A imperdibilidade, certeza, certitude, firmeza, garantia, inabalabilidade, preservação, segurança, seguridade da salvação. Uma vez salvo, sempre salvo. Salvação não pode ser perdida, é imperdível, pois é garantida por Deus, não depende mais do salvo.

A mais importante pergunta que o salvo pode se fazer sobre sua salvação é:
a Bíblia ensina que a salvação do crente neotestamentário tem sua continuidade perfeita (é incondicional, permanente, incapaz de ser perdida) ou tem sua continuidade imperfeita (é condicional, temporária, capaz de ser perdida)?

Veremos, na presente página web:
  22. Provas da Imperdibilidade da Salvação

Depois, veremos:
   32. 101 versos que não implicam perda de salvação (como muitos erroneamente ensinam)
(Estes 101 versos e suas análises estarão agrupados em 17 categorias, cada uma delas em 1 página, ver ao lado).

32.A - os Falsos Mestres - Willmington
32.B - os Nunca Salvos - Willmington
32.C - os Galardões - Willmington
32.D - a Usabilidade do Crente - Willmington
32.E- a Disciplina do Crente por Deus - Willmington
32.F - os Frutos - Willmington
32.G - o Crente Confuso com Doutrina - Willmington
32.H - o Pecado Para Morte - Willmington
32.I - o Pecado Imperdoável - Willmington
32.J - os Judeus Na Tribulação - Willmington
32.K - os Gentios Versus Israel - Willmington
32.L - o Testemunho de Assembleias Locais - Willmington
32.M - o Mero Assentimento Intelectual, que nunca salvou - Willmington
32.N - a Destruição de Jerusalém por Nabucodonozor - Willmington
32.O - Assuntos Específicos - Willmington
32.P - o Livro da Vida - Willmington
32.Q - Pessoas Específicas - Willmington

 

22. Provas da Imperdibilidade da Salvação

("Uma vez salvo sempre salvo")
("Uma vez filho, sempre filho")
("Uma vez nascido, nascido de uma vez para sempre")

NOTA: Preferimos dar a esta doutrina o título " Preservação dos Santos " que é o mais bíblico, pois se harmoniza com 1Te 5:23-24 e Judas 1:1. Outros bons títulos seriam “Preservada Salvação, por Deus” ou “Perseverança do Salvador” ou "Preservação por Deus" . Estes nomes não se arriscam a ser mal interpretados por alguns, como o são:

(a) “Perseverança dos Santos” (que, para alguns, tem o tom de que aqueles crentes mais santificados têm também o mérito de perseverarem, por suas forças; e, para outros, tem o tom de que o sinal da salvação final está na perseverança final, portanto a salvação, pelo menos parcialmente, depende da perseverança do homem); e
(b) “Segurança de Salvação” (que, para alguns, tem o tom de que tratamos do sentimento interno e subjetivo que temos de ser salvos, não do fato objetivo de o sermos, imutavelmente. Ver também a página "Convicção da Salvação").
FIM DE NOTA.

1. A SALVAÇÃO DO REGENERADO É PRESERVADA [nota lateral], ASSEGURADA POR DEUS

O salvo tem sua salvação definitiva, imutável e perfeitamente guardada e garantida, e isto por DEUS!

Depois que uma pessoa é salva por Deus, ESTE sempre a preservará salva. Todos aqueles que foram unidos a Cristo por verdadeira fé, que foram verdadeiramente justificados pela graça de Deus e regenerados pelo Seu Espírito, nunca perderão suas salvações, mas infalível + perfeita + eternamente as terão preservadas e garantidas por Deus.

Nossa continuação na vida eterna não depende de nosso esforçado mas fraco e falível pendurarmo-nos a Ele,

mas está segura no Seu poderoso e infalível segurar-nos para Si
.


EXPLÍCITO - CLARO - INDISCUTÍVEL - SEM INTERPRETAÇÃO ALTERNATIVA QUE RESPEITE A LITERALIDADE DA BÍBLIA, 100% CERTO, AXIOMÁTICO, NOSSO INQUESTIONÁVEL PONTO DE PARTIDA PARA TODO ESTE ASSUNTO:

a) Textos-prova da “Preservação dos Santos”: a promessa, declaração de Deus

   João 3:18 Quem nEle crê não é condenado; ...
   João 10:28-29 E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da Minha mão. (29) Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de Meu Pai.
   Rom 8:28-30 ... os que dantes conheceu também os predestinou para serem conformes à imagem de Seu Filho, a fim de que Ele seja o primogênito entre muitos irmãos. E aos que predestinou a estes também chamou; e aos que chamou a estes também justificou; e aos que justificou a estes também glorificou.
(NOTA)
   Rom 8:35, 38-39 Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada? ... (38) Porque estou certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, (39) Nem a altura, nem a profundidade, nem nenhuma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.
   1Cor 5:3-5 ... Seja entregue a Satanás para destruição da carne, para que o espírito seja salvo no dia do Senhor Jesus.
   Efé 4:30 E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção
. (NOTA)
   Ler depois: Rom 11:29; Col 3:3; 2Ti 2:13; 1Jo 5:11-13.

Tudo que Deus se propôs fazer, que prometeu, que declarou, infalivelmente se cumpre Isa 14:24; Jó 23:13.

   NOTA Rom 8:28-30: O ensino destes versos é que, desde a eternidade passada, antes da criação do universo, o salvo já foi definitiva, imutável, eterna, seguramente: preconhecido, daí predestinado, daí chamado, daí justificado, daí glorificado!!! Se você já creu biblicamente, saiba que, desde antes da fundação do mundo, Deus já o via no céu, com Cristo!!!  Este verso é a maior prova da preservação da nossa salvação! FIM DE NOTA.

   NOTA Efé 4:30: O espírito e a alma de quem já creu biblicamente já foram efetivamente redimidos no instante em que creu e foi salvo; o dia da redenção referido neste verso é o da efetivação e completação da nossa adoção, isto é, o dia da redenção do nosso corpo, na sua glorificação que ocorrerá no Arrebatamento (Rom 8:23). Até então, quando estaremos para sempre com o Senhor em nosso corpo glorificado e incapaz de pecar, o salvo é selado (portanto garantido) pelo próprio Deus - Espírito Santo!!! FIM DE NOTA.

   Porque os dons e a vocação de Deus são sem arrependimento. (Romanos 11:29)
   Porque já estais mortos, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus. (Colossenses 3:3)
   Se formos infiéis, ele permanece fiel; não pode negar-se a si mesmo. (2 Timóteo 2:13)
   11 E o testemunho é este: que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está em seu Filho. 12 Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida. 13 Estas coisas vos escrevi a vós, os que credes no nome do Filho de Deus, para que saibais que tendes a vida eterna, e para que creiais no nome do Filho de Deus. (1 João 5:11-13)

   O SENHOR dos Exércitos jurou, dizendo: Como pensei, assim sucederá, e como determinei, assim se efetuará. (Isaías 14:24)
   Mas, se ele resolveu alguma coisa, quem então o desviará? O que a sua alma quiser, isso fará. (Jó 23:13)

b) Uma vez que foi Deus quem preconheceu & pré-elegeu & predestinou & salvou uma pessoa (ver "Preconhecimento"), como poderia ela perder a salvação??? (João 8:29, acima) Impossível!

Se, desde antes da fundação do mundo, Deus preconheceu, pré-elegeu e predestinou alguém  para o salvar (dar-lhe a vida eterna), e se fosse possível esta pessoa vir a perder sua salvação, Deus teria vergonhosamente falhado e sido derrotado em Seus: preconhecer + soberania-poder + fidelidade.

c) A preservação da salvação é contínua e infalivelmente mediada por Deus-Filho!

Rom 5:8-10; Heb 7:25; João 17; Rom 8:34; Judas 1:1; ler depois 1Ti 2:5; 1Te 5:23-24.

   Rom 5:8-10 Mas Deus prova o Seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores. (9) Logo muito mais agora, sendo justificados pelo Seu sangue, seremos por Ele salvos da ira. (10) Porque se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de Seu Filho, muito mais, estando já reconciliados, seremos salvos pela Sua vida.

   Heb 7:25 Portanto, pode também salvar perfeitamente os que por ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles.
   João 17: ... 20 E não rogo somente por estes, mas também por aqueles que pela sua palavra hão de crer em mim; ... 24 Pai, aqueles que me deste quero que, onde eu estiver, também eles estejam comigo, para que vejam a minha glória que me deste  ...
   Rom 8:34 Quem é que condena? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós.
   Judas, servo de Jesus Cristo, e irmão de Tiago, aos chamados, santificados em Deus Pai, e conservados por Jesus Cristo: (Judas 1:1)

d) Deus pode e quer [efetivamente], portanto vai nos conservar, de maneira infalível e perfeita

   2Ti 1:12b "... eu sei em Quem tenho crido, e estou certo de que é poderoso para guardar o meu depósito até àquele dia."

Ler depois: Rom 16:25; Judas 1:24; Fp 1:6; 2Te 3:3; 2Ti 2:13; 1Pe 1:5.

   ... é poderoso para vos confirmar segundo o meu evangelho e a pregação de Jesus Cristo ... (Romanos 16:25)
   ... é poderoso para vos guardar de tropeçar, e apresentar-vos irrepreensíveis, com alegria, perante a sua glória, (Judas 1:24)
   Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo; (Filipenses 1:6)
   Mas fiel é o Senhor, que vos confirmará, e guardará do maligno. (2 Tessalonicenses 3:3)
   Se formos infiéis, ele permanece fiel; não pode negar-se a si mesmo. (2 Timóteo 2:13)
   Que mediante a fé estais guardados na virtude de Deus para a salvação ... (1 Pedro 1:5)

e) Salvação é total e exclusivamente obra de DEUS (a Trindade)! Por isso, o homem não pode perdê-la!

Ninguém pode reverter nada disto abaixo listado (como poderia o Deus onisciente e onipotente falhar?):
   - Desde antes da fundação do mundo, fomos preconhecidos, pré-eleitos e predestinados por DEUS (ver "Preconhecimento", "Eleição", "Predestinação");
   - Somos nova criação de DEUS (que é perfeito, tem as onisciência e onipotência) 2Co 5:17;
   - Estamos crucificados com CRISTO (que é perfeito, tem as onisciência e onipotência) Rom 6:6;
   - DEUS (que é perfeito, tem as onisciência e onipotência) nos deu a vida eterna João 3:14-16, 36;
   - DEUS (que é perfeito, tem as onisciência e onipotência) nos adotou como filhos João 1:12;
   - DEUS (que é perfeito, tem as onisciência e onipotência) nos uniu a Si: João 14:20.

   Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. (2 Coríntios 5:17)
   Sabendo isto, que o nosso homem velho foi com ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, para que não sirvamos mais ao pecado. (Romanos 6:6)
   14 E, como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado; 15 Para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. 16 Porque DEUS amou o mundo de tal maneira que DEU o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida ETERNA. (João 3:14-16)
   Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece. (João 3:36)
   Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome; (João 1:12)
   Naquele dia conhecereis que estou em meu Pai, e vós em mim, e eu em vós. (João 14:20)

f) Nossa salvação é obra do Pai

e isto a faz segura, incapaz de ser perdida (traduziremos Willmington):

(A) Por causa de Seu plano e programa Rom 8:28-30; Efé 1:3-11; 2:7.

Note as características deste plano:
(1) Predestinar todos aqueles que preconheceu, para serem "conformes a imagem de Seu Filho" (!!!) Rom 8:29 (acima);

(2) Aceitar todos aqueles predestinados, em Cristo Efé 1:6 (acima); Col 3:3. Isto significa que o crente tem tanto direito de estar no céu quanto Cristo o tem, pois o crente está em Cristo;

(3) Chamar, justificar e glorificar todos aqueles aceitos em Cristo Rom 8:30. Ver, especialmente, a última frase deste versículo: "a estes também glorificou." A glorificação, naturalmente, não acontecerá até o Arrebatamento (ler depois: 1Co 15:51-54). Mas aqui, em Rom 8:30, Paulo coloca a palavra no tempo passado. Em outras palavras, na visão de Deus, o crente está glorificado no céu com Cristo. Este é um versículo muito forte sobre segurança eterna;

(4) Reuni-los todos em Cristo, na plenitude do tempo Efé 1:10 (acima);

(5) Manifestar aqueles que Ele tem reunido em Cristo como troféus de Sua graça, por toda a eternidade Efé 2:7 (acima).

