Bíblias baseadas num texto formado por dois NECROMANTES (espíritas, canalizadores, médiuns, satanistas!!!)





0) Em português (como em todo o mundo), basicamente cada uma de todas as centenas de Bíblias pode ser colocada em somente duas grandes categorias:

a) A categoria das Bíblias baseadas no TR (Textus Receptus) e que foram as únicas (ninguém sequer ousava imaginar uma concorrente!) Bíblias usadas por todos os "protestantes" de todas as igrejas de todas as denominações de todas as línguas de todos os países, durante séculos e séculos. Em Português, temos a Almeida 1681, 1753, 1819; a Almeida Revista e Corrigida (particularmente até a edição 1948 pela Trinitarian Bible Society), e, atualmente, a ACF Almeida Corrigida Fiel (da Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil);

b) A categoria das Bíblias baseadas no TC (Texto Crítico) (cujo texto grego omite/ adultera/ acrescenta mais de 10.000 palavras do Novo Testamento (o TR), mais de 7% dele!). Estas bíblias somente começaram a "pegar" no Brasil, aos poucos,  a partir de 1968. Temos a ARA - Almeida Revista e Atualizada, a AEC - Almeida Edição Contemporânea, a AMT - Almeida Melhores Textos, a BLH - Bíblia na Linguagem de Hoje, a Bíblia Viva, a NVI - Nova Versão Internacional, a Edição Novo Mundo (dos Testemunhas de Jeová), etc.




1) Sem exceção, TODAS as Bíblias baseadas no TC (Texto Crítico) são, no afinal das contas, baseadas num texto grego que deriva de Westcott e Hort.

Isto é incontroversível, nem mesmo os maiores inimigos da Bíblia tradicional (TT=TR) tentarão negá-lo. Isto não é nossa opinião, é um FATO histórico!

Para começar a se certificar disto, veja:


John R. Kohlenberger, um portavoz de Zondervan, (publicadora da NASB, Living Bible, Amplified Bible, NIV, e da RSV) é o autor de um Hebrew/NIV Interlinear, como também de Words about the Word: A Guide to Choosing and Using Your Bible. Ele revela:
      "Westcott and Hort. . .all subsequent versions from the Revised Version (1881) to those of the present. . .have adopted their basic approach. . .[and ] accepted the Westcott and Hort [Greek]" --- John R. Kohlenberger, Words About the Word (Grand Rapids, Michigan: Zondervan Publishing House, 1987), p.42.
      "This century old classic remains a standard." --- 2 Ibid., p. 34.

O autor D.A. Carson admite: "[The] theories of Westcott and Hort. . .[are] almost universally accepted today. . .It is on this basis that Bible translators since 1881 have, as compared with the King James Version, left out some things and added a few others. Subsequent, textual critical work accepted theories of Westcott and Hort. The vast majority of evangelical scholars. . .hold that basic textual theories of Westcott and Hort were right and the church stands greatly in their debt." ---  D.A. Carson, The King James Version Debate (Grand Rapids, Michigan: Baker Book House, 1979), pp. 41, 75.

Dr. E.F. Hills, um erudito de Princeton e de Harvard, escreve: the "New International Version. . .follows the critical Westcott and Hort text." --- Edward F. Hills, The King James Version Defended (Des Moines, Iowa: The Christian Research Press, 1979), p. 229.

Phillip W. Comfort, em seu recente livro Early Manuscripts and Modern Translations of the New Testament, admite: "But textual critics have not been able to advance beyond Hort in formatting a theory. . .this has troubled certain textual scholars. . ." ---  Phillip W. Comfort, Early Manuscripts and Modern Translations of the New Testament (Wheaten, Illinois: Tyndale House Publishing, Inc., 1990), p.21.

Mesmo histórias abreviadas do cânon, que fazem parte de obras de referência tais como Halley’s Bible Handbook and Young’s Concordance, observam:
      "For the English speaking world the work of B.F. Westcott has proved abiding worth." --- Robert Young, Analytical Concordance to the Bible (Grand Rapids, Michigan: Wm. B. Eardmans Publishing Company, 1970), p.18.
      "The New Testament Westcott and Hort Greek texts, which, in the main, are the exact original Bible words. . ." ---

J.H Greenlee’s Introduction to the New Testament Textual Criticism (Grand Rapids, Michigan: Wm B. Erdmanns Publishers Co., 1964. p 78) adiciona: "The textual theories of W-H underlies virtually all subsequent in NT textual criticism."

...

