Só os 83 Apóstolos e Discípulos Tiveram os Dons de Sinais

ou

A Questão do Alcance da Era Apostólica



“Não são milagres a norma para hoje e sempre?”

 

*** Pergunta: “Não é Jesus, não é Deus o mesmo, ontem, hoje e para sempre?”

Resposta: Claro que sim! Em Seu poder... em Sua natureza... Mas Ele nunca sequer insinuou que Suas ações seriam as mesmas dia a dia [NOTA] e dá esmagadoras evidências de que limitou os grandes derramamentos de sinais e milagres a três curtíssimos instantes históricos:
a) Alguns dos dias dos ministérios de Moisés e Josué (uns 40 anos de sinais);
b) Alguns dos dias dos ministérios de Elias e Eliseu (uns 40 anos de sinais);
c) Alguns dos dias dos ministérios de Cristo e seus apóstolos (uns 40 anos de sinais);

NOTA: Quem irá dizer que Deus age exatamente igual a cada dia, repetindo-se literalmente ao recriar a terra e Adão a cada dia, ao trazer dilúvio a cada excesso de maldade, ao destruir com fogo cada nova Sodoma, ao repetir as 10 pragas do Egito em cada País onde há crentes perseguidos, ao dividir o Mar Vermelho e outros mares e rios e lagos? Quem ousará dizer que o mesmo Jesus hoje e sempre está se repetindo diariamente ao morrer na cruz? Etc.
Quanto à sua natureza, Deus É o mesmo, sempre. Quanto às suas ações, Deus pode AGIR diferentemente a cada dia, conforme seu plano para os séculos. Algumas ações foram únicas, como a abertura do mar Vermelho e do Jordão; outras encerraram-se um certo dia, como as festas e sacrifícios da lei cerimonial do VT; outras são repetidas diariamente até a eternidade, como a cessão da seiva da videira aos seus ramos.




*** Pergunta: “Milagres não deveriam ocorrer diariamente, para demonstrar o poder e amor de Deus?”

Resposta: Os grandes derramamentos de sinais e milagres estão relacionados com os grandes períodos de revelação, através dos escritores bíblicos. Os objetivos dos milagres foram:

a) Assinalar uma nova era de revelações;

b) Autenticar os mensageiros dessas revelações (1Rs 17:24; Jo 10:24-25; At 2:22; 14:3);

- Então a mulher disse a Elias: NISTO conheço agora que tu és homem de Deus, e que a palavra do SENHOR na tua boca é verdade. (1 Reis 17:24)
- Rodearam-no, pois, os judeus, e disseram-lhe: Até quando terás a nossa alma suspensa? Se tu és o Cristo, dize-no-lo abertamente.  Respondeu-lhes Jesus: Já vo-lo tenho dito, e não o credes. As OBRAS que eu faço, em nome de meu Pai, essas testificam de mim. (João 10:24-25)
- Homens israelitas, escutai estas palavras: A Jesus Nazareno, homem aprovado por Deus entre vós com MARAVILHAS, PRODÍGIOS e SINAIS, que Deus por ele fez no meio de vós, como vós mesmos bem sabeis; (Atos 2:22)
- Detiveram-se, pois, muito tempo, falando ousadamente acerca do Senhor, o qual dava testemunho à palavra da sua graça, permitindo que por SUAS mãos se fizessem SINAIS e PRODÍGIOS. (Atos 14:3)

c) Fazer crer em Cristo, o centro das revelações, E na Bíblia que ainda estava sendo escrita, ainda por ser concluída. Jo 20:31; At 5:12-14.

Estes, porém, foram ESCRITOS para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome. (João 20:31)
 E muitos sinais e prodígios eram feitos entre o povo pelas mãos dos APÓSTOLOS. E estavam todos unanimemente no alpendre de Salomão.  Dos outros, porém, ninguém ousava ajuntar-se a eles; mas o povo tinha-OS em grande estima.  E a multidão dos que criam no Senhor, tanto homens como mulheres, crescia cada vez mais. (Atos 5:12-14)

A norma é viver pela fé, não pela vista (Rm 1:17).

Porque nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: Mas o justo viverá da fé.

- Nada na Bíblia declara explicitamente, exige, exemplifica, ou sugere que, o que ocorreu na época apostólica, deve ocorrer posteriormente.

