5) PERSEVERANÇA DOS SANTOS: Versos [Mal-] Usados Por Calvinistas

 
(no mau entendimento com que lhe contaminaram)

Hélio de Menezes Silva
(pequena adição a Calvinism’s Proof Texts Examined , de David Cloud. Só vou examinar os versos referenciados na C.F. Westminster)



[Chaves: DEUS é quem preserva- garante nossa salvação Jo 3:18; 10:28-29; Rm 8:28-30,35,38-39; 1Co 3:15; 5:3-5; Ef 4:30; Cl 3:3-4; He 7:25; Jd 1:1]

3 textos distorcidos pelos calvinistas:
Fp 1:6; Jo 10:28-29; 1Pe 1:5,9


A Confissão de Fé de Westminster diz "I. Os que Deus aceitou em seu Bem-amado, os que Ele chamou eficazmente e santificou pelo Seu Espírito, não podem decair do estado da graça, nem total, nem finalmente; mas, com toda a certeza hão de perseverar nesse estado até o fim e serão eternamente salvos. Fp 1:6; Jo 10:28-29; 1Pe 1:5,9."

Talvez alguns calvinistas vejam somente um lado (o lado "bom") desta declaração e ela se torne fonte de segurança de que eles mesmos estão definitivamente salvos já hoje, sem nenhuma sombra dúvida de que nunca, em hipótese nenhuma, poderão chegar a perder a salvação (então eu darei graças a Deus por tal segurança e certeza que talvez alguns deles têm),
mas
a) O próprio Calvino, em seu testamento redigido pouco antes de sua morte, me parece demonstrar que de modo nenhum tinha tal certeza (
http://reformed.org/calvinism/index.html?mainframe=/calvinism/calvin_will.html) "Eu humildemente imploro dEle [de Deus] que me conceda vir a ser [no futuro] tão lavado e purificado pelo sangue do soberano Redentor, estabelecido para os pecados da raça humana, que me venha a ser permitido estar diante de Seu tribunal [para ser julgado] na imagem do próprio Redentor." (grifos e colchetes de Hélio).
b) muitos outros calvinistas que encontrei na vida também estão longe de ter tal certeza absoluta, portanto, se não ignoram o assunto (e não deviam fazer isso), então vivem em constante dúvida, temor e inquietude (como os puritanos, que viviam diariamente apavorados com superstições e pavor de perderem a salvação se morressem fora da máxima santificação). Veem a declaração da C.F.Westminster como estabelecendo que eles somente poderão ter absoluta certeza de salvação no minuto final de suas vidas, se eles puderem pesar tudo e concluírem que perseveraram de forma "suficientemente perfeita" e, naquele instante final, estão sem nenhum pecado "muitíssimo grave" (o que é subjetivo) e do qual não se arrependeram completamente e não pediram perdão, e o abandonaram, e fizeram toda reparação possível. Portanto, pelo menos uma significativa parte dos calvinistas não pode ter certeza total hoje, pois pensam que o sinal final se foram (ou não) verdadeiramente eleitos será o grau de perseverança DELES MESMO, pesado no dia final deles.
c) AP, foi um dos mais doces e espiritualmente profundos rapazinhos de 12 anos que conheci na igreja, nos cultos de oração toda a igreja se dividia em grupos de 3 ou 4 pessoas, quando ele orava no grupo em que eu também estava eu ficava impressionado com sua fé simples e profunda. Era um dos melhores amigos dos meus dois filhos homens, e ia muito lá em casa. Aos 18 anos, começou a ter que tomar remédios controlados. Numa crise, transtornado, fugiu de casa e suicidou-se. Nós o enterramos como crente, o pastor pregou uma mensagem agradecendo pela vida dele e tendo-o como crente. Todos os carolas católicos romanos, e os calvinistas da cidade da cidade passaram semanas não tendo outro assunto senão criticar o pastor, dizer que AP não tinha chances de ter sido salvo, de modo nenhum.
d) O pai de PHC, um amigo meu, nos USA, trabalhava como motorista numa transportadora com muitas dezenas de motoristas, quase todos crentes. O dono era um crente calvinista, muito dedicado, todos os dias juntava todos os seus empregados, e fazia uma meditação e oração. Um dia chegou muito abalado por um pesadelo, onde viu um estranho, um crente fiel e de muitos frutos, ter caído num horrível pecado e, antes de poder se arrepender, ter morte instantânea num acidente, e o dono chorava copiosamente, dizendo mais ou menos, "que desgraça horrível, ter dado tão maravilhoso testemunho, ganho tantas almas para Cristo, mas no fim provar que nunca tinha sido eleito! Que desgraça mais horrível!" O pai do meu amigo não se conteve e tomou o microfone e repreendeu o patrão e disse que isso era impossível, o morto teria perdido galardões e coroas, mas não Sua salvação, exatamente como poderia ter acontecido com o incestuoso de 1Co 5. E usou outros versos.

Só estou usando estes fatos para mostrar que há calvinistas (não sei se a maioria ou a minoria) que não tem certeza de salvação, por causa da redação da CFWestminster.

Mas os versos erroneamente referenciados nesta seção da Confissão de Westminster na verdade estão longe de ensinar que o fato do homem perseverar (ou não) até o fim é que é o teste dele ter (ou não) sido eleito para a salvação:




1)   Fp 1:6 Tendo [eu] confiado nisto mesmo: que, Aquele (o Espírito Santo) havendo começado em vós [a] boa obra, [a] estará- efetivando- para- perfeição até (chegar) [o] dia de Jesus Cristo ;

Aqui, é o Espírito Santo quem é o único sujeito dos verbos, o único a agir, é Ele quem faz toda a obra, é Ele que preserva nossa salvação, nada da salvação e preservação está dependendo da nossa fidelidade, ao contrário, é Deus o único fiel, e Ele o é mesmo quando o crente, o salvo é infiel a Ele 2Tm 2:13
    Se somos infiéis, *ELE* fiel permanece: negar a Si mesmo não pode Ele.



2) Jo 10:28-29  28 E [a] vida eterna EU lhes dou; e que, PARA O SEMPRE, de modo NENHUM PEREÇAM, e NINGUÉM AS ARREBATARÁ PARA- FORA- DA MINHA MÃO. 29 O Meu Pai, que [as] tem dado a Mim, maior do que todos é, e ninguém pode arrebatá-[las] para- fora- da mão do Meu Pai.

Novamente, aqui, pessoas da Trindade são os únicos sujeitos dos verbos, os únicos a agirem. É DEUS quem preserva nossa salvação, nada da salvação e preservação está dependendo da nossa fidelidade, ao contrário, é DEUS o único fiel, e Ele o é mesmo quando o salvo é infiel a Ele 2Tm 2:13.



3) 1Pe 1:5 Que, dentro de [o] poder de Deus [estais] sendo guardados, mediante [a] (vossa) fé, para [a] salvação prestes a ser revelada n[o] último tempo,
1Pe 1:9 Recebendo o fim- propósito d[a] vossa fé, [a saber, a] salvação d[as] vossas almas;

Mesmo comentário acima.

Mas contraste com 1Co 3:13-15, particularmente 15:
    1Co 3:13-15
 13 De cada um a obra manifesta se tornará; porque o dia [a] declarará, porque dentro de fogo está- sendo revelada; e de cada homem a [sua] obra, de que tipo ela é, o fogo [a] testará. 14 Se de algum varão a obra (a qual ele sobre-edificou) permanece, galardão esse receberá. 15 Se de algum homem a obra será completamente- queimada, ele sofrerá perda; *ELE MESMO*, PORÉM, SERÁ SALVO (todavia, de modo como que através d[o] fogo).



Finalmente, conforte seu coração ao ler artigos provando que é Deus Quem, pelos Seus poder e fidelidade, preserva salvo quem creu, não importam suas fraquezas e infidelidades, as quais podem lhe trazer perda da usabilidade, perda de galardões e coroas, disciplina dolorosíssima, mas jamais, em hipótese nenhuma, perda de salvação:

Sera a salvacao segura, incapaz de ser perdida

Conviccao da salvacao, apos teste de a ter salvacao imperdivel

A imperdibilidade da salvacao


Será que sou salvo mesmo? Incessantemente pratico cada ...

E o crente que se suicida? Divorcia e casa com outra pessoa? Vive ...




Hélio de Menezes Silva



Só use as duas Bíblias traduzidas rigorosamente por equivalência formal a partir do Textus Receptus (que é a exata impressão das palavras perfeitamente inspiradas e preservadas por Deus), dignas herdeiras das KJB-1611, Almeida-1681, etc.: a ACF-2011 (Almeida Corrigida Fiel) e a LTT (Literal do Texto Tradicional), que v. pode ler e obter em http://BibliaLTT.org, com ou sem notas.



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ SoteriologiaESantificacao/
retorne a http://solascriptura-tt.org/)