Wilbur N. Pickering, autor de Identity of the New Testament text (Nashville: Thomas Nelson Publishers, 1890) pp. 38, 42, 96, 90, revela: "The dead hand of Fenton John Hort lies heavy upon us." (Coswell) The two most popular manual editions of the Greek text today., Nestles –Aland and U.B.S. ( United Bible Society) really vary little from the W-H text. Why is this? Westcott and Hort are generally credited with having furnished the death blow [to the KJV and the Greek text which was used for the previous 1880 years]. Subsequent scholarship has tended to recognize Hort’s mistake. The W-H critical theory is erroneous at every point. Our conclusions concerning the theory apply also to any Greek text constructed on the basis of it. [Nestle-Aland, UBS, ect.], as well as those versions based on such texts [NIV, NASB, Good News for Modern Man, NEB, L.B., etc.]"

H.C Hoskier, em seu livro A Full Account of the Greek Cursive Codex Evangelism 604 ( London: David Nutt. 1890)., Introduction , pp. cxvi-cxvi and Codex B and Its Allies- A Study and an Indictment. (2 vols. London: Bernard Quaritch Ltd., 1914), faz a seguinte observação: "The text printed by Westcott and Hort has been accepted as ‘the true text’, and grammars, works on the synoptic problem, works on the higher criticism, and others have been grounded on this text. . .These foundations must be demolished."

Alfred Martin (ex Vice President do Moody Bible Institute em Chicago) diz: "[M]any people, even today, who have no idea what the Westcott-Hort theory is. . .accept the labors of those two scholars without question. . .an amusing and amazing spectacle presents itself: many of the textbooks, books of bible interpretation, innumerable secondary works go on repeating the Westcott and Hort dicta although the foundations have been seriously shaken, even in the opinion of former Hortians."




2) Westcott e Hort, padres anglicanos, eram também NECROMANTES (falavam regularmente com demônios que se disfarçavam de espíritos de mortos!!!; fundaram um centro espírita!!!; eram "canalizadores" ou médiuns (deixavam-se possuir por demônios)!!!; foram precursores, planejadores e preparadores do caminho para muita coisa dos modernos espiritismo, demonismo, satanismo, e nova era!!!).

Isto é incontroversível, nem mesmo os maiores inimigos da Bíblia tradicional (TT=TR) tentarão negá-lo. Isto não é nossa opinião, é um FATO histórico!

Para começar a se certificar disto, veja

Choquei-me Com as Palavras das Próprias Bocas de Westcott e Hort - Hélio . Westcott e Hort são os verdadeiros pais das alexandrinas, modernas bíblias e Crítica Textual.
Westcott & Hort from Their Own Mouthes -- "Jesus Is Lord"
A Dupla Dinâmica: Westcott e Hort -- Pedro. Westcott e Hort, pais do TC, eram perdidos, idólatras, espíritas!
Erasmo de Rotterdam é verdadeiro salvo, não "católico padrão"; Westcott e Hort foram herejes, perdidos -- Pedro
Depois de tudo isto, vejam a impressionante série de documentos apresentados em http://www.historicist.com/necromancers/ (mesmo que não concordemos com o preterismo dos autores do site)


3) Portanto (em inevitável conseqüência de (1) e de (2)):  Sem exceção, TODAS as Bíblias baseadas no TC (Texto Crítico) são, no afinal das contas, baseadas num texto grego que, direta ou indiretamente, reflete os pensamentos de dois terríveis, perdidos, NECROMANTES (espíritas, canalizadores, médiuns!!!)

Você pode gostar ou pode não gostar de todos estes fatos, mas isto é incontroversível, nem mesmo os maiores inimigos da Bíblia tradicional (TT=TR) tentarão negá-lo. Isto não é nossa opinião, é uma conseqüência INEVITÁVEL de FATOS históricos!

Maiores detalhes em  http://www.historicist.com/necromancers/ (mesmo que não concordemos com o preterismo dos autores do site).






Tudo o acima é um resumo, feito por Hélio de M. S., de talvez mais de 40 páginas de http://www.historicist.com/necromancers/.
 



Só use as duas Bíblias traduzidas rigorosamente por equivalência formal a partir do Textus Receptus (que é a exata impressão das palavras perfeitamente inspiradas e preservadas por Deus), dignas herdeiras das KJB-1611, Almeida-1681, etc.: a ACF-2011 (Almeida Corrigida Fiel) e a LTT (Literal do Texto Tradicional), que v. pode ler e obter em BibliaLTT.org, com ou sem notas).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ Bibliologia-PreservacaoTT/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )