terra, há uma igreja universal
[difusa, dispersa, invisível, nunca reunida nem reunível em um só local] [que deveríamos honrar sobremaneira],
é dos falsos ensinos que têm historicamente causado e estão causando MAIOR dano aos crentes, às igrejas, e à obra do Senhor!
A todo custo, evitemos este ensino universalista!
Tal ensino levou ao Romanismo (Roma sobre todos),
ao denominacionalismo (a denominação sobre a assembleia local),
ao igrejismo (a igreja sobre o crente individual),
e está levando ao ecumenismo (com seus preâmbulos inter, para, e a-denominacionais) que prepara o caminho para o Anticristo.

Por favor, vá em http://www.solascriptura-tt.org/EclesiologiaEBatistas/index.htm e estude
a Igreja Universal e Invisível -- uma Teoria e um Mito -- Montgomery.

Mais sobre isto no livro eletrônico http://www.solascriptura-tt.org/EclesiologiaEBatistas/00Helio-index.htm (22 capítulos), particularmente 2. O QUE IGREJA NENHUMA IGREJA É , 3. OS 3 SENTIDOS DE "IGREJA" e 4. FIGURAS [DOS 3 TIPOS] DAS IGREJAS (SEMPRE LOCAIS) .

(NB) 1.4.2. Aqui & agora, só há assembleias locais


Sobre a terra de hoje, nada há acima/ além/ mais amplo/ mais profundo/ ao lado da assembleia local (o corpo de Cristo local).

Provas: Rom, 1e 2 Cor, Gál,  Efé, Flp, Col, 1 e 2Tes, e as 7 cartas de Apo 2,3, todas elas foram endereçadas a assembleias locais. Nada foi endereçado a uma igreja universal.
Nenhuma referência há a convenções, associações, comunhões, uniões, seminários, missões, etc.
Mais sobre isto no livro “A Doutrina da Igreja Local”, da IBR, e no livro eletrônico http://www.solascriptura-tt.org/EclesiologiaEBatistas/00Helio-index.htm (22 capítulos), particularmente 2. O QUE IGREJA NENHUMA IGREJA É , 3. OS 3 SENTIDOS DE "IGREJA" e 4. FIGURAS [DOS 3 TIPOS] DAS IGREJAS (SEMPRE LOCAIS) .

Portanto, o máximo que podemos ter é uma igreja LOCAL organizando uma conferência anual/ seminário/ acampamento/ gráfica-imprensa/ programa de TV/ mandando um seu membro como missionário/ etc.
Em todos estes casos, a iniciativa e comando estarão total e somente sob responsabilidade dessa igreja local (o corpo de Cristo local). Ela poderá convidar outras assembleias locais que ela mesma julgue de mesma doutrina (ou, ao menos, assembleias locais abertas a serem ensinadas quanto aos seus pontos ainda fracos). Estas poderão ou não aceitar o convite. Ao final, as que quiserem poderão espontaneamente assinar apoio a uma posição apresentada, desapoio a outra. Só isto.

(NB) 1.4.3. Só a assembleia local (o corpo de Cristo local) pode batizar,
dar a Ceia,
disciplinar, e
proceder ordenações.


É só a igreja, igreja LOCAL, que administra seus batismos, a ceia do Senhor, a disciplina dos seus membros, e a ordenação de seus oficiais e ministros (nunca reconhecendo a ordenação de pastor/missionário por outra assembleia local (o corpo de Cristo local), muito menos por denominações e missões).

Provas: Ver “A Doutrina da Igreja Local”, Jackson, IBR. Mais sobre isto no livro eletrônico http://www.solascriptura-tt.org/EclesiologiaEBatistas/00Helio-index.htm (22 capítulos).

(NB) 1.4.4. Não devemos nos unir-identificar senão com batistas, batistas FIEIS.


Provas: Ver os excelentes livros da Editora Batista Regular: “Axiomas da Separação”, de John Ashbrook, e “Separando-se de Quem Não se Separa”. Ver também os muitos artigos em http://www.solascriptura-tt.org/SeparacaoEclesiastFundament/index.htm







*****************************************************

2. ERROS de ALGUNS DOS (mais extremados) NOIVA-BATISTA:


Talvez a maior prova de erro de algumas das posições destes batistas mais extremados
(mesmo que defendam corretamente muitas das mais críticas doutrinas, inclusive a boa doutrina “só- assembleias locais”; mesmo que em muitos aspectos eles são uma das mais puras estirpes entre aquelas dos batistas mais independentes- fundamentalistas),
é que essas posições extremadas e erradas só apareceram, ao menos como um SISTEMA (explícita, completa e formalmente escrito e alardeado), em meados do século 1800 (Batistas-Marco mais extremados) [4] e em princípios do século 1900 (Noiva-Batista mais extremados).
Antes, no máximo podemos encontrar fragmentos de assembleias locais espalhados no tempo e no espaço, cada uma delas apenas com alguns fragmentos do errôneo sistema recém-formado.
Lembremos: “Quanto às doutrinas e práticas, NEM TUDO QUE É ANTIGO É CERTO, MAS TUDO QUE É NOVIDADE É FALSO”.

Ou talvez a maior prova dos erros dos mais extremados Noiva-Batista e Batista-Marco seja simplesmente aplicar as regras da sã homilética (sadia e correta interpretação) aos textos e interpretações que os próprios Noiva-Batista usam, tais interpretações:
- são sutis detalhezinhos de parábolas (mas uma das mais fundamentais regras da sã hermenêutica é que somente a mensagem principal de uma parábola é confiável [nunca os detalhezinhos], mesmo assim parábolas devem ser interpretadas meramente para ILUSTRAR uma doutrina que foi direta e explícita e inquestionavelmente ensinada em outras passagens da Bíblia; parábolas não podem ser usadas para ESTABELECER/ PROVAR uma doutrina!!!);
- são simbolismos impossíveis de provar/ desprovar, tudo TEM que ficar na base de “eu acho que”;
- são começar por tomar uma tese como verdade indiscutível, para depois tentar trabalhosamente catar aqui e acolá na Bíblia, e ajeitar, e fabricar pseudo “provas” (sempre discutíveis) para ela;
- são esquecer as diferenças entre as dispensações e as diferenças entre salvação e galardões, entre as assembleias locais e Israel;
- etc.

2.1. NÃO HÁ BATISMO SENÃO EM ÁGUA.


(todos) Noiva-Batista dizem: “Batismo é sempre dentro da água, e expressões tais como ‘batismo pelo/ em/ no/ dentro de/ com o Espírito’ referem-se a este batismo em água.” [5]

Mas nós dizemos que, embora só haja assembleias locais, embora não haja a igreja ecumênica universal- difusa- e- invisível, aqui nesta terra, mesmo assim:
(1) Há a assembleia local totalizada futura (o corpo de Cristo totalizado futuro). Ver http://www.solascriptura-tt.org/EclesiologiaEBatistas/03Os3SentidosDeIgreja-Helio.htm .
(2) Além do batismo nas águas, há também um batismo por Cristo, com / em / dentro do Espírito Santo, para dentro do Corpo de Cristo, isto é, uma identificação e submersão do crente "tanto para dentro da sua assembleia local (o corpo de Cristo local), como para dentro da assembleia local totalizada futura (o corpo de Cristo totalizado futuro), que será composta por todos os salvos desta dispensação, a assembleia local que está se formando no céu e que se manifestará nesta terra somente na dispensação do reino, quando já terá sido completada no Arrebatamento"


Prova do erro dos Noiva-Batista: Ver 1.1. (Particularmente Mt 3:11; Cl 1:24; Ef 1:22; 1Co 12:12-13)

Ademais, citamos também, de uma carta do irmão Teno Groppi
[Embora nós, Hélio de M. Silva, diferentemente de Teno Groppi, preferiríamos escrever “batismo na assembleia local totalizada futura (o corpo de Cristo totalizado futuro)” do que “batismo espiritual”;
preferiríamos escrever “assembleia local totalizada futura (o corpo de Cristo totalizado futuro)” do que “igreja espiritual”; e coisas semelhantes.]
[Algumas poucas vezes adaptamos as palavras originais de Teno Groppi]:


     Porque, assim como o corpo é UM, e tem muitos membros, e todos os membros daquele UM CORPO, sendo muitos, são UM só corpo, assim é Cristo também.    Pois TODOS NÓS FOMOS BATIZADOS em UM ESPÍRITO, para dentro de UM CORPO, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de UM Espírito.    Porque também o corpo não é UM só membro, mas muitos.  (1 Coríntios 12:12-14)

Este “batismo em um Espírito” é espiritual ou é físico, nas águas?
Este “um corpo” em que somos então batizados é a igreja- totalizada- futura, ou é nossa assembleia local (o corpo de Cristo local)?

A explanação para eliminar “batismo em UM Espírito, para dentro de UM corpo”, tem sido dizer que este “um corpo” é um “tipo” ou uma “aplicação institucional” a todos os corpos locais.
Mas isto esquece totalmente que o número UM também é aplicado ao Espírito. Por que a passagem não está se referindo a “Espíritos locais” ou a um “Espírito institucional”? É a mesma palavra UM, no mesmo contexto, na mesma passagem!
Os Noiva-Batista não permitem a palavra “igreja” ter dois significados em toda a Bíblia, mas eles forçam dois significados para a palavra UM na mesma sentença. Que inconsistência!

Mas as coisas PIORAM: A respeito do “UM corpo”, é dito “ASSIM TAMBÉM É CRISTO.” A comparação é direta: se o corpo é “institucional”, consistência exige que “CRISTO” também seja institucional, ou não haveria razão para ser dito “assim também é”!
Se esta passagem está se referindo aos milhões de assembleias locais, ao invés de a UMA igreja espiritual [isto é, à assembleia local totalizada futura (o corpo de Cristo totalizado futuro)], então deveriam haver milhões de Cristos locais, ao invés de somente UM Cristo.

É espantoso como alguém recusa permitir que o “um batismo” em Efésios 4:5 refere-se à unidade do Espírito (pois ele acha louca a ideia de DOIS batismos), mas permita que o “um corpo” de 1Coríntios 12:12-14 sejam MILHÕES de corpos locais.

Note qual posição doutrinária usa os termos “um, Espírito, batismo, corpo” no sentido usual e se adequando às Escrituras, e qual posição adiciona palavras para acomodar suas interpretações de “água, local, institucional, tipo”.

A passagem em foco não trata de batismo em água, por um pastor, para dentro de uma assembleia local (o corpo de Cristo local),
mas sim de batismo com o Espírito Santo, para dentro de um só corpo, o de Cristo [que é a assembleia local totalizada futura (o corpo de Cristo totalizado futuro)].

     Ou não sabeis que TODOS QUANTOS FOMOS BATIZADOS EM JESUS CRISTO fomos batizados na sua morte?    De sorte que fomos sepultados com ele pelo BATISMO NA MORTE; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida.    Porque, se fomos plantados juntamente com ele na semelhança da sua morte, também o seremos na da sua RESSURREIÇÃO;    Sabendo isto, que o nosso homem velho foi com ele crucificado, para que o CORPO DO PECADO SEJA DESFEITO, para que não sirvamos mais ao pecado.    Porque aquele que está morto está justificado do pecado.    Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também COM ELE VIVEREMOS;  (Romanos 6:3-8)

Embora a passagem diga “batizados em Jesus Cristo”, os Noiva-Batista insistem que é “dentro da água”, igualando Jesus com a companhia local de água e esgoto.
Ademais, qualquer que seja este batismo, é ESSENCIAL para o crente experimentar a RESSURREIÇÃO, é ESSENCIAL para DESTRUIÇÃO DO PECADO, e para VIVER com CRISTO.
Estas coisas são verdadeiras para o batismo Espiritual para dentro do corpo de Cristo, mas não para batismo em água por um pregador.
Se os Noiva estivessem certos na interpretação de Romanos 6, teríamos que a submersão na água é colateral essencial para a salvação!

 SEPULTADOS com ele no BATISMO, nele também RESSUSCITASTES pela FÉ no poder de Deus, que o ressuscitou dentre os mortos.    E, quando vós estáveis mortos nos pecados, e na incircuncisão da vossa carne, VOS VIVIFICOU juntamente com ele, PERDOANDO-vos todas as ofensas,  (Colossenses 2:12-13)

Novamente, batismo é EXIGIDO para sermos RESSUSCITADOS dentre os mortos através da FÉ. Este batismo nos VIVIFICA juntamente com Ele, e efetua o PERDÃO de todas as nossas ofensas! Este batismo é a operação de Deus, não o batismo na água.

 Porque todos quantos fostes batizados EM CRISTO já vos revestistes de Cristo.    Nisto não há judeu nem grego; não há servo nem livre; não há macho nem fêmea; porque todos vós sois um em Cristo Jesus.  (Gálatas 3:27-28)

Se isto se referisse a batismo na ÁGUA, para dentro de uma igreja LOCAL, então como poderia não haver nem macho nem fêmea?
O batismo aqui referido não pode ser este, mas é o batismo pelo Espírito para dentro do Corpo de Cristo, onde na verdade não há macho nem fêmea!

Note também que o batismo aqui referido nos põe EM [dentro de] CRISTO, não na água! E que aqueles que foram batizados “já vos revestiste de Cristo”, não de água!

2.2. REGENERAÇÃO BATISMAL


(alguns, mais extremados) Noiva-Batista crêem: “A submersão do crente (solicitante) em água, colocando-o na igreja local (o corpo de Cristo local), é um colateral indispensável para que ele: a) seja salvo”; [6]

(alguns, mais extremados) Noiva-Batista adicionam: b) e receba o Espírito de Deus”.

Prova do erro dos Noiva-Batista: Ver 2.1.

Existe um batismo FÍSICO, em água, que é uma FIGURA do batismo visto em (1.1) e (2.1), e este é uma submersão ESPIRITUAL (no sentido de ser a submersão do crente por Cristo, com/ em/ dentro de o Espírito Santo de Deus, de modo que o crente passa a fazer parte tanto da sua assembleia local (o corpo de Cristo local) sobre a terra, como a fazer parte da assembleia local que será composta por todos os salvos desta dispensação, a assembleia local que está se formando no céu e que se manifestará nesta terra somente na dispensação do reino, quando já terá sido completada no Arrebatamento.

      Pois todos nós fomos BATIZADOS em um ESPÍRITO, para dentro de um CORPO, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito.  (1 Coríntios 12:13)

      E eu não o conhecia, mas o que me mandou a batizar com ÁGUA, esse me disse: Sobre aquele que vires descer o Espírito, e sobre ele repousar, esse é o que batiza com o ESPÍRITO SANTO.    E eu vi, e tenho testificado que este é o Filho de Deus.  (João 1:33-34)

      Procurando guardar a unidade do ESPÍRITO pelo vínculo da paz.    Há um só CORPO e um só ESPÍRITO, como também fostes chamados em uma só esperança da vossa vocação;    Um só Senhor, uma só fé, um só batismo;  (Efésios 4:3-5)
Veja a nota da Bíblia de Estudo LTT, em Ef 4:5:

Ef 4:5 "Um só Senhor, uma só fé, UMA SÓ SUBMERSÃO": Como, no verso, o numeral "um" referindo-se a Deus é "um" absoluto (e não um Deus distinto para cada homem), e "um" referindo-se à fé também é "um" absoluto (e não um diferente corpo de doutrina para cada homem), assim também "um" referindo-se à submersão é "um" absoluto, uma submersão que ocorreu uma só vez nos séculos, para sempre (não uma submersão distinta para cada crente). Portanto, "uma só submersão" refere-se à submersão corporativa de todos os crentes desta dispensação (1Co 12:13), de uma só vez para sempre, na inauguração da mesma em Pentecostes; pelo Cristo, e para dentro de o Espírito Santo. http://solascriptura-tt.org/EclesiologiaEBatistas/06SubmersaoComEmDentroEspiritoSanto-Helio.htm.


O batismo ESPIRITUAL põe o crente dentro do CORPO ESPIRITUAL DE CRISTO (que será composto por todos os salvos desta dispensação, a assembleia local totalizada futura (o corpo de Cristo totalizado futuro) que está se formando no céu e que se manifestará nesta terra somente na dispensação do reino, quando já terá sido completada no Arrebatamento). O batismo físico (na água) é necessário para pô-lo no corpo físico, a assembleia local (o corpo de Cristo local).

O ladrão na cruz teve revelado a ele que naquele mesmo dia estaria no Paraíso. Mas, para isso, teve ele que ser batizado? Não!
Batismo na água não salva, não garante, não conserva, não ajuda a salvação.
Sempre foi, é, e será um mero símbolo de já se ter SIDO salvo.

      Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento, e não comeceis a dizer em vós mesmos: Temos Abraão por pai; porque eu vos digo que até destas pedras pode Deus suscitar filhos a Abraão.  (Lucas 3:8)

     E, indo eles caminhando, chegaram ao pé de alguma água, e disse o eunuco: Eis aqui água; que impede que eu seja batizado?  (Atos 8:36)


Os séculos das densas trevas da Idade Média levaram muitos dos famosos reformadores e seus seguidores a terem algumas falhas nas doutrinas do batismo, etc.
Mas, corretos quanto a Soteriologia e sinceros ante Deus, seguramente muitos deles são nascidos de novo, não da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.

2.3. TODA A AUTORIDADE É SÓ PARA A IGREJA LOCAL, NÃO HÁ NADA FORA DELA


(praticamente todos) Noiva-Batista creem: “A igreja LOCAL (só ela, não o crente individual, nem nenhuma organização dentro ou fora dela) é quem recebeu TODA a autoridade de Cristo, em Mt 28:16-20. Nenhum crente, jamais, em caso nenhum, pode fazer alguns aspectos de evangelismo (por exemplo, começar a semanalmente pregar em alta voz numa praça, ou semanalmente sair a evangelizar com um parceiro, ou escrever e distribuir literatura, ou manter blog evangelístico, ou batizar e dar ceia quanto passar 10 anos em um campo de concentração, etc.), sem prévio conhecimento e autorização de sua igreja local.” [7]

Prova do erro dos Noiva-Batista:

A assembleia local (o corpo de Cristo local) não pode cumprir a Grande Comissão (na realidade, não pode fazer nada) se os seus crentes INDIDUAIS não o fizerem!

Os frutos dos mais extremados Noiva-Batista e Batistas-Marco têm sido pouquíssimos (e têm havido incessantes discórdias, lutas e divisões internas entre eles): não seria por ser este sistema sufocante do indivíduo, e contra a Bíblia?

Tirar a ênfase em “local”, e pôr toda a ênfase em “igreja” e “autoridade”, este foi o início do Catolicismo, Roma eliminando toda individualidade, todo livre-arbítrio, toda a responsabilidade individual, para assim dominar seu membros, as leis e até os governantes e o Estado!

Como explicar as salvações de almas e organização de boas igrejas, à parte das assembleias locais de nome Batista que tenham doutrina Noiva-Batista/ Batista-Marco?

Como explicar o que vocês tanto admiram:
a KJV (James e a maior parte dos tradutores eram Anglicanos!);
Spurgeon (Batista, provavelmente o maior pregador depois de Paulo, mas nunca ordenado (ao menos nos padrões Landmarkistas), e conflitante com inúmeras idéias dos Noiva-Batista/Batistas-Marco?);
William Carey, (“inaugurador e inspirador” das missões modernas, mas muito diferente dos missionários de hoje!);
etc. ???
Ademais, por mais que visceralmente rejeitemos o batismo de criancinhas, temos que reconhecer que alguns pedobatistas (batizadores de crianças) reformados foram extraordinários pregadores e frequentemente lemos e citamos seus sermões, seus livros de referência e de Teologia, seus comentários, cantamos seus hinos, etc.!

Aquilo, sobre a terra, que tem em si seu próprio poder e autoridade, é somente o EVANGELHO, as boas novas, a Palavra de Deus.
Deus usa crentes- INDIVIDUAIS (com o poder do Espírito Santo), não sistemas, não métodos, não padrões nem organizações.
Deus abençoa VERDADE pregada por crentes INDIVIDUAIS, cheios do Espírito Santo.

O princípio “Liberdade da consciência, sob a soberania de Deus”, diz que Deus é soberano sobre o homem, e que este tem a responsabilidade de ter sua própria mente segura em relação à autoridade de Deus:

      Quem és tu, que julgas o servo alheio? Para seu próprio senhor ele está em pé ou cai. Mas estará firme, porque poderoso é Deus para o firmar.    Um faz diferença entre dia e dia, mas outro julga iguais todos os dias. CADA UM ESTEJA INTEIRAMENTE SEGURO EM SUA PRÓPRIA MENTE.  (Romanos 14:4-5)

      De maneira que CADA UM DE NÓS DARÁ CONTA DE SI MESMO A DEUS.    Assim que não nos julguemos mais uns aos outros; antes seja o vosso propósito não pôr tropeço ou escândalo ao irmão.  (Romanos 14:12-13)


A assembleia local (o corpo de Cristo local), não sendo infalível (veja o exemplo da igreja de Corinto, em todo o livro de 1Cor) não tem autoridade final sobre os crentes. A assembleia local (o corpo de Cristo local) existe por causa de e visando o benefício do crente individual, e não vice-versa (comp. Mc 2:23-28; Mt 23:23; Ef 4:12).

      E aconteceu que, passando ele num sábado pelas searas, os seus discípulos, caminhando, começaram a colher espigas.    E os fariseus lhe disseram: Vês? Por que fazem no sábado o que não é lícito?    Mas ele disse-lhes: Nunca lestes o que fez Davi, quando estava em necessidade e teve fome, ele e os que com ele estavam?    Como entrou na casa de Deus, no tempo de Abiatar, sumo sacerdote, e comeu os pães da proposição, dos quais não era lícito comer senão aos sacerdotes, dando também aos que com ele estavam?    E disse-lhes: O SÁBADO FOI FEITO POR CAUSA DO HOMEM, E NÃO O HOMEM POR CAUSA DO SÁBADO.    Assim o Filho do homem até do sábado é Senhor.  (Marcos 2:23-28)

      Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Pois que DIZIMAIS A HORTELÃ, O ENDRO E O COMINHO, E DESPREZAIS O MAIS IMPORTANTE DA LEI, O JUÍZO, A MISERICÓRDIA E A FÉ; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas.  (Mateus 23:23)

Ef 4:12 Com vistas ao aperfeiçoamento dos santos, para [a] obra d[a] ação- de- servir, para edificação do corpo  de o Cristo,  LTT-ComNotas

 

2.4. SALVAÇÃO É PELA IGREJA LOCAL


(alguns, mais extremados) Noiva-Batista creem: “Somente serão salvos os crentes validamente batizados e membros de assembleias locais VÁLIDAS.” [8]


Prova do erro dos Noiva-Batista:
Basta ver versos usuais sobre salvação somente pela fé, e os versos usuais contra as obras como meio de salvação: João 3:16,18; 5:24; etc.

2.5. SUCESSÃO INQUEBRADA DE IGREJAS LOCAIS VÁLIDAS


(muitos) Noiva-Batista crêem: “Uma assembleia local só é válida se foi organizada por uma igreja (local)- "mãe" válida e tem assim um encadeamento retroativo até João, o Batista:
Apóstolo X organizou igrejaLocal_A (batista, bíblica), que organizou igrejaLocal_B (idem), que ..., que organizou minha assembleia local (idem), nesta cidade e tempo.
É isto que valida e dá autoridade a uma igreja local, e ao que ela fizer.”
[9]


Por coerência com a Bíblia, todos nós admitiríamos essa definição de validade se ela fosse reduzida a somente 1 passo atrás (no tempo) e tivesse sido expressa assim: "Uma igreja e seu batismo só são válidos se vêm de igreja batista válida e de batizador válido. Se não o forem, então o crente deve ser (re-) batizado validamente, e a igreja (re-) organizada validamente."
Em outras palavras, de um candidato à membresia na nossa igreja_0, procuraríamos saber somente se a igreja_1 que o submergiu era mesmo (pelo menos na época do batismo), em palavra e ação, de doutrina batista basicamente neotestamentária (e razoavelmente semelhante à nossa nos 50 pontos principais, mesmo que não o fosse no ponto mínimo 1001), inclusive somente aceitando membros que tivessem sido batizados em igreja_2 de doutrina batista, mas não exigiríamos que igreja_1 exigisse muito da igreja_2.

Mas, se exigíssemos que a definição de validade fosse 2 passos atrás (no tempo) e tivesse sido expressa assim: "Uma igreja_0 e seu batizador_0 e seu batismo_0 só são válidos se vêm de perfeitamente válidos igreja_1 batista, batizador_1 e batismo_1, que também vêm de perfeitamente válidos igreja_2 batista, batizador_2 e batismo_2", então as definição e exigências teriam, obrigatoriamente, que valer por todos os passos para trás (no tempo), até chegar em João, o batista. E, se a cada vez que um crente/ igreja descobrisse que é provável que houve uma falha em alguma igreja ou batizador ou batismo na linha de "ancestrais espirituais" na linha de sucessão de batismos e organização de igreja, então teria que receber novo batismo/ organização que realmente fossem válidos.
Se descobrissem falha na Inglaterra do ano 16** ou nos USA de 16** ou no Brasil de 19**, então milhões de crentes e milhares de igrejas teriam que ser rebatizados e reorganizadas.
Se você for totalmente coerente quanto a isso, terá que passar a vida um pouco inquieto e sem segurança, analisando batizadores e igrejas "ancestrais espirituais", se foram ou não válidos.

Reexpresso-me: (até mesmo por causa das "aparências" referidas em 1Ts 5:22,) concordo com esta exigência, desde que ela seja somente de 1 passo atrás . Se for de 2 passos, terá que ser de TODOS os passos atrás! Isto nunca foi exigido explicitamente na Bíblia, e é simplesmente impraticável na realidade. O que valida a fé e pratica de um indivíduo ou igreja, é sua biblicidade como indivíduo, não de seus ascendentes, não de toda sua linhagem/  cartório/ pedigree (não somos cavalos de exposição)/ DNA ou genoma (não somos vegetal de exposição).



Prova do erro dos Noiva-Batista:

A pergunta dos Noiva-Batista e Batistas-Marco ("Você tem mesmo sólidas provas/evidências de que seu batizador e igreja eram válidos? Tem certeza? E eles têm sólidas provas/evidências de que seus batismos e igreja "mãe" eram válidos? Tem certeza? E eles têm sólidas provas/evidências de que seus batismos e igreja "avó" eram válidos? Tem certeza? Etc.") é a dos fariseus em Mt 21:23  “E, chegando ao templo, acercaram-se dele, estando já ensinando, os príncipes dos sacerdotes e os anciãos do povo, dizendo: COM QUE AUTORIDADE FAZES ISTO? E QUEM TE DEU TAL AUTORIDADE?”;


A História demonstra a sempre- existência de assembleias locais de doutrinas batistas. Mas não que cada uma delas foi organizada por outra semelhante ou ainda mais perfeita!

Um professor de História do Cristianismo, em um seminário Batista-Marco, ao estudar os batistas ingleses, lamentou: “Nosso encadeamento não passa daqui”, significando que aqueles ingleses não vieram de Batistas-Marco (apesar de Mt 16:18 garantir que sempre existiram igrejas basicamente com doutrinas iguais às do N.T. (inclusive rejeitando igrejas de doutrinas gravemente contra ele) e os batismos delas)!

“Crer” que minha assembleia local é autoritativa por sucessão inquebrada é só opinionismo cego, sem evidência bíblica, nem histórica, nem evidência de tipo algum. É como o Romanismo crendo na inquebrada sucessão apostólica até chegar ao atual papa infalível: você pode estar totalmente enganado, e não pode checar isto!

As teorias Batista-Marco e Noiva-Batista obrigam seus seguidores a cumprir deveres (e.g. batismo) dos quais nunca poderão ter a certeza absoluta de tê-los cumprido validamente (segundo a definição deles)!!!

Os Batistas-Marco e Noiva-Batista têm uma autoridade além da Bíblia: a sucessão inquebrada que eles supõem.
É irônico que, no afã de se diferenciarem ao máximo do Romanismo, os Batista-Noiva deram um giro de 360 graus e voltaram a andar exatamente na mesmíssima direção de certos erros do inimigo que tanto odeiam: pondo autoridade na tradição; pondo autoridade na sucessão apostólica; etc.!

O que valida minha fé, minha doutrina e minha prática dependem somente da biblicidade do que eu sou- penso- prego- pratico, não depende 1 mm dos meus pais e demais ancestrais físicos, nem espirituais. O que importa é minha biblicidade ou não, não é meu pedigree biológico ou dos meus "pais na fé", nem do pastor nem da igreja que me batizou!

Da mesma maneira, o que valida ou não uma igreja batista é a biblicidade do que HOJE crê, prega e pratica, não seu pedigree ou dos missionários ou pastores que a plantaram e organizaram.

Ah, e não vale a argumentação "o que vem de feijão é pé de feijão, e o que vem da semente do carrapicho é pé de carrapicho, portanto uma igreja e batismo só são válidos se vieram de outra igreja e batismo válido!"
Pois, no aspecto espiritual, é muito plausível que existam crentes no céu que foram evangelizados, salvos e batizados sob o ministério do apóstata Judas, mas foram realmente salvos e foram fiéis crentes em cada palavra da Bíblia.
Eu fui salvo e batizado por um missionário batista independente que, na época, até onde eu podia ver, pregava sem sombra de concessões, era separatista, contrário ao neo-evangelicalismo, à plena cooperação entre todas as denominações "protestantes", à música chamada de "evangélica pop", etc., e hoje, longe e velhinho, eu não estou certo que esteja exatamente na mesmíssima posição. Mas isso não invalida minha salvação, nem meu batismo, nem minha fé.

2.6. CEIA FECHADA


(praticamente todos) Noiva-Batista creem: “A Ceia, como o batismo e o disciplinamento, é só para os membros da igreja LOCAL. No máximo, talvez, ela possa aprovar que da Ceia participe um conhecidíssimo pregador / irmão visitante, de outra assembleia local que também seja Noiva-Batista / Batista-Marco, válida.” [10]

Prova do erro dos Noiva-Batista: Em todas as referências, a Ceia é do SENHOR, não da igreja local (o corpo de Cristo local), muito menos da “denominação”. Ademais, leia as passagens paralelas sobre a última Ceia (atenção a Lucas 22:19-21) e note que Cristo a deu até a Judas, o apóstata!
Portanto, podem e devem ser convidados a participar da Ceia todos os presentes que foram salvos verdadeiramente crendo e recebendo a Cristo como único Salvador e Senhor, que estão com suas consciências limpas, certos de que estão obedecendo tudo que o Espírito já lhes iluminou nas Escrituras (inclusive batismo), que se examinaram a si mesmos arrependendo-se e pedindo perdão dos pecados antes não confessados, que estão em comunhão com suas assembleias locais e seus irmãos, e que participarem da Ceia de maneira bíblica, digna. Ver http://www.solascriptura-tt.org/EclesiologiaEBatistas/15OrdenancaCeiaDoSenhor-Helio.htm.

2.7. RACHA NO ARREBATAMENTO. NOIVA COMPOSTA SÓ DOS BATISTAS


(todos) Noiva-Batista dizem: “Os crentes validamente batizados (por igrejas batistas de inquebrado encadeamento até os apóstolos), e só eles, serão arrebatados e não passarão pela Tribulação, mas constituirão a Noiva de Cristo. Os demais, que alegam ser crentes, passarão pela Tribulação, para serem peneirados; ” [11]

(alguns) Noiva-Batista adicionam:  “alguns poderão ser salvos durante a Tribulação;”

(alguns poucos, mais extremados) Noiva-Batista adicionam: “mas os infiéis batistas que ficarem para a Tribulação não serão salvos, a não ser os poucos que talvez se convertam e, indispensavelmente, sejam batizados biblicamente, por igreja batista de inquebrado encadeamento até os apóstolos”



Citarei carta do Pastor Daniel Fried:


Eu tenho tido que ouvir este tipo de coisas [que somente eles restaram hoje, tal como Elias lamentando que somente ele restou fiel, sem ver os 7000 que também não tinham dobrado os joelhos a Baal] dos Branhanitas.
Os Mórmons e Testemunhas de Jeová também pensam e falam da mesma maneira. É coisa velha o truque do Diabo fazendo líderes convencerem seus seguidores que eles são a elite e especiais:
Corá ensinou isto, e até questionou a pureza e autoridade de Moisés;
Diótrofes também daria um bom Noiva-Batista, com sua autodeclarada pureza; etc.
Os Noiva-Batista têm uma resposta para a pergunta: “Que tal as pessoas nascidas do alto e que não estão em igrejas com os nomes de Batistas?”       Resposta: “Eles são Batistas, apenas não sabem disto”.
Mas o Papa também diz de nós: “Eles estão OK, são somente ‘irmãos separados’ e não sabem ainda quem é nossa real Mãe.”



Mas consideremos:

      Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram EM CRISTO ressuscitarão primeiro.  (1 Tessalonicenses 4:16)

Se for negado a o fato do Corpo de Cristo ser composto por TODOS os crentes (os quais, no mesmo segundo de suas salvações, foram nEle submersos),
e se somente há o batismo na água,
e se o crente somente foi submerso para dentro da sua assembleia local (o corpo de Cristo local) (e isto por ocasião do seu batismo na água) e não na assembleia local totalizada futura (o corpo de Cristo totalizado futuro),
então isto EXIGIRÁ um tremendo racha no arrebatamento: Já vimos que há um batismo que nos põe “EM CRISTO”; se esta submersão é o batismo em água, então somente aqueles que tiverem sido CORRETAMENTE batizados em água (os mortos EM CRISTO) ressuscitarão, e todos aqueles que não forem membros corretamente batizados de assembleias locais serão deixados aqui em baixo e poderão tomar a marca da besta, perderem sua salvação e serem eternamente condenados!

Mas, se, como cremos, for o batismo ESPIRITUAL (isto é, a submersão na igreja local totalizada futura (o corpo de Cristo totalizado futuro), constituída de todos os salvos desta dispensação, a igreja que está se formando no céu, que será a Noiva de Cristo, e que se manifestará nesta terra somente na dispensação do reino, quando já terá sido completada no Arrebatamento), for este batismo ESPIRITUAL que põe TODOS os crentes “EM CRISTO”, então TODOS os crentes serão arrebatados.

      Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus; PORQUE VOS TENHO PREPARADO PARA VOS APRESENTAR COMO UMA VIRGEM PURA A UM MARIDO, A SABER, A CRISTO.  (2 Coríntios 11:2)

Paulo estava falando aos crentes da assembleia de Coríntios, alguns deles carnais, portanto todos os crentes nascidos do alto são parte da NOIVA, quer espirituais, quer não.
“Vos tenho preparado” foi dito para ser entendido como o que acontecia no período judaico de 1 ano de noivado.
É nossa santificação prática aqui na terra que produzirá menos ou mais madeira/ feno/ palha, mas, no Tribunal de Cristo, pouco antes das bodas, nós seremos salvos como se fosse através do FOGO (comparável ao fogo dos refinadores, para remover as escórias da prata).
O Tribunal de Cristo não é para punição dos pecados dos crentes, porque estes já foram pagos (!), mas sim para recebermos nossas RECOMPENSAS (o dote da Noiva) e para nos PREPARAR para as bodas, como a NOIVA (única e completa).

2.8. NOIVA COMPOSTA SOMENTE DE BATISTAS FIÉIS


(todos) Noiva-Batista creem: “A Noiva de Cristo será composta apenas dos crentes batistas, os demais crentes poderão talvez ser convidados para a festa, mas com certeza não comporão a Noiva.” [12]

(alguns, mais extremados) Noiva-Batista creem: “A Noiva de Cristo será composta EXCLUSIVAMENTE dos crentes batistas e validamente batizados em assembleias locais válidas (por sucessão inquebrada), de doutrina Noiva-Batista / Batista-Marco. Os demais batistas poderão ser os convidados. Os não batistas não serão salvos.”

Prova do erro dos Noiva-Batista:

Todos os crentes são salvos João 3:16,18; 5:24; etc.
“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que TODO AQUELE QUE NELE CRÊ NÃO PEREÇA, MAS TENHA A VIDA ETERNA.” (Jo 3:16)

 “QUEM CRÊ NELE NÃO É CONDENADO; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.” (Jo 3:18)

 “Na verdade, na verdade vos digo que QUEM OUVE A MINHA PALAVRA, E CRÊ NAQUELE QUE ME ENVIOU, TEM A VIDA ETERNA, E NÃO ENTRARÁ EM CONDENAÇÃO, mas passou da morte para a vida.” (Jo 5:24)



Todos os crentes farão parte da Noiva de Cristo. Vide (1.1), acima, e o comentário de 1Coríntios 11:2, em (2.7).

2.9. ALGUNS CRENTES ARREBATADOS TERÃO QUE PURGAR SEUS PECADOS


(alguns, mais extremados) Noiva-Batista dizem: “Os crentes arrebatados mas que não foram bastante fiéis e frutíferos, serão publicamente envergonhados e condenados a pagarem por suas falhas. Haverá graus de punição (quanto tipo, intensidade e duração).
Alguns ficarão só fora da Noiva, mas assistirão como convidados, de perto, outros de mais longe, outros das janelas, outros estarão nas trevas exteriores, como os escravos ficavam na senzala, uns só separados, outros em correntes, outros no tronco e sendo atormentados. Quem comportou-se como cachorro será tratado como cachorro.
Quem mereceu açoites será açoitado. Tudo isto até purgarem suas falhas. Este é o verdadeiro purgatório, não para descrentes serem salvos, mas para crentes pagarem suas falhas e serem purificados.” [13]

Prova do erro dos Noiva-Batista:

Nenhum crente sofrerá condenação (mesmo temporária) e castigo nos céus. Vide http://www.solascriptura-tt.org/SoteriologiaESantificacao/index.htm ,
Particularmente:

 31 - a Completude da Salvação - Hélio
32A até 32Q (Análise de 101 versos que não implicam perda de salvação (como muitos erroneamente ensinam)
33 - [teste e] Convicção, Segurança na Salvação Imperdível e Eterna



Todos os crentes farão parte da Noiva de Cristo. Vide (1.1), acima, e o comentário de 1Coríntios 11:2, em (2.7).

Hélio de Menezes Silva, mar/98. Revisado em ago/2004.

NOTAS COMPLEMENTARES:
1. Este estudo foi feito em 1998 e foi apresentado durante 2 ou 3 aulas da Escola Dominical, para ajudar uma muito boa igreja em Campina Grande (que era batista, local, independente, evangelista, missionária, bíblica, fundamentalista, separada do mundo e dos erros, inclusive combatendo contra o ecumenismo, a música secular-evangélica, o pragmatismo religioso, o pentecostalismo, etc.), ajudar tal igreja a se libertar de algumas horríveis dúvidas e ideias que me relataram ter ficado após umas pregações por um missionário americano convidado pelo pastor para pregar uma série de cinco mensagens. Segundo me relataram, o missionário teria ensinado que:

Pregando sobre Mat 22:1-14 (a parábola dos convidados para as bodas do filho do rei), tal missionário (segundo me viram relatar e eu ouvi atentamente de 2 ou 3 testemunhas oculares, mas não é impossível que talvez eles ou eu tenhamos entendido alguma coisa imperfeitamente, não pude ler ou indagar do missionário):

-  a Noiva de Cristo seria constituída EXCLUSIVAMENTE pelos mais fiéis entre todos os batistas e que também podiam provar que tinham sido batizados e ligados a uma igreja batista local que podia provar que tinha sido plantada por outra igreja ... que tinha sido plantada por outra ... que tinha sido plantada por Cristo diretamente (isto se chama PROVADA SUCESSÃO RETROAGINDO ATÉ OS APÓSTOLOS);

- os demais batistas ficariam em posições de punição variadas de acordo com seus graus de infidelidade, posições variando entre as de meros:

a) amigos-íntimos acompanhantes da Noiva (participam da alegria e das iguarias da festa, mas logicamente não entrariam na câmara nupcial, não são a Noiva, permanecerão para sempre sem serem desposadas com o Noivo);

b) convidados para as bodas, gozando de menos intimidade e honra que os anteriores;

c) escravos que estariam servindo de cozinheiros, copeiros e garçons, nas bodas;

d) expectadores que poderiam ver tudo, mas de lá de fora e sem participar das iguarias, alguns espiando pelas janelas, outros espiando bem mais de longe;

e) escravos que ficariam acorrentados na senzala, somente ouvindo ao longe os alegres sons das bodas;

f) escravos piores, maus, que ficariam com os pés e cabeça acorrentados ao tronco, sendo chicoteados (!); etc.

- perguntado sobre o que seria dos batistas que não foram perfeitamente fiéis e que não podiam provar a sucessão retroativa inquebrada estendendo-se retroativamente até os apóstolos, o missionário teria respondido sutilmente, insinuando que ainda aqui na terra eles poderiam corrigir essas infidelidades, para assim serem arrebatados antes da Tribulação e fazerem parte da Noiva; senão, poderiam corrigir-se durante os sofrimentos da Tribulação; senão, durante todo o Milênio estariam sofrendo castigos, sendo purificados (ele teria usado o termo “purgados”, isto escandalizou a todos, que viram este purgatório de Batistas como muito semelhante ao purgatório Romanista); todos entenderam que ele estaria insinuando que Arrebatamento pré-tribulação e fazer parte da Noiva dependiam de se tornar Noiva-Batista e ser fiel e ser rebatizado em igreja fiel de inquebrada sucessão apostólica, senão sofreriam na Tribulação e passariam o Milênio numa espécie de purgatório; o Milênio assistiria batistas não perfeitamente fiéis sendo churrasqueados;

- perguntado sobre o que seria dos crentes não batistas, ele desconversou e sutilmente lançou dúvidas respondendo com outra pergunta: “Quem lhe garante que há salvos nessas denominações não batistas, mas sim originadas da Reforma e do romanismo, sendo aspersionistas, pedobatistas, etc.?”; todos entenderam que ele estaria insinuando que salvação depende de ser batista, portanto depende de ser corretamente batizado por submersão.

- tudo isto imediatamente causou grande confusão no seio da igreja.
- bem depois, o Pr. Anízio Gomes me deu um verso chave para todo este assunto: “Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.” (1Ts 4:17 ACF) Portanto, desde o arrebatamento dos crentes (e sabemos que isto precederá a 70a. semana de Daniel), eternamente, o Espírito Santo nos declara que estaremos sempre com o Senhor. Portanto, cai por terra toda a loucura de se dizer que crentes não perfeitamente fiéis estarão, depois do Arrebatamento, em variados estados de separação de Cristo e de recebimento de castigos em um purgatório. Esta é uma terrível heresia, não menos que a dos Testemunhas de Jeová, Adventistas do 7o. Dia, Romanistas. Não devemos ter nenhuma comunhão com quem ensina isso. Não devemos ir às suas igrejas nem aceitá-los nas nossas. Se nos enganaram e esconderam isso, e começarem a pregar este veneno, devemos imediatamente desligar o som, pedir-lhe que se retire, e pediremos perdão à igreja. Se ajudam financeiramente a nós ou nossa igreja, devemos recusar tal ajuda.



2. Este estudo foi revisado em Agosto.2004, mas continua sendo um esboço não concluído. Talvez eu só o vá polir e concluir dentro de alguns anos. Peço e agradeço correções, extensões, versos pertinentes, etc.

3. Saliento que muitos Noiva-Batista e Batistas-Marco são zelosos, cheios de boas intenções e defendem corretamente muitas das mais críticas doutrinas sob ataque do Diabo (inclusive a boa doutrina "só- assembleias locais"), em muitos aspectos sendo uma das mais puras estirpes entre aquelas dos batistas mais fundamentalistas. Comungamos com muitos dos pontos doutrinários defendidos por muitos dos Noiva-Batista e Batistas-Marco não tão extremados quanto aquele missionário, pontos tais como:
- No Novo Testamento e no plano de Deus, só existem assembleias locais (inclusive a assembleia local totalizada futura (o corpo de Cristo totalizado futuro)), não existe nenhum tipo de igreja universal e difusa atual, abrangendo todos os crentes vivos sobre a terra;
- batismo, embora não salve, é somente por submersão de quem já creu e solicitou submersão;
- cada assembleia local (o corpo de Cristo local) deve ser autônoma, independente, autogovernada;
- o tipo de assembleia local instituído por Cristo foi exatamente igual ao que os Batistas de hoje esforçam-se para ser;
- sempre, mesmo através dos séculos I a XVI (Reforma), houve assembleias locais, independentes de Roma e tendo basicamente as mesmas doutrinas dos batistas de hoje, mesmo que recebendo outros nomes;
- etc; etc.; etc.

4. Este estudo não ataca todos os Noiva-Batista nem todos os Batistas-Marco, talvez só aplique e só deva incomodar uma minoria muito pequena deles, os mais extremados; portanto os bons e moderados Noiva-Batista e Batistas-Marco, não extremados, não devem se ofender com este estudo, pois não se aplica a eles.

5. Carta enviada a um pastor, em 2010:

Caro pastor XYZ:

Quanto à doutrina dos BRIDERS,

1) Eu até posso conviver (mesmo sem concordar de todo coração) com a forma mais moderada desta doutrina, isto é, a forma que afirma que a Noiva será constituída somente dos crentes batistas fiéis, mas que há outros salvos (batistas não tão fiéis, mas salvos; e até mesmo reformados que tenham sido realmente salvos) que serão parte da família de Deus e serão os convidados para a festa nupcial, não sofrerão nenhuma punição de chicotadas ou coisas semelhantes da parte de Deus, estarão em gozo eterno primeiramente no Tribunal de Cristo e festa nupcial (os 7 anos no céu, enquanto a terra passa pela Tribulação), depois estarão em gozo no Milênio, depois por toda a eternidade.

2) Mas tenho dificuldades em aceitar os Briders que vão além de crerem que somente os batistas fíéis constituírão a Noiva, e acreditam e pregam veementemente que:

2.1) ninguém será salvo de entre os que acreditam num "batismo" diferente do nosso, nem de entre os Reformados, etc.
E/OU
2.2) mesmo entre os batistas, aqueles infiéis estarão fora da Noiva, podendo estar em variados graus de punição:

2.2.1. Os batistas somente mais ou menos 90% fiéis serão excluídos da Noiva, participando da festa nupcial somente como meros CONVIDADOS que estarão dentro da "casa" mas não serão a Noiva, depois cooperando com o administração do reino milenar, mas em posições menores; finalmente entrando no gozo eterno do novo céu e nova terra.
2.2.2. Os batistas somente mais ou menos 70% fiéis serão excluídos da Noiva, participando da festa somente como CONVIDADOS que ficarão de fora da "casa" vendo a festa de longe, depois cooperando com o administração do reino milenar, mas em posições muitíssimo menores; finalmente entrando no gozo eterno do novo céu e nova terra.
2.2.3. Os batistas somente mais ou menos 50% fiéis serão excluídos da Noiva, durante todo o Milênio ficando confinados em PRISÕES ou campos de concentração ou senzalas ("slave houses"), ao final do milênio sendo libertados, para gozarem no reino eterno na nova terra e novo céu.
2.2.4. Os batistas somente mais ou menos 30% fiéis serão excluídos da Noiva, durante todo o Milênio ficando sujeitos a CHICOTADAS "pagando até o último ceitil", ao final do milênio sendo libertados, para gozarem no reino eterno na nova terra e novo céu.
2.2.5. Os que creram de verdade, foram batistas de verdade, mas foram 100% INfiéis serão lançados nas trevas exteriores, ao pranto e ao ranger de dentes, sofrendo eterna punição.
 

Por favor, rogo-lhe que me esclareça qual é sua posição. Não estou querendo debater nem brigar, somente informar-me, a fim de saber como e em que grau eu poderei recomendar sua igreja a quem me solicitar recomendação de igreja na sua cidade.

Hélio


6. Resposta de Hélio a um bom artigo de um bom e equilibrado pastor batista fundamentalista, mas artigo que poderia, talvez, ser mal-interpretado, ser confundido com defesa de sucessão inquebrada de igrejas (isto é, de validade de uma igreja só se ela foi organizada por uma igreja batista “perfeita”, que foi organizada por outra assim, que foi ...):

“- Eu usaria minúsculas, "igreja batista", batista sendo um adjetivo e apontando somente para doutrina e prática, não é um substantivo, um nome próprio de uma denominação.
- O nome "batista" na placa não é necessário nem suficiente [nem os nomes bíblica, fundamentalista, etc.]. Ter vindo de uma igreja batista perfeita, que prova que veio doutra assim, e assim por diante, até João Batista, também não é necessário nem suficiente.
- A doutrina e a prática, e o coração, todos eles 100% batistas- bíblicos- conservadores- independentes- fundamentalistas- separatistas, sim, estes sim é que são necessários e suficientes.
- Se uma igreja batista “perfeita” de 100 membros envereda por uma doutrina ou prática muito errados e muito contrários à Bíblia, 10 membros percebem isto e fazem tudo para demover os demais 90 membros do erro, mas nada conseguem, finalmente sentem que a batalha está finda e têm e tomam a iniciativa de se separar do erro, ou se são postos para fora, em ambos os casos começando outra igreja de doutrina e prática e coração batistas, igreja batista separada e independente, bíblica, fundamentalista, pequeníssima mas fiel às doutrinas originais, para mim esta já é uma verdadeira igreja batista fundamentalista independente, não precisa ir ao útero de uma igreja batista perfeita “disponível” para novamente ser nascida e organizada.
- Se, numa igreja batista de 100 membros que já nasceu com doutrina e prática muito erradas em aspectos muito importantes, 10 membros percebem isto e fazem tudo para demover os demais 90 membros do erro e trazê-los ao que é bíblico e verdadeiro, mas nada conseguem, finalmente sentem que a batalha está finda e tomam a iniciativa de se separar do erro, ou se são postos para fora, em ambos os casos começando outra igreja de doutrina e prática e coração batistas, igreja batista separada e independente, bíblica, fundamentalista, pequeníssima mas fiel às doutrinas originais, para mim esta já é uma verdadeira igreja batista fundamentalista independente, não precisa ir ao útero de uma igreja batista perfeita “disponível” para novamente ser nascida e organizada.
Hélio de M. Silva, dez. 2010.



7. Adendo do irmão João Eduardo:
Não vejo nas páginas do Novo Testamento o nome próprio "Igreja Batista Fulana de Tal...", tudo com iniciais maiúsculas, formando um substantivo próprio. Mas vejo, entre as igrejas de hoje, que as igrejas batistas [realmente] bíblicas e independentes, ou batistas [realmente] fundamentalistas e independentes, ou até mesmo algumas igrejas batistas [realmente] regulares e independentes, todas elas que não se corromperam por causa da tolerância de suas denominações/ convenções/ associações/ uniões/ federações/ etc. com o erro, todas elas carregam marcas distintivas que as igrejas do NT possuíam.

Se uma igreja é chamada, por exemplo, "Igreja Cristã Evangélica" ou "Igreja Cristã Maranata", e se possui as mesmas marcas distintivas das igrejas do NT, apesar de não ter o nome de batista, ela se torna tão batista como aquela que possui o nome de igreja batista.
 
Lembramos que o nome Batista hoje por si só já não é mais sinal de que a igreja X ou Y é confiável, pois conheço um monte de [horríveis e vergonhosas] igrejas batistas que aderiram ao movimento G12, igrejas com propósitos (propósitos mundanos de Rick Warren) e outras heresias.

João Eduardo Leitão, dez. 2010.




[1] (*) – Este verso pode estar se referindo só à assembleia local de Jerusalém ou àquela endereçada pela epístola. Mas também pode estar se referindo à Noiva, o corpo de Cristo, “a assembleia local totalizada futura (o corpo de Cristo totalizado futuro), constituída de todos os salvos desta dispensação, a igreja que está se formando no céu, que será a Noiva de Cristo, e que se manifestará nesta terra somente na dispensação do reino, quando já terá sido completada no Arrebatamento”.


 

[2] (**) - Este verso pode estar se referindo só à INSTITUIÇÃO da igreja. Se dissermos “Deus criou a família e as portas do inferno não prevalecerão contra ela”, estamos dizendo que Deus criou a INSTITUIÇÃO da família, que é única. Não estamos nos referindo a uma só família na face da terra. Assim, a palavra igreja pode estar representando cada assembleia local da terra, individual e independentemente.

Mas o verso também pode estar escatologicamente se referindo à Noiva, o corpo de Cristo, “a assembleia local totalizada futura (o corpo de Cristo totalizado futuro), que será composta por todos os salvos desta dispensação, a igreja que está se formando no céu, que será a Noiva de Cristo, e que se manifestará nesta terra somente na dispensação do reino, quando já terá sido completada no Arrebatamento”.

[3] Este verso só pode estar escatologicamente se referindo à Noiva, o corpo de Cristo, “a assembleia local totalizada futura (o corpo de Cristo totalizado futuro), que será composta por todos os salvos desta dispensação, a igreja que está se formando no céu, que será a Noiva de Cristo, e que se manifestará nesta terra somente na dispensação do reino, quando já terá sido completada no Arrebatamento”

[4] James Robson Graves, em “Old Landmarkism – What is it?”, página xiii (reimpressão pela Texarkana – Baptist Sunday School Committee), toma a si o crédito de “inaugurating the reform” que se tornou conhecida como Landmarkismo. Citado por Bob. L. Ross, em “Old Landmarkism and the Baptists”, Pilgrim Publications, 1979.

 

[5] Esta é a raiz (mesmo que não esteja em evidência por muitos nem seja percebida por muitos) lógica dos erros dos Batistas-Noiva e Batista-Marco. Todos eles têm que crer nela. Se algum deles aceitar a verdade da existência do batismo por Cristo, com / em / para dentro de o Espírito Santo, colocando o crente para dentro do Corpo de Cristo, isto é, “tanto colocando o crente dentro da sua assembleia local, como também colocando-o dentro da assembleia local totalizada futura (o corpo de Cristo totalizado futuro), que será composta por todos os salvos desta dispensação, a igreja que está se formando no céu, que será a Noiva de Cristo, e que se manifestará nesta terra somente na dispensação do reino, quando já terá sido completada no Arrebatamento”, então todos os demais erros terão que ser abandonados!...

[6] Embora [praticamente?] todos os Batistas-Noiva e Batistas-Marco não gostem de admitir, o sistema de crença dos mais extremados deles FORÇOSAMENTE leva à doutrina da INDISPENSABILIDADE DA SUBMERSÃO EM ÁGUA, PARA SALVAÇÃO, pela seguinte, inescapável dedução lógica:

Os Batistas-Noiva e os Batistas-Marco admitem que creem que não existe outro batismo senão a submersão nas águas.

a.        Portanto, os Batista-Noiva não admitindo um outro batismo chamado de o batismo por Cristo com / em / dentro do Espírito Santo e para dentro de o Corpo de Cristo (isto é, “a submersão tanto pondo o crente para dentro da sua assembleia local sobre esta terra, como pondo-o para dentro da assembleia local totalizada futura (o corpo de Cristo totalizado futuro), que será composta por todos os salvos desta dispensação, a igreja que está se formando no céu, que será a Noiva de Cristo, e que se manifestará nesta terra somente na dispensação do reino, quando já terá sido completada no Arrebatamento”), então o batismo que põe o crente “em Cristo”, “em a assembleia”, “em o corpo de Cristo”, conforme referido em Rom 6:3; 1Cor 12:13; Gal 3:27; Efé 1:22-23

   “Ou não sabeis que todos quantos fomos BATIZADOS EM JESUS CRISTO fomos batizados na sua morte?” (Rm 6:3)
   “Pois todos nós fomos BATIZADOS em um Espírito, PARA DENTRO DE UM CORPO, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito.” (1Co 12:13)
   “Porque todos quantos fostes BATIZADOS EM CRISTO já vos revestistes de Cristo.” (Gl 3:27)
   “22  E sujeitou todas as coisas a seus pés, e sobre todas as coisas o constituiu como cabeça dA IGREJA, 23  QUE É O SEU CORPO, a plenitude daquele que cumpre tudo em todos.” (Ef 1:22-23)

      é este batismo nas águas!!!

b.       Ora, ter sido posto / colocado “em Cristo”, definitivamente se refere à salvação, conforme os versos abaixo:

   “À igreja de Deus que está em Corinto, aos santificados EM CRISTO JESUS, chamados santos, com todos os que em todo o lugar invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso:” (1Co 1:2) - - - Note: Não apenas aqueles na assembleia local em Corinto, mas TODOS que em TODOS os lugares invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, estão EM CRISTO. Amém!
   “Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados EM CRISTO.” (1Co 15:22)
   “Assim que, se alguém está EM CRISTO, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.” (2Co 5:17)
   E que desde a tua meninice sabes as sagradas Escrituras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há EM CRISTO JESUS.” (2Tm 3:15)
   “26  Porque todos sois filhos de Deus pela fé EM CRISTO JESUS. 27  Porque todos quantos fostes BATIZADOS EM CRISTO já vos revestistes de Cristo.” (Gl 3:26-27)
- - -  Note: Mesmo se o termo “em Cristo” nem sempre se refira à salvação, aqui inquestionavelmente se refere, e isto no contexto de se ser batizado para Cristo.

c.        Portanto, a inevitável conclusão lógica tem que ser que o mais extremado Batista-Noiva é obrigado a crer que a submersão (submersão que seja válida, é claro) na água salva e é indispensável para salvação.

Conclusão: Para evitarem o perigo de virem a cair na loucura da regeneração batismal, os mais extremados Batistas-Noiva e Batistas-Marco teriam forçosamente que abandonar a negação (que estão fazendo) do batismo por Cristo com / em / dentro do Espírito, para dentro do Corpo de Cristo, isto é, teriam que abandonar a negação (que estão fazendo) da submersão “tanto formando a assembleia local do crente individual aqui na terra, como formando a assembleia local totalizada futura (o corpo de Cristo totalizado futuro), que será composta por todos os salvos desta dispensação, a igreja que está se formando no céu, que será a Noiva de Cristo, e que se manifestará nesta terra somente na dispensação do reino, quando já terá sido completada no Arrebatamento”.

[7] Ver, entre muitos exemplos:
- J.E. Cobb, “A New Manual for Baptist Churches”, pag 25-26. Citado por Bob L. Ross, op. cit.
- Donald Hackney, “The Baptist Examiner”, Nov 2, 1968, pag 6.
Citado por Bob L. Ross, op. cit.

[8] Embora [praticamente?] todos os Batistas-Noiva e Batistas-Marco não gostem de admitir, o sistema de crença deles FORÇOSAMENTE leva à doutrina de salvação pela igreja, pela seguinte, inescapável dedução lógica:

a.        b. c. d. Idem ao raciocínio da nota acima, sobre regeneração batismal.

b.       Como o batismo em água é quem submerge o crente para dentro de uma assembleia local (os Batistas-Noiva igualam a submersão em água à submersão para dentro do Corpo de Cristo), então, para ser salvo, é absolutamente indispensável que ele seja membro de uma assembleia local (uma assembleia local que seja VÁLIDAS, é claro).

Conclusão: Para evitarem o perigo de virem a cair na loucura da salvação pela igreja, os mais extremados Batistas-Noiva e Batistas-Marco teriam forçosamente que abandonar a negação (que estão fazendo) do batismo por Cristo com / em / dentro do Espírito, para dentro do Corpo de Cristo, isto é, teriam que abandonar a negação (que estão fazendo) da submersão “tanto formando a assembleia local do crente individual aqui na terra, como formando a assembleia local totalizada futura (o corpo de Cristo totalizado futuro), que será composta por todos os salvos desta dispensação, a igreja que está se formando no céu, que será a Noiva de Cristo, e que se manifestará nesta terra somente na dispensação do reino, quando já terá sido completada no Arrebatamento”.

 

[9] Ver, entre muitos exemplos:
- James F. Crace, “The Baptist Examiner”, Dec 26, 1964, pag 3. Citado por Ross, op. cit.
- Donald Hackney, “The Baptist Examiner”, Nov 2, 1968, pag 8.
Citado por Ross, op. cit.

[10] Ver, entre muitos exemplos:
- James Robson Graves, “The Lord’s Supper”, 1881.

[11] Ver, entre muitos exemplos:
- Robert Elam, missionário entre os Batistas Bíblicos (parece-nos que em Porto Velho, Rondônia, mas não temos certeza), ante Pr. Miguel Carvalho, Campina Grande, mar/98. Confirmei em conversa pessoal com Pr. Miguel Carvalho. Robert Elam também insinuou a mesma coisa pregando na reunião dos homens (incluindo meu filho Sérgio e meu genro Antônio) da IBF, Campina Grande, mar/98. Ver http://www.dupontbibleinstitute.org/ourstaff/robert_elam, Em particular, leia seu livro "The Bride of Christ: Who is it?"

[12] Ver, entre muitos exemplos:
- Robert Elam, missionário entre os Batistas Bíblicos (parece-nos que em Porto Velho, Rondônia, mas não temos certeza), ante Pr. Miguel Carvalho, Campina Grande, mar/98. Confirmei em conversa pessoal com Pr. Miguel Carvalho. Robert Elam também insinuou a mesma coisa pregando na reunião dos homens (incluindo meu filho Sérgio e meu genro Antônio) da IBF, Campina Grande, mar/98. Ver http://www.dupontbibleinstitute.org/ourstaff/robert_elam, Em particular, leia seu livro "The Bride of Christ: Who is it?"

[13] Ver, entre muitos exemplos:
- Robert Elam, missionário entre os Batistas Bíblicos (parece-nos que em Porto Velho, Rondônia, mas não temos certeza), ante Pr. Miguel Carvalho, Campina Grande, mar/98. Confirmei em conversa pessoal com Pr. Miguel Carvalho. Robert Elam também insinuou a mesma coisa pregando na reunião dos homens (incluindo meu filho Sérgio e meu genro Antônio) da IBF, Campina Grande, mar/98. Ver http://www.dupontbibleinstitute.org/ourstaff/robert_elam. Em particular, leia seu livro "The Bride of Christ: Who is it?"



Só use as duas Bíblias traduzidas rigorosamente por equivalência formal a partir do Textus Receptus (que é a exata impressão das palavras perfeitamente inspiradas e preservadas por Deus), dignas herdeiras das KJB-1611, Almeida-1681, etc.: a ACF-2011 (Almeida Corrigida Fiel) e a LTT (Literal do Texto Tradicional), que v. pode ler e obter em BibliaLTT.org, com ou sem notas).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ EclesiologiaEBatistas/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )