Qual Versão Da Bíblia Devo Usar?



Por Elson Rodrigues




Qual versão da Bíblia devo usar?

          Diante de tantas versões da Bíblia que são apresentadas, qual delas deve o crente obediente ao Senhor utilizar? São todas iguais? Todas servem? Não há diferenças? Vamos verificar.
         
1) Deus escolheu cada palavra que está na Bíblia. As palavras do Senhor são puras e não podem ser modificadas pelo homem. Há ordem expressa e clara de Deus para que nada seja retirado, acrescido ou modificado na Palavra de Deus.

          Cremos que cada palavra utilizada na Bíblia é divinamente inspirada. Não se trata de mera inspiração dos homens que Deus usou para escrever a Bíblia. Bem mais do que isso, cada palavrinha que Deus utilizou na Bíblia foi por Ele escolhida e inspirada.

“Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça;” (2 Timóteo 3: 16)

          A Bíblia nos mostra de forma cristalina que a Palavra de Deus é pura. Cada palavra utilizada na Bíblia foi escolhida por Deus e representa a pureza das palavras do Senhor. O homem não tem autoridade para modificar o que Deus escreveu, porque as palavras do Senhor são puras, procedem do Deus Santíssimo e não da boca de homens que mentem.

“Eu sei que tudo quanto Deus faz durará eternamente; nada se lhe deve acrescentar, e nada se lhe deve tirar; e isto faz Deus para que haja temor diante dele.” (Eclesiastes 3: 14)

“As palavras do Senhor são palavras puras, como prata refinada em fornalha de barro, purificada sete vezes.” (Salmo 12: 6)

“Toda a Palavra de Deus é pura; escudo é para os que confiam nele.”(Provérbios 30: 5)

          Modificar o que Deus escreveu é pecado grave. É tentativa de substituir as palavras de Deus por entendimento humano.

Deus nos deixa ordem expressa para que não modifiquemos nem uma palavra da Bíblia:

“Não acrescentareis à palavra que vos mando, nem diminuireis dela, para que guardeis os mandamentos do Senhor vosso Deus, que eu vos mando.”(Deuteronômio 4: 2)

“Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro;” (Apocalipse 22: 18)

Isso significa que não devemos nos valer de nenhum pretexto para modificar as palavras escolhidas por Deus. Argumentos como “fica mais fácil para as crianças e para os iletrados entenderem” não estão em consonância com a ordem de Deus. O que faz alguém entender a Palavra de Deus é o Espírito Santo. Se Deus deu ordem para que as palavras fossem as que Ele escolheu, somente nos cabe acatar e cumprir. Não temos que ficar inventando nada. Ele escolheu cada uma das palavras e tem um propósito para isso. Quando trocamos palavras escolhidas por Deus por palavras escolhidas por homens, comprometemos a pureza da Palavra de Deus.

Vamos ver um exemplo inicial, para que comecemos a entender o problema. No curso deste estudo, vamos ver que existem basicamente dois textos sendo utilizados para a tradução do Novo Testamento. Vamos ainda explicar com mais detalhes, mas, por ora, fiquemos sabendo que há o chamado Texto Tradicional (ou Texto Receptus) e o chamado Texto Crítico.

          Vamos ao exemplo, utilizando o que consta em Marcos 1: 2-3 (depois, veremos coisas ainda muito mais graves).

Como está escrito nos profetas: Eis que eu envio o meu anjo ante a tua face, o qual preparará o teu caminho diante de ti.
Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, Endireitai as suas veredas.” (Marcos 1: 2-3, conforme versão Almeida Corrigida e Fiel, ACF, da Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil)

          Nas Bíblias baseadas no Texto Tradicional (como acima), vemos “Como está escrito nos profetas...”. Assim está, por exemplo, na versão Almeida Corrigida e Fiel (ACF) da Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil.

          Em algumas Bíblias baseadas no Texto Crítico, vemos “Como o profeta Isaíastinha escrito. Ele escreveu o seguinte...”.  Assim está, por exemplo, na versão Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH) da Sociedade Bíblica do Brasil.

          O que foi escrito por Marcos (lembremo-nos: com inspiração divina de cada palavra)? Profetas ou Isaías? A questão principal não é de estudo bíblico para ver nos livros dos profetas se a referência correta deveria ser a “Isaías” ou a “profetas”. A questão principal é o que Deus fez Marcos escrever. Marcos escreveu “profetas” ou escreveu “Isaías”. Marcos não escreveu as duas palavras. Ou escreveu “profetas” ou escreveu “Isaías”.

          Como as palavras do Senhor são puras e não podem ser modificadas pelo entendimento do homem, nenhum tradutor está autorizado a trocar “profetas” por “Isaías” ou vice-versa. Da mesma forma, se houver dois manuscritos, um com “profetas” e outro com “Isaías”, é claro que um dos dois foi corrompido, porque ou Deus fez Marcos escrever “profetas” ou Deus fez Marcos escrever “Isaías”.

          As palavras do Senhor são puras e não podem ser modificadas. Modificá-las é pecado grave. Então, ou as Bíblias que usam “profetas” em Marcos 1: 2-3 estão certas ou as Bíblias que usam “Isaías” estão certas. As duas não podem estar certas, porque Deus fez Marcos escrever apenas uma das duas palavras. Não cabe ao homem interpretar o que Deus fez ser escrito. Quando se faz um manuscrito ou uma tradução, se deve ser fiel e escrever exatamente aquilo que está no texto-fonte, sob pena de ser comprometida a pureza da Palavra de Deus.

          Talvez o leitor objete dizendo algo como “que diferença faz se trocarmos profetas por Isaías ou vice-versa? Isso não tem nada demais”.

          Essa objeção é duplamente errada.

Primeiro, porque foi Deus quem decidiu o que foi escrito na Bíblia. Lembremo-nos: “As palavras do Senhor são palavras puras, como prata refinada em fornalha de barro, purificada sete vezes.” (Salmo 12: 6). Não nos cabe mudar o que Deus disse.

Segundo, porque a modificação humana (ou diabólica) sobre o que Deus disse sempre poderá trazer problemas.

No nosso exemplo, se quiseres estudar o tema sob esse enfoque, verás que o evento descrito em Marcos 1: 2-3 é a soma do que está escrito em Malaquias (3: 1) com o que está escrito em Isaías (40: 3), o que confirma que o correto é “profetas”, e não “Isaías”. Parte do que está escrito em Marcos 1: 2-3 não foi escrita em Isaías. Logo, é incorreto uso da palavra “Isaías” em Marcos 1: 2-3. É mais grave ainda, porque o Texto Crítico e as Bíblias dele derivadas usam a palavra “Isaías”, sendo que o texto imediatamente seguinte (ainda no versículo 2 de Marcos 1) não está escrito em Isaías, mas sim em Malaquias.

Parece não ter nada demais? Saiba que há ateus que apontam justamente essa contradição causada por essa corrupção promovida pelas Bíblias baseadas no Texto Crítico para dizer que a Bíblia tem erros. Se você usa uma Bíblia dessas, terás que ouvir calado a chacota dos ateus. Se você usa uma Bíblia baseada no Texto Tradicional, calará a boca deles com a verdade.

Mas, agora, maravilhe-se com a perfeição da Palavra de Deus (a única, a verdadeiramente fielmente traduzida).

Em Lucas 3: 4 e em Mateus 3: 3, o texto das Bíblias do Texto Tradicional usa “Isaías”. Por quê? É simples. É que, em Lucas 3: 4-6 e em Mateus 3: 3, está mencionado apenas o que foi dito em Isaías. A parte referente a Malaquias 3: 1 não está mencionada em Lucas 3: 4-6 e em Mateus 3: 3.

Logo, o texto tradicional, porque reflete a verdadeira Palavra de Deus, usa “profetas” onde Deus fez escrever “profetas” e usa “Isaías” onde Deus fez escrever “Isaías”.

2) Deus prometeu preservar sua Palavra

Pouco adiantaria que Deus fosse tão zeloso e puro ao inspirar Sua Palavra, se Ele não tratasse de preservá-la para instrução de seus filhos. De que adiantaria Deus inspirar cada palavra utilizada na Bíblia, se Ele não cuidasse de preservá-la para as igrejas locais?

A verdade de Deus, e a Sua Palavra é a verdade, é imutável.

“Porque o Senhor é bom, e eterna a sua misericórdia; e a sua verdade dura de geração em geração.” (Salmo 100: 5)

Como a verdade de Deus iria durar de geração em geração se Ele não preservasse Sua Palavra? Como saberíamos o que Deus quer de nós se Ele não preservasse Sua Palavra?

Vamos comprovar de modo ainda mais contundente que Deus preserva Sua Palavra. Mas antes, é preciso saber qual a origem da heresia que nega que Deus a preserve. No Século XVIII, um grupo de “eruditos” – que, na nossa opinião, nada mais são do que hereges, incrédulos e filhos de belial –, conhecidos como racionalistas alemães (ou modernistas), passaram a analisar a Palavra de Deus a partir de métodos científicos[1]. Em verdade, esses hereges passaram a julgar a Bíblia e a refutar tudo o que há de sobrenatural no texto. Essa visão passou a ser considerada como a visão da “Alta Crítica”. Esses filhos do diabo conseguiram influenciar muitos seminários, que adotaram a crítica textual. O resultado disso tudo foi um violento ataque à inerrância, à infalibidade, à autoridade e à preservação da Bíblia. Se eles não acreditam no sobrenatural ou se procuram reduzi-lo, não são crentes e isso dispensa maiores comentários.

Mas Deus nos diz que:

“Porque a loucura de Deus é mais sábia do que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens.” (1 Coríntios 1: 25)

“Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.” (1 Coríntios 2: 14)

“Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia.” (1 Coríntios 3: 19)

“Porque a palavra da cruz é loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus.
Porque está escrito: Destruirei a sabedoria dos sábios, e aniquilarei a inteligência dos inteligentes.
Onde está o sábio? Onde está o escriba? Onde está o inquiridor deste século? Porventura não tornou Deus louca a sabedoria deste mundo?” (1 Coríntios 1: 18-20)

Então, temos de decidir se vamos dar ouvidos a esses “sábios” modernistas e liberais, que negam a preservação da Palavra de Deus, usando métodos “científicos” para assim o fazer, ou se vamos dar ouvidos a Deus, que nos promete preservar a Sua Palavra.

Vejamos a promessa de Deus em preservar a Sua Palavra:

“As palavras do Senhor são palavras puras, como prata refinada em fornalha de barro, purificada sete vezes.” (Salmo 12: 6)

“Porque o Senhor é bom, e eterna a sua misericórdia; e a sua verdade dura de geração em geração.” (Salmo 100: 5)

“Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido.” (Mateus 5: 18)

 “O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar.” (Mateus 24: 35)

Se tiveres interesse em saber mais sobre a doutrina da preservação, leia o excelente artigo “Como Deus Preserva Sua Palavra” em http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-PreservacaoTT/ComoDeusPreservaSuaPalavra-Smith.htm

3) Quantos relógios você usa em seu pulso?

Se você usa três relógios em seu pulso, cada um marcando uma hora diferente, a verdade é que você não sabe que horas são.

Se você tem duas, três ou mais versões da Bíblia, cada uma com textos diferentes, a verdade é que você não sabe qual é a verdadeira Palavra de Deus. Lembra? Marcos escreveu “Isaías” ou escreveu “profetas” no versículo 2 do capítulo 1? Você tem duas versões da Bíblia. Uma diz que foi “Isaías”; outra “profetas”. E agora? Que horas são? Você não sabe.

Deus fez escrever somente uma versão e garantiu a preservação. Não há duas Palavras de Deus. Há apenas uma. Ele fez escrever e a preservou.

Confusão. É isso que o diabo quer com tantas versões da Bíblia. Se há tanta diversidade entre as versões, como crer que realmente é a Palavra de Deus? A menos que você tenha um só relógio e que nele você possa confiar, você não sabe que horas são. A menos que você tenha apenas uma versão da Bíblia e que nela possa confiar, você não sabe o que realmente Deus fez com que fosse escrito. Se você não confia que Deus inspirou cada palavra da Bíblia e se não confia que Ele a preservou, de que adianta ler a Bíblia?

“As palavras do Senhor são palavras puras, como prata refinada em fornalha de barro, purificada sete vezes.” (Salmo 12: 6)

“Porque o Senhor é bom, e eterna a sua misericórdia; e a sua verdade dura de geração em geração.” (Salmo 100: 5)

Então, não temos como aceitar essa profusão de traduções. Só um texto-base é verdadeiro. Só traduções por equivalência formal são verdadeiras. É isso que vamos passar a analisar.

4) Como manter as mesmas palavras, ao traduzir para o português (ou para o inglês ou para outro idioma), se a Bíblia foi escrita em hebraico e em grego? O problema da equivalência dinâmica.

Inicialmente, é preciso saber que há Bíblias traduzidas por equivalência formal e há Bíblias traduzidas por equivalência dinâmica. Mas o que é isso?

A tradução por equivalência formal significa que o tradutor vai traduzir palavra por palavra, sempre procurando utilizar a palavra correspondente na língua para a qual se traduz o texto. É claro que pode haver uma palavra em relação a qual não há correspondente direto. Também pode haver, por diferença da estrutura gramatical das duas línguas, o uso necessário de uma palavra para manter a coerência do texto. Nesse caso, o tradutor colocará a palavra em itálico, para deixar clara essa situação. Isso revela honestidade na tradução.

O resultado da tradução por equivalência formal é que o texto será fielmente traduzido para a nova língua (do grego para o português, por exemplo).

A tradução por equivalência dinâmica é tradução de idéias ou conceitos. O tradutor procura compreender a idéia da expressão a ser traduzida e a traduz com suas palavras para a nova língua.

O resultado da tradução por equivalência dinâmica é que o texto será não fielmente traduzido para a nova língua (do grego para o português, por exemplo). O texto será algo próximo de uma paráfrase – ou uma verdadeira paráfrase – completamente dependente do entendimento teológico que o tradutor tem sobre o texto original. A tradução não é mais a Palavra de Deus, mas sim o que o tradutor entende sobre a Palavra de Deus. Mas Deus não aceita isso, porque a Bíblia é a Palavra de Deus, e não o que os homens pensam sobre a Palavra de Deus.

Na Bíblia, quando um profeta falava algo por ordem do Senhor, dizia “Assim diz o Senhor...”, e não “Assim eu penso sobre o que diz o Senhor”.

Bíblias traduzidas por equivalência formal: Almeida Corrigida e Fiel (ACF), Almeida Revista e Corrigida (ARC), Almeida Revista e Atualizada (ARA).

Bíblias traduzidas por equivalência dinâmica: Nova Versão Internacional (NVI)[2], New International Version (NIV), Bíblia Viva (paráfrase escancarada), BLH – Bíblia na Linguagem de Hoje (paráfrase escancarada), NTLH – Nova Tradução na Linguagem de Hoje (paráfrase escancarada), The Message (lixo utilizado por homens como Rick Warren – paráfrase mais do que escancarada).

5) O texto a partir do qual é feita a tradução. Texto Tradicional (Receptus) x Texto Crítico.

No tópico anterior deste estudo, vimos qual deve ser o método de tradução. Vimos que a equivalência formal mantém a fidedignidade da tradução e vimos que a equivalência dinâmica substitui o que Deus disse por aquilo que um homem acha que Deus disse.

Agora, é necessário entender a partir de qual texto deve ser feita tradução. À resolução dessa questão, temos que saber que há dois textos-base que são utilizados para as Bíblias atualmente existentes. Só há basicamente esses dois textos. Um deles é o chamado Texto Tradicional (ou Texto Receptus). O outro é o chamado Texto Crítico. As Bíblias que utilizam o Texto Tradicional têm sido chamadas de Bíblias da Reforma.

Mas o que é o Texto Tradicional e o que é o Texto Crítico? Como foram formados?

A primeira coisa a entender, quando pensamos no texto bíblico, é que não existem mais os originais. Por exemplo, a Carta de Paulo aos Gálatas não existe mais em seu original. O que há são diversos manuscritos (cópias) que foram sendo utilizadas ao longo dos séculos. Como podemos saber, então, se as cópias que deram origem ao Texto Tradicional são fiéis e se as que deram origem ao Texto Crítico são fiéis?

Vamos começar pelo Texto Tradicional.

Quando há quantidade considerável de manuscritos (a maioria absoluta), todos eles concordantes entre si, sem divergências, podemos entender que se trata da verdadeira Palavra de Deus, que vem sendo usada pela verdadeira igreja desde a época apostólica. Há mais de cinco mil manuscritos dos primeiros séculos que sobreviveram até os dias de hoje e que são concordantes entre si. Esses manuscritos também foram citados nos primeiros séculos em diversas obras escritas por aqueles que alguns denominam “pais da igreja”. Não gostamos do termo “pais da igreja”, mas o fato é que citações feitas em obras ainda nos primeiros séculos depois de Cristo servem para autenticar a idade desse grupo de mais de cinco mil manuscritos, concordantes entre si.

Ao compararmos cada um desses manuscritos, consigo mesmo e uns com os outros, constatamos que há concordância praticamente absoluta, havendo alguns poucos erros, mais propriamente atribuídos a questões de ortografia. Some-se a isso a promessa de Deus de fielmente preservar a Sua Palavra, e temos que constatar que se trata de manuscritos confiáveis.

Vamos elucidar ainda mais. Ao todo, há cerca de 5.300 manuscritos gregos antigos, que contêm todo o Novo Testamento ou boa parte dele. Desses cerca de 5.300, cerca de 5.050 ou mais são concordantes entre si. Isso é mais de 95% dos manuscritos. Esses mesmos manuscritos são citados nas já mencionadas obras dos“pais da igreja”. Some-se a promessa de Deus, e temos que esse é grupo de manuscritos que contém a verdadeira Palavra de Deus.

O Texto Tradicional ou Texto Receptus foi formado a partir desses manuscritos. Com o advento da Reforma, vários editores do Século XVI editaram Bíblias baseadas no Texto Tradicional, porque esse era o texto que o verdadeiro povo de Deus vinha usando, a partir dos manuscritos, ao longo dos tempos. Esse foi o texto utilizado pelos tradutores da Bíblia King James de 1611 e de outras traduções originadas na Reforma.

Até 1881 (no Brasil até 1956), não havia nenhum problema. Todas as igrejas evangélicas utilizavam somente Bíblias da Reforma, ou seja, Bíblias que foram traduzidas a partir do Texto Tradicional.

Mas eis que, em 1881, surgem dois hereges, chamados Westcott e Hort. No tópico seguinte, vamos mostrar o porquê de chamarmos abertamente esses dois homens de hereges. Essa dupla publicou um texto, sendo que diziam que estavam revisando a Bíblia King James. Mas eles mentiram. Eles não fizeram uma mera revisão da Bíblia King James. Em verdade, o que fizeram foi produzir uma nova Bíblia, a do Texto Crítico.

 Westcott e Hort não usaram o grupo de mais de 5.000 manuscritos concordantes entre si. Isso, por si só, já evidencia que mentiram quando falaram que estavam revisando a Bíblia King James. Os demais duzentos e poucos manuscritos existentes não são sequer concordantes entre si e, menos ainda, com o grupo dos mais de 5.000 já referidos. Como confiar em um grupo de manuscritos que não concordam sequer entre si? Mas Westcott e Hort foram ainda mais longe. Eles usaram basicamente apenas 2 manuscritos, chamados Aleph (ou Sinaiticus) e B (ou Vaticanus). Esses 2 manuscritos diferem entre si mais de 3.000 vezes, considerando apenas o Novo Testamento. O manuscrito Sinaiticus foi literalmente achado em uma lixeira de um convento católico próximo ao Monte Sinai. O Vaticanus foi achado em uma perdida prateleira da biblioteca do Vaticano.

Não foi à toa que foram jogados no lixo e esquecidos, antes de serem “ressuscitados” pelos hereges Westcott e Hort. Esses manuscritos são escandalosamente adulterados. Vejam:

“Dr. F. H. A. Scrivener, que em 1864 publicou ‘A Full Collation of the Codex Sinaiticus’, testificou, a respeito do Sinaiticus:
‘O Códice é coberto com alterações de um caráter obviamente corretivo – devidas a pelo menos dez diferentes revisores, alguns deles [os revisores] sistematicamente se espalhando sobre CADA página, outros ocasionalmente, ou limitados a porções separadas do manuscrito, muitos destes sendo contemporâneos ao primeiro escritor, mas a maior parte [dos revisores] vivendo no sexto ou sétimo século".

Sobre o Vaticanus, Burgon testificou:

‘A impureza do texto exibido por estes códices [Sinaiticus e Vaticanus] não é uma questão de opinião mas sim de fato. ... [Contando-se] SOMENTE NOS EVANGELHOS, o códice B (Vaticanus) deixa de fora palavras ou inteiras cláusulas não menos que 1491 vezes. Em cada página, ele tem traços de transcrição sem cuidados. ... eles [os manuscritos A, B e C] são três das mais escandalosamente corrompidas cópias existentes ... [exibindo] os mais vergonhosamente mutilados textos que podemos encontrar em todo a terra’ (em ‘True Or False?’ pp. 77-78)”[3]

Temos, portanto, que o Texto Crítico é obra das mãos de Westcott e Hort. Trata-se do texto editado por esses dois homens a partir dos mais corrompidos manuscritos existentes. Esses manuscritos também são chamados de Alexandrinos (pela origem egípcia).

Se quiser mais uma prova da corrupção desses manuscritos, veja em http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-PreservacaoTT/SinaiticusPag29Mark16-9-20-Helio.htm

Há inúmeros problemas com o Texto Crítico. Os hereges que apóiam o Texto Crítico tentam suavizar o problema, inventando muitas coisas. Mas a verdade é que a adulteração que é o Texto Crítico traz graves conseqüências doutrinárias e sobre a vida cristã. Além disso, já vimos que a Palavra de Deus não deve ser alterada. Isso é pecado grave. Somente para exemplificar (mais à frente vamos fazer mais comparações), o Texto Crítico omite a referência ao nascimento virginal (Lucas 2:33), omite a referência à deidade de Cristo (1 Timóteo 3:16 e Romanos 14: 10 e 12) e omite referência ao sangue de Cristo (Colossenses 1:14).

Quem tem interesse, por exemplo, em negar o nascimento virginal de Cristo, em negar o sangue de Cristo e em negar que Jesus Cristo é Deus? O pai da mentira, é claro.

É por isso que agora, na época da igreja de Laodicéia, a igreja do culto-show, a igreja liberal, a igreja da salvação barata, sem arrependimento e sem novo nascimento, as Bíblias Alexandrinas caem como uma luva e vêm ganhando cada vez mais espaço. Nas últimas décadas, muitas igrejas evangélicas foram varridas por essa praga do Texto Crítico. O uso desse tipo de Bíblia é cada vez maior. Mas vamos lembrar: todos estaremos diante de Cristo. Não diga que você não foi avisado sobre a corrupção que o diabo e seus servos estão fazendo com a Palavra de Deus.

Somente há basicamente dois tipos de Bíblias. As baseadas no Texto Tradicional e as baseadas no Texto Crítico de Westcott e Hort. Qual Bíblia você usa?  