   28 E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o SEU propósito. 29 ¶ Porque os que dantes conheceu também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho .... 30 E aos que predestinou a estes também chamou; e aos que chamou a estes também justificou; e aos que justificou a estes também glorificou. (Romanos 8:28-30)
   3 ¶ Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo; 4 Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor; 5 E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de SUA vontade, 6 Para louvor e glória da sua graça, pela qual nos fez agradáveis a si no Amado ... 9 Descobrindo-nos o mistério da SUA vontade, segundo o seu beneplácito, que propusera em si mesmo, 10 De tornar a congregar em Cristo todas as coisas, na dispensação da plenitude dos tempos, tanto as que estão nos céus como as que estão na terra; 11 Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da SUA vontade; (Efésios 1:3-11)
   Para mostrar nos séculos vindouros as abundantes riquezas da sua graça pela sua benignidade para conosco em Cristo Jesus. (Efésios 2:7)
   Porque já estais mortos, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus. (Colossenses 3:3)


(B) Por causa de Seu poder
João 10:29; Rom 4:21; 8:31-39; 14:4; 1Co 1:8-9; Efé 3:20; Fp 1:6; 2Ti 1:12; 4:18; Heb 7:25; 1Pe 1:5; Judas 1:24.

   Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai. (João 10:29)
   E estando certíssimo de que o que ele tinha prometido também era poderoso para o fazer. (Romanos 4:21)
   31 ¶ Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? ... 33 Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica ... 38 Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, 39 Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor. (Romanos 8:31-39)
   Quem és tu, que julgas o servo alheio? Para seu próprio senhor ele está em pé ou cai. Mas estará firme, porque poderoso é Deus para o firmar. (Romanos 14:4)
   8 O qual vos confirmará também até ao fim, para serdes irrepreensíveis no dia de nosso Senhor Jesus Cristo. 9 Fiel é Deus, pelo qual fostes chamados para a comunhão de seu Filho Jesus Cristo nosso Senhor. (1 Coríntios 1:8-9)

   Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera, (Efésios 3:20)
   Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo; (Filipenses 1:6)
   Por cuja causa padeço também isto, mas não me envergonho; porque eu sei em quem tenho crido, e estou certo de que é poderoso para guardar o meu depósito até àquele dia. (2 Timóteo 1:12)
   E o Senhor me livrará de toda a má obra, e guardar-me-á para o seu reino celestial; a quem seja glória para todo o sempre. Amém. (2 Timóteo 4:18)
   Portanto, pode também salvar perfeitamente os que por ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles. (Hebreus 7:25)
   Que mediante a fé estais guardados na virtude de Deus para a salvação, já prestes para se revelar no último tempo, (1 Pedro 1:5)
   Ora, àquele que é poderoso para vos guardar de tropeçar, e apresentar-vos irrepreensíveis, com alegria, perante a sua glória, (Judas 1:24)


(C) Por causa do Seu amor
Rom 5:7-11; 8:31-33.

   7 Porque apenas alguém morrerá por um justo; pois poderá ser que pelo bom alguém ouse morrer. 8 Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores. 9 Logo muito mais agora, tendo sido justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira. 10 Porque se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, tendo sido já reconciliados, seremos salvos pela sua vida. 11 E não somente isto, mas também nos gloriamos em Deus por nosso Senhor Jesus Cristo, pelo qual agora alcançamos a reconciliação. (Romanos 5:7-11)

   31 ¶ Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? 32 Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas? 33 Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica. (Romanos 8:31-33)


(D) Por causa de Sua fidelidade em corrigir os Seus filhos. Heb 12:1-11.

   ... 5 E já vos esquecestes da exortação que argumenta convosco como filhos: Filho meu, não desprezes a correção do Senhor, E não desmaies quando por ele fores repreendido; 6 Porque o Senhor corrige o que ama, E açoita a qualquer que recebe por filho. 7 Se suportais a correção, Deus vos trata como filhos; porque, que filho há a quem o pai não corrija? 8 Mas, se estais sem disciplina, da qual todos são feitos participantes, sois então bastardos, e não filhos ... (Hebreus 12:1-11)

 

g) Nossa salvação é obra do FILHO

e isto a faz segura, incapaz de ser perdida (traduziremos Willmington):

(A) Por causa de Suas promessas João 5:24; 6:37; 10:27-28.
   

 Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, TEM a vida eterna, e não entrará em condenação, mas PASSOU da morte para a vida. (João 5:24)
   Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora. (João 6:37)
   27 As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem; 28 E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão. (João 10:27-28)


(B) Por causa de Sua oração João 17:9-12, 15,20.

   9 Eu rogo por eles; não rogo pelo mundo, mas por aqueles que me deste, porque são teus ... 11 ... Pai santo, guarda em teu nome aqueles que me deste, para que sejam um, assim como nós. 12 ... Tenho guardado aqueles que tu me deste, e nenhum deles se perdeu, senão o filho da perdição, para que a Escritura se cumprisse. 15 Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal. 20 E não rogo somente por estes, mas também por aqueles que pela sua palavra hão de crer em mim; (João 17:9-12,15,20)


(C) Por causa de Sua morte Isa 53:5, 11; Mat 26:28; João 19:30.

Aqui, a lei de não dupla punição é vista. Esta lei afirma que um homem não pode ser julgado ou punido duas vezes pelo mesmo crime. Através de Sua morte, Cristo foi punido pelo meu pecado. Aceitando-O como Salvador, eu concordo em permitir que Ele pague pelo meu débito de pecado. Mas se eventualmente eu tenho que pagar por meu próprio pecado, indo para o Inferno (porque eu caí da graça antes da minha morte), então o justo Juiz do universo se torna culpado de quebrar a lei de não dupla punição.

   Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. (Isaías 53:5)
   Ele verá o fruto do trabalho da sua alma, e ficará satisfeito; com o seu conhecimento o meu servo, o justo, justificará a muitos; porque as iniqüidades deles levará sobre si. (Isaías 53:11)
   Porque isto é o meu sangue; o sangue do novo testamento, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados. (Mateus 26:28)
   E, quando Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito. (João 19:30)


(D) Por causa de Sua ressurreição Rom 6:3-10; Col 2:12-15.

   ... 5 Porque, se fomos plantados juntamente com ele na semelhança da sua morte, também o seremos na da sua ressurreição .... 7 Porque aquele que está morto está justificado do pecado. 8 Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos ... (Romanos 6:3-10)

   12 Sepultados com ele no batismo, nele também ressuscitastes pela fé no poder de Deus ... 14 Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz. ... (Colossenses 2:12-15)


(E) Por causa de Seu ministério presente

(1) Seu trabalho como advogado, no céu, nos assegura nossa segurança eterna. Rom 8:34; Heb 9:24; 1Jo 2:1.

(2) Seu trabalho como nosso intercessor, no céu, nos assegura nossa segurança eterna. João 17:1-26 (acima); Rom 8:34; Heb 7:23-25

   ... está à direita de Deus, e também intercede por nós. (Romanos 8:34)
   Porque Cristo não entrou num santuário feito por mãos, figura do verdadeiro, porém no mesmo céu, para agora comparecer por nós perante a face de Deus; (Hebreus 9:24)
   Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo. (1 João 2:1)
   Quem é que condena? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós. (Romanos 8:34)
   ... 24 Mas este, porque permanece eternamente, tem um sacerdócio perpétuo. 25 Portanto, pode também salvar perfeitamente os que por ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles. (Hebreus 7:23-25)


Dr. John Walvoord escreve:
"O presente ministério de Cristo em glória tem a ver com a eterna segurança daqueles que, na terra, são salvos. Cristo tanto intercede [por nós] como é nosso advogado. Como intercessor, Ele tem em vista a fraqueza, ignorância e imaturidade do crente - coisas nas quais não há culpa. Neste ministério, Cristo não somente ora pelos Seus que estão no mundo como por cada ponto de necessidade deles (Luc 22:31-32; João 17:9,15,20 (os 3 versos estão acima); Rom 8:34), mas [também],  fundamentado na Sua própria suficiência e no Seu imutável sacerdócio, Cristo garante que os salvos serão para sempre conservados salvos (João 14:19; Rom 5:10; Heb 7:25)." (Major Bible Themes, p. 226).

   31 ... Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos cirandar como trigo; 32 Mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça ...(Lucas 22:31-32)
   Quem é que condena? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós. (Romanos 8:34)
   ... eu vivo, e vós vivereis. (João 14:19)
   Porque se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, tendo sido já reconciliados, seremos salvos pela sua vida. (Romanos 5:10)
   Portanto, pode também salvar perfeitamente os que por ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles. (Hebreus 7:25)


A declaração resumo de tudo acima está em Rom 5:10: "Porque se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, tendo sido já reconciliados, seremos salvos pela sua vida". A gloriosa verdade que Paulo está literalmente clamando, aqui, é esta: Jesus Cristo morreu para me salvar, mas, agora, Ele vive para me conservar-salvo. Isto é o que Ele disse em Heb 5:9, ser o autor da salvação eterna.

   E, sendo ele consumado, veio a ser a causa da eterna salvação para todos os que lhe obedecem; (Hebreus 5:9)


h) Nossa salvação é obra do ESPÍRITO SANTO

e isto a faz segura, incapaz de ser perdida (traduziremos Willmington):

(A) Ele regenera o crente João 3:3-7; Tit 3:5; Tia 1:18; 1Pe 1:23.

Isto significa que o crente tem uma nova natureza, que [somente e sempre e plenamente] quer fazer as coisas de Deus.

   3 ... aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus ... 5 ... aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. 6 O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito ... (João 3:3-7)
   Não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo, (Tito 3:5)
   Segundo a sua vontade, ele nos gerou pela palavra da verdade .... (Tiago 1:18)
   Sendo de novo gerados, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela palavra de Deus, viva, e que permanece para sempre. (1 Pedro 1:23)


(B) Ele batiza o crente no corpo de Cristo 1Co 12:13; Gál 3:27; (ler depois: Rom 6:3-4; Efé 4:4-5; Col 2:12).

O crente, então, se torna osso de Seu osso e carne de Sua carne.

   Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito. (1 Coríntios 12:13)
   Porque todos quantos fostes batizados em Cristo já vos revestistes de Cristo. (Gálatas 3:27)


(C) Ele habita no crente João 14:16 (abaixo); Rom 8:9; 1Co 3:16; 6:19; 1Jo 3:24; ler depois: João 7:37-39; 1Co 2:12;

Ver, especialmente, João 14:16 "E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco PARA SEMPRE".

   ... se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele. (Romanos 8:9)
   Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? (1 Coríntios 3:16)
   Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? (1 Coríntios 6:19)
   ...
E nisto conhecemos que ele está em nós, pelo Espírito que nos tem dado. (1 João 3:24)


(D) Ele sela o crente 2Co 1:22; 5:5; Efé 1: 13-14; Efé 4:30 (abaixo).

Já tem sido notado que Rom 8:30 é, provavelmente, o versículo mais forte na Bíblia, concernente à segurança eterna. O segundo mais forte seria, sem dúvida, Efé 4:30: "E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção".
Qual é o dia da redenção? De acordo com Rom 8:23 é uma referência ao Arrebatamento. Em outras palavras, o Filho de Deus é selado pelo Espírito de Deus até o dia do Arrebatamento.

   O qual também nos selou e deu o penhor do Espírito em nossos corações. (2 Coríntios 1:22)
   Ora, quem para isto mesmo nos preparou foi Deus, o qual nos deu também o penhor do Espírito. (2 Coríntios 5:5)
   13 ..., tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa. 14 O qual é o penhor da nossa herança, para redenção da possessão adquirida, para louvor da sua glória. (Efésios 1:13-14)
   E não só ela, mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo. (Romanos 8:23)


(E) Ele fortifica o crente Efé 3:16

   Para que, segundo as riquezas da sua glória, vos conceda que sejais corroborados com poder pelo seu Espírito no homem interior; (Efésios 3:16)


(F) Ele ora pelo crente Rom 8:26

   ... o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis. (Romanos 8:26)


i) A natureza da mudança no crente garante a imperdibilidade da salvação

   Boettner: "A natureza da mudança que ocorre na regeneração é garantia suficiente de que a vida comunicada será permanente. Regeneração é uma radical e sobrenatural mudança na natureza interna, [mudança] através da qual a alma é tornada espiritualmente viva, e a nova vida que é implantada é imortal. E esta mudança, desde que o é na natureza interna, está em uma esfera sobre a qual o homem não tem controle. Nenhuma criatura tem a liberdade para mudar os princípios fundamentais de sua natureza, posto que isto é a prerrogativa de Deus como Criador. Portanto, nada menor que um outro ato supernatural de Deus poderia reverter esta mudança e fazer a nova vida se perder. O cristão nascido de novo não pode perder sua filiação para com o Pai celestial. Tal como um filho terrestre não pode perder sua filiação para com seu pai terrestre, por muito maior razão o cristão nascido de novo não pode perder sua filiação para com o Pai celestial."

   (antes de prosseguir, sugerimos rever a página "Regeneração" http://solascriptura-tt.org/SoteriologiaESantificacao/14-RegeneracaoNovoNascimento-Helio.htm).
   O verdadeiro crente foi regenerado, recriado. Foi tornado uma criatura totalmente nova e diferente, recebeu vida, uma vida completamente nova e diferente (2Co 5:17), divina (1Jo 5:1)! Deus vê o crente como: Crucificado juntamente com Cristo (Rom 6:6); Ressuscitado juntamente com Cristo, de entre os mortos e em novidade de vida (Rom 6:4; Efé 2:6 abaixo); Imputado com a justiça de Cristo (Fp 3:7-9; 1Co 1:30); Revivificado recebendo vida nova, espiritual (Efé 2:1,5-6). A nova natureza do crente, o novo homem, é exatamente igual a Cristo, em tudo ... exceto nos atributos de divindade do Senhor! A nova natureza não pode pecar nem cair (1Jo 3:9 [ver NOTA abaixo]), portanto não pode se perder.
(Ah, quanto anelamos pela nossa reunião com o Senhor [seja pela morte, seja pelo Arrebatamento] e por nos livrarmos do velho homem! Lamentamos "Miserável homem que eu sou ...", mas também exultamos "Mas eu sei em quem tenho crido e ..."! Aleluia! Todo louvor e glória a Deus!).
   A vida implantada no crente, além de ser nova e perfeita, é definitiva, ETERNA João 10:28; 3:14-16,36.

NOTA de Hélio 1João 3:9 (ou 3:06-14):
- A maioria dos estudiosos que lemos diria: {"- ACF bem poderia inserir (A) um asterisco "*" após cada verbo no tempo presente [6 ... não peca (*); ... peca (*) .... 8 Quem comete (*) ... 9 ... não comete pecado (*); ... não pode pecar (*), ... 10 ... (*) não pratica a justiça, e (*) não ama a seu irmão ... 14 .... (*) não ama a seu irmão ...] e (B) a seguinte nota de rodapé:
(*) Lembre que todo tempo presente, em grego, implica que a ação é usual, costumeira, às vezes mesmo contínua. Assim, poderíamos aqui entender a palavra "COSTUMEIRAMENTE"}
- Mas esta tão difundida idéia que, a cada verbo no tempo presente, sempre deveríamos adicionar ou subtender a palavra "continuamente" ou "COSTUMEIRAMENTE", causa grandes problemas se a tentarmos aplicar consistentemente (sempre e uniformemente): A) No uso afirmativo, centenas de expressões tais como "At 16:31 ... crê CONTINUAMENTE no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, ..." dariam margem à falsa interpretação de que é possível se crer para a salvação, depois se interromper mesmo que temporariamente de crer, sendo necessária nova salvação; e a pessoa só seria salva se, ao morrer, estivesse num desses estirões de crer! B) No uso negativo também temos centenas de grandes problemas, por exemplo: se "João 3:18 ... mas quem não crendo já está condenado ..." significa "quem, de modo incessante, não crê, já está condenado", então isentamos todo o mundo, pois todos, durante pelo menos um instante, de algum modo, crêem em pelo menos uma coisa de Deus; mas, se significa "quem não se caracteriza por crer de modo incessante já está condenado", então condenamos todo o mundo, pois todos, durante pelo menos um instante, de algum modo fraquejam em crer pelo menos uma coisa de Deus (lembre de Pedro afundando, negando, duvidando da ressurreição, etc.). A coisa não é simples! Toda esta "regra inflexível do grego" é IMPOSSÍVEL de ser usada inflexivelmente, tem que ser uma ficção, não pode ter imperado na mente grega!
- Qual a solução? Cremos que é traduzirmos exatamente como a ACF (sem pormos milhares de "costumeiramente" na Bíblia) mas simplesmente entendermos que esta difícil passagem de 1Jo se refere ao NOVO HOMEM que existe em cada crente (mesmo que temporariamente acompanhado do velho homem) e que a passagem também antecipa nosso abençoado ESTADO ESCATOLÓGICO (quando para sempre estaremos livres do homem velho e do pecado). Somente assim há segurança, pois o que é nascido de Deus não peca nem sequer pode pecar. Esta interpretação harmoniza-se com o contexto [1João 2:28-3:10] circundando a passagem, que contrasta a nova contra a velha natureza do crente, em uma antecipação escatológica. FIM DE NOTA.

   Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. (2 Coríntios 5:17)
   Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo, é nascido de DEUS; e todo aquele que ama ao que o gerou também ama ao que dele é nascido. (1 João 5:1)
   Sabendo isto, que o nosso homem velho foi com ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, para que não sirvamos mais ao pecado. (Romanos 6:6)
   De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida. (Romanos 6:4)
      ... 9 ¶ E seja achado nele, não tendo a minha justiça que vem da lei, mas a que vem pela fé em Cristo, a saber, a justiça que vem de Deus pela fé; (Filipenses 3:7-9)
   Mas vós sois dele, em Jesus Cristo, o qual para nós foi feito por Deus sabedoria, e justiça, e santificação, e redenção; (1 Coríntios 1:30)
   1 E vos vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados ...   5 Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), 6 E nos ressuscitou juntamente com ele e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus; (Efésios 2:1,5-6)
   E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão. (João 10:28)
   ... 15 Para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. 16 Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3:14-16)
   Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece. (João 3:36)

j) Respostas às objeções à doutrina da “Preservação dos Santos”

(j.1) OBJETORES:Leva à frouxidão de conduta

- Errais! Falhais em perceber, na Bíblia, a natureza da mudança na natureza do verdadeiramente  regenerado (ver "A natureza da mudança no crente garante a imperdibilidade da salvação", pouco acima; e ver a página "Regeneração" http://solascriptura-tt.org/SoteriologiaESantificacao/14-RegeneracaoNovoNascimento-Helio.htm).

A verdadeira regeneração:
. é radical e sobrenatural mudança na natureza interna, [mudança] através da qual uma nova + espiritual + divina vida é implantada;

. infalivelmente leva a anelar (e esforçar-se para) não pecar Rom 7:21-24;

. e a não viver no exercitar-se proposital e habitualmente no pecado Rom 6:1-2; Rom 6:1-11 (particularmente v. 1-2); 2Co 5:14-17; Gál 2:19; ler depois: Rom 7:4; Gál 6:14; Col 3:3; 2Ti 2:19; 1Pe 1:14; 2:24; 4:1-3; 2Pe 1:10-11; contrastar tudo isto com 1Jo 2:3-6; 5:4; ler depois 1Jo 2:29;3:14. Se alguém alega ser cristão mas vive em constante prática, "cultivo" do pecado, então (mesmo que deixemos ao Senhor a questão de identificar o trigo e o joio e dar-lhes destinos finais) somos levados a fortemente suspeitar que aquela pessoa nunca foi realmente salva, particularmente se não é disciplinada por Deus (ver logo abaixo);

. os desviados são corrigidos, sofrem 1Cor 5:3-5; Heb 12:6-9.

   ... 22 Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus ... 24 Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte? (Romanos 7:21-24)
   1 Que diremos pois? Permaneceremos no pecado, para que a graça abunde? 2 De modo nenhum. Nós, que estamos mortos para o pecado, como viveremos ainda nele? ...  4 ... como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida ... 6 Sabendo isto, que o nosso homem velho foi com ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, para que não sirvamos mais ao pecado. ... 11 Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus nosso Senhor. (Romanos 6:1-11)
   14 Porque o amor de Cristo nos constrange ... 15 E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou ... 17 Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. (2 Coríntios 5:14-17)
   Porque eu, pela lei, estou morto para a lei, para viver para Deus. (Gálatas 2:19)
   3 ¶ E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos. 4 Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade. 5 Mas qualquer que guarda a sua palavra, o amor de Deus está nele verdadeiramente aperfeiçoado; nisto conhecemos que estamos nele. 6 Aquele que diz que está nele, também deve andar como ele andou. (1 João 2:3-6)
   Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé. (1 João 5:4)
   ... 5 Seja entregue a Satanás para destruição da carne, para que o espírito seja salvo no dia do Senhor Jesus. (1 Coríntios 5:3-5)
   6 Porque o Senhor corrige o que ama, E açoita a qualquer que recebe por filho. 7 ..., que filho há a quem o pai não corrija? 8 Mas, se estais sem disciplina, da qual todos são feitos participantes, sois então bastardos, e não filhos ... (Hebreus 12:6-9)

(j.2) OBJETORES:Rouba a liberdade do homem, que seria um robô

 - Errais! Liberdade não é necessariamente permissão para escolher o mal, não é necessariamente a capacidade de escolher entre o bem e o mal, mas é o poder para escolher o bem e apenas o bem! Notai: Deus é perfeitamente livre, mas é incapaz de escolher ou fazer o mal, não é? Da mesma maneira, o novo homem dentro de nós é livre (João 8:36) porque é preservado por Deus, é garantido que jamais desejará perder e jamais perderá sua salvação, é capacitado a querer e efetuar somente o bem, é capacitado a nunca deixar de crer em Cristo para a salvação. É esta a verdadeira liberdade.
Replicais: "Mas Deus exorta os filipenses 'operai a vossa salvação com temor e tremor' Fp 2:12"? Respondemos: Sim, mas o contexto deste verso nada diz de perda de salvação, e a exortação se baseia no fato de que "Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade" Fp 2:13.
O ensino da Bíblia (de que Deus preserva a salvação) não rouba o crente de sua liberdade, mas sim reconhece que o salvo tem a liberdade de desejar e fazer o bem, e que o não salvo não a tem, este sim é que é escravo, escravo de si mesmo, da sua natureza pecaminosa.

Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres. (João 8:36)
   De sorte que, meus amados, assim como sempre obedecestes, não só na minha presença, mas muito mais agora na minha ausência, assim também operai a vossa salvação com temor e tremor; (Filipenses 2:12)
   Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade. (Filipenses 2:13)

(j.3) OBJETORES:"Leva à indolência em servir a Deus"

- Errais! Semelhantemente ao que acontece com criancinhas em relação a seus pais biológicos ou adotivos (ver NOTA), temos visto (na Bíblia, na História e naquilo que observamos ao redor durante nossa vida) que a alma sem a persuasão, sem o sentimento interno de sua segurança, não pode deixar de ser deploravelmente insegura, tímida, desesperada e fracassada; e temos visto (na Bíblia, na História, na observação durante nossa vida e em nós mesmos) que a doce convicção (i.é a inefável segurança, persuasão, sentimento interno) do fato objetivo de sermos imutavelmente salvos e estarmos imutavelmente num relacionamento acertado por e ante Deus, não pode deixar de ser acompanhada de tamanhos, exultantes e transbordantes gratidão + amor + louvor que não podem deixar de procurar se expressar em devotados servir a Deus (e, consequentemente, servir aos demais homens).
   Tanto em serviço quanto em moralidade, "As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem" (João 10:27). (NOTA).
   Não é por um homem professar Cristo, mas pelos seus frutos, que nós o conhecemos! Mat 7:16.

   NOTA: A dúvida da filiação, ou da realidade e continuação do amor do pais, ou da continuidade da adoção, só leva uma criancinha a trágicas e por vezes fatais insegurança, timidez, desespero e fracasso em produzir os frutos que tenta produzir como preço para comprar tais filiação, amor e continuidade, ao invés de produzir frutos como expressão de gratidão. Quanto maior a dúvida, piores as consequências. Por outro lado, a tranquila certeza do amor, da filiação, da realidade e continuação do amor dos pais, da indissolubilidade da adoção, propiciam confiança, estabilidade e segurança que levam a um sadio crescimento e seu lindos frutos. FIM DE NOTA.

   NOTA João 10:27:
- Esta é uma declaração de fato (não uma exortação)!
- Todos os verbos estão no tempo presente, que é "linear": as verdadeiras ovelhas de Cristo: (a) habitualmente ouvem Sua voz, (b) Ele continuamente as conhece, e (c) elas habitualmente O seguem. FIM DE NOTA.


   Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos? (Mateus 7:16)

(j.4) OBJETORES:"a Bíblia abundantemente adverte e exorta contra o perder a salvação"

- Eze 18:24; 33:12-20 - morte quanto à vida física, sobre a terra, não quanto à vida eterna, no céu.

- Mat 24:13 - Ver NOTA de Hélio, sobre esta passagem, em http://solascriptura-tt.org/SoteriologiaESantificacao/32J-JudeusNaTribulacao-W.htm.

- João 15:01-06
- Verso 2 se refere ao salvo (aquele "em mim") que não produz frutos: só é dito que ele será tirado, não é dito que perderá sua salvação e nem que será queimado no fogo do Inferno. O assunto é frutos, mais frutos, muitos frutos, não salvação. "Tira" pode se referir ao salvo ser tirado do serviço a Deus, ou pode se referir ao salvo que tanto se desviou e tanto pecou que seu pecado é considerado pecado para a morte [física], ele sofre a morte [física] (Ato 5:1-11 [Ananias e Safira]; 1Co 11:27-34 [o crente incestuoso]; 1Jo 5:16 [não orar por pecado para a morte] ) e suas obras são queimadas no fogo e reduzidas a cinzas, sendo sua salvação mantida (1Co 3:11-15 [madeira, feno, palha, será salvo, como pelo fogo]);
- Verso 6 se refere ao não salvo (aquele que "não estiver em mim"), isto é, ao mero professante, que pode aparentar ser religioso mas nunca realmente foi salvo: ele será finalmente separado de suas aparentes e superficiais ligações com Cristo (a exemplo de Judas Iscariotes João 13:27-30; 17:12) e lançado no fogo do Inferno.

- Heb 6:4-6; 10:26-31.
Ver Nota de Hélio, sobre estas passagens, em http://solascriptura-tt.org/SoteriologiaESantificacao/32H-PecadoParaMorte-W.htm.

   Mas, desviando-se o justo da sua justiça, e cometendo a iniquidade, fazendo conforme todas as abominações que faz o ímpio, porventura viverá? De todas as justiças que tiver feito não se fará memória; na sua transgressão com que transgrediu, e no seu pecado com que pecou, neles morrerá. (Ezequiel 18:24)
   12 ... A justiça do justo não o livrará no dia da sua transgressão ... nem o justo poderá viver pela sua justiça no dia em que pecar. 13 Quando eu disser ao justo que certamente viverá, e ele, confiando na sua justiça, praticar a iniquidade, não virão à memória todas as suas justiças, mas na sua iniquidade, que pratica, ele morrerá ... 18 Desviando-se o justo da sua justiça, e praticando iniquidade, morrerá nela ... (Ezequiel 33:12-20)
   Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo. (Mateus 24:13)
   ... 2 Toda a vara em mim, que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto ... 6 Se alguém não estiver em mim, será lançado fora, como a vara, e secará; e os colhem e lançam no fogo, e ardem. (João 15:1-11).

(j.5) OBJETORES:"a Bíblia abundantemente contradiz a imperdibilidade da salvação"

- Errais! Os versos das letras (a)-(i) (que provam a imperdibilidade da salvação, i.é, provam que a salvação do crente é infalivelmente preservada pelo próprio Deus) é que são explícitos - claros - indiscutíveis - sem interpretação alternativa que respeite a literalidade da Bíblia (respeitados seus contextos, claro). Se houvesse UM só verso na Bíblia que explícita, clara e irrespondivelmente contradissesse este seu ensino, então a Bíblia seria contraditória, não seria a Palavra de Deus plenária, verbal, inerrável, infalível, exclusivamente inspirada pelo próprio Deus! Willmington laboriosamente fez o levantamento dos versos usados por inúmeros objetantes da “Preservação dos Santos”, e chegou a uma lista de 101 versos, que dividiu em 17 categorias. Cada categoria e cada verso são bem examinados, nas seguintes 17 páginas web:

32.A - os Falsos Mestres - Willmington
32.B - os Nunca Salvos - Willmington
32.C - os Galardões - Willmington
32.D - a Usabilidade do Crente - Willmington
32.E- a Disciplina do Crente por Deus - Willmington
32.F - os Frutos - Willmington
32.G - o Crente Confuso com Doutrina - Willmington
32.2.H - o Pecado Para Morte - Willmington
32.I - o Pecado Imperdoável - Willmington
32.J - os Judeus Na Tribulação - Willmington
32.K - os Gentios Versus Israel - Willmington
32.L - o Testemunho de Assembleias Locais - Willmington
32.M - o Mero Assentimento Intelectual, que nunca salvou - Willmington
32.N - a Destruição de Jerusalém por Nabucodonosor - Willmington
32.O - Assuntos Específicos - Willmington
32.P - o Livro da Vida - Willmington
32.Q - Pessoas Específicas - Willmington

Willmington faz uma boa análise de todos estes 101 versos e, com facilidade e maestria, demonstra que se referem a outras coisas e NÃO provam nada contra a imperdibilidade da salvação.



 

2. Erro de [só alguns?] TULIP:"SE NÃO PERSEVERARES, É PORQUE NÃO ÉS SALVO", disfarçado por trás de "Perseverança dos Santos"

Odiamos (como perigosas heresias profundamente colidentes contra a Bíblia) os Pelagianismo (ponto de partida: todo homem não herdou, de Adão, nenhuma natureza pecaminosa ou penalidade; por si mesmo, sempre pode escolher entre o bem e o mal), Semipelagianismo (ponto de partida: todo homem não herdou, de Adão, sua penalidade, e somente herdou uma certa inclinaçãozinha para o pecado. Mas Deus definitivamente a contrabalançou [ver Rom 5:18], e agora cada homem, por si mesmo, sempre pode escolher entre o bem e o mal) e Arminianismo (ponto de partida: todo homem herdou, de Adão, suas terríveis penalidade e natureza pecaminosa. Mas Deus definitivamente as contrabalançou [ver Rom 5:18], e agora cada homem, por si mesmo, sempre pode escolher entre o bem e o mal). Estes 3 ensinos terminam por pregar insegurança da salvação e um falso evangelho, que é parcialmente centrado nos méritos do homem e glorifica-o, é de salvação e preservação parcialmente por obras e dependentes do homem, é antibíblico, e é raiz de heresias e de seitas pseudocristãs (inclusive as neopentecostais) que estão levando muitos ao Inferno.

Damos graças ao Senhor por todos (e isto inclui muitos dos calvinistas) que creem e ensinam a "Preservação dos Santos", a doutrina perfeitamente bíblica, como vimos acima.

Mas alguns dos TULIP (hipercalvinistas), por trás do seu 5o slogan ("Perseverança dos Santos", que originou o "P" de TULIP), disfarçadamente querem significar e sutilmente introduzir a doutrina "Persevera, ou não és Salvo" (isto é, o sinal da salvação final está na perseverança final; portanto a salvação, pelo menos parcialmente, depende da perseverança do homem) que é erro, é distorção contrária ao que a Bíblia ensina direta e indiretamente. Perguntamos a aqueles que fazem da observável perseverança final o sinal da salvação: que diriam vocês se tivessem tido morte inesperada e instantânea, sem tempo de arrependimento: Pedro, ao negar Cristo e praguejar ou blasfemar? Tomé, ao duvidar? Ananias e Safira, ao mentirem a Deus o Espírito Santo? João Marcos ao retroceder? O incestuoso de 1Co 5? Pedro ao negar e dissimular (Gál 2:11,14)? Demas, Crescente e Tito ao retrocederem (2Tm 4:10)? Etc.

Muitos de tais hipercalvinistas podem ser sinceros nos seus enganos, e a lógica deles parece muito bonitinha: "apóstata é o salvo que não perseverou; quem morre em apostasia não será salvo; logo o mérito do salvo na sua obra de perseverança é indispensável". Mas a 1a premissa é errada (a definição correta é que apóstata é o joio que todos pensávamos que era trigo, mas realmente não o era, e finalmente se revelou) e a conclusão viola frontalmente as Escrituras expressas e claras, quanto salvação ser somente pela fé e não pelas obras, quanto à salvação ser guardada e garantida por Deus, portanto ser incapaz de ser perdida, haja o que houver.

De Gênesis a Apocalipse há muitos versos ensinando "Imperdibilidade da Salvação" (exemplos, já vistos: João 3:18; 10:28-29; Rom 8:28-30,35,38-39; 1Co 5:3-5; Efé 4:30),
há muitos versos ensinando "Convicção da Salvação" (exemplos, já vistos: 1Jo 5:13; 2Co 13:5); e há muitos versos ensinando que quem persevera e garante nossa salvação é Deus (Isa 41:10; Deu 33:27; Judas 1:1; 1Pe 1:4-5).
Não há sequer 1 (UM) verso que expressa e explicitamente ensine "Persevera, ou não és salvo", que alguns TULIP trazem escondido por trás de "Perseverança dos Santos".

   João 3:18 Quem nEle crê não é condenado; ...
   João 10:28-29 E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da Minha mão. (29) Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de Meu Pai.
   Rom 8:28-30 ... os que dantes conheceu também os predestinou para serem conformes à imagem de Seu Filho, a fim de que Ele seja o primogênito entre muitos irmãos. E aos que predestinou a estes também chamou; e aos que chamou a estes também justificou; e aos que justificou a estes também glorificou.
   Rom 8:35, 38-39 Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada? ... (38) Porque estou certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, (39) Nem a altura, nem a profundidade, nem nenhuma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.
   1Cor 5:3-5 ... Seja entregue a Satanás para destruição da carne, para que o espírito seja salvo no dia do Senhor Jesus.
   Efé 4:30 E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção.

   Estas coisas vos escrevi a vós, os que credes no nome do Filho de Deus, para que saibais que tendes a vida eterna, e para que creiais no nome do Filho de Deus. (1 João 5:13)
   Examinai-vos a vós mesmos, se permaneceis na fé; provai-vos a vós mesmos. Ou não sabeis quanto a vós mesmos, que Jesus Cristo está em vós? Se não é que já estais reprovados. (2 Coríntios 13:5)

   Não temas, porque EU sou contigo; não te assombres, porque EU sou teu Deus; EU te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça. (Isaías 41:10)
   O Deus eterno é a tua habitação, e por baixo estão os braços eternos; e ele lançará o inimigo de diante de ti, e dirá: Destrói-o. (Deuteronômio 33:27)
   Judas, servo de Jesus Cristo, e irmão de Tiago, aos chamados, santificados em Deus Pai, e conservados por Jesus Cristo: (Judas 1:1)
   4 Para uma herança incorruptível, incontaminável, e que não se pode murchar, guardada nos céus para vós, 5 Que mediante a fé estais guardados na virtude de Deus para a salvação, já prestes para se revelar no último tempo, (1 Pedro 1:4-5)

4 maus efeitos do hipercalvinismo:
- Alguém, há tempos ouvindo a pregação do Evangelho e ultimamente sob convicção do Espírito e no limiar de crer, pode descobrir que os calvinistas que o evangelizam na verdade creem que, se Deus não o tiver eleito na eternidade passada, então ele jamais poderá ser salvo, ele nada poderá fazer para crer e para mudar isto, etc., e tal conhecimento poderá, de um mau modo, sobremaneira angustiá-lo, desesperá-lo e afastá-lo;
- Se ele vier a ser salvo mas não mostrar a rapidez de crescimento que dele esperam, então poderá ser repreendido, duvidar da salvação e da eleição, e (de um mau modo) sobremaneira angustiar-se, desesperar-se e afastar-se;
- Se ele chegar a achar que alcançou um viver espiritualmente superior, então poderá desenvolver uma superioridade intelectual contra os não tão TULIP quanto ele, e uma atitude de santarrão contra aqueles que escorregam em pecado (os judeus consideravam cães os não judeus; Calvino condenou teologicamente Servetus com o propósito de o Estado o queimar na estaca sob a acusação de blasfêmia; etc.);
- Há honrosas exceções, não tinha que ser assim, mas o incontestável fato é que uma análise estatística comprova que o hipercalvinismo tem o perigo de terminar por enfraquecer o ardor por missões e por evangelismo pessoal.

 




Organizado por Hélio de Menezes Silva, 2002.


Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB), autêntica herdeira da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753) e traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma) como o Textus Receptus. Para começar a ter uma ideia da gravidade de muitas das MILHARES de deturpações de todas as modernas "Bíblias" alexandrinas (baseadas no Texto dos incessantes Críticos), em relação às Bíblias do TR, leia, por EXEMPLO, http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traducoes/AAlmeidaAtualizadaExposta-Helio.htm
http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-PreservacaoTT/ExpondoErrosNVI-Jun2000-Emidio.htm





(retorne a http://solascriptura-tt.org/SoteriologiaESantificacao/ 00-Soteriologia-Curso-Helio-index.htm
retorne a http://solascriptura-tt.org/SoteriologiaESantificacao/
retorne a http://solascriptura-tt.org/)