- (b) e (c) foram concluídos e encerrados no passado: Heb 2:3-4 indica que o dom de falar línguas humanas não aprendidas, e todos os dons de sinais, já haviam sido completados e cessado completa e definitivamente quando Hebreus foi escrita (todos concordam que Hebreus foi escrita antes do ano 70 DC):

3 Como escaparemos nós, se não atentarmos para uma tão grande salvação, a qual, começando a ser anunciada pelo Senhor, foi-nos depois CONFIRMADA {akousantwn 191 5660 Aoristo: ação puntilear, considerada como um todo. A. do Indicativo: ação já no passado. A. Efetivo: a ênfase está no fim ou resultado da ação. Portanto entendemos "confirmada COMPLETAMENTE, num tempo passado indeterminado} pelos que a OUVIRAM {ebebaiwyh 950 5681 Aoristo, portanto AÇÃO COMPLETADA}; 4 Testificando também Deus com eles, por SINAIS, E MILAGRES, E VÁRIAS DISTRIBUIÇÕES DE MARAVILHAS E DONS DO ESPÍRITO SANTO, segundo a sua vontade? (Hebreus 2:3-4)

 

*** Pergunta: “Não exorta a Bíblia cada crente do NT a pedir por dons e manifestações miraculosas do Espírito?”

Resposta: Não. Ou você poderia me mostra onde ela o faz?

*** Pergunta: “Os sinais miraculosos não eram uma característica de todos os crentes de Atos?”

Resposta: Não. Sinais miraculosos eram uma característica restrita só dos 83 (crentes ex-judeus que receberam os dons pessoalmente, dos lábios físicos do próprio Senhor quando em carne): os 11 apóstolos + Matias + Paulo + os 70 discípulos [NOTA] Se tal não fora, Paulo não teria usado aqueles sinais miraculosos como provas que o diferenciavam como sendo um apóstolo (2Cor 12:11,12).

NOTA: A) A Bíblia não registra nem sequer uma outra pessoa com estes dons! Mesmo quando um idioma humano não aprendido foi milaculosamente falado por uma outra pessoa (tal como Cornélio, gentio), foi exclusivamente na presença física e pela operação de algum destes 83 judeus.
B) Todos os indícios apontam para Silas e Barnabé terem sido escolhidos dentre os 70 discípulos, nenhum aponta na direção contrária.

11 ¶ Fui néscio em gloriar-me; vós me constrangestes. Eu devia ter sido louvado por vós, visto que em nada fui inferior aos mais excelentes apóstolos, ainda que nada sou. 12  Os SINAIS do meu APOSTOLADO foram manifestados entre vós com toda a paciência, por SINAIS, PRODÍGIOS e MARAVILHAS. (2 Coríntios 12:11-12)



 

*** Pergunta: "Como você explica os não judeus que falaram línguas, ou fizeram outros sinais, no Novo Testamento?"

O que o senhor me diz sobre estes casos, onde gentios receberam o Espírito Santo:.
1. Um ano após o Pentecostes, em Samaria, os samaritanos receberam o Espírito Santo (At.8:1-24).
2. Oito anos
depois do Pentecostes, em Cesárea um gentio chamado Cornélio, com muitos que ali haviam se ajuntado para ouvir a Palavra de Deus, foram batizados com o Espírito Santo.Atos:10:1-48.
3. Vinte anos
depois de Pentecostes, em Éfeso, veio o Espírito Santo sobre uns doze homens daquele lugar, que estavam ouvindo a Palavra. (Atos 19:1-6).



Resposta:
Como eu já lhe expliquei pela Bíblia (através de-mails e de artigos do meu site que lhe indiquei),
Em todo e cada caso registrado no Novo Testamento, onde um gentio ou mesmo um judeu não dos 83 apóstolos e discípulos foi usado para Deus efetuar algum sinal ou maravilha, isto sempre decorreu do poder e para autenticar a autoridade de um dos apóstolos e discípulos fisicamente presente na ocasião, ou que, impossibilitado por qualquer razão, tinha enviado um seu preposto em seu lugar, em qualquer desses dois casos provando que era um dos 83.

Em particular, note:
1. Em Atos 8:1-24 ... 14 ¶ Os apóstolos, pois, que estavam em Jerusalém, ouvindo que Samaria recebera a palavra de Deus, enviaram para lá Pedro e João. 15 Os quais, tendo descido, oraram por eles para que recebessem o Espírito Santo 16 (Porque sobre nenhum deles tinha ainda descido; mas somente eram batizados em nome do Senhor Jesus). 17 Então lhes impuseram as mãos, e receberam o Espírito Santo. 18 E Simão, vendo que pela imposição das mãos dos apóstolos era dado o Espírito Santo, lhes ofereceu dinheiro, 19 Dizendo: Dai-me também a mim esse poder, para que aquele sobre quem eu puser as mãos receba o Espírito Santo. ... Note que estavam fisicamente presentes 2 dos 13 apóstolos, Pedro e João; que os sinais decorreram do poder dados a eles; e que tais sinais visaram autenticar a autoridade apostólica deles. Note também que deviam estar presentes judeus já convertidos a Cristo  (e outros deles logo foram cientificados do fato), mas que eram descrentes de que não judeus pudessem ser salvos e, juntamente com eles, formarem um novo corpo, a assembleia local, sem nada a ver com o que ambos tinham sido antes.

2. Em Atos 10:1-48 ... 23 Então, chamando-os para dentro, os recebeu em casa. E no dia seguinte foi Pedro com eles, e foram com ele alguns irmãos de Jope. 24 E no dia imediato chegaram a Cesaréia. E Cornélio os estava esperando, tendo já convidado os seus parentes e amigos mais íntimos. .... 34 ¶ E, abrindo Pedro a boca, disse: Reconheço por verdade que Deus não faz acepção de pessoas; 35 Mas que lhe é agradável aquele que, em qualquer nação, o teme e faz o que é justo. ... 43 A este dão testemunho todos os profetas, de que todos os que nele crêem receberão o perdão dos pecados pelo seu nome. 44 ¶ E, dizendo Pedro ainda estas palavras, caiu o Espírito Santo sobre todos os que ouviam a palavra. 45 E os fiéis que eram da circuncisão, todos quantos tinham vindo com Pedro, maravilharam-se de que o dom do Espírito Santo se derramasse também sobre os gentios. 46 Porque os ouviam falar línguas, e magnificar a Deus. ... Novamente, note que estava fisicamente presente 1 dos 13 apóstolos, Pedro; que os sinais decorreram do poder dados a ele; e que tais sinais visaram autenticar a sua autoridade apostólica. Note também que estavam presentes judeus já convertidos a Cristo, mas que eram descrentes de que não judeus pudessem ser salvos e, juntamente com eles, formarem um novo corpo, a assembleia local, sem nada a ver com o que ambos tinham sido antes.

3. Em Atos 19:1-6. “1 ¶ E sucedeu que, enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo, tendo passado por todas as regiões superiores, chegou a Éfeso; e achando ali alguns discípulos, 2 Disse-lhes: Recebestes vós já o Espírito Santo quando crestes? E eles disseram-lhe: Nós nem ainda ouvimos que haja Espírito Santo. 3 Perguntou-lhes, então: Em que sois batizados então? E eles disseram: No batismo de João. 4 Mas Paulo disse: Certamente João batizou com o batismo do arrependimento, dizendo ao povo que cresse no que após ele havia de vir, isto é, em Jesus Cristo. 5 E os que ouviram foram batizados em nome do Senhor Jesus. 6 E, impondo-lhes Paulo as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo; e falavam línguas, e profetizavam.” Mais uma vez, note que estava fisicamente presente 1 dos 13 apóstolos, Pedro; que os sinais decorreram do poder dados a ele; e que tais sinais visaram autenticar a sua autoridade apostólica. Note também que deviam estar presentes judeus já convertidos a Cristo  (e outros deles logo foram cientificados do fato), mas que eram descrentes de que não judeus pudessem ser salvos e, juntamente com eles, formarem um novo corpo, a assembleia local, sem nada a ver com o que ambos tinham sido antes.


Repetimos:
No Novo Testamento, nunca alguém fora
     (a) dos 83; ou
     (b) não auxiliar direto e temporário deles e por eles enviados como substituto em caráter excepcional e temporário; ou
     (c) alguém na presença de algum dos 83 ou dos seus prepostos em caráter excepcional e provisório,
exerceu algum dos dons exclusivos dos apóstolos e discípulos.
Desafio alguém me provar o contrário, na Bíblia.
E note que, quando os sete filhos de Ceva tentaram fazer um sinal sem serem dos 83, sem a presença física de nenhum deles, e sem serem os prepostos provisórios de nenhum deles, se saíram muito mal:
“13 ¶ E alguns dos exorcistas judeus ambulantes tentavam invocar o nome do Senhor Jesus sobre os que tinham espíritos malignos, dizendo: Esconjuro-vos por Jesus a quem Paulo prega. 14 E os que faziam isto eram sete filhos de Ceva, judeu, principal dos sacerdotes. 15 Respondendo, porém, o espírito maligno, disse: Conheço a Jesus, e bem sei quem é Paulo; mas vós quem sois?” (At 19:13-15 ACF)
Somente varões judeus convertidos e chamados diretamente por Cristo em carne e ossos para serem dos 83 apóstolos e discípulos é que tinham os DONS 1, e a prova disso é que Paulo usou o fato de ter permanentemente os dons 1 miraculosos como a prova definitiva de que era apóstolo: “Os sinais do meu apostolado foram manifestados entre vós com toda a paciência, por sinais, prodígios e maravilhas.” (2Co 12:12 ACF). Se algum outro crente, exceto esses 83 varões judeus convertidos e chamados diretamente por Cristo em carne e ossos para serem apóstolos e discípulos, pudesse ter regularmente os dons 1 de sinais exclusivos e identificatórios dos 83, então as palavras de Paulo não teriam valor nenhum como prova, seriam ridículas, todos ririam dele, como se tivesse dito "a prova de que eu sou um apóstolo é que eu tenho as sobrancelhas emendadas", todos diriam "Que tolice, conhecemos 200 homens que não são dos 83, e têm sobrancelhas assim" ...


 

 

*** Pergunta: “Por que não continuamos na era apostólica? Por que não temos apóstolos, hoje?”


Resposta: Porque:
1o) Um apóstolo tinha que ter sido testemunha ocular de todo o ministério público de Cristo (At 1:21,22),

É necessário, pois, que, dos homens que conviveram conosco todo o tempo em que o Senhor Jesus entrou e saiu dentre nós,  Começando desde o batismo de João até ao dia em que de entre nós foi recebido em cima, um deles se faça conosco testemunha da sua ressurreição. (Atos 1:21-22)

especialmente ter sido testemunha ocular da Sua ressurreição ter sido física e corporal (1Cor 15:7,8; At 9:1-9; 18:9; 23:11).

- Depois foi visto por Tiago, depois por todos os apóstolos.  E por derradeiro de todos me apareceu também a mim, como a um abortivo. (1 Coríntios 15:7-8)
- E, indo no caminho, aconteceu que, chegando perto de Damasco, subitamente o cercou um resplendor de luz do céu.  4 E, caindo em terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues?  5 E ele disse: Quem és, Senhor? E disse o Senhor: Eu sou Jesus, a quem tu persegues. Duro é para ti recalcitrar contra os aguilhões. (Atos 9:3-5)
E disse o Senhor em visão a Paulo: Não temas, mas fala, e não te cales; (Atos 18:9)
- E na noite seguinte, apresentando-se-lhe o Senhor, disse: Paulo, tem ánimo; porque, como de mim testificaste em Jerusalém, assim importa que testifiques também em Roma. (Atos 23:11)
Mas em nada tenho a minha vida por preciosa, contanto que cumpra com alegria a minha carreira, e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus. (Atos 20:24)
- Porque eu recebi do Senhor o que também vos ensinei: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão; (1 Coríntios 11:23)
- Mas, quando aprouve a Deus, que desde o ventre de minha mãe me separou, e me chamou pela sua graça,  Revelar seu Filho em mim, para que o pregasse entre os gentios, não consultei a carne nem o sangue,  Nem tornei a Jerusalém, a ter com os que já antes de mim eram apóstolos, mas parti para a Arábia, e voltei outra vez a Damasco. Depois, passados três anos, fui a Jerusalém para ver a Pedro, e fiquei com ele quinze dias. (Gálatas 1:15-18)

2o) Um apóstolo tinha que ter recebido pessoalmente, dos lábios do Senhor Jesus Cristo presente no Seu corpo, a comissão para ser seu apóstolo, seu “bastante procurador” com uma missão especial (Mat 10:1-4; Luc 10:1-9).

- E, chamando os seus doze discípulos, deu-lhes poder sobre os espíritos imundos, para os expulsarem, e para curarem toda a enfermidade e todo o mal.  Ora, os nomes dos doze apóstolos são estes: O primeiro, Simão, chamado Pedro, e André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão;  Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o publicano; Tiago, filho de Alfeu, e Lebeu, apelidado Tadeu;  Simão o Zelote, e Judas Iscariotes, aquele que o traiu. (Mateus 10:1-4)
- 1 E depois disto designou o Senhor ainda outros setenta, e mandou-os adiante da sua face, de dois em dois, a todas as cidades e lugares aonde ele havia de ir. ...    9 E curai os enfermos que nela houver, e dizei-lhes: É chegado a vós o reino de Deus. (Lucas 10:1,9)

3o) As 1a e 2a epístolas de Paulo a Timóteo, e a epístola a Tito, deitam normas para aqueles, dentre os anciãos (= presbíteros) da assembleia local (o único organismo autorizado pela Bíblia) que exercerão os 2 únicos tipos de ofício bíblicos da assembleia local: 1) bispos (= pastores = supervisores) e 2) diáconos. Mas nenhuma norma ou menção é feita de “futuros apóstolos”!... É absurdo se pensar que Deus se “esqueceu” de dar as normas para o ofício de apóstolo, se este devesse ser continuado!

4o) Ademais, aproximando-se o tempo da conclusão da Bíblia, já os dons milagrosos foram sendo removidos por Deus dos próprios “oitenta e três” (2Cor 12:7-10; 1Tim 5:23; 2Tim 4:20).

- E, para que não me exaltasse pela excelência das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás para me esbofetear, a fim de não me exaltar.  Acerca do qual três vezes orei ao Senhor para que se desviasse de mim.  E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo.  Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte. (2 Coríntios 12:7-10)
- Não bebas mais água só, mas usa de um pouco de vinho, por causa do teu estômago e das tuas freqüentes enfermidades. (1 Timóteo 5:23)
- Erasto ficou em Corinto, e deixei Trófimo doente em Mileto. (2 Timóteo 4:20)



*** Pergunta : “Então você não crê que Deus faça nada maravilhoso hoje?”

Resposta: Ao contrário, glorificamos a Deus pelas suas incontáveis maravilhas feitas dia a dia, como o nascer do alto, o habitar do Espírito, curas em resposta a orações de crentes comuns, a sobrevivência da igreja nas perseguições, etc, etc, etc. Mas cremos que, tal como a abertura do Mar Vermelho, também os sinais dos apóstolos tiveram uma finalidade especial, para um povo e época especiais. Glorifiquemos a Deus pelas maravilhas que o Seu plano eterno e soberano reservou para hoje.




 

*** Pergunta : "Que Faz Você Quanto Endemoninhados?"

Resposta:
1) Nesta dispensação das assembleias locais, nenhum crente de verdade, nenhum dos salvos de verdade, pode jamais, em hipótese ou grau nenhum, nem mesmo por 1 segundo, ser possuído por demônio nenhum. Ver http://www.christiananswers.net/portuguese/q-esp/esp-demonpossession-por.html.

2) 2Cor 12:12 nos fazer saber que o DOM (dado a raras pessoas e não a todas) de infalivelmente, em toda e qualquer situação, sem jamais falhar, expulsar total e definitivamente as todos e quaisquer demônios, mandando-os permanentemente para o Tártaro, de onde só sairão para ser lançados no Lago de Fogo. Este dom, nesta profundidade e extensão e infalibilidade e permanência durante todo o ministério ou vida, foi dado única e exclusivamente aos 13 apóstolos e 70 discípulos. Era IDENTIFICATÓRIO deles!!! Se alguém tinha este dom e todos os outros 5 dons de sinais e maravilhas prometidos por Deus, podia-se ter certeza de que era um dos 83 apóstolos e discípulos. E, se alguém não tinha algum desses dons em caráter infalível e permanente, podia-se ter certeza de que ele não era um dos 83 apóstolo e discípulos do Cristo. Simples assim. Ver http://solascriptura-tt.org/Seitas/Pentecostalismo/So83ApostEDiscTiveramDonsSinais-Helio.htm e as notas apensas a Marcos 16, na Bíblia LTT Anotada, a qual está na internet.

3) Ao se deparar com uma pessoa endemoninhada, o que deveria TODO e QUALQUER crente fazer ?

Primeiramente, ter certeza de que está andando uma vida de diário estudo e prática da Palavra de Deus, de oração, e de comunhão com Deus, sem nenhum pecado de que não tenha se arrependido e confessado a Deus e Lhe pedido perdão. Se um crente se deparar com um caso de pessoa endemoninhada, e se o Espírito de Deus lhe mostrar que ele tem falhado em algum aspecto de tudo isto ou de toda sua vida pessoal e familiar, então ele deve imediatamente confessar estar em pecado e pedir a Deus que lhe perdoe. Em qualquer caso, deve orar pedindo a Deus para lhe dar sabedoria e guiar sobre o que dizer e fazer. Sem exageros que possam prejudicar a saúde, jejuns em espaçados intervalos e em situações especiais também devem fazer parte da vida do crente (desde que ele não deixe ninguém saber disso).

Em segundo lugar, ORAR (silenciosamente ou em voz audível mas sem truques teatrais, com sinceridade e simplicidade) suplicando a Deus que impeça o(s) demônio(s) de fazer(em) mal ao culto, ou ao evangelismo que estamos fazendo ao possesso ou pessoa de sua casa, ou a outra pessoa. Tenho visto (raros) casos desses, e a oração ordeira sempre foi atendida por Deus, toda a glória seja dada a Ele, sem sobrar nem uma 1mm dela para ninguém!

Em terceiro lugar, EVANGELIZAR. Não "entreviste", nem discuta, nem dialogue, nem dê ouvidos, nem dê a palavra, nem fale, nem dê nenhuma atenção aos demônios do endemoninhado ou que você sabe que estão presentes. Focalize-se na alma do pobre, do miserável endemoninhado, e pregue-lhe solenemente que a única maneira dele se livrar para sempre e totalmente dos demônios é se arrepender de todos seus pecados, desejar deixar totalmente a todos eles, crer em Cristo como seu único- total- definitivo Salvador e seu único- total- definitivo Senhor- Dono- Controlador- Deus, e recebê-Lo assim. Apresentar o evangelho com toda simplicidade e com todo coração.

Quais os RESULTADOS? Tenho visto casos em que a pessoa não quis abandonar seus pecados e aceitar Cristo, portanto voltou a ser endemoninhado poucas semanas, dias, ou mesmo horas, depois. E tenho visto casos em que a pessoa realmente se arrependeu em prantos e recebeu Cristo como Salvador e Senhor, nunca mais, jamais, sendo possuída por nenhum demônio, assim passando a ser um brilhante servo de Deus, servindo-O numa boa assembleia local.



Post Scriptum:
 

O Teste- Prova- Desafio dos 20 Intérpretes


Há muitos anos solicito uma prova bem simples de todos os pentecostais que querem brigar comigo: "Amigo, certamente você não se recusará fazer um teste extremamente simples, que poderá convencer a mim e a todo o mundo: Basta você fazer a gravação de uma falação de línguas, sua ou de quem você quiser, bastam 15 a 30 minutos de falação, depois me enviar 20 cópias da gravação, que eu, acompanhado de mais de 3 ou 5 testemunhas imparciais, tais como juízes e pastores bem conhecidos e respeitados por mim, visitarei de surpresa 20 "intérpretes de línguas, pentecostais" que não sabem da experiência, e eu gravarei as 20 traduções que eles farão independentemente uns dos outros, que devem ser absolutamente idênticas, e absolutamente de acordo com a Bíblia, pregando contra os demônios, exaltando a divindade e senhorio de Cristo, exortando à salvação do inferno, etc. Depois, você me enviará provas incontestáveis de que não conhecia aquele idioma e que o falou imediata e perfeitamente quando estava visitando uma nação e falando a pessoas que somente conheciam aquele idioma.... Que tal?" Ninguém nunca aceitou este pedido... Nem precisou eu complementar a prova "Ah, quase esqueço, ao final de tudo você me enviará provas incontestáveis de que nasceu como um varão judeu, depois foi salvo e passou a ser um cristão, depois foi chamado por Cristo presente fisicamente, chamado para ser um apóstolo ou discípulo. Deixe-me ver se acerto seu nome: é João que continua vivo até hoje??? Mas quem são os outros milhões de pentecostais?!?!?!...Todos são farsas, só você é João, o apóstolo?  Mas você não me parece ter 2000 anos de idade, ter sido judeu, ter sido João... E agora?"




Pergunta
: minha pergunta é sobre a questão dos 83 Apóstolos e Discípulos, sim já li se não tudo mais praticamente tudo do site, e sempre achei a questão de línguas e dons miraculosos algo muito estranho pra mim, não sei se porque nasci num lar mais tradicional.. mas lendo os seus artigos pude reforçar minhas convicções.. e estou convicto que realmente que os sinais prodígios e  maravilhas tiveram um propósito na história antes do ano 70 dC e pelas mãos dos apóstolos e discípulos na presença e como sinal para os Judeus descrentes..

mas vou direto à pergunta.. se os sinais prodígios são identificatórios dos 83 apóstolos e discípulos, porque estevão, filipe fizeram esses sinais, não deveriam estes entrar na somas dos 83?

Resposta: Ué, meu raciocínio é o seguinte:
1) Somente os 13 apóstolos + 70 discípulos (todos eles varões e judeus convertidos a Cristo e por Ele escolhidos diretamente, tendo sido testemunhas oculares de Sua ressurreição) receberam o poder de fazer milagres e sinais sem jamais falharem. Com o propósito de convencerem judeus descrentes presentes. Antes do ano 70 dC. Às vezes faziam os milagres e sinais através de outras pessoas presentes (como Cornélio), mas ficava claro que o milagre era através de um dos 83, presente; Às vezes faziam os milagres e sinais através de emissários que iam representar um dos 83, mas ficava claro que o milagre era através de um dos 83, mesmo ausente;
2) Filipe e Estêvão tiveram o dom de milagres e sinais;
3) Portanto, Filipe e Estêvão eram dos 70 discípulos. Por acaso há alguém na Bíblia que dê mais evidência que Filipe e Estêvão, de ter sido um dos 70 discípulos?




Pergunta: e porque Jesus mandou fazer discípulos isso não implicaria todos nós? não somos discípulos?

Resposta: sim, somos discípulos, sem dúvidas. Todos nós, os crentes, somos discípulos de Jesus, no sentido amplo de sermos alunos que aprendemos do Mesrtre e nos esforçamos por agradá-Lo ao máximo e seguir Seus passos. E todos nós, os crentes, somos apóstolos de Jesus, no sentido amplo de sermos emissários, sermos enviados com uma missão, a chamada Grande Comissão, dada pelo nosso Senhor e Salvador. Mas somente os 12 - Judas + Matias + Paulo foram apóstolos no sentido específico de terem sido testemunhas oculares da ressurreição de Cristo e de terem sido pessoalmente escolhidos por Cristo em carne, como emissários especialíssimos detentores de dons especialíssimos e exclusivos dos 83, veja 2 Co 12:12, onde Paulo prova que é apóstolo por ter esses dons.
2Co 12:12 Na verdade, os sinais (identificatórios) do apóstolo foram operados entre vós em toda [a] paciência, em sinais, e prodígios, e maravilhas.E somente os 70 foram discípulos no sentido específico de terem sido testemunhas oculares da ressurreição de Cristo e de terem sido pessoalmente escolhidos por Cristo em carne, como alunos- imitadores especialíssimos detentores de dons especialíssimos e exclusivos dos 83.

OK? Não há outra explicação que respeite TODOS os aspectos da questão. Se havia e se ainda há pessoas com os dons exclusivos dos 83, o argumento de Paulo em 2Co 12:12 seria ridículo, seria como se eu dissesse "atenção, eu, Hélio, sou um apóstolo igualzinho aos 12 apóstolos, pois tenho dois olhos, vejam!" Entende, meu irmão? Para eu crer e ensinar que havia e se ainda há pessoas com os dons exclusivos dos 83, eu sou forçado a ignorar ou distorcer ou ignorar 2Co 12:12.




Hélio de Menezes Silva, 2001,
remotamente resumindo adaptando e expandindo a estrutura do 7o capítulo de "Os Carismáticos", John MacArthur Jr.