Bíblias traduzidas a partir do Texto Tradicional (Texto Receptus)[4] – os comentários referentes a cada versão não são meus, mas sim do autor do artigo mencionado na nota de rodapé, que é um crente batista extremamente piedoso e dedicado ao Senhor:

“Tyndale 1526 (consultamos cópia na Internet, sem data);
o        Genebra 1588 (consultamos cópia na Internet, sem data);
o        King James Bible (Authorized Version) de 1611 (consultamos edição de 1769);
o        Valera 1569, 1602 TR, 1999 (consultamos);
o        Lutero 1545 (o irmão Waldemar Janzen consultou por nós a edição 1912, revisada em 1998, na Suíça, pela TBS - Trinitarian Bible Society);
o        Almeida 1681/1753 (consultamos cópia de 1819) e suas legítimas herdeiras:
§     "Almeida Revista e Reformada" (1847);
§     "Almeida Revista e Correcta" (1875);
§     "Almeida Revista e Corrigida". A edição 1894 (para Portugal) foi 100% TR, mas as revisões de 1898 (para o Brasil), 1948, 1956, 1995 talvez já introduziram 0.1%, 1.5%, 1.8% e 2% do TC, respectivamente.
§    'ACF - Almeida Corrigida e revisada, Fiel ao texto original" (1995). Entre as Bíblias atualmente sendo impressas, a ACF é a única 100% legítima herdeira da Almeida original, pois se baseia nos mesmos textos em hebraico e  grego, e usa o mesmo fiel método de tradução formal - literal.”

Bíblias traduzidas a partir do Texto Crítico (o veneno dos hereges Westcott e Hort)[5] – os comentários referentes a cada versão não são meus, mas sim do autor do artigo mencionado na nota de rodapé, que é um crente batista extremamente piedoso e dedicado ao Senhor:

“                    ARA - Almeida Revista e Atualizada - 1976;
·                   AR - Almeida Revisada ... Melhores Textos - 1995;
·                   NIV - New International Version - 1986;
·                   NVI - Nova Versão Internacional – 1994 [só Novo Testamento], 2001;
·                   BLH - Bíblia na Linguagem de Hoje - 1988;
·                   BBN - Bíblia Boa Nova - 1993 (foi o irmão (Nome de autor omitido a seu pedido) infalibilidade de toda a Bíblia, etc.!!! Aviso de Hélio) que a consultou por nós);
·                   BV - Bíblia Viva - 1993 (O Mais Importante é o Amor);
·                   Bíblia Alfalit - 1996;
·                   CEV = Contemporary English Version;
·                   NASB - New American Standard Bible - 1977;
·                   TNM - Tradução Novo Mundo - 1967 [dos Testemunhas de Jeová];
·                   e todas as Bíblias romanistas-ecumênicas: Bíblia de Jerusalém-1992; Vulgata de Jerônimo, traduções do Padre Antônio Pereira de Figueiredo, Padre Matos Soares, Padre Humberto Rhoden, Padres Capuchinhos, MongesBeneditinosVozesPastoralTEB - Tradução Ecumênica da Bíblia, TOB - Traduction Oecuménique de la Bible, etc.”

6) Quem eram Westcott e Hort ? – os pais do Texto Crítico

Eles foram dois ministros anglicanos e professores da Universidade de Cambridge. Eram desonestos, porque disseram que revisariam a Bíblia King James, mas, em verdade, produziram um monstro, que é o Texto Crítico e que não se baseia no Texto Tradicional no qual está baseada a Bíblia King James. Mentiram. Fizeram isso para aproveitar o prestígio que a Bíblia King James tinha.

Eles não criam que Deus inspirou cada palavra da Bíblia e não estavam preocupados com corrupções que pudessem existir no Texto Crítico que eles montaram. Vejam o que disseram sobre corrupções no texto no Novo Testamento:

“Pouco é ganho ao se especular após qual ponto preciso tais corrupções vieram  elas podem ser devidas ao escritor original”[6]

Westcott entendia que a Bíblia não é a verdade sobre a criação:

“Ninguém agora, eu suponho, sustenta que os 3 primeiros capítulos de Gênesis, por exemplo, relatam história literal - eu jamais pude entender como alguém lendo-os com olhos abertos pudesse pensar que faziam.”[7]

Hort era um evolucionista, defensor da teoria de Darwin. Portanto, era um herege não-criacionista. Vejam o que ele disse sobre a teoria da evolução:

“Meu sentimento é que a teoria [de Darwin] é irrespondível.”[8]

Hort era racista. Sobre os negros, ele declarou que:

“Eles tem demonstrado ser uma raça imensuravelmente inferior, só humanos e nada mais, sua religião, primitiva e sensual, suas mais altas virtudes são as mesmas de um bom cão.”[9]

Hort era um defensor da igreja católica, apesar de ser anglicano:

“Você sabe, eu sou um ferrenho sacerdotalista...”[10]

“Eu acredito que Coleridge estava bem certo ao dizer que o cristianismo sem uma igreja substancial é vaidade e desilusão; E eu me lembro de tê-lo chocado e a Lightfoot não há muito tempo atrás expressando uma crença que 'Protestantismo' é só fugaz e temporário. A perfeita Catolicidade não tem estado em lugar algum desde a Reforma.”[11]

Westcott era um idólatra e adorador de Maria e chegou a comparar o resultado do culto a  Maria com o do culto a Jesus:

“Eu tenho me persuadido que o culto à Maria e o culto a Jesus tem muitíssimo em comum nas suas causas e em seus resultados...”[12]

“Após deixar o monastério, nos dirigimos para um pequeno oratório que descobrimos no topo de uma colina nas vizinhanças... Felizmente achamos a porta aberta. É muito pequena, com um lugar para ajoelhar; e por trás de uma cortina estava uma 'Pieta' em tamanho natural [estátua de Maria e do 'cristo' morto]... Se estivesse só, ficaria lá ajoelhado por horas.”[13]

Meu amado irmão, agora cabe a você decidir se vai ser obediente ao Senhor ou se vai continuar a confiar nas Bíblias derivadas do Texto Crítico, elaborado por esses dois hereges e incrédulos. Deus não escolheu ímpios para escrever o Novo Testamento. Será que Ele escolheria dois hereges como Westcott e Hort para, em 1881, produzirem algo em substituição à Sua Palavra?

7) Alguns exemplos das graves corrupções do Texto Crítico[14]

Abaixo, apresentamos algumas comparações entre as versões ACF, NVI e BLH (NTLH). Alertamos que esta é apenas uma pequena amostra das inúmeras e incontáveis corrupções que há nas versões NVI e BLH (NTLH). O próprio estudo usado como base para escrever este tópico 7 é apenas um resumo das inúmeras e incontáveis corrupções que há nas versões baseadas no Texto Crítico.

ENFRAQUECIMENTO DO SANGUE DE CRISTO PELA NVI E BLH (NTLH) – A quem interessa negar ou diminuir a importância do sangue de Cristo?

ACF

NVI

NTLH

Col 1: 14

Em quem temos a redenção PELO SEU SANGUE, a saber, a remissão dos pecados:

em quem temos a redenção, a saber, o perdão dos pecados.

É ele quem nos liberta, e é por meio dele que os nossos pecados são perdoados.

ENFRAQUECIMENTO DA DIVINDADE DE CRISTO PELA NVI E BLH (NTLH) – A quem interessa negar ou diminuir a importância da divindade de Cristo?

ACF

NVI

NTLH

João 9: 35

Jesus ouviu que o tinham expulsado e, encontrando-o, disse-lhe: Crês tu no Filho de DEUS?

Jesus ouviu que o haviam expulsado, e, ao encontrá-lo, disse: Você crê no Filho do homem?

Jesus ficou sabendo que tinham expulsado o homem da sinagoga. Foi procurá-lo e, quando o encontrou, perguntou: — Você crê no Filho do Homem?

Romanos 14: 10

Mas tu, por que julgas teu irmão? Ou tu, também, por que desprezas teu irmão? Pois todos havemos de comparecer ante o tribunal de CRISTO.

Portanto, você, por que julga seu irmão? E por que despreza seu irmão? Pois todos compareceremos diante do tribunal de Deus.

Portanto, por que é que você, que só come verduras e legumes, condena o seu irmão? E, você, que come de tudo, por que despreza o seu irmão? Pois todos nós estaremos diante de Deus para sermos julgados por ele.

1 Tim 3: 16

E, sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade: DEUS se manifestou em carne, foi justificado no Espírito, visto dos anjos, pregado aos gentios, crido no mundo, recebido acima na glória

Sem nenhuma dúvida, é grandiosa a verdade revelada da nossa religião. Essa verdade é a seguinte: Ele se tornou um ser humano, foi aprovado pelo Espírito de Deus, foi visto pelos anjos, foi anunciado entre as nações, foi aceito com fé por muitos no mundo inteiro e foi levado para a glória.

ENFRAQUECIMENTO DA MORTE SUBSTITUTIVA DE CRISTO PELA NVI E BLH (NTLH) – A quem interessa negar ou diminuir a importância da morte substitutiva (vicária) de Cristo?

ACF

NVI

NTLH

1 Co 5: 7

Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado POR NÓS.

Livrem-se do fermento velho, para que sejam massa nova e sem fermento, como realmente são. Pois Cristo, nosso Cordeiro pascal, foi sacrificado.

Joguem fora o velho fermento do pecado para ficarem completamente puros. Aí vocês serão como massa nova e sem fermento, como vocês, de fato, já são. Porque a nossa Festa da Páscoa está pronta, agora que Cristo, o nosso Cordeiro da Páscoa, já foi oferecido em sacrifício.

1 Pe 4: 1

Ora, pois, já que Cristo padeceu POR NÓS na carne, armai-vos também vós com este pensamento, que aquele que padeceu na carne já cessou do pecado.

Portanto, uma vez que Cristo sofreu corporalmente, armem-se também do mesmo pensamento, pois aquele que sofreu em seu corpo, rompeu com o pecado,

Por isso, assim como Cristo sofreu no corpo, vocês também devem estar prontos, como ele estava, para sofrer. Porque aquele que sofre no corpo deixa de ser dominado pelo pecado.

ENFRAQUECIMENTO DO NASCIMENTO VIRGINAL DE CRISTO PELA NVI E BLH (NTLH) – A quem interessa isso?

ACF

NVI

NTLH

Isa 7: 14

Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que a VIRGEM conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu nome Emanuel.

Pois o Senhor mesmo lhes dará um sinal: a jovem que está grávida dará à luz um filho e porá nele o nome de Emanuel.

ENFRAQUECIMENTO DA DOUTRINA DA TRINDADE PELA NVI E BLH (NTLH) – A quem interessa isso?

ACF

NVI

NTLH

1 João 5: 7-8

Porque três são os que testificam NO CÉU: O PAI, A PALAVRA, E O ESPÍRITO SANTO; E ESTES TRÊS SÃO UM.E TRÊS SÃO OS QUE TESTIFICAM NA TERRA: o Espírito, e a água e o sangue; e estes três concordam num.

Há três que dão testemunho: o Espírito, a água e o sangue; e os três são unânimes.

Há três testemunhas: o Espírito, a água e o sangue; e esses três estão de pleno acordo.

ENFRAQUECIMENTO DA IMPORTÂNCIA DA PALAVRA DE DEUS PELA NVI E BLH (NTLH) – A quem interessa isso?

ACF

NVI

NTLH

Lucas 4: 4

E Jesus lhe respondeu, dizendo: Está escrito que nem só de pão viverá o homem, MAS DE TODA A PALAVRA DE DEUS.

Jesus respondeu: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem

Jesus respondeu: — As Escrituras Sagradas afirmam que o ser humano não vive só de pão.

ENFRAQUECIMENTO DA DOUTRINA DA SALVAÇÃO E DO ARREPENDIMENTO PELA NVI E BLH (NTLH) – A quem interessa isso?

Mateus 20: 16

"Assim os derradeiros serão primeiros, e os primeiros derradeiros; PORQUE MUITOS SÃO CHAMADOS, MAS POUCOS ESCOLHIDOS.

Assim, os últimos serão primeiros, e os primeiros serão últimos

E Jesus terminou, dizendo: — Assim, aqueles que são os primeiros serão os últimos, e os últimos serão os primeiros.

Marcos 2: 17

E Jesus, tendo ouvido isto, disse-lhes: Os sãos não necessitam de médico, mas, sim, os que estão doentes; eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores AO ARREPENDIMENTO.

Ouvindo isso, Jesus lhes disse: Não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os doentes. Eu não vim para chamar justos, mas pecadores.

Jesus ouviu a pergunta e disse aos mestres da Lei: — Os que têm saúde não precisam de médico, mas sim os doentes. Eu vim para chamar os pecadores e não os bons.

João 3: 15

Para que todo aquele que nele crê NÃO PEREÇA, mas tenha a vida eterna.

para que todo o que nele crer tenha a vida eterna.

para que todos os que crerem nele tenham a vida eterna.

João 6: 47

Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê EM MIM tem a vida eterna.

Asseguro-lhes que aquele que crê tem a vida eterna.

Eu afirmo a vocês que isto é verdade: quem crê tem a vida eterna.

Romanos 8: 1

Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, QUE NÃO ANDAM SEGUNDO A CARNE, MAS SEGUNDO O ESPÍRITO.

Portanto, agora já não há condenação para os que estão em Cristo Jesus.

Agora já não existe nenhuma condenação para as pessoas que estão unidas com Cristo Jesus.

2 Pe 2: 17

Estes são fontes sem água, nuvens levadas pela força do vento, para os quais a escuridão das trevas ETERNAMENTE se reserva.

Esses homens são fontes sem água e névoas impelidas pela tempestade. A escuridão das trevas lhes está reservada,

Esses falsos mestres são como poços sem água e como nuvens levadas pelo vento. Deus reservou para eles um lugar na mais profunda escuridão.

 

8) O tradutor da BLH ou NTLH – A “Bíblia” na Linguagem de Hoje

 

No tópico anterior, já fizemos algumas análises sobre o texto da BLH ou NTLH. Mas é importante que conheçamos o ilustre “erudito” que inicialmente traduziu a BLH/NTLH para o português.

 

Robert Bratcher foi o missionário que traduziu para o português a BLH/NTLH. Não vou comentar, porquanto é desnecessário comentar. Vamos deixar que as palavras de Bratcher mostrem quem ele era.

O texto abaixo é um extrato de artigo de David Cloud, parte de Unholy Hands on God's Holy Book.  Way of Life Literature, 1701 Harns Rd., Oak Harbor, WA 98277, http://www.wayoflife.org.

(Foi obtido em http://www.baptistlink.com/creationists/apostatabratcher.htm)

 

“Em 9 de julho de 1953, no Jornal Batista, da Convenção Batista Brasileira, Seção ‘Perguntas e Resposta’, Bratcher, missionário da SBC (Southern Baptist Convention), disse:

 

 ‘Jesus Cristo não gozava de onisciência. Isto é um atributo de Deus. ... Jesus não afirmou que ele e o Pai eram um — isto seria um absurdo.’

 

‘Somente ignorância consciente ou desonestidade intelectual podem explicar a afirmação de que a Bíblia é inerrante e infalível ... Revestir a Bíblia com qualidades de inerrância e infalibilidade é idolatrá-la, transformá-la num falso Deus. ...’

 

‘Se edificarmos a nossa fé unicamente sobre a Bíblia, estaremos edificando nossa fé sobre areia movediça. Devemos seguir os fatos ou nada nos resta a crer. Não podemos seguir Jesus literalmente, mas somente a sua direção.’

 

Bratcher manteve uma sessão de perguntas e respostas em 13 de outubro de 1970, na First Baptist Church, Spartanburg, Carolina do Sul. A seguir, quatro das perguntas e respostas:

 

Pergunta: `Porque você deixou o sangue de Jesus Cristo de fora em Romanos 5:9 e 14, e em outros lugares?'


 - Resposta: [Deixar o sangue de Jesus Cristo de fora] é uma questão de tradução.'


 - Pergunta: `Você conhece Jesus Cristo como seu Salvador pessoal?'


 - Resposta: [ Dr. Bratcher não respondeu a esta pergunta. ]


-  Pergunta: `O coração humano é por natureza centrado no homem ou em Deus?'


-  Resposta: `Vamos ficar com perguntas a respeito de tradução.'

 

- Pergunta: `É Jesus Cristo Deus, isto é, o mesmo que Deus?'

- Resposta:  `Jesus não é a mesma personalidade como Deus.'

 

 

Em 15 de outubro de 1970, Bratcher manteve sessão de perguntas e respostas na First Baptist Church, North Augusta, Carolina do Sul. ... ... o grupo ... ... não poderia formular perguntas relacionadas à sua teologia. ... ... Vejamos uma das perguntas (Donald T. Clarke, Bible Version Manual; também em Millersburg: Bible Truth Institute,  1975, pp. 9899.):

 

- ‘Pergunta: `Se você morrer, você sabe que você vai ao céu?'

 

- ‘Resposta: [ Dr. Bratcher não respondeu a esta pergunta.’]”

 

Para fechar este tópico, você sabia que a BLH de 1973 contou com o“imprimatur” da CNBB[15]? Isso mesmo. Essa “Bíblia” agradou tanto a Igreja Católica Romana, por seu ecumenismo e enfraquecimento da doutrina de Cristo, que recebeu o equivalente ao selo de aprovação da CNBB.

 

Você sabe o que é o “imprimatur”?

 

“Imprimatur é uma declaração oficial da Igreja Católica, que diz que um trabalho literário ou similar não vai contra as idéias da igreja e que é uma boa leitura para qualquer católico. Em latim, imprimatur significa ‘deixem-no ser impresso’

Antes do Imprimatur, que é dado por um bispo, passa-se pelo censor dadiocese, que dá o Nihil obstat (nada contra), e, se o autor do livro for membro de uma Ordem, o Superior dá, antes do censor, o Imprimi potest (pode ser impresso). Sendo, pois, esta a sequência: Imprimi Potest, Nihil Obstat e, então, o Imprimatur.”[16]

 

A Igreja Católica Romana, que sempre condenou a Bíblia utilizada pelas igrejas evangélicas, passou a aprovar a BLH, como a recomendá-la para os católicos. Pense nisso, meu amado irmão. Você confia no que a Igreja Católica Romana recomenda?

 

9) A origem da NVI

 

Vamos verificar de onde vem a NVI.


Rupert Murdoch é o controlador, presidente e CEO da News Corporation. É a partir da News Corporation que vamos constatar a origem da NVI.


A News Corporation trata-se de um dos maiores (talvez o maior) impérios globais da  mídia. Para termos uma idéia do poder econômico da News Corporation, basta vermos que ela controla empresas como 20th Century Fox, Fox Television, National Geographic Channel, Sky, Harper Collins, Zondervan, The Times e muitas outras[17].


Vamos falar especificamente da Harper Collins.


A Harper Collins apresenta-se como uma das líderes mundiais de publicações em Língua Inglesa, bem como subsidiária da News Corporation[18].


A Harper Collins publica diversos livros a favor do homossexualismo (guarde bem isso – depois você entenderá porque a palavra “sodomita” foi banida da NVI), como “Sex Between Men - An Intimate History of the Sex Lives of Gay Men Postwar to Present” (
Sexo entre homens - Uma história íntima das vidas sexuais dos gays do pós-guerra ao presente), “Making up”(descobrindo) “The Book Of Lesbian Sex and Sexuality” (O Livro do Sexo e da Sexualidade lésbicos).  


Prosseguindo na análise da estrutura desse grupo encabeçado pela News Corporation, constatamos que a Haper Collins é controladora da empresa Zondervan. Em outras palavras, a Zondervan é subsidiária da Harper Collins
[19].


A Zondervan detém os direitos de publicação da New International Version (NIV), que é a irmã da Nova Versão Internacional (NVI), sendo que esses direitos de publicação foram obtidos junto ao detentor do copyright, que é a International Bible Society.


Até aqui temos:

News Corporation

¯

que é controladora da:

Harper Collins ®

¯

que publica: livros a favor do homossexualismo

que é controladora da:

Zondervan

¯

que publica a NIV


Parece pouco? Para nós já é muito e bastaria. Mas vamos ver que há muito mais.
Voltemos à Harper Collins, que é controladora da Zondervan, que publica a NIV. Até aqui, temos provado que a NIV é do mesmo grupo econômico que publica livros a favor do homossexualismo. Seria mera coincidência a palavra “sodomita” ter sido extirpada, por exemplo, do texto da NVI em português? Quem tem interesse em dizer que a sodomia não é pecado, em dizer que a sodomia não é abominável aos olhos de Deus?
          O mesmo grupo econômico que publica livros a favor do homossexualismo publica a NIV. Isso já é suficiente para que se rejeite a NIV. É óbvio que pessoas que aceitam publicar livros a favor do homossexualismo não tem nenhum compromisso com a pureza da Palavra de Deus. Se tivessem, não publicariam livros em prol do homossexualismo. Leiamos Romanos 1 e constatemos o que o Senhor acha do homossexualismo. Entendamos isso.
A Haper Collins é simplesmente a controladora da Zondervan. Tanto juridicamente quanto economicamente, é a Harper Collins quem manda na Zondervan. Não há como dizer que a Zondervan é uma coisa e que a Harper Collins é outra. A Harper Collins ganha dinheiro tanto com a NIV da Zondervan quanto com a “A Bíblia Satânica”. Veja abaixo.

Mas se isso ainda não é o bastante, vamos continuar, porque há mais.


Há um livro chamado The Satanic Bible (A Bíblia Satânica). É um livro escrito pelo satanista declarado Anton Szandor LaVey, fundador e membro da “Igreja de Satanás”.

Assim como a NIV é publicada pela Zondervan, que pertence à Harper Collins, o livro The Satanic Bible (A Bíblia Satânica) também é publicado pela Harper Collins.

Devemos ser adultos no entendimento. Simplesmente não é possível crer que o grupo econômico que publica “A Bíblia Satânica” tenha alguma intenção ou compromisso em manter a fidelidade da Palavra de Deus. O que eles querem com a NIV? Ganhar dinheiro e distorcer a Palavra de Deus. Isso obviamente não é obra apenas de mãos humanas. Quem tem verdadeiro interesse em modificar a Palavra de Deus? Quem é o pai da mentira? Não é o mesmo que é adorado pelos que usam “A Bíblia Satânica”?

Você usaria alguma “Bíblia” publicada pelo grupo econômico que publica “A Bíblia Satânica”?

Ainda não é o bastante para que abramos os olhos? Vamos ver mais.

A Harper Collins publica também inúmeros livros sobre satanismo, bruxaria, wicca, tarot, druidismo, espiritualidade céltica, nova era, karma, budismo, espiritualidade da mãe terra, nomes de mortos, ouija, magia papal, etc[20].

Então temos:

News Corporation
¯

que é controladora da:

Harper Collins ®
¯

que publica: livros a favor do homossexualismo, satanismo, bruxaria, wicca, tarot, druidismo, espiritualidade céltica, nova era, karma, budismo, espiritualidade da mãe terra, nomes de mortos, ouija, magia papal, etc.

que é controladora da:

Zondervan
¯

que publica a NIV


Em resumo, o poderoso grupo econômico formado por News Corporation/Harper Collins/Zondervan publica a NIV e 
livros a favor do homossexualismo, satanismo, bruxaria, wicca, tarot, druidismo, espiritualidade céltica, nova era, karma, budismo, espiritualidade da mãe terra, nomes de mortos, ouija, magia papal.

Você confia que eles estão mesmo publicando a Palavra de Deus? Volte ao tópico 7 deste estudo e conclua você mesmo, a partir do cotejo entre uma Bíblia 100% Texto Tradicional e traduzida por equivalência formal (como a ACF) e NVI.

Ainda não basta?

Conheça abaixo dois dos integrantes da comissão de tradução da NIV[21].

“Durante os anos em que a NIV esteve sendo preparada (1968-1978), duas pessoas da comissão eram homossexuais. Uma delas era Virginia Mollenkott. Ela declarou sem a menor cerimônia:

‘Meu lesbianismo sempre tem sido parte de mim...’
Leia mais isso de sua própria autoria confirmando que ela era lésbica enquanto trabalhava na comissão:

‘So far as I know, nobody including Dr. Palmer suspected that I was lesbian while I was working on the NIV; it was information I kept private at that time.’

Tradução:
‘Até onde eu sei, ninguém incluindo o Dr. Palmer suspeitava que eu era lésbica enquanto eu estava trabalhando na NIV; era informação que eu mantinha privada naquela época’ (Carta de Virginia Mollenkott a Michael J. Penfold datada em 18 Dez. 1996)

Como resultado natural de seu homossexualismo Virginia Mollenkott certamente influenciou o texto da NIV, que suprimiu palavras contundentes sobre a condenação que o Senhor faz ao homossexualismo. A mais escancarada foi em 1Cor 6:10 onde as palavras ‘efeminados’ e ‘sodomitas’ [em grego literalmente ‘arsenokoites’ - homem que pratica coito com outro homem] foram retiradas e substituídas por ‘male prostitutes’ (homens prostitutos) e ‘homosexual offenders’ (ofensores de homossexuais!). Veja, agora, que se você prega para um homossexual que ele está em pecado, você o está ofendendo e você é que está cometendo o pecado imperdoável!!!

Completamente diferente da condenação Bíblica!
A outra figura que levantou muita discussão, foi o Dr. Marten Woudstra, o, ‘nada mais, nada menos’, chefe da comissão do Velho Testamento da NIV! Ver também o livro de Carl Graham com o título ‘Sodomy and the NIV’ (Sodomia e a NIV) de 1991. Vejamos 4 fatos sobre essa figura chamada Marten Woudstra:

Fato 1: Ele nunca se casou (fato que, isoladamente, não quer dizer nada, não fossem os 3 outros abaixo...).

Fato 2: Retirou todas as palavras ‘sodomita(s)’ no Velho Testamento da Bíblia NIV!

Fato 3: Declarou que a Bíblia não condena o homossexualismo! (isso não é ignorância, mas rebeldia)

Fato 4: Era amigo de uma organização sodomita e do seu fundador (Dr. Ralph Blair) que promove o homossexualismo chamada Evangelicals Concerned Inc.!”

O leitor poderia pensar em objetar dizendo que a NIV da Zondervan é diferente da NVI em Língua Portuguesa da Editora Vida. É óbvio que ninguém em sã consciência acreditaria nisso. Os donos dos direitos autorais e de publicação da NIV obviamente vão estar metidos em qualquer versão similar em outras línguas. Lembremo-nos: isso vale muito dinheiro.


É tudo farinha do mesmo saco.


O copyright da NIV é da International Bible Society. O da NVI também é.


A tradução completa e definitiva da NVI em português foi publicada em 2001. A Zondervan cuidou da divulgação e distribuição da NVI. Cabe lembrar que, entre 1995 e 2007, a Editora Vida, que publica a NVI em português no Brasil, pertencia à Zondervan.


10) Sodomia é pecado? Resposta: “Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; abominação é;” (Levítico 18: 22) 

É óbvio que a sodomia é pecado. Não importa se é feita por paga em dinheiro ou se é feita sem pagamento. Se você se diz crente e pensa que sodomia não é pecado, nós somente podemos te dizer que provavelmente crente você não é.

Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.” (1 Coríntios 6: 10 – ACF)

Mas, se você estiver com uma Bíblia moderninha como a NVI ou NTLH nas mãos e alguém te perguntar se sodomia é pecado, você vai passar maus bocados para convencer o teu questionador. Provavelmente, ele vai te dizer que na tua Bíblia nada diz que sodomia é pecado. Isso é porque o diabo e os falsificadores da Palavra de Deus suprimiram da NVI e da NTLH as palavras sodomita e sodomitas. Mas não pense que eles substituíram por palavra com significado idêntico[22]. Eles deram um jeitinho de enganar com a aparência de verdade, tal e qual faz o pai da mentira. Eles, em muitas passagens, substituíram por “prostitutos”. Sabe por que fizeram isso? É porque querem te convencer de que sodomia pode, casamento homossexual (como se isso existisse. Não existe, porque casamento é a União, criada por Deus, de um homem com uma mulher, em uma só carne) pode. Para eles somente seria pecado se fosse por dinheiro, prostituição, mas não se engane:

Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.” (1 Coríntios 6: 10 – ACF)

ACF – 8 versículos com as palavras “sodomita” ou “sodomitas”

NVI – nenhum versículo com as palavras “sodomita” ou “sodomitas”

NTLH – nenhum versículo com as palavras “sodomita” ou “sodomitas”

1 Coríntios 6: 10

Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.

nem ladrões, nem avarentos, nem alcoólatras, nem caluniadores, nem trapaceiros herdarão o Reino de Deus.

os ladrões, os avarentos, os bêbados, os caluniadores e os assaltantes não terão parte no Reino de Deus.

1 Timóteo 1: 10

Para os devassos, para os sodomitas, para os roubadores de homens, para os mentirosos, para os perjuros, e para o que for contrário à sã doutrina,

para os que praticam imoralidade sexual e os homossexuais, para os sequestradores, para os mentirosos e os que juram falsamente; e para todo aquele que se opõe à sã doutrina.

E para os imorais, os homossexuais, os sequestradores, os mentirosos, os que dão falso testemunho e para os que fazem qualquer outra coisa que é contra o verdadeiro ensinamento.

1 Reis 14: 24

Havia também sodomitas na terra; fizeram conforme a todas as abominações dos povos que o Senhor tinha expulsado de diante dos filhos de Israel.

Havia no país até prostitutos cultuais; o povo se envolvia em todas as práticas detestáveis das nações que o Senhor havia expulsado de diante dos israelitas.

E havia também homens e mulheres que serviam como prostitutos nesses lugares pagãos de adoração. O povo de Israel fez todas as coisas vergonhosas que faziam os povos que o SENHOR Deus havia expulsado da terra, conforme os israelitas iam avançando para dentro do país.

1 Reis 15: 12

Porque tirou da terra os sodomitas, e removeu todos os ídolos que seus pais fizeram.

Expulsou do país os prostitutos cultuais e se desfez de todos os ídolos que seu pai havia feito.

Asa expulsou do país todos os que praticavam a prostituição como parte dos cultos pagãos e retirou todos os ídolos feitos por aqueles que haviam sido reis antes dele.

1 Reis 22: 47

Também expulsou da terra o restante dos sodomitas, que ficaram nos dias de seu pai Asa.

Ele livrou o país dos prostitutos cultuais que restaram depois do reinado de seu pai Asa.[23]

Ele acabou com todos os prostitutos e prostitutas que serviam nos altares pagãos que ainda haviam ficado desde o tempo de Asa, o seu pai.

2 Reis 23: 7

Também derrubou as casas dos sodomitas que estavam na casa do Senhor, em que as mulheres teciam casinhas para o ídolo do bosque.

Também derrubou as acomodações dos prostitutos cultuais, que ficavam no templo do Senhor, onde as mulheres teciam para Aserá.

Ele destruiu os quartos do Templo onde ficavam os prostitutos. Era nesse lugar que as mulheres teciam as roupas usadas na adoração da deusa Aserá.

Deuteronômio 23: 17

Não haverá prostituta dentre as filhas de Israel; nem haverásodomitadentre os filhos de Israel.

Nenhum israelita, homem ou mulher, poderá tornar-se prostituto cultual.

Nenhum israelita, mulher ou homem, praticará a prostituição nos templos pagãos.

Deuteronômio 23: 18

Não trarás o salário da prostituta nem preço de umsodomita à casa do Senhor teu Deus por qualquer voto; porque ambos são igualmente abominação ao Senhor teu Deus.

Não tragam ao santuário do Senhor, o seu Deus, os ganhos de uma prostituta ou de um prostituto a fim de pagar algum voto, pois o Senhor, o seu Deus, por ambos tem repugnância.

O dinheiro ganho desse modo não poderá ser levado ao Templo do SENHOR para pagamento de uma promessa feita ao SENHOR, nosso Deus. Deus detesta esse dinheiro.



11) Enfim, qual Bíblia devo utilizar?

Amado irmão, se você realmente é um crente obediente ao Senhor, se tem temor a Deus, se respeita a Palavra de Deus, se entende que esta não deve ser adulterada, se entende que a Palavra de Deus é pura, se confia que Deus inspirou e preservou cada palavra contida na Bíblia, somente há uma Bíblia, em Língua Portuguesa e editada no Brasil, que você deve usar, porque é a única traduzida por equivalência formal e 100% baseada no Texto Tradicional (Texto Receptus).

Essa Bíblia é versão Almeida Corrigida e Fiel, editada pela Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil – ACF/SBTB.

Se quiser ser desobediente ao Senhor e usar outra, se acha que não tem nenhuma importância utilizar Bíblias adulteradas, faça, mas lembre-se de que:

“Não acrescentareis à palavra que vos mando, nem diminuireis dela, para que guardeis os mandamentos do Senhor vosso Deus, que eu vos mando.”(Deuteronômio 4: 2)

“Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro;” (Apocalipse 22: 18)

A quem você quer agradar? A homens? Ou a Deus? Teme ser desagradável com teus irmãos em Cristo por essa questão? Não deverias antes temer a Deus?
“Eu sei que tudo quanto Deus faz durará eternamente; nada se lhe deve acrescentar, e nada se lhe deve tirar; e isto faz Deus para que haja temor diante dele.” (Eclesiastes 3: 14)

Que Deus te abençoe e te oriente nessa questão.

Lembre-se de que: você foi devidamente avisado.



Fontes utilizadas para este estudo:

“Porque só aceito as traduções feitas por equivalência formal”, autor Humberto Rafeiro, http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traducoes/PqSoAceitoEquivalenciaFormal-Rafeiro.htm

“Equivalência formal x Equivalência dinâmica”, autor Pastor Fridolin Janzen,http://br.groups.yahoo.com/group/novotestamento/message/527

“Absurdo: Vaticanus - nota marginal acusa ter ele demasiadas raspagens, reescritas, adulterações!”, autor Hélio de Menezes Silva,http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-PreservacaoTT/Absurdo-Vaticanus-NotaMarginalAcusaTerEleDemasiadasRaspagensReescitasAdulteracoes-Helio.htm
“Há dois tipos de Bíblias,com milhares de graves diferenças de conteúdo!(Qual o tipo de sua Bíblia?)”, autor Hélio de Menezes da Silva - http://www.solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traducoes/Ha2TiposBibGravDiferenc.htm
“O que o Cristão de hoje precisa saber sobre o Novo Testamento em Grego” -http://www.biblias.com.br/devemsaber.asp?tamtexto=4
“A dupla dinâmica: quem eram os pais das versões bíblicas modernas?” - http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-PreservacaoTT/ADuplaDinamicaWestcottEHort-Pedro.htm
“Como Deus preserva Sua Palavra”, autor Buddy Smith e tradução de Jeanne Borgerth Duarte Rangel - http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-PreservacaoTT/ComoDeusPreservaSuaPalavra-Smith.htm
“Expondo os erros da Sociedade Bíblica Internacional: E da Bíblia NVI” -http://www.baptistlink.com/creationists/expondoerrossbinvi.htm
 Qual a natureza e propósito da BLH? -http://www.baptistlink.com/creationists/propositodablh.htm

Há dois tipos de Bíblias, com milhares de graves diferenças de conteúdo! Qual o tipo de sua Bíblia?” -http://www.solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traducoes/Ha2TiposBibGravDiferenc.htm
 



[1] “Ó Timóteo, guarda o depósito que te foi confiado, tendo horror aos clamores vãos e profanos e às oposições da falsamente chamada ciência, A qual professando-a alguns, se desviaram da fé. A graça seja contigo. Amém.” (1 Tim 6: 20-21)

[2] Os publicadores alegam que foram usadas tanto a tradução por equivalência dinâmica quanto a por equivalência formal. Contudo, água misturada com veneno é simplesmente veneno.
[3] “Absurdo: Vaticanus - nota marginal acusa ter ele demasiadas raspagens, reescritas, adulterações!” – Autor: Hélio de Menezes Silva – artigo publicado em http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-PreservacaoTT/Absurdo-Vaticanus-NotaMarginalAcusaTerEleDemasiadasRaspagensReescitasAdulteracoes-Helio.htm

[4] Fonte: “Há dois tipos de Bíblias,com milhares de graves diferenças de conteúdo!(Qual o tipo de sua Bíblia?)”, autor Hélio de Menezes da Silva - http://www.solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traducoes/Ha2TiposBibGravDiferenc.htm
[5] Fonte: “Há dois tipos de Bíblias,com milhares de graves diferenças de conteúdo!(Qual o tipo de sua Bíblia?)”, autor Hélio de Menezes da Silva - http://www.solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traducoes/Ha2TiposBibGravDiferenc.htm
[6]
 Westcott and Hort , Introduction to the Greek New Testament, 1881, p. 280.
[7] Life of Westcott, Vol II, p. 69
[8] Life of Hort, Vol I, p. 416
[9] Life & Letters, FJA Hort, Vol. 1 pág 458
[10] Life of Hort, Vol II, pág 86 citado em Which Bible, D. O. Fuller, p. 27
[11] Carta de Hort a Westcortt datada de 23.09.1864 - The Theories, Thinking and Theology of Drs. Westcott and Hort
[12] LIFE OF WESTCOTT, VOL II, Westcott, pg 51,52,86, citado em Which Bible, D. O. Fuller, p. 279
[13] Carta de Westcortt a sua noiva - FOREVER SETTLED - Dr. Jack Moorman, págs. 265, 266
[14] O tópico 7 deste estudo é um resumo de comparações encontradas em “Há dois tipos de Bíblias, com milhares de graves diferenças de conteúdo! Qual o tipo de sua Bíblia?” - http://www.solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traducoes/Ha2TiposBibGravDiferenc.htm
[15] Qual a natureza e propósito da BLH ? - http://www.baptistlink.com/creationists/propositodablh.htm
[16] Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Imprimatur
[17] Fonte: WWW.newscorp.com (veja especificamente em investor relations)
[18] Fonte: WWW. Harpercollins.com (veja especificamente em company profile)
[19] Fonte: WWW.zondervan. Com (veja especificamente em about us – company history)
[20] Fonte: http://www.kjv-asia.com/authorized_version_defence_niv_owners.htm
[21] “Expondo os erros da Sociedade Bíblica Internacional: E da Bíblia NVI” -http://www.baptistlink.com/creationists/expondoerrossbinvi.htm


[22] Somente em 1 Tim 1: 10, a NVI e a NTLH substituíram sodomitas por homossexuais. Nas demais passagens, extirparam a palavra ou substituíram por algo com sentido completamente diferente.
[23] Na NVI, esse versículo não é o 47, mas sim o 46. Isso ocorre porque eles resolveram extirpar um dos versículos de 1 Reis 22, que, na NVI, tem apenas 53 versículos, e não os 54 da ACF (Texto Tradicional)





Elson Rodrigues 

 





Só use as duas Bíblias traduzidas rigorosamente por equivalência formal a partir do Textus Receptus (que é a exata impressão das palavras perfeitamente inspiradas e preservadas por Deus), dignas herdeiras das KJB-1611, Almeida-1681, etc.: a ACF-2011 (Almeida Corrigida Fiel) e a LTT (Literal do Texto Tradicional), que v. pode ler e obter em BibliaLTT.org, com ou sem notas).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de
http://solascriptura-tt.org)

(retorne a http://solascriptura-tt.org/ Bibliologia-Traducoes